De madrugada na Feira do Açaí (e de lá ao Ver-o-Peso)

  • 0
Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Ilustração: Daniel Kondo

Ilustração | Daniel Kondo

Belém é a cidade mais incrível que você ainda não pensou em visitar. Eu ia guardar essa frase para o fim, mas quanto mais cedo você ficar sabendo disso, melhor.

Estive agora pela segunda vez. Uma das coisas que eu sabia que precisava fazer era acordar cedinho para pegar a área de peixes do mercado Ver-o-Peso em pleno funcionamento. Mas meu amigo Lafa tinha planos ainda mais madrugadores.

- Passo às cinco no hotel pra pegar vocês.

Feira do Açaí

[Feira do Açaí]

O que eu não sabia era que o primeiro espetáculo do dia acontece uma quadra adiante do Ver-o-Peso. Ali, na Feira do Açaí, a partir do meio da noite barcos vindos das ilhas da Baía do Guajará descarregam um mar de cestos de açaí recém-colhido.

Feira do AçaíFeira do Açaí

[Feira do Açaí]

Feira do AçaíFeira do AçaíFarinha na Feira do Açaí

[Feira do Açaí]

Durante o dia, as sementinhas terão sua finíssima película extraída por máquinas manejadas com precisão de modo a acrescentar a medida exata de água para produzir o açaí “do fino” (para beber), “do médio” (para comer com peixe frito e farinha grossa) ou “do grosso” (para cair da mesa direto na rede).

Feira do AçaíFeira do AçaíFeira do Açaí

[Feira do Açaí]

Estávamos escoltados pelo Belenâmbulo, intrépido blogueiro que ainda faz foto com película. Mas a hora é ingrata para o fotógrafo café-com-leite como eu: assim que a primeira luz aparece, a maior parte do açaí já se foi e os cestos são empilhados de cabeça para baixo.

Região do Ver-o-Peso

Ver-o-Peso

Ver-o-PesoVer-o-Peso

[Ver-o-Peso]

Lá pelas sete é hora de contornar o portinho e entrar no pavilhão de peixes do Ver-o-Peso.

Ver-o-Peso

Ver-o-Peso

Ver-o-Peso

Ver-o-PesoVer-o-PesoVer-o-Peso

[Ver-o-Peso]

Nas bancadas das peixarias, filhotes, cavalas, dourados e toda sorte de criaturas amazônicas, expostas de um jeito tão bonito que você pensa num novo significado para a expressão “peixes ornamentais”.

Ver-o-PesoVer-o-Peso

[Ver-o-Peso]

Ver-o-Peso

Ver-o-Peso

TucupiCastanhaMacaxeira

[Ver-o-Peso]

Ver-o-PesoVer-o-PesoVer-o-Peso

[Ver-o-Peso]

Os outros ingredientes fundamentais da dieta paraense nos esperam cinco minutos mais à frente, cada um no seu setor: as farinhas, o tucupi, o jambu, a castanha – aberta e descascada nas próprias banquinhas.

Dona Lúcia

[Dona Lúcia]

Aberto o apetite, deve-se procurar a banca de dona Lúcia, para provar a tapioca à moda paraense: enroladinha, fofa e ligeiramente besuntada de manteiga de garrafa. Onde eu estava com a cabeça que comi só quatro?

Tapioca

[Tapioca paraense]

Pronto. Agora você pode ir até a área dos perfuminhos, ervas e garrafadas. Pode turistar.

Ver-o-Peso

Ver-o-PesoVer-o-PesoVer-o-Peso

[Ver-o-Peso]

Belém é a cidade mais incrível que você ainda não pensou em visitar. Já disse isso? Não vou cansar de repetir.

Leia também:

Belém: o Círio de um não-devoto

Um dia no Marajó

Alter que enfim!

De Santarém a Manaus de barco

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email

69 comentários

Flavia (@ladyrasta)

Eu leio seu blog sim, viu? (vontade de comer filhote)
gros bisous

Beto
BetoPermalinkResponder

smile

Marcie
MarciePermalinkResponder

Onde é que dá LIKE no comentário da Flavia? lol

RosaBsb
RosaBsbPermalinkResponder

Belém é mesmo maravilhosa! Só quatro tapiocas, Riq? Só de olhar deu vontade de comer meia dúzia, depois é só continuar caminhando (ou correndo)o dia todo pra gastar as calorias...

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Quero ir pra Belem! Tenho que ver já o calendário feriados 2013.

Camila Torres - Colecionando Imãs

Retweet no comentário da CarlaZ!

Patrícia
PatríciaPermalinkResponder

Nossa que felicidade em ver a minha cidade tão bem retratada.
Riq, em nome de todos os paraense agradeço seu post falando sobre um, de tantos, pontos turísticos de Belém.
Realmente Belém é a cidade mais incrível que você ainda não pensou em visitar.

Elisa
ElisaPermalinkResponder

A castanha é vendida em litro? Jura? Achei isso sensacional!!!

fabteixeira
fabteixeiraPermalinkResponder

É engraçado mesmo isso. É que eles usam uma lata de 1l de alguma coisa como medida pra vender a castanha.

Lafayette
LafayettePermalinkResponder

Perfeito, Riq, como açaí, farinha, 2 colheres de açúcar e umas pratiqueiras fritas pra acompanhar! wink

Breno Peck
Breno PeckPermalinkResponder

Eu estava lá neste dia e sou testemunha das palavras do Riq sobre Belém. Fico feliz com o texto e torço pelo seu retorno, Ricardo!

candida silva
candida silvaPermalinkResponder

Venham, venham todos! Serão muito bem vindos e terão o prazer de sentir a hospitalidade paraense! Eu adoro o açaí tipo "direto pra rede" ! As fotos estão lindas e nosso Ver-o-Peso é fantástico. Parabéns!

Eunice
EunicePermalinkResponder

Assino em baixo, Riq. Belém é um dos melhores destinos no Brasil.

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Minha NS da Tapioquinha, que fome deu esse post !

Alex Balint
Alex BalintPermalinkResponder

Acabei de fechar hotel e passagens para o Carnaval em Belem. Vou ficar no Tulip Inn Batista Campos, no Centro. Fui nas dicas de Sites, Blogs, Trip Advisor e outros. Alguém sabe se eu fiz uma boa escolha ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alex! É bom e bem localizado. A localização do Tulip Inn Nazaré é ligeiramente melhor. O Soft Inn, a duas quadras, é um intermediário entre Ibis e Formule 1. O Golden Tulip está mais próximo da vida noturna. Confira as tarifas do Radisson, como é um hotel business pode estar em conta.

Peça opinião sobre hotéis sempre antes de reservar, depois pode ser frustrante.

Alex Balint
Alex BalintPermalinkResponder

Muito Obrigado Bóia. Depois eu volto aqui pra contar como foi o passeio.

Mariana
MarianaPermalinkResponder

Eu olhei o Radisson mesmo. É uma boa escolha?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mariana! O Radisson é o hotel mais novo de Belém e está bem localizado em Nazaré.

Alex Balint
Alex BalintPermalinkResponder

Passei o carnaval em Belém. Gostei da localizacao do TulipInn Batista Campos. Foi bom o custo benefício, bom chuveiro, bom café da manhã.

Os passeios imperdíveis são o Veropeso, a Basílica de Nazaré, o Teatro da Paz, o Mangal das Garças, o museu Gueldi, a estação de Docas, o Forte Presépio. Vale a pena também fazer um passeio de barco pela Baia do Guajara. Os barcos saem do Veropeso mesmo.

E fiz um bate em volta em Mosqueiro, fui na praia do Paraíso, um pouco mais afastada do centrinho, menos muvuca (muita gente nos feriados vai pra Mosqueiro e Salins curtir as praias).

Fui também conhecer Icoaraci, polo de artesanato Marajoara.
Recomendo Belém !

Meilin
MeilinPermalinkResponder

A-mei aqueles cestos verdes. Traria uns três pra casa...

petter
petterPermalinkResponder

Que texto gostoso!!!

Chris
ChrisPermalinkResponder

Adorei o post! Parabens

Érica França

Agora pensei em visitar! smile

Tina
TinaPermalinkResponder

Realmente Belém é uma agradável surpresa....no Ver-o-Peso é interessante tb ver como eles moem a folha do jabú para depois preparar o tucupi.
No mercado Ver-o-Peso provem todas as frutas diferentes, são todas deliciosas.
Parem nas bancas das garrafadas, perguntem pra q serve cada uma, vc terá uma aula da cultura Brasileira!
Não deixem de provar o melhor sorvete do Mundo - Sorvetes Cairu....só com as provinhas eu já fiquei satisfeita, mas olhuda comprei mais, depois eu cheguei a passar mal de tanto que comi....rsrs....pq é realmente irresistível.

http://www.tripadvisor.com.br/ShowUserReviews-g303404-d2373260-r133197246-Cairu-Belem_State_of_Para.html

kiss tina

Noemia
NoemiaPermalinkResponder

Ric,
Belém é algo. E o Ver o Peso é uma das experiências que todo viajante deveria se dar a chance de experimentar. Se fala tanto da Tailândia e temos aí Belém a nossa disposição. Não é por nada que o Alex Atala, o chef super premiado, dono do Dom, de SP, escolhido o restaurante número 1 da lista mundial, é visitante assíduo e apaixonado. Aí se come o açaí de um modo completamente diferente: sem açúcar, sem granola, no prato, com peixe frito e farinha. Hummmm.... nunca mais consegui comer açaí à moda do sul. Estar no Ver o Peso, no balcão, com o pessoal da terra, com muito calor, se sentindo parte do espetáculo, é se integrar neste país, que ainda é desconhecido para a maioria.
O Ver o Peso é o contraponto da Estação das Docas, toda com ar condicionado, uma versão bem turística, com uma série de restaurantes e bares, que se pode usufruir e com umas lojinhas com preços adequados para comprar camisetas e até artesanato com pedras da região.
Fiquei no Crowne Plaza, no centro da cidade - era próximo de tudo. Há 2 anos, os táxis eram baratos e fáceis de conseguir. Próximo do hotel e junto ao Colégio Nazaré fica um dos tacacás mais famosos de Belém, o da Dona Maria, uma barraquinha que abre pelas 16-17h. Sempre há fila. Se come, sentado em cadeirinhas de plástico. Ela também serve, em alguns dias, um caruru maravilhoso. Fiquei freguesa de caderno, batia o ponto quase todos os dias.
O que me decepcionou foi a falta total de informações no Setor de Turismo, tanto do Estado, como do Município (em maio de 2010), assim como a ausência de qualquer guia nas livrarias. Fiquei pensando no contraste com outros lugares com potencial turístico bem menor...
Excelente esta tua contribuição para divulgar Belém. Tens absoluta razão: Belém é a cidade mais incrível que você ainda não pensou em visitar.
Um abraço,
Noemia

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

A foto do filhote me deixou com água na boca...

Honilda Araujo

Oi Ricardo! Estou felicíssima em saber que nossa Belém finalmente está sendo visitada por pessoas abençoadas, que mostram as riquezas , belezas e gostosuras da minha querida e amada cidade.

jose  freitas
jose freitasPermalinkResponder

Não tem terra melhor para se viver que não seja Belém do Pará. Mas tem brazuca como eu que não gosta do Norte.
Belém, terra abençoada e de mulher bonita...hehehe.
abraços,
zefreitas.

Candida Silva
Candida SilvaPermalinkResponder

A titulo de informacao: a folha que eh moida eh a da mandioca, chamada de maniva, e com a maniva fazemos a MANICOBA. O jambu eh usado nos pratos com tucupi, alem de outros usos. O tucupi eh o suco extraido da mandioca ralada e espremida.

yara xavier
yara xavierPermalinkResponder

Linda a expedição para o Norte. Eu, que penso em visitar tudo, já visitei Belém e a Ilha do Marajó. Mais uma viagem para ficar marcada no coração. Bom demais relembrá-la pelos seus posts.

Edmilson Melo
Edmilson MeloPermalinkResponder

Fiquei com vontade de conhecer Belém, tem dica para dar uma esticada ate a Ilha de Marajó??

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Edmilson! Vá durante a semana, fique pousada Casarão da Amazônia em Soure, visite a Fazenda São Jerônimo e a Fazenda Bom Jesus.

Paula Kinoshita

Aiii q delícia esses camarões!!!adorei o post!!Deu vontade de passar em Belém!

Cristina
CristinaPermalinkResponder

A empresa que eu trabalho tem filial perto de Belém....

Michelle
MichellePermalinkResponder

Parabéns pela cronica Riq.

Depois dessas experiências, acho q já podes criar um lugar pra Belém no índice de capitais do site!

Abs

Lena
LenaPermalinkResponder

Peixes Ornamentais! lol lol lol
Only you! grin

Rafael
RafaelPermalinkResponder

Incrível, não é? Agora tô pensando em ir..!

Muito bacana a crônica/guia/relato. Parabéns!

Abs.,

candida silva
candida silvaPermalinkResponder

Para quem quiser esticar um pouquinho mais e chegar até a linda Ilha do Mosqueiro: http://marcelokatsuki.blogfolha.uol.com.br/2012/11/07/ilha-do-mosqueiro-para/.

christiano butke

Ric!

A localizacao do formule 1 de belem ( agora ibis budget) e muito ruim ?

Existe a possibilidade de fazer alguma coisa a pe por ali ?

abraco!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Christiano! Quem responde é a Bóia.

A localização do Ibis Budget em Belém não é boa, não. Fica numa parte mais popular da cidade, nos arredores da rodoviária.

Para economizar, pense no Soft Inn Batista Campos (tem preços semelhantes e filosofia parecida, mas está num ponto infinitamente superior) ou então na pousada Portas da Amazônia, que fica junto à Sé e perto do Ver o Peso.

christiano butke

ricardo ou boia !!!!! me disseram que essa estacao das docas e mais bacana ao fim de tarde , oque vc acha ?

qual o melhor restaurante de la pra vc ?

e o melhor restaurante da cidade ? qual indicaria ?

obrigado !!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Christiano! Sim, o pôr do sol é muito bonito nas Docas. O melhor restaurante das Docas é o Lá em Casa.

Na cidade, não deixe de ir ao Remanso do Peixe ou Remanso do Bosque, dos irmãos Castanho.

Cá
PermalinkResponder

Olá!

Me empolguei com as ofertas de pontos da TAM e peguei uma passagem para Belém... rs
Vou ficar 3 dias inteiros e gostaria de saber sua opinião quanto às questões "sanitárias" digamos... O tempo que passarei lá é curto demais para perdê-los por "contratempos"... Existe algo que você recomende NÃO fazer???

Obrigada! wink

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cá! Se você tem medo de comer comida de rua, experimente o açaí com peixe frito no Point do Açaí e a culinária paraense no Lá em Casa (Estação das Docas), Remanso do Peixe ou Remanso do Bosque (dos irmãos Castanho). A sorveteria Cairu (Estação das Docas) também é imperdível e absolutamente segura.

Cá
PermalinkResponder

Muito obrigada!

Eu sei... É vergonhoso da minha parte, mas eu não tenho medo... Eu tenho PAVOR mesmo... rs

Suas dicas são de grande valia! Estão devidamente anotadas!!! wink

Tarcísio Araújo

Indo pra Belém dia 30/05/2013, passar quatro dias e atrás de algumas boas dicas.

Aqui sempre encontro. Parabéns pelo post.

raq
raqPermalinkResponder

o radisson tá com tudo esgotado sad
alguém tem sugestão de hotel muito bom em belém (não precisa ser economico)?
valeu

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Raq! O Ricardo Freire indica o Golden Tulip, que ainda está novinho e fica numa região próxima a bares e restaurantes.

Como terceira opção, pense nos dois Tulip Inn.

raq
raqPermalinkResponder

vou tentar. muito obrigada smile

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Raq! Tem também o Crowne Plaza. Só evite o Hilton, que está bem detonadinho.

Iuri Barreto
Iuri BarretoPermalinkResponder

Bóia, o Ver o Peso e o Mercado de Carnes (que tem a famosa escada de ferro) abrem na segunda-feira? Abraços!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Iuri! Abrem sim!

Feira do Açaí, Belém: a essência da identidade paraense | MATRAQUEANDO

[...] do açaí”.Também já havia chegado minha hora de partir. (Valeu, Riq Freire, se não fosse esse seu post eu não teria vindo até aqui!) O Mercado do Peixe, logo ao lado, me esperava. Mas tive uma espécie [...]

Nayala Campos
Nayala CamposPermalinkResponder

Adorei essa feira! Gostaria de saber os dias da semana que acontece, principalmente quando tem o Açai.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nayala! É todo dia.

Nayala Campos
Nayala CamposPermalinkResponder

Qual os horários?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nayala! Começa cedinho. Pra aproveitar bastante é legal chegar por volta das 5h da manhã.

bernadete
bernadetePermalinkResponder

concordo com vc Belém é Incrível. Soure(Marajó) tb é fantastica
parabéns
abr

Luciana
LucianaPermalinkResponder

Boa tarde, Ricardo vc pode me indicar algum hotel que se possa ir a noite (andando) para as docas e ver o peso?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luciana! O Ver-o-Peso não funciona à noite. Não há hotel perto das Docas. O mais próximo é a pousada Portas da Amazônia, de dia seria até possível caminhar, mas a noite não seria nada recomendável.

Que viagem
Que viagemPermalinkResponder

Sigam meu canal no YouTube Que viagem e meu insta que_viagem que tenho lindas fotos de muitos lugares belos em Belém pra se conhecer. Vcs vão se surpreender com a cidade morena.

carla santos
carla santosPermalinkResponder

Quero muito ir visitar , mercado ver o peso, mas gostaria muito de saber o horário de funcionamento do mercado ? alguém pode me dizer ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carla! Funciona desde o início da madrugada. Nâo vá sozinha, leve algum amigo local.

Wladimir Rayol Junior

É um prazer ser um Paraense.

Karla Maria Corrêa

Não vejo a hora de chegar a minha vez de conhecer essa cidade e todas as outras que vou agora em julho, viagem super inspirada nos posts mais do que inspirados do Mestre Ricardo Freire. Vou primeiro para Manaus e Iberostar Grand Amazon, depois Alter, Marajó, Belém, São Luiz e Lençois, com bases em Santo Amaro, Barreirinhas e Atins, tudo do jeitinho que ele recomendou! Obrigada por compartilhar essas experiências maravilhosas em textos deliciosos de ler!

Ghislaine
GhislainePermalinkResponder

Ricardo, sempre seguimos suas dicas e sempre são excelentes. Somos viajantes muito antes da internet ou seja temos experiência e estamos sentindo a obrigação de relatar a horrivel experiência que tivemos em Belém, para alertar outros viajantes.
Hoje ao tentarmos fazer o passeio do açai/ver o peso logo de madrugada, fomos assaltados de forma violenta .
No momento nem mesmo os feirantes puderam nos ajudar para evitar danos maiores.
Quando os marginais sairam eles vieram nos ajudar e disseram que não existe segurança no local nem para eles e que não deve ser sugerido passear por lá que a situação melhore.
Representantes deles vieram conversar conosco e disseram que a realidade é esta, não existe segurança e que não existe boa vontade publica para mudar o cenário, nem eles estão seguros.
Após passado todo o nervoso, já no final da manhã, fomos procurar a policia de turista para saber se poderíamos voltar com mais segurança por ser durante o dia, e a própria polícia nos mostrou que infelizmente não existe horário melhor. A situação está insuportável e perigosa. Assim sendo, e como gostamos muito de suas dicas, sentimos necesdidade de reportar aqui este fato para que outros não sejam vitimas como nós.
Um feliz Natal para todos!

Generio
GenerioPermalinkResponder

Adorei as dicas amigo.Vou participar de Congresso de Analista de Alimentos em Agosto.

Atenção: Bóia de férias! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 2 de outubro de 2017. Obrigado pela compreensão!
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar