Caldas Novas

Tropicaliente

  • 0
Heloísa Dall'Antonia
por Heloísa Dall'Antonia

Inclui | Rio Quente

Esta é a história da estação termal que virou parque de diversões. As nascentes termais da região foram descobertas no século 18, meio que por acaso. Logo passaram a ser usadas em tratamentos de saúde, como toda estância termal. Com o tempo, porém, as fontes terapêuticas se tornaram fontes de diversão: hoje é o entretenimento que traz quase 500.000 visitantes a Caldas Novas na alta temporada.

Autoproclamada 'a maior estância hidrotermal do mundo', Caldas Novas tem águas que brotam naturalmente em temperaturas de mais de 35ºC. Essas águas abastecem grandes parques aquáticos (dá para ir a um parque diferente por dia durante uma semana!) e as piscinas de hotéis, flats e condomínios. Graças ao clima do cerrado brasileiro, é possível nadar, boiar, mergulhar, brincar e relaxar nas piscinas e fontes em qualquer época do ano. O difícil é ir embora.

Voltar é fácil. Caldas Novas é também a capital brasileira do time-sharing -- muita gente não resiste aos vendedores de títulos de propriedade compartilhada, e acabam voltando por todos os anos por um motivo bem em concreto (ao menos, de tijolo e vidro): um flat em Caldas todo seu (por quinze dias).

O cenário musical do Centro-Oeste (ouça-se: o pop sertanejo) também movimenta bastante a cidade em feriados prolongados e época de férias. Shows em clubes e casas de espetáculos reúnem milhares de fãs e trazem caras novas a uma região que não é mais reduto apenas de vovôs e seus netos.

Se preferir, clique para ir direto ao tópico:

  • Quantos dias em Caldas Novas?

Quantos dias em Caldas Novas

Dois dias inteiros em Caldas Novas (ou seja, três pernoites) é o tempo mínimo para explorar a cidade. Considere que cada complexo aquático – as principais atrações locais – requer ao menos parte de um dia para ser aproveitado: assim, quanto mais tobogãs você queira experimentar, mais dias deve pensar em ficar.

Se quiser aproveitar a programação de shows musicais na cidade, tente organizar sua viagem para os fins de semana da época de férias ou feriados prolongados.

Voltar | Menu

  • Quando ir a Caldas Novas

Quando ir a Caldas Novas

Caldas Novas pode ser visitada o ano inteiro.

A época mais gostosa é o inverno: em maio, junho e julho, quase não chove. As temperaturas mínimas baixam a 16ºC (piscina de águas termais à noite é uma delícia!) e as máximas não passam de 27ºC

Os meses mais quentes correspondem ao fim do inverno e começo da primavera: agosto, setembro e outubro registram temperaturas máximas entre 30ºC (agosto) e 34ºC (outubro). Agosto tem a maior amplitude térmica (as mínimas encostam nos 18ºC), mas em setembro e outubro ninguém passa frio: as mínimas não costumam ir abaixo dos 21ºC.

A época em que a chuva pode atrapalhar um pouco seus passeios vai entre novembro e abril, com precipitações mensais próximas ou acima dos 200 mm. Este é um período em que o calor não é excessivo -- as mínimas rondam os 20ºC (mesmo em janeiro!) e as máximas se mantêm abaixo dos 30ºC.

Os meses mais cheios, como não poderia deixar de ser, são os de férias escolares: janeiro e julho.

Essas são as grandes festas anuais de Caldas Novas, que também lotam a cidade (muitas delas aproveitam as estruturas dos parques aquáticos para os shows musicais):

Voltar | Menu

  • Como chegar a Caldas Novas

Caldas Novas fica no sul de Goiás, próximo da fronteira com Minas Gerais, a 160 km de Goiânia, 175 km de Uberlândia e 300 km de Brasília.

De avião

Aeroporto de Caldas Novas

Aeroporto de Caldas Novas

Há voos diretos a Caldas Novas pela Azul (saindo de Campinas) e pela Gol (saindo de São Paulo/Congonhas). Ambos levam 1h30 e estão permitem conexões desde/para outras cidades servidas pelas cias. Há também voos fretados por operadoras.

O pequeno Aeroporto Nelson Rodrigues Guimarães (tel. 64/3454-5820) está a 4 km do centro de Caldas Novas. Uma corrida de táxi a um hotel na região central sai por volta de R$ 30 (maio/2017). O complexo Rio Quente Resorts e o bairro Esplanada, em Rio Quente, estão a 27 km do aeroporto. O táxi sai por R$ 140 (maio/2017).

Voando a Goiânia

O aeroporto de Goiânia (tel. 62/3265-1500) recebe voos diretos de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Palmas, Campinas e Ribeirão Preto. Fica a 170 km de Caldas Novas.

Não há trânsfer regular entre o aeroporto de Goiânia e Caldas Novas -- apenas trânsfers privativos ou organizados pelos hotéis.

Uma das maiores empresas de trânsfer é a CBSTur. Com eles, o traslado do aeroporto de Goiânia Caldas Novas ou Rio Quente sai por R$ 580, ida e volta, em carros para até 4 pessoas (junho/2017). Vans para até 7 pessoas saem R$ 1.300, ida e volta (junho/2017). O valor deve ser pago por depósito antecipado ou em dinheiro, na hora (60% na ida e o restante na volta). É preciso reservar pelo site. Você também pode providenciar seu trânsfer junto ao seu hotel.

De ônibus

Rodoviária de Caldas Novas

Rodoviária de Caldas Novas

De São Paulo a Caldas Novas de ônibus

A Rode Rotas (Estrela e Araguari) faz o trajeto São Paulo – Caldas Novas a partir da Estação Rodoviária do Tietê (metrô linha 1 – Azul) diariamente em ônibus com assentos executivos e leito. É uma viagem de ao menos 11h, dependendo do horário de saída (costuma haver ao menos três por dia, entre o meio da tarde e a noite), que custam a partir de R$ 140 (maio/2017). A volta custa a partir de R$ 165 (maio/2017) e também tem saídas entre às 17h e às 22h.

A Viação Catedral também oferece diariamente saídas a partir de Osasco (Rua Erasmo Braga, 1500; tel: 11/3014-0323) em ônibus com assentos executivos e leito (a viagem leva ao menos 11h), que custam a partir de R$ 150 (maio/2017). A viagem de volta tem horário no final da tarde e custa a partir de R$ 148 (maio/2017).

De Goiânia a Caldas Novas de ônibus

A viagem de três horas e meia entre a rodoviária de Goiânia e Caldas Novas pode ser feita pela Auto Viação Estrela, que oferece saídas diárias em ônibus convencionais, às 7h45, 13h15 e 18h30. Na volta, os horários costumam ser de 7h15; 11h45 e 16h45 e a passagem custa a partir de R$ 30 (maio/2017). A Viação Paraúna é outra opção, com saídas de Goiânia às 6h; 8h30; 9h30; 12h; 14h; 15h; 16h30; 18h e 20h. O trajeto inverso tem horários às 6h; 7h30; 9h10; 11h30; 13h; 15h; 16h30; 18h e 20h.

De Brasília a Caldas Novas de ônibus

A partir de Brasília é possível chegar à cidade pela viação Alfa Luz, que oferece viagens diárias às 7h30 e 14h; 6ª também às 20h. O valor da passagem é de R$ 63,70 mais taxas (maio de 2017). Na volta, há ônibus que saem às 7h e às 14h e, aos domingos, um extra às 15h30.

De Belo Horizonte a Caldas Novas de ônibus

A Expresso União, faz a linha Belo Horizonte-Caldas Novas com um ônibus por dia, normalmente às 23h40. São quase 12h de viagem em poltronas convencionais ou executivas, que custam a partir de R$ 155 (maio/2017). A viagem de volta acontece de dia, normalmente pouco antes das 12h, e custa a partir de R$ 152 (maio/2017).

Como sair da Rodoviária de Caldas Novas

A rodoviária de Caldas Novas fica na Av. Coronel Bento de Godoy, 2095 (tel. 64/3454-3530), a 2 km do centrinho da cidade. Há lanchonetes, loja de doces, wi-fi e caixas automáticos (fundamentais, porque várias viações não aceitam cartão de débito ou crédito). Uma corrida de táxi entre a rodoviária e hotéis na área central da cidade custa por volta de R$ 20.

Ponto de ônibus Hot Park

Ponto de ônibus no Hot Park

Da rodoviária até o complexo Rio Quente Resort, a 30 km, uma corrida de táxi sai por volta de R$ 120. Também é possível ir de ônibus semi-urbano, com a Viação Paraúna (custa R$ 3,70, maio/2017). A viagem da linha Pousada/Morrinhos dura ao menos uma hora, com uma série de paradas. Ele sai às 6h15; 7h; 8h; 10h; 12h; 14h; 16h; 17h; 18h e 20h30 e pára na frente da entrada do Hot Park. Coordene os horários para não ter que esperar demais pelo ônibus da volta.

De carro

De Goiânia a Caldas Novas de carro

Existem dois trajetos para vencer os 160 km entre a capital e Caldas Novas: saindo pela BR 153 ou pela BR 352.

O melhor caminho é pela BR 153, porque você roda por pistas duplicadas por pouco mais de 50 km, até sair pela GO 217, na direção de Piracanjuba, seguindo pela GO 139 até Caldas Novas (se o seu destino for Rio Quente, você nem entrará na cidade).

De Brasília a Caldas Novas de carro

Você sai na direção de Goiânia, atravessa a cidade e continua pela BR 153. São 245 km de pistas duplicadas até a saída para a GO 127, na direção de Piracanjuba. Continue pela GO 139 até Caldas Novas. No total, dá pouco menos de 300 km.

De São Paulo a Caldas Novas de carro

O caminho mais curto entre São Paulo e Caldas Novas tem 760 km. Saia pela rodovia dos Bandeirantes e, em Jundaí ou Campinas, saia para a Anhanguera (BR 050). No total, são 620 km duplicados até Araguari. Os últimos 140 km, pela MG 223 e GO 139, têm pista simples.

De Belo Horizonte a Caldas Novas de carro

São 700 km de distância, percorridos em pelo menos 9 horas. Saia de Belo Horizonte pela BR 262 em direção a Araxá; apenas 85 km, até Nova Serrana, estão duplicados. Em Uberaba, pegue a BR 050 em direção a Uberlândia. Em Araguari, pegue a MG 223 e então a GO 139 para chegar a Caldas Novas.

Voltar | Menu

  • Onde ficar em Caldas Novas

Caldas Novas é o maior caso de sucesso do sistema time-sharing do Brasil: todos os anos brotam novos condomínios de flats. Quando não são ocupados pelos investidores ou pelos proprietários, os flats vão para o 'pool de locação' e engrossam a oferta de hospedagem na cidade. As vantagens dos flats é que oferecem apartamentos que acomodam a família inteira, com cozinha equipada e mais de um banheiro (além de estarem em condomínios com alguam estrutura de lazer). Por outro lado, café da manhã e limpeza podem não estar inclusos.

Alguns hotéis incluem, além do café da manhã, o jantar e acesso aos parques aquáticos do mesmo grupo. Quase todos têm também quartos triplos e quádruplos, para competir com os flats tamanho família. A maioria funciona com um sistema de cartão de consumo pré-pago. Ao fazer check-in você coloca uma determinada quantia vinculada a seu apartamento e todos os gastos são debitados ali. Dica: é melhor fazer esse depósito em dinheiro vivo; se você usar cartão de crédito ou de débito, um eventual saldo no check-out vai ser devolvido com o desconto da taxa do cartão.

Em Caldas Novas

Best Western Le Jardin Caldas Novas

Best Western Le Jardin

Com seu saguão imponente, o Best Western Suítes Le Jardin Caldas Novas oferece uma área de lazer com diversas piscinas -- uma coberta, outra de águas quentes, uma aberta, uma para crianças, outra para prática de esportes --, além de quadra de tênis, parquinho, um campo de xadrez com peças grandes e academia. Os quartos são confortáveis e o café da manhã, farto. O restaurante funciona em todas as refeições (algumas diárias incluem o jantar).

Bem no centrinho da cidade e com um parque aquático simpático em suas dependências, o Hotel CTC tem quartos que recebem até quatro pessoas. No mesmo gênero, considere o Hotel Itatiaia das Thermas. De quantas piscinas você precisa no seu hotel? O Hot Springs Hotel e o Acqua Bella Thermas Hotel têm seis.

A tranquilidade é a palavra-chave de quem fica no Hotel Parque das Primaveras, que tem em sua área verde seu principal diferencial. O verde também é destaque no Bougainville Parque Hotel, mais distante do centrinho.

Ecologic Ville Caldas Novas

Ecologic Ville by Vivence

Crianças vão enlouquecer com a estrutura do Ecologic Ville Resort – by Vivence: o hotel conta com cineminha, labirinto ao ar livre, parquinho, um dinossauro fazendo figuração, uma trilha que passa pelos fundos da propriedade -- e, claro, diversas piscinas, tanto para crianças quanto para adultos, algumas com água quentinha, e até duas ilhotinhas escondidas. Há também o bar molhado, quadra de areia, de futebol e atividades para os hóspedes. O quarto é simples, porém espaçoso, com cama de casal e de solteiro, e frigobar. Há dois restaurantes: um no prédio principal, que serve o saboroso e diversificado café da manhã e outras refeições, e o Forquilha, que serve porções na área de lazer. Reservando antecipadamente, dá para escolher pratos diferentes.

Os dois grupos com parques aquáticos na área urbana de Caldas Novas, o Privé e o Di Roma, dispõem de suas próprias redes hoteleiras, além de flats que levam suas marcas. 3 dos hotéis do grupo Privé ficam nas redondezas do Water Park: o tradicional Privé Thermas Hotel e os novos Privé Boulevard e Privé Riviera. Do grupo DiRoma, o mais bem-localizado é o mais antigo: o hotel Roma, mais conhecido por 'Rominha', que fica na Praça Mestre Orlando, o lugar do movimento à noite. Já o Thermas diRoma Hotel é o mais próximo do DiRoma Acqua Park.

Um pouquinho mais longe do centro, o Hotel Morada do Sol oferece sete piscinas termais e toboágua. A estrutura de lazer do Hotel Taiyo tem espaço de piscinas para os pequenos e programação para os adultos.

Golden Dolphin Express

Golden Dolphin Express

O grupo Golden Dolphin tem três hotéis na cidade, relativamente próximos uns dos outros. O que tem a melhor estrutura é o Golden Dolphin Grand Hotel: nove piscinas -- algumas com águas termais, outras com toboáguas -- além de parquinho e cascatas. O Golden Dolphin Express tem quatro piscinas e o Golden Dolphin Supreme, apenas uma.

Em Rio Quente

A 30 km do centro de Caldas Novas, Rio Quente não tem apenas o complexo Rio Quente Resorts. Ao redor da propriedade nasceu um bairro completo, chamado Esplanada, com hotéis e flats que são a melhor escolha de quem quer fazer do Hot Park o ponto focal da sua viagem.

No complexo Rio Quente Resorts

O complexo tem três hotéis. Todos dão direito a acessar o Hot Park sem custo extra em todos os dias em que estiver aberto, assim como usar o clássico Parque das Fontes. As diárias incluem café da manhã e almoço. Há um ônibus para hóspedes que circula até o bairro Esplanada, para quem quiser sair à noite.

ONde ficar em Caldas Novas: hotel Turismo

Hotel Turismo

A melhor relação custo x benefício está no revitalizado Hotel Turismo, que oferece quartos espaçosos com cama de casal e mais uma (ou duas) de solteiro, além de frigobar e ar-condicionado. No próprio hotel você encontra duas piscinas com águas quentes, bar molhado, estrutura para crianças e quadra de tênis. Para o café da manhã e outras refeições há o Restaurante Pequi, com um generoso self-service que inclui tapiocas e omelete feitos na hora, além de uma boa quantidade de opções de saladas e sobremesas no almoço. Para o período noturno, um lounge Stella Artois oferece agradáveis mesinhas.

O Hotel Pousada é o mais carismático do trio: é a antiga Pousada do Rio Quente, que passou por uma reforma milionária recentemente. Seus preços refletem a maior proximidade do Parque das Fontes, que fica do outro lado da rua.

Cristal Resort Rio Quente

Cristal Resort

O hotel mais luxuoso do complexo é o Cristal Resort, que tem áreas sociais elegantes (incluindo piscina de borda infinita com vista para a mata) e apartamentos bastante confortáveis.

No bairro Esplanada

Flat Veredas do Rio Quente

Veredas do Rio Quente

Bem no centrinho do bairro que nasceu quase ao lado do complexo Rio Quente Resort, o Veredas do Rio Quente Flat oferece quartos simples com cozinha com geladeira, fogão e microondas, uma pequena sala de jantar, TV no quarto de casal e na sala, que abriga um sofá-cama. Ar condicionado e cortinas blackout garantem que o sol escaldante de Goiás não incomode enquanto se está ali. A estrutura comum tem piscina coberta, além de outras abertas, com tobogã e bar. Há também uma área para crianças pequenas, academia e restaurante, em que é servido o café da manhã. A localização é excelente: o Veredas está a poucos passos de diversos mercadinhos que podem abastecer a geladeira do quarto e de praticamente todos os restaurantes e lanchonetes do bairro.

Apartamentos para até quatro pessoas são o trunfo do Flat Águas da Serra. Todos são equipados com geladeira e microondas. Há um restaurante, duas piscinas, academia, sauna e uma fonte de água termal.

Giardino Rio Quente

Giardino

Parte do grupo Rio Quente Resorts, mas localizado no bairro Esplanada, o Giardino Suítes tem traslado gratuito para o complexo. Os quartos acomodam até 5 pessoas entre camas e sofás-cama e oferecem frigobar, TV e ar-condicionado. Alguns quartos são tipo duplex, com uma escada levando a outro quarto que permite mais privacidade aos hóspedes. O café da manhã é servido no esquema buffet no próprio hotel, e também funciona nas outras refeições. Quem fica hospedado ali tem acesso ao Hot Park e ao Parque das Fontes sem custo extra, sempre que quiser. Há uma piscina com fonte no próprio hotel.

Piscinas aquecidas e um riozinho natural de águas quentes que passa pela propriedade são o diferencial do IMG Rio Quente, que oferece quartos básicos que acomodam até 6 pessoas, com cama e sofá-cama, varanda e ar-condicionado. Restaurante e bar molhado completam a estrutura.

Voltar | Menu

  • Onde comer em Caldas Novas

O cardápio da maioria dos restaurantes é familiar, em todos os sentidos: há poucas surpresas gastronômicas. No meio da lista, porém, é possível encontrar pratos com ingredientes próprios de Goiás, como o pequi (um fruto amarelo de gosto acentuado), ou a guariroba (que é um tipo de palmito). Não deixe de experimentar o empadão goiano, as pamonhas (doces e 'de sal'), os sorvetes de sabores autóctones e os famosos galetos. Vários lugares oferecem a 'jantinha', um prato feito com arroz, feijão e uma escolha de carne.

Comparando com São Paulo e outros destinos turísticos, o gasto com refeições em Caldas Novas é bastante acessível. É possível comer nos restaurantes da região por aproximadamente R$ 25 por pessoa, sem bebida alcoólica (maio/2017).

Em Caldas Novas

É entre as ruas Orcalino Santos e a Capitão João Crisóstomo que você encontra a maior parte das opções de restaurantes de Caldas Novas. Estão ali as redes de fast food mais conhecidas, como McDonald’s, Subway, Burguer King, Giraffas e Bobs, por exemplo, mas também restaurantes 'de verdade'.

Onde comer em Caldas Novas Nonna Mia

Nonna Mia

A Galeteria e Pizzaria Nonna Mia (av. Orcalino Santos, esquina com a rua Major Victor; outra unidade no número 219; tel. 64/3453-7030), que também tem filial em Rio Quente, oferece galeto, pratos de comida italiana (inclusive com rodízio), pizzas e carnes. Boa parte do cardápio serve duas pessoas e tem valores por volta de R$ 70 (maio/2017).

Vários restaurantes do centro têm na carne a sua especialidade, como a Sarandi Churrascaria e Pizzaria (av. Orcalino Santos, 270, tel. 64/3454-2453) que conta com buffet e ambiente bom para crianças; o Picanha na Brasa (Luiz José Pereira, 241, tel. 64/3453-7318), que tem música ao vivo e open bar em alguns dias da semana; o Restaurante Uai (Machado de Assis, qd 6, Lt 21, tel. 64/3453-2550), com self-service com buffet de saladas e diversas carnes e o Deck Restaurante (av. Santo Amaro, 283, tel. 64/3454-4861).

Pizzarias também são figurinhas fáceis, como a Sabatini (Capitão João Crisóstomo, 195, tel. 64/3455-1009); a Fornalha (Capitão João Crisóstomo, 172, tel. 64/3455-4384); a Saborela (av. Santos Amaro, 880, tel. 64/3455-7115); a Du’Cheff (Rua Ilídio L. Moraes; tel. 64/3455-6688); a Sabor Brasil (Av. Orcalino Santos, qd 6, lt 7; tel. 64/3454-1770) e a Pizzaria SP (Rua José Borges, 123; tel. 64/3453-8593), por exemplo.

Praça Mestre Orlando

Praça Mestre Orlando

Na Praça Mestre Orlando, onde está a Paróquia Nossa Senhora das Dores, um grande calçadão coberto abriga as mesas da Dody’s Restaurante e Casual Bar (tel. 64/3454-51420), que serve pizzas, pratos executivos de carnes e massas; o Rei da Picanha (tel. 64/3453-5497), que tem no cardápio pratos executivos, à la carte e até peixes na telha (e conta com uma outra unidade na cidade); o Picanha’s Grill (tel. 64/3455-6864) e uma unidade do Picanha na Brasa Villa Country.

Empadão da Tânia

Empadão Goiano da Tânia

O Empadão Goiano da Tânia (Antônio Coelho de Godoy, 58, tel. 64/3453-7895) também a presença da dona na loja de Caldas Novas. O prato típico leva pequi, guariroba e outras opções de recheios. O tradicional leva frango, batatas, azeitonas verdes, linguiça e queijo.

O Chicago Steakhouse (Av. E, 158; tel. 64/3455-2112), com hambúrgueres e costelinha; o Morada Bistrô (Cel. Cirilo, qd 3, lt 2, tel. 64/3453-1548); o Passione (av. Elias Bufaiçal, qd 8, lt 12, tel. 64/981-419-333), de comida italiana e a Estação 11 (av. Orcalino Santos, tel. 64/3455-4545) são outras opções pela cidade.

Oferecendo comida por quilo com um toque do tempero e das especialidades locais, o Cantinho de Goiás (R. Antônio Coelho de Godoy, qd 5, lt 6; tel. 54/3453-0549) funciona apenas no horário de almoço, mas é tido como um dos mais saborosos da região.

Pamonharia Goiás Caldas Novas

Pamonharia Goiás

Mas uma visita a Caldas Novas não pode passar sem ao menos uma pamonha! As doces e 'de sal' da escondida Pamonharia Central (av. Orozimbo Corrêa Neto, 525, tel. 64/3455-5912) são muito frescas e deliciosas. De noite é difícil encontrar lugar para sentar. Cartões não são aceitos, leve dinheiro.

Sorvetes & doces

Frutos de Goiás

Frutos de Goiás

Os picolés de sabores diferentões (murici, tapioca, cagaita, taperebá, umbu...) da Frutos de Goiás, vendidos por toda a cidade, são imperdíveis. Mas há outros lugares para tomar sorvete na cidade, como a filial da rede Chiquinho Sorvetes (av. Orcalino Santos em dois números, 380 e 490, tel. 64/3453-7419).

Kaeli Caldas Novas

'Sorvete assado' e 'Sorvete de feijoada' da Kaeli

A Kaeli Gelateria (praça Gilson Ribeiro, tel. 64/3453-4016, e av. Santo Amaro, qd 9, lt 10, tel. 64/3453-3994) serve há anos o famoso 'sorvete assado' (com uma base de bolo), além de outras criações divertidas, como a cumbuca de feijoada de sorvete (com bolinhas de chocolate como feijões, farofa doce e salame de chocolate como paio), ou ainda o egg ice e o spaghetti ice, versões preferidas dos pequenos.

A Zucarella Confeitaria (Rua Capitão João Crisóstomo,135; tel. 64/3453-3634); a Sucolândia, que também serve pratos (Rua Capitão João Crisóstomo, 180; tel. 64/3453-1894); a Villa do Açaí (Av. Orcalino Santos, 250; tel. 64/3453-7258); a Gang do Açaí (Rua Ilino Lopez de Morais, qd.17, lt.1) e o Ponto do Café (Av. Orcalino Santos, 276; tel. 64/3453-0082) são outras boas opções pra encerrar as atividades gastronômicas.

Feirinhas gastronômicas

Feira do Luar Caldas Novas

Feira do Luar

O Garden Food Park (av. Cel. Cirilo Lopes de Moraes, qd 12. Lt 3) funciona das 18h30 às 23h30 e oferece uma série de barraquinhas de crepe, caldos, churros, espetinhos, pastéis e muito mais. Já a Feira do Luar, que fica atrás do parque de diversões (Cel. Cirilo, s/n; tel. 64/3454-1313), funciona aos sábados, domingos e segundas, das 18h às 23h, e tem um de seus corredores dedicados integralmente a acarajés, pastéis e outras comidinhas. Chegue cedo se quiser comer sentado em uma das mesinhas.

No bairro Esplanada, em Rio Quente

Quem fica hospedado no Rio Quente Resorts ou em algum dos hotéis e flats do bairro Esplanada, coladinho ao complexo, pode escolher entre uma série de restaurantes, a maioria entre a Rua Mato Grosso e suas adjacentes. O movimento se concentra na hora do almoço e depois, para o jantar, a partir das 19h.

Há também pequenos mercados na área (como o Débora Luísa na Rua Rio de Janeiro; o Esplanada, na Rua Mato Grosso; o Empório JK na Av. Brasil), perfeitos para quem pretende abastecer o refrigerador dos flats. A variedade não é de outro mundo, mas água, sucos, pães, bolachas e frios são garantidos.

Sansarah Rio Quente

San'Sarah

Mistura de choperia com música ao vivo, pizzaria e restaurante que serve até café da manhã (das 7h30 às 10h30), o San’Sarah (av. Brasil, ao lado do Itaú, tel. 64/3452-1639) tem um cardápio que mistura pratos tradicionais da região (galinhada, panelinha goiana) com comida de boteco e outros. O clima de barzinho também está na Empório do Chopp (Maranhão, 11, tel. 64/99288-4697), que além da bebida também serve lanches, pizzas e pratos.

Numa espécie de galeria fica o Moderato Grelhados e Burguers (Maranhão, qd 11, tel. 64/3452-1214) e a Pizzaria Califórnia. Um pouco mais à frente está o Rancho Grill (Mato Grosso, 207), que prepara carnes (e pirarucu) na brasa.

Estão na mesma reta o Hanuchá (Maranhão, 100, tel. 64/3452-1486), que se esmera nos pastéis, e o Sabor Goiano (tel. 64/99259-9411), que oferece caldos, pizza, porções e grelhados.

Lanches e pratos, tanto no almoço quanto no jantar são servidos em mesinhas na calçada no Franbolinha (av. Brasil, quase esquina com a Mato Grosso). Descendo um pouco a rua estão o italiano Nonna Mia (nº 12, tel. 64/3452-1346), com pizzas, galetos, massas e carnes e a Panificadora Maná (nº 23, tel. 64/3452-1635), que tem wraps, lanches, pratos que podem ser montados conforme o gosto do freguês (e doces).

Real Sabor

Real Sabor

Também estão ali a Rio Master Pastelaria (nº 30, tel. 64/3452-1708) e o simples Lisboa (nº 48; tel. 64/3452-1303), que tem comida por quilo fresquinha, com variedade de saladas e churrasco. Andando um pouquinho é possível chegar ao Empadão Goiano da Tânia (Pernambuco, 09, tel. 64/99208-0508), que assa o prato típico da região em tigelas de barro. Em ambiente bem descontraído, o Real Sabor (Mato Grosso, 355, tel. 64/99625-0302) serve comida por quilo, com saladas, massas e carnes assadas na hora, além de pizzas.

Para lanches e café da manhã simples por quilo, a Panificadora Quero Mais (Goiás, 16) é uma opção, assim como a Café Mania (av. Brasil, 11, tel. 64/99611-7567).

Sorvetes & açaí

Tão gostosos quanto necessários (pelo calor!), sorvetes e açaís marcam presença no bairro Esplanada.

Na av. Brasil há uma unidade do Chiquinho Sorvetes (tel. 11/97093-4687) e uma do Bello Gelato, que fica em um gracioso espaço com vasinhos nas paredes.

Na rua Maranhão estão o Fast Açaí (nº 25, tel. 64/3452-1160), que serve uma interessante e geladinha combinação de açaí com cupuaçu, inclusive em casquinha e sorvete, além de alguns sabores de wraps; a Sorveteria New Raffa’s, com mesinhas na calçada, e o Point do Açaí (nº 14, tel. 64/99266-6560), que também serve salgados.

Feiras gastronômicas

Feira dos Ipês Rio Quente

Feira dos Ipês

Para os fãs de comida de barraquinha ao ar livre, o bairro Esplanada oferece duas feiras gastronômicas. A Feira dos Ipês acontece toda 3ª, 6ª e sábado, das 18h às 23h, na rua Maranhão. São por volta de 20 barraquinhas de comidas, entre batata recheada, tapioca, fritas, massas, empadão, salgados e açaí, na faixa de R$ 17 cada prato (maio/2017). Mesas e cadeiras tomam toda a rua, que ainda tem música ao vivo rolando.

Menorzinha, a Feira Artesanal e Gastronômica acontece em um terreno delimitado na esquina da avenida Goiás com a rua Maranhão, de quarta a sábado, a partir das 19h.

Vida noturna

Alguns restaurantes tem ambiente mais propício para uma noite com cara de 'saída'. O Bendito (Praça Monteiro Lobato; tel. 64/3453-2970) tem petiscos e comida de boteco em ambiente bem simpático; considere também a Aquarius Chopperia (Av. Tiradentes, 567; tel. 64/3453-0641), a Ipê (Av. Cel. Cirilo Lopes de Moraes, 715; tel. 64/3455-2517) e o Coliseu (Rua Antonio Coelho de Godoy, 653; tel. 64/3453-4979).

Além dos barzinhos, restaurantes e do Kitakas Park, a Zuum Disco Club costuma ser bastante recomendada pelos moradores e habituês para aproveitar a noite. O lugar recebe shows de diversos estilos musicais e oferece bar e camarotes. Outra opção é a Seresta Dançante, que há anos embala casais até às 2h.

Zuum Disco Club

  • Av. Cirilo Lopes de Moraes, 605 | Tel. 64/3455-4100| Abre de 4ª a sábado | Ingressos a partir de R$ 20, dependendo do show

Seresta Dançante

  • Av. Orozimbo C. Neto, 157 - Hotel Triângulo | Tel. 64/3453-1709| Abre diariamente a partir das 21h | Ingressos a partir de R$ 15

Voltar | Menu

  • O que fazer em Caldas Novas

O desejo de quem visita Caldas Novas e Rio Quente é, basicamente, usar roupa de banho e protetor solar todos os dias da viagem. E a região não desaponta: quem quiser, pode aproveitar um parque aquático por dia sem repetir durante uma semana. (Mas vale repetir quantas vezes quiser o preferido, claro).

Os hotéis costumam ter uma programação de festas e atividades especiais, assim como os parques aquáticos, que oferecem shows de artistas consagrados em determinadas épocas do ano.

Precisa esticar as pernas? Aposte nos atrativos contemplativos da região, ou nas lojinhas do comércio local. Apenas prepare o espírito para as várias abordagens que vai sofrer durante o período (pode ser no saguão do seu hotel, no meio da rua e, principalmente, na porta dos parques aquáticos) dos vendedores de títulos de sócio ou planos de time-sharing.

Precisa carro em Caldas Novas?

  • Caldas Novas é um pouco mais espalhada do que seria de imaginar -- e Rio Quente está a 30 km. Por isso, estar de carro sempre ajuda, sobretudo se você estiver com a família.
  • De todo modo, é superpossível se hospedar em Caldas sem carro. Há diversos pontos de táxi espalhados pela cidade, e aplicativos como o 99 funcionam. Muitos táxis usam carros com capacidade para até 6 pessoas. As corridas dentro da cidade custam entre R$ 20 e R$ 25 (a corrida ao clube Náutico custa R$ 50). Quando for ao Hot Park, você pode comprar ingresso com traslado numa agência local, ir de táxi (R$ 120 cada trecho) ou de ônibus da viação Paraúna (R$ 20 de táxi até a rodoviária + R$ 3,70 por pessoa na linha Pousada-Morrinhos, que pára em frente à entrada do Hot Park).
  • O bairro Esplanada, ao lado do complexo onde está o Hot Park, também tem ponto de táxi. Uma corrida de lá a Caldas Novas sai R$ 120. Ao Hot Park, a corrida sai R$ 30. O percurso do bairro Esplanada ao Hot Park também pode ser feito a pé -- mas você vai caminhar bastante (e enfrentar uma senhora ladeira).

Parques aquáticos

Hot Park
O que fazer em Caldas Novas: Hot Park

Aberto no fim da década de 90, o Hot Park é o mais espetacular dos parques aquáticos brasileiros. Pode não ter tobogãs mais radicais do que os do Beach Park (seu top de emoção, o XPirado, tem menos queda livre que o Insano do Beach Park), mas compensa com muito verde e a incrível Praia do Cerrado. Desde 2008, a maior praia artificial de águas quentes, correntes e naturais do mundo, num espaço equivalente a quatro campos de futebol, com direito a areia branca fininha, muitos locais para tomar sol e nove tipos de ondas. Nove tipos de ondas!

Também fazem parte desta área um enorme half-pipe em que dá para se jogar de bóia individual ou dupla; o Xpirado, um toboágua que traz a história de uma vila de pescadores que fugiram do local por causa de piranhas assassinas; o HotiBum, uma área com brinquedos e piscinas próprios para crianças, com direito a tina de água; o Bird Land, que reúne cerca de 200 aves; rio lento; quadras de areia e outras atrações pagas a parte, como mega tirolesa, rafting, mergulho ecológico, o Hot Fly, que também é uma espécie de tirolesa, escalada e escolinha de surf.

Parque das Fontes
Parque das Fontes Caldas Novas

Inaugurado na década de 60, é a fonte (perdão) da fama e do sucesso de Caldas Novas. O Parque das Fontes, tesouro original da antiga Pousada do Rio Quente, é um conjunto piscinas termais com água a temperatura constante de 37,5ºC, em vários formatos (da piscina com bar molhado ao ofurô). As duchas, também chamadas de águas massageadoras, são perfeitas para quem quer sentir os efeitos de uma hidromassagem da natureza. Também estão ali o Poço do Governador e o Poço da Primeira Dama, dois 'ofurôs' escavados na rocha, fazendo com que ali a temperatura ultrapasse as demais encontradas na área. O melhor horário para aproveitar essas piscinas clássicas é à noite. Na alta temporada, é de uso exclusivo dos hóspedes do complexo Rio Quente Resorts. Em alguns momentos da baixa temporada é posto à venda o resort pass, que dá direito a usar o parque.

Hot Park

  • Fazenda Água Quente, s/n - Esplanada do Rio Quente | Tel. 64/3512-8000 | Abre diariamente 9h30 às 17h (fecha 5ª na baixa temporada) | Ingressos de um dia a partir de R$ 150 (adulto) e R$ 110 (crianças) – há combos e descontos para quem compra antecipadamente online | Grátis para hóspedes dos hotéis do Rio Quente Resorts | Algumas atrações dentro do parque são pagas à parte (inclusive por hóspedes)

Parque das Fontes

  • Aberto diariamente, 24 horas | Alta temporada: exclusivo para hóspedes dos hotéis Rio Quente Resorts (uso gratuito) | Baixa temporada: pode ser posto à venda o Resort Pass (R$ 340 para adultos, R$ 150 para crianças), que dá direito ao Hot Park, ao Parque das Fontes e inclui almoço (veja se está disponível aqui)

Water Park
Water Park Caldas Novas

Pertinho dos hotéis e flats do Grupo Privé, o Water Park tem 12 mil m² com diversos tobogãs, rio lento, piscina de ondas, área infantil com balde enorme de água que derrama quando cheio e outra para crianças ainda menores, além de um palco de shows. É um parque mais clássico, com cenografia discreta. A estrutura inclui restaurante, lanchonete, creperia e sorveteria. Funciona com cartão pré-pago para consumo de produtos. Uma corrida de táxi entre o centro de Caldas Novas e o Water Park custa aproximadamente R$ 15 (maio/2017).

Water Park

  • Rua do Balneário, qd 10 | Tel. 64/3455-4040 | Aberto de 6ª a 4ª das 9h às 18h – fecha 5ª | Ingressos de um dia a partir de R$ 56 (adultos a partir dos 16 anos) – há combos e descontos se a compra acontecer durante a tarde do dia em que o ingresso for usado

Clube Privé
Clube Privé Caldas Novas

O Clube Privé foi o primeiro dos parques aquáticos do grupo, e por isso é o mais simples (e mais em conta). Ocupa a parte de trás do Water Park e está passando por uma reforma para acomodar novidades na área infantil. Por enquanto, as crianças podem aproveitar as piscinas dos adultos, além de alguns tobogãs, inclusive um que se transforma em um funil. Há piscinas com jatos d’água e uma área grande para o bar molhado. Fora das piscinas, há restaurante e quiosque com sorvetes e petiscos. Funciona com cartão pré-pago para consumo de produtos. Uma corrida de táxi entre o centro de Caldas Novas e o Clube Privé custa aproximadamente R$ 15 (maio/2017).

Clube Privé

  • Av. Cel. Cirilo Lopes de Moraes, 237 | Tel. 64/3455-4040 | Aberto de 4ª a 2ª das 9h às 18h – fecha 3ª | Ingressos de um dia a partir de R$ 39 (adultos a partir dos 16 anos) – há combos e descontos se a compra acontecer durante a tarde do dia em que o ingresso for usado

Náutico Praia Clube
Clube Náutico Caldas Novas

O Náutico, também controlado pelo grupo Privé, combina as atrações de parque aquático com atividades no Lago Corumbá -- como jet ski (pagamento à parte) e passeio de escuna (às vezes incluído no ingresso). Entre piscina de ondas e piscinas comuns, toboáguas retos ou cheios de curvas, o espaço oferece muito verde -- e uma interessante área para crianças com tema de piratas. Um grande palco para shows, restaurantes e muitas opções de petiscos em pequenas barraquinhas completam o local. Funciona com cartão pré-pago para consumo de produtos. Uma corrida de táxi entre o centro de Caldas Novas e o Náutico custa em torno de R$ 50 (valores de maio/2017).

Náutico Praia Clube

  • Av. Caminho do Lago, s/n | Tel. 64/3455-9110 | Aberto de 3ª a domingo das 9h às 17h – fecha 2ª | Ingressos de um dia a partir de R$ 39 (adultos a partir dos 16 anos) – há combos e descontos se a compra acontecer durante a tarde do dia em que o ingresso for usado

DiRoma Acqua Park
diRoma Acqua Park

Com 55 mil m² de área, o DiRoma AcquaPark é o maior parque aquático da área urbana de Caldas Novas. Sua marca registrada é a cenografia, com destaque para um grande vulcão que, em vez de lava, expele tobogãs radicais. O parque também tem atrações para crianças, como um rio lento, piscina com uma caravela dentro, fontes e, claro, tobogãs infantis. Para os adultos há atividades nas piscinas, um apraia de ondas e os tobogãs mais velozes. Restaurante e pontos de venda de pipoca, aperitivos e sorvetes também estão no espaço. Funciona com cartão pré-pago para consumo de produtos. Uma corrida de táxi entre o centro de Caldas Novas e o DiRoma custa aproximadamente R$ 20 (maio/2017).

DiRoma Acqua Park

  • R. São Cristóvão, 1110 | Tel. 64/3453-1586 | Aberto diariamente das 8h às 18h | Ingressos de um dia a partir de R$ 75 (visitantes com 11 anos ou mais)

Lagoa Termas Parque
Lagoa Termas Clube Caldas Novas

É conhecida popularmente como 'Lagoa Quente'. Uma trilha interpretativa no meio da natureza conta a história da região das águas termais. Basta seguir as placas com explicações para chegar à Lagoa do Pirapitinga, e na sequência conhecer o Poço Cozinha-Ovos, onde a temperatura pode chegar a 50ºC. A estrutura é composta por piscinas, tobogãs de corrida, half-pipe com bóias, escorregador com curvas e área para crianças com fontes e jatos d’água. Há palco para shows e restaurantes em um dos trabalhos paisagísticos mais agradáveis entre os parques aquáticos da região. Funciona com cartão pré-pago para consumo de produtos. Uma corrida de táxi entre o centro de Caldas Novas e o parque custa aproximadamente R$ 40 (maio/2017).

Lagoa Termas Parque

  • Av. Lagoa Quente, 5 | Tel. 64/3455-0150 | Aberto de 3ª a domingo das 9h às 18h – fecha 2ª | Ingressos de um dia a partir de R$ 85 (pessoas entre 18 e 59 anos)

Sesc Caldas Novas
Sesc Caldas Novas

Área para crianças com chafariz, tobogãs e diversas piscinas enormes: a unidade local do Sesc oferece seu próprio parque aquático para os hóspedes e quem compra ingresso para o dia. Há também pista de cooper, restaurantes e quadras esportivas, além do Lago dos Sonhos. Ainda que bastante agradável e bem cuidado, perto dos demais parques da cidade parece datado.

SESC Caldas Novas

  • Av. Ministro Elias Bufaiçal, 600 | Tel. 64/3455-9400 | Aberto diariamente | Ingressos a partir de R$ 65

Passeios na natureza

Eko Aventura Park

Eko Aventura Rio Quente

Parte do complexo do Rio Quente Resorts, o Eko Aventura fica a cinco minutos de carro do Hot Park. Num terreno espaçoso e com bastante verde, este é o local em que se pode realizar uma série de atividades recreativas na natureza, cada uma com valor cobrado à parte. Campo de airsoft, arco e flecha, quadriciclo, rafting, tirolesa e tiro ao alvo são algumas das opções de entretenimento, que também conta com uma piscina e um parquinho.

Eko Aventura Park

  • Fazenda Água Quente, s/n - Esplanada do Rio Quente | Tel. 64/3453-3091 | Aberto diariamente, das 9h às 17h (cada atividade tem horários próprios de funcionamento, consulte) | Ingressos a partir de R$ 35 (adulto) e R$ 20 (crianças de 5 a 11 anos) – há combos e descontos para quem compra antecipadamente online

Parque Estadual da Serra de Caldas Novas

Parque Estadual Caldas Novas

A 6 km do centro de Caldas Novas está o PESCaN. Ali, duas trilhas de nível médio conduzem até a Cachoeira da Cascatinha (a 700 metros da entrada) e outra, para o outro lado do terreno, que leva à Cachoeira do Paredão (uma caminhada de 1,2 km, com escadas de degraus eventualmente altos). Ambas têm mirantes de observação. Um pequeno museu com animais da região empalhados encerra o passeio.

Parque Estadual da Serra de Caldas Novas

  • Serra das Caldas, s/n | Tel. 64/3453-5805 | Abre de 3ª a domingo, das 8h às 17h (último acesso às 15h) | Ingressos: R$ 5

Programas urbanos

Kitakas Center Park
Kitakas Caldas Novas

Tem coisa mais fofa que um parquinho de diversão do interior? O Kitacas vai fazer você se lembrar do parquinho da infância (e apresentar o conceito de parquinho à antiga para seus filhos). Os brinquedos são pequenos, mas são modernos: tem barco viking, carrossel, torre, além de brinquedos para crianças menores. As fichas para cada uma são vendidas separadamente. É o lugar mais cheio de Caldas Novas à noite.

Kitakas Center Park

  • Av. Orcalino Santos, s/n – Praça Primavera | Tel. 64/3453-0727 | Abre diariamente das 18h à 0h | Entrada gratuita, R$ 8 cada ficha

Feira do Luar

Feira do Luar Caldas Novas

Localizada atrás do parque de diversões, a Feira do Luar existe desde a década de 90 e reúne mais de 150 barracas que vendem entre comidinhas e artesanato. O corredor gastronômico tem mesinhas mas, se você pretende sentar, chegue cedo. É especialmente concorrido no sábado.

Feira do Luar

  • R. Cel. Cirilo, s/n – Praça Primavera | Tel. 64/3454-1313| Funciona sábado, domingo e 2ª das 18h às 23h | Entrada gratuita

Casarão dos Gonzaga

Casarão dos Gonzaga

Exemplar da arquitetura de Goiás do início do século 20, o casarão da família Gonzaga é hoje usado como um centro de apoio ao artesão. Foram mantidas janelas, portas e o pé direito alto originais (além de uma abertura em uma parede que mostra os tijolinhos da época). O acervo em exposição traz alguns objetos antigos, de batedeiras a máquina de tear; artesãos também expõem o seu trabalho, que está à venda. Do lado de fora, um salão coberto recebe em alguns dias da semana animados grupos musicais que tocam forró enquanto os visitantes dançam.

Casarão dos Gonzaga

  • R. Cel. Gonzaga, s/n | Aberto diariamente, das 9h às 21h | Entrada gratuita

Trenzinhos turísticos

Trenzinhos Caldas Novas

Os bondinhos-jardineira são uma febre em Caldas Novas: atualmente existem 10 deles em operação. A proposta difere pouco entre eles, que invariavelmente passam por ruas movimentadas da cidade e fazem paradas estratégicas em alguns pontos de interesse, como uma cachaçaria, o Shopping Serra Verde, uma sorveteria, o Jardim Japonês e o Monumento das Águas. São duas horas de passeio e os veículos costumam estar associados a algum personagem infantil, como Peppa Pig ou Bob Esponja. O valor médio do ingresso é de R$ 15 por pessoa e há saídas de diversos pontos da Av. Orcalino Santos.

Jardim Japonês

Jardim Japonês Caldas Novas

Tudo nesse tranquilo espaço remete à cultura japonesa: dos dragões que guardam a entrada do terreno às tamareiras que representam os amigos. Pontes, pagodes e calmos lagos dividem espaço com a vegetação cuidadosamente tratada e alguns animais de fazenda. O espaço também abriga a Casa Goiana, construída no século 18 e que hoje abriga um pequeno museu de antiguidades.

Jardim Japonês

  • Av. Santo Amaro, s/n | Abre diariamente, das 8h às 11h e das 13h às 17h | Ingressos: R$ 5 (com direito a um cartão postal)

Monumento das Águas

Caldas Novas dicas - Monumento às Águas

A homenagem de Caldas Novas a seu principal atrativo turístico é um dos pontos mais fotografados da cidade. Cascatas e um pequeno jardim formam um bonito conjunto durante o dia e ganham iluminação à noite.

Monumento das Águas

  • R. São Cristóvão, s/n | Aberto 24 horas | Visitação gratuita

Cachaçaria Vale das Águas Quentes

Cachaçaria Águas Quentes

Conheça o processo de destilação artesanal de cachaças e aguardentes, e faça degustação. Há licor de pequi, de jenipapo, de jabuticaba e diversos tipos de cachaça. Também se vende o sorvete de rapadura, um dos quitutes da cidade.

Cachaçaria Vale das Águas Quentes

  • Av. Cel. Bento de Godoy, 2.000 | Tel. 64/3453-3760| Abre de 2ª a sábado e feriados, das 9h às 18h (abre aos domingos durante a alta temporada) | Entrada gratuita

Cachaçaria Espólio

Cachaçaria Espólio Caldas Novas

Com um agradável espaço para tirar fotos, a Cachaçaria Espólio oferece bebidas, doces, artesanatos e outros produtos regionais.

Cachaçaria Espólio

  • Av. Santo Amaro, ao lado do Shopping Serra Verde | Tel. 64/3453-2481| Aberto de 2ª a 5ª das 8h30 às 18h; 6ª e sábado até às 20h, domingo até às 16h | Entrada gratuita

Casa Maria Empório Artesanal

Dona Maria

Esta loja de doces artesanais é uma perdição: assistindo a equipe fazer doces do outro lado dos vidros faz automaticamente a boca salivar. Receitas típicas e outras mais tradicionais estão à venda e é possível provar algumas (a ambrosia é fantástica).

Casa Maria Empório Artesanal

  • Av. Santo Amaro, ao lado do Shopping Serra Verde | Tel. 64/3455-4058| Abre de 2ª a sábado das 9h às 18h | Entrada gratuita

Balneário Municipal

Balneário Municipal Caldas Novas

Construído originalmente em 1910 com três entradas de águas naturais com diferentes temperaturas, a proposta do local era servir como uma casa de banhos particular. O balneário foi reformado e expandido com o tempo e hoje oferece "cômodos" com banheiras de águas quentes em que se pode fazer imersões com fins terapêuticos.

Balneário Municipal

  • R. Cel. Cirilo, 15 | Tel. 64/3454-3524| Abre diariamente das 7h às 12h e das 13h às 15h | Entrada gratuita

Santuário de Nossa Senhora da Salette

Santuário de Nossa Senhora da Salette Caldas Novas

Situado numa área mais alta de Caldas Novas, o santuário é composto pela igreja, um anfiteatro e uma representação da Via Crucis. A vista da cidade é bem bonita a partir dali. As missas acontecem 4ª, sábado e domingo.

Santuário de Nossa Senhora da Salette

  • R. 03, s/n, qd 14/18 | Tel. 64/3455-2829 | Abre diariamente, das 9h às 17h | Entrada gratuita

Igreja Matriz Nossa Senhora das Dores

Construção de 1850, é a mais antiga do centro da cidade. Manteve as paredes e colunas de madeira originais da época. Missas são celebradas todos os dias.

Igreja Matriz Nossa Senhora das Dores

  • Praça Mestre Orlando, s/n | Tel. 64/3453-1438 | Abre diariamente | Entrada gratuita

Shopping Serra Verde

Uma locomotiva caída (em referência ao descarrilamento na estação de Montparnasse de 1895) chama a atenção de quem passa na frente do Serra Verde. Dentro, o interior é dividido em loja de roupas, chocolates, artesanato, joias, perfumaria e cafeteria, além de outras que vendem ingressos para alguns dos parques aquáticos da cidade. Uma das torres da construção é aberta à visitação pois funciona como um mirante para a cidade. Há um caixa eletrônico no local.

Shopping Serra Verde

  • Av. Santo Amaro, 1.000 | Tel. 64/3454-3700| Abre de 2ª a sábado das 8h às 20h | Entrada gratuita

Voltar | Menu

18 comentários

Fatima
FatimaPermalinkResponder

Olá .. gostaria de saber o valor da passagem, de Ida e Volta..
???

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fatima! Pesquise preços em sites como o Viajanet, que é parceiro do Viaje na Viagem.

Tania Oliveira

Olá
Caldas Novas é uma boa opção para Férias de Julho?
É um período muito frio para aproveitar a infraestrutura das piscinas.
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Tania! O inverno é alta temporada em Caldas; julho, o mês mais concorrido, por causa das férias.

Cassia Maria Genaro Costa Mota

Qdo você vier por essas bandas novamente, não esqueça de experimentar o famoso empadão goiano. Vc vai amar.

vanessa
vanessaPermalinkResponder

Bom Dia Boia, vou passar o carnaval em Caldas Novas, gostaria de saber se com esse surto de febre amarela na região se eles estão fazendo a exigência da vacina no aeroporto de Goiânia. Não achei muita informação sobre o assunto em sites .Desde já obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Vanessa! O controle de vacinação é feito apenas pela imigração dos países que exigem a vacina, nos pontos de entrada no país. Não há controle em vôos domésticos. Existe uma recomendação (sempre existiu) para que viajantes ao Brasil Central, ao Norte e à fronteira oeste do Sul tenham a vacina tomada. Mas é só uma recomendação, não é uma exigência.

Cristina Burdelis

Adoooroooo !! Parabéns pelo trabalho de vcs !!!

alice
alicePermalinkResponder

Existe um hotel , simples, para acomodar senhoras em julho. Queremos tomar banhos nas piscinas, mas queremos passear no centro de dia . Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alice! Recomendamos o hotel CTC (clique para ver). Fica do lado do parquinho, da Feira do Luar, de pontos de táxi e da saída dos trenzinhos.

Hildon Soares
Hildon SoaresPermalinkResponder

Olá,
Estou querendo conhecer caldas novas agora nesse mês de Junho. É uma boa opção? Conseguirei curti todos os possíveis passseios?
Sds,
Hildon

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Hildon! Sim.

Shirlei Nabarrete Fachim

Adorei as dicas de Caldas Novas!!! Showwww

Suzy Freitas
Suzy FreitasPermalinkResponder

Uma dica: viajamos em família e reservamos dois apartamentos no Privé Riviera Park. Essas unidades são de proprietários em sistema time-share e não são administradas pelo Hotel. Pudemos usar toda a infraestrutura do hotel, que é muito boa, só não tivemos acesso aos demais parques da rede Privé, mas o valor do aluguel direto como proprietário foi muito inferior ao cobrado pelo Hotel. Economia que compensou muito!

Luiza
LuizaPermalinkResponder

Bom dia,
Alguém sabe me dizer se existe Uber do aeroporto de Caldas Novas até o Rio Quente Resorts?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luiza! Por favor, não saia repetindo a mesma pergunta em todos os posts.

Repito aqui a resposta somente porque também interessa aos leitores desta página.

Eu consigo simular aqui no meu aplicativo. Apareceu R$ 231 no UberX e R$ 278 no UberSelect. Caso você não consiga um motorista que aceite te levar, porém, vai ter que pegar táxi, o que pode custar entre R$ 350 e R$ 400. Empresas de trânsfer privativo entre Goiânia e Caldas Nova cobram R$ 580, incluindo a volta, para até 4 passageiros. Note que em Caldas Novas não dá para chamar Uber.

Dayse
DaysePermalinkResponder

Oi Bóia, vc acha que setembro ( feriado de 7 de setembro) seria uma data interessante para curtirmos o parque. ( relação de custo x clima x movimento donparque). Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Dayse! Em feriadões, lugares turísticos ficam lotados.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar