A primeira viagem à Europa

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Ponte Carlos, Praga

Se você vai aproveitar o real valorizado para realizar o sonho de viajar à Europa, entenda: não dá para abraçar o continente inteiro de uma vez só. Mas veja pelo outro lado: a Europa é como os melhores vinhos – vai melhorando com o tempo. Se você só pode viajar à Europa de dez em dez anos, saiba que daqui a uma década aquele pedaço que você não conseguir visitar agora vai estar ainda mais interessante.

Não tente fazer por conta própria o roteiro das excursões.
Nas excursões dá certo porque existe um ônibus sempre a postos, um motorista que sabe por onde está rodando e um guia que leva direto ao que ele acha mais importante. Na vida real você vai precisar fazer tudo sozinho – achar o endereço do hotel, andar de metrô arrastando mala e decidir o que fazer a cada momento. É muito mais divertido, mas leva muito mais tempo. Evite o pinga-pinga, parando em todas as cidades que se atravessarem no seu caminho. Procure dedicar pelo menos quatro dias inteiros para cada grande capital do seu roteiro. (Senão, deixe para a próxima.)

stpaul450.jpg

Não compre a passagem antes de resolver o itinerário.
É incrível, mas isso acontece com mais freqüência do que se imagina. O passageiro compra a passagem mais barata e depois é que vai tentar descobrir um jeito de cobrir o resto do roteiro. As viagens mais complicadas – como costumam ser as primeiras viagens – normalmente são melhor resolvidas quando você chega por uma cidade e volta por outra (e faz vários trechos aéreos internos que, quando comprados junto com a passagem intercontinental, podem sair mais em conta do que viajando de trem ou com companhias aéreas de desconto).

munique400.jpg

Trem não foi feito para dormir.
Passar uma noite no trem é uma bela experiência: não é lá muito confortável, mas rende ótimas histórias na volta e, vá lá, economiza uma noite de hotel. Fazer disso uma rotina, porém, é uma das maneiras de estragar a sua viagem. (Se é para dormir em beliche em meio a desconhecidos, prefira o albergue.) O trem é perfeito – e insuperável – em trajetos diurnos de até três ou quatro horas. Mais do que isso, considere o avião.

hamburgohbf450.jpg

Carro? Só em viagens pelo interior.
Mesmo depois da invenção do GPS, o carro continua não combinando com viagens longas pela Europa. Nas cidades grandes, carro é um estorvo: o trânsito é complicado, o estacionamento é difícil e caríssimo. As auto-estradas são ótimas, mas passam ao largo das paisagens mais bonitas e dos vilarejos mais pitorescos. Só alugue carro para explorar regiões delimitadas, com estradas vicinais, mirantes e paradas gastronômicas.

renault450.jpg

Reservar antes sempre é melhor.
Viajar sem rumo definido e sem hospedagem reservada é para quem tem tempo sobrando. Se você vai passar quinze, vinte ou trinta dias na Europa, não vale a pena perder meio dia toda vez que chegar a uma cidade. Faça suas reservas antes de sair: quanto maior a antecedência, melhores serão os hotéis que você conseguirá na faixa de preço que procura.

A Europa está nos detalhes.
Europa não é só igreja e monumento. Em vez de dar tanta importância aos cartões-postais que você não verá ao vivo na sua primeira viagem, dedique-se a viver os aspectos que são comuns a todas as cidades européias. Andar a pé e de transporte público; xeretar o pequeno comércio; sentar num café e ver a vida passar; comer coisas simples, feitas do mesmo jeito há séculos, são prazeres imbatíveis, que só se encontram no continente europeu. Não gaste seu dinheiro indo até a Europa só para ver. Use também os outros quatro sentidos, e você vai aproveitar muito mais.

nice450.jpg

A primeira viagem à Europa (II)

Pensando bem, a menos que você volte sempre para os mesmos lugares, toda viagem à Europa é uma primeira viagem. Cada vez que planejamos férias por lá, as mesmas dúvidas vêm à baila. Que cidades incluir e quais deixar de fora? Quantos dias em cada lugar? Avião, trem ou carro? O assunto rende um livro. Mas aqui vão algumas dicas para ajudar a montar o seu itinerário.

Procure reduzir o pinga-pinga.
Por mais cidades que você queira incluir no seu roteiro, evite dormir uma noite em cada lugar. Os procedimentos para entrar e sair de hotéis tomam tempo; carregar bagagem exaure a paciência. Eleja cidades-base de onde você possa fazer pequenas viagens bate-e-volta sem precisar carregar as malas o tempo todo. Numa primeira viagem de 15 ou 20 dias, o ideal é escolher três ou quatro cidades principais. Você vai se surpreender com a quantidade de lugares interessantes que você vai encontrar a até 1h30 de trem de distância.

veneza450.jpg

Simule os horários e os tempos de viagem de trem.
As melhores viagens de trem são as que duram até três, no máximo quatro horas, e não tomam a melhor parte do seu dia de férias. Para descobrir como o seu roteiro se comporta nos trilhos, simule suas viagens no site das ferrovias alemãs (http://bahn.hafas.de/bin/query.exe/en). Mas atenção para a pegadinha: use o nome das cidades nos idiomas locais (Venezia e não Veneza, Wien em vez de Viena). Assim você fica sabendo que a viagem mais curta entre Barcelona e Roma dura 18 horas, mas que de Viena a Budapeste são apenas 3 horas.

horariostrem600.jpg

Descubra as companhias aéreas low-cost da sua rota.
As Gol e as BRA da Europa são muito mais barateiras que suas congêneres brazucas. Comprando com antecedência, você consegue passagens de até 10 euros (com taxas, a conta costuma começar em 40 euros). Para saber quais companhias operam vôos no seu caminho, consulte o Skyscanner (www.skyscanner.net), que informa (em português!) rotas, disponibilidade e preços, já com todas as taxas incluídas.

Escolha seus hotéis com base na opinião de outros viajantes.
Qual o melhor hotel, na faixa de preço que você pode pagar, que esteja disponível nas datas em que você precisa? Sites como o TripAdvisor (www.tripadvisor.com) e Venere (www.venere.com) buscam essa informação baseados na experiência de hóspedes de verdade. Para a Europa, o melhor é o Venere, que organiza as resenhas por bairros: em vez de pesquisar a cidade inteira, você vai direto na localização que mais lhe interessa.

teresa450.jpg

Quanto mais países, melhor?
Não adianta: para a maioria dos viajantes, a primeira viagem a Europa é sinônimo de passar pelo máximo de países no mínimo de tempo. Se esse for o seu caso, deixe as grandes distâncias da Península Ibérica, do sul da França e talvez até da Itália para uma próxima; se você zanzar ali pelo norte da França, Bélgica, Holanda, Alemanha e Inglaterra, a cada três horas vai estar num país diferente, ouvindo um novo idioma. (Em contrapartida, se você quer saber qual é o melhor lugar da Europa para fazer uma viagem de um país só, a resposta é fácil: Itália.)

englischer450.jpg

Se você já foi à Europa, encerre a viagem na sua cidade favorita.
Gostoso mesmo é poder voltar a lugares como Paris, Londres, Roma ou Barcelona sem precisar bater ponto em absolutamente nenhum cartão-postal. Termine seus giros europeus sempre no mesmo lugar, e em três viagens você e sua cidade favorita estarão íntimos.

Leia também:

Europa: quantos dias em cada lugar?

Europa: avião, trem ou carro?


1049 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Não precisa de visto nenhum, Marisa, nem para a França. Mas faça o seguro obrigatório para o Espaço Schengen (nas agências de viagem é conhecido como "seguro-embaixada").

Na Inglaterra devem fazer perguntas chatas e pedir para você mostrar a passagem de volta, mas nada mais do que isso.

Eduardo Luz
Eduardo LuzPermalink

Riq, como é o clima em Paris em janeiro ? É parecido com o de Roma? ( Fiquei duas semanas lá em janeiro deste ano e apesar do friozinho, deu pra aproveitar muito pois não tinha aquela horda toda !)

Eduardo Luz
Eduardo LuzPermalink

Ah! E deixe o blog assim porque ficou bem mais fácil de consultar e certamente voce vai se livrar de um monte das mesmas perguntas ! ( Será que a acima ja foi feita ?)

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Bem friozão, Edu. Nubla, chuvisca, faz sol, nubla, chuvisca... caminhar fica às vezes fora de questão, mas dá pra se divertir, sim.

Raquel
RaquelPermalink

Ô... Que pena, Ricardo... O seu guia virtual me foi tão útil na viagem a Salvador (aliás, deixa eu aproveitar a oportunidade: OBRIGADAAAAAA!!!), que estava anciosa pra pegar suas dicas para o Rio de Janeiro. Vou olhar então os posts do site. Aliás, me dá uma dica: num roteiro gastronômico qual os três lugares que você elegeria como imperdíveis (você deve ter pensado: só três!!)?? Mais uma vez me desculpem estar fugindo ao tema, prometo que será a última vez...

Raquel
RaquelPermalink

Riq, nem precisa responder! No Arquivo Zip.net: maio 2006 e achei ótimas dicas já postadas. Abraços!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Belê, Raquel!

O pior é que eu fiquei aqui pensando que diabos de 3 restaurantes cariocas eu indicaria.

De repente -- Celeiro (fecha cedo, não abre domingo), Guimas da Gávea e Aprazível, os três carioquíssimos.

Raquel
RaquelPermalink

Obrigada Riq! E adorei o novo layout do site, bem "didático"! Parabéns

Nilva Marília
Nilva MaríliaPermalink

Obrigada,Sylvia,Raquel e Ricardo ,pelo menos vcs me deram algum foco pra decidir. Eu quero viajar daqui a 3 meses, e só posso ficar 15 dias,vou com o meu marido e pensei sim nas grandes capitais,mas talvez por ter nascido no interior de Sp(Marília), e morar em Sao paulo, eu sou uma provinciana que gosto do bucólico mas tenho um olhar curioso pelas grandes cidades.Valeu por me entenderem...eu não tenho tanto tempo assim prá pesquisar mas vou dar uma olhada nos comentários ,até porquê ler o que vcs escrevem já é uma viagem das melhores.
Beijinhos a todos.

Rogéria
RogériaPermalink

Amigos do VnV,

Apesar de escrever raramente aqui, visito o blog diariamente, váááárias vezes. E parece até que conheço cada um de vocês, os top ten (Riq, Sylvia, Majo, Arnaldo, Alessandro e outros...). Voltei há menos de um mês da Europa, numa viagem sensacional (e vocês todos colaboraram com suas dicas, podem crer!). Foram 32 dias inesquecíveis. E, passada a DPF (Depressão Pós-Férias) que sempre me acomete, resolvi escrever pra compartilhar algumas dicas úteis, principalmente de hospedagem low cost, para quem estiver embarcando pro Velho Continente. Eu, que não sou muito fã de albergues, fiquei em alguns e adorei. Principalmente porque como estávamos em 4 pessoas, pudemos reservar quartos privados com banheiros. Segue aí meu périplo:

- Barcelona: Hotel Toledano. Localização perfeita: nas Ramblas, quase esquina com a Praça Catalunya. Um quarto amplo, com varanda, banheiro e ar-condicionado (sem café da manhã) 100 euros o quarto quádruplo. www.hoteltoledano.com

- Marrocos: tá certo, não é no Velho Continente, mas tá pertinho. Maravilhoso. Em Marrakech, alugamos uma riad inteira (casas típicas alugadas para turistas) de 3 quartos no meio da medina, pertinho da Praça Djemaa El-Fna. Um casal de funcionários ficava lá durante o dia cuidando do café da manhã, da casa e de tudo o que precisávamos. Deu uns 22 euros por pessoa por dia. http://www.riad-des-droles-marrakech.com/
Fez é outra cidade que vale a pena conhecer. Seus palácios, sua medina (a maior do país), as tanneries (curtumes)... Ficamos hospedados na entrada da medina no Hotel Batha. Surpreendente: quartos confortáveis, piscina, restaurante (nada de cuscuz aqui! ufa!), bar e até discoteca. E, ainda, um super café da manhã continental. A diária? Cerca de 45 euros o quarto duplo. http://www.tripadvisor.com/Hotel_Review-g293733-d309024-Reviews-Hotel_Batha-Fes.html

- Paris: como fiquei na casa de amigos, só me resta dizer que a Cidade Luz continua brilhando como sempre. Piqueniques ao pé da Torre Eiffel, passeios que a gente não se cansa de fazer e andar perdido por ruas que sempre nos arrancam um sorriso. Isso é Paris.

Rogéria
RogériaPermalink

- Grécia (já dei a dica num post dias atrás, mas lá vai de novo): em Santorini, nosso endereço era o hotel Anemomilos Villa, em Fira. Charmoso, fica uns 10 minutos a pé do centrinho, tem staff atencioso e pega os hóspedes no porto. Quarto amplo, com frigobar, banheiro e ar-condicionado a 28 euros (o quarto duplo) sem café da manhã. http://www.villa-anemomilos.gr/
Ios: entramos no clima da ilha da balada e nos hospedamos no albergue mais famoso da Ilha, o Francesco´s. O café da manhã oferece a mais bela vista da ilha. 60 euros o apartamento quádruplo com banheiro e cozinha (sem café da manhã). http://www.francescos.net/
Mykonos: alugamos uma casa/apartamento de frente para a praia (e para o agito) no famoso camping da praia mais famosa ainda: Paradise Beach. 2 quartos com uma varanda enooorme, uma vista incrível e café da manhã incluso por 100 euros a diária (para 4 pessoas). http://paradise-greece.com/

- Milão: Hotel Sabatino. A localização não é excelente, mas dá pra se virar. Perto da Corso Buenos Aires, da Via Porpora e da Estação Loreto do metrô. O quarto era bom, honesto, com banheiro. O preço foi incrível: 22 euros por pessoa com café da manhã (quarto quádruplo). http://www.hostelsabatino.com/

- Praga: cidade maravilhosa! Ficamos no incrível albergue Sir Toby´s. Nunca vi um quarto tão grande! Eram apenas 5 camas grandes e confortáveis. O charme do lugar fica por conta do pub no subsolo, onde os viajantes se encontravam para tomar uma deliciosa cerveja a menos de 1 euro por 0,5 litro. Detalhe: conosco, eram 19 brasileiros hospedados lá. A diária foi 1920 kcz (uns 67 euros) o quarto, sem café. http://www.sirtobys.com/

- Amsterdam: albergue Stay-Okay. Super bem localizado, ao lado do Vondel Park e pertinho do Rijksmuseum Museum e do Leidseplein, onde a noite ferve. Quarto quádruplo, com um café da manhã farto e delicioso por 31 euros por pessoa. http://www.stayokay.com/

- Londres: numa cidade onde tudo é caro, hospedagem não podia ser diferente. A barbada foi o Meininger Hostel, em South Kensignton. Super bem localizado (pertinho da estação Gloucester Road) é um albergue criado por escoteiros, por isso é comum ter muitas crianças e adolescentes por lá. O café da manhã e o quarto eram muito bons, exceto pelo banheiro, que parecia uma cápsula espacial. 29 libras por pessoa em quarto quádruplo privado. http://www.meininger-hostels.com/

Uma última dica: fiz algumas reservas pelo site www.voudemochila.com.br, que consegue preços especiais, geralmente até mais baratos do que direto no site do próprio hotel. Só se paga uma taxa de operação de 2 dólares. Fiquei meio receosa, mas tudo deu super certo!

Grande beijo a todos!
Espero vê-los no próximo encontro aqui em Sampa.

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

A respeito do comentário do RIQ aí em cima, sobre o seguro obrigatório para o Espaço Schengen, lembro que quem tiver o cartão AMEX (não sei se todos ou apenas o Platinum) já está automaticamente coberto por este seguro específico. Entrando em contato com o AMEX eles enviam uma carta em inglês informando que os titulares do cartão estão segurados, a fim de atender às especificações da CEE.

GiraMundo com Jorge Bernardes

Rogéria, essa sua viagem ficou ótima! Dicas valiosas.

GiraMundo com Jorge Bernardes

http://www.telegraph.co.uk/news/main.jhtml;jsessionid=MSRCCWNA4KFPHQFIQMFSFF4AVCBQ0IV0?xml=/news/2007/08/09/wvenice109.xml

Olha só esta é para quem vai a Veneza. Se os turistas já recebiam o menu com preços dobrados em relação aos italianos, agora quem não for muito simpático pagará ainda mais...

Mari Campos
Mari CamposPermalink

Rogéria, thanks por todas as dicas! Seus posts estão completíssimos! wink

Adriane Lima
Adriane LimaPermalink

UAU, Rogéria, tou indo esse semestre, vou anotar tudo o que você indicou...

Se tiver mais dicas, vai mandando... Amsterdam e Barcelona muito me interessam!

Rogéria
RogériaPermalink

É, pessoal, foi mesmo muito bacana. E o mais legal é a gente ver que dá pra fazer uma viagem legal sem torrar todo o orçamento em hospedagem. É claro que não inclui nenhum hotel "várias" estrelas no roteiro, mas isso já tava pré-combinado com o resto da turma. Mas, sinceramente, não me decepcionei com nenhum dos lugares em que ficamos. Caso contrário, não indicaria.

Adriane, você que está indo agora, aproveite as cias low fare. Saí daqui com todas as passagens compradas e nenhuma delas custou mais de 95 euros. Gastei pouco mais de 500 euros por 7 trechos. Para você ter uma idéia, a passagem Milão - Praga me custou o valor inacreditável de 1 CENTAVO de euro (0,01) pela Sky Europe. Só paguei a taxa de embarque de 18 euros. Como me programei com bastante antecedência, consegui muitas ofertas de vôos.

Utilizei a Easy Jet, a Corsair, a Ibéria e a Sky Europe. Todas muito boas, sem atrasos e sem muita implicância com bagagem. Uma coisa que foi legal na Easy Jet: na hora de comprar a passagem vc tem a opção de pagar 7,50 euros por uma bagagem extra. Eu paguei em todos os trechos. Então, mesmo que você vá com apenas uma mala, se ela exceder o peso limite de 20kg, eles acabam deixando passar, por conta dessa mala extra que já está paga. E isso é muita vantagem, uma vez que, se resolverem cobrar por peso extra na hora do check-in, você vai desembolsar 8 euros por quilo a mais que estiver carregando. wink

Sylvia
SylviaPermalink

Rogeria, me diz ai o Francesco's fica muito fora da vila ?
Quanto tempo de caminhada ?
Deve ser morro acima né ? sad
Perto do pier - vila tem outras acomodações que lembras ?
( não consegui descobrir muita coisa, nem no google earth )
Mais uma ultima pergunta, e já abusando :
Em setembro, durante a semana ( seg e terça) pode rolar alguma balada
interessante em Ios ?
( estou na duvida entre Ios ou Paros para duas noites ;depois de Santorini
e antes de Mykonos )
Gracias!!

Rogéria
RogériaPermalink

Sylvia,

Fiz esse mesmo trajeto: Santorini – Ios – Mykonos. E vou te dizer: Ios é a ilha do agito. Foi o lugar de onde trouxe as lembranças mais divertidas de toda a viagem. Lá a rotina é dormir até meio-dia, ficar na praia de Mylopotas até o pôr-do-sol, descansar um pouquinho e ficar de entra e sai nos incontáveis bares e discotecas até o sol raiar. Na verdade, Ios não vai muito além da vila e da praia Mylopotas. São pouquíssimas as atrações turísticas. O porto fica bem longe e não há nada interessante ali por perto. (Aliás, se vc chegar com reserva, terá alguém do hotel te esperando lá no porto.)

O Francesco´s fica bem no centrinho, perto das lojinhas, restaurantes e bares. O problema para quem tem bagagem pesada é que ele fica láááá em cima da ladeira. Estávamos com malas de rodinhas e tenho que confessar que a subida até lá foi bem triste. (rs...) Mas depois de acomodados, é só alegria.

Tem um ônibus que passa ali na pracinha perto do Francesco (que, por sinal, acho que é a única linha de ônibus do lugar) que vai até a praia de Mylopotas, seu ponto final. Nessa praia fica o Camping Fare Out, o point diurno da galera. Todo mundo fica lá até o sol se pôr, revezando entre a praia e a piscina. Isso porque mesmo que vc esteja hospedada em outro lugar, pode desfrutar da infra-estrutura do camping, sem pagar nada: piscina, restaurante, bares, cyber... Apesar de ser o lugar preferido da galera, me contaram que não é muito confortável pois torna-se impossível dormir após as 9 da manhã. Lá faz muuuuito calor e as cabanas transformam-se em verdadeiras saunas.

Vi alguns outros hotéis mais bacanas, principalmente na praia de Mylopotas, como o Ios Palace. Na vila, fui ao bar de um hotel chamado Sunrise (me pareceu bom, mas não vi os quartos). Mas eu, se pudesse voltar para lá hoje (quem me dera!), ficaria novamente na vila. De dia vc pode ir para a praia de ônibus tranqüilamente e à noite o agito é na vila. Estando lá, você não precisa pegar táxi na volta e fica bem mais fácil encontrar a sua cama depois de uns ou vários brindes. ?

Tive a sorte de pegar uma tradicional festa de verão sueca no Fare Out, que só acontece uma vez por ano. Centenas e centenas de jovens suecos, dançando de biquíni em volta da piscina, em cima das mesas, uma loucura. Parecia até filme americano. E por falar em turista, o que menos se vê em Ios são gregos, mesmo como empregados dos lugares. A ilha é tomada por suecos, australianos e americanos.

Estive lá em um final de semana, mas a impressão que me deu é que lá a semana é uma sucessão de sextas, sábados e domingos. Hehehe...

Se vc quiser, posso te mandar umas fotos por e-mail. Quem sabe ajuda na sua decisão... Se puder te dar outras dicas, fique à vontade pra perguntar. Beijos!

Adriane
AdrianePermalink

Oi Rogéria, obrigada de novo. Eu vou em dezembro, vou pegar um frio daqueles... e já estou me estruturando.

Estou utilizando o Skyscanner e depois conferindo as companhias aéreas (Ryanair, Easyjet e as locais dos países pra onde eu vou)... aprendi isso no "netcurso da Sylvia viajando com 5 cliques"! wink

A Ryanair está em promoção para o outono inverno e já vi passagens de 0,01 EURO também. Com as taxas, as passagens ficam por 10 EUROS, o que é muito bom, principalmente pra quem ganha em Reais, né...

Estou a cada dia enriquecendo mais meu dossiê com você e todos os que estão chegando do verão europeu. Ai, que beleza!

Rogéria
RogériaPermalink

Adriane, o Skyscanner é mesmo uma mão na roda! Encontrei muitas das minhas passagens por lá. Ajuda a achar a agulha no palheiro!
Apesar de parecerem enganação, essas passagens de 0,01 euro são pra valer. Pelo preço que paguei, tava achando que eu ia no compartimento das bagagens... hehehe...

Sylvia
SylviaPermalink

Rogeria , muitissimo obrigada por este hiper-mega-super relatorio
de impressões fresquinhas smile smile
Vou repassar para as minhas meninas que estão num mochilão europeu
e que tem dois dias livres para escolher uma ilha .

Rogéria
RogériaPermalink

Se a escolha for Ios, espero que elas gostem de lá tanto quanto eu!
Beijos, Sylvia. E muito obrigada pela suas preciosas dicas de sempre. Quando crescer, quero ser que nem vocês.

Antunes
AntunesPermalink

Sou a favor de viajar de carro pela Europa! Trem demora muito e nao tem tanta interacao quanto se fala no artigo.

- Quanto custa parar um trem pra ficar observando uma paisagem? Isso sim e' carissimo.
- Quanto tempo se perde e o quanto se cansa carregando malas de estacao de trem ao hotel?

Zé Luiz
Zé LuizPermalink

Gostaria dos amigos uma dica valiosa: vou nesse final de semana a Paris (primeira vez) e não achei como escapar do alto preço pedido pelos motoristas de táxi do Aeroporto C. De Gaulle ao Centro. Alguém tem alguma saída? Desde já agradeço...

Mari Campos
Mari CamposPermalink

Zé, vc pode pegar o RoissyBus, que te leva até a região do Opera (centro) por 10 euros. Se estiver com pouquinha bagagem, dá pra ir de metrô, mas daí vc tem que se preparar para algumas baldeações.

Mari Campos
Mari CamposPermalink

ah! tem também o trem RER, que funciona muito bem. Por 8 euros, te deixa na Gare d'lest.

Sylvia
SylviaPermalink

Boa Viagem Zé !
( leva agasalho , tem estado beem frio estes dias ( 13 graus a noite))

Célio
CélioPermalink

Olá Sylvia !!!!! Tudo Legal????
Por falar em temperatura .....como será que ela estará em setembro em Paris???

Sylvia
SylviaPermalink

Olha Célio , agora deveria estar quente , muito quente mas não foi
o que aconteceu ...gelou ( 13 graus na primeira semana de agosto é
frio demais né ?)
Nos teus primeiros dez dias de viagem é fácil, basta passar no
weather.com e vais saber direitinho.
Podes tb consultar o trip planner , eu gosto desse aqui pq acerta sempre
http://www.wunderground.com/tripplanner/index.asp mas como lembra
o Riq , não fala nada sobre chuva ( para isso olha no weather.com).
Em viagem para a Europa tem que levar sempre os tres kits:
chuva/frio/calor ( um de cada ) smile

Lili
LiliPermalink

Gosto muito da previdão do tempo da CNN (www.cnn.com); comigo, sempre deu certo!

Lela
LelaPermalink

Olá Rogeria, vou para Barcelona em Setembro e reservei o Toledano. Andei pesquisando e, sinceramente, fiquei com um pouco de medo. Ver sua indicação me deu um alívio. Seus posts são o máximo. Abraços

RODRIGO PEIXOTO
RODRIGO PEIXOTOPermalink

Olá a todos !
adorei esse site ,muito util para mim que estou indo a europa agora em setembro .Ja tenho meu roteiro(paris 04 noites/roma03 noites/viena02 noites /hamburgo 05 noites congresso) pois vou aproveitar um congresso p levar minha esposa p/ passear(primeira vez dela )
Em roma estou em duvida de meu hotel alguem tem dicas?

GiraMundo com Jorge Bernardes

http://intownluxuryhouse.hotelinroma.com/

Rodrigo, você não falou seu orçamento, então é complicado, mas deixo aqui minha recomendação. Vale lembrar que Roma cobra preços super altos por hospedagem nem sempre grande coisa.

A minha indicação acima foi testada por mim em Julho agora e achei absolutamente irrepreensível. Também não encontrei nenhum review na internet que dissesse o contrário. A localização é perfeita, os quartos espaçosos, novos e muito confortáveis. O atendimento é excelente e muito simpático.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Rodrigo, você pode garimpar outras indicações neste post aqui:
http://viajenaviagem.wordpress.com/2007/02/05/enquete-da-semana-hoteis-em-conta/

Um site de hotéis baratos selecionados:
http://www.eurocheapo.com/rome/

Vera
VeraPermalink

ola gostaria de umas dicas tenho 30 dias p andar pela europa, partindo dia 22 de setembro e indo p Portugal la ficarei na casa dos meus pais ate dia 26 que o dia do meu vôo para roma chegarei as 11.30 e irei para um albergue de freiras indicado por uma colega do rotary ficarei 5 dias em roma26-30 que é quando joga a Roma e meu marido não sai de lá sem antes ver um jogo nesse meio tempo em Roma vc aconselharia ir a Pompéia e voltar no mesmo dia p dormir em roma por que a reserva ja foi feita?

Vera
VeraPermalink

e o que vc me aconselharia mudar abaixo:
saindo de roma dia 30 a noite
florença (01 de outubro 02 de outubro)
veneza chegada a noite 02 de outubro ate dia 04 de outubro
veneza de avião para marselle é a melhor opção mesmo pretendo passar uns dois dias entre marselle e mônaco é o bastante? ai ja seria dia 06 de outubro, voc~e recomendaria mônaco - paris de avião?
eu e meu marido a 1º vez que fomos a Paris ficamos 3 dias, conhecemos muitas coisas quantos dias deveria ficar desta vez? (se fossem 3 too sairíamos dia10 )depois de Paris estávamos pensando em ir a londres ficar uns 3 dias ai seria dia 14+- e voltaríamos para Portugal pegar o carro do meu pai para fazer a espanha somente madri que já conhecemos e Barcelona que não? voce acha loucura ( t´ríamos 7 dias para espanha e voltar p portugal pq dia 21 acaba .
me de sua opinião´são muitas cidades e pouco tempo ou da para conciliar o que vc descartaria me ajude please

Vera
VeraPermalink

mais um detalhe uns 5000 euros vc acha que da pa fazer isso?

juliana
julianaPermalink

Olá pessoal,

Vou fazer minha primeira viagem para Europa com meu marido e dois casais. O roteiro é o seguinte:
Londres-3 dias
Paris-5 dias
Nice-2dias
Barcelona-4 dias
Madrid-3 dias

Os trechos de Londres a Paris será de trem e os demais de aviao.
Gostaria de sugestoes de passeios para fazer em cada cidade e quais valem a pena comprar logo pela internet ou comprar lá.
Gostaria de uma viagem tranquila. Nós gostamos de comer e nao somos muito animados para sair 'a noite.
O que vcs sugerem. E no sul da França, que passeios seriam interessantes. As coisas sao muito caras por lá?

juliana
julianaPermalink

Ah, esqueci de falar que viajarei agora em setembro-21e ficarei até 09 de outubro.

Sylvia
SylviaPermalink

Vera:
Está complicado de compreender este teu roteiro , mas o que posso te
dizer é que:
1- Voo de Veneza para Marselha só no dia 5 de outubro com a MYAIR
( 58 euros)
2- De Marselha tem voo para Londres diariamente com a Ryanair
( desde 24 euros)
3- De Londres podes ir a Lisboa Faro ou Porto com low cost
Os que voltaram agora da Europa gastaram 70 euros por dia/pessoa fora
a hospedagem e o transporte entre as cidades ( trem ou avião )

Sylvia
SylviaPermalink

Juliana , os passeios que vcs farão nas cidades encontras em guias de
viagem, tem muitos e alguns estão indicados no link ferramentas da
primeira pagina do blog.
Podes tambem imprimir mini guias personalizados em www.fodors.com.
Os preços em geral são nominalmente os mesmos que aqui ( ou seja,
o valor daqui x o valor do euro ) , mas em Londres é bem mais caro
( muito mais ).
Sul da França é muito genérico Juliana, sugiro que olhes os guias de viagem em uma grande livraria para poderes escolher e receber informações especificas em função dos teus interesses.

Gisele
GiselePermalink

Caros amigos, estou a caminho da minha primeira viagem à Europa em dezembro - 27 dias.
Tenho vontade de alugar um carro e fazer a maior parte do roteiro ( Europa Central)...o que vcs acham? Compensa financeiramente?
Por favor, se alguém tiver alguma experiência/dica, boa ou não...divida comigo. Abçs

Rogéria
RogériaPermalink

Oi, Lela!
Fiquei no Toledano e, sinceramente, não me arrependi. Não é luxuoso nem nada, mas atendeu perfeitamente às nossas necessidades. O quarto (quádruplo) era grande, limpo, bem como o banheiro (privado). Pegamos uma unidade de frente, com varanda, que proporcionava uma vista ótima das Ramblas e da praça Catalunya. Se você conseguir, peça um desse. Tem Internet grátis, mas não tem café da manhã. E o preço foi ótimo.
Se quiser mais uma indicação, uma outra vez que estive em Barcelona fiquei no Hotel Cuatro Naciones, também nas Ramblas, só que mais para o lado do Monumento a Colombo. (www.h4n.com). Também era muito bom, até melhor que o Toledano, só que um pouco mais caro.
Se quiser, posso te mandar uma foto do quarto do Toledano. hehehe...
Beijo e boa viagem!

Rogéria
RogériaPermalink

Ah, Lela, quase me esqueço!
Em Barcelona, não deixe de conhecer a tradicional Champanheria Can Paixano. (www.canpaixano.com) Muito agitada, é um point super concorrido. Serve vários tipos de champanhe por 2 a 3 euros A GARRAFA! Isso mesmo, A GARRAFA!
Para acompanhar, petiscos e sanduíches deliciosos, como o de Salmão defumado com queijo gorgonzola, também super baratos. Só fique esperta com o horário: só fica aberta até as 22h. Vc vai se espantar com a quantidade de gente espremida lá dentro e do barulho de tantas conversas simultâneas, mas vale a pena lutar por um lugarzinho.
Anote o endereço: Calle Reina Cristina 7. Fica na Barceloneta, numa ruazinha estreita perto do porto.
Se for, beba uma taça por mim! Tim-tim!

Lela
LelaPermalink

Olá Rogéria, muito obrigada pelas dicas e informações ...
Com certeza irei me espremer e lutar por um lugarzinho... nada como o calor humano né? (rs) Pode deixar que eu e meu marido brindaremos a você! Arriba, abajo, al centro, al medio (he he he)
Beijo,

Mila
MilaPermalink

Olá pessoal!
Preciso de umas dicas de roteiro para a minha primeira viagem à Europa (eu e meu marido).Aí vão os lugares que queremos ir:
- Paris
- Roma
- Veneza
- Florença
- Barcelona
- Madrid

Temos 24 dias e aceitamos sugestões de outras cidades da Espanha, Itália e França que não foram citadas e que sejam interessantes e cortes nas apresentadas.

Preciso de ajuda porque apesar de ser muito bom escolher o roteiro da nossa viagem, estou completamente perdida!!!!

Obrigada,
Mila

Adriane
AdrianePermalink

Oi Mila!

Muito já foi dito aqui nos comentários com relação a esses seus destinos... eu mesma já fiz um monte de perguntas! Vou pra Roma, Barcelona, Madri, Paris, Bruges e Amsterdam.

Sugiro ler com calma tudo aqui neste post e no "Vai viajar de trem pela Europa"!

Passando também pela parte das "Ferramentas" na barra da Direita do blog você vai encontrar muita coisa interessante.

Boa pesquisa!

cristiane
cristianePermalink

Olá. Vamos passar sete dias em Paris. Gostaria que você nos orientasse qual o melhor meio ( e mais barato) de transporte do aeroporto até o hotel? Também, já que vamos passar sete dias somente em Paris, o que você acha mais legal para a gente conhecer e acha que vale a pena a gente conhecer alguma outra cidade ou outro país? Muito obrigada. Cristiane.

Sylvia
SylviaPermalink

O transporte mais barato de CDG é o metro , mas dependendo do
local de hospedagem vais ter que fazer uma ou mais conexões.