A primeira viagem à Europa

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Ponte Carlos, Praga

Se você vai aproveitar o real valorizado para realizar o sonho de viajar à Europa, entenda: não dá para abraçar o continente inteiro de uma vez só. Mas veja pelo outro lado: a Europa é como os melhores vinhos – vai melhorando com o tempo. Se você só pode viajar à Europa de dez em dez anos, saiba que daqui a uma década aquele pedaço que você não conseguir visitar agora vai estar ainda mais interessante.

Não tente fazer por conta própria o roteiro das excursões.
Nas excursões dá certo porque existe um ônibus sempre a postos, um motorista que sabe por onde está rodando e um guia que leva direto ao que ele acha mais importante. Na vida real você vai precisar fazer tudo sozinho – achar o endereço do hotel, andar de metrô arrastando mala e decidir o que fazer a cada momento. É muito mais divertido, mas leva muito mais tempo. Evite o pinga-pinga, parando em todas as cidades que se atravessarem no seu caminho. Procure dedicar pelo menos quatro dias inteiros para cada grande capital do seu roteiro. (Senão, deixe para a próxima.)

stpaul450.jpg

Não compre a passagem antes de resolver o itinerário.
É incrível, mas isso acontece com mais freqüência do que se imagina. O passageiro compra a passagem mais barata e depois é que vai tentar descobrir um jeito de cobrir o resto do roteiro. As viagens mais complicadas – como costumam ser as primeiras viagens – normalmente são melhor resolvidas quando você chega por uma cidade e volta por outra (e faz vários trechos aéreos internos que, quando comprados junto com a passagem intercontinental, podem sair mais em conta do que viajando de trem ou com companhias aéreas de desconto).

munique400.jpg

Trem não foi feito para dormir.
Passar uma noite no trem é uma bela experiência: não é lá muito confortável, mas rende ótimas histórias na volta e, vá lá, economiza uma noite de hotel. Fazer disso uma rotina, porém, é uma das maneiras de estragar a sua viagem. (Se é para dormir em beliche em meio a desconhecidos, prefira o albergue.) O trem é perfeito – e insuperável – em trajetos diurnos de até três ou quatro horas. Mais do que isso, considere o avião.

hamburgohbf450.jpg

Carro? Só em viagens pelo interior.
Mesmo depois da invenção do GPS, o carro continua não combinando com viagens longas pela Europa. Nas cidades grandes, carro é um estorvo: o trânsito é complicado, o estacionamento é difícil e caríssimo. As auto-estradas são ótimas, mas passam ao largo das paisagens mais bonitas e dos vilarejos mais pitorescos. Só alugue carro para explorar regiões delimitadas, com estradas vicinais, mirantes e paradas gastronômicas.

renault450.jpg

Reservar antes sempre é melhor.
Viajar sem rumo definido e sem hospedagem reservada é para quem tem tempo sobrando. Se você vai passar quinze, vinte ou trinta dias na Europa, não vale a pena perder meio dia toda vez que chegar a uma cidade. Faça suas reservas antes de sair: quanto maior a antecedência, melhores serão os hotéis que você conseguirá na faixa de preço que procura.

A Europa está nos detalhes.
Europa não é só igreja e monumento. Em vez de dar tanta importância aos cartões-postais que você não verá ao vivo na sua primeira viagem, dedique-se a viver os aspectos que são comuns a todas as cidades européias. Andar a pé e de transporte público; xeretar o pequeno comércio; sentar num café e ver a vida passar; comer coisas simples, feitas do mesmo jeito há séculos, são prazeres imbatíveis, que só se encontram no continente europeu. Não gaste seu dinheiro indo até a Europa só para ver. Use também os outros quatro sentidos, e você vai aproveitar muito mais.

nice450.jpg

A primeira viagem à Europa (II)

Pensando bem, a menos que você volte sempre para os mesmos lugares, toda viagem à Europa é uma primeira viagem. Cada vez que planejamos férias por lá, as mesmas dúvidas vêm à baila. Que cidades incluir e quais deixar de fora? Quantos dias em cada lugar? Avião, trem ou carro? O assunto rende um livro. Mas aqui vão algumas dicas para ajudar a montar o seu itinerário.

Procure reduzir o pinga-pinga.
Por mais cidades que você queira incluir no seu roteiro, evite dormir uma noite em cada lugar. Os procedimentos para entrar e sair de hotéis tomam tempo; carregar bagagem exaure a paciência. Eleja cidades-base de onde você possa fazer pequenas viagens bate-e-volta sem precisar carregar as malas o tempo todo. Numa primeira viagem de 15 ou 20 dias, o ideal é escolher três ou quatro cidades principais. Você vai se surpreender com a quantidade de lugares interessantes que você vai encontrar a até 1h30 de trem de distância.

veneza450.jpg

Simule os horários e os tempos de viagem de trem.
As melhores viagens de trem são as que duram até três, no máximo quatro horas, e não tomam a melhor parte do seu dia de férias. Para descobrir como o seu roteiro se comporta nos trilhos, simule suas viagens no site das ferrovias alemãs (http://bahn.hafas.de/bin/query.exe/en). Mas atenção para a pegadinha: use o nome das cidades nos idiomas locais (Venezia e não Veneza, Wien em vez de Viena). Assim você fica sabendo que a viagem mais curta entre Barcelona e Roma dura 18 horas, mas que de Viena a Budapeste são apenas 3 horas.

horariostrem600.jpg

Descubra as companhias aéreas low-cost da sua rota.
As Gol e as BRA da Europa são muito mais barateiras que suas congêneres brazucas. Comprando com antecedência, você consegue passagens de até 10 euros (com taxas, a conta costuma começar em 40 euros). Para saber quais companhias operam vôos no seu caminho, consulte o Skyscanner (www.skyscanner.net), que informa (em português!) rotas, disponibilidade e preços, já com todas as taxas incluídas.

Escolha seus hotéis com base na opinião de outros viajantes.
Qual o melhor hotel, na faixa de preço que você pode pagar, que esteja disponível nas datas em que você precisa? Sites como o TripAdvisor (www.tripadvisor.com) e Venere (www.venere.com) buscam essa informação baseados na experiência de hóspedes de verdade. Para a Europa, o melhor é o Venere, que organiza as resenhas por bairros: em vez de pesquisar a cidade inteira, você vai direto na localização que mais lhe interessa.

teresa450.jpg

Quanto mais países, melhor?
Não adianta: para a maioria dos viajantes, a primeira viagem a Europa é sinônimo de passar pelo máximo de países no mínimo de tempo. Se esse for o seu caso, deixe as grandes distâncias da Península Ibérica, do sul da França e talvez até da Itália para uma próxima; se você zanzar ali pelo norte da França, Bélgica, Holanda, Alemanha e Inglaterra, a cada três horas vai estar num país diferente, ouvindo um novo idioma. (Em contrapartida, se você quer saber qual é o melhor lugar da Europa para fazer uma viagem de um país só, a resposta é fácil: Itália.)

englischer450.jpg

Se você já foi à Europa, encerre a viagem na sua cidade favorita.
Gostoso mesmo é poder voltar a lugares como Paris, Londres, Roma ou Barcelona sem precisar bater ponto em absolutamente nenhum cartão-postal. Termine seus giros europeus sempre no mesmo lugar, e em três viagens você e sua cidade favorita estarão íntimos.

Leia também:

Europa: quantos dias em cada lugar?

Europa: avião, trem ou carro?


1049 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Sylvia
SylviaPermalink

Riq, eu quero saber eekops: quantas vezes em 841,854 viagens mais
de um comentario foi postado no mesmo instante :roll:

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Sylvia:
lol

Murilo
MuriloPermalink

Obrigado a todos.
Fugirei da "gripe" de Praga, sem dúvida, Silvia.
Escolherei a melhor forma de transporte ante as possibilidades transmitidas, Ricardo.
Para finalizar, já que houve uma coincidência rara, sugiro apostarem no 547 e suas combinações, vai que é um sinal...
Abs

Sylvia
SylviaPermalink

Numeros da loto : 05 04 07 09 20 mais o dia do seu aniversario

Deborah
DeborahPermalink

Olá meninos,

Depois de várias viagens virtuais, uma pá de horas estudando mapas e guias, youtube, continuo tão confusa como quando iniciei essa trip européia.

O bom é que já reduzi o tempo para uma semana na mesma proporção com que reduzi a seção "Sonho Meu", isto é, o roteiro.

Saímos de Valenciennes em janeiro de 2008 direto para a Suiça. Pelo que tenho lido aqui Berna merece uma parada de dois dias (?). A dúvida fica depois de Berna e até a Itália. Voltamos direto para Valenciennes.

Será que tem algum lugar legal para caminhadas não radicais no inverno?
Abs

Roberta
RobertaPermalink

Nossa fiquei sem entrar aqui algumas horas e quanta coisa nova....
Murilo veja o que estou pensando por dica da Agente...isso depois de até sonhar com roteiro...passagem aerea de tanto ficar aqui lendo e no Rodrigo também...hahaha faz parte...
O Roteiro : Chegar em Londres...ficar 4 noites...ir de Euro Tunel para Paris....ficar 7noites (nunca é de mais...aprendi aqui e ela me disse tb)e de trem para Amsterdam 3 noites...voltar de Amsterdam...
Esse blog vicia neh?? Parabéns Riq...fiquei intima jah...hahaha
Abss

Murilo
MuriloPermalink

Esse blog é muito bom mesmo, principalmente diante da experiência dos participantes.
E, em matéria de viagem, isso conta muito, pq ir na roubada ninguém merece...
Acho que o teu roteiro tem tudo pra dar certo... o meu será parecido, mas irei primeiro a Paris, depois Londres e por último a Amsterdam.
Sylvia, ficaremos milionários, vai por mim...
Abs

Rogelia Souza
Rogelia SouzaPermalink

Engraçado vc falar de viajar p europa a cada década...coincidentemente estou me preparando p ir apos 10 anos da primeira viagem.
Só uma perguntinha: da Italia p Espanha ou o contrário?
Estou na dúvida pois ja conheço a Itália e vou levar o meu marido p conhecer e vamos conhecer p a Espanha.

Patricia Helena
Patricia HelenaPermalink

Alguém já vijou pela europamundo? Conhecem os hoteis :1) NOVOTEL PORTE DE ITALIE - 22 Rue Voitare 94270 Le Kremlin Bicetre France;
2) NOVOTEL ATRIA PARIS CHARENTON - 3-5Place des Marseillas, 94227 Chareton Le Pon
3) NOVOTEL PARIS PORTE DE BAGNOLET - I Avenue de la Republique 93170 - Bagnolet
4) PIERRE VACANCES PORTE DE VERSAILLES - 16 Rue Eliane Jeannin Gareau.

Roberta
RobertaPermalink

Vim aqui e vejo a Patricia perguntando da Europamundo...
Eu estava toda certa do meu roteiro e agora fiquei em duvida...gostaria da ajuda de voces...
1ª opção: Paris 7noites...Amsterdam 3noites....Londres 4noites...eu adoraria fazer de eurotunel e talves trem...estava decidida assim...
Agora:
2ªopção: Um roteiro da Europamundo sem Eurotunel e sem trem...podendo ficar mais uns dias em Paris...
Tenho lido tanta coisa de "pacotes prontos"...que estou em duvida...
Sera que damos conta de fazer Paris...Amsterdam e Londres sozinhos?? Eu, Marido e filha adulta hahah
Ou será que por ser a primeira seria interessante pegar um pacote pronto...
Alguem me ajudaaaaaaaaaa
Minha cabeça está dando nó...
Além do que o Riq nos deixa viciadas no blog dele...
Abraços

Priscilla
PriscillaPermalink

Olá Ric e cia...gostaria muito da ajuda de vocês...estou tentando planejar a minha primeira viagem à Europa com o meu marido, para o final desse ano, que é quando posso sair de férias. Mas como é a nossa primeira vez na Europa surgiram milhões de dúvidas. São 14 dias para passear, 22.12 à 04.01.08, já descontei o dia da chegada e saída.
O nosso roteiro inicial é:
Paris e arredores - 5 dias
Bélgica: Bruxelas ( 1 noite ) Briges ( 1 noite )
Amsterdan - 2 noites
Praga - 2 noites
Viena 3 noites - Innsbruck 1 noite

Gostaria que me dessem dicas sobre cidades para visitar ou dormir próximas a Paris, e qual a melhor forma de locomoção para visitá-las.
Também gostaria que me ajudassem a definir a ordem do roteiro para que fique mais vantajosa, se nessa ordem daria para considerar os melhores lugares para passar o Natal e o Ano Novo.
Ainda não comprei as passagens aéreas, pelo que li o Ricardo deu a dica para chegar e sair por outro país economizando assim o nosso tempo que já não vai ser muito.
Obrigada!!!

Sylvia
SylviaPermalink

Já que o Riq não esta conseguindo passar por aqui , vou deixar meu pitaco para Patricia, Roberta e Priscila smile
Nós aqui somos fãs de viagens independentes , então se vcs são pró ativos , se dispõe a estudar e falam ao menos algumas frases basicas
em ingles e não possuem nenhuma limitação fisica severa , viajar com
liberdade é o caminho.
O melhor lugar para passar o ano novo é no Brasil ! Estando na Europa
não se preocupe com o lugar pois eles não podem ficar na rua ( é inverno) !
Informações de hoteis estão no www.tripadvisor.com ( é só escrever o
nome do hotel no retangulo e ler todas as opiniões)
Fique 3 noites em Praga e 2 em Viena.
O Eurotunel é uma fantasia nossa , não tem nada demais, não se vê nada!
É só um caminho para ir de um ponto a outro.
Não condicione sua viagem ao tunel smile
Não vejo nenhum problema em ir a qualquer da Europa sózinho.
É fácil e simples .
Leiam este post aqui desde o inicio !

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Patricia Helena, os Novotel costumam ser hotéis superconfortáveis.

Esses Pierre & Vacances são apartamentos equipados.

O problema aí é a localização. "Porte", de cara, já significa limites da cidade. No site do Novotel, o único dos três que não está caracterizado como "subúrbio" é o Novotel Porte d'Italie. Mesmo assim, olhando no mapa, você teria que passar por avenidas larguíssimas e viadutos para chegar ao metrô Porte d'Italie (que é, ele próprio, fim de linha).

Nenhum dos lugares onde aparece esse Pierre et Vacances Porte de Versailles dá mapa de localização.

Página dos Novotel de Paris:
http://www.novotel.com/gb/reservation/liste_hotels.shtml

Pierre et Vacances Porte de Versailles:
http://www.hotelclub.net/hotel.reservations/Pierre__Vacances_Porte_de_Versailles_Residence_Paris.htm

Faça como a Sylvia disse -- ponha os hotéis no TripAdvisor para ver o que vem. Mas eu não levo fé não. Todos ficam contramão.

Não sei dizer se o pacote é bom porque você não disse quanto custa, nem o que está incluso...

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Roberta: como eu já disse pra Patricia Helena, eu não sei como é o pacote de que você está falando.

Mas endosso tudo o que a Sylvia disse.

Sylvia
SylviaPermalink

Ficar longe do que interessa em Paris é o maior mico !
Metro na hora do rush é ruim, muita gente , cheiro ruim ... não vale !
Procurem hospedagem no Quartier, Marais, SGermain, Opera , Tour Eiffel
e desistam de qualquer Porte de ... smile

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Priscilla:

Chegue por Praga. Fique três dias inteiros. Voe a Viena. Fique pelo menos dois dias. Esqueça Innsbruck. Voe de Viena a Amsterdã. Vá de trem a Bruxelas; deixe as malas na estação, passe o dia, continue de trem a Bruges; fique duas noites. (Alternativa: fique duas noites em Bruxelas, e passe o segundo dia num bate-e-volta a Bruges. Tudo para evitar trocar duas vezes de hotel em dois dias seguidos). Vá de trem a Paris. Sossegue o facho; vá no máximo a Versalhes.

Orce com um agente de viagem as passagens Brasil-Praga-Viena-Amsterdã//Paris-Brasil e Brasil-Praga//Paris-Brasil. Orce no http://www.skyscanner.net os trechos Praga-Viena e Viena-Amsterdã (hoje estão baratíssimos, 30 euros cada trecho, para vôos em dezembro). Veja o que sai mais barato. Mas leve em consideração que o barato pode sair caro, se você levar mais do que a bagagem permitida.

Veja os trechos de trem em http://www.thalis.com , mas só compre se encontrar promoção. Se não encontrar promoção, deixe para comprar na Europa.

Roberta
RobertaPermalink

Riq muito obrigada...
A cada minuto que passa vou ficando mais confiante em fazer a viagem sem pacote...
Agradeço a gentileza da Sylvia...e a sua...estou a cada minuto mas fortalecida...hahaha
Mas vou continuar por aqui no blog...pois ainda falta muito...até janeiro...tenho que dar conta...tenho que pegar muitas informações...
Muito obrigada
Abraçoss

Gisele
GiselePermalink

Roberta, não sei se ajuda a minha ( falta de ) experiência...mas eu tb estou na primeira viagem ao Velho Mundo.
Eu e meu marido estaremos por lá em Dezembro, ou seja, no inverno e garimpamos toda nossa viagem sozinhos em sites como o google, tripadvisor , Thalis, Renfe, hostelbooks e etc...
E claro, pegando dicas de pessoas generosas como as deste blog.
Não tenha receios, o importante é você não ter sonhos e expectativas de viagem "perfeita".
Toda viagem tem seus percalços, seja nacional ou internacional.
Nós estamos curtindo muito a fase de preparação e já dando boas risadas, tentando advinhar os imprevistos e "roubadas" que possam acontecer.
Com fair play, fica tudo mais fácil.
Espero ter te incentivado,
Abraços

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Gisele:
grin
grin
grin

Gisele
GiselePermalink

Obrigada, Ricardo.
Só acho injusto não ter a enquete onde ensina a fazer...e assim eu tb poder usar carinhassmile)

Sylvia
SylviaPermalink

Gisele :
Encosta o mouse nas carinhas e tens a receita ( dá um espaço depois)

Cristina
CristinaPermalink

Roberta,
Minha primeira viagem a Europa foi de pacote há 10 anos e desde então cada vez que volto tem uma primeira viagem a um país ou mais que ainda não conheci e sem pacote e sozinha. Pacote normalmente para primeira viagem ou é muitos dias um lugar só ou uma correria e milhões de tours que eles embutem que vc nem curte a cidade.

Vc já tem uma vantagem: excelentes companhias!!!! smile E o VnV vicia mesmo!!!

Teu roteiro tá show. Londres 4 dias tá ótimo, qq dúvida depois de ler isso tudo, pode perguntar, eu ia lá 2 vezes por ano no meu antigo trabalho (buá... agora eu só viajo aqui...). Amsterdam 3 dias tá ok, só discordo da galera acima pq para mim Viena vale 3 dias e Praga 2. Murillo, peguei chuva e frio lá em Maio e sou a única pessoa deste site que preferiu Viena e Bruges à Praga rsrs Aliás Bruxelas numa tarde vc vê tudo, no outro dia vai a Bruges e parte para Paris!

E o Eurotunnel é o que a Sylvia disse: nada demais. Senti uma pressão danada no ouvido há 10 anos qdo fui. E viva a Easyjet e a Ryanair!

Gisele
GiselePermalink

grin

Gisele
GiselePermalink

Obrigada Sílvia,
grin grin grin grin

Roberta
RobertaPermalink

Riq, Gisele, Sylvia e Cristina...estou mais tranquila...mas aqui em casa sou eu que vejo tudo Gisele...pois meu jeito é esse...eu gosto de pesquisar as coisas...aliás não vivo sem net nunca mais na vida...e adoro compartilhar também...
Cristina eu agradeço e vou querer sim suas dicas...mas eu estou pensando que quero chegar em Paris...
Parece que cada dia que passa vamos ficando com mais intimidade com o local a ser visitado...penso que por isso a segurança...
Cristina ha uns 15 dias eu sonhei com tarifa aerea...de tanto que li o Aquela Passagem do Rodrigo...e fui fazendo as dicas todas...mas acho muito bacana tudo isso...
Beijoss e muito obrigada novamente gringrin

Roberta
RobertaPermalink

grin

Roberta
RobertaPermalink

grin grin vamos ver...tem que ter espaço hahaha será??

Majô
MajôPermalink

Priscilla,
Você pediu sugestões de passeios a partir de Paris.
Versailles você pode ir de trem. Castelos do Loire, você pode pegar um tour em hotel, eles fazem uns três castelos em um dia, dá para visitar bem cada um.
Mas, veja se vocês estão indo à Paris pela primeira vez, aproveitem para andar a pé, é uma cidade lindíssima. Acredite, só andar a pé pela cidade já é o máximo.
Sentem na mesa de um bar para tomar café, na calçada, e veja a vida passar, o parisiense faz isso. wink

Eneida
EneidaPermalink

Posso fazer um manifesto em favor do Eurostar??
Obrigada smile
É o seguinte:
Concordo com a Sylvia que o eurotúnel é só um túnel, lá embaixo você não vê nada... Maaaaas, acho que é a melhor forma de viajar entre Londres e Paris para quem tem poucos dias na Europa. Eu sei que é mais caro que viajar de avião low cost, mas se você contar que sairá do centro de Londres (tanto Waterloo quanto St. Pancras são também estações de metrô) e que chegará no centro de Paris, já é uma economia a se pensar. Agora o momento não tem preço é você não ter que enfrentar o caos que é o check-in das companhias low cost (pelo menos na minha experiência) e nem os procedimentos de segurança todos dos aeroportos (até tirar o sapato agora eles pedem!) podendo chegar na estação com meia hora de antecedência. O trem é pontual, rápido e confortável. Ah! E se você for viajar durante o dia, dá para ver um pouco do sul da Inglaterra e do norte da França.
Pronto, falei!!!

Sylvia
SylviaPermalink

Perfeito Eneida !
É isso mesmo , tanto que fiz ida e volta Londres-Paris-Londres com o
Eurostar smile
O que falamos aqui é que viajar no Eurostar não é um "programa" por
si só. O trem não é uma atração , é apenas o melhor meio de transporte
entre dois pontos ( o melhor, mais rapido, mais conveniente e mais caro )

Mari Campos
Mari CamposPermalink

Sylvia, nem acho que seja o mais caro necessariamente, não: a nova passagem custa 29 libras por trecho, o que dá menos de 60 libras no total, limpinhas, sem nenhuma taxa extra, e o cara pode comprar com pouco tempo de antecedência. Para conseguir uma low cost mais barata, tem que ser bem organizadinho e ter planejamento - ou dar sorte lol
Aproveitando... vc não vai dar suas dicas "ainda não listadas" de BsAs, não???? mrgreen

Sylvia
SylviaPermalink

Já coloquei Mari , no post dos Destemperados da semana passada smile
Agora estou surtada tentando achar uma saida para usar minhas milhas
TAP que tem que ser transferidas para a TAM u-r-g-e-n-t-e !!
E não consigo ter a menor minima ideia para onde ir sad sad
Tem que ser em abril para qualquer destino que a TAM voe na America
do Sul ... já enlouqueci com as mil conexões ( eca ) que não quero fazer..
Pra onde eu vou ?????

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Mari, só existe essa tarifa de 60 libras (87 euros) para ida e volta; eles não vendem só a ida por 30, não. Vale a pena jogar fora a volta, claro, mas comprar só a ida é impossível.

http://www.eurostar.com/UK/uk/leisure/travel_information/before_you_go/fares/london_ashford_to_paris.jsp

E mesmo assim ela não é fácil de achar, não...

Para uma viagem dessas -- 2 horas e 15 minutos centro a centro -- eu concordo com a Eneida: sou trem sem pestanejar! Acho que vale o sobrepreço.

Mas não dá pra prometer que todo mundo vai conseguir essa tarifa descontada, porque não vai...

A continuar o caos aéreo mundial, eu acredito que o trem de alta velocidade em viagens até 3 ou 4 horas vá continuar bem mais caro do que o avião...

Andrea S. B.
Andrea S. B.Permalink

Sylvia,
BsAs. É claro!
E se você me ver com os posts do VnV numa mesa de bar, por favor se apresente! Vai ser uma mini-VnV!!!!!!

Andrea S. B.
Andrea S. B.Permalink

Ricardo:
Acho que uma de suas melhores boas dicas e que todo mundo deveria adotar, é a gente tentar incluir o máximo de trechos aéreos na Europa na nossa passagem transoceânica (ixi!!).
Pouca gente sabe que indo com a Ibéria para Paris dá prá parar em Barcelona na ida e em Madrid na volta (ou vice-versa não necessariamente nessa ordem). Ou que, prá ir a Paris com a KLM, dá prá parar em Amsterdam na ida ou na volta. E os custos são irrisórios...
Acho que o Rodrigo poderia explorar mais isso prá gente, né?!
Ah! E agora tem também a Varig fazendo SaoPaulo-Paris-Roma-SaoPaulo.

Mari Campos
Mari CamposPermalink

Sylvia, tô tão Lelé que passei batido nos seus comentários lá, acredita??? eekops: Em termos de América do Sul, tirando BsAs, é claro, tô com idéia fixa no Peru e em La Paz para minhas milhas no começo de 2008... serve?

Riq, é vero, vc tem toda razão (pra variar... wink ). Mas é que eu, que AMO viajar mas ODEIO voar, sempre preferirei mesmo trens para trechos de até 3h30, ainda que fiquem mais carinhos ...

Roberta
RobertaPermalink

Sylvia , Riq e Cia...preciso de voces...gostaria da ajuda quanto a localização dos hoteis...se é facil pra se locomover...pois não tenho a minima idéia...

Londres: The Best Western Phoenix Hotel

Paris: Hotel France Eiffel

Grata
Bjuss wink

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Roberta:

Esse Phoenix fica em Bayswater, uma das localizações preferidas da Carla http://idasevindas.wordpress.com em Londres. O Frommer's recomenda.
http://www.frommers.com/destinations/london/H31341.html
http://www.phoenixhotel.co.uk/
http://www.tripadvisor.com/Hotel_Review-g186338-d192081-Reviews-Best_Western_Phoenix_Hotel-London_England.html

O France-Eiffel fica num cantinho do 15o. arrondissement. A Torre Eiffel fica perto, mas o resto da cidade é meio longinho -- você vai enfrentar uma viagenzinha de seis, sete estações de metrô, pelo menos. Há localizações mais interessantes. Mas tem um metrô pertinho, a três quadras (Charles Michels, linha 10, Boulogne Pont de St. Cloud-Gare d'Austerlitz). Não consigo achar um site próprio; pelas fotos parece bonitinho.
http://portugal.hotels.com/hoteis-franca/hoteis-paris/france-eiffel-hotel/
http://www.tripadvisor.com/Hotel_Review-g187147-d233588-Reviews-France_Eiffel_Hotel-Paris_Ile_de_France.html

Roberta
RobertaPermalink

Riq muito obrigada...
Qual seria uma localização mais interessante?? como nunca fui...aceito todas as sugestões...wink

Roberta
RobertaPermalink

wink

Joao Paulo
Joao PauloPermalink

Aproveitando a boleia de Paris...qual é o teu restaurante preferido, aquele que repetes sempre, Ricardo(de preferencia no Marais ou em Sain Germain)?
Vou lá passar o proximo fim de semana e apetece-me mudar de hábitos, se bem que é dificil comer mal em Paris...
Um abraço

Eunice
EunicePermalink

Roberta,

Todas as vezes que vou à Paris fico no mesmo hotel: http://www.hotel-cecilia.fr/. Motivos: localização e tamanho dos quartos e banheiros. Devem existir muitas opções melhores, na mesma faixa de preço, mas como gostei dele, nem procuro outro.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Roberta, os bairros de que gosto mais em Paris são o Marais, a île Saint-Louis, Saint-Germain, Montparnasse e Bastille.

Às vezes, porém, mais importante do que o ambiente do bairro é a proximidade de uma linha importante do metrô, que te leve a muitos lugares em poucas estações e com o mínimo de baldeações.

Eu gosto da linha 4, Porte d'Orléans-Porte de Clignancourt, que, apesar de ser lenta e serpenteante, proporciona conexões com quase todas as outras...

http://www.urbanrail.net/eu/par/paris.htm

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

João Paulo, vou a Paris com uma freqüência infinitamente menor do que mereço!

O único lugar onde sempre consegui voltar foi à fila da sorveteria Berthillon... smile

Ah, e ao La Coupole e ao Pied de Cochon mrgreen

Minha última estada foi no ex-tre-ma-men-te longínquo 2001. Segui dois roteiros gastronômicos. Um, pensando nos meus leitores da revista Vip, só de restaurantes moderninhos (só bobagens, Buddha Bar, Georges, um lugar que fazia filé ao molho de Coca-Cola cujo nome esqueci, enfim, nada memorável). O outro foi bem mais interessante: fui conferir bistrôs recomendados pelo Jeffrey Steingarten ("O homem que comeu de tudo"; "Deve ter sido alguma coisa que comi"), da Vogue. Desses, voltaria sem dúvida ao Épi Dupin e ao L'Avant-Goût.

O relato completo está aqui:
http://www.freires.com.br/materias.asp?qual=2&materia_id=41

Joao Paulo
Joao PauloPermalink

Ricardo, obrigadissimo pela sugestão e pelo artigo do link.
Delicioso,claro!
Ando com o teu hotel na Île Saint Louis debaixo de olho mas ainda não foi desta que conseguir atraiçoar Saint-Germain...
Quanto ao merecimento de vir a Paris, é simples...

Roberta
RobertaPermalink

Oi Riq...
Muito obrigada mesmo...
Agora estou na busca...mas aceitando todas as sugestões sempre...
Bjus wink

Adriane
AdrianePermalink

Aproveitando o assunto França e restaurantes, acabei de receber a newsletter do Fodors e tinha um artigo a respeito, com avaliações de alguns restaurantes. Se o link não funcionar, o nome do artigo é "Paris Restaurants we enjoyed september 2007".

http://www.fodors.com/forums/threadselect.jsp?fid=2&tid=35075040

Carol
CarolPermalink

Deixei esse comment no post "Europa: avião, trem ou carro", mas como esse post está bombando, resolvi copiá-lo aqui também, ok? (Marinheira de primeira viagem, e ainda iniciante no blog é fogo...)

Pretendo ir à Europa (pela primeira vez!) ano que vem, provavelmente no segundo semestre. Penso em fazer uma viagem de 20 dias. Irei com a minha mãe.
1) Com esse tempo, é possível fazer (bem) Lisboa-Barcelona-Paris-Roma-Veneza? É um bom roteiro para iniciantes? Aceito outras sugestões...
2) O transporte entre tais trechos (não necessariamente nessa ordem) deve ser feito como: avião, trem ou ônibus? - Do que li até agora por aqui, me parece que a melhor opção é avião, né? Talvez Roma-Veneza haja outra alternativa?
3) Como as distâncias são grandes, vai sair muito caro?
Desde já agradeço a ajuda de vocês...
P.S.: conheci o blog essa semana e é o meu primeiro post, de muitos que virão, eu imagino...