A primeira viagem à Europa

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Ponte Carlos, Praga

Se você vai aproveitar o real valorizado para realizar o sonho de viajar à Europa, entenda: não dá para abraçar o continente inteiro de uma vez só. Mas veja pelo outro lado: a Europa é como os melhores vinhos – vai melhorando com o tempo. Se você só pode viajar à Europa de dez em dez anos, saiba que daqui a uma década aquele pedaço que você não conseguir visitar agora vai estar ainda mais interessante.

Não tente fazer por conta própria o roteiro das excursões.
Nas excursões dá certo porque existe um ônibus sempre a postos, um motorista que sabe por onde está rodando e um guia que leva direto ao que ele acha mais importante. Na vida real você vai precisar fazer tudo sozinho – achar o endereço do hotel, andar de metrô arrastando mala e decidir o que fazer a cada momento. É muito mais divertido, mas leva muito mais tempo. Evite o pinga-pinga, parando em todas as cidades que se atravessarem no seu caminho. Procure dedicar pelo menos quatro dias inteiros para cada grande capital do seu roteiro. (Senão, deixe para a próxima.)

stpaul450.jpg

Não compre a passagem antes de resolver o itinerário.
É incrível, mas isso acontece com mais freqüência do que se imagina. O passageiro compra a passagem mais barata e depois é que vai tentar descobrir um jeito de cobrir o resto do roteiro. As viagens mais complicadas – como costumam ser as primeiras viagens – normalmente são melhor resolvidas quando você chega por uma cidade e volta por outra (e faz vários trechos aéreos internos que, quando comprados junto com a passagem intercontinental, podem sair mais em conta do que viajando de trem ou com companhias aéreas de desconto).

munique400.jpg

Trem não foi feito para dormir.
Passar uma noite no trem é uma bela experiência: não é lá muito confortável, mas rende ótimas histórias na volta e, vá lá, economiza uma noite de hotel. Fazer disso uma rotina, porém, é uma das maneiras de estragar a sua viagem. (Se é para dormir em beliche em meio a desconhecidos, prefira o albergue.) O trem é perfeito – e insuperável – em trajetos diurnos de até três ou quatro horas. Mais do que isso, considere o avião.

hamburgohbf450.jpg

Carro? Só em viagens pelo interior.
Mesmo depois da invenção do GPS, o carro continua não combinando com viagens longas pela Europa. Nas cidades grandes, carro é um estorvo: o trânsito é complicado, o estacionamento é difícil e caríssimo. As auto-estradas são ótimas, mas passam ao largo das paisagens mais bonitas e dos vilarejos mais pitorescos. Só alugue carro para explorar regiões delimitadas, com estradas vicinais, mirantes e paradas gastronômicas.

renault450.jpg

Reservar antes sempre é melhor.
Viajar sem rumo definido e sem hospedagem reservada é para quem tem tempo sobrando. Se você vai passar quinze, vinte ou trinta dias na Europa, não vale a pena perder meio dia toda vez que chegar a uma cidade. Faça suas reservas antes de sair: quanto maior a antecedência, melhores serão os hotéis que você conseguirá na faixa de preço que procura.

A Europa está nos detalhes.
Europa não é só igreja e monumento. Em vez de dar tanta importância aos cartões-postais que você não verá ao vivo na sua primeira viagem, dedique-se a viver os aspectos que são comuns a todas as cidades européias. Andar a pé e de transporte público; xeretar o pequeno comércio; sentar num café e ver a vida passar; comer coisas simples, feitas do mesmo jeito há séculos, são prazeres imbatíveis, que só se encontram no continente europeu. Não gaste seu dinheiro indo até a Europa só para ver. Use também os outros quatro sentidos, e você vai aproveitar muito mais.

nice450.jpg

A primeira viagem à Europa (II)

Pensando bem, a menos que você volte sempre para os mesmos lugares, toda viagem à Europa é uma primeira viagem. Cada vez que planejamos férias por lá, as mesmas dúvidas vêm à baila. Que cidades incluir e quais deixar de fora? Quantos dias em cada lugar? Avião, trem ou carro? O assunto rende um livro. Mas aqui vão algumas dicas para ajudar a montar o seu itinerário.

Procure reduzir o pinga-pinga.
Por mais cidades que você queira incluir no seu roteiro, evite dormir uma noite em cada lugar. Os procedimentos para entrar e sair de hotéis tomam tempo; carregar bagagem exaure a paciência. Eleja cidades-base de onde você possa fazer pequenas viagens bate-e-volta sem precisar carregar as malas o tempo todo. Numa primeira viagem de 15 ou 20 dias, o ideal é escolher três ou quatro cidades principais. Você vai se surpreender com a quantidade de lugares interessantes que você vai encontrar a até 1h30 de trem de distância.

veneza450.jpg

Simule os horários e os tempos de viagem de trem.
As melhores viagens de trem são as que duram até três, no máximo quatro horas, e não tomam a melhor parte do seu dia de férias. Para descobrir como o seu roteiro se comporta nos trilhos, simule suas viagens no site das ferrovias alemãs (http://bahn.hafas.de/bin/query.exe/en). Mas atenção para a pegadinha: use o nome das cidades nos idiomas locais (Venezia e não Veneza, Wien em vez de Viena). Assim você fica sabendo que a viagem mais curta entre Barcelona e Roma dura 18 horas, mas que de Viena a Budapeste são apenas 3 horas.

horariostrem600.jpg

Descubra as companhias aéreas low-cost da sua rota.
As Gol e as BRA da Europa são muito mais barateiras que suas congêneres brazucas. Comprando com antecedência, você consegue passagens de até 10 euros (com taxas, a conta costuma começar em 40 euros). Para saber quais companhias operam vôos no seu caminho, consulte o Skyscanner (www.skyscanner.net), que informa (em português!) rotas, disponibilidade e preços, já com todas as taxas incluídas.

Escolha seus hotéis com base na opinião de outros viajantes.
Qual o melhor hotel, na faixa de preço que você pode pagar, que esteja disponível nas datas em que você precisa? Sites como o TripAdvisor (www.tripadvisor.com) e Venere (www.venere.com) buscam essa informação baseados na experiência de hóspedes de verdade. Para a Europa, o melhor é o Venere, que organiza as resenhas por bairros: em vez de pesquisar a cidade inteira, você vai direto na localização que mais lhe interessa.

teresa450.jpg

Quanto mais países, melhor?
Não adianta: para a maioria dos viajantes, a primeira viagem a Europa é sinônimo de passar pelo máximo de países no mínimo de tempo. Se esse for o seu caso, deixe as grandes distâncias da Península Ibérica, do sul da França e talvez até da Itália para uma próxima; se você zanzar ali pelo norte da França, Bélgica, Holanda, Alemanha e Inglaterra, a cada três horas vai estar num país diferente, ouvindo um novo idioma. (Em contrapartida, se você quer saber qual é o melhor lugar da Europa para fazer uma viagem de um país só, a resposta é fácil: Itália.)

englischer450.jpg

Se você já foi à Europa, encerre a viagem na sua cidade favorita.
Gostoso mesmo é poder voltar a lugares como Paris, Londres, Roma ou Barcelona sem precisar bater ponto em absolutamente nenhum cartão-postal. Termine seus giros europeus sempre no mesmo lugar, e em três viagens você e sua cidade favorita estarão íntimos.

Leia também:

Europa: quantos dias em cada lugar?

Europa: avião, trem ou carro?


1049 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Fabio Nitschke Gomes
Fabio Nitschke GomesPermalink

Heubert, concordando com a Sylvia: não tem resposta certa...

Quando viajar pra Europa é uma ocasião muito eventual (como é para a grande maioria das pessoas), acho que há uma certa tendência de querer ver o máximo de lugares possível - talvez tentando compensar aquela sensação de "não sei quando vou poder voltar"... smile

Pessoalmente, acho que se vocês conseguirem domar esta "ansiedade" e dedicar mais tempo a cada cidade, a viagem tende a ser mais, digamos, "profunda" e marcante!

Aceita uma sugestão de roteiro? Que tal uns 15 dias na Itália (Roma, Florença/Toscana, Veneza) e uma semana em Paris e arredores?

Quer um bônus? Vá pela KLM e desmembre sua passagem de volta, dedicando no mínimo umas 2 noites/2 dias inteiros para Amsterdam (tipo chega 6a-feira bem cedinho e sai na manhã de domingo).

Hum, show de bola! Já vai dando aquela coceirinha...

Boa sorte e ótima viagem! wink

Heubert River
Heubert RiverPermalink

Amigos!!!
Sensacional!!! Como é bom postar uma duvida e pessoas amistosas te responder!!

Muiiiitiiisimo obrigado!!! A vcs e vou seguir idéias dos dois (Fabio e Sylvia)!!!

Realmente a duvida existem e estamos tentados a fazer o seguinte:
Chegamos em Paris:
- 4 dias em Paris e remediações
vamos para Roma de avião
- 4 dias em roma e remediaçoes
vamos para Toscana - de carro
- 2 dias em Toscana
vamos para Florenza - de carro
- 2 dias em Florenza
Vamos para Veneza - Devolvemos o carro
- 2 dias em Veneza

Com isso sobra uns 3 a 4 dias que acho que vamos dar um pulo em Amsterdam e voltamos de lá.

Acho que vai ser uma boa!! Contarei tudo para vcs!!

E prometo fazer o que vcs fizeram comigo. Ou seja, ajudar os viajante de primeira viagem para a Euroa.

Conheço EUA, Mexico, Chile e Canadá e no Canadá foi maravilhoso!! La Cidadelle em Quebec é Magico!! duvidas pode perguntar!! hehe

Abraços.

Fabio Nitschke Gomes
Fabio Nitschke GomesPermalink

Legal, Heubert! Tá ficando bacana...

Sugestão: considere ficar um pouquinho menos em Amsterdam (lembre-se que é o "bônus" da viagem, não o principal...) e dar mais um dia a Paris e outro pra Roma - 4 dias pra cada uma delas pode ser pouco pra uma boa primeira visita, enquanto Amsterdam dá pra ter uma boa idéia geral da cidade em dois dias (inteiros).

Também não sei se você precisa de carro pra estes trechos na Itália, não... De trem é fácil e rápido, e nestas cidades o carro é mais problema que solução.

Dá uma pesquisada aqui pelo blog que tem umas dicas de como se locomover pela Toscana, tendo Florença como "base".

Boa sorte! wink

Annie
AnniePermalink

Ola,
Gostaria de elogiar o site de vcs!
Bem, estou indo para a europa fazer um mochilão do dia 24 de agosto a 21 de setembro com meu namorado. Já fizemos o roteiro mais de 2000 vezes... queria uma opiniao de vcs...
comecamo^s:
Madri (3 dias - 1 em toledo) -trem
Barcelona (3 dias) - voo low cost p praga
Pagra (3 dias)
Viena (1 dia) - ida de barco p budapeste
budapeste (2dias) - voo low cost
veneza (2dias)
Lago Magiore (norte da italia) 1 dia
Cinqueterre (2 dias)
Florença (3 dias)
Napoli ( 2 dias - 1 capri e 1 positano+pompeia) corrifo neh:??
Roma (4 dias)

Queria uma opiniaooo... ta muito corrido neh...

Agradeço!!!!!

Arnaldo - FATOS & FOTOS de Viagens

Acho o roteir, em princípio, bem legal! Acho apenas que um dia em Viena é pouco e 4, muito em Roma, 3 muito em Florença.

Sylvia
SylviaPermalink

Annie :
Quer saber mesmo ?
Achei maravilhoso o roteiro de vcs .Parabens !! lol
É um periodo otimo , o clima deve estar perfeito ...
A unica alteração que talvez vcs possam fazer é ficar um dia a
menos em Florença para ter um pouco mais de tempo disponivel
para o sul pois o melhor de Capri é Anacapri e Pompeia demora
um tempão para ver ( o que vcs podem fazer é ir já daqui com um
roteiro enxuto e bem definido de Pompeia para não se " perder"
nas ruinas smile )
Adorei de verdade , é o roteiro perfeito para um mochilão vip.

Fabio Nitschke Gomes
Fabio Nitschke GomesPermalink

Bom, Annie, você mesma já disse! smile Mas com alguns ajustes talvez fique mais viável...

Pra começo de conversa, tenta "juntar" Florença com Cinque Terre e considerar estes 5 dias como "Toscana" - parece só uma questão semântica, mas pode te ajudar. Dá uma busca aí pelo blog que tem umas ótimas dicas de como explorar a Toscana usando Florença como "base".

Idem pra Roma: soma os dois dias de "Napole", pois com seis dias em Roma talvez dê pra você fazer um bate-volta de um dia pra Pompéia - também tem algo assim já escrito por aí...

Um dia em Toledo ok, agora dois dias em Madrid... Se vocês curtem museu, tente no mínimo três dias para não desperdiçar a visita.

Das outras cidades vou deixar o pessoal opinar, ainda não pisei pros lados de Viena, Praga, Budapeste...

Boa viagem! wink

Daniel Schneiderman
Daniel SchneidermanPermalink

Eu tb vou dar uma mochilada lá pelo leste, mas preferi não fazer nada muito corrido não. Vou ficar 4 noites em Praga, 4 em Viena, 4 em Budapete, 3 em Varsovia, 3 em Cracovia... tenho medo de se por algum problema (atrasos aereos, etc) acabe ficando sem tempo para ver tudo que quero, além de poder ver tudo com calma. Em Madri fiquei 5 dias e foi corrido. Fui no Prado, no Reina Sofia, no Thissen, no Palacio Real, 1 dia para Toledo... e só.

Annie
AnniePermalink

Muito obrigada pelas dicas!
Gostaria de ficar mais tempo no leste europeu... mas... o tempo não permite... e não posso voltar a europa e nao ir a Praga...e nao passear pelo danubio...

Sobre Madri, resolvi colocar mais 1 dia... realmente 2 é mt poucoo...
assim fico 7 na espanha (3 madri/ 1 toledo/ 3 barcelona)

Sylvia vou seguir a sua dica... menos 1 dia em florença e mais 1 em napole... (estou pensando em dormir um dia em capri ou em positano... dicas de bb ou albergue?? vale a pena?? ou é melhor ficar em Napole mesmo? tive essa ideia pq vi umas fotos de capri e positano... e são lindissimos... que acha??)

Mais uma perguntinha... conhecem algum albergue ou bb em cinqueterre, pq estou c dificuldades de encontrar 1 baratinho... qual é a melhor das vilas para ficar em cinqueterre??

Muito Obrigada...

Sylvia
SylviaPermalink

Annie: Dorme em Sorrento , Positano é caro e Napole longe.
http://www.hostels.com/es/it.so.html
http://www.sorrento-online.com/english/bedandbreakfast.htm
http://www.nomad.com.br/destinos/viagem.asp?pag=0&id=114&id_hist=328

Quanto a 5 terre , tenta o B&B do Marco :
http://www.bedandbreakfastmarco.com/
Levanto é perfeito para as cinco terras , é a primeira antes de Monterosso

cyro
cyroPermalink

Não consegui achar na Web a seguinte informção: para quem mora no Brasil, mas tem dupla cidania ( uma européia ) exige-se, em vaijem para a Alemanha (ou outro pais da UE ) também, o seguro saude no valor de 30.000 Euros?
O cidadão da UE, partindo do BRasil, não teria o direito de tirar, no primeiro país europeu em que chegar, a carteira europeia de saude, e assim ficar coberto ?
Agradeceria a quem pudesse informar .

GiraMundo com Jorge Bernardes

Cyro,

Os cidadãos europeus não precisam comprovar que dispõem de um seguro saúde para entrar em outro país da UE.

Entretanto, para que tenham atendimento em um outro país da União, precisam sim da carteirinha que precisa ser tirada no seu país de origem, no seu caso na Alemanha.

O procedimento para emissão da carteirinha varia de país para país (embora a carteirinha seja sempre a mesma), então verifique com o consulado alemão se existe alguma outra forma para vc tirá-la sem que vc necessariamente tenha que ir à Alemanha.

GiraMundo com Jorge Bernardes

E vc não precisa apresentar a carteirinha para entrar em outro país da UE, mas se não tiver, corre o risco de não conseguir atendimento se precisar.

cyro
cyroPermalink

Jorge,

Muito obrigado pela dica.
Irei verificar no Consulado e colocarei a resposta aqui , pois poderá ser util para outras pessoas.
Valeu !

Marcelo Zeppelin
Marcelo ZeppelinPermalink

Olá amigos,

Minha viagem, setembro, será de 26 dias, já retirados os dias de ida e volta da Europa.
Não estou interessado em conhecer pontos entre estas cidades que sei, são maravilhosos, mas sou operário e não tenho todo o tempo do mundo.
As cidades e a seqüência será:

Milão
Barcelona
Marrakech no Marrocos
Lisboa
Madri

Eu to perdido em relação a:

1) tempo que devo ficar em cada cidade;
2) meio e tempo de locomoção entre uma cidade e outra;

Vocês poderiam me ajudar?

Abraços e obrigado.

Marcia
MarciaPermalink

Oi pessoal !
Acabei de voltar de Portugal e vou deixar aqui registrado um pouquinho do que passamos lá...espero que ajude ...
Alugamos um carro, pois viajavamos 3 adultos e 1 criança.
Primeiro fomos a terra dos meus pais..uma aldeia no norte de Portugal..
De lá partimos para Évora...foi uma esticada, mas como os dias são longos fica bem mais fácil viajar...Évora é linda ! Dormimos lá 2 noites..mas dá pra conhecer tudo com calma em 1 dia e ainda relaxar. Ficamos hospedados no "Residencial Os manueis". Reservei pelo booking.com Pageui 50 euros num quarto duplo com cafe da manha...É bem básico, mas charmosinho e o atendimento pelos donos é ótimo!

Depois fomos para o Algarve e ficamos na Praia da Falésia (Albufeira) que é bem bonita. Infelizmente só tínhamos 2 dias...ficamos no hotel Stella Marris (de novo reservado pelo booking.com) e paguei 80 euros num quarto triplo que tinha sala, varanda, cozinha...muito bom ! Tudo novinho mesmo ! O atendimento não era nada especial, mas para mim que fui com o meu filho de 2 anos o hotel foi ótimo pela cozinha, tinha piscina e um parquinho ótimo. Além disso ficava super perto de um centrinho com mercado e vários restaurantes.
Lá conhecemos Praia Dona Ana, Ponta da Piedade, Praia do Beliche e Praia da Rocha....todos belíssimas ! Mas se eu tivesse mais tempo ficaria mesmo em Sagres ( a Praia do Beliche é linda mesmo ! ) que está menos "tomada" pelo turismo...
De lá partimos pra 5 dias em Lisboa...fomos a Obidos que é imperdivel...um belo passeio a 1 hora de Lisboa. Sintra, Cascais e fomos as principais atracoes de Lsiboa: Torre de Belem, Castelo Sao Jorge, eletrico, Oceanario, Chiado...
Comemos sempre muito bem ! Nem conseguiamos escolher muito, mas ou demos muita sorte ou come-se realmente muito bem por aqui.
Ah..em Lisboa ficamos no hotel dom carlos park...esse foi mais carinho, mas o quarto era muito bom, o cafe tb e ficava pertinho do metro.

Enfim a viagem foi bem cansativa (rodamos cerca de 1600km de carro), mas valeu muuito a pena !

Abs!

Marcelo Zeppelin
Marcelo ZeppelinPermalink

Pessoal,

Resolvi mudar o roteiro que escrevi logo acima, pois percebo que nas viagens também é preciso descansar, sob o risco da exaustão vencer o entusiasmo.

Minha viagem, setembro, será de 26 dias, já retirados os dias de ida e volta da Europa.
Não estou interessado em conhecer pontos entre estas cidades que sei, são maravilhosos, mas sou operário e não tenho todo o tempo do mundo.
As cidades e a seqüência será:

Milão
Barcelona
Valência
Madri
Toledo

Eu to perdido em relação a:

1) tempo que devo ficar em cada cidade;
2) meio e tempo de locomoção entre uma cidade e outra;

Vocês poderiam me ajudar?

Abraços e obrigado.

Sylvia
SylviaPermalink

Marcelo :
Bem diferente do usual este teu roteiro de 26 dias ...
Tens algum interesse especifico em Milão e Valencia ?
Vais visitar amigos ou trabalhar ?
É tua primeira viagem a europa ?
Se for tua primeira viagem e não tiveres nenhum compromisso alem
de passear eu alteraria completamente o roteiro sad
Para mim , um dia em Milão, um em Toledo, um em Valencia,
dois em Madri e tres em Barcelona ( quatro se fores a Figueres)
é bom e suficiente.
São nove no total e doze incluindo os dias de viagem.

DUANA
DUANAPermalink

Gostaria de saber se existe alguma forma de evitar a fila para subir à Torre Eifel.

Mari Campos
Mari CamposPermalink

Duana, fila sempre tem. Se for no verão, pior ainda. Uma boa é ir bem no finzinho da tarde, comecinho da noite - não tem mais quase ninguém e dá pra ver o restinho do pôr-do-sol lá de cima e,de quebra, esperar um pouquinho para ver as luzes da torre se acenderem lá de cima.

Mari Campos
Mari CamposPermalink

Marcelo, eu concordo com a programação da Sylvia. Só acrescentaria mais um dia em Madri e, caso vc abra uma exceção pra visitar alguma coisa entre as cidades, Salamanca, na Espanha, que é minha paixão, a duas horas e meia de Madri.

cyro
cyroPermalink

A informação que fiquei de postar para cidadãos da UE residentes no Brasil : quando forem a Europa, se o pais visitado não tiver acordo bilateral com o Brasil para atendimento saude
( A Espanha e a Itália, p. ex. tem ) o viajante só poderá ser atendido em casos de urgência, com a apresentação do passaporte da UE. Para tirar a Carteira Europeia de Seguro Doença, que dá direito a atendimento em qualquer país do espaço Schengen, é preciso apresentar atestado de residência num dos paises do dito espaço Schengen, provando pelo menos 6 meses de residência ).

Sylvia
SylviaPermalink

Duana , se não te importares de subir de escada a fila é bem pequena
( 5 min )

Beto
BetoPermalink

Sylvia, you are bad, so bad.

Beto
BetoPermalink

Isso é ingrêis?

Sylvia
SylviaPermalink

Tu achas meesmo Beto ?
Na ultima vez que estive lá fui de escada só pra não ficar na fila,
e achei bem interessante ..
Já que eu tinha que ir mesmo , pq não fazer diferente ? smile

Marcelo Zeppelin
Marcelo ZeppelinPermalink

Sylvia e Mari,

Agradeço as dicas.

Já fui à Europa sim. Uma vez a serviço e só pude conhecer Nürenberg e a outra a passeio onde conheci Paris, Bruxelas, Amsterdam e Londres. Também 26 dias nesta segunda. Meu estilo de viagem é assim mesmo, devagar e sempre ......sabem que aquariano viaja legal né?
Vou aproveitar conhecer Milão porque é o ponto de chegada do meu vôo, mas a meta é a Espanha, tanto que volto por Paris e não vou nem sair do Aeroporto CDG. Vai ser só conexão.
Incluí as dicas de vocês:

Milão - 4 dias
Barcelona (com bate volta para Figueres) - 8 dias
Valência - 4 dias
Madri - 6 dias
Salamanca - 2 dias
Toledo - 2 dias

Quanto ao trajeto Milão --> Barcelona, não tem jeito....vai ter que ser aéreo. É muito longe.

Quanto à distribuição dos dias, se quiserem dar mais um pitaco.....

VALEU

Sylvia
SylviaPermalink

Marcelo, eu tb sou aquariana lol
mas continuo não entendendo o que pretendes fazer em Milão
tanto tempo, só se fores ao Lago Como .
Mas se tiveres certeza disso ( eu ficaria dois dias no maximo)
olha lá no blog do Arnaldo o que e como fazer
http://interata.squarespace.com/
Quase todos os blogs que tem atalhos aqui no VnV tem sugestões
e ótimas dicas , dá uma conferida !

Arnaldo (FATOS & FOTOS de Viagens

Se me permite dar pitaco, Marcelo Zeppelin, eu acho MUITO tempo 4 dias inteiros em Milão e 8 em Barcelona (mas claro que Barcelona é infinitamente melhor do que Milão). Madri, também merece menos tempo, amenos que vc destine uns 3 desses 6 dias para ir a Toledo, Ávila e Segóvia. Toledo é uma cidade que se conhece em um dia. Dá uma passada no meu blog que tem matérias sobre Barcelona, Madri, Milão e muito mais. Abraço!

Mari Campos
Mari CamposPermalink

Marcelo, também acho particularmente muito tempo em Milão. Também sou do tipo que gosta de ficar bastante tempo em cada cidade (em Paris fico pelo menos 10 dias cada vez que vou), mas Milão... sei lá... fiquei 3 dias e já não tinha mais o que fazer no terceiro. A não ser que vc queira dar um pulinho em cidadezinhas da redondeza.

Carla2
Carla2Permalink

Marcelo, também acho que vc vai se entediar com 4 dias em Milão. Entretanto, dá até para fazer um bate-volta a Veneza, de trem. Ou seja, dos 4 dias, 1 seria dedicado a Veneza. Aí talvez vc ache 1 dia em Veneza pouco - que tal dormir lá e aproveitar a atmosfera especial do lugar? Aí seriam 2 dias em Milão e 2 em Veneza, e vc não vai morrer de tédio nem de arrependimento... smile

Sylvia
SylviaPermalink

Marcelo :
Tu falas em conhecer Milão por ser o teu ponto de chegada.
Ok , um dia chega tá?
Como tua " xará- de- nascença " vou dar uma sugestão para incrementar
teu roteiro :
1- chega em milão
2- trem para Florença a tarde
3-florença
4- florença
5-florença veneza de trem a tarde
6-- veneza
7- veneza
8- veneza barcelona de avião low cost ( www.skyscanner.net)
voos diarios com alpi eagles desde 29 euros
9- barcelona
10- barcelona
11- barcelona - figueres - barcelona
12- barcelona
13- barcelona
14-barcelona valencia
15-valencia
16-valencia
17 e 18 podes aproveitar e ir a Ibiza
voos desde 30 euros com a vueling
19 - valencia madri de avião( desde 26 euros com iberia e spanair)
20 a 25 madri e arredores
Lembra que Milão pode ser visto em uma tarde (!) e que a hospedagem
é cara demais para o que oferece.
Aproveita enquanto existem estes voos low-cost Veneza-Barcelona
( e enquanto Veneza não desaparece sad )

Marcelo Zeppelin
Marcelo ZeppelinPermalink

Obrigado pelas dicas pessoal.....

VALEU.

conexaoparis
conexaoparisPermalink

Ola.
Criei recentemente um blog: http://conexaoparis.wordpress.com . Informações sobre Paris. Moro à 23 anos nesta cidade.Gostaria da sua opinião.
Obrigada
Maria Lina

Sylvia
SylviaPermalink

Riq, tem um ponto a mais no endereço ai de cima , tem que apagar
senão a pagina não sobe ( o ponto depois do com )

Oscar Huri
Oscar HuriPermalink

Ola pessoal vcs podem me ajudar????
O que acontece tenho um grupo na faculdade, e estamos programando a nossa viagem de formatura em um tour, pela europa...
Só que temos algumas duvidas, iremos passar um mês.....
Qual seria o minimo que devemos levar??
E há possibilidade de arrumar um trabalho ou algo parecido apenas por 2 ou 3 dias no máximo, assim possamos ter mais reservas,

Agradeço muito se vcs puderem ajudar

Sylvia
SylviaPermalink

Oscar , complicada essa tua pergunta pois a Europa é muito grande,
não dizes para onde vão nem em que período do ano ...
Te aconselho a ler detalhadamente este post aqui desde o inicio
( e o "vai viajar de trem pela europa" tambem ) para poderes entender
como é que planejamos uma viagem .
Cada um tem uma maneira de viajar e de gastar , vais ver que podes
pagar ( dependendo da epoca do ano e cidade ) 30 euros por uma cama
e mais 30 euros por dia para comer , mas ainda tem as entradas nas
atrações, o transporte interno ... se fores fazer um mochilão economico
na baixa estação podes pensar em 70 euros/dia como um minimo
e 100 euros/dia como media.
Como em geral os preços nominais na europa são muito parecidos com os daqui, pensa assim : se fosse uma viagem pelo Brasil , quanto
irias gastar por dia ? Coloca um pouco mais ( 15% a 20%) em cima
das despesas diarias projetadas para o Brasil e converte para euros.
( o resultado vai ser quatro vezes mais em reais )
Trabalhar lá anda bem dificil , mas quem sabe ?
Em alguns lugares cortar grama e arrumar jardim é possivel
( mas e as ferramentas ?) ; em outros distribuir panfletos na rua
tb dá para arrumar um troco smile

Tatiana
TatianaPermalink

Bem, estamos ( eu e mais 3 amigas) planejando uma viagem para a Europa. Pretendemos passar 25 dias.
Pensamos em começar pela Holanda- Amsterdã (3 dias), ir de ferry para a Inglaterra- Londres (4 dias), ir de avião para a Espanha-não sei qual cidade, gostaria de conhecer Zaragoza (3 dias), depois ir de trem para a itália parando em Marseille para dormir no meio do trajeto (7 dias). De Veneza, ir de trem para Austria-Viena, passar 6 dias (visitando também Praga e Budapeste) e voltar para Amsterdã para passar o resto dos dias curtindo calmamente...
O que vcs acham? Nunca fomos à Europa...

Pablo
PabloPermalink

Tatiana, leia o post da Sylvia anterior ao seu. Logo: gaste um tempo fuçando esse blog que terá mais informações para fazer seus planos. Transporte, consulte o www.skyscanner.net para orçar passagens aéreas de baixo custo, muitas vezes é mais barato que de trem. Às vezes vale mais a pena ficar mais tempo em menos lugares do que pingar demais.

Karin
KarinPermalink

Pessoal, tenho uma pergunta que não é exatamente sobre a Primeira Viagem (de turismo) a Europa, mas sim a primeira viagem de Estudos a Europa...Alguém poderia me dizer se Malta é um bom lugar para estudar ingles? É um bom investimento ou se a Irlanda seria melhor? E se é verdada que além do maltes e do ingles também fala-se italiano em Malta. Obrigada!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Lindenberg, faz muito tempo que eu não vou a Roma. Quem implica muito com a região em torno do Termini é a Sylvia smile É que o lugar não é propriamente bonito e tem muito hotel ruim na área...

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Karin, quem este há pouco em Malta foi o Arnaldo do Fatos & Fotos de Viagem http://interata.squarespace.com . Vai lá que você acha muita coisa interessante sobre o país.

Que eu me lembre, a sinalização de rua era bilíngüe maltês-inglês; se eles falarem italiano, vai ser mais ou menos como os marroquinhos que falam espanhol -- pela proximidade (a Sicília está ao lado) e pelas possibilidades, ahn, comerciais que isso proporciona.

O clima em Malta é incomparavelmente melhor que na Irlanda. Mas tem um fator que, para mim, pesaria a favor da Irlanda: o sotaque irlandês fica exatamente no meio do caminho entre o britânico e o americano (o sotaque americano é derivado do irlandês).

Karin
KarinPermalink

Ricardo, obrigada pela resposta. Levarei muito em consideração o que disse quando decidir finalmente para onde irei. Acho que depois de estudar, para viajar pela Europa a melhor escolha é a Irlanda.

Arnaldo (FATOS & FOTOS de Viagens)

Riq, é isso mesmo. Os malteses falam inglês e maltês. Se falam italiano, é exatamente como vc mencionou, ou seja, igual aos marroquinos, que falam o francês fluentemente como segunda lingua depois do árabe, e o espanhol para atenderem aos turistas (dado à proximidade do país com a Espanha, a mesma de Malta com a Itália).

Malta é considerado um doe melhores (e mais econômicos) países para aprendizado do inglês (com sotaque da Inglaterra) e há inúmeros cursos de imersão e opções de hopedagem. Além de tudo tem um clima muito mais agradável e próximo do tropical, com praias e tudo.

Arnaldo (FATOS & FOTOS de Viagens)

Minha opinião acerca de hospedagem na região da Stazione Temini é a seguinte: MUITO perto dela é MUITO ruim, com frequência e aspecto ruins como ocorre em quase todos os países do mundo nas proximidades de estações ferroviárias (exceto na Suíça alemã, por exemplo). Quanto MAIS se afasta (na Via Nazionale, por exemplo) da Termini, melhoram todas as condições (freqüência, hospedagem e aspecto), assim como sobem as tarifas de hospedagem, na mesma proporção, ao ponto, por exemplo, de perto do Forum Romano, ser bem caro. A lozalização não é, turisticamente falando, das piores (eu daria nota seis), portanto, não ficará mal localizado quem hospedar-se na região da Termini. Todavia, um bom hotel nessa região vai custar o mesmo do que um outro em regiões melhores em termos turísticos.

Arnaldo (FATOS & FOTOS de Viagens)

O LINK para MALTA é:
http://interata.squarespace.com/jornal-de-viagem/2006/9/12/valleta-a-capital-de-malta.html

(lembrem-se que há mais de uma matéria sobre o país);

Sobre HOTELARIA em ROMA, também escrevi uma pequena matéria que pode ser útil:

http://interata.squarespace.com/jornal-de-viagem/2006/4/28/roma-hotelaria.html

Abraços a TODOS!

Sylvia
SylviaPermalink

Roma Termini é a mais barra pesada de todas as estações da Italia
(mais do que Napoles ) pois ali se concentram todos os desocupados,
e os ciganos particularmente que são ousados e inconvenientes.
Chegar e sair é mais do que desagradável , e eu não vejo nenhuma
razão para se hospedar em um local ruim ( não sou eu quem digo,
são os romanos smile)

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Sylvia e Arnaldo: falaram e disseram! lol

Mas só agora eu vi que tinha postado esse comentário no post errado -- o Lindenberg fez a pergunta sobre o Termini lá no post do trem eekops:

Vou copiar os links dos comentários de vocês.

Tatiana
TatianaPermalink

Eh... acho melhor repensar o roteiro... talvez deixar a Espanha para uma outra vez... mas falaram que a viagem de trem da espanha pra italia é simplesmente maravilhosa!!! Vou repensar tudo direitinho... Valeu a dica, Pablo.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Tatiana, ir da Espanha até a Itália de trem, praticamente sem parar pelo caminho, é só chato... qualquer viagem de mais de 3 horas de trem (vá lá: de mais de quatro horas) é muito chata.