Check-up

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Minha crônica no Guia do Estadão de hoje.

checkup

Enquanto vocês brincavam de ficar paranóicos com a gripe suína, eu me divertia com o meu primeiro check-up – aquele que a gente nunca esquece.

Pensei que não ia acabar nunca. Fiquei uns dez dias entretido com a coisa; sempre tinha um feriado a atrapalhar um jejum ou inviabilizar um procedimento qualquer.

Cheguei ao primeiro laboratório com uma lista de exames maior que a minha lista de supermercado. Escondido da atendente, um potinho com aquilo que entre adultos polidos chamamos de “número dois”. Tudo bem que o meu nome do meio, Schmitt, não é lá muito fácil de escrever. Mas ela também não precisava me registrar como “Schiit”. Precisava?

A bateria mais séria foi feita uma semana depois, num hospital. Fiz o check-in, digo, o cadastro, e logo me botaram uma pulserinha cor-de-rosa. Pouco tempo depois eu já me sentia num cruzeiro all-inclusive de exames.

A doutora que fez o meu ecocardiograma espirrou duas vezes durante o exame. Tentei me lembrar como é que se deseja “Saúde!” em mexicano, mas não consegui.

Já no teste ergométrico o doutor desatou a digitar loucamente no computador. Fiquei pensando se existe alguma família de tipos adaptada para a profissão – um Helvética Garrancho de Médico, ou um Times New Roman Ilegível.

Antes do ultrassom, me dei conta de que se trata de um exame tão avançado, mas tão avançado, que já não tinha hífen antes mesmo da reforma ortográfica.

O pior me aguardava no finzinho. Me disseram -- ou sonhei, sei lá -- que meia dúzia de eletrodos seriam plugados no meu peito, ligados a um aparelho que monitoraria o meu coração por 24 horas. E que, por causa disso, eu precisaria ficar totalmente desplugado por todo esse tempo. Para alguém que é mantido vivo por aparelhos (basicamente, um laptop e um roteador), esse era um exame de altíssimo risco. Sinceramente, não sabia se conseguiria sobreviver.

Ops, alarme falso. O monitoramento era de pressão. Me amarraram um aparelho no braço que inchava de vinte em vinte minutos e me fazia sentir incrível. Um incrível Hulk de araque. Mas não havia incompatibilidade nenhuma com eletrônicos. Disse a enfermeira: “É pra levar uma vida normal. Só não dá pra tomar banho”. No que eu devolvi: “É pra levar uma vida normal de francês, então”.

Mas o mais grave de toda a situação é que eu transmiti o check-up inteiro pelo Twitter.

Eu sei: o sujeito que tuíta o próprio check-up é doente.

30 comentários

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Já ouvi espanhol falando "Geraldo" (wtf?????) qdo espirrei.

Riq, só vc mesmo pra transformar twittadas em crônica. Show !

Passou no exame ou foi pra recuperação ? wink

Ricardo Freire

Os resultados saem hoje, mas a consulta de retorno com o médico é só daqui a quinze dias mrgreen

Leca
LecaPermalinkResponder

Já li a crônica hoje pela manhã, acompanhada de um bom café grin

Foi através dela, inclusive, que soube do teu nick e consegui te seguir lá no Twitter. Agora vou relacionar o texto às suas tuitadas, rs.

Um beijo!

penas
penasPermalinkResponder

Boa! #xereta: Voce pulou o exame de próstata ou baleiou no dia?

Ricardo Freire

Hahahaha, o assunto foi examinado no exame de sangue (PSA) e ultrassom.

Nada suficientemente excitante para tuitar mrgreen

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

lol
lol
lol
Posso imprimir e levar pro meu check up ?
Assim troco a ansiedade por gargalhadas !

Guilherme Lopes

No jornal tinha os links?

; )

Ricardo Freire

Sás que eu pensei nisso?

:cool:

Tati Klix
Tati KlixPermalinkResponder

Rá, Riq, agora só falta nos diz que tá tudo bem!

Dani G.
Dani G.PermalinkResponder

Wikipediando:

Na cultura da língua Espanhola, normalmente se usa "Salud". Em alguns lugares também se fala "Jesús". A pessoa então agradece com "Gracias".

(o espanhol que eu conheci confundiu Jesus com Geraldo?) eek

Thiago Parente

Como sempre textos maravilhosos. Check up tuidado ao vivo c/ direito a resumão blogado.

Marcie
MarciePermalinkResponder

que legal! aatchiim, agora é só esperar que os resultados aatchiim sejam tão bons quanto a cronica aatchiim. Não, não estou com a "gripe"..agora que parou a chuva, minha alergia aatchiim está com tudo, ((:

Guilherme Lopes

Hehehe...

LucianaM.
LucianaM.PermalinkResponder

A alergia não larga do meu pé. Toda vez que dou um meio espirro as pessoas me olharam com uma cara... Tô vendo a hora que vão me oferecer uma máscara...
Me contaram que tinha um cara vendendo máscaras na hora do rush perto do metrô da Carioca. Só pode ser brincadeira! Será que a nóia tá tanto e eu não percebi?

Camila
CamilaPermalinkResponder

Não é qualquer um que transforma uma bateria de exames em um texto tão legal! Morri de rir acompanhando pelo twitter, mas agora tudo reunido ficou ainda melhor! wink

Edu Luz
Edu LuzPermalinkResponder

Estava meio baixo astral.
Como é que eu vou contar pra alguém que uma crônica sobre um checkup me fez ter "frouxos" de riso !! Xonguesca!!

CarlaZ
CarlaZPermalinkResponder

Muito legal!
Como não estava on-line, vi uma coisa aqui outra ali no twitter...juntando tudo ficou muito engraçado!

Zé
PermalinkResponder

Hehe, muito bom lol

Meu check-up se resume a um exame de colesterol e só!

Agora, minha maior preocupação é quando chegar a idade para fazer o exame de próstata eekops:

Emília
EmíliaPermalinkResponder

Morri de rir no Twitter... e agora aqui!
PS: Pelo menos agora...só no ano que vem! Só não vale demorar para fazer o retorno wink (Estou criando coragem para fazer o meu...)

Silvia Oliveira - Matraqueando

Mooorrro de medo de check-up... até porque no último apareceu um feijãozinho dentro da minha barriga. Fiquei três dias em estado de choque. Quatro meses depois descobri que, na verdade, era uma feijoa... que completa um ano no fim do mês. hohohoho!
Bão, lendo seu testemunho em que - entre mortos e feridos todos se salvaram... acho que devo fazer um novo check-up. E se aparecer outro feijãozinho resolvi que... a culpa é sua! wink

Graciele
GracielePermalinkResponder

Estava divertidíssimo no twitter, mas o texto conseguiu ficar ainda mais engraçado. smile

Claudia Pimenta

mais um texto sensacional! sou sua fã desde que o viaje na viagem (o livro) foi lançado e acompanhei o check-up no twitter: ótimo como sempre! parabéns pelo bom humor!

Arnaldo - Fatos e Fotos de Viagens

Me desculpe eu não ter comentado antes sobre essa ótima (lugar comum) crônica, mas HOJE foi o MEU dia de check-up. Só que é o meu décimo. E o décimo a gente esquece dez minutos depois

Guilherme Lopes

Quem está precisando de um check-up é o Twitter!

Ah, parece que o google teve um susto ontem.

Vou lançar um plano de saúde para as mídias sociais.

; )

Ricardo Freire

RESULTADO NO AR!

And the winner is... winners?

Júlio Castro
Júlio CastroPermalinkResponder

Zé, depois dos 40, colonoscopia, psa e o toque.Mas se o doutor for legal ele passa o telefone celular dele ,Mas vc ainda tem cincos pela frente,né.heehee

Júlio Castro
Júlio CastroPermalinkResponder

Riq, é bom tb sempre que possível medir as vitaminas .Tem um tal de beta caroteno e vitamina A, não podemos descuidar.

Ernesto o pato.

Riq

Boa sorte! Estas coisas são chatas mesmo...

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Chorando de rir rsrs So tive como ler hoje pq sexta eu tava com a Sylvia, o Mário e os meninos dos Destemperados ;-P

Sandríssima
SandríssimaPermalinkResponder

Nem sei que dia é hoje, mas li agora... Como sou (fui) enfermeira, depois adm de empresas convertida a hospitalar, com formação e deformação em gestão em saúde, tenho a declarar: o check up é necessário, mas um saco!!!!
E, bem narrado por vc, tem sempre um feriadinho, uma festinha, um encontrinho, um docinho imperdível, para atazanar e/ou atrasar os exames e consequente jejuns.
Vai estar tudo oK, bom humor esteriliza as células e previne doenças... ABS

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar