Vai por mim: Tulum

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Castelo, Tulum

A duas horas de carro -- por estrada duplicada -- de Cancún, Tulum sempre esteve no menu turístico da península de Yucatán. Ficam aqui as ruínas mais fotogênicas do México: pequenos templos e casas de patrícios de uma importante cidade portuária maia, que podem ser fotografados contra a água azul-bebê do Caribe.

Tulum

Para bons entendendores, porém, a praia que fica à direita do Castelo (o mais importante dos edifícios do sítio arqueológico) serve como trailer para o que vem depois.

Tulum: praia do sítio arqueológico

Pois aconteceu que, nos últimos anos, alguns dos que vieram até aqui por causa das ruínas acabaram ficando -- mas por causa das praias, do sossego e da falta de infra-estrutura.

Tulum: a praia

Ao sul das ruínas começa uma praia que se estende por mais de 20 km, até o santuário ecológico de Sian Ka'an, uma reserva ambiental protegida.

Tentei comprar, mas não entregam em casa

A rede elétrica não chega à beira-mar -- mas isso não impediu que fosse ocupada por hoteizinhos pequenos, alguns deles bem charmosos (outros apenas fuleiríssimos), que se intitulam "eco" e, em vez de ar condicionado ou TV, oferecem... ioga.

Menu do dia

A energia é de gerador (a combustível ou eólico) e a água nem sempre é quente (pelo menos não pelas 24 horas).

Bangalô do Azúcar

Ou seja: se Playa del Carmen é a Arraial d'Ajuda de Cancún, então Tulum seria uma mistura de Praia do Espelho (pela beleza da praia e pelo tipo de ocupação), Caraíva (da época que não tinha luz) e Trancoso (pelo tipo de público).

Bar do Zulúm

Mesmo sem infra, os bangalôs chegam a custar mais de 200 dólares na alta temporada (15 de dezembro a 31 de janeiro); fora dela, dá para conseguir belos descontos. (Nesse momen
to, de baixíssima temporada atrapalhada ainda mais pela gripe suína e pela crise americana, dá para descolar um bangalozito charmoso até por 100 doletas.)

Bandiera blanca, amor...

A praia é sensacional para caminhar -- parece um dos nossos praiões da Bahia, só que com o mar do Caribe.

Eu evitaria os hotéis da praia Paraíso, que fica perto das ruínas e consegue ficar farofada mesmo agora nessa baixa (um hotel badalado nesse trecho é o Mezzanine). Tampouco ficaria no trecho da praia em que as pedras formam enseadinhas, por não haver espaço para caminhar (o destaque dessa zona é o Zamas).

Ocho Tulum

O melhor trecho começa no km 5, quando a praia se torna totalmente livre e desimpedida. Por ali você deve fazer cotações entre o Zulúm, o La Zebra, o Ocho (o bar de praia mais bochinchado), o Azúcar e o Amansala. Fazendo questão de bangalôs de alvenaria, fique entre o Ana y José e a ala nova ("Corazón") do Nueva Vida de Ramiro.

tulum-praia1

Quem quiser ar condicionado e água quente o dia inteiro pode ficar na cidade -- um povoado bem pobrinho -- e ir de carro, táxi ou bicicleta à praia (que fica a 5 km). O hotel mais bacaninha é o Hotel Latino; eu fiquei no Don Diego de la Selva, que é simpático. Ambos são boas opções para mãos-fechadas

Montar base em Tulum não é bom apenas para curtir uns dias de praia, praia e mais praia; dá para fazer um passeio de canoa pela reserva de Sian Ka'an, ir às ruínas de Cobá (50 km) e mergulhar em cenotes.

Eu quero o emprego dessa moça! (Ela pode ficar parada, enquanto eu tenho que me virar pra descobrir isso tudo em 36 horas!)

Leia mais:

Para entender Cancún, Playa del Carmen e Riviera Maia

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

180 comentários

Renata
RenataPermalinkResponder

Ricardo já estamos em 2020 , você teria dicas atualizadas sobre Tulum?
Mudou muita coisa ?
A infra melhorou ?
Abraços
Renata Ribeiro

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! Quem responde é A Bóia. A região mudou bastante. Tulum hoje é um destino mais sofisticado/badalado do que rústico. Playa del Carmen perdeu faixa de areia e está bastante mais ocupada. Mas o principal é que toda a região hoje está sujeita a ondas de sargaço que podem chegar a qualquer momento e estragar a praia. Procure "sargassum Tulum" em inglês.

Há uma página no Facebook que monitora o sargaço na região:
https://www.facebook.com/RedSargazo/

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar