I-94: preste atenção ao canhoto do cartão de entrada nos EUA

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Canhotinho do formulário I-94

Os Estados Unidos montam um grande aparato de imigração na chegada aos Estados Unidos. Mas na hora sair a coisa é bem menos rígida.

Já reparou que não existe controle de passaportes no embarque internacional? O seu passaporte serve apenas como identificação. Mas nenhum oficial carimba a data de saída.

É por isso que é importantíssimo ver o que fazem com o seu canhoto do cartão de entrada. O nome oficial deste formulário é I-94.




Você é responsável por guardar o canhoto (algumas vezes o oficial de imigração grampeia o papelzinho no seu passaporte, outras não). E é responsabilidade da companhia aérea recolher o cartãozinho na hora do embarque e repassar ao controle imigratório.

Caso não recolham o seu papelzinho, você pode ter problemas ao voltar aos Estados Unidos -- simplesmente porque o sistema não terá como registrar a sua saída. Você pode ser investigado por ultrapassar o período permitido de estadia. (Este período é concedido na chegada pelo agente de imigração: pode ser um, três ou seis meses.)

Neste caso, guarde o seu cartão de embarque do vôo de volta e siga essas instruções da Embaixada Americana em português (você vai precisar mandar o canhoto com a cópia do cartão de embarque para um endereço em Londres London, Kentucky).

Deixando os Estados Unidos por via aérea, o cartão só não vai ser recolhido pela cia. aérea se eles dormirem no ponto.

Mas se você sair dos EUA por via terrestre, realmente não haverá ninguém para recolher o seu cartão, então guarde todas as provas de que você deixou o país, incluindo passagem de ônibus iou trem ou recibo de devolução de carro no país vizinho.

Tenho, porém, uma boa notícia para quem sair por via terrestre e retornar também por via terrestre, ainda durante a permanência permitida: o seu canhotinho não-recolhido vai servir como cartão de reentrada aos EUA. Foi o que acabou de acontecer comigo. Saí dos Estados Unidos por Vermont sem passar pela imigração americana (só a canadense); na volta, por Niagara Falls, apresentei meu canhotinho, respondi a duas perguntas e pronto, estava de volta aos Estados Unidos sem precisar de novo carimbo.

Agradeço ao André Lot e ao Márcio Cabral de Moura pela idéia do post e informações importantes.

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire


153 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Claudio Motta
Claudio MottaPermalink

Voltei com a American airlines e eles não pediram nada! Lá vou eu para mais burocracia americana!!!

Guilherme
GuilhermePermalink

Achei que tinha sido só comigo! A American em Miami também não pegou, mas eu deixei com um dos comissários. Agora vou mandar uma carta para eles para confirmar! Que saco....

Marcia
MarciaPermalink

Saí em 2009 e não entreguei o formulario, estou voltando para la este mes. Como faço para entrar, não da mais tempo de regulamentar a documentação.Por favor se puderem me ajudem!!!

Camila Franzotti
Camila FranzottiPermalink

Também voltei com a American Airlines e não pediram!
Estou guardando, junto com o cartão de embarque da volta, e da próxima vez, apresento os dois juntos na entrada.
Espero que não tenha nenhum problema!

Maria Helena
Maria HelenaPermalink

Camila, o meu entendimento do post do Riq é q justamente vc não pode guardar e apresentar na próxima viajem!! Faça como ele disse e mande HOJE mesmo p/ o Kentucky seus papeizinhos todos!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Maria Helena! Recomenda-se guardar o original do cartão de embarque caso dê algum problema no Correio!

Dani G.
Dani G.Permalink

Riq, a minha saída pelo terminal da 7, da British em JFK, foi uma coisa q nao estava acostumada: só tinha uma oficial muito antipática, em frente a fila da segurança, q abria o passaporte, olhava p vc, falava alguma coisa (no meu caso disse q eu estava diferente da foto do passaporte, q é novinho, por sinal) e devolvia o passaporte, sem carimbar, sem nada.

No meu caso, não tenho o I-94 pq usei o passaporte belga, mas mesmo assim eu sei q é necessário um carimbo de saída (já tive um super problema c isso). Eu vi q ela não carimbou, mas achava q passaria por outro controle após passar pela securiry (que é o normal em todos os aeroportos), mas nada. Era só ali naquela fila mesmo. Achei estranho. E, fiquei encucada c isso. Já guardei cartao de embarque e até o ticket da bagagem, nunca se sabe, né ?

Andre L.
Andre L.Permalink

Dani G., eu também tenho uma segunda nacionalidade (italiana). No nosso caso, o formulário é verde, e o código é I-94W (W = waiver). Mas quem entra no Visa Waiver Program também preenche, desde 2009, o ESTA (Electronic Security Travel Authorization), e no ESTA já tem o número do passaporte (sem o que vc nem consegue embarcar para os EUA, seja qual for a origem do seu vôo), e o registro da saída é automático. Mas saídas por terra dos EUA para quem entra com Visa Waiver são ainda mais complicadas em termos da possibilidade de esquecerem de registrá-la.

Carmem
CarmemPermalink

Recolher, recolheram... mas o que será que fizeram com ele? Oremos!

Lorenzo Mendoza
Lorenzo MendozaPermalink

Caros,

Tive o mesmo problema agora voltando de Chicago em Março.

Não recolheram meu canhoto. Procurei a embaixada em São Paulo e a orientação é que se você saiu via avião então eles dão baixa pela lista de passageiros.

Pedem pra que não se envie nada para Londres, somente para aqueles que sairam por outros meios dos EUA.

Andre L.
Andre L.Permalink

Sim, Lorenzo, vc está correto. Com os novos procedimentos de checagem de listas anti-terrorismo, todos os passageiros não-americanos de aviões que partem com destino aos EUA precisam, de alguma forma, ter registrado os dados do passaporte e, com isso, a lista de saída da cia. aérea faz o cruzamento. O "raios" é quando vc sai por terra ou mar E não retorna aos EUA antes de voltar para seu país de origem.

Marcie
MarciePermalink

Várias vezes eles deixaram de recolher o papelzinho. Deixei dentro do passaporte e apresentei ao policial quando de uma próxima viagem. Nunca deu problema.

Agora, entre nós: é o fim da picada, nénão? Digo, se eles são tão preocupados em saber quem vai e quem vem, no mínimo deveriam melhorar o monitoramento da saída.

Daniele
DanielePermalink

Gente, só sai dos EUA uma vez em 2006. Na época fiz isso por um guichê digital no aeroporto Dallas, onde o próprio passageiro registra sua saída (com a digital) e c/ os dados da passagem e recebe na hora um papel c/ um código, comprovando sua saída (igual extrato de caixa eletrônico de banco).

Tenho este comprovante grampeado no meu antigo passaporte. Achei que era assim. Muito perigoso (e tabajara!) esse negócio de esperar que alguém pegue um papelzinho ou carimbe algo... Analógico demais p/ minha cabeça. Ainda mais em 2011!
Estou indo p/ lá mês que vem e volto pelo JFK, NY. Espero que eu não tenha problemas.
Se alguém tiver mais informações, divulgue por favor.

Andre L.
Andre L.Permalink

Esse registro voluntário, direcionado principalmente a vistos de longa duração, seria expandido como um controle de saída amplo, mas foi abolido em setembro/2007 pelos custos bilionários que implicaria (basicamente, dobrar a estrutura de imigração nos aeroportos).

Robs
RobsPermalink

Riq, meu marido entrou e saiu dis EUA por via terrestre (Laredo/ México) e realmente, na saida nao pediram nada. Chegando no Brasil, ele foi ao consulado do Rio, e pediram pra enviar o papel pelo correio pros EUA. No fim das contas ele nem enviou. Quando ele voltou aos EUA, desta vez entrando via avião, ele entregou o papel pro rapaz da imigração, e o carinha nem olhou. Amassou o papel, jogou no lixo e carimbou o passaporte :p

Lia
LiaPermalink

Em março entrei nos EUA pelo JFK com meu irmão. Em sua última viagem o canhoto do I-94 não foi recolhido e ele tb nem se incomodou em ir atrás de saber. Ao entrar comigo em março o oficial da imigração foi grosseirissimo e ainda passou o maior sermão nele. Foi bem chata a situação.

Ila Fox
Ila FoxPermalink

Já aconteceu comigo de não carimbarem e nem colocarem a minha entrada! O_o
Mas o papelzinho recebi pelo menos.

Claudio
ClaudioPermalink

Isso já não é mais assim há algum tempo. As aéreas são obrigadas a enviar a lista de passageiros com número do passaporte. Assim eles dão baixa na imigração. O I-94 é só para você andar nos EUA e provar até quando você está autorizado a ficar.

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

O controle é imperfeito, Claudio. Há vários relatos recentes aqui de gente que enfrentou perrengue por causa disso. Ninguém precisou voltar pra casa, mas passou por uma iimigração menos agradável do que o costumeiro.

mario
marioPermalink

Riq, caso aconteça de o I-94 permanecer afixado no passaporte, é só retirar. Nenhuma fonte oficial admitiria isso, é claro, mas é a presença do I-94 no passaporte que acaba chamando a atenção dos oficiais em uma reentrada. Reforçando o que o Claudio colocou bem, o controle se saída é feito eletrônicamente através dos manifestos de passageiros obrigatoriamente enviados pelas cias aéreas. Esse sistema hoje é em real-time entre as empresas e o DHS. Acontece algumas vezes até de pessoas que passaram do período de visita autorizado serem buscadas pelas autoridades de imigração já no finger, quase embarcando.
O I-94 é o documento que atesta que nossa presença lá é ou não legal, de acordo com a data. E é apenas um layer a mais nos controles de saída, que são primariamente de caráter migratório, e não de segurança. Observando o desprezo com que algumas companhias cuidam deles ao recebê-los de passageiros em conexão, isso fica ainda mais evidente.
É muito comum o I-94 ser esquecido no passaporte quando se vai dos Estados Unidos para o Canadá, ou quando se volta ao Brasil à partir de um voo doméstico que se conecta com outro internacional. Já aconteceu comigo, o que não mudou muita coisa pq eu depois voltei aos Estados Unidos na mesma viagem. Mas meu pai já voltou do Canadá para o Brasil duas vezes com o I-94 preso no passaporte. Eu nunca deixei ele fazer o procedimento oficial de correção disso. Simplesmente tirei o cartão e ele não só fez reentradas normalmente como também já fez renovação de visto após estes pequenos percalços.
Sem dúvidas que é melhor ficar atento e entregá-lo mesmo quando a cia aérea dorme. Mas, acontecendo, eu, pessoalmente, jamais entraria com ele afixado, nem chamaria atenção fazendo o procedimento oficial.
Um abraço e ótimo ´resto´ de viagem!

Márcio Cabral de Moura

Mario, não é bem assim, não.

Ano passado eu fui com a família para os EUA, via a fronteira terrestre com o Canadá de Vermont.

Estávamos em dois carros e o carro do meu cunhado demorou horrores para ser liberado. Depois descobrimos o porquê: ele tinha vindo ao Brasil em 2009, fazendo uma conexão em solo americano. Não pediram a ele o I-94 e ele não sabia que tinha que entregar. Pois bem, por isso constava como se ele estivesse nos EUA desde o final de 2009. Na fronteira de Vermont, ele não estava com o I-94 no passaporte, mas quase foi barrado (ou, pelo menos, teve que dar várias explicações). E olha que ele tem carteira de residente do Canadá.

mario
marioPermalink

Caro Marcio, provavelmente o seu cunhado, por ser residente no Canada, utilizou a carteira de residente dele e/ou passaporte brasileiro em diferentes passagens pela fronteira, por ar e terra ou combinando ambos, o que pode ter gerado o nome dele em duplicidade nos sistemas do DHS, entre outros possíveis motivos para os questionamentos adicionais que ele enfrentou.
Volto a afirmar que o controle de saída nos Estados Unidos, por via aérea, é feito por manifesto eletrônico e não por inventariação de I-94.
Não sei se você se lembra sobre o caso de quatro suspeitos de terrorismo que foram retirados de um voo da Emirates que ia do JFK para Dubai no ano passado. Eles haviam entrado legalmente nos Estados Unidos, mas seus nomes foram incluídos na no-fly list enquanto estavam no país. O DHS, ao receber o manifesto online do voo fechado, teve um de seus flags de segurança disparados e o voo foi ordenado a voltar ao gate quando já se encontrava taxiando.
Abs

Arlindo
ArlindoPermalink

Eu já passei por isso. Já tinha entrado nos EUA 5 vezes, mas um dia fui barrado por não ter entregue o I-94 na saída. Eu me lembro que entreguei, mas o que fizeram com ele é o que ninguém sabe. Fiquei umas duas horas respondendo as mesmas perguntas. Queriam me pegar em alguma contradição. Então falei para o agente federal que ele deveria ligar para o meu irmão que é cidadão americano e estava me esperando no aeroporto. Após conversar com o meu irmão por uns 5 minutos, ele resolveu deixar eu entrar. Foi aí que disse que eu não tinha entregue o I - 94 na minha última saída. Hoje eu guardo até a passagem da volta. E fico atento para ver o que a cia aérea faz com o I-94. Todo cuidado é pouco para evitar constrangimento.
ABs.

Walter F Leite
Walter F LeitePermalink

Sinceramente não sabia e não me atentei para tal. Agora fiquei por dentro e vou ter mais cuidado na minha próxima ida aos EUA.

Helio Salema
Helio SalemaPermalink

Eu perdi este papel antes de embarcar de volta de NY e a cia aérea disse que não haveria problemas. Agora vendo esta notícia, fiquei com medo de ter problemas na alfândega na minha próxima viagem. E agora?

Milton Lucio
Milton LucioPermalink

Prezados,
Só uma correçãozinha: Esta "Londres", na verdade, fica no Kentucky !!
http://goo.gl/maps/p2Zo

O endereço é da firma de TI terceirizada que presta serviço para o Governo Americano.

Também achava (e ainda acho) muito estranho, nos retornos que eu ja fiz (tanto em Miami quanto em NY), os oficiais do CBP não fazerem nenhum controle "mais" rigoroso na saida, como foi na entrada... no máximo, só uma olhadela para ver se a foto confere, mas não registraram nada em lugar nenhum.
Deixar este controle totalmente a cargo das cias aereas é algo que soa meio paradoxal, para quem vive nesta "neura" pós 11/09, né não ?

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Hehe, obrigado, foi a pressa! smile

Corrigido!

Marcela
MarcelaPermalink

Em Outubro/2010, a American Airlines não recolheu o meu I-94 (voo saindo de NY). Guardei-o junto com a passagem de volta, para apresentar na imigração quando eu voltasse aos EUA. Voltei agora em Abril (entrei por Miami). O rapaz da imigração não falou nem pediu nada, entrei tranqüilamente. Na volta, saindo de Las Vegas com AA, novamente não pediram. Ao despachar as malas, perguntei se era necessário devolver o I-94. A moça, então, grampeou o papelzinho no bilhete de embarque...

Ana Carolina
Ana CarolinaPermalink

Minhas cunhadas tb sofreram com o I94 no final do ano passado e estavam pesquisando sobre o que fazer - como não sei se solucionaram, vou mandar já o link e agradeço por elas!

Mirella
MirellaPermalink

Acho que comentei em um outro post sobre isso. Minha mãe passou o maior aperto no aeroporto de Atlanta quando estava retornando para os EUA. Quando ela foi para o Canadá no ano anterior, eles não retiraram o I-94 dela e depois deu pepino na reentrada aos EUA...
Mas se não me engano a validade do visto de entrada continua valendo por 6 meses, como você mencionou acima. Então pode entrar e re-entrar nos EUA com o mesmo I-94.
Uma dica para o Canada. O visto de uma entrada canadense dá direito a você entrar em sair dos EUA sem problemas durante a validade do seu visto, não precisando ter o de multiplas entradas (geralmente 6 meses). Mas só é valido para os EUA, se você for para o Mexico e depois quiser retornar para o canadá, aí precisará do visto de multiplas entradas smile

Mirella
MirellaPermalink

Ah sim.. mas tem que ter visto americano tb, né? O visto canadense não substitui o americano, tem que ter os doissmile

Márcio Cabral de Moura

Sério Mirella? Eu sempre pensei que fosse necessário o canadense de múltiplas entradas, mesmo para um pulinho em Niagara, por exemplo.

Sendo assim, acho que a sobrinha de minha esposa tirou o visto de múltiplas entradas canadense desnecessariamente.

Milton Cortes
Milton CortesPermalink

Marcio,
A Mirella esta correta... Confirmei esta informaçao pessoalmente no consulado Canadense, entao nao precisei pagar o de multiplas entradas ja que pretendo fazer o bate-volta entre Niagara e Buffalo...

Mírian
MírianPermalink

Cheguei mes passado de Nyc e fiquei louca!! Achando que ia dar problema, porque eu tenho passaporte italiano e nem I-94 dão. Depois de mandar email ate pra Obama, embaixada, etc resolvi ligar pra United e a atendente disse que não tem carimbo na volta. :-/
Resultado: tão nem ai pra quem sai, mas pra quem entra...

Thiago
ThiagoPermalink

Riq, olha o que achei:

. Esqueci de entregar o meu Cartão de Entrada e Saída (I-94/I-94W)? O que fazer?

Se você esqueceu de entregar o seu formulário de saída dos EUA, o I-94 (branco) ou o I-94 W (verde) que, em geral, é grampeado em seu passaporte, pode ser que sua partida não tenha sido registrada. Se você saiu dos EUA em vôo de companhia aérea comercial ou em navio de cruzeiro, sua partida pode ser verificada e não é necessário tentar devolver o I-94. Mas, é importante guardar tanto o formulário quanto o canhoto do seu cartão de embarque para mostrar ao agente da imigração em uma próxima viagem aos EUA. Se você saiu dos EUA por terra, barco ou avião particular, você precisa informar à imigração sobre a sua partida. Se não comprovar em tempo hábil, da próxima vez em que tentar entrar nos EUA ou solicitar visto, o CBP (U.S. Customs and Border Patrol) poderá concluir que você nunca deixou o país e que ultrapassou o período de estada legal. Se isso acontecer, seu visto pederá ser concelado e você pode ter que retornar ao seu país de origem imediatamente. Pelo Programa de Isenção de Vistos (VWP), visitantes que ficam nos EUA além do período permitido pela imigração, não poderão retornar aos EUA sem ter solicitar outro visto em um consulado no seu país de origem. Se você viaja pelo Programa de Isenção de Vistos por terra, para o México ou Canadá e, de um desses países, pega um vôo para os EUA, é imprescindível que registre a sua saída no caso do seu I-94 W não ter sido entregue a um agente da imigração. Se você viaja pelo Programa de Isenção de Vistos e sai dos EUA em vôo de companhia aérea comercial ou em navio de cruzeiro, não precisa se preocupar em registrar sua saída. Para enviar o seu I-94 e registrar sua saída dos EUA, enviar o formulário com outros documentos que provem a sua saída (canhoto do seu cartão de embarque) para: DHS – CBP SBU 1084 South Laurel Road London, KY 40744. Não envie seu formulário I-94 e outros documentos para consulados, embaixadas ou outros escritórios do CBP. Apenas no endereço acima é possível fazer correções nos arquivos de entrada e saída de passageiros. O escritório do London, Kentucky não responde correspondências e não poderá enviar confirmação de recebimento ou de processamento do pedido. Para mais informações, clique aqui

Fonte: http://www.embaixadaamericana.org.br/index.php?action=materia&id=7884&submenu=consular.php&itemmenu=86

Fiquei até mais aliviado agora ; )

carrico
carricoPermalink

Riq: Tô indo pela primeira vez aos EUA agora em julho e fiquei confuso com TODAS essas informações dos leitores, cada um dando uma dica diferente. No fim, o quê é prá fazer: caso não recolham meu cartão de entrada I 94, tenho de pedir para o cara da alfândega grampear no passaporte ou entregar o cartão para alguém da minha companhia aérea? Nesse caso, para quem entrego: aeoromoça, fiscal, piloto?! Fiquei perdido...

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Carrico!

Aqui quem responde é A Bóia.

Resumindo a história:

1) ao entrar nos Estados Unidos, o agente de imigração vai carimbar o seu passaporte e devolver o canhoto do formulário de entrada. Se ele não grampear o canhoto na folha do carimbo, use um clipe.

2) ao sair dos Estados Unidos, o funcionário da cia. área do check-in ou do portão de embarque deve retirar o canhoto.

3) caso o funcionário não retire o canhoto, guarde o canhoto e o cartão de embarque para comprovar que você saiu dos Estados Unidos, caso a sua saída não tenha sido registrada no sistema. Leve com você da próxima vez que entrar nos Estados Unidos.

4) se quiser desencanar mais cedo, siga as instruções da embaixada americana e envie o canhoto para o Kentucky

5) caso saia por via terrestre ou marítima e não volte para os Estados Unidos, não marque bobeira, porque neste caso não haverá nenhum registro da sua saída e você constará como ilegal no sistema.

Andre L.
Andre L.Permalink

Bóia,

O item #5 é o mais importante de toda essa lista! Cias. aéreas hoje em dia informam ao governo a saída, mas viagens de carro para o Canadá são o "buraco negro" desses controles.

Carmem
CarmemPermalink

Ola,

Entrei ilegal nos EUA e retorno ao Brasil semana que vem normalmente de aviao. Por eu ter entrada ilegal, obviamente nao possuo o I94. Como irao registrar minha saida?

Posso tentar tirar o visto no Brasil e entrar no pais?

Luciana Bordallo Misura

Diga que perdeu.

Carmem
CarmemPermalink

Ola,

Mas eu quero tentar o visto para os EUA, nao terei problemas na hora de entrar no pais?

Mô Gribel
Mô GribelPermalink

Riq, eu sei que aqui não é o lugar, mas qdo fui à Londres em 2009, meu voo tinha conexão na volta em Madri e carimbaram a entrada em Londres e a saída em Madri.
Pois qdo fui em março, eles não carimbaram na ida em Madri (tinha conexão lá), mas sim em Londres. Até aí tudo bem, só que na volta eles não carimbaram em Londres e nem em Madri, onde fiz a conexão novamente.
Eu perguntei 3x no aeroporto, mas me disseram que não carimbavam mais a saída. A pergunta que fica é: como eles sabem que saí de Londres e Madri, que são as imigrações mais chatas do planeta??
E tá certo isso?

carrico
carricoPermalink

Boia querida, agora sim ficou claro. Muito obrigado pelos esclarecimentos.

manolo
manoloPermalink

Na partida de NEWARK NJ, pela continental, fomos chamados a devolver o bilhete ou crtao de em epigrafre, so me causou estranheza quando na entrada do finger fui abortado por um policial que disse;me ser da customer, se eu sabia o que era customer, pelo seu nome muito comum e de um heroi cabeludo de cuba com um certo bone com estrela, perguntei se podia responder em espanhol, mas ele continuou a perguntar quanto dinheiro eu tinha e se sabia que nao podia portar mais de 10 mil dolares, dise que nao e a importancai que tinha entrado nos usa, ai me perguntou se tinha familia amigos e qual a finalidade da viagem, seu eu viajama muito sim viajo, ai eu disselhe que era policial retirado q trabalhei na imigracao de congonhas, quando havia so este aeroporto em sampa ai fui liberado, pergundo para mim mesmo pq se eu estou deixando os EEUU, acho que tenho de cara de arabe meu pai e portugues mouro, e tava de chinelo muito usado pelos arabes, sera que foi por isto, ou como alguem me disse era para saber se eu portava mais de 10 mil us$, logo eu, impossivel.

Priscila
PriscilaPermalink

Há exato 1 ano atrás estive nos EUA e amanhã retorno pra lá novamente. Só agora percebi que o bendito I-94 está grudado no meu passaporte, ou seja, a Delta não o recolheu. Mantenho ele afixado no passaporte e explico a situação na imigração ou retiro e deixo com eles verifiquem meu registro de saída acreditabdo que a Delta tenha realizado o envio da lista de passageiro, como dito acima? Me ajudem, por favor!!!

Ricardo Freire
Ricardo FreirePermalink

Eu levaria como está. Leia os comentários anteriores, há muitos pontos de vista sobre o assunto.

Priscila
PriscilaPermalink

Obrigada Ricardo! Vamos ver no que vai dar né? Depois conto como foi essa nova experiência...

Rebecca
RebeccaPermalink

Priscila, deu algum problema para você entrar nos EUA com o I-94 fixado e explicar a situação?

Eu vou ter que fazer uma conexão nos EUA para o Canadá agora em julho e tô bem preocupada! Fiz uma saída via terrestre (de carro) dos EUA para o Canadá e não retiraram o bendito canhoto!

Voltei para o Brasil em março de 2010 por Toronto! Não sei o que faço... Será que seria melhor enviar a cópia da documentação para o endereço de kentucky e ainda levar comigo os originais caso dê algum pepino?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Rebecca! É uma boa estratégia. Se ainda tiver o cartão de embarque do Canadá para o Brasil, melhor ainda.

Rebecca
RebeccaPermalink

Oi Boia, acho que vou fazer isso mesmo! Talvez enviar uma cópia pro local que eles falam pra enviar e levar os originais comigo! Acho meio impossível a documentação chegar a tempo (dentro de 1 mês lá) e regularizar tudo, mas vou tentar.
E será que o melhor é deixar o canhoto do jeito que está? Grampeado? ou deixo ele separado junto com o resto da documentação?

Renata Castro
Renata CastroPermalink

Pessoal,

Da primeira (dez/2009) vez q estive em NY as autoridades nem a companhia aérea ficaram com o meu I-94. Em dezembro/2010 resolvi ir pra lá de novo. Como estava fora da validade, tirei o formulário do meu passaporte e fui. Nenhum problema. Em abril/2011 fui mais uma vez a NY, dessa vez meu I-94 ainda estava válido. Deixei no passaporte achando que facilitaria minha vida na emigração. Não fez diferença nenhuma. O rapaz que me atendeu no JFK disse que eu não precisava usar aquele cartão pq toda vez que eu entrasse eles me dariam um novo (com validade renovada por mais 6 meses).
Agora, quando fui visitar minha irmã em Vancouver, resolvemos passear (comprar) em Seattle. Atravessamos a fronteira de ônibus (Vancouver-Seattle) e minha irmã pode reutilizar o I-94 dela que ainda estava na validade. Quem não tinha o I-94 (meu caso) precisou pagar U$6,00 para pegar o formulário e entrar nos EUA.

Abraços

maluisa
maluisaPermalink

Entao vejam se alguem pode me ajudar.
Eu fui para os EUA em 2007 com meu passaporte italiano, mais eu sai de la com meu passaporte brasileiro, pois eu tinha molhado e achei melhor sair com o brasileiro para nao ter problemas. so checaram meu nome com o da passagem na saida. queria voltar pra la daqui a 2 meses, sera q terei problemas com isso?se eu entrei com um passaporte e sai com outro? eu tinha ficado 1 mes passeando por la.

Andre L.
Andre L.Permalink

Retornando com seu novo - e seco - passaporte italiano, deverá solicitar a ESTA (Electronic Security Travel Authorization), como todo mundo que vai aos EUA no Visa Waiver Program. Se o site te aprovar, tranquilo. Caso contrário, será preciso pedir visto.

maluisa
maluisaPermalink

Ah eu nao tenho mais a passagem d volta mais tenho como provar q estava trabalhando aqui e estudando. sera q levo meu imposto d renda pra eles verem?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Maluisa! Para entrar com um passaporte brasileiro você precisa ter o visto americano em dia.

osvaldo
osvaldoPermalink

embarquei em maiami no final de abril2011 e no portao de embarque entreguei o bilhete juntamente com o passaporte e dentro do aviao percebi que nao retiraram o I 94, fui até uma das aeromoças e a mesma pediu que deixasse com ela pois a mesma solicitaria a baixa . e agora devo ficar tranquilo? o que vc accha

Marcel
MarcelPermalink

Por via aérea o controle de saída é feita pela lista de passageiros automaticamente, gente se fosse feito pelo i-94 eles teriam mais atenção com esse documento, podem ter certeza.

Cristina
CristinaPermalink

Fui de Vancouver para Seattle em 01-07 a voltei para Vancouver em
03-07. Estou com meu I-94 grampeado no passaporte. O agene da imigracao canadense viu meu i-94 e nao retirou ele. A quem eu deveria entregar ele? A minha entrada no Canada nao comprova minha saida dos Estados Unidos?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Cristina! Comprova mas o sistema americano não foi informado disso. Vale a pena informar as autoridades para não passar perrengues quando voltar.

Vinicius Vieira
Vinicius VieiraPermalink

Eu fiz intercambio nos eua em 2007 e fiquei 10 meses, voltei em 2008 por Miami e só agora percebi que o meu i-94 está grampeado no passaporte. Semana que vem viajo para a Europa, será que dará algum problema se eu deixar o i-94 grampeado ainda no passaporte? Ou é melhor eu tirar?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Vinicius! A Europa não tem nada a ver com o controle imigratório dos Estados Unidos grin

Fabio_DSF
Fabio_DSFPermalink

Estive 3 vezes nos EUA e NUNCA me pediram esse I-94 no embarque de volta, até hoje não tive problemas, tenho todos guardados lá em casa como recordação. Rsrs. Em minha última viagem, retornei no dia 4_jul e conversando com alguns amigos aqui do trabalho me disseram que poderia dar problema em minha próxima viagem, entrei em contato com o departamento aqui da empresa que auxilia na retirada de vistos e etc e recebi as mesmas informações que já disseram aqui, com o endereço de Kentucky e tudo mais, mas como nunca tive problemas, ficarei na minha e deixarei meu cartão de embarque na manga em minha próxima viagem.
Americano, chato do jeito que é, não deixaria isso correr solto se fosse tão importante. Não podemos, (nós Brasileiros), dar mais importância a isso do que eles, não acho que mereçam.
Sds,
@FabioDSF

Manoela Oliveira
Manoela OliveiraPermalink

Olá.. depois q uma colega notou problemas no dela.. agora fui olhar o meu e vi QUE::

A minha data de permanência.. que consta no I-94 ESTÁ ILEGIVEL!!! Nao consigo saber.. nao da pra ler.. a letra do cara ta horrivel.. tipo.. meu visto eh de intercambioo.. J-1, de 1 ano! Tem alguma outra forma de eu saber essa data de expiração??
Obrigada!!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Manoela! Se você tem um visto específico não há o que temer.

Thiago
ThiagoPermalink

Ano passado eu fui aos EUA e fiquei 6 meses. Meu visto J1 valia até 13/07, no formulário I-94 constava como data de saída D/S. Eu sai dos EUA no dia 20/07. Acha que isso pode ser um problema? Além do mas, meu I-94 ficou no passaporte.

Agora eu tenho outro passaporte brasileiro e estou indo para os EUA. Acho que eu tenho que levar os dois passaportes para mostrar o visto B2 válido em um e o passaporte atual.

Thiago
ThiagoPermalink

Informação da emabaixada:

Se você esqueceu de entregar o seu cartão de saída dos EUA, o I-94 (branco) ou o I-94 W (verde) e se você saiu dos EUA em vôo de companhia aérea comercial ou em navio de cruzeiro, sua partida pode ser verificada pelo Departamento de Segurança Interna (DHS) dos Estados Unidos, e não é necessário tentar devolver o I-94. No entanto, é importante guardar tanto o cartão quanto o canhoto do seu cartão de embarque da companhia aéra/navio, para, na próxima vez que for entrar nos Estados Unidos, apresentar ao agente da imigração do país.

Estou mais aliviado.

Nathália
NatháliaPermalink

E para a obtenção do visto?

Será que o fato de não ter entregado o I-94 atrapalha?

Eu voltei antes do meu visto de intercâmbio expirar, mas tb não me pediram o formulário quando desembarquei, por isso esqueci de entregar.

Agora estou querendo ir de novo, e estou com medo de me negarem o visto por causa disso!

Danilo
DaniloPermalink

Me parece que responderam isso no post logo acima.

Willian
WillianPermalink

Olá Ricardo.

Gostaria de aproveitar o tópico para fazer uma pergunta:

É possível entrar no Canada via TERRESTRE somente com o visto de turismo americano?
Acredito que a resposta mais oficialmente pronta é NÃO. Porém, uma empresa despachante me informou que no site do consulado canadense há a informação de que é SIM possivel. Porém não acho isso lá no site.
Minha intenção é somente ir a Toronto e ficar no máximo 1 dia... talvez horas.
Se puder ajudar, agradeço muito!

Willian
p-wpereira@bvmf.com.br

Andrea Bisaggio
Andrea BisaggioPermalink

Willian
Que eu saiba é que com o visto de uma entrada vc pode entrar e sair várias vezes no Canadá, caso esteja nos EUA. Mas entrar sem visto não pode não.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, William! Aqui quem responde é A Bóia. Não, não é possível para um brasileiro entrar no Canadá sem o visto canadense.

Apenas o México aceita o visto americano como substituto válido.

herculano joao
herculano joaoPermalink

oi willian,entrei nos eua ilegalmente pelo canada em 2006 e retornei ao brasil em 2010,voltei por jfk e o mostrei meu passaporte para fazer o checkin,agora conseguir o visto b1b2 ,minha duvida e a seguinte:quando eu passar pela imigracao eles saberao que eu sai dos eua?agora meu passaporte e novo e tem outra numeracao diferente do meu passaporte anterior,estarei viajando dia 01 de setembro e tenho medo de ser barrado....agradeco por sua atencao!!!

Flavia
FlaviaPermalink

Gente, voltei dos EUA em março e também não devolvi o I94...a data limite é nessa semana e não tenho o cartão de embarque guardado, apenas o I94. O que devo fazer? Devo me preocupar?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Flavia! É possível que a sua saída tenha sido registrada pela cia. aérea. Leve o I94 com você e esteja preparada para responder a eventuais perguntas.

Cibele
CibelePermalink

Também não recolheram o I-94 meu e do meu filho quando voltamos em março de 2011.
Liguei para a embaixada dos EUA no Rio e disseram que tem que enviar o I-94 mais os bilhetes de saída e provas de que você está em outro País, no caso Brasil, como extrato de cartão de crédito, comprovante escolar e etc.
Para:
ACS - CBP SBU
1084 SUL LAUREL ESTRADA
LONDON, KY 40744
EUA

Explicando o motivo do qual seu I-94 não foi recolhido e colocar:

NOME
DATA E LOCAL DE NASCIMENTO;
PAÍS DE CIDADANIA;
DATA DE CHEGADA AOS EUA
DATA DE PARTIDA AOS EUA;
TRNASPORTADORA AÉREA
NÚMERO DE VOO

Enviar os documentos originais e guardar e levar consigo na próxima vez que for aos EUA
Nesse link tem as devidas explicações.

http://www.immihelp.com/visas/returning-uncollected-i94-form-to-cbp.html

Lilian
LilianPermalink

Entrei ilegal nos USA, e saí via aerea, há 5 anos atrás, hoje quero tentar tirar o visto que já foi negado uma vez pra mim, mas quero tirar também de minha filha pra irmos a Olando, hoje sou casada, tenho vários vinculos aqui no Brasil, meu marido tem visto americano. Com esta minha saída fica registrada lá? Tenho alguma chance de conseguir? OBRIGADA

Barbara Bissoli
Barbara BissoliPermalink

Ola. Voltei dos Estados Unido a 10 dias por voo comercial e no aeroporto nao recolheram o I-94. Acabo de saber que minha melhor amiga esta com problemas serios de saude e vou precisar voltar pra ve-la, porem, o meu I-94 ainda nao venceu e eu joguei fora o meu bilhete de embarque. Como vou precisar voltar semana que vem, estou pensando em devolver na imigracao. Sera que devo retira-lo do passaporte ou devo mesmo devolve-lo para na imigracao?
Obrigada!!!!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Barbara! Leve o I94 com você, caso peçam na sua volta.

Estevao Venturim
Estevao VenturimPermalink

Morei por 7 anos nos USA apos os atentados as Torres. Ficamos toda familia ilegal pois tinhamos um processo para nos legalizar-mos que nao foi a frente( chegou ate a um departamento que nao me recordo o nome) e foram feitas exigenciasque eu teria que vir ao Brasil para atende-las. Desistimos do processo em 2008 ja com a crise chegando e como eu estava sem trabalho vim para o Brasil e minha esposa esta la ate o dia de hoje no mesmo endereco. Em 2010 ela recebeu 3 cartas da imigracao: para mim, para ela e para a nossa filha que fazia parte do processo. Comparecendo a Corte ela informou ao Juiz que eu e minha filha ja haviamos saido do Pais. Quando sai nao entreguei o I-94 (havia morado por 7 anos e pensei que poderia ter problemas), tambem nao guardei passagens, nada que pudesse lembrar dos tempos que vivi la onde nao obtive suces-so. Eu gosto muito dos USA como turista mas nao gosto nada de trabalhar como ilegal. O que esta acontecendo agora e que minha esposa vai a cada 4 meses a Corte e o Juiz questiona sobre a minha pessoa e ameaca emitir uma carta de deportacao pois nao acredita que estou no Brasil. Ja enviei copia da Carteira de Motorista que tirei aqui recentemente e tambem do passaporte renovado mas ele nao aceitou. Gostaria de alguma orientacao de como posso resolver minha situacao.
Muito obrigado

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Estêvão! A gente se compadece muito da sua situação mas esses casos estão bem além da nossa competência...

Priscila [Inquietos]
Priscila [Inquietos]Permalink

Mais uma que descobriu que não devolveu a porcaria do I94 - no meu caso, estava vindo do Canadá por via aérea com escala em Miami.

Como os americanos são chatos, meu deus!!! Quando a gente pensa que tá tudo certo, que você tem um visto de 10 anos e comprovou milhares de vínculos com o Brasil, vem mais uma coisa pra estressar.

Carolina
CarolinaPermalink

Eu amo o viajenaviagem.com !!! Sempre que tenho alguma dúvida com relação a viagens encontro a resposta aqui.o
Também não devolvi o tal do canhoto quando voltei dos Estados Unidos em abril e estava preocupada em dar algum pepino se precisasse ou quisesse ir pra lá de novo, mas agora estou tranquila. É muito bom saber que não fui a única a voltar com o I-94 grampeado no passaporte....
Vou fazer o que disseram: guardar o canhoto e o bilhete de volta para caso peçam da próxima vez.

julia
juliaPermalink

ola tenho muitas duvidas, essa autorizacao de viagem,que os estados unidos estoao pedindos para os europeus e muito complicada, tem algum motivo pra negarem,

julia
juliaPermalink

ola tenho outra pergunta, eu entrei como otaliana passei da permanencia, mais sai com o passa port brasileiro, estou querendo voltar la, sera que vou ter algum problema, ate pq aimda nao prescisa da autorizacao de viagem, acho que me encacho nesse pessoal que nao entregaram w94, me de uma luz, e o meu nome no passa porte brasileiro e de casada e o italiano e de solteir.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Julia! Como você vai precisar pedir autorização, vai saber da sua situação exatamente neste processo!

marcelo braga
marcelo bragaPermalink

Morei nos Estados Unidos de agosto de 2004 a outubro de 2007, Mmas fui clandestino , ou seja , via Mexico , gostaria de saber se terei problemas em solicitar visto , pois hoje , tenho bom emprego , renda bacana e bem alta , casa propria .
Alguem ja viu caso assim e conseguir visto no Consulado .
OBRIGADO ,aguardo resposta .

Valeu