I-94: preste atenção ao canhoto do cartão de entrada nos EUA

Canhotinho do formulário I-94

Os Estados Unidos montam um grande aparato de imigração na chegada aos Estados Unidos. Mas na hora sair a coisa é bem menos rígida.

Já reparou que não existe controle de passaportes no embarque internacional? O seu passaporte serve apenas como identificação. Mas nenhum oficial carimba a data de saída.

É por isso que é importantíssimo ver o que fazem com o seu canhoto do cartão de entrada. O nome oficial deste formulário é I-94.


Você é responsável por guardar o canhoto (algumas vezes o oficial de imigração grampeia o papelzinho no seu passaporte, outras não). E é responsabilidade da companhia aérea recolher o cartãozinho na hora do embarque e repassar ao controle imigratório.

Caso não recolham o seu papelzinho, você pode ter problemas ao voltar aos Estados Unidos — simplesmente porque o sistema não terá como registrar a sua saída. Você pode ser investigado por ultrapassar o período permitido de estadia. (Este período é concedido na chegada pelo agente de imigração: pode ser um, três ou seis meses.)

Neste caso, guarde o seu cartão de embarque do vôo de volta e siga essas instruções da Embaixada Americana em português (você vai precisar mandar o canhoto com a cópia do cartão de embarque para um endereço em Londres London, Kentucky).

Deixando os Estados Unidos por via aérea, o cartão só não vai ser recolhido pela cia. aérea se eles dormirem no ponto.

Mas se você sair dos EUA por via terrestre, realmente não haverá ninguém para recolher o seu cartão, então guarde todas as provas de que você deixou o país, incluindo passagem de ônibus iou trem ou recibo de devolução de carro no país vizinho.

Tenho, porém, uma boa notícia para quem sair por via terrestre e retornar também por via terrestre, ainda durante a permanência permitida: o seu canhotinho não-recolhido vai servir como cartão de reentrada aos EUA. Foi o que acabou de acontecer comigo. Saí dos Estados Unidos por Vermont sem passar pela imigração americana (só a canadense); na volta, por Niagara Falls, apresentei meu canhotinho, respondi a duas perguntas e pronto, estava de volta aos Estados Unidos sem precisar de novo carimbo.

Agradeço ao André Lot e ao Márcio Cabral de Moura pela idéia do post e informações importantes.

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire


153 comentários

Irei para Los Angeles em julho com uma conexão no Panamá. Alguém sabe me informar se preciso tomar alguma vacina? Ví em um site que quem vai do Panamá tem que tomar febre amarela, mas só se passar pela imigração, como funciona isso? estou preocupada.
Outra preocupação é com relação a imigração, pois não falo inglês, meu filho está com uma bolsa em Los Angeles até o final do ano, ele vai me assessorar lá, minha preocupação é na imigração em razão de não falar inglês.

    Olá, Solange! Recomendamos fazer a vacina para não se preocupar com isso por 10 anos. Mas não é preciso vacina para fazer conexão no Panamá. Na imigração falam espanhol se for necessário.

Ola. Gostaria de saber se alguem ja passou por situacao parecida. Estarei no EUA em junho por 3 meses e 20 dias como turista, posso ficar 6 meses. Gostaria de ir ao Brasil e voltar. Vcs acham arriscado qdo voltar? Deles nao me permitirem entrar novamente?

gostaria de saber se quem ja entrou ilegal no pais e foi pega pela imigraçao ,se for tentar tirar o visto se eles sabem disso, pois eles permitiram a minha permanencia por 30 dias la, so que fiquei uns 2 anos e vim embora, e se caso eu8 consiga o visto se quando eu chegar la a imigraçao perguntar se ja estive no pais, e eu negar, se tem com eles saberem, se eles tem cadastro, e com quanto tempo prescreve o meu erro de ter entrado ilegal, se e iliminado dos arquivos da imigraçao?

    Olá, Angela! Somos um site de turismo. Procure ajuda especializada!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.