2012: que viagem você pediu pra Papai Noel?

La Grande Roue, ParisPessoal, temos informações de fonte segura dando conta de que o mundo não vai acabar em 2012!

De minha parte eu fiquei especialmente feliz, porque seria uma pena o mundo acabar sem eu ter conseguido pôr no ar os mais ou menos 18 meses de viagens feitas mas não-publicadas…

Com tanto conteúdo estrangeiro para pôr no ar, este ano eu vou desacelerar nas viagens ao exterior e focar mais no Brasil — mas só daqui a alguns meses.

E você? Quais são os seus planos viajadoiros para o ano que vem?

Já tem viagens mais ou menos certas? Já tem viagens reservadas e compradas? Ou está só na lista de desejos?

Está com medo da crise atingir o Brasil? Ou quer aproveitar o real forte até o último instante?

Conta pra gente! É importante não só como termômetro, mas também para orientar o que vamos pôr no ar.

Feliz Natal!

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


172 comentários

Gente, dicas de Yellowstone, quem tem? Boia? Viajantes?
To indo no inicio de junho, antes do verãozão, planejo Chegar por Salt Lake e alugar carro por lá e depois sair por San Francisco. Infelizmente não tenho pique de grandes trilhas, mas as leves encaro. Quanto tempo pra explorar o parque todo?
Onde ficar dentro do parque? Que facilidades as hospedagens oferecem?
Agradeço!!!

Meu pedido foi bem aleatório…o que vier é lucro!

por enquanto: fim de semana no Rio e Lisboa/Algarve e Costa Amalfitana!

Brigadão, Paulo.

A questão é que, por algum motivo obscuro, o trajeto Vic Falls-Cidade do Cabo é mais barato que o contrário. Como você fez para voltar de Vic Falls?

Brigadão pelas dicas, anyway.

Bem, respondendo beeem atrasada, vou escolher 3 destas opcoes sonhadas:

-Italia, Roma + Puglia
-Peru, Pucara +Nazca + Machu Pichu ou deserto do Atacama
-Quenia, Nairobi( Hotel Giraffe Manor) + reserva de Masai Mara
-Tulum
-Patagonia
-Lencois Maranhenses,
E a qualquer momento Arraial d’Ajuda.
Deus me ajude…

Paulo, fiquei muito interessado pelo trajeto Vic Falls-Cidade do Cabo. Queria te fazer algumas perguntas, já que você viajou com a Nomads:

1) Como é o serviço dos caras?
2) Tem comida vegetariana?
3) Quais são as possibilidades de ver vida selvagem neste trajeto? (Sei que é meio cafona, mas poxa, já que tô indo para a África, quero ter ao menos a chance de ver os big five.)
4) Vi que o mesmo trajeto com a Intrepid sai mais barato. Sabe se a Intrepid é OK? Ou melhor ir com a Nomads?

Brigadão.

    Ah, Paulo, mais uma pergunta: como faço para chegar a Vic Falls, já que o passeio parte de lá?

    Lucas, tem tudo bem explicado no site da Nomad, no link “Aprenda mais” no menu à esquerda na página inicial.

    O serviço da Nomad é bastante simples. São dois guias nos “camping tours”, um responsável por dirigir o caminhão e o outro por cozinhar e comprar provisões. (Nos “accomodated tours” são 3 guias.) E cada turista ajuda a montar e desmontar as barracas, lavar a louça, faz parte da viagem. E nas atividades que não dirigir e acampar, há guias locais – p.ex, guias dos parques nacionais nos game drives e “polers” (remadores) que conduzem as canoas pelo Delta do Okavango.

    A comida é apenas o que pode ser preparado em uma cozinha de acampamento – ou seja, macarrão, sanduíches, linguiça, sopa, frutas – e eles perguntam com antecedência sobre restrições alimentares, não deve ser problema ser vegetariano.

    Ver vida selvagem é tipo o objetivo principal de um safári. Sempre há game drives pelos parques nacionais, não é garantido ver todos os Big Five (eu não vi leopardos e rinocerontes), mas por toda parte há girafas, babuínos, zebras, diversos tipos de antílopes, muitos pássaros, e no norte de Botsuana e no Zimbábue, elefantes, crocodilos e hipopótamos são constantes na paisagem.

    Não conheço a Intrepid, fiz apenas essa viagem com a Nomad. Durante a viagem topamos com vários outros grupos de outras empresas, das quais não lembro os nomes. Faça o que o Riq sempre aconselha por aqui: procure por resenhas sobre a Intrepid no TripAdvisor, no Thorn Tree Forum do Lonely Planet, e jogue “Intrepid”+”complaint” no Google, só pra ver se acha algo negativo.

    E para chegar a Victoria Falls, a South African tem voos diários de Joanesburgo para lá – era uns 250 dólares. E de Joanesburgo a Livingstone (em Zâmbia, na margem oposta do Rio Zambezi), há voos de South African, British e 1time (uma low-cost sul-africana).

    Quando fui, achei que terminar o tour em Vic Falls era melhor que começar por lá (a Nomad oferece a viagem nos dois sentidos). Porque as distâncias a percorrer são bem maiores na ponta oposta do percurso (Okavango, Chobe e VF são relativamente próximos) e proque eu quis aproveitar uns dias em VF, há diversas atividades que podem ser feitas por lá, como rafting, bungee jumping, passeios de elefante, voos panoramicos – vide http://www.adventurezonevicfalls.com.

Olá,
Eu e meu marido estamos planejando viajar em maio para Bonito e em outubro para Noruega (para tentar ver a aurora boreal). A previsão é de que este ano vai ser bom para apreciar o fenômeno. Alguma sugestão sobre hospedagem em Tromso e Oslo?

Obrigada.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.