5 passos para enxugar seu roteiro

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Bruges

Existe uma recomendação clássica para arrumação de mala, que parece gozação mas é 100% séria. "Ponha sobre a cama todas as roupas que você acha que vai usar; então corte pela metade".

Na montagem de roteiros este método também é eficaz. Por mais experiência de viagem que a gente tenha, no entusiasmo do planejamento de viagem a gente sempre exagera.

Não é só em viagem, não. Pense no seu dia a dia. Quando você precisa sair de casa, na sua própria cidade, para executar um roteiro pré-determinado qualquer, quantas vezes você não consegue dar conta de tudo o que tinha planejado? Ou leva o dobro de tempo que imaginava?

Agora transfira isso para um lugar que você não domina, e onde está sujeito a toda sorte de imprevistos. Por isso é sempre melhor pisar no freio e inventar menos paradas e menos compromissos do que a gente acha que pode cumprir.

Um roteirinho para enxugar o seu roteiro:

1 | Divida o número de dias pelo número de lugares onde você pretende dormir

Esse é o indicador mais certeiro para você saber se está exagerando ou não.

Se o resultado for menor que 2, significa que você está planejando uma maratona -- na verdade, uma corrida com obstáculos. Que obstáculos? Sua mala, o carro, o avião, o trem, o próximo hotel. Mal chegou, prepare-se para partir. Se chover, se der dor de barriga, se o pneu furar -- o programa estará perdido, e não haverá tempo de recuperar; tem que tocar pra próxima.

Se o resultado for igual a 2, o seu roteiro teoricamente não exige um esforço sobre-humano para ser cumprido. Se é puxado ou não, vai depender do tipo do lugar em que você está parando (para destinos mais pedaçudos, dois dias é pouco tempo) e da dificuldade de deslocamento entre os lugares. Mas pelo menos você vai conseguir respirar um pouquinho.

Se o resultado for igual a 3, o ritmo já está mais maneirinho. Ainda estará corrido se todas as cidades forem grandes demais, mas se você estiver combinando dormidas em cidades de portes diferentes, em princípio parece uma boa média.

Se o resultado for igual a 5, sua viagem será tranqüila e recheada de descobertas. Cinco é um número mágico -- mesmo que você perca um dia inteiro no deslocamento, ainda terá quatro dias líquidos para curtir no lugar. (Mas obviamente este número não é pétreo; ficar cinco dias num lugar desinteressante será tedioso.)

2 | Calcule realisticamente o tempo do deslocamento

trem, suiça

Trem reginal na Suíça

A parte mais frágil dos nossos planejamentos de roteiros está aqui. A gente pega a informação do tempo do deslocamento líquido -- "São Paulo está a 45 minutos de vôo do Rio de Janeiro" -- e pronto, acha que só vai gastar aquele tempo. Na vida real, entre trânsito, antecedência para o check-in e enrolação de desembarque, não se leva menos do que 4 horas para fazer essa viagem de 45 minutos. Pois bem:

  • Acrescente 3 horas a qualquer viagem de avião. É uma estimativa conservadora do tempo que você vai levar em deslocamento, check-in, procedimentos de embarque e desembarque.
  • Acrescente 1 hora a qualquer viagem de trem ou ônibus. A não ser que você esteja sempre hospedado ao lado da estação central, a saída e a chegada sempre vão envolver algum deslocamento interno na cidade.
  • Viagens de carro: não calcule o tempo pela velocidade máxima permitida. É ilusão achar que, só porque o limite de velocidade da auto-estrada é 130 km/h, você vai rodar efetivamente 130 km por hora. Engarrafamentos, pedágios, paradas no posto e pequenas bobeiras sempre acontecem. E daí que aquela distância de 250 km que você contava certo em fazer em duas horas pode levar três. Viajando por estradas secundárias o baque é ainda maior; o limite de velocidade em zonas urbanas pode cair a 40 ou 50 km/h. De maneira geral, tire 30 km da velocidade máxima permitida na estrada, e você terá um cálculo mais realista do tempo de deslocamento.

Com o tempo real de deslocamento calculado, fica mais fácil você identificar quais etapas da sua viagem estão corridas demais.

3 | Imagine-se executando também a parte chata de cada etapa

Não basta só calcular o tempo real de deslocamento. Vale a pena projetar o gasto de energia e o eventual nível de transtorno envolvidos em cada trajeto. Muitas vezes, para obter mais "tempo líquido" nos lugares, programamos saídas de madrugada, noites em trânsito, conexões apertadas. Um ou outro dia madrugando, tudo bem; o problema é quando isso vira a tônica da viagem.

Ponha no papel quantos dias o despertador será o seu principal companheiro de viagem; quantos dias você vai cabular o café da manhã; quantos dias você vai ter conexões apertadas; quantos dias você vai chegar antes da hora do check-in do hotel; quantos dias você vai chegar ao hotel tarde da noite (sob o risco de o hotel dar "no-show"). Procure restringir esse stress ao mínimo. Se necessário, corte paradas.

4 | Para que mesmo você está parando em cada um desses lugares?

Bruges

Bruges

Fico assustado como muita gente programa suas viagens e só depois vai descobrir o que existe para ver ou fazer em cada lugar. É o contrário, pípols grin

A contabilidade é uma força nociva no planejamento de uma viagem. Parece que quanto mais lugares a gente visitar, mais a gente vai aproveitar a viagem ou rentabilizar o investimento. Mas basta voltar aos itens "2" e "3" para ver como isso é ilusório. Fazer check-in só é gostoso no FourSquare, na vida real é um pé no saco.

Muitos roteiros redondinhos acabam estragados por causa da Síndrome de Já-Que. Você sabe: já que eu estou aqui, não custa esticar até ali... Só que custa. Custa tempo, custa dinheiro, custa não conseguir visitar direito nem um lugar, nem o outro.

Sem falar naqueles desvios monumentais que a gente faz só pra poder cruzar uma fronteira e dizer que "conheceu" um outro país. É o que eu chamo de Síndrome de Bruges. (Quando está no seu caminho, Bruges é uma cidade lindinha de ver. Mas fazer os desvios que as pessoas fazem vindas da Inglaterra, da Alemanha, da Suíça!, só pra passar em Bruges, é um exagero.)

Se o seu roteiro está muito corrido, comece eliminando pernoites nas cidades que você não sabe exatamente por que está visitando; as cidades que entraram só porque estão perto de outras; e as que só estão para aumentar a contabilidade de lugares ou países que você vai "conhecer" numa viagem só. Você vai aproveitar muito mais se resolver dedicar mais tempo aos lugares que têm realmente vontade de visitar.

5 | Elimine as redundâncias

Esta é talvez a sintonia fina mais difícil de fazer, mesmo para os viajantes mais experientes. Temos a tendência de tentar "esgotar" um assunto, um território, visitando tudo o que for possível, com receio de perder algo muito importante.

Na prática, o que acabamos fazendo é incluir "mais do mesmo", numa repetição que só interessaria a estudiosos (ou cartógrafos, ou guieiros).

Assim, em vez de pegar uma bela praia como se deve, perdemos o dia zanzando de praia em praia sem aproveitar nenhuma. Em vez de usar a experiência de quem foi e escolher vilarejos representativos de uma região, resolvemos que temos que bater ponto em todos.

O objetivo de uma viagem não é demarcar território, ticar uma lista de obrigações ou esquadrinhar uma região para o Google Earth.

O objetivo de uma viagem é criar uma seqüência de dias gostosos e memoráveis, em que você vai ver ao vivo velhos conhecidos dos livros (ou das telas), vai fazer descobertas próprias, vai se divertir e vai para a cama à noite com a sensação de estar de férias, e não de ter cumprido compromissos de trabalho.

Enxugue esse roteiro: você vai me agradecer mrgreen

Leia mais:

227 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

Fabiana
FabianaPermalink

Caros
Após uma leitura atenta do texto acima fiquei em dúvida com meu roteiro. Será que mesmo com uma quantidade boa de dias, inclui cidades demais? Opinem por favor. A lista está na ordem de visitas.
- Veneza 3 noites (contando a da chegada internacional);
- Verona 2 noites
- Milão 3 noites
- Firenze 5 noites, sendo que gostaria de ficar um dia Firenze e os demais conhecer aos arredores (Pisa, Lucca, Chiantti, Siena, etc.), sempre pernoitando em Firenze
- Roma 6 noites
- Positano 5 noites (para conhecer a costa e talvez Pompéia, sem Nápolis)
- Paris 7 noites (sendo um dia dedicado a Versalhes), retornando daqui para casa.
Obrigadinha novamente!!!

Viagem para Mulheres
Viagem para MulheresPermalink

Fabiana,

achei seu roteiro muito bem arrumado. A gente nunca consegue fazer o roteiro de maneira que fica perfeito em todos os locais. Um outro acaba que a gente só passa para dar um olhada mesmo. Se for conhecer a funda cada cidade, fica complicado.

No fim, acabamos caindo naquele pensamento que parece ruim para alguns, mas que a gente pensa "Sei lá quando vou voltar aqui, melhor ao menos dar uma olhadinha" rs Eu achei o seu roteiro suficiente.

Boa viagem!

Beijos!

Raquel barbosa
Raquel barbosaPermalink

Oi Fabiana,
fiz um roteiro pela Europa em abril/maio, e achei 5 dias demais para Roma. Sendo assim, quem sabe você não pode dar "mais folga" para outro lugar? Talvez Firenze. Quanto a Paris, 6,7,8,9,10 dias sempre não será o suficiente...rs. Mas tudo isso é bem pessoal. Se quiser, mostrei meu roteiro aqui, http://saladagrega.blogspot.com/search/label/It%C3%A1lia , abraços, Raquel

Arthur | Agora vai mesmo

Fabiana, também acho 5 dias muito para Roma, mas depende do gosto de cada um e da disposição. Eu aproveitaria mais Florença. Fiz Paris, Veneza, Florença e Roma em maio - 20 dias, ou seja 20/4 = 5, certinho wink. Quando cheguei em Roma, já estava meio esgotado.

Aliás, meio off-topic: qual o tempo legal de viagem para vocês? No meu caso, eu já percebi que o ideal são duas semanas, mais do que isso já me cansa.

Abs!

Marcio Antonio
Marcio AntonioPermalink

Haha, eu sou o contrário de vocês, pra mim todo o tempo em Roma nunca vai ser suficiente. Só o Museu do Vaticano, para ver com calma, dá um dia; Basílica de São Pedro, subindo na cúpula e vendo as tumbas dos papas, outro dia; fora isso tem as demais basílicas, as ruínas romanas (Coliseu e Fórum, com calma, vai outro dia), as catacumbas... em 2006, na minha terceira visita por lá, resolvi largar as igrejonas (revi apenas as minhas preferidas - São Pedro, Santa Maria Maior, São João de Latrão, Santa Maria Sopra Minerva e São Clemente, os mosaicos mais lindos de Roma) e fui ver as igrejinhas. Descobri muita coisa fantástica, como Santi Quattro Coronati, com a capela de São Clemente; igrejinhas do Trastevere; e por aí vai.

Lili-CE (@lilianesonsol)

Concordo, Marco! E Firenze foi menos do que eu esperava. Mas aí é onde ela deve primeiro saber o que quer ver em cada lugar para só então ajustar os dias, de acordo com o gosto dela!

Jorge Paulo
Jorge PauloPermalink

Acho 15 dias tempo ideal para minhas viagens!

Junto o tempo q acho suficiente para turistar com minha ausencia do dia a dia no trabalho

Sobre Roma, quem fica 4 dias ve tudo se der tudo certo. Mas um dia a mais, em qualquer grande cidade, principalmente no fim da viagem passa rapidinho e so testar!

Marcia
MarciaPermalink

Eu concordo com você, Arthur, pra mim duas semanas está de bom tamanho, mais do que isso cansa.

Raquel barbosa
Raquel barbosaPermalink

É isso, depende muito de "quando" Roma entra no roteiro. Se for já para o fim, a cidade fica mais cansativa. abraços,

alex serpa
alex serpaPermalink

Oi! Eu não ficaria 3 dias em Milão. Só vale a visita pela Santa Ceia e pelo Duomo. Compre a Santa Ceia com anteced^ncia, fique do lado da Estação e passe somente uma noite por lá. O resta acho que está legal. Também não ficaria só um dia em Florença...Pelo menos 2 dias inteiros.

Rafaela Ventura
Rafaela VenturaPermalink

Achei bacana seu roteiro. Como todo mundo está palpitando, aí vai meu palpite: Milão é uma cidade grande sem muitos atrativos, a não ser que você trabalhe na área de design. Uma noite é o suficiente. O pessoal está achando 6 dias de Roma muito, eu acho que em Roma um mês é pouco! Adoro Roma. E aproveite a Costa Amalfitana pra descansar.Boa viagem.

Rodrigo Almeida
Rodrigo AlmeidaPermalink

Acho que o que vai acontecer com vc é o que o Artur falou... Tua viagem total vai ser longa. E com tantas paradas com certeza vc vai ficar um tanto chateada com tanto check in e check out.

Eu cortaria Verona, se vc nao fizer muita questao, e Milao, que muitos afirmam que e somente compras e moda.

Falei de Verona, pois em Firenze visitando as cidades circuvizinhas, vc vera que sao muito parecidas todas. Nao deixe de ir a Lucca de trem da menos de uma hora, bem como Siena, San Gimignano etc. Quanto a Pisa, nao sei se merece um dia todo ou se pode combinar com Lucca, que foi o que eu fiz. Isso porque Pisa so tem a torre e Igreja.

Uma cidade que adoramos e fomos partindo de Firenze, foi Bolonha, uma verdadeira descoberta. Muito bom o passeio, com boas lanchonetes e restaurantes, e com muita coisa para ver...

Fiquei 5 noites em Roma, e pode ser menos, mas achei gostoso pois fizemos bem detalhado, com um dia somente para o museu Vaticano e a Catedral de Sao Pedro.

Boa viagem...

Philipp
PhilippPermalink

Seu roteiro está bem "balanceado". Verona que acredito ser muito, mas vc pode fazer uma base para conhecer Vicenza ou Padova. Na verdade acho Vicenza e Padova mais interessantes que Verona, mas isto é pessoal.

Na Toscana, eu dividiria em duas bases: Firenze e Siena, mas tenha em mente que vc nao vai conseguir ver tudo. Há muita coisa lá, em Outubro pretendo ficar 2 semanas apenas na Umbria e Toscana, e olha que daqui 2 semanas já vou passar 4 dias na região de Perugia e 1 em Pisa (segunda vez lá) para a primeira exploração na Umbria.

Roma, bom para mim, Roma é Roma grin. Eu ficaria 1 mês, há muito o que ver e fazer, porém eu jamais voltaria novamente em Julho/agosto, a primeira vez fui neste período e fica tudo muito cheio.

O problema é que na Itália, tudo é bonito, qualquer vilarejo é interessante, procura por exemplo Bracciano, Passignano Sul Trasimeno, Todi, Cortona, Montone, Bagnorerio e vai entender logo o que digo.

Daniela
DanielaPermalink

Fabiana,
Morei seis meses em Firenze, e posso te dizer com toda certeza: um dia só em Firenze não dá para nada além da Piazza Signoria, o Museu da Academia e o Ponte Vecchio. E há muito mais do que isto... Usar Firenze só como base para as outras cidades da Toscana (que também valem a visita!) é uma pena...
Eu cortaria Verona, se fizer muita questão dá para fazer um bate e volta a partir de Veneza, como já falaram acima.
E também Milano, uma cidade grande, com um lindo Duomo. Mas acho a Toscana e Roma muito mais interessantes.
Enfim, minha opinião pessoal. Mas acho que ficaria menos cansativo se vc. eliminasse ao menos uma cidade e ficasse mais tempo em Firenze.

Anderson e Mariana
Anderson e MarianaPermalink

Fabiana, Roma está perfeita com 6 noites. Quanto à Firenze, duas noites são suficientes para toda a cidade em si, mas ela servirá como excelente base para as cidadezinhas "vicinais" como Siena e Pisa, por exemplo. Boa viagem !

Anderson e Mariana
Anderson e MarianaPermalink

Esqueci: conforme alguém disse por aqui: as noites em Paris estão boas, mas se quiser uma razoável visita ao Louvre, pode dedicar mais dias. O "problema" de Paris é que é linda demais para 7 dias... Só na Torre da vontade de ir várias vezes (e em diferentes horários). Acho até que uns 70 dias seria legal...rsrsrs. O mais importante é seguir à risca os conselhos do Yoda Riq: flanar, flanar e flanar. Hospede-se em um hotel bem localizado, familiarize-se com o Metro, alugue uma bike e relaxe... Ficamos no Quartier Latin, ao lado da Sorbonne e de Notre Dame, andamos muuuitoooo e a cada km andado, uma linda história para contar. Voltamos agora dia 18/01 e já estamos com saudades.... Boa viagem !

Lúcia
LúciaPermalink

Fabiana seu roteiro está bom, mas ficar 5 dias em Firenzi, e indo e voltando penso ser perda de tempo, Firenzi é o berço de Renascimento, há muita coisa pra ver,eu conheço praticamente toda a Itália, fui ate na ilha da Sicília, ficaria melhor ficar 3 dias em Firenzi e explorar a região, e depois seguir viagem, dar uma passada so pra fotografar Piza, e fazer uma base em Luca que é uma gracinha e conhecer os arredores, ou ainda fazer uma base em SAN GEMINIANO que é uma cidade toda emuralhada, bem medieval, que é a pérola da Toscana,Paris 7 dias está ótimo, eu fiquei 7 dias e fiz mta coisa, peguei um trem de alta cidade e fui conhecer a região do Champagne, Reims e Eperney, que adorei, Roma tem mta coisa pra conhecer, eu peguei um onibus stop and go durante 1 dia e deu pra conhecer mta coisa. Verona não vejo nada de interessante, tem aquela história que não se sabe se é verdadeira do Romeu e Julieta que se passou ali, tem um coliseu, se quiser dar uma passada. Milão conheço bem, eu ficaria 2 dias já seria suficiente. Eu fiquei 3 dias mas fiz um programa bem legal, tomei um trem para Como, para conhecer a região do Lago di Como, Tremezzo e Bellagio que vale muito a pena conhecer a região que é produtora da melhor seda italiana, a paisagem do lago é belissima, dá pra pegar um barco e explorar a região toda, ele vai e volta de hora em hora por ali.

Márcio Baeta
Márcio BaetaPermalink

Fabiana,
6 Dias para Roma está ótimo.. se pudesse ainda mais, não se arrependeria. Roma tem algumas atrações que tomam Muito tempo, tal como o Vaticano, que tomará um dia inteiro para ser minimamente visitado (Capela de São Pedro e Museu do Vaticano). Além disso, Roma é uma cidade excelente para recarregar as energias antes de Positano e Paris. O que eu mudaria no Roteiro seria passar um pouco mais de tempo em Paris, para poder conhecer um pouco dos arredores. Além de Versalhes, recomendo fortemente uma viagem bate e volta para Reims, para visitar champanharias.

Eliane
ElianePermalink

Para as cidades que conheço: Veneza, Milão, Roma e Paris, achei que os dias estão bem equilibrados. No meu caso pessoal, fiquei 2 dias em Veneza e, embora tenha me apaixonado pelo lugar, achei suficiente. Fiquei 3 dias em Milão e teria tirado um dia. Em Roma fiquei 4 dias e ficaria mais, pelos menos 2 ou 3 dias. Em Paris, a primeira vez fiquei 11 dias e aproveitei cada dia. Na segunda vez 5 dias e foi super corrido. Estou indo novamente para ficar mais 5 dias para ter mais um gostinho da bela Paris.

Marcio Antonio
Marcio AntonioPermalink

Oi, Fabiana! Roma e Paris estão na medida, dá para conhecer os lugares com calma, sem correria. Mas acho que um dia só em Florença é pouco, especialmente se você gosta de arte, porque tem muita coisa linda pra ver, e com apenas um dia você teria que ir correndo pelos lugares. Vale a pena o bate-volta em Siena, eu fiz. Também fiz um bate-volta a Arezzo, mas no caso porque eu tinha um interesse específico, que era ver o afresco do ciclo da Verdadeira Cruz. A não ser que você queira muuuuito ver Verona ou Milão, tenha algum motivo especial para ir lá (por exemplo ver a Santa Ceia em Milão), ou que você já conheça Florença e por isso tenha resolvido passear pela cidade só por um dia, eu tiraria uma dessas duas cidades e redistribuiria os dias. Mas essa é apenas minha opinião e, como diz um amigo meu, com minha opinião e mais R$ 2,50 você ganha um passeio de ônibus aqui em Curitiba.

Christiane
ChristianePermalink

Concordo com Márcio Antonio, somente um dia para Florença é pouco, entre Verona e Milão eu escolheria a segunda, é mais interessante, mais cult.... e com a minha opinião e mais R$ 2,50 um passeio de ônibus em Salvador - Bahia .. rsrsrsrs

Stefano
StefanoPermalink

Oi Fabiana! Pra mim, quase perfeito!

Agora... Verona dá um bom bate e volta de Veneza... É uma cidade muito bonitinha, mas pernoitar eu acho muito... Um dia inteiro é suficiente.. Talvez Bologna fosse mais interessante!

Milão eu não conheci.. Positano também não..

Mas parabéns pela tranquilidade =)

val
valPermalink

dicas ótimas, como sempre...

Carol Souza Lima
Carol Souza LimaPermalink

Ricardo, o post esta maravilhoso, otimo e super bem explicado. As usual....

Mas, sem duvida, todos os viajantes a partir de agora vao ficar desesperados achando que estao quicando nos lugares ou vendo lugares demais...rsrs

Eu concordo com vc, mas a ansiedade e uma inimiga mto grande.

E, sim, qdo estamos num lugar e nao sabemos se poderemos voltar em pouco tempo (ou quem sabe, JAMAIS), a vontade e de querer aproveitar tudo , mesmo nao aproveitando nada direito e com calma. Mas, acho que so um viajante mto consciente vai conseguir ignorar tudo o que tem pra se fazer aqui e ali pra apenas relaxar e viajar Slow Travel..

Eu falo por mim, pq na proxima semana vou passar 10 dias na Espanha. Sendo 2 em Madrid, 4 em Barcelona, 1 em toledo, e 1 em granada (pra ir a Alhambra apenas) , 1 em Cordoba e 2 em Sevilha.

Olhando assim, me parece apertado e cheio de check ins e check outs, mas qdo se olha as cidades de perto, com cuidado, percebemos que e possivel em 1 dia ver tudo com calma o que aquela cidade pequenina oferece... Nao consigo me ver 2 dias em Cordoba, por exemplo... rs

E mesmo que nao de, a sensacao de ter ido, passeado, curtido um visual novo, nem que seja pra ter visto as mesquitas ou apenas a Alhambra em Granada, na minha opiniao, vale mais a pena do que eu ficar um terceiro dia em Madrid, apenas pra curtir e nao fazer nada...

Nao sei se estou conseguindo me expressar, mas e meio por ai. Pode ser que eu tenha uma visao meio errada, claro, e que com o tempo eu va reparar que passar 4 dias em Madrid e nao ter mto o que fazer nos outros 2 e mto melhor, mas a ansiedade toma conta da nossa alma...rsrsrsrs

Ainda mais pq aos 30 anos, ainda temos o gás de ficar 12 horas batendo perna na rua, e ainda chegar no hotel , tomar banho e sair de novo... rsrs

Enfim, o seu post e otimo e certamente alerta a todos nos e chama atencao pra muitas coisas essenciais. Nao e à toa que vc é o nosso guru, mas precisava escrever isso pra compartilhar a nossa ansiedade tb! rsrsrs

Sugiro que no proximo, vc termine com uma receitinha tarja preta para acalmar os animos dos boias acelerados como eu! rsrs

Carol

Maíra
MaíraPermalink

Carol, te entendo perfeitamente! Concordo contigo e com o Riq wink
Em 2011 fui aos EUA e rodei muito de carro. Chegando a dormir 4 noites seguidas em cidades diferentes e não me arrependo. Nesta viagem fui ao Yosemite Park e ao Grand Canyon e em ambos só dormi uma noite. É pouquíssimo para cada um deles, mas se fossem 2 dias optando por apenas um, não sei se teria aproveitado tanto mais. Agora já sei que na próxima vez posso ficar pelo menos 3 dias em cada e planejar melhor as atividades.
Eu quase não tiro férias para descansar, mas dormir uma noite em cada lugar também não é o que costumo planejar pra mim. Sempre levo em conta o tamanho da cidade e o esforço pra chegar e sair dela.
Só uma coisinha... pra ir a Toledo é só pegar o trem em Madrid e voltar no mesmo dia. Só se quiseres dormir lá por algum motivo que desconheço.

Dri
DriPermalink

"O objetivo de uma viagem é criar uma seqüência de dias gostosos e memoráveis, em que você vai ver ao vivo velhos conhecidos dos livros (ou das telas), vai fazer descobertas próprias, vai se divertir e vai para a cama à noite com a sensação de estar de férias, e não de ter cumprido compromissos de trabalho." Essa certamente será mais uma das citações Riq Freire que eu guardarei com muito carinho ao longo da vida. Estou cansada de ouvir historias de pessoas que voltaram das férias mais estafadas do que estavam antes das férias. Geralmente essas pessoas acham uma ótima ideia montar base na Rota Ecológica para poder curtir um dia em Maragogi, outro nas praias de Maceio, outro na piscina natural as 14:00 da tarde quando a maré baixa foi as 06:00...

Sylvia
SylviaPermalink

Sem falar que : quando a gente fala que tem lua, dia, mes e hora pra pegar uma piscina legal as pessoas olham com aquela pena : tadinha, essa aí é maluca !
Sem falar que :poucos acreditam que existe temporada oficial de chuvas, furacões, calor e frio infernal e insistem em ir pro lugar certo na época errada .

Sylvia
SylviaPermalink

A-l-o-n-g-a-r esse é o mantra para enxugar o roteiro mrgreen
Alongar a estadia e reduzir os destinos = enxutíssimo !!

Amaro - Recife
Amaro - RecifePermalink

... e adequar a viagem a sua forma de ver o mundo. Os tempos em cada lugar dependem muito disso.
Não é porque seu melhor amigo passou 1 dia numa cidade e 'deu por visto', que você também vai achar o suficiente.
Ele pode apenas usar uma lente diferente da sua. Nem melhor, nem pior.

Diogo Avila
Diogo AvilaPermalink

Com um roteiro pronto para o Carnaval e outro na cabeça para o meio do ano, o post me relembrou de algumas regras básicas e outras nem tão elementares assim.
Por exemplo, embora o deslocamento de avião possa parecer mais rápido que de trem, dependendo do destino e do tempo, este último pode ser uma melhor ideia, pois como bem dito, não se pode contar apenas o tempo de voo, devendo ser considerado também aquele tempo "regulamentar" pré-embarque, fora a ida até o aeroporto e etc.
Outra ideia interessante para quem tem pouco tempo e longos trechos que podem ser feitos de trem, é usar um trem noturno - mata-se uma noite de hotel, você chega cedo ao seu destino e portanto com o dia inteiro livre, além de curtir a experiência.
No geral, sigo a premissa de no mínimo 3 dias nas grandes cidades, e no mínimo 2 nas menores - mas eu tenho um ritmo acelerado!!! Cada um tem o seu e deve lembrar-se disto ao planejar.
Diante de uma infinidade de atrações num destino, vale a pena fazer uma lista de prioridades conforme o gosto e interesse particular, deixando para um segundo momento aquilo que não lhe é prioritário.
Uma boa ideia é também ter previamente um mapa ou ao menos consultar o Google Maps para agrupar as atrações próximas em um mesmo dia ou período do dia, justamente para evitar deslocamentos desnecessários e ganhar tempo.
Enfim, planejar e realizar uma viagem é uma arte que envolve muita dedicação e um pouco de malabarismo. Mas esta é justamente a ideia de quem viaja por conta.

Raquel barbosa
Raquel barbosaPermalink

Ricardo, ótimas dicas (sempre). A tal da parte chata, dá pra sentir na pele, ainda mais pra quem compra vôos low cost. Algumas vezes tivemos que acordar praticamente"de noite", estilo, 3, 4h da matina, para pegar os vôos de 5h/6h da manhã. Na hora de clicar no botão comprar a gente não pensa muito nisso, rsrs. Mas....pra pagar baratinho, às vezes vale a pena (às vezes...). Abraços, Raquel

Carol França
Carol FrançaPermalink

Eu ainda preciso colocar na conta o fato de que não curto acordar cedo nas férias, então já calculo que só vou conseguir sair do Hotel por volta das 10h30! Claro que no Nordeste e outros locais específicos em que amanhanhece muito cedo abro uma exceção!rs

Destemperadinhos
DestemperadinhosPermalink

Seria bom fazer um desses com crianças. Muito bom.
abs
Alexandra

Regina
ReginaPermalink

Fabiana, adorei seu roteiro, bem tranquilo. Só acrescentaria um dia inteiro para Florença e excluiria uma noite em Verona, que acho desnecessária. Fiz um roteiro muito semelhante ao seu em abril de 2011 e, sinceramente, acho que 6 dias em Roma é ideal para vc conhecer a maioria dos pontos turísticos sem atropelos. Lembre-se que Roma é uma das cidades mais visitadas da Europa e esse fato faz com que a maioria dos pontos turísticos fiquem lotados e com muitas filas. Outra coisa: se for a Pompeia, não deixe de ir ao museu arqueológico em Napoles, o que pode ser feito no mesmo dia, pois um passeio complementa o outro. No mais, boa viagem! Abs, Regina.

Raisa
RaisaPermalink

Pergunta para o Perguntódromo!
Ricardo Freire vai brigar comigo pelo roteiro extenso! Mas, em minha defesa, é só um dia que está corrido! Os outros estão tranquilos, ficando 1 semana em cada capital!
Enfim, a questão é a seguinte:
Estaremos em Roma em maio e decidimos passar uma noite em Capri (já fizemos a reserva). No meio do caminho, queria muito passar em Nápoli (só para comer a tal pizza famosa), conhecer Pompéia e o centrinho de Sorrento. Daí estamos em dúvida em como administrar esse roteiro. Pensamos nas seguintes possibilidades:
1- Sair de Roma e ir direto para Pompéia, voltar para Nápoli, comer a pizza e pegar o ferry para Capri. Ficar lá até o meio-dia do dia seguinte, ir para Sorrento, conhecer o centro e pegar o trem de volta para Roma.
2- Sair de Roma e ir para Nápoli só para pegar o ferry para Capri. Passar o dia todo lá e ir embora no outro dia cedo, direto para Sorrento. Conhecer o centro, pegar o trem para Pompéia, rodar, ir para Nápoli comer a pizza e ir embora para Roma.
3- Tirar Sorrento do roteiro. Capri já está ótimo para a cota "Costa Amalfitana".
O que acham? Outra dúvida: ouvi dizer que Capri é ruim de praia, é verdade? Parece que a maioria é particular e tal... Alguém tem dicas do que fazer na ilha?
Agradeço imensamente a paciência de ler esse texto grande e me ajudar! Abs a todos!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Raisa! Tem certeza que você leu o post? Respire. Leia com calma. De novo.

Ponha o pé no freio. Não há a menor chance de o Ricardo Freire chancelar essa correria.

Roteiro para um bate-volta de Roma a Nápoles e Pompéia, sem pernoite:
https://www.viajenaviagem.com/2009/07/passo-a-passo-bate-volta-de-roma-a-pompeia-e-napoles/

Um dia em Capri -- veja como não dá para absolutamente nada:
https://www.viajenaviagem.com/2011/10/como-ir-de-roma-a-capri/

Quando você tiver quatro dias inteiros, faça a Costa Amalfitana como se deve:
https://www.viajenaviagem.com/2009/05/vai-por-mim-costa-amalfitana-e-capri/

Marcelo Jesus
Marcelo JesusPermalink

Olha Raisa, contabilize que você vai esperar no mínimo uma hora para conseguir uma mesa para comer a pizza se for na pizzaria mais "badalada" que é aquela do filme "comer, rezar, amar". A pizzaria Da Michele. Isso dependendo do horário, eu cheguei à porta da pizzaria as 19:30 e esperei mais ou menos uma hora e meia.

Pompeia te toma ao menos umas 4 horas (ou mais) para uma visita sem correria, as ruínas são enormes.

De todo modo os dois passeios valem a pena...

Patricia Veras
Patricia VerasPermalink

Post perfeito, um mantra quase... rsrsrs

Tb sofro do mal da Carol, ansiedade de conhecer tdo! Na Europa então, tdo tão pertinho... hehehe

E ai, realmente, as férias viram maratona.

Mas lendo os comentários do pessoal aqui, me lembrei de outro post falando pra montar base e passear nos arredores sem o stress de chega/saída de hotel, malas, etc.

Combinando esses dois, acho que dá pra chegar num roteiro bem bacana, tirando um pouco da parte chata e conseguindo fazer passeios de 1 dia em cidades muito pequenas ou que vc queira ir pra ver uma atração específica.

Super obrigada. Post para guardar e reler sempre que for montar um roteiro. smile

Carmen
CarmenPermalink

Muitos médicos recomendam a viajar pelo menos uma vez por ano. Descobrir novos lugares, pessoas diferentes e culturas. Viajar é um grande ginásio para manter nosso cérebro jovem. Eu gosto de viajar, mas também a viagem me ajuda a conhecer-me melhor e a descobrir novas formas de viajar... "piano, piano si va lontano"

Ótimo post, Ricardo, como sempre!

Camila Torres
Camila TorresPermalink

Nossa, sofri tanto da síndrome do despertador na primeira viagem a Europa que quando voltei tive que mudar o toque do despertador ! Tava traumatizada daquele barulho me acordando enquanto eu ainda estava tão cansada.
smile

Patricia Luck
Patricia LuckPermalink

Opa! Post a ser favoritado e enviado a amigos! Peço, portanto, ajudinha para a sintonia fina do meu roteiro de março/abril:
- 4 noites em Paris (apenas para rever)
- 4 noites em Berlin
- 1 noite em Wurzburg
- 2 noites em Heidelberg
- 1 noite em Friburg
- 1 noite em Lindau
- 7 noites em Munique (rever a cidade e visitar cidades próximas utilizando trem)

Minha dúvida está entre Heidelberg e Munique. Nosso objetivo é visitar a Floresta Negra, estaremos de carro, mas também gostaria de ver o lago Konstanz...

Acham que está esquisito essas duas paradas antes de Munique?

Angela- Alemanha, por que nao?

Olá Patrícia, a ordem das cidades está correta. Vale a pena conhecer a Floresta Negra e o Lago de Constança, mas o ideal seria aumentar pelo menos em 1 dia em Freiburg e 1 dia em Lindau.
Quando faço aos meus clientes o roteiro personalizado sugiro as visitas pela Floresta Negra em 5 dias e para o Lago de Constança em 3 dias. Há tantas atraçoes nestas rotas e cada cidadezinha de perder o fôlego...
Abraços e uma ótima viagem

Patricia Luck
Patricia LuckPermalink

Oi Ângela! Sempre vc pra dirimir minhas dúvidas, hein! Obrigada! Realmente essa parte "do meio" da viagem vai ficar corrida, em relação a hotéis diferentes/carrega/descarrega malas do carro... Em Munique aluguei um apartamento por 7 dias (obrigada pelas dicas de aluguel), então essa parte vai ser bem mais sloooow.

Um beijinho.

Juliana
JulianaPermalink

Olá Raísa.
Estive com duas amigas na Itália em setembro de 2005.
Não sei se o meu relato será útil para você.
Na verdade, essa parte da viagem não teve nada de slow, ao contrário das quase três semanas anteriores.
Peguei um trem bem cedo,de Roma para Nápoles, creio que em torno de seis da manhã. Meu hotel estava próximo à estação. Mantive o quarto em Roma, o que me permitiu levar apenas uma mochila, o que me fez ganhar tempo.
Chegando a Nápoles, peguei um trem para Pompéia. Passei meio dia lá e continuei a viagem para Sorrento, onde peguei um ônibus que ia margeando a costa, e que tinha como ponto final, Amalfi.O objetivo foi apenas ver a estrada, cujo trajeto é lindo, de tirar o fôlego.
Voltei para dormir em Sorrento. No dia seguinte dei uma volta pela cidade e peguei o ferry para Capri.
No final do dia, outro ferry para Nápoiles e o trem para Roma.
Foi uma loucura, mas na época a opção era correr e ter um gostinho da Costa Amalfitana, ou nada!
Em Capri fiz um passeio de barco e fiquei depois rodando pelo centrinho, o que foi muito gostoso. O dia estava perfeito!!! Pelo pouco que eu vi, não achei as praias boas, porque gosto de areia fina e branca. Lá ela é cheia de pedrinhas.
Tenho vontade de voltar com mais calma, para poder conhecer realmente a região.
Resumindo, eu faria Nápoles - Pompéia - Sorrento - Capri- Nápoles. Talvez você tenha que passar uma noite lá, antes de voltar para Roma.
Com certeza surgirão mais informações por aqui, que te ajudarão a escolher o seu roteiro.
Abraço,
Juliana

Kely
KelyPermalink

Post muuuito bom, como sempree!
E' triste cortar cidades do roteiro, mas é necessário. O cálculo pra minha viagem deu 5,62. Ainda sou jovem mas viajo com um estilo slow, quero descansar e conhecer o lugar que irei e não turistar.

Carina
CarinaPermalink

Adora estes posts gerais do Riq...sempre nos ensinando a viajar melhor.
Estou programando uma viagem à Grécia em julho (sei q é cheio mas só tenho férias escolares...) e o mais difícil parece ser eliminar as redundâncias! As vezes todas as ilhas parecem iguais...mas as vezes parece que tenho que conhecer todas!

Raquel
RaquelPermalink

Carina, escolhi somente Santorini, e não me arrependi. Se quiser, dê uma olhada nos posts da Grécia no www.saladagrega.blogspot.com, abraços.

Diogo Avila
Diogo AvilaPermalink

Carina,

Fiz uma viagem para lá no verão passado, nota 10! Fiz uma série de 5 posts a respeito - http://cumbicao.blogspot.com/2011/10/dicas-da-grecia-parte-i.html
Dependendo do período pode nem ser tão cheio assim. Evite final de julho e começo de agosto.

Diogo Avila
Diogo AvilaPermalink

Carina, na dúvida fica ao menos com Santorini (+romântica e pitoresca) e Mikonos (+ praia).
Agora se você tiver mais disposição e tempo, vale a pena pensar em Creta e algumas ilhas menos agitadas.

Carina
CarinaPermalink

Obrigada pelas dicas!

Nathalia Molina
Nathalia MolinaPermalink

Como de costume, texto delicinha e muuuuiiito útil. Adorei o cálculo dos deslocamentos!

Luciana Bordallo Misura

Otimo texto Riq! Eu nao enxugo o meu roteiro antes da viagem nao, eu coloco tudo la e ai vou fazendo o q

Luciana Bordallo Misura

eita, cliquei o enviar por engano! continuando...vou fazendo o que da! Entao o meu roteiro original e sempre muito mais cheio do que da pra fazer na vida real, mas eu ja saio de casa com a mentalidade "se der pra fazer deu, se nao der, deixa pra proxima".

Milton Lucio
Milton LucioPermalink

Depois do que eu fiz ano passado, Canadá (Costa Leste) com Flórida numa mesma viagem, 27 dias (full, fora os dias de/para o Brasil) em 10 hoteis/cidades distintas (indice de 2,7 na "Escala Riq"), passei a rever meus conceitos.... Esse post sensacional veio corroborar isto. Vou passar a adotar um planejamento mais "low profile"...

Para este ano, estou pensando em fazer NYC-Philadelfia-Washington em 15 dias, a principio, em setembro. NY ja conheço. Quantos dias vcs sugerem em Philly e na Capital? Alguma outra cidade interessante no caminho que mereça um pernoite, alem destas?

Jorge Paulo
Jorge PauloPermalink

Ha um fator importante a se levar em consideracao: EXPERIENCIA

Viajo melhor hoje do que ha alguns anos porque:

1. Estou mais experiente

2.Ja conheco alguns outros lugares, e minha lista de desejos diminui a cada viagem smile

3. Viajar nos ultimos 10 anos ficou bem mais acessivel(tanto custo e principalmente informarcoes e tecnologia)

A duracao da viagem e o roteiro se ajustam com o tempo e experiencia com outras viagens.
Como alguem ja citou acima: "voce se conhece mais"

Com o passar dos anos vc pode estar ganhando algum dinheiro a mais para investir em viajar, mas ai vc quer mais conforto tambem, e cabe o raciocinio de q a Europa nao saira do lugar nos proximos 100 anos e voce pode voltar. Mas para um jovem em sua primeira viagem de mochila isso e dificil de entender

Pessoalmente eu e minha esposa temos uma meta ambiciosa:

A partir do 60 anos so viajar de executiva, sera q vai dar?

Daqui ha 20 anos eu atualizo meu post!

Elaine Rego
Elaine RegoPermalink

Nossa, vc e sua esposa estão como eu e maridão: "A partir do 60 anos so viajar de executiva, sera q vai dar?".

Já não investimos nos "Ibis" da vida se podemos um "Pestana"...kkkk.

Só que eu e maridão ainda temos 30 anos pra chegarmos lá.

É incrível como a lista de desejos vai diminuindo e que acabamos revisitando locais que adoramos ...mas por outro lado com a tecnologia surpresas e curiosidades aparecem: Russia...nem imagina "querer" ir lá, mas já ando pensando seriamente!
E ando tirando praias do Nordeste do roteiro ( revisitas) e ficando mais por perto de casa "Buzios", "Angra dos Reis" e "Paraty". Vamos mudando...é a vida!!!

Mirella
MirellaPermalink

Perfeito esse post, hein? POr mais que viajamos, pensar em gastar 5 dias em uma só cidade as vezes dá aflição, mas no final é sempre a melhor decisão, principalmente para as grandes cidades...
Se bem que as grandes metroples passam a ser mais interessantes da segunda vez que se visita... essa pelo menos é minha experiênciasmile
AMEI o post, estou repassando para minha mãe que esta aprendendo a viajar independente!!!!

Fabiana
FabianaPermalink

Caros, muuuuuuuuuuuito obrigada pelas diversas dicas!!!!! No projeto original havia uma noite a menos em Milão e uma noite a mais em Firenze. Porém, por razões futebolísticas domingueiras, fui coagida pelo meu marido a ficar mais um dia em Milão e assim assistir a una bella partita di calcio milanesa. Mas vou tentar reduzir Verona e dedicar dois dias a Firenze, nem que tenha que cortar alguma cidade do interior toscano. Quanto à quantidade de dias será a nossa primeira viagem loooonga. Na volta conto se me enjoei, se me esqueci como se trabalha ou se não queria outra vida. Super abraços!!

Loraine
LorainePermalink

Olá, Estarei em maio na itália e reservei 3 dias para Veneza, pois o primeiro, da chegada direto do Brasil, acredito que será somente para descansar. Tenho mais cinco dias antes de chegar a Roma, o que vcs me aconselham? Gostaria de dividir esses dias entre Florença e alguma base na Toscana para ver cidades proximas como Lucca e siena? Acham que com esse pequeno tempo é possível?

Raquel barbosa
Raquel barbosaPermalink

Loraine, tenho algumas dicas do meu roteiro pela Itália no www.saladagrega.blogspot.com , se quiser, é só clicar na tag Itália, Veneza ou Toscana...abraços

marta
martaPermalink

Adorei esse post! Concordo em tudo! Sempre gostei de viajar para um país só de cada vez estabelecendo bases e de lá visitar o que desse tempo ou vontade. Fabiana, eu penso que 1 ano em Roma ainda seria pouco! Assim como Veneza, Florença e tudo mais porque a viagem não inclui só visitar lugares turísticos, mas ter tempo para andar a toa pelas ruas descobrindo coisas, lugares, comidinhas, ou sentar na grama de um parque e ficar observando as pessoas, ou andar por regiões que não estão nos guias, e assim por diante...
Mas mesmo assim ainda sei de muitas coisas que vão melhorar minhas viagens e que ainda não consegui alcançar, principalmente em relação a bagagem!!!! Mesmo levando poucas roupas temos mania de ir coletando coisas pelo caminho: bebidinhas, comidinhas especiais, catálogos de museus, mapas, que no final da viagem viram um mega volume...

Vladimir
VladimirPermalink

Li e aprendi desde o ano passado com suas dicas comandante e com a atenção, e rápidas respostas da Bóia!!! Veja se estou certo?

Quando comecei a preparar meu roteiro no ano passado tinha colocado 2 dias em Veneza, porém, depois que comecei a pesquisar os sites de viagem, principalmente o VnV, acabei tirando Veneza do roteiro e preferi ter mais 1 dia em Florença e 1 na Costa Amalfitana. Além disso, ganhamos praticamente mais 1 dia em Munique, pois não vou ter que me deslocar para Veneza e depois para Florença.

Podia ter tirado a Costa Amalfitana! Mas, preferi tirar Veneza porque nossa viagem já está com muitos lugares históricos, museus, etc para conhecer. Estou indo para a Costa Amalfitana para relaxar, sem o intuito de fazer tooodos os lêres. Quero ter um dia para ir até Ravello, mas, não sei se vou a Capri. Vou levar a sunga com o intuito de dar um belo mergulho no Mediterrâneo, numa das cidades da Costa (Qual é a melhor para pegar uma praia?). Espero que o tempo ajude!!!

Segue o Roteiro para Junho 2012, dias looooongos:

- 4 dias em Paris. Em Paris estou escolhendo a 4ª feira para visitar Versailles e o Louvre, pois, nesse dia o Louvre fica aberto até às 22h. Penso acordar cedo ir para Versailles, voltar comer descansar e chegar no Louvre por volta das 17h. Vocês acham uma boa idéia???

- 5 dias em Munique.
1 dia para Salzburg de trem. Na ida para Salzburg queria fazer uma visita ao Castelo Traunitz, em Landshut, mas, acho que vai ficar puxado. Leio e releio o site da Bahn.de e fico achando arriscado. Penso em tirar o Traunitz e fazer somente Salzburg mesmo.
1 dia para Innsbruck de carro (se achar que dá, voltamos para Munique por Füssen, só para ver de longe mesmo o Neuschwanstein, da Ponte MarienBrücke. Alguém sabe dizer como é a Paisagem na estrada entre Innsbrück e Füssen???).
Aceito sugestões sobre a passagem por München, Angela! smile

- 4 dias em Florença.
1 dia para San Gimignano e Siena.
Talvez, 1 dia para Pisa e Lucca (estou achando que vou tirar Pisa e Lucca e passar 3 dias em Florença). Aceito sugestões2.

- 3 dias em Sorrento. Preferi a Costa Amalfitana à Veneza, pois, já estaremos perto do Verão e para poder descansar um pouco da pedreira que "foi" até aqui!!! Além disso, fazer um passeio diferente de Museus e Cidades Históricas! Visita à Pompéia na ida ou na volta. Acho melhor na ida, pois, já estaremos no pique da vinda de Florença, assim, poderemos sair de Sorrento, no último dia sem pressa para comer uma Pizza em Napoli e chegar a noite em Roma.

- 4 dias em Roma.

Meus voos de ida e volta do Brasil são em ótimos horários! Chego em Paris às 8h e saio de Roma às 22:30h.

Acho que coisas como tirar Veneza desse roteiro, escolher Costa Amalfitana à Veneza, pensar em tirar a visita ao Castelo Traunitz, estão em concordância com esse post.

Bóia e tripulação, aceito críticas e/ou elogios!!!
Abraços,
Vladimir.

Evelyn
EvelynPermalink

Vladimir,

seu roteiro está bom. algumas observações:

- se for sua primeira vez em Paris, fique NO MÍNIMO 5 dias inteiros. se ñ for, ok. mas se for, exclua versailles, e fique só em paris, ou então acrescente 1 dia, que é o ideal.

- nunca, jamais, combine louvre + versailles em um mesmo dia. fica muito cansativo, de verdade! e vc vai saturar de lugares históricos, que é exatamente o que vc quer evitar! separe essas atrações pra dias diferentes!

- salzburg merece NO MÍNIMO um dia inteiro. não conheço o castelo que vc citou, mas salzburg já tem muita coisa, e vale por si só. talvez fique puxado combinar com outra coisa.

- fussen e o castelo valem muuuito à pena, bem mais que innsbruck. e não dá pra fazer as 2 juntas, cada uma requer um dia. pode trocar innsbruck por fussen, sem medo de ser feliz.

- não acrescente mais nada ao roteiro de munique, pra não apertar, já que você fará 2 bate-e-voltas.

- os dias em florença estão ok, mas não acrescente mais nada, de jeito nenhum.

- tentei fazer san gimignano + siena em um só dia, mas não consegui.... me pareceu viável no roteiro, mas na prática acabei me demorando em siena bem mais do que o planejado.... se vc gostar de passear com calma, deixe esse plano em aberto (tipo, "se der ótimo, se não der, não vou me estressar...")

- usei um turno pra ir a pisa (uma manhã). foi suficiente, mas pisa é muito mais que a torre, dá pra demorar no centrinho, que é uma gracinha. o ideal em uma slow travel é um turno e meio, na minha concepção.... no entanto, um turno tb está ok.

- roma está ok.

Vladimir
VladimirPermalink

Obrigado Evelyn!!!

Já estive em Paris e estou voltando. Ainda não fui a Versailles, por isso estou pensando em ir dessa vez. Talvez eu vá a Versailles num outro dia mesmo. É que o dia perfeito seria na 4ª, pois, chego na 2ª, imagino que no hotel por volta das 10h, cansado da viagem, na 3ª é dia dos namorados (12/6) e pensava em fazer um roteiro por Paris mesmo e na 5ª meu voo para Munique é às 21h, não quero me afastar do hotel.

Sobre Salzburg e Landshut, realmente vou ficar só com Salzburg mesmo!

Com relação à Innsbruck é que quero ir nos Alpes, aquela história de fazer um passeio diferente... Talvez escolha Garmisch, por ser mais próximo à Füssen. Estarei de carro nesse dia. Tenho que ter um dia nos Alpes!!!

No passeio a San-Gimignano, vou fazer 1º San-Gimignano e depois Siena. Como você falou, se demorar muito em San-Gimignano, excluo Siena. Queria fazer de carro, mas, o pessoal da Hertz me disse que na Itália eu tenho que ter a carteira Internacional, diferente da Alemanha, que não precisa. Então, vou fazer no esquema trem-ônibus.

Valeu pela resposta,
Vladimir.

Fernanda
FernandaPermalink

Não precisa, não.
Meu marido dirigiu sem encrencas com a nossa carteira daqui.
Alugamos um 500 branquinho por EUR 60 o dia!

Marcelo Jesus
Marcelo JesusPermalink

Vladimir, dirigi na Itália por mais ou menos uma semana em abril passado e ninguém perguntou pela permissão internacional de dirigir (que por sinal eu tinha feito), nem na locadora nem em momento nenhum. Aluguei na Europcar.

De todo modo, é como diz o Comandante, precisar da carteira internacional em si, não precisa, mas... se você tiver que levar um lero com um guarda rodoviário (vai saber...) pode ser que o cara encrenque.

Agora, a permissão internacional não substitui a sua carteira de motorista não, você precisa da sua CNH de qualquer modo, a permissão é uma espécie de "tradução" da sua CNH em vários idiomas, explicando o que significa categoria de condutor A, ou B, ou AB, por exemplo.

Vladimir
VladimirPermalink

Valeu, Marcelo!

Se fôsse preciso na Alemanha, com certeza eu faria! Pois, na Alemanha é o único lugar que faço questão de dirigir.

Mas, na Itália só devo precisar mesmo para 1 passeio que pode ser feito num bom esquema de Trem+Ônibus. Não vou com tempo para ficar rodando pela Toscana. Serão 3 dias e 1/2 e 4 noites.

Pode ser que resolva ficar com carro também na Costa Amalfitana, mas, sempre vejo o pessoal falar tanto, que fazer os passeios de ônibus e/ou barcos, também valem muito a pena, até para curtir a paisagem. Aliás, na Costa Amalfitana penso em alugar uma moto.

Vou ver o que faço, mas, caso for pegar carro para ir a San-Gimignano e Siena, vou fazer a carteira!

Obrigado de coração,
Vladimir.

Fernanda
FernandaPermalink

Concordo com tudo que a Evelyn disse. Não posso acrescentar nada sobre a parte germânica, nem sobre a costa amalfitana, porque não conheço, mas o que eu diria a mais:
- vc vai voltar QUEBRADO de Versalhes. Eu fui a Versalhes, voltei e ainda subi os 2 andares da Eiffel a pé, mas era inverno, é diferente... no calor de junho, vai ser bem mais cansativo. Faça as coisas separadamente. E, de fato: se for sua primeira vez em Paris (e não der para esticar sua estada para mais dias), não se dê ao trabalho/ luxo de ir a Versalhes.
- eu não iria a Pisa porque não tem nada além de um milhão de turistas fazendo pose na frente da torre. Me irritei muito comigo mesma por ter feito questão de ir. Iria direto a Lucca (que é TUDO-DE-BOM, não deixe de alugar uma bike e andar pela Passeggiata delle Mura) e passaria o final da tarde em Viareggio.
- não cheguei a ir a San Gimignano, mas, já que a Evelyn disse que fica apertado, eu iria somente a Siena (que é linda e merece uma visita mais longa), passando por vilas menores no caminho (Castellina in Chianti, Fonterutoli, San Donato in Poggio) - as cidadelas toscanas são o que há de melhor na região!! (mas tem que alugar carro, porque não para trem nesses lugares)

Ai, que delícia viajar...

Vladimir
VladimirPermalink

Valeu pelas dicas Fernanda!

Chegando em Florença decidiremos se vamos ou não à Lucca!
Vai depender do que conseguirmos aproveitar por Florença, pois, tem muita coisa pra fazer e muito o que passear pelas ruas e subir na Piazzzle Michelangelo, comer bem... teremos 3 dias e 1/2, incluindo San-Gimignano.

Sobre Versailles e o Louvre, vou tentar ver se minha pergunta vai para o perguntódromo!

Obrigado,
Vladimir.

Joana
JoanaPermalink

Oi Vladimir,
Eu moro em Munique, e já fui varias vezes nos lugares que você citou (menos Landshut).
Te recomendo fortemente não ir a Innsbrück. Eu amo a cidade, mas a única vantagem dela é ficar perto das Montanhas. A cidade em si não é tão linda assim. Fique com Salzburg que é mais bonita.
Se for de trem pra Salzburg esqueça fazer qualquer outra coisa no dia, porque o passeio toma o dia todo.
Um bom jeito de economizar nas viagens dentro da Baviera é comprar o "Bayern ticket partner" com o qual você e mais 4 pessoas viajam por toda a Baviera por 29€, e vale o dia todo (não vale no EC, IC, ICE e RJ; e nos dias de semana só vale depois das 9h).
Quanto ao Newschwanstein e as outras viagens, recomendo alugar um carro. As estradas aqui são simplesmente perfeitas, e de quebra você tem bem mais mobilidade. Só preste atenção no hotel. Vaga na rua não só não é fácil, como é caríssimo no centro.
Se quiser virar Muniquense por um dia, compre uma churrasqueira portátil e vá para o Flaucher, nas margens do rio Isar.
Para andar em Munique no verão, use uma bicicleta, e aí você estará mesmo como os locais.
Boa viagem!
Boa viagem!!!

Vladimir
VladimirPermalink

Oi, Joana!

A minha opção por Innsbruck é ter um dia nos Alpes. Você acha que se eu fizer, em vez de Innsbruck, Garmisch e depois passar em Füssen, só para ver o Castelo uma idéia fraca? No "via michelin" me dá 3:40h de estradas, é pouco para quem vive no trânsito do Rio... Pretendo estar de carro nesse dia. Fui ver de trem e fica muito ruim, pois, é 1:30h até Garmisch e de Garmisch para Füssen de 2 à 2:30h + a volta para Munique... Ou ir só a Innsbruck e passar o dia lá?

Foi perfeita sua dica sobre quais trens não aceitam o Bayern Ticket. Já sabia da existência do Ticket pelo próprio VnV, mas, não tinha certeza sobre quais trens não o aceitavam. Já está anotado e já vi os horários para Salzburg no site do bahn.de.

Definitivamente, não iremos ao Castelo Traunitz em Landshut no mesmo dia que Salzburg. Talvez, se conseguirmos fazer tudo que queremos em Munique, eu tire uma manhã ou uma tarde para ir até lá, já que fica a 40min de trem de Munique.

Gostei da dica da Bicicleta!!! Já tinha pensado nisso. Não sei se vou precisar, pois, vou ficar colado na Estação de Trem, chegando lá a gente decide. A churraqueira vai depender do tempo disponível, mas, tenha certeza que vou mandar ver nos sandubas de Bratwurst... desde o café da manhã... hehehe...

Obrigado de coração,
Vladimir.

Joana
JoanaPermalink

Vladimir,
Garmisch é super turístico, mas é bonito. Só que o passeio demora bem. Tem duas opções de coisas pra você ver lá:você pode ir ao Zugspitze (o ponto mais alto da Alemanha) ou em Wank. Os dois são nos alpes.
Vantagem do Wank: você vê o Zugspize e faz lindas fotos, não é lotado, a plataforma é grande
Desvantagens: você não pode dizer que foi no ponto mais alto da Alemanha
Vantagem do Zugpstize: contar pros amigos que foi
Desvantagens: é cheio, a plataforma lá em cima é pequena, é mais caro e mais demorado que o Wank
Pra saber de qual você vai gostar mais eu recomendo dar um olhada na webcam dos sites. Aí vc vê o que você prefere.
Wank: http://www.zugspitze.de/en/summer/berg/wank/
Zugspitze: http://www.zugspitze.de/en/summer/berg/zugspitze/
Particularmente eu acho o Wank melhor, mas... o viajante é quem decide
Se você estiver de carro Füssen e Garmisch podem ser feitos num dia só. Se o seu objetivo é só ver o castelo, claro. Até porque em Julho escurece supertarde. Mas tem que começar cedo a programação. Depende de vc se quer acordar cedo ou não.
Típico mesmo daqui é tomar café da manhã de "Weisswurst" (salsicha branca) e cerveja de trigo. Recomento fortemente um lugar chamado Weisses Bräuhaus (pelamordedeus, não é a Hofbräuhaus, essa é só pra turista), que fica na Tal no. 7. É bem no centrão da cidade, e é um lugar tradicional. Só que esse tipo de salsicha só é servido antes das 12h. E não coma a pele, só o recheio. =)
Divirta-se

Vladimir
VladimirPermalink

Muitas informações muito úteis que vc me deu Joana!

Vou tirar Innsbruck e fazer Garmisch-Partenkirchen, com o intuito de ir até Füssen no mesmo dia.

Essa do Wank eu não sabia!!! Vi um vídeo no youtube sobre essa opção e confesso que está aberta mais essa possibilidade!!! http://www.youtube.com/watch?v=ZhLfiQeGM44

Já estou me imaginando tomando café da manhã no Weisses Bräuhaus, já vi onde fica e na 6ª-feira dia 21/6, estarei lá.

Sobre Landshut, vou ver se vou! Só quando estiver por lá mesmo. Coloquei um post no site da Angela, do "Alemanha Por Que Não"!!! Ela disse que dá para fazer numa manhã ou numa tarde!!! Tem coisas em Munique que não faço questão de conhecer, então, a possibilidade está aberta dentro dos 3 dias cheios que terei.

Muito Obrigado,
Vladimir.

Evelyn
EvelynPermalink

Vladimir,

PARIS

- já cometi o mesmo erro 2 vezes de combinar louvre e versailles no mesmo dia, com a ilusão de "ganhar tempo", exatamente pelos mesmos motivos que você (abertura do louvre até tarde). que dá pra fazer, dá, ainda mais pq, pelo que entendi, não é a sua primeira vez. no entanto, na minha opinião, a otimização do tempo não compensa. compromete toda a sua disposição pra os dias seguintes, pois é MUITO CANSATIVO, especialmente em junho, com as atrações mais cheias...

sugestões:

- ir a versailles na terça bem cedinho, pra evitar o fluxo. dá tempo de programar algo bem especial para a noite dos namorados, inclusive pra relaxar do dia puxado em versailles;

- OU ir ao louvre na terça, fora do horário noturno (essa opção é mais desvantajosa...). inclusive veja se os espetáculos noturnos das fontes em versailles já vão estar ocorrendo em junho....

FLORENÇA

- eu tava aqui pensando, seu roteiro pela toscana tá apertadinho, mas como vc falou que se não der tempo de fazer tudo, não vai ter problemas (decepção ou frustração...), está ok. acho que não vai dar pra fazer todos os passeios planejados. o ideal seria uma noite a mais, pelo menos...

- por que vc não tira a carteira internacional? vc só vai em junho! é bem simples esse procedimento, dá tempo! é só requerer no detran e pagar uma taxa.

ALPES

- não deixe, EM HIPÓTESE ALGUMA, de visitar fussen e o castelo. sério mesmo. lá você vai ter um visual de montanhas, é tudo muito lindo, o castelo fica num penhasco!!!! sei que isso de escolher as prioridades é muito pessoal, que vc realmente deseja subir em alguma montanha, mas eu não vejo como um ser humano não achar fussen + o castelo um lugar imperdível!!!!! vale muito à pena!!!! e reforço: innsbruck perde para esse passeio. se vc tiver de carro, um lugar lindo que dá pra combinar com fussen é oberamergau. veja as imagens no google das casnhas pintadas. é lindo!!!!! pense nisso....

Vladimir
VladimirPermalink

Valeu, Evelyn!!!

Vou fazer naquele esquema que já falou: Se der Beleza, ser não der Beleza.

Vamos para Versailles na 4ª mesmo (a 3ª já está planejada) e se achar que dá para dar, pelo menos uma volta no Louvre à noite, ótimo. Se não der Ótimo também!

Sei que é pouco tempo para a Toscana, por isso, prefiro me concentrar em curtir Florença e só fazer o passeio a San-Gimignano, se der vamos a Siena no mesmo dia, se não der Beleza! smile

No meu roteiro original eu ia de Munique para Veneza e de lá para Florença. Ia ficar com uma tarde a menos em Munique, um dia a menos em Florença e um dia a menos em Sorrento. Já tive uma grande evolução... smile

Sobre a carteira! Para dirijir na Itália, penso que, se fizer, vou fazer a toa, pois, não vou ter tempo de passear pela Toscana e minha vontade, na Costa Amalfitana, é passear de ônibus e barco, talvez moto.

Já exclui Innsbruck e vamos para Garmisch (de carro), pela proximidade de Füssen. Pelo que vi e entendi dá para ir a Füssen também, tranquilamente. Vou torcer para pegar bom tempo! A Angela do "Alemanha! Por Que Não" ainda disse para eu passar pelo Linderhof. Estou vendo no mapa e Oberammergau é próxima! Vi também as fotos e são para deixar com uma pulga atrás da orelha...

Se não conseguir ir a Füssen no Domingo, terei que reservar pelo menos uma manhã ou uma tarde para Landshut, pois, também quero ir a pelo menos 1 castelo...

Obrigado de coração,
Vladimir.

Joana
JoanaPermalink

Adoro Linderhof, Vladimir. Acho o castelo mega legal. Pra mim ganha de Neushwanstein fácil.
=)

Vladimir
VladimirPermalink

Nossa, Nossa, assim vcs me matam!!! hehehe...

A princípio será Garmisch e Füssen!!!

Se sairmos cedo de Garmisch, vamos a Oberammergau e ao Linderhof também. O carro já está reservado para as 7h da manhã!!!

Agora, Joana, o Linderhof vale ver por dentro, não é isso?

Gustavo
GustavoPermalink

Olá Vladimir, aqui vão as minhas observações

- Acredito que a sua escolha de deixar Versalhes para a manhã foi sábia, mas já te digo que o palácio vai te tomar um bom tempo se você quiser dar a atenção necessária a ele. Já o Louvre, para mim, está mais do que o suficiente para você ter uma boa BASE de como funciona o museu e das obras mais importantes. Mas já te garanto que os dois no mesmo dia não é uma boa ideia. Tente combinar cada um com um passeio diferente.

- Concordo que Innsbruck é uma cidade bonita, mas não é tão linda quanto Salzburg. Porém, acredito que você deve conhece-la.

- Já em Florença acredito que 3 dias é muito, por isso acredito que você irá aproveitar muito mais se usar um desses dias para conhecer Lucca e Pisa, que na minha opinião são muito gostosas de se conhecer. Para mim os outros 2 dias em Florença são suficientes para conhecer a cidade e o museu (que não pode ficar de fora de seu roteiro).

- Quanto a Veneza sair do roteito eu concordo. O calor é insuportável por lá e a cidade além de estressante no calorão, não vai te proporcionar boas lembranças para o seu verão. Os seus dias na Costa Amalfitana também estão, ao meu ver, de bom tamanho e também concordo que Pompéia deve ficar para o inicio, pois as ruínas são muito espalhadas e você irá caminhar muito (recomendo levar bastante água e não levar mochilas pesadas, mesmo tendo um guarda volumes na entrada). Quanto a Nápoles, eu acho a cidade muito feia, mas admito que a Pizza é imperdível. Só tome cuidado, pois a cidade é muito perigosa, principalmente a noite.

- Por fim, não perca a oportunidade de conhecer o castelo. Ele é impressionante.

Vladimir
VladimirPermalink

Obrigado Gustavo!

Eu meio que já respondi e "defini" acima o que faltava para "fechar" o roteiro. smile

- Versailles + Louvre! Vou decidir no dia se vai dar para os 2, se não der, elimino a visita ao interior do Louvre dessa viagem!

- Gosto de Innsbruck pelo nome e ser um destino conhecido e ter Alpes. Mas, como não sei se vou ao castelo Trausnitz, vou para Garmisch-Partenkirchen, que todos dizem ser um passeio parecido com Innsbruck. Escolho Garmisch pela proximidade de Füssen, pois, de lá partimos para avistar e tirar umas fotos do Neuschwanstein. Quero pelo menos um castelo!!! Se conseguir sair cedo de Garmisch, entre 12h e 13h, ainda incluo uma visita ao Linderhof! Não vou me preocupar em fazer nada em disparada... a única coisa certa é que pretendo sair de Munique cedo! Preciso de um tempo bom no Domingo, dia 17/6! smile

- Em Florença vamos ver! Pois, chego às 11h no Aeroporto, então, só teremos metade do 1º dia. Como faço questão de incluir San Gimignano e, se possível, Siena no mesmo dia, a parte de Pisa e Lucca será decidida por lá! Chego às 11h do dia 20/6 e saio na manhã do dia 24/6 rumo à Sorrento. São 3 dias e 1/2 e 4 noites. Com certeza visitaremos a ACADEMIA e UFFIZI, também vamos fazer um lanche com vinho na PIAZZALE MICHELANGELO, DUOMO, etc. Já ouvi dizer que o Museu BARGELLO é bem interessante... Acho que vou achar até pouco, o tempo em Florença!

- Quando comecei a fazer o Roteiro achava que ter Veneza seria moleza. Mas, hoje não me arrependo em tê-la tirado. Foi a melhor coisa que fiz! Devo essa ao VnV!!!

- Também cheguei a conclusão que é melhor fazer Pompéia na ida para Sorrento! Seu ok, só me dá mais convicção! Tem um trem que parte de Florença às 10:14, chegando em Napoli às 13:10!!! Napoli, no caminho de ida para Roma é só para comer uma Pizza, perto da estação mesmo!

- O Castelo, com certeza, se não for o Neuschwanstein será o Trausnitz ou talvez os 2. Também, estou com uma manhã e início de tarde para o Nymphemburg, em Munique!

Obrigado de coração,
Vladimir.

Evelyn
EvelynPermalink

Oi, Vladimir,

que bom que já conseguiu firmar seu roteiro. torço pra que vc consiga conhecer o Neuschwanstein! qualquer coisa, se não der tempo, não entre no castelo (filas demoradas), mas suba até ele e pelo menos conheça por fora. o visual da parte externa é a parte mais importante, na minha opinião.

linderhof é muito bonito, por dentro e por fora. mas realmente não é prioridade. entre linderhof e oberammergau, prefiro oberammergau (mas é um passeio completamente diferente, pq é uma cidadezinha e não um castelo - questão pessoal...).

quanto ao nyphenburg em munique, um turno é (bem!) mais do que suficiente! a atração mais demorada em munique pra se conhecer por dentro é a residenz. essa sim toma tempo.

os museus em florença são bem cansativos. pode pegar leve... hehehe

versailles dura um turno e meio, desde que você chegue cedinho. não deixe de ir até a fazendinha de maria antonieta, lá no final, depois do petit trianon. desejo a vc energia e disposição pra esticar ao louvre! vc vai conseguir! tenho certeza!

pompéia é imperdível!

Vladimir
VladimirPermalink

Valeu, Evelyn!!!

Minha intenção no Neuschwanstein é só ver de fora mesmo. Como um Castelo numa paisagem.

Boa, essa dica de que o Residenz toma tempo. Achei que faria a visita em pouco tempo. Meu 1º dia é todo para conhecer o Centro, subindo na Torre da Sankt Peter e visitando o Residenz. Se o dia andar bem a gente vai, senão, vou deixar para um outro dia. Pois, faço questão de conhecer o Residenz.

Coisas que, gostaria, mas, não faço questão de conhecer são o Parque Olímpico, o museu da BMW (mesmo sendo um apaixonado por carros), o Deutsches Museum, o Englischer Garten... Troco uma tarde no Englischer Garten ou Deutsches Museum, para passar uma tarde indo à Landshut e o Castelo Trausnitz num piscar de olhos!!!

Mais uma vez Obrigado de coração,
Vladimir.

Vladimir
VladimirPermalink

Agradeço de coração à Bóia e a Tripulação pela ajuda e dicas.

Obrigado especial à Bóia, que mandou o roteiro para o Perguntódromo.

O VNV é DEMAAAAAAIS.

Obrigado,
Vladimir.

Fátima
FátimaPermalink

Vladimir, como é este esquema seu de chegar em Paris e voltar por Roma? Qdo simulo nos sitessó passagem de ida fica muito caro. É algum pacote? Seria o ideal para mim. Por favor, se puder me responder. Vou para Paris e depois Itália em setembro.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Fátima! Não é pacote não, é o jeito inteligente de comprar passagens para a Europa em viagens a mais de uma capital.

Você precisa usar a função "Múltiplos destinos". Os sites que oferecem esta função são: http://www.expedia.com (precisa optar pelo site americano), http://www.decolar.com e os sites das cias. aéreas. Submarino Viagens, Mundi e Viajanet não oferecem esta função.

Simule também os trechos internos. Se cada trecho encarecer a passagem em até 150 dólares, vale a pena. Você não conseguiria muito mais barato que isso com low-cost, e se sujeitaria a limites de bagagem estritos e multas caríssimas por excesso de peso.

Vladimir
VladimirPermalink

Oi Fátima!!!

Comprei pelo site da AirFrance.

Já vinha pesquisando diariamente. Isso é FUNDAMENTAL!!!

A AirFrance tem parceria com a Alitalia.

A passagem, entrando por Paris e saindo por Roma estava em R$1.700, com as taxas.

Um dia eu coloquei os outros trechos, que faria de trem. O resultado? R$2.025,00, com as taxas, em 5x sem juros. Comprei na hora!!!
O mais barato que conseguia em outras empresas era R$4.500,com escalas e em horários bem piores.

Consegui voos diretos em ÓTIMOS horários.
1º - Rio-Paris: Sai as 16h do Rio e chega lá às 8h. AirFrance.
2º - Paris-Munique: Saí às 20:40h e chega às 22h. AirFrance.
3º - Munique-Florença: Sai às 7:20h e chega às 12h. O único voo com escala. CityJet.
4º - Roma-Rio: Sai às 22:40h e chega às 5:40h. Alitalia.

Boa Sorte!!!

Bóia! Boa tarde! Bem que podiam avisar pelo e-mail, quando alguém responder um post nosso por aqui. Será que dá para fazer o sistema ter essa função?

Obrigado e Ótima Semana pra vocês!

Vladimir
VladimirPermalink

Olá, Pessoal!!!

Estou voltando para dar o feedback da minha viagem!!! Sem dúvida o VIAJE NA VIAGEM me ajudou demais, além das dicas que recebi nesse comentário, que a Bóia fez a Gentileza de enviar para o perguntódromo.

Sendo assim, começo dizendo um MUITO OBRIGADO à todos do VIAJE NA VIAGEM e aos amigos e amigas da TRIPULAÇÃO que me ajudaram, neste e em outros posts.

Fiz um roteiro maior do que o que nós poderíamos fazer. Fiz de propósito, pois, é melhor não ir a alguns lugares do que não ter mais nada para fazer ou ter que pesquisar na hora.

Então, vamos lá:

Nosso 1º dia foi um dia relativamente perdido, devido ao fuso horário. Chegamos em Paris às 8h (3h no Brasil). No voo não dormimos nem 1h. Estávamos ansiosos e ficamos vendo filmes e conversando. Para acertar o fuso logo no 1º dia resolvemos ficar virados. Logo, foi um dia onde nada tinha graça e imperava um certo mau humor. Resolvemos fazer coisas bem leves, então, fizemos a Capela da Medalha Milagrosa e São Vicente de Paulo, depois, fomos para a CityPharma, pois, minha mulher queria ter no roteiro "uma visita à farmácia", então, resolvi fazer isso logo nesse dia (aviso que não gostamos do passeio, pois, a farmácia é pequena, cheia e estávamos de mau humor... razz além disso, na Alemanha os preços são melhores e os locais muito melhores para comprar essas coisas e perfumes. Como já tínhamos comprado em Paris...). Passeamos sem rumo ou melhor FLANAMOS e fomos dormir por volta das 22h.

Os outros dias foram perfeitos.

No 2º dia andamos muuuuuit. Saímos do hotel às 7:50h e foi um dia SHOW. Era dia dos namorados, 12 de Junho, e fechamos o dia com um jantar de Gala!!! Tínhamos comprado um passeio de Bateux Mouche nesse dia, mas, nem fomos, por opção mesmo. O dia foi perfeito de qualquer jeito!!!

No 3º dia(uma 4ª feira) estava programado Versailles de dia e o Louvre à noite, mas, segui o conselho da Evelyn e cancelei Versailles, tínhamos andado muito no dia anterior e iríamos ao Louvre à noite. Então, optamos por fazer as coisas de dia em Paris mesmo. Nesse dia fomos no JARDIM DE LUXEMBURGO à tarde, levamos um Pic-nic (comprávamos as coisas num mercado MonoPrix que tem do lado do hotel que ficamos) com queijos, salame, salmão defumado, pães e ... Vinho!!! Que Beleza!!! Foi uma tarde EXCELENTE!!!

No 4º e último dia a única coisa que achamos que não valeu muito a pena foi subir na Torre Montparnasse. Achamos um passeio meio sem sal, ficamos achando que fizemos besteira em ter trocado a Torre Eiffel pela Torre "feia", mas, não houve arrependimento.

Embarcamos para MUNIQUE às 20:30h. Chegando lá, ainda deu tempo de ir tomar um CHOPP!!! WUNDERBAR!!!

Nosso 1º dia em Munique!!! Às 7:15h já estávamos na Hertz da Hauptbahnhof e às 8h fomos para os Alpes!!! Foi nosso melhor dia e quando tiver tempo vou deixar um comentário completo no post do André Lot, que está aqui no VnV: https://www.viajenaviagem.com/2011/03/bate-volta-de-munique-a-garmisch-e-zugspitze-por-andre-lot/ Pela estrada à 170km/h chegamos em GARMISCH-PARTENKIRCHEN às 9:30h. Era uma 6ª feira, dia 15 de Junho e tinha uma feirinha no centro, onde compramos salames, queijos, pães e frutas SENSACIONAIS e MARAVILHOSOS!!! Seguindo o conselho da Joana optamos pelo Wank, ao invés do Zugspitze. O Wank é sensacional, pois, como a Joana já havia dito tem uma vista ESPETACULAR do Zugspitze!!! Ficamos lá até umas 13h e tiramos ALTAS FOTOS!!! EXCELENTE!!! Depois, seguindo o conselho da Evelyn, fomos conhecer OBERAMMERGAU!!! No caminho paramos em uma das paradas da estrada e fizemos nosso picnic/almoço. BOM DEMAIS!!! Passeamos em OBERAMMERGAU e vimos as casas pintadas e visitamos a Igreja, tomamos um café e comemos um doce de tangerina ESPETACULAR no centrinho e seguimos para o NEUSCHWANSTEIN. Paramos o carro no estacionamento e pegamos o ônibus para subir. Fomos na MarienBrücke para ver o castelo e de lá descemos pela trilha (não entramos no castelo). Já indo embora passamos numa plantação de morangos e na frente tinha um aviso de "Colha e Pague" e é lógico que paramos. Um barato!!! Colhíamos os morangos e depois pagávamos por peso. O preço? 3euros o Kilo! O Morango? O melhor que já comi na vida!!! O lugar tem vista para o Castelo!!! Foi demais!!! Às 20:30 já estávamos entregando o carro!!! Consideramos este o MELHOR DIA DA VIAGEM.

No sábado e no domingo ficamos em MUNIQUE e nos fascinamos com a cidade e todas as suas belezas, organização, riqueza, educação, chopp, etc, etc. Ficamos fascinados com MUNIQUE!!! O aniversário da cidade é no dia 14 de Junho e sempre tem comemoração na cidade no fim de semana seguinte. Muitas barracas e alguns palcos espalhados pelo centro. Fomos com o roteiro da Angela do "Alemanha! Porque Não" e tivêmos um fim de semana ESPLÊNDIDO!!! Destaco, de memória, a ASAMKIRCHE, HOFBRAUHAUS, descanso na OdeonPlatz e principalmente a Dupla "Teatro Cuivilles e Residenz" (este programa é obrigatório, pessoal). Começamos pelo Teatro, onde, ficamos uns 20 minutos nos sentindo dentro de um filme, no teatro cheguei a tirar um cochilo de uns 3 minutos e acordei naquele lugar de Cinema, depois, fomos para o Residenz que é SENSACIONAL, foi muuuuito acima do esperado. Reservem uma tarde ou manhã inteira para essa visita!!!

No 4º dia fomos a SALZBURG. Visitamos a cidade e o castelo HOHENSALZBURG, ficamos umas 3h dentro do castelo e descemos pela Trilha. Em Salzburg sempre se escuta Mozart, até no castelo a gente houve de longe, a impressão é que a música vem de lá de baixo, da cidade... será? Foi mais um dia FANTÁSTICO. Só achei que ficamos pouco tempo, pois, chegamos às 11h e voltamos às 18h. A moça da estação em Munique disse que era suficiente, mas, queríamos ter ficado mais. Ah! Visitamos também o Parque Mirabel!!! Vale muito à pena esse bate-volta. Detalhe que o BayernTicket vale para menos horários do que pensamos. Temos que marcar o horário da ida e da volta...

No último dia estávamos cansados de fazer turismo e resolvi levar minha mulher para conhecer a KARSTADT, pronto, 2 horas e 30 minutos lá dentro... Depois fomos à KAUFHOF e C&A, além de outras lojinhas no centro. A Alemanha tem ótimos preços!!! Para terem uma ideia, comprei um ótimo casaco "tipo" couro smile por 29euros. Compramos uma mala extra... 87euros por uma mala grande com 4 rodinhas de excelente qualidade. Gastamos bem nesse dia e claro, eu bebi várias cervejas!!! razz Ah Sim!!! Comprei meu Moleton, que nunca pode faltar em minhas viagens pela Alemanha e Holanda!!! Comprei também um relógio da Fossil por 119euros, o mesmo que no Brasil custa mais de R$800.

Seguimos para Florença num voo às 7h do dia seguinte. Em Florença pegamos um Táxi para nosso hotel no centro e foi barato, uns 20euros. A gente sentiu um pouco a mudança da riqueza e modernidade de Munique para uma cidade antiga como Florença. Mas, à noite já estávamos muuuuito bem. Florença é uma cidade FANTÁSTICA com um Astral muito bacana. Tinha ido quando criança e nunca me esqueci da Piazza DELLA SIGNORA, mas, me surpreendi com o DUOMO, os restaurantes, os músicos de rua, o clima, Ufizzi, etc. Foram dias de muito bom astral... Só achei que não valeu a pena os Jardins de Boboli, pois, estava muito quente e tem muita subida e descida e preferíamos ter ficado andando pela cidade pela centésima vez...
Íriamos para San Gimignano e Siena no 3º dia, mas, uma greve de transportes adiou este passeio para o últimos dia. Como o calor era muito forte, optamos por fazer só Siena e foi bacaninha... A Catedral é realmente BELÍSSIMA, o que atrapalhou um pouco foi mesmo o calor. Pelo que tinha lido teríamos que andar a beça para chegar a Catedral, mas, que nada!!! Meu conselho!!! Vá de Florença para Siena de ônibus!!! É a boa!!!

De Florença, fomos de trem para Sorrento (Napoli e depois Sorrento). Chegando, perguntamos ao dono do B&B que ficamos onde havia um bom lugar para um mergulho e ele indicou "CAPO DI SORRENTO", que era o lugar onde ele ia sempre na infância, adolescência e juventude. É um lugar FANTÁSTICO e não muito turístico. Uma pérola a 10min no ônibus laranja (Orange) e mais uns 15 de caminhada ladeira abaixo. Uma piscina natural com uma gruta que te leva para o mar aberto... IMPERDÍVEL!!! Altas fotos!!!

Depois, demos um passeio pelo centro e achamos a cidade bem cara, bem diferente do que vinha lendo.

No 2º dia fomos para Ravello e achamos o esquema do ônibus a maior roubada. Muito cheio, eles não botam ônibus suficiente, não para em qualquer lugar, demora e passam batidos por um monte de passageiros deseperados nos pontos... Para descer de Ravello ficamos cerca de 2 horas esperando o ônibus. Haviam 3 táxis lá em cima que metiam a mão para levar o pessoal pra baixo (Amalfi), cada um fez umas 4 viagens com o pessoal que desistia de esperar o ônibus. Fizeram a festa em cima dos turistas que tinham hora e perdiam a paciência em esperar. Quando o ônibus chegou alguns italianos xingaram o motorista de tudo que era nome. O ônibus desceu completamente LOTADO. Queria ver se ninguém tivesse descido de táxi... Esse dia foi meio roubada... preferíamos ter voltado para a Gruta de Capo di Sorrento... Meu conselho: Se puder pegar um Carro, pegue!!! Melhor ainda? Scooter!!! Assim poderão curtir a Paisagem que é BELÍSSIMA DEMAAAAIS com mais tranquilidade.

À noite vimos ITÁLIA X INGLATERRA pela EUROCOPA. Tremenda pelada!!!razz Foi legal, pois, curtimos muito o clima da cidade. Nem sei explicar, pois, é um lugar bem particular. Lembra mesmo a Rua das Pedras de Búzios. Mas, com o pessoal concentrado nas portas dos bares e restaurantes por causa do jogo, ficou bem peculiar.

No dia seguinte fomos para Positano. Mais uma vez a fila do ônibus, a lotação e o calor atrapalharam um pouco. Entramos por um lado da cidade, saímos pelo outro e voltamos para colocar nossas roupas de praia e mergulhar em CAPO DI SORRENTO. Que Beleza!!!

Seguimos para Roma!!! Última escala. Cansados de viajar e com pouco dinheiro.

No 1º dia fomos aos FANTÁSTICOS museu do VATICANO e a BASÍLICA de SÃO PEDRO. Voltamos andando. Realmente, em Roma o que se faz mais é ANDAR!!!

À partir do 2º dia estávamos com o Roma Pass e sofremos com o calor e achamos o pessoal de lá bem mal-humorados e mal-educados, talvez tenhâmos dado azar... Sei que de todos os lugares que fomos, aquele que não fazemos questão de voltar é Roma. Repetimos os ditos de Júlio Cesar "Veni, Vidi, Vici" (Vim, Vi e Venci), inclusive é o imã que trouxemos de Roma. Um lugar que não é conhecido turisticamente (fomos por indicação da minha mãe) é a Capela dos Ossos dos Capuchinhos. Visita INESQUECÍVEL!!! Outro lugar excelente e ir à noite é no TRASTEVERRE, onde, encontra-se muitos restaurantes bacanas e baratos à Beira do Rio, barracas e muita gente bonita!!! Um ÓTIMO passeio se estiver acompanhado, com amigos ou solteiro!!!

Foi isso!!! Escrevi de memória com o tempo que tinha. Também, se fosse colocar tudo escreveria um livro...

Mais uma vez um MUITO OBRIGADO à todos e todas que me ajudaram,
Vladimir.

Anderson e Mariana
Anderson e MarianaPermalink

Amigos, acabei de voltar da Europa e confirmo: este é um dos melhores posts do VnV. Perfeito, objetivo, claro. Viajar = férias ! Abraços.

Valéria
ValériaPermalink

Olá! Aproveitando o post, se alguém puder dar pitacos no meu roteiro, agradeço! Tenho 30 dias divididos mais ou menos assim:
Amsterdam - 3
Grécia - 10 (3 em Atenas, 3 em Mikonos e 3 em Santorini)
Turquia - 12 (6 em Istambul, 3 na Capadócia e 3 para Pamukalle)
O restante deixei para "flexibilizar" o roteiro caso goste mais de algum lugar..O que acham? Obrigada!

Diogo Avila
Diogo AvilaPermalink

Valéria,
Fiz esta viagem em julho passado, mas inclui Israel.
Levei 24 dias para percorrer tudo, mas não fiz Pamukalle.
Grécia, acho que é isso mesmo, no mínimo 3 dias por ilha. Só acho que Atenas é muito tempo, mas depende dos seus interesses particulares.
Veja o post completo da Grécia meu blog - endereço acima ou nos recomendados do VNV.
Turquia, 5/6 dias em Istambul são suficientes para não deixar nada escapar.
Capadócia, não deixe de fazer o voo de balão. Em dois dias dá para ver tudo e fazer o voo, mas que isto pode ser entediante.
Assim que tiver tempo faço o meu post da Turquia.
Qualquer dúvida, fique a vontade para entrar em contato.
Boa viagem!!!

Raquel barbosa
Raquel barbosaPermalink

Oi Valéria, acho que seu roteiro está bem legal. Considerando os lugares que você já escolheu, posso palpitar em alguns: Amsterdam, 3 dias dá para passear legal. Fiquei 4 dias em Atenas, mas acho que em 3 você vê tudo. Sobre as Ilhas, só fui a Santorini (preferi ir só a uma pois tinha 4 dias, e queria ficar mais relax), mas considero 3 dias em cada uma bem legal. Se quiser, tenho detalhes dos roteiro no www.saladagrega.blogspot.com , abraços

Lili-CE
Lili-CEPermalink

Valéria, em relação a esses 3 dias em Pamukkale, monte base em Kusadasi e de lá, faça um bate-e-volta para Pamukkale num dia e no outro dia, para Efesus. Isso resolve.

Rosane
RosanePermalink

OI Valéria. Chegando em Atenas, procure uma Agencia de viagens e compre as passagens de Ferry para Santorini e depois para Mykonos. Escolha os horários na parte da manhã, senão voce perde o dia. Vá para o Porto de Piraeus de Metro já sabendo o horário que sai o ferry. Outra dica : voce pode voltar de Mykonos para Atenas de avião, a passagem não é cara, e do aeroporto voce pode prosseguir sua viagem sem ter que voltar para Atenas. Um dia em Atenas é mais que suficiente para conhecer Acropole. Um abraço.

Sérgio Theodósio Gonçalves

Cara Valéria: Conhecer as ilhas gregas de ferry é espetacular,mas tem que ser no verão deles. Maio até agosto. Sugiro acrescentar a ilha de Paros que é bem bonita.3 dias para Atenas esta bom.Agora Istambul, que tem 14 milhões de habitantes, uma São paulo com mar que nem o Rio, dá para curtir mais.Na Capadócia fica em Goreme.

Michelle
MichellePermalink

Valéria, 3 dias em Pamukkale é muito tempo. Em uma manhã ou uma tarde você consegue curtir as´águas termais. Quando fui, cheguei a Pamukkale no meio da tarde, fui para o hotel à noite e curti as piscinas de águas termais do hotel. No dia seguinte fomos para a Capadócia (um dia inteiro de viagem, se voc~e for de ônibus ou carro).

Loraine
LorainePermalink

Raquel Barbosa, obrigada, adorei o seu blog! Valeria, acabo de voltar da Turquia e Pamukalle não vale os seus 3 dias, apenas um dia no local é suficiente para conhecer "as piscinas de algodão", sugiro que vc use os outros dias para ir áté o parque arqueológico de Éfeso ou conhecer os balneários de Kusadasi e Bodrun.

Diogo Avila
Diogo AvilaPermalink

Loraine,
Pelo que estudei quando fiz a minha viagem, concordo com você!!! Se tivesse mais tempo iria para estes lugares.

Lucas
LucasPermalink

Eu precisava dicas destas sobre como enxugar mala! grin

Helo
HeloPermalink

Oi Valéria, em maio de 2009 eu e o meu marido Breno visitamos Turquia e Grecia. Fomos em Istambul - avião - capadocia - onibus - pamukale - taxi - Selcuk - ferry - Samos ferry - Mykonos - ferry - Santorini - ferry - Atenas.

Na capadocia, nos hospedamos no hotel kelebek http://www.kelebekhotel.com/ em goreme e adoramos. Hotel conta com uma excelente agencia de viagens que providenciou os passeios pela região e o transfer do aeroporto. Eles tambem possuem um outro hotel do lado do Kelebek com diarias com preços menores. A agencia do hotel reservou para nos um passeio de balao com a empresa Butterfly http://www.butterflyballoons.com/, comandada por um ingles. Adoramos o passeio com eles. Recomendo. O nosso balonista, o proprio dono, subia e descia com o balão com muita destreza, proporcionando lindas vistas, o que não era feito por muitos outros. Senti muito segura com ele.

Tambem acho tres dias muito tempo em Pamukale. Quando fomos, as piscinas não estavam cheias. Em conversas, nos disseram que as piscinas estavam ficando esvaziadas por causa do dreno das aguas pelos hoteis.

Mais gostamos muito de termos caminhado pelas ruinas de Heliopolis. Em Pamukale, nos hospedamos no hotel Venus http://www.venushotel.net/. Gostamos tambem de termos ficado lá. Com eles, contratamos um taxi para nos levar a Selcuk com parada em Afrodisias. Adoramos passear neste sitio arqueologico. Como não é muito visitado, proporcionou uma volta grande ao passado.

Ficamos em duvida se ficavamos em Selcuk ou Kusadasi, mas acabamos optando em ficarm em Selcuk, mais perto de Efhesos.

Em Selcuk, passamos dois dias e nos hospedamos no Homeros pension http://homerospension.com/, muito aconhegante. Ficamos muito tocados de termos visitado a casa da Virgem Maria. Adoramos tambem termos passado uma tarde em Sirince, bem pertinho de Selcuk. É muito facil, barato e rapido ir para Kusadasi ou Sirence de onibus.

Quanto à grecia, o que mais nos deu trabalho foi esperar a confirmação dos horarios dos ferrys. Tivemos ate de mudar no meio do viagem nosso roteiro, cancelando o hotel de Paros, em razão do cancelamento do ferry de Samos para Paros.

Vc não falou que epoca vc está pensando em ir. se for na baixa temporada e se pretender visitar outras ilhas, alem de Santorini e Mykonos, seria aconselhavel deixar dias livres no caso de uma eventualidade.

Em Atenas, tambem acho 3 dias muito, a não ser que vc queira visitar as imediações.

Nathalia
NathaliaPermalink

Mais um post sensacional do Riq!

Meu roteiro (24 dias) para minha primeira viagem à Espanha este ano é aquele já manjado pelo pessoal:

Madrid - 6 dias
Toledo - 1 dia (bate-volta)
Segóvia - 1 dia (bate-volta)
Ávila - 1 dia (bate-volta)
Córdoba - 1 dia (pit-stop a caminho de Sevilha)
Sevilha - 3 dias
Granada - 2 dias
Barcelona - 7 dias
Montserrat - 1 dia (bate-volta)

O que vocês acham?

Fernanda
FernandaPermalink

Nathalia,
fui pra Espanha em 2009, com bem menos tempo que ti (15 dias).
O que eu acho:

- você está considerando os bate-volta nos 6 dias em Madrid? Se sim, é MUITO tempo. Lógico que vc vai arranjar coisas para fazer nessa cidade fantástica, mas também vai pensar que poderia estar conhecendo melhor outra cidade.
- Toledo ok
- Segóvia e Ávila podem ser conhecidas no mesmo dia, a menos que você queira fazer um tour mais completo. Segóvia até vale, mas não achei que Ávila compensa um dia inteiro.
- Córdoba, no conozco
- Sevilha e Granada: acho que 2 dias são suficientes para cada, mas Sevilha é sensacional e pode deixar 3 dias mesmo, já que vc tem tempo. (desnecessário dizer: compre sua entrada para Alhambra com antecedência. Compre chás em Albaycín, lindo lugar. Aliás, já tem hospedagem lá?)
- Montserrat, no conozco
- Barcelona: acho bastante tempo, também... mas é o mesmo caso de Sevilha. Acho que vale.

Boa viagem!

Nathalia
NathaliaPermalink

Oi, Fernanda!
Obrigada pelo feedback!
Como é minha primeira vez no país e eu gosto de viajar mais slow, achei que 6 dias somente para Madrid estão de bom tamanho. Por ser a capital, por ter 3 grandes museus que me interessam.
Ainda não tenho nada reservado na Andaluzia. Pretendo viajar só no fim do ano mesmo.
E Barcelona é um antigo sonho meu. Ainda acho que 7 dias também serão pouco pra mim. smile
Obrigada!

Fernanda
FernandaPermalink

Então, Nathalia, se você topar ficar em albergue, recomendo o El Granado FORTEMENTE. Fica perto de tudo, o atendimento é fantástico, os banheiros são limpíssimos (assim como os quartos), armários grandes, camas confortáveis... tudo de ótimo.

Nathalia
NathaliaPermalink

Fernanda,

Com certeza ficarei em albergues durante toda a viagem e adorei a dica!
O El Granado parece ser ótimo, o preço é muito bom e o trip advisor também tem ótimas críticas.
Muito obrigada mais uma vez!

Guilherme
GuilhermePermalink

Nathalia,

em 2010 fiz apenas Madri e Barcelona, 5 noites em cada uma das cidades. Foi um ótimo tempo e, sem duvida, ha atraçoes suficientes pra mais dias, ainda mais no estilo slow... cada pedaço, cada sangria, cada bar de tapas, cada ruela tem algo a ser descoberto.

Fiquei com uma ponta de inveja do seu roteiro wink Em breve farei só Espanha desse jeito. É um país fantástico.

Boa viagem!

Nathalia
NathaliaPermalink

Oi, Guilherme!

Acho que a Espanha merece ser conhecida com calma. Acho que é um dos países mais interessantes do Velho Continente.
E finalmente vou poder ir pra lá este ano. smile
Vi muitas dicas sobre estas cidades aqui no VnV e resolvi fazer este roteiro.
O melhor do site é que informação de qualidade circula por aqui, pro bem de todos nós que amamos viajar!
Espero que você volte a Espanha e aproveita bastante também! smile

Carla Baiana
Carla BaianaPermalink

Oi Riq,
Como faz pra gente participar do perguntodromo? E' so lancar uma pergunta aqui?

Eu estou pretendendo voltar a Riviera Maya em Marco, mas dessa vez quero ficar em Tulum. So que nao encontro nada especifico sobre onde e' melhor se hospedar, na vila ou na praia. Alguem pode me ajudar a entender a infra do lugar? Se ficar na praia, como sair a noite? Se ficar na vila, como ir a praia todos os dias, opcoes de transporte e custo beneficio.

Obrigada desde ja.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Carla! Aqui quem responde é A Bóia.

Para que a pergunta seja selecionada ao Perguntódromo é preciso que tenha sido feita num post relacionado ao assunto, assim as respostas ficam armazenadas num lugar onde faz sentido pesquisar.

Esta sua pergunta, por exemplo, precisaria ser feita em algum post da categoria https://www.viajenaviagem.com/category/tulum .

Mas já posso dar a resposta: não se fica na cidade de Tulum, é muito fraquinha. Deve-se ficar na zona bacaninha dos hotéis de Tulum que o Ricardo Freire recomenda.

Este post esclarece e encaminha todos os assuntos da Riviera Maia:
https://www.viajenaviagem.com/2012/01/para-entender-cancun-playa-del-carmen-e-riviera-maia/

Carla Baiana
Carla BaianaPermalink

Oi, Boia. Eu perguntei justamente porque no Vai Por Mim https://www.viajenaviagem.com/2009/09/vai-por-mim-tulum/, o Riq diz onde ficou e, quando olhei o hotel no mapa nao era na praia. Ai fiquei confusa. Mas agora vi que tinha perdido uma dica sobre a vida noturna. De qualquer forma, acho que as coisas mudaram um pouco, vide a materia da semana passada no NY Times.
Muito obrigada pela dica!

Valéria
ValériaPermalink

Pessoal, obrigada pelas dicas! Só viajo na metade de maio e ainda estou bem no começo das pesquisas, mas pelos comentários já deu pra perceber que vale refazer o roteiro, principalmente da Turquia...
Diogo, vou visitar seu blog!
Obrigada e boas viagens!

Tina
TinaPermalink

Oi Riq, gostaria de saber como vc faz para viajar apenas com uma malinha de bordo? Me ensina a levar somente o básico, para não ter que me preocupar com despacho de bagagem?!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Tina! Aqui quem responde é A Bóia. O Ricardo Freire viaja com uma mala média, de 70 cm de altura quando de pé, e uma mochila.

Tina
TinaPermalink

Ahhh então tem q despachar igual? Pq sempre vejo ele nos post puxando uma malinha de bordo (meu sonho de consumo)! rsrs

Lúcia
LúciaPermalink

Tina se vc é uma mulher básica, dá pra vc levar o essencial numa mala de bordo, leve 1 havaiana, 1 tênis, 1 sapato fechado, 2 calças, meias, roupas de cores neutras, tipo preto, bege, ou marrom, amarelo claro, roupa intíma, tem gente que leva meia velha, e vai descartando a medida que vai usando, tem gente que compra calcinhas e meias em lojas populares e vai descartando também, fica seu critério.

Tina
TinaPermalink

Oi Lucia, eu sou muiiiito básica, meu lema é: Vou para ver, e não pra ser vista!
Sempre levo na mão ou vestindo: um casaco, 1 tenis, 1 calça, remedios e eletro-eletronicos.
Na mala despachada, eu so levo roupa velha e vou descartando nos hoteis (eu chamo de doação internacional...rsrsr), 1 sandalia, 2 calças ou seja levo o minimo possível e mesmo assim não dá p levar numa mala de bordo!!!

Vc consegue viajar SÓ c uma mala de bordo?

Se tiver alguma mulher q consiga, me conte o segredo?!

Rosane
RosanePermalink

Gente! Lavem a blusinha, camiseta ou camisa, meias e roupas intimas durante o banho, estenda na toalha ( para não amassar), enrole junto com a toalha e torça. Pendure no cabide que de manhã está tudo seco.

Fernanda
FernandaPermalink

Olá pessoal!

Adoro o site! Será que poderiam avaliar meu roteiro de 6 para Las Vegas?

Grata,

Fernanda

20/05 - domingo:
22h - Chegada de carro em Vegas, vindo do Grand Canyon Park
23h - check in no Troiana
jantar ??

21/05 - segunda:
9h - café da manhã no Mandala Bay
10h - 13h: Mandala Bay (aquário/musical Rei Leão ?); Luxor; Excalibur; New York New York (montanha-russa)
13h - Almoço no MGM (Rainforest) e ver os leões
Monte Carlo, Aria, The Cosmopolitan (Quanto tempo reservo para cada um deles? Será q dá para fazer no mesmo dia?
21h - Jantar no Planet Hollywood (Pink`s hot dog ou o Buffet do Planet)

22/05 - terça
8h - café da manhã no Tropicana ?
9h em diante - Premium North, Premium South, WalMart e Ross
20h - volta pro hotel tropicana, janta e se tiver pique, ir ver as fontes no Bellagio

23/05 - quarta
9h - café da manhã no Denny`s (tem Denny`s próximo ao Hotel Venetian ?)
10h - 13h: Venetian; Harley Davidson; Palazzo; Wynn; Encore
13h - Almoço no Fashion Show Mall no Maggiano`s e passeio pelas lojas
18h - Fremont
Jantar na Fremont (aceito sugestões)

24/05 - quinta
8h - café no Starbucks do Tropicana
8h30 - Hoover Dam
13h - Retorno a Vegas: almoço no In-n-Out
14h -18h: Bally`s; Treasure; Mirage; Harras
A noite: show Cirque du Soleil (LOVE, Ka, O)

25/05 - sexta
9h - café no Starbucks do Tropicana
10h - 13h: Paris, Bellagio, Ceasars
Almoço no RIO
A tarde: Fontes do Bellagio; The Gun Store; Las Vegas Sign
Jantar: onde?
Noite: Cirque du Soleil (LOVE, Ka, O)

26/05 - sábado
Loja da Coca-cola, MM`s
almoço: onde?
tarde: voltar p/ hotel p/ arrumar as malas
18h - embarque p/ SP

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Fernanda! Não somos capazes de analisar individualmente todos os roteiros de leitores (imagina quantos seriam!). Mas você pode ver as dicas do Comandante e dos tripulantes para Las Vegas e bater com o que você pretende fazer. wink
https://www.viajenaviagem.com/category/las-vegas/

Fernanda
FernandaPermalink

ah, me desculpe!! Muito obrigado pelos links, tem muita coisa de Vegas, obrigada!

Rachel
RachelPermalink

Olá!
Eu tô com uma dúvida danada!!! Eu comprei minha passagem para las vegas com volta por los angeles pois queria há muito tempo conhecer estas cidades e o Grand Canyon. Aí estou naquela do "já que" e inclui no meu roteiro São francisco e H1. Tenho 15 dias inteiros. Agora fica a dúvida: Será que vai ficar corrido? Será que vale a pena?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Rachel! Pense em pelo menos 4 dias para San Francisco.

Rachel
RachelPermalink

Olá Bóia!
Esse é o problema! Não tenho 4 dias para San Fran, coloquei 2 dias no roteiro. Estou pensando em deixar para uma segunda viagem...ai dúvida cruel!

Cristina
CristinaPermalink

Nossa! Passei 1 semana sem vir aqui e assustei com a quantidade de comments nesse post campeão, Comandante! Fora ver que uma chará minha desde Dezembro está planejando uma viagem de cruzeiro e aí eu entendo pq alguém me perguntou se eu estou planejando viagem a Playa de Carmem haha (tem até dúvida no perguntódromo kkkk). Enxugar, isso mesmo! 2 noites no mínimo em cada lugar, aprendi aqui. Essa dica dos kilometros eu aprendi a duras penas. De Amsterdam passar por Bruxelas para chegar a Champagne na França não leva 6 horas fora a parada para o marido botafoguense tirar foto do Manequin....levam 10! rsrs

gisele
giselePermalink

Olá, gostaria de saber se os hoteis IBIS em Lisboa e Madrid tem banheiro dentro do quarto. Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Gisele! Têm, sim!

Fillipobruno
FillipobrunoPermalink

Apos 4 dias em vegas,Irei estar em los angeles de 1 a 7 de maio, estou achando muito tempo (talvez 4 dias fossem suficientes para conhecer tudo). Estava pensando em esticar para san Francisco , mas seria impossível a ida e volta em tantos dias. Qual seria sua sugestão? Fazer um trajeto mais curto e dispensar SF? Ir para san Diego?

Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Filipo! A solução convencional para este problema é voar de Las Vegas a San Francisco, passar 3 dias e voar a Los Angeles, ficando os últimos 3 dias por lá.

Mas se você pensou numa viagem Las Vegas + Los Angeles, e considera San Diego antes de San Francisco, é porque provavemente San Francisco não vai fazer a sua cabeça. Siga a sua intuição.

Renata
RenataPermalink

Olá!
Sou novata no site e também em viagens internacionais... O único lugar que visitei, até então, foi Orlando com a família!
Mas este ano é de estréia e estou pesquisando hotéis, restaurantes, passeios e, principalmente, o roteiro de viagem! Pensei na seguinte organização: 4 dias em Lisboa, 3 dias em Madri, 4 dias em Barcelona e 5 dias em Paris. O que acham?
Ah, alguma sugestão de hotel com preço camarada em Paris? Ainda não defini se vou ficar em hostel ou em hotel nesta cidade...
Desde já, muito obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Alô, Renata! Se esses dias forem inteiros, está bacana. Se 3 dias em Madri na verdade significarem apenas um inteiro (e 2 em Barcelona, 3 em Paris, etc.), aí já fica corrido demais.
Leia: https://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar/
Hotéis em Paris sugeridos pelos leitores:
https://www.viajenaviagem.com/2011/02/hoteis-em-paris-os-depoimentos-dos-leitores/
Albergues recomendados:
https://www.viajenaviagem.com/2011/04/albergues-hostels-pelo-mundo-os-relatos-dos-leitores/
Entenda em que regiões é melhor se hospedar:
https://www.viajenaviagem.com/2011/10/em-que-regioes-de-paris-e-melhor-se-hospedar/

Renata
RenataPermalink

Oi, Bóia! São três dias inteiros sim, sem contar o dia de chegada... Muito obrigada pela atenção e pelos links. As informações serão muito úteis! Abraço!

Dri EveryWhere » Arquivos » Guia Generico de Viagem de Low Cost pela Asia (Parte 2)

[...] Entao o moral final da historia eh que na hora de planejar sua viagem pela Asia, as dicas praticas de qualquer planejamento de viagem continuam sedo as mesmas: A sua maior decisao sempre sera Tempo X Dinheiro, e com certeza seu roteiro final nao vai incluir todos os destinos que voce gostaria de ter conhecido durante sua viagem (que aliais, o Riq Freire escreveu um post otimo sobre sso no outro dia). [...]

Tatiana
TatianaPermalink

Olá!
estou muito tentada a fazer viagem de volta ao mundo usando o sistema de bilhetes RTW, mas tenho apenas os 30 dias de ferias de qq pobre mortal...Gostaria de saber algumas dicas de quem já teve esta experiencia, vale a pena? quantos lugares devo visitar em 30 dias? As dicas quentes e as furadas...
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Tatiana! O Ricardo Freire recomenda ficar entre 4 a 5 dias em cada lugar. E se contentar com a escala, sem querer esgotar o país -- a volta ao mundo em 30 dias não foi feita para isso.

Lu
LuPermalink

S-E-N-S-A-C-I-O-N-A-L !! Esse post é de cabeceira!!
Bjs,
Lu