Arrumar mala: conte o que você aprendeu na prática

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

A mala idealNinguém nasce sabendo arrumar mala. Aos poucos -- e na maioria das vezes, na marra -- alguns de nós vão aprendendo a carregar menos tralha. Para mim, um dos maiores troféus de viagem é voltar para casa com um mínimo de roupa limpa: 90% de aproveitamento de roupa é a minha meta.

Pela minha experiência, viajar leve depende menos de organização do que de... desapego. É preciso renunciar à possibilidade de escolha posterior -- precisamos sair de casa já com todas as combinações planejadas, tipo um uniforme para cada situação. (Mulheres sempre têm a chance de criar looks diferentes com acessórios que não fazem volume.) Peças-chave, como o calçado de bater perna ou o casaco mais pesado, serão necessariamente utilitárias e repetidas sempre. Em viagens mais longas, visitas periódicas a lavanderias automáticas permitem que eu leve a mesma quantidade de jeans e camisetas de malha que levaria para uma viagem de 10 dias.

Resumo da minha fórmula: todas as roupas combinam, não carrego sobressalentes para os utilitários, e me limito a uma mala média de 4 rodinhas (até 70 cm de pé). Fios, fontes, adaptadores de tomada, remédios, uma camiseta e uma muda de roupa de baixo vão na mochila de mão.

E você? O que tem aprendido nesses anos de viagem, no quesito arrumação de mala? Ensina pra gente!


Assista:

Vai por mim | A mala ideal

Leia:

Como usar lavanderias automáticas na Europa

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email



162 comentários

Alice
AlicePermalinkResponder

Uso a máxima que aprendi com o vovô: "Primeiro, coloque tudo que você quer levar em cima da cama. Depois, faça um triagem e deixe apenas o que você precisa. E por fim, leve apenas a metade!A gente sempre acha que precisa de muito mais do que é realmente necessário nessa vida"

Wanessa
WanessaPermalinkResponder

Ainda estou evoluindo no quesito mala, mas minha medida atual é usar só um lado dela (a minha é dessas rígidas, com o zíper no meio) para organizar as roupas. Do outro lado, vão a necessaire, os sapatos e espaço vazio para algumas compras. Meu grande problema é que essas tais compras costumam ser livros, que pesam toneladas... Nas últimas viagens, aprendi a despachar logo esse material pelo correio. Não sai barato, porque fica pesado, mas é o único jeito de manter a mala leve.

Maria das Graças

Viajamos, o casal, cada um com a sua mala de cabine que nunca passou dos 8kg cada. As tranqueiras da modernidade são acomodadas em uma sacola de mão junto com a documentação da viagem. Temos roupas que são práticas e próprias para viagem. Não amarrotam tanto e secam rapidamente. Lavar roupa diariamente no quarto faz parte. Levo quatro cabides plásticos, no fundo da mala, que são usados para estender a roupa do dia. Muitas vezes usamos a mesma roupa e nem mexemos na mala.
Arrumo as roupas de uma forma que faz com que elas não amarrotem muito e estejam prontas para usar.
Não levo creme dental, shampoo, desodorante. Compro ao chegar. Sair para comprar esses itens é o primeiro contato com o lugar.

Caroline®
Caroline®PermalinkResponder

Na minha última viagem, mês passado, passei uma semana em Londres com meia mala média. Mágica? Não, otimização! Só duas calças jeans (uma no corpo e outra na mala), um casaco de responsa (foi e voltou na mão), o sapato mais volumoso nos pés (dessa vez eu só fui com uma bota e havaianas, desapego máximo). Na frasqueira de mão, uma muda de roupa, cachecol e luvas, o ziploc com vidrinhos e higiene pro avião - na ida. Na volta, roupa suja (pra abrir espaço pras compras na mala) e o ziploc. E uma mochilinha pequena pra usar como bolsa, com as coisas de valor e documentos. Aliás, a mochila foi a melhor invenção da vida. Nunca mais viajo de bolsa. Ah, e uma dica para as mulheres vaidosas que usam milhões de cosméticos: enxugue a necessaire de maquiagem (vc não vai usar aquela sombra roxa, ou melhor, vc não vai usar sombra alguma) e coloque seus produtinhos inseparáveis em miniaturas de até 100ml. Viajei com tudo que eu quis em uma necessaire só. Aproveitei uns 85% por cento da mala.

paulab
paulabPermalinkResponder

O meu maior aprendizado foi no quesito sapato. 2 semanas de europa, um tenis para o dia, uma bota sem salto para noite e uma sapatilha que nao ocupa espaço.

Tina
TinaPermalinkResponder

Tenho um lema em viagens:
- Vou para ver e não para ser vista!
- faço parte da "ong" Doações Internacionais!
- malas: sempre com 4 ou 5 rodas!

Vestida:
- 1 calcinha maior para poder firmar e esconder o cinturão do dinheiro;
- 1 sutien;
- camiseta manga curta;
- O calçado mais pesado: Inverno: bota de trilha; Verão: tênis);
- brincos, anéis e gargantilha ( não levo mais nenhuma jóia ou bijuteria);

Bagagem de mão (mochila):
- xerox dos guias ou materias sobre as cidades que irei visitar, os quais vou descatando;
- caderneta com uma mini caneta;
- remédios (os de uso diário ja deixo pronto cada dose em saquinhos plásticos - aqueles que os restaurantes usam para colocar os talheres, onde escrevo o dia do mês e da semana);
- eletro eletrônicos (maq. Fotografica, cabos, adaptador universal, cel, etc);
- higiêne: mini pasta dental, mini escova dental, mini creme hidratante, 1 mini desodorante, pente, estojo de lentes, colírio e um mini frasco com o líquido de limpeza das lentes (mini: embalagens com até 30 gr ou ml);
- conforto: almofada para cabeça inflável, máscara tapa olhos, tampões de ouvido.
- um chinelo de EVA (daqueles que se usa para sair da manicure, pois não pesam, uso no avião durante a viagem para tirar os pés do calçado fechado e ainda uso no quarto e depois descarto no final da viagem).
- uma camiseta que não amarrota (tipo dry-fit ou de jersey), 1 calcinha tecido fino;
- um casaco  (inverno - de pena de ganso, esquenta e não ocupa espaço), ( verão - um fino e térmico);
- uma faca de plastico para cortar o lacre da mala;

Bagagem despachada:
( como faço parte de doaçoes internacionais, levo roupas que quero me desfazer, ou seja, não me preocupo com as possíveis combinações).

- inverno: 1 camiseta para cada dois dias. Verão:1 camiseta por dia;
( em tecido dry- fit, ou jersey,  inverno- manga comprida; verão - manga curta, regatas);
- inverno - blusa e ciroula segunda pele;
- 1 calças maleavéis e que não amarrota e 1 calça cargo, para tb usar com bermuda (inverno: grossas; verão: finas)
- 1 calçado (inverno: tenis; verão: sandalia mega confortável e com sustentação no solado, pois rasteiras e chinelos cansam os pés em longas caminhadas!)
- 3 calcinhas de tecido super fino, que dê para ir lavando, ou se o roteiro ou temperatura não permite, calcinhas velhas para ir me desfazendo depois do uso;
- 3 pares de meias, que dê para ir lavando, ou se o roteiro ou temperatura não permite, meias velhas para ir me desfazendo depois do uso;
- 2 sutiens;
- lenços e cachecol mais coloridos;

Necessaire que vai na mala ( tudo em embalagens pequenas)
- saches de shampoo e condicionador;
- 1 mini desodorante;
- cadeado extra.

Dicas: 
- guarde todas as embalagens pequenas, pois quando fizer a mala sempre terá uma certa para colocar qualquer produto!
- levar de varios tamanhos: sacos plasticos zip lock e elasticos, pois durante a viagem voce vai encontrar utilidade para eles!
- Na volta da viagem, não dobre as roupas, estique elas abertas, pois o aproveitamento dos espaços é maior!
- Levar dentro da mala uma bolsa para as compras, pois se viajar é preciso.....fazer comprinhas também é! Rsrsr
Bon voyage.
PS: meu sonho de consumo, ver por dentro a malinha uma comissária de bordo! Rsrsrs

Maria Olimpia
Maria OlimpiaPermalinkResponder

Adorei suas dicas!!! Chegam muito perto das minhas normas para viagens sem peso, mas vc me superou, portanto, vou imprimir e grudar na minha mala.... Kkkkksssss

Tina
TinaPermalinkResponder

Chinelo de EVA (para usar no avião e no hotel)

http://images03.olx.com.br/ui/18/33/75/1325015212_295022875_1-CHINELO-DESCARTAVeL-EVA-Portuguesa.jpg

Kissssss

Daliana
DalianaPermalinkResponder

Oi Tina. Fiquei super curiosa sobre qual sandália você usa no verão.. Você falou que tem sustentação no solado. Pode dar uma dica da marca ou coisa assim..?! Sempre uso Tenis, mas no verão as vezes é tortuoso com o calor. Mas nunca achei uma sandália que pudesse servir para viagem pq nunca as acho suficientemente confortáveis. Somente uma vez usei uma muito confortável mas q me cansava mt pois o solado era muito fino.
Adorei as suas dicas e acrescento que o sempre levo band iad comigo! Salva qq pezinho em viagens!
Mochilas, para mim, tb são essenciais. Só quero achar uma menor do q a que eu já tenho.
Ate mais smile

Tina
TinaPermalinkResponder

Eu uso papete pq o acabamento delas por dentro é acolchoado e não machucam os pés. Existem várias marcas, vc tem q experimentar e andar na loja para ver se tem sustentação e são confortáveis.
https://www.lojacolumbia.com.br/prod,idloja,19043,idcategoria,235566,calcados-sandalias

Andre L.
Andre L.PermalinkResponder

Algo que dificulta bastante a redução das bagagens é quando vc vai fazer uma viagem que envolve programas muito diferentes. E nem precisa ser um destino exótico não: pense em uma visita à Europa que vá incluir trekking nos Alpes (não ski onde vc aluga roupas...), alguns dias de footing em Provence e depois uma estada dividida entre Berlin e London onde vc vai tanto em museus, como em restaurantes mais sofisticados e dois concertos.

Só isso, uma viagem nada exótica, requere pelo menos 3 calçados diferentes, e pelo menos 3 conjuntos de roupas distintas. Não dá pra fazer trekking de jeans, não é muito legal sair com roupa e calçado social para ir passear em cidadezinhas francesas no meio do verão, mas também não dá pra passar carão indo de tênis e camiseta na filarmônica de Berlin!!!

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Concordo em genero, numero e grau com o Andre.
Quando viajo, quero fazer todos os programas bacanas e a maioria é bem diferente entre eles - de andar de bicicleta a uma ópera - isso é o mais complicado.

Minha proxima meta é levar uma menor quantidade de roupas porque sempre uso as que compro na viagem e acabo não considerando isso na hora de fazer a mala.

Quanto às embalagens à vacuo, caso nao tenha um aspirador por perto (aconteceu comigo em NY), basta apertar com força que boa parte do ar vai embora...

Lucia Malla
Lucia MallaPermalinkResponder

Aqui em casa tb somos adeptos do ziplock e do empacotamento à vácuo de roupas. grin

Porque é tanta roupa que cabe dentro de um saquinho compresso que pode ir dentro de um pé-de-pato ou de uma mochila, que mesmo se viajamos tendo em mente vestimentas para eventos os mais díspares possíveis por períodos longos, não passamos aperto nem pagamos excesso.

Betina
BetinaPermalinkResponder

Lúcia, onde você encontra esses saquinhos para empacotar a vácuo? a ideia é genial! Eu já tinha usado os sacos ziploc maiores para acomodar apertadinhas algumas peças de roupa que não amassam, mas do seu jeito deve ficar melhor!

Lucia Malla
Lucia MallaPermalinkResponder

Betina, eu compro no Wal-Mart, são os mesmos sacos que vendem para guardar casaco e edredon em armários - só que eu uso pra viagem em tamanhos menores. O "vácuo" é feito atachando o aspirador de pó a um buraco que vem no saco. O aspirador suga todo o ar de dentro do saco.

Sandríssima
SandríssimaPermalinkResponder

Os melhores sacos à vácuo são os que vendem na Polishop (Space Bag). Já experimentei de diversas marcas e apenas eles mantem o vácuo. Os demais terminam inflando com o tempo ou com a manipulação.

Tina
TinaPermalinkResponder

Como guardar roupa a vácuo usando saco de lixo (vídeo), mas faça com sacos de lixos mais resistentes!

O link do vídeo é  http://www.youtube.com/watch?v=st6UFj6qxbM

Kissssss

Natalia
NataliaPermalinkResponder

Tento fazer a minha mala mais enxuta possivel, o que não parece tão simples quando somos mulheres, mas parto do principio de que o objetivo é explorar os lugares e não desfilar numa passarela de fashion week.
Minha estratégia é a seguinte: primeiro, conferir o clima e previsão do tempo no destino. Com base nisso, seleciono duas peças chave: uma calça e uma saia. À partir dessas peças e em função do tempo programado pra viagem penso em camisas e acessórios, e sempre, não importa pra onde eu va, levo um casaquinho (a maxima da minha avó, não sair sem um casaquinho, mesmo no Sahara!). E a roupa que vai ser usada no dia também é pensada com possibilidade de pelo menos 3 looks diferentes, geralmente viajo com o sapato mais volumoso nos pés e deixo outro par na mala (ou mochila).
Além disso, guardo muitas peças dentro dos proprios sapatos (no caso de viagens mais longas que eu possa levar pelo menos 3 pares na mala) e evito ao maximo dobrar as roupas pra não criar volume desnecessario.
Na minha ultima viagem internacional que durou 3 semanas, dividi a mala com o marido e deu super certo!

monique
moniquePermalinkResponder

A minha dica é fazer rolinhos com as roupas para não amassar o sapato mais pesado vou usando, assim como um agasalho independente do clima onde vou. O restante das roupas vai depender do clima, mas sempre levo 5 camisetas básicas que combinam com tudo.

tania janin
tania janinPermalinkResponder

Quando eu crescer quero ser igual à voces!

Lendo tudo isso parece tão fácil,tão simples.E faz com que eu acredite que um dia vou conseguir.A maioria das dicas eu pratico, a mais nova para mim é usar espaços internos das botas e sapatos, que já usei e valeu muito a pena.Mesmo assim ainda acho que levo muita coisa e que preciso diminuir.
Viajo semana que vem para Portugal e Paris e dessa vez resolvi praticar o ensaio.O ensaio mental já venho praticando na medida em que acompanho as notícias sobre a temperatura. Amanhã é dia de ensaio geral.O objetivo é uma mala média e uma pequena pra levar dentro do avião.

A minha dica é não deixem pra fazer mala na véspera à noite. Pode faltar luz! Já aconteceu comigo e posso garantir é um caos, principalmente se o voo for bem cedo.

Celina
CelinaPermalinkResponder

Eu já me considero pós doutorada em malinha!Sempre viajo com a mala de cabine, 4 rodinhas, mas no momento, nessa trip pela Toscana, estou acompanhada apenas de uma mochila (2 rodinhas), no máximo 5 quilos, e fazendo a experiência de viajar só com um smartfone ( HTC S XL, cuja câmera tem me surpreendido!). Estou me deslocando muito de trem, ônibus e vários percursos a pé entre estações e hotéis, e pouco peso é uma bênçao, mobilidade é a palavra chave! Tudo em compartimentos:
saco à vacuo para as roupas (que também podem ser "doadas" e substuídas por outras compradas in loco),
um estojo para os adaptadores/carregadores/cabos,
uma nécessaire com maquiagem/remédios
saquinho ziplock para os líquidos
uma mochila dobrável (para levar garrafa de água, o Peeble(carregador de celulares e câmeras, a melhor invenção depois do smartfone!), e colocar o casaco caso esquente durante o passeio)
uma bolsinha pequena
*Botas, casaco e pashimina já vão no corpicho!
Viagem lowcost, low peso, livre leve e solta!

Juliana Gois
Juliana GoisPermalinkResponder

depois de quase um mes rodando pela europa com uma mala média, descobri que roupa na cor preta é a melhor alternativa. Vc coloca um lenço no pescoço e muda tudo. Calça jeans, uma escura e uma clara são importantes. se viajar no inverno, melhor ainda, leve aquele casacão super bacana que todo mundo que mora no trópicos acha o máximo e não ligue se tiver um monte de fotos com a roupa repetida, ninguem nota isso, a não ser vc mesmo... No mais, tenis, bota (se estiver frio) e um sapatinho para aquele jantarzinho vai bem.

Nelma
NelmaPermalinkResponder

Como viajo com frequencia, tenho já pronto o kit viagem: carregador de celular e da maquina fotografica, adaptador de tomadas, uma faquinha para frutas, micro kit de costura, tudo dentro de um ziploc. Dependendo da viagem, vai tambem a balancinha para a bagagem, nada de surpresas na hora do check in.
Tenho tambem pronta a necessaire com mini produtos de higiene. Na hora, é só colocar na mala.
Gosto de ler a noite, levo alguns livros que vão ficando pelo caminho depois de lidos.

PêEsse
PêEssePermalinkResponder

Meu objetivo em matéria de mala agora é encontrar a mala ideal. Atualmente, a minha é uma dessas aqui http://www.lansay.com.br/item.php?item_id=471&linha_id=84&cat_id=0 , que atende o básico de quem viaja muito (média e com rodas que giram 360 graus). Pesa 5kg. Não tem uma estrutura interna muito forte (aquele plástico que dá corpo à mala), tanto que já quebrou várias vezes, mas a relação peso X capacidade é a melhor que encontrei até aqui. Queria encontrar uma mala que pesasse menos (3kg seria o ideal), não fosse sacola, tivesse uma boa capacidade e fosse resistente a uma-viagem-atrás-da-outra-sempre-voltando-lotada-e-apanhando-muito-das-empresas-aéreas. Será que é pedir muito?

Com a quantidade de coisas que não posso despachar (câmeras, lentes, netbook, celular, um monte de cabos, conversores, enfim, toda a parafernália eletrônica), meu maior problema atualmente é a bagagem de mão. Atualmente tenho viajado sempre com duas. Nessa http://www.bhphotovideo.com/c/product/468610-REG/Lowepro_LP35017_PEU_SlingShot_300_AW_Camera.html/ul/P/umse/0 vão as câmeras e as lentes e nessa http://www.lansay.com.br/item.php?item_id=288&linha_id=78&cat_id=12 vai o restante (netbook, cabos, carregadores, um guia, a papelada da viagem etc.). Isso é um tremendo problema, porque ao verem duas malas de mão algumas empresas aéreas chiam, pedem para ver se o que está dentro são mesmo eletrônicos etc. Viajar de low cost, então, é um sufoco, já que nelas é um volume de mão apenas e nada mais. Nessa mala http://www.lansay.com.br/item.php?item_id=288&linha_id=78&cat_id=12 não cabe muita coisa, mas ela tem a vantagem de ser leve, ter rodinhas e também alças para pôr nas costas, ou seja, é bem versátil. Antes dela eu usava essa aqui http://www.lansay.com.br/item.php?item_id=470&linha_id=84&cat_id=0 , que é pequena e tem uma boa capacidade.

De certo modo, já aprendi a fazer malas. Mas a caça às malas perfeitas permanece.

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Eu usava a slingshot da Lowepro tambem, mas a 200. Apesar de pratica no final do dia estava sempre com o ombro doendo pela pressao que fazia apenas de um lado (carregava minha camera com uma lente 24-70, uma lente 70-200 e mais uma fixa 50mm). Depois de muitas viagens e a bolsa simplesmente nao aguentar mais comprei uma da serie DSLR Video Fastpack:
http://www.bhphotovideo.com/c/product/823534-REG/Lowepro_LP36392_PAM_DSLR_Video_Fastpack_150.html/ul/P/umse/0

Minhas costas estao agradecendo muito a mudanca!

Como carry-on, uso uma T-Tech Zuse da Tumi. Um pouco cara (mas nao para os padroes Tumi), mas a durabilidade e garantia sao quase imbativeis.

Tina
TinaPermalinkResponder

Aproveito o post para pedir dicas de mochila com rodinhas, mas que seja SUPER LEVE, pois geralmente o peso da estrutura metalica+rodas tornam ela muito pesada para levar nas costas!

Kissss

Tina
TinaPermalinkResponder

Falando em malas:

Já perdi duas malas grandes viajando com elas quase vazias para ter espaço maior para compras na volta, pois no bate-bate dos aeroportos, a estrutura de metal entortou, inutilizando a alça metalica, o puxador de mão!!

Em viagem de compras, melhor ir com uma mala pequena e comprar uma grande (daquelas bem baratinhas e descartáveis) para a volta!!

Kissssss

Cris
CrisPermalinkResponder

Ei, eu comprei uma mala da Delsey média, Delsey Plurality, rígida, 4 rodas, giro 360 graus:

http://www.delsey.com/products/travel/plurality/detail/product/000617830/

Por enquanto, foi aprovada. Tem a separação interna entre as duas metades, o que facilita muito na organização durante a viagem (sabe aquele tira e bota das coisas que lá na metade da viagem nem sabe os mais onde estão as coisas? Pois é, com essa divisão, meus problemas desse tipo acabarm!). Tem muito espaço interno.

Ela é leve, pesa 3,5 kg, e tem o zíper de segurança duplo e trava TSA ( apesar de eu sempre usar o cadeado TSA também) .

O preço é muito em conta, comparada com os preços das Samsonites. Mas tambèm não é tão barata assim. Eu digo que é um preço justo para uma mala honesta!

Elaine Rego
Elaine RegoPermalinkResponder

Eu comprei uma samsonite em Santiago,dezembro passado, e simplesmente amei a MALA!!!

http://www.bagaggio.com.br/produto.asp?produto=mala-samsonite-b-lite-spinner-expansiva-pequena&vitrine=promocao&utm_source=google&utm_medium=cpc&utm_term=sansonite&utm_content=samsonite_%28f%29&utm_campaign=toprj_samsonite

paguei 320 reias na loja da Sansonite do Parque Arauco e desde então só levo ela. Perfeita,não pesa e é tamanho cabine.

Recomendo

pri
priPermalinkResponder

experimenta essa, apesar do preço salgado, é super leve (3,5 kg a mala grande) e segura (zíper duplo) http://www.delsey.com/

Breno
BrenoPermalinkResponder

PeEsse, desconfio que nossas necessiadades são parecidas, eu fiz uma viagem de quatro semanas há pouco pela gra-bretanha, com uma mala média modelo salsa air da rimowa, que é bastante leve (3k):

http://www.rimowashop.com.br/loja/produto-1.825703-10-18-7-salsa-air-70-mw-825703.aspx?color=001

acomoda muita coisa, eu apenas acabei levando mais roupa do que precisava pois não se repetiu o frio que estava fazendo entre janeiro e fevereiro, e mais uma mochila media da national geographic que acomoda camara (Canon Xsi) e lentes (grande angular 10-22mm ) e zoom (70-300mm), alem de netbook 10" e, na parte de cima, algum livro ou guia e um pulover leve e/ou cachecol, por exemplo:

http://www.brasiltronic.com.br/national-geographic-ng-5162-mochila-media-p1081/

abraço,
Breno

Marina
MarinaPermalinkResponder

O problema é qd vc aprende a fazer a sua mala e aí vem o problema da mala dos filhos PEQUENOS. Depois de bater a cabeça algumas vezes, aprendi que pra criança pequena (que suja mt roupa, vaza fralda...) basta fazer 1 1/2 de roupa por dia. Se o lugar for frio, ela vai acabar sujando o casacão de cima (bom levar 2, pq vc lava um e usa o outro) e as blusinhas de baixo dá pra lavar no hotel que o aquecimento do quarto (mt seco) seca. Calça é mais difícil de lavar se for de plush, fleece, mas dá certo tb...
Se for calor, roupas frescas ocupam pouquíssimo espaço e se precisar pode mandar lava no hotel ou numa lavanderia qq.

O que fica grande mesmo é a necessaire. Levo todos os remédios infantis da farmacinha dela, desde antibiótico até pomada pra mosquito e, sempre, nebulizador.

Victor Hugo
Victor HugoPermalinkResponder

Sempre consegui me organizar bem qdo o quesito é mala, até mesmo pq nenhuma mulher q usa 36-38 consegue imaginar o espaço que ocupa uma calça 46 e uns pares de sapato 44!!! Mas uma coisa que eu sempre levo é um "passador de roupas a vapor" como esse aqui http://images03.olx.com.br/ui/15/15/33/1315226600_247321233_1-Fotos-de--Passa-roupas-e-limpador-vapor-Steamer-com-bolsa.jpg Eu não uso roupas de tecidos sintéticos, por isso as minhas sempre amarrotam, e tbm acho um absurdo gastar litros de água quente pra fazer aquela "sauna" no banheiro e alisar as roupas. Já a minha noiva fic dias antes da viagem testando looks... a proporção é de 1 saia/calça pra cada 3 dias de viagem mais 3 camisa/camiseta/blusa pra cada parte de baixo - além do figurino "de viagem". Ela se diverte batendo fotos das combinações que ela faz e eu nunca mais ouvi aquela frase "mas cadê aquele casaquinho rosa que combina com a minha sapatilha!?!?!"

Jana Poty
Jana PotyPermalinkResponder

Sou comissária de bordo e minha profissão me faz carregar sempre um pedacinho da minha casa em uma mala pequena...e demorei alguns anos para aprender, mas enfim consegui a receita ideal, que pelo o que eu li é o que todos já seguem. Vão aqui algumas outras pequenas dicas:

Para as meninas: Há a venda em lojas de cosméticos pequenas embalagens para armazenar shampoo e cremes. Elas são ótimas pois fazem nossa necessaire diminuir pela metade! E olha que eu ainda sou obrigada a carregar muita maquiagem. Se vc for aos EUA lá eles vendem tudo em miniatura, fica mais fácil ainda.

Roupas: Se for para lugar frio, um casaco power e uma blusa polar (aquelas térmicas que retem o calor do corpo) são curingas e suficientes. Para frio, não é a quantidade de roupa que vc usa, e sim a qualidade. O calor é mais fácil, poucas peças e pouco volume...

Para o avião: Dicas de quem vive pressurizada...o avião é um ambiente super seco e gelado! Leve SEMPRE casaco, vc SEMPRE vai sentir frio dentro dele, principalmente se forem 12 horas de viagem. Use roupas confortáveis, nada de saltos e sapatos apertados. O corpo incha com o tempo e depois para colocá-los de volta é um sacrifício. Uma meia é sempre bem vinda e lembre-se de NUNCA ir ao toalete descalço ou só de meias (parece meio idiota mas vejo muito isso...). Bom, vcs devem imaginar porque...

Por fim, nunca coloque em sua mala despachada equipamentos eletrônicos ou de valor. E sempre leve na mala de mão um kit de sobrevivência básico (calcinha/cueca, uma blusa, escovas de dentes, um casaco). Sua mala pode não chegar...e garanto que não será uma experiência agradável, principalmente se vc não tiver nada e ainda tiver que sair para comprar.

Espero que tenha ajudado!

Boa viagem a todos!

Rosane
RosanePermalinkResponder

Depois de alguns erros, aprendi a levar de tudo um pouco. 1 Chinelo havaianas e 1 tenis são indispensáveis. Não esqueço dos dias de chuva, sempre levo uma capa impermeável. Lavo as blusas ou camisas, e roupas intimas durante o banho, deixo nos cabides e no outro dia está seco. Não ligo de repetir as roupas porque ninguém nota. O importante é curtir a viagem com pouca bagagem. Mala é mala... quanto mais pesada, pior para voce.

Cíntia Rojo
Cíntia RojoPermalinkResponder

Eu aprendi que vou ter que carregar minha própria bagagem (ao melhor estilo solo by Mari Campos) por isso ela tem que ser leve e prática! Então, penso sempre numa peça de roupa que vá servir para diferentes ocasiões. Exemplo: uma calça jeans vai com camiseta, com camisa e com bata. Já são looks para 3 dias. Outra dica que vou testar em breve é colocar a roupa em saquinhos ziploc e, com o aspirador de pó, promover um "vácuo" e, assim, diminuir o volume das roupas. Gosto de levar roupa preta e muitos acessórios: lenços, pashminas, bijuterias e cintos modelo "sem frescura". Levar 1 ou 2 cabides me parece prático para as roupas que serão lavadas no banho (e eu faço isso!). Aproveitar o espaço interno de calçados é outra ótima dica. Num estojo, cabos, carregadores e adaptadores. A maquiagem completa vai na bagagem de mão 1 palheta de sombra Avon 12 cores, estojo com 6 pincéis pequenos, pancake+esponja+rímel+blush. Não levo vidro de perfume; prefiro os splashs da Victoria Secrets que vêm em embalagem plástica e são práticos! É isso...Eu aprendi que vou ter que carregar minha própria bagagem por isso ela tem que ser leve e prática! Então, penso sempre numa peça de roupa que vá servir para diferentes ocasiões. Exemplo: uma calça jeans vai com camiseta, com camisa e com bata. Já são looks para 3 dias. Outra dica que vou testar em breve é colocar a roupa em saquinhos ziploc e, com o aspirador de pó, promover um "vácuo" e, assim, diminuir o volume das roupas. Gosto de levar roupa preta e muitos acessórios: lenços, pashminas, bijuterias e cintos modelo "sem frescura". Levar 1 ou 2 cabides me parece prático para as roupas que serão lavadas no banho (e eu faço isso!). Aproveitar o espaço interno de calçados é outra ótima dica. Num estojo, cabos, carregadores e adaptadores. A maquiagem completa vai na bagagem de mão 1 palheta de sombra Avon 12 cores, estojo com 6 pincéis pequenos, pancake+esponja+rímel+blush. Não levo vidro de perfume; prefiro os splashs da Victoria Secrets que vêm em embalagem plástica e são práticos! É isso...

Renata
RenataPermalinkResponder

Vi em algum blog por ai uma dica que me foi muito útil há pouco tempo: embalar garrafas em fraldas descartáveis. Eu e meu marido fomos para Buenos Aires com apenas uma mala grande pela metade e voltamos com 12 garrafas super bem protegidas nas tais fraldas. Ficamos com receio de abrir a mala e termos perdido além dos vinhos todas as roupas, mas todas elas chegaram em perfeito estado.

Tina
TinaPermalinkResponder

Ótima dica das fraldas descartáveis!

Eu sempre levo aquelas embalagens que embalam mamão no supermercado, é feita de uma trama de espuma emborrachada, que lembra um pouco um isopor.
Na ida não pesa nada, na volta sempre proteje algo quebrável!

Kissssss

Anna Francisca

Vou começar a arrumar a mala para uma viagem de 15 dias a Madri e Andaluzia. Já vi no weather channel a temperatura: calorzinho gostoso (sou calorenta). Depois conto aqui o que pus na mala e se deu tudo certo (sempre dá). Quase não saio à noite. Sou super diurna.

Anabella Araújo

Eu sou mulher e isto já torna o quesito fazer mala algo desafiador. Como viajo muito a trabalho no Brasil, uso o limitador de ter que levar tudo na mala que vai como bagagem de mão. Então, por exemplo, lo sapato que usarei na reunião, é o mesmo com o qual viajo, assim como a bolsa. Agora o problema é viagem de férias que não seja para a praia. Sempre começo com uma lista que é feita após checar a previsão do tempo e a dica dos amigos ou até nativos do local. Mas na hora H, eu surto e levo muito mais do que uso de fato. Sem falar que preciso sentar sob a mala para fechá-la, porque como não trazer uma ou outra coisinha? Fazer a mala perfeita me lembra o filme Up to the air com o George Clooney: é antológico.

Ludmila
LudmilaPermalinkResponder

Duas coisas que vem a cabeça de imediato:

Menos é mais e viajar no calor é mais fácil.

Anna
AnnaPermalinkResponder

Três coisas que nunca falharam comigo:
1. A não ser que você esteja indo prum trekking ou local quase deserto, deixa pra comprar os itens de toalete no destino. Exceção pra escova de dente e de cabelo, que vão na mala de mão (nada como enfrentar a imigração de cabelo arrumado, cara lavada e dentes escovados!)
2. Coisas de valor vão na mala de mão. Isso vale pra coisas de valor sentimental também - se vc tem medo de perser, mete na mochila!
3. Os melhores amigos de um viajante são duas calças jeans: uma no corpo, outra na mala. E toca revezar!

Zé Maria
Zé MariaPermalinkResponder

Estou com uma Samsonite rígida pretinha 4 rodinhas que vai comigo dentro do avião. Na ida SÓ ela. Na volta compro onde estiver, uma ou duas malas médias-4rodinhas-pretinhas que custam míseros 60 dólares e coloco todas as comprinhas que faço no destino. Pra mim, comprar juntamente com o ato de comer-beber-contemplar e tirar fotos são o ponto alto de qualquer viagem. Pra mim smile

Joao Lucena
Joao LucenaPermalinkResponder

Viajo sempre muito light, com o mínimo possível de roupa e em uma mala sempre de tamnaho médio. Porém estou partido para uma RoadTrip pelo sul dos Estados Unidos com a minha mulher os dois filhos. 31/2 e 8 meses de idade. Espere ai? isso é uma aventura... Só saberei durante a viagem, mas promete ser uma aventura.
Tenho esta planejada já por muitos anos e chegou a hora de fazer. Como arrumar as malas neste caso? ainda não sei mas é mais um apredizado para a minha experiência de Blogueiro. Quero saber como devo economizar tempo, espaço no carro e na mala e ao mesmo tempo ter o suficiente para 10 dias para dois adultos e duas crianças. Será que vou aprender alguma coisa nesta viagem, principalemnte como attumara as malas?
Aguarde novas dicas de quem é aprendiz!

www.viajandonlineblog.com

Fernanda B.
Fernanda B.PermalinkResponder

Aprendi a sempre colocar um plastico grande (pode ser esses plásticos que a lavanderia entrega a roupa) envolvendo a roupa. No caso de chuva no aeroporto, é a salvação para sua roupa não chegar molhada e manchada no destino. Aconteceu comigo uma vez de chegar e a roupa estar encharcada e as brancas manchadas por causa da chuva.

Maria Amelia Duarte Flores

A melhor dica de todas: levo o mínimo e algumas roupas que queira me desfazer... Chego lá e compro coisas novas e as sujas/velhinhas vão ficando pelo caminho... adorei o post!

José
JoséPermalinkResponder

Se as dicas do pessoal não forem suficientes, tem também o seguinte site: http://www.onebag.com/.

Boa viagem.

Fernanda Castro

No Moleskine que uso como diário de viagens, já escrevo o look de cada dia e arrumo a mala desse com as opções escritas. O vestido de um dia vira a saia de outro ao colocar um suéter por cima, por exemplo. E muitos acessórios porque fazem pouco volume.

Francy e Carlos Guttierrez

Fazemos parte da Ong Doações INternacionais e tb nacional... sempre levamos roupas mais velhas e as descartamos logo no primeiro dia. 2 calças jeans....uma no corpo outra na mala. 1 camiseta para cada dois dias e revesando e depois descartando.. lavar roupa? somente se for estritamente necessário, no caso as calças jeans para viagens com mais de dez dias.
Embalagens em miniatura de todos os produtos de toalete. Um perfume de 50ml, ou comprar no primeiro free shop dos aeroportos. SEmpre encontramos otimas oportunidades.
Cada um de nós tem uma mala Delsey, mas nunca levamos na cabine. Já passamos dos 60 anos e não queremos carregar muito peso, então, as despachamos...
E curtir a viagem e partir para o abraço...
Aqui encontramos maravilhosas dicas, inccluido a da comissária de bordo, pois eu sempre cometia esse deslize de ir ao banheiro apenas de meia... NUNCA MAIS....

Rafael
RafaelPermalinkResponder

Aprendi o desapego, sem dúvida. Estou no meio de uma viagem de 2 meses pela Índia, tudo via trem. Para isso precisei comprar roupa de cama, já que não rola de usar os lençóis disponíveis lá (quando há algum). Assim que acabar essa etapa da viagem, lençóis ficarão para trás... não vai dar pra carregar isso quando não for fundamental mais. Ou seja: levar sempre o fundamental.

Clara
ClaraPermalinkResponder

Mala: samsonite de 4 rodinhas duplas que anda práticamente sozinha, mesmo cheia.

Arrumação de mala: detesto, odeio, brigo com a mala, principalmente antes de partir do Brasil. Acho que arrumo muito mal a minha mala, apesar de todas as viagens. Vejo minha irmã arrumando mala e fico com inveja, pois além de ela fazer isso super bem, faz a mala em 10, no máximo 15 minutos. Era muito mais fácil quando eu era mochileira. Com mala me enrolo.

Mala de mão "light-weight", faz a maior diferença. Essa é mais fácil, porque ponho roupas extras e íntimas para o caso da mala não chegar. Nunca aconteceu, mas morro de medo. Todos os eletrônicos vão comigo, assim como carregadores, etc.

Mochila pequena(a minha é Burton), sempre! Não só no avião, mas durante a viagem toda, principalmente de dia. É muito prática, e cabe aquelas coisas imprescindíveis como câmera, gorro, luvas, cachecol, casaco(se precisar tirar), água mineral, e se eu acampasse-coisa que abomino- tem como prender um saco de dormir.

Lúcia
LúciaPermalinkResponder

Depois de ler tantos relatos preciosos que sempre tem algo a acrescentar, aquela idéia de embalar os vinhos com fraldas descartáveis achei sensacional.
A conclusão que chego para arrumar uma mala ideal, depende do estilo de vida de cada um, uns mais sofisticados, outros esportistas, outros mais simples, outros racionais, então como mulher parece ser mais complicado, e se for vaidosa mais ainda, e também depende da estação que for viajar, e isso é importante para selecionar as roupas que vai usar.
Eu resisto muito em levar tênis na bagagem pois ocupa muito espaço na mala, mas é muito útil se vai fazer passeios ao ar livre, ou ficar muito tempo em pé,pois é confortável.
Depois de sofrer com tanta bagagem, estou mais seletiva, e procuro selecionar roupas de combinem entre si, como bege com preto, ou tons neutros que sempre são harmoniosos, levo cachecóis, um chapéu, faz toda a diferença numa foto para não parecer que está sempre com a mesma roupa, sempre levando em conta a praticidade.
Se viajar no inverno, prefira roupas térmicas, eu comprei um casaco em Bariloche, que repele água, e mesmo que use por um período prolongado não exala mau cheiro de roupa suja.
Lembre-se de deixar a vaidade de lado e pense em "viajar leve"

Camila Torres
Camila TorresPermalinkResponder

Como adoramos transporte público no exterior, minhas viagens são geralmente de mochila... Minha lição foi desencanar da vaidade. smile

Uma dica interessante é lembrar que na Europa as nossas havaianas são super descoladas! Já fui prum pub em Londres com as minhas de bandeirinha do Brasil e advinha. Tinha mais gente lá com as mesmas havaianas da bandeirinha ! smile

Vinicius SS
Vinicius SSPermalinkResponder

Sou adepto da mesma abordagem da Camila: Mochila cargueira!
Tenho uma Eagle Creek World Journey que comprei em 2000 que me serve muito bem até hoje.
Só que o que pouca gente (que usa mala) sabe é que com uma mochila o peso não é carregado nos ombros mas sim NO QUADRIL! Você faz os ajustes corretamente, fecha a cinta que fica na altura do quadril e pronto! Você não sente peso nenhum! A alça nos ombros apenas tem a função de equilibrar a mochila e não de sustentar o peso!
Ando pra cima e pra baixo com ela e não cansa nada!
E em lugares como Veneza (onde a mala de rodinha não ajuda tanto) então, só vantagens!
Abraço
Vinicius

Patricia Luck
Patricia LuckPermalinkResponder

Quantas dicas interessantes! Adorei! Em minha humilde opinião:
- mala média sempre!
- mínimo de maquiagem (rímel, blush e batom que vão comigo na cabine)
- xampu, cremes, acetona, absorventes: compro no destino
- infelizmente poucas cores nas roupas, no meu caso preto, branco e cinza (uma blusinha bege ou um pulôver marinho talvez)
- acessórios coloridos
- sapatos: 1 no pé + 2 na mala + havaianas
- sempre levo um vestido (tenho um preto bem grossinho que esquenta e é bonito, uso com uma meia calça ou duas e sapatilha): vai do restaurante mais fino à ópera
- uma bolsa só, que tenha alças curtas (para ficar elegante à noite) e uma alça longa removível (pra deixar as mãos livres de dia)
- chuveiro vira lavanderia, pia vira balde, não tenho preguiça de lavar roupa no hotel, tenho preguiça é de carregar mala pesada!
- uma bolsa de mão pra levar no avião com uma muda de roupa (nunca se sabe!), assim que chego no aeroporto de destino, abro a mala grande e coloco a muda de roupa lá dentro, bem como a bolsa de mão bem dobrada.
- peso máximo na ida: 11 kg.

Flávia
FláviaPermalinkResponder

As roupas de inverno ocupam mais espaço na mala, então só levo roupas PRETAS, CINZAS e BRANCAS(blusas), pois combinam entre si e deixo as cores para as echarpes, assim só levo uma sapatilha que vai nos pés e uma bota, ambas pretas.Levo uma bolsa tipo carteira mais arrumada e que não faz volume e uma bolsa para o dia-a-dia de nylon ou algum material molenga pretas, pois viajo também de mochila.Comprei uma necesserie de tecido, que se adapta a pequeno espaços e só levo miniaturas e aquelas amostrinhas...rs
Levo o casaco mais pesado na mão, que durante o voo pode servir de manta ou acochoar a cadeira e assim consigo viajar com aquela malinha de aeromoça sem precisar despachar a mala, não perdendo tempo aguardando a mala, ainda mais quando há conexões de cias aereas distintas.Se precisar devido as compras, eu compro uma sacola de nylon e levo os sacos de ziplock.

Isadora
IsadoraPermalinkResponder

Olá!!

Sei que esse não é o post certo, mas é que estou procurando na net e não encontrei informações precisas. Posso levar na bagagem para a Itália, remédios como antigripais, antitermicos, relaxantes musculares e anticoncepcionais?? Esses precisam de receita??
E no caso de bombons??Uma amiga que mora lá ama Sonho de Valsa e quer que eu leve até lá.Já liguei na cia. aérea e me informaram que sim, posso levar desde que seja na bagagem despachada.Algum conselho??

Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Isadora! Leve os remédios na bolsa de mão, sem problemas. Leve os bombons na mala, produtos industrializados podem entrar sem restrições. O que não dá para levar são produtos in natura, como embutidos, queijos e frutas.

Lucio
LucioPermalinkResponder

Aproveitando o tema farmácia, minha sogra toma remédios controlados, com retenção de receita... Vamos à Bélgica e França... Será que tem problema não ter a receita em, mãos?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lucio! Não costumam implicar com essas coisas não smile

(Mas não custa tirar uma cópia da receita na impressora antes da próxima compra...)

Isadora
IsadoraPermalinkResponder

Oi Bóia!!
Obrigada pela resposta rápida!!!
E se eu quiser colocar os remédios tb na mala despachada( li em algum lugar que o metal das cartelas pode ficar disparando o alarme dos sensores)teria algum problema?? Tipo, numa frasqueira própria??

Cris
CrisPermalinkResponder

Oi, Isadora,

Eu sempre acho que remédios é melhor levar na bagagem de mão, pois caso ocorra a infelicidade da mala despachada ser extraviada, pelo menos os remédios estão a salvo, pois remédio é bem difícil de se conseguir no exterior. Mas na real, como eu costumo levar quase uma "farmácia", eu acabo levando a maior parte na mala despachada mesmo. Eu coloco todas as cartelas e tubos de pomadas com suas respectivas bulas dentro de um saco ziploc para evitar fazer mais volume com mais uma necessaire. E nunca deu problema. E se fosse pela cartelinha de metal dos remédios, minha mala iria apitar eternamente na passagem do raio-x, pois além dos remédios eu levo muita coisa "apitável", como espelhos de maquiagem e chapinha, para citar apenas dois...rsss E isso que antes eu costumava levar secador de cabelo também...

Sobre os bombons, se decidir colocar na mala despachada, acho que seria bom que você colocasse dentro de algum tipo de caixa para acondicioná-los, para não amassar e nao virar paçoca junto com tuas roupas. Sei que fica difícil, mas eu tentaria colocar numa caixa de isopor, e colocar isso de alguma forma dentro da mala despachada..... Eu já fiz algo semelhante, quando tive de acondicionar uma máscara veneziana de papel machier dentro de uma caixa tupperware e colocá-lá dentro da mala.... Coloquei a caixa no meio da mala, tipo formando uma ilha no meio das roupas.... Foi complicado, mas com jeitinho deu para fechar a mala...hehe

Isadora
IsadoraPermalinkResponder

Oi Cris!!

Obrigada pela ajuda...estava mesmo preocupada, porque quando viajo aqui dentro do Brasil, também sempre levo uma farmácia rsrs, e sempre acabo ajudando as pessoas comigo. Mas é minha primeira viagem à Europa, então estou super ansiosa....
Beijos

Fernanda Cruz
Fernanda CruzPermalinkResponder

Pessoal ! Preciso de umas dicas! Vou fazer uma viagem de um mês, começando por Londres e Dubai. Depois pego o navio que inclui paradas em Oman, Jordânia e Egito. A chegada é em Roma. Minha preocupação é com o cruzeiro. Recebi um "código de conduta" que fala sobre as vestimentas à bordo. Inclusive, mencionam a utilização de 3 trajes de gala! Nunca fiz um cruzeiro, serão 15 dias a bordo de Dubai a Roma e não tenho a menor idéia do que é realmente necessário levar. Alguma dica?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fernanda! Leve roupa mais formal para usar à noite. Algumas pessoas se produzem mais que as outras, não se preocupe com isso. Priorize a praticidade do resto da sua viagem.

RENATA
RENATAPermalinkResponder

Com as dicas do comandante, as minhas malas tem sido cada vez menores e mais otimizadas.
Acabo de chegar de uma viagem de vinte dias pela europa e a mala pesou meros 13 quilos.
No final descobri que levei apenas um moleton e uma camisa que nao foram usados, o que me deixou muito satisfeito.

Obrigado pelas dicas RIQ.

Flavia
FlaviaPermalinkResponder

Ola! Certa vez eu transportei um protetor solar em spray na mala despachada e ao abrir a mala , tinha vazado tudo! E estava bem fechado! Tenho uns perfumes q comprei em paris, de 100 ml, e nao sei se levo naala despachada ou na de mao! Alguem tem uma dica para que nao ocorra esses vazamentos de produto liquido ?

Pam
PamPermalinkResponder

Qual o limite total dos líquidos da bagagem de mão por favor.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Pam! Todos os frascos transportados na bagagem de mão precisam ter até 100ml e devem ser acomodados em um saco plástico tipo Ziploc, de capacidade inferior a um litro.

Adriana Silva
Adriana SilvaPermalinkResponder

Olá!
Li várias dicas que estão publicadas e tem me ajudado bastante, mas ainda tenho dúvidas e "torço" para que alguém possa me ajudar.
Viajo em Maio para a Europa e ficarei 16 dias e claro, estou apavorada com o que levar na bendita mala (!), pois não ficarei num só lugar. Ficarei 03 dias em Barcelona, 07 dias num navio que vai passar por Palmas de Mallorca, Sevilha, Ibiza, Marselha, Cannes e Nice. De lá, pego um avião e fico uma semana em Paris.
Já sei que terei que pagar o peso excedente da mala, pois algumas pessoas já me disseram que o peso para voo interno é de 20 kgs, no caso de Nice para Paris, mas ainda não consegui uma informação concreta nem com a própria cia.
Alguém tem mais dicas para me passar?!

Agradeço muito!!
Obrigada,

Abs!

Adriana Silva

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Adriana! Atenha-se a 20 kg, lave a roupa quando chegar em Paris.

Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2009/04/como-usar-lavanderias-automaticas-na-europa/

Veja como ir com menos roupa:
https://www.viajenaviagem.com/2012/07/como-viajar-sem-despachar-bagagem/

Adriana Silva
Adriana SilvaPermalinkResponder

Muito obrigada pelas dicas!!
Já estão na lista que será impressa para levar.
A dica da lavanderia é sensacional!! Parabéns!

Abs!

Adriana
AdrianaPermalinkResponder

Boas dicas!!! Além de uma mala leve e prática (para mim com 4 rodas que facilita no transporte) o segredo está em ter sempre roupas básicas (cores e modelos) para combinar fácil, além de acessórios para organizar a mala que deixa tudo mais fácil principalmente em viagens com estadias curtas e que não dá para dessarumar e arrumar a mala. Coloco tudo dobradinho e itens de uso pessoal separados (meias, lingerie etc) e sapatos sempre em saquinhos.

Minha mala preferida e super leve e resistente da Tumi: http://www.tumibrasil.com/mala-ma-rda-carbono-preto-028125cb

e organizadores fáceis também de ajeitar tudo: http://www.tumibrasil.com/organizadores-para-viagem

Abs

Claudia
ClaudiaPermalinkResponder

Quanto mais a gente viaja, mais leve a mala fica. Na minha última viagem, fique 2 meses em Paris com uma mala média de mais ou menos 12 kilos, na volta foi outra história, mas como ficar 2 meses viajando pela Europa sem comprar nada?? Eu não resisto!
Usei tudo o que levei, usei e abusei das lavanderias automáticas,e minha próxima meta agora é viajar apenas com a mala de mão. Já tenho viagem marcada, e estou ansiosa por isso. Só de pensar que já saio do avião com tudo na mão, sem aquele momento tenso que é aguardar a mala no carrossel...Uhlala!

Elaine FRANZONI Renner

Idéias legais!!!!ótimas. Obrigado.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar