Suas verdinhas: a alta do dólar e as viagens para o exterior

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Fonte: Oanda[Dólar x Real: 1 ano de gangorra. Fonte: Oanda]

Todos perguntam: a alta do dólar veio para valer? O dólar vai continuar subindo? Vai baixar?

O fato é que os economistas só perdem para os comentaristas de futebol, os meteorologistas e as mães dinás no quesito confiabilidade de previsões. E não vai ser a um mero blogueiro de viagem que vai se meter a futurólogo, concorda?

O que eu posso fazer é um panorama do jogo jogado: como as coisas (e a nossa cabeça) funcionam nesses momentos de instabilidade cambial.

O que sabemos desta vez é que o governo está tentando desvalorizar o real já há algum tempo, e a crise grega está apenas dando um empurrão mais forte. O real é uma das moedas mais valorizadas do mundo, e nessas crises acaba desvalorizando mais do que as outras (até mesmo que o combalido peso argentino...). O governo só deixará de ter interesse na valorização do dólar se isso causar pressão inflacionária. (Mas como já vimos repetidas vezes, nem sempre a vontade cambial do governo é seguida pelo mercado.)

Ou seja: a única certeza que temos é que, nesse exato momento, o governo não está muito preocupado em salvar sua viagem ao exterior. Se o dólar vai continuar subindo ou vai voltar ao patamar anterior, só os economistas, os meteorologistas, os comentaristas de futebol e as mães dinás poderão dizer.

Fonte: Oanda

[5 anos de câmbio. Fonte: Oanda]

--> O dólar de 2 reais é muito caro?

Comparado ao dólar de R$ 1,55 de julho de 2011, está caro. Mas se o seu parâmetro for o dólar de R$ 2,43 de dezembro de 2008, ainda está atraente.

A subida atual começou no final de fevereiro de 2012, quando o dólar estava em R$ 1,71. O soluço cambial anterior tinha se dado entre agosto e outubro de 2011, quando o dólar passou de R$ 1,60 para R$ 1,81. Desde então estava num sobe-e-desce mais ou menos suave.

O que aconteceu na subida de 2011 foi um susto inicial, que durou mais ou menos um mês, seguido de acomodação geral. Todo mundo continuou viajando com o dólar de R$ 1,75-R$ 1,80 como se ele ainda estivesse a R$ 1,55.

Será que nos conformaremos tão fácil assim com o dólar de R$ 2? (Meu palpite: sim.)

--> Passagens aéreas

O preço das passagens acaba sendo o menos afetado pelas mudanças cambiais. Dólar barato aumenta a procura, que por sua vez eleva as tarifas -- então a situação de dólar barato com passagens caríssimas (ao menos nos vôos diretos) é bem conhecida da gente. Com o dólar subindo em reais, o recuo da procura pode causar uma baixa da tarifa em dólar, o que acaba equilibrando a conta.

(A maior ameaça neste quesito é o preço do petróleo, que ao subir empurra as tarifas para o alto).

--> Pacotes

Nessa fase de assimilação de dólar novo é interessante dar uma olhada nas ofertas das operadoras. Muitas têm bloqueios a preços antigos e, ao sentirem retração de procura, vendem seus pacotes com dólar "congelado". (Mas sempre é bom comparar com o que você consegue por conta própria, porque esse momento também é próprio para maquiagem de preço.)

--> Hotéis

Continua valendo a máxima de reservar com 3 meses de antecedência -- que é quando os hotéis costumam liberar as tarifas descontadas nos sites de reservas. Quem tem sangue frio de esperar até a última hora também pode conseguir ótimas ofertas (mas se o destino estiver aquecido naquelas datas, vai acabar pagando caríssimo).


--> Como fazer uma viagem mais econômica

Viajando slow. Quanto menos deslocamentos, menos cara fica uma viagem. Quando mais você fica num lugar só, mais condições tem de curtir o lugar sem as sobretaxas que o turista apressado precisa pagar (táxi, passeios organizados, restaurantes em áreas turísticas...).

--> Como juntar dinheiro para viajar

Os economistas dividem os investidores em "conservadores" e "agressivos". O jeito conservador de juntar dinheiro para viagem é ir comprando moeda forte aos poucos. Se você precisar de liquidez, compre dólar ou euro cash. Se tem certeza de que vai usar o dinheiro só para viagem, é mais seguro e prático fazer um cartão tipo Travel Money e carregar com um pouco de moeda forte todo mês.

O segredo de juntar dinheiro aos poucos é esquecer a cotação que pagou: 1 dólar comprado vale 1 dólar, e só. Você está investindo numa viagem, não num resultado porcentual.  Se conseguir realizar a viagem na época esperada, o investimento terá sido bem-sucedido.

Leia também:

Como enxugar seu roteiro

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email


118 comentários

Atenção: os comentários estão encerrados.

gabebritto
gabebrittoPermalink

"Será que nos conformaremos tão fácil assim com o dólar de R$ 2? (Meu palpite: sim.)"

Concordo, concordo e concordo.

Aliás, depois de ter viajado com euro na casa dos R$ 4 (naqueles cálculos rápidos que fazemos durante a viagem, sabe?), dólar a R$ 2 é quase nada.

val
valPermalink

exatamente!

Sílvia Oliveira
Sílvia OliveiraPermalink

Pois então, uma repórter da área de economia da revista Isto É me escreveu porque estava fazendo uma matéria sobre o impacto da alta do dólar no turismo e se eu havia cancelado alguma viagem por causa disso ou se conhecia alguém que havia adiado as férias por conta da flutuação do câmbio. Respondi mais ou menos como o GabeBritto colocou: Zifia, não cancelei viagens e não conheço ninguém que tenha cancelado. Para os viajantes - que já encararam o dólar a R$ 3,90 - o câmbio ainda está "favorável", digamos.

Marcie
MarciePermalink

Eu também duvido muito que alguém vá cancelar uma viagem por conta do aumento do dólar. Digamos que até poderia dar uma "adequada", mas não cancelar.

Marco
MarcoPermalink

Eu estou planejando uma viagem à Paris em fev 2013, e estou acompanhando com muito nervosismo a escalada dos preços pela TAM. Estou apavorado, pois não sei se devo comprar agora, esperar mais ou esperar mais ainda! Só pra ter uma idéia: em jan, R$967 cada trecho. Em fev, R$986. Em março, R$1028,00. Em abril, R$1066; Em maio, R$1094; Será que é pelo momento de indecisão, ou este crescimento continuará até fev??? O que eu faço, mães dinás, economistas e futurólogos de plantão? smile smile

Amaro - Recife
Amaro - RecifePermalink

Marco,

compra logo essa passagem, divide em 10 vezes, quando for viajar já estará tudo pago... E esses 100 ou 200 reais de diferença, no custo total de uma viagem 'movida à euro', você não vai nem sentir.

Vladimir
VladimirPermalink

Oi, Marco!

Se eu fosse você, compraria a passagem hoje mesmo! Mas, é só um palpite!

Abraço,
Vladimir.

Marco
MarcoPermalink

obrigado pelas dicas! Acho que vou comprar de uma vez, só não sei se vou conseguir não ficar acompanhando os preços, e encontrar aquela promo de última hora quando for tarde demais, hehehe. Ah, e os 200 reais até que fazem diferença sim, somos em 05!! Abração e obrigado!!! smile

Thiago Pinheiro
Thiago PinheiroPermalink

Marco, vê na decolar pq lá as vezes é mais em conta. comprei agora Rio-NY, NY-Londres, Lon-Rio por 1000 doláres.

Joao
JoaoPermalink

Marco

Vc irá em FEV/2013 e eu que pretendo viajar em OUT/2012? Vou continuar acompanhando o preço diariamente, da mesma forma que vc vem fazendo. Como estou acostumado com a bolsa, vou esperar mais um pouco. Vou pagar para ver. Quero ver até onde as Cias Aéreas vão aguentar com o valor do $ e petróleo elevados.

Gustavo Bonelli
Gustavo BonelliPermalink

E importante ver que ja existe um aumento gradual do preco quanto mais nos aproximamos da data da viagem, independente do cambio. Acho especular meio perda de tempo. Afinal, o importante e garantir a passagem na data que voce quer viajar.

Celina
CelinaPermalink

Desde que me entendo por gente, o dólar prega essas peças na gente. E vamos combinar, já foi muito pior. Viajar para "fora" do país era "coisa de rico", rico mesmo. Com alta ou com baixa, ainda acho que é o melhor dinheiro gasto. Não tenho nenhum arrependimento de gastar doletas, euros ou libras. O que dói mesmo é gastar reais, e vê-los nos bolsos e cuecas de nossos políticos e afins.
Mas pelo que vejo, nosso governo está mais é afim de atulhar nossas cidades com carros 0km. Cidades completamente despreparadas! Para carros, e para pessoas. E transporte público, estradas decentes, infraestrutura? Para o governo, quanto menos gente sair do país e vir que lá fora, apesar da crise, ainda é mais civilizado do que aqui, melhor, né?

vera maria
vera mariaPermalink

Concordo em gênero, número e grau, abraço, vera

Juliana Lucena
Juliana LucenaPermalink

Concordo com você. Fazem-nos acreditar que eles estão em crise e nós estamos bem, mas, em viagens recentes, vi que é bem o contrário.

Carlos
CarlosPermalink

O governo continua jogando a conta em cima do povo, ao invés de fazer investimentos, ele prefere aumentar o consumo e consequentemente a inflação. Comprei em janeiro uma passagem para Florença com escala em Paris, continuei acompanhando os preços, lá pelas tantas, vi que se tivesse deixado para comprar em março, teria economizado uma boa grana, pois o preço caiu.

Bruno Feliciano
Bruno FelicianoPermalink

O dólar não é o único afetado, o Euro e a Libra também dispararam nos últimos 3 meses.

Euro:
15/02/12: 2,25
22/05/12: 2,61
Variação: 16%

Libra:
21/02/12: 2,67
22/05/12: 3,23
Variação: 21%

No meu caso, que vou viajar em julho para a Europa, o cenário é bem desesperador.

Carlos
CarlosPermalink

Vou viajar mês que vem e tb estou preocupado. Sorte que eu já havia comprado euros no VTM a R$ 2,40. Pelo menos diminui um pouco o prejuizo. A dúvida agora é: compro mais euros agora ou em junho pago as despesas no cartão de crédito para ver o que dá? O que voc~es fariam no meu lugar?

Mauricio
MauricioPermalink

Cartão de crédito paga o IOF de 6,18%, portanto não é vantajoso. É sempre melhor comprar a moeda.
A tendência com a crise da Grécia é que o EURO possa cair, pois os investidores vão correr para o Franco Suiço, Dólar e Iene, que são moedas mais fortes.
Hoje, já caiu um pouco.
Viajo no final do ano e estou na torcida para isso acontecer.

Bruno Feliciano
Bruno FelicianoPermalink

Nesse momento, o Euro esta em queda e a cotação esta em 2,49, tomara que caia mais!

Mari Campos
Mari CamposPermalink

Também concordo muitíssimo; acho que nos acostumaremos rapidinho com o dólar a R$2, ainda mais agora que o brasileiro já se acostumou mesmo a viajar para o exterior. Amei mesmo o último parágrafo, genial : "o segredo de juntar dinheiro aos poucos é esquecer a cotação que pagou" (até porque ainda lembro que no final do governo do FHC cheguei a comprar dólar perto de R$4 reais. Melhor esquecer messs mrgreen )

val
valPermalink

e como dizio o poeta: 'quem converte não se diverte!" wink

Gustavo Bonelli
Gustavo BonelliPermalink

Esse e O lema! smile

zuzu
zuzuPermalink

Menos compritchas e basta.

Cris
CrisPermalink

Bem, eu ontem comentei sobre o assunto no post sobre passagens multidestinos. Não tenho maiores problemas em juntar a moeda estrangeira para os gastos de viagem (hospedagem, transporte local, alimentação, passeios, etc). Todos os meses, eu faço uma recarga de um valor determinado no meu VTM em Euros, embora possa dizer que como o Euro também aumentou, essa recarga ultimamente tem custado mais. Além disso, também posso injetar valores mais específicos, como restituição do IR, 13º e 1/3 de férias).

O problema é mesmo a passagem aérea internacional, ao meu ver. Ontem eu resolvi comprar de vez a passagem para a minha Eurotrip de fevereiro de 2013, pois vi bem que o dólar não está com cara de que vá baixar a curto prazo. Só posso dizer uma coisa: Doeu!!! sad

Para se ter uma idéia, eu comprei uma passagem multicity (pela TAP), com o trecho intercontinental vinculado aos trechos internos (tanto pela TAP como pela Lufthansa). A base tarifária da passagem integral foi de US$ 1074,00. Em reais, já com as taxas aeroportuárias, ficou em R$ 2.558,80.

Para se ter uma idéia do "rombo", em 2011, eu fiz uma Eurotrip em outubro, tendo comprado também uma passagem multicity pela TAP num esquema semelhante, e a base tarifária era EXATAMENTE os mesmos U$ 1074,00. Quando comprei essa passagem em março de 2011, o valor pago em Reais foi de R$ 1.861,00.

Ou seja, uma "pequena " diferença de quase R$ 700,00... Não é algo muito agradável, não! Eu peço humildemente a permissão do Ricardo Freire para discordar da posição dele de que a alta do dólar não interfere muito nas passagens internacionais :p

Abs,

Cris (agora em, preparativos oficiais para Londres - Munique - Viena - Praga - Berlin - Paris - Lisboa em fevereiro de 2013)

Elaine Rego
Elaine RegoPermalink

É aquela coisa né? Praticar o verbo "turistar" mais do que nunca...comprar muito?Já fica mais difícil. Mas olha que tem coisas que mesmo com dolar a R$ 2, ainda sai muito mais barato que aqui. O jeito é priorizar,mas não deixar de viajar jamais!!

Naila Soares
Naila SoaresPermalink

Vou em novembro para NY(minha 1ª viagem pros EUA) e já estava ficando desesperada. Mas quando li este post, me acalmei. Ainda bem que as passagens já estão compradas e o aluguel do apartamento pago. Agora é fazer comidinha e lanchinhos em casa, visitar museus e parques, esquecer o consumismo desenfreado e andar muuuito!

raffaela
raffaelaPermalink

Naila, estou na mesma situação. Vou em setembro para NY com mais 2 pessoas e queria alugar um apto também. Você tem alguma recomendação do que vc alugou? pode me passar o link?

Naila Soares
Naila SoaresPermalink

Raffaela:

aluguei neste site: AirBnB

Peguei a dica aqui neste site.

Veja em que bairro você quer se hospedar e comece a procurar. Leia os comentários de quem já se hospedou no imóvel escolhido e boa sorte!

Leandro
LeandroPermalink

Meninas,

Ano passado, fui a NY em setembro. Cheguei dia 18, com dólar a 1,78 (pela manhã). À tarde, estava 1,85. Fui dormir tenso.
Dia 19, ele custava 1,95 e no dia 20 tinha estourado os 2 reais.

Não estava mais tão tenso porque tinha tirado grande parte do cascalho no primeiro dia, a 1,85 (à tarde) e fui gastando o dindin aos poucos. E me acalmei, já que estava em NY smile

Nos últimos dias fiz uns saques a 1,94, mais ou menos.

Em dezembro, ele tinha voltado pros 1,7X e poucos e meus custos em viagem (incluindo compras) tinham aumentado uns 15%...

Mas estou vivo e foi ótimo. Não se estressem com isso. E tenham uma ótima viagem.

Cristina
CristinaPermalink

Riq,
eu fico rindo quando leio "Quem tem sangue frio de esperar até a última hora também pode conseguir ótimas ofertas (mas se o destino estiver aquecido naquelas datas, vai acabar pagando caríssimo)." Welcome to my life, vc sabe que por mim era esse prazo, mas com meu marido é mais emocionante. Agora por exemplo não consigo vôo para o Peru...o agente não me responde.

Eu compro moeda de vez em quando e sempre sobra, então nunca sei quanto custou. È o melhor para não se preocupar (Mari, eu e minha mãe fizemos isso com uma grana considerável nessa mesma época, nem lembrei quando fui gastar para não ficar deprimida...)

Cristina
CristinaPermalink

*sobre o pacote para o Peru(isso mesmo, me rendi ao pacote, tá tudo bloqueado - obrigada Lu Malheiros pela dica)

Vladimir
VladimirPermalink

Olá, Tripulação!!!

Minha viagem para a Europa é no próximo mês e realmente essa alta está sendo dose pra leão.

A maioria das coisas já estão pagas. Mas, por exemplo, não consegui pagar antecipadamente os hotéis de 3 lugares, apenas de 2. Ou seja, vou ter que pagar mais caro... Acho que, o hotel, é o que mais vai me ferrar...

Tenho uma dúvida com relação ao uso do cartão de crédito na Europa. Pelo que ouvi o Euro também está se desvalorizando frente ao dólar! Isso significa que vou perder 2 vezes??? Alguém pode me ajudar???

Abraços e Boas Viagens,
Vladimir.

Philipp
PhilippPermalink

Nao, se o EUR se desvaloriza frente ao USD, na verdade vc esta perdendo menos na cotacao EURBRL.

Inclusive, nao é o BRL que esta se desvalorizando, mas o USD que tem ganhado valor frente a praticamente todas outras moedas. Em situacoes de crise é assim mesmo, o "mundo todo" corre para comprar USDs.

Vladimir
VladimirPermalink

Valeu, Philipp!!!

Hoje, o Euro está custando R$2,75 nas casas de câmbio aqui do Rio!!!

Aproveitando para falar sobre as dicas dos hotéis com descontos se comprados em cima da hora, eu tenho minhas dúvidas e com todo respeito discordo em parte do comandante, pois, fui pesquisar e nos hotéis que comprei (bons locais e preços baratos) já não há mais vagas! Eles nem aparecem mais no eurocheapo.com.

Por outro lado, concordo em tudo sobre comprar a moeda aos poucos. Quando comecei a fechar a viagem, o Euro, oscilava entre R$2,25 e R$2,40. Achei que iria se desvalorizar ainda mais frente ao real devido a crise européia!!! Ledo engano...

Abraços,
Vladimir.

Vladimir
VladimirPermalink

Acho que entendi!

Supondo que 1EUR=1USS, então, uma diária de hotel, por exemplo, custa 100EUR=100USS.

Se o euro se desvaloriza 20% frente ao dolar, temos, 100EUR=80USS, logo, vantagem para quem pagar em Euro no cartão de crédito.

Penso que, se o dólar se estabilizar frente ao Real e o Euro continuar a se desvalorizar frente ao dólar será bom viajar para a Europa. Está certo ou falei/pensei besteira?

Quem quiser ver a variação euro/dolar deve ir no google e procurar "euro dolar grafico". Pelo que entendi desse link abaixo a desvalorização é de aproximadamente 5% desde março:
http://www.forexpros.com.pt/currencies/eur-usd-chart

Não sei se conseguirão abrir na página certa!

Boas Pesquisas e Ótimas Vibrações,
Vladimir.

Philipp
PhilippPermalink

É isso, mas apenas note que a cotacao normal é quantidade de USDs por EURs (USD/EUR ou a notacao mais comum EURUSD). Sei que confunde mas é assim wink

No Google Finance voce consegue acompanhar algumas cotacoes (nao em "real time"):

EURUSD:
http://www.google.com/finance?q=eurusd#

USDBRL:
http://www.google.com/finance?q=USDBRL#

EURBRL:
http://www.google.com/finance?q=EURBRL#

GBPBRL:
http://www.google.com/finance?q=GBPBRL#

Alex Melo
Alex MeloPermalink

Acho que já é a terceira viagem que vou fazer na alta da moeda. É muito, muito triste passar por dólar a 1,70 e justo quando vc vai comprar as passagens já está 1,99 (comprei semana passada).
Na última acabei deixando boa parte das reservas prá ultima hora e sacando tudo em viagem - por sorte, já tinha baixado um pouco quando saquei, mas dá um medão!

O negócio é pensar que até agosto o Euro poderá estar valendo 3 reais já, que só assim prá não chorar de tristeza pagando 2,60 estes dias.
Como são 9 dias em Londres, não quero nem ver como vai estar a libra. SOCORRO!!!

Philipp
PhilippPermalink

Vamos a alguns principios basicos:

1) Vc tem o dinheiro hoje e esta no seu orcamento: Compre a passagem e os USD/EUR/GBP/ETC. Quem fica aguardando uma melhor oportunidade está especulando, faca sua protecao se ja esta dentro do orcamento. Ou pelo menos faca de parte da protecao comprando ja parte da viagem diminuindo seus riscos cambiais.

2) Uma vez feito o indicado no item 1 acima, nao fique mais se remoendo. Lembre-se que voce comprou a passagem (ou USD, EUR, whatever) porque ja estava dentro do seu orcamento, caso contrario voce estaria especulando.

3) Se voce esta procurando dicas do USDBRL aqui no VNV, voce nao esta em condicoes de especular moedas, e seguir os passos acima é o mais prudente grin

Como diz o ditado: "de medico e louco todo mundo tem um pouco". E sem sabermos, todos tentamos ser um pouco de especuladores, esperando o melhor momento.

Pessoalmente, minha visao é que nao veremos tao cedo (proximos 12 meses) o USDBRL abaixo de 1.80. O governo/bacen já sinalizou que quer aumentar a competividade da industria brasileira de forma "artificial" (pelo cambio) com medidas macroprudenciais e monetarias ao inves de fazer o que seria na minha singela visao o mais correto investindo em infraestrutura, educacao e cortando gastos publicos, mas este não é o Forum correto para este tipo de discussao. No curto prazo, a crise Grega/Europeia é o que vai determinar os humores e acreditoq eu possamos ver o USDBRL chegar até 2.20 se o stress aumentar.

Finalmente, o Banco central irá intervir, mas nao para fazer o USDBRL baixar, mas para diminuir a velocidade com que a moeda perde valor. A pressao inflacionaria vem da velocidade com que a moeda se desvaloriza. Resumindo, eu sugiro que se acostumem com USDBRL acima de 1.90/2.00 para o curtissimo prazo, nao, nao estou sendo pessimista, estou sendo realista wink

jamile
jamilePermalink

A questão é que o Governo brasileiro faz questão de manter o dólar em elevação, para proteger os empresários brasileiros. Por que não tornar a indústria mais competitiva? Daqui a pouco estaremos como Cuba!

roberto
robertoPermalink

acho que o dolar esta liberado faz tempo, o governo interveio poucas vezes no mercado para evitar grandes estragos na economia.

Carlos
CarlosPermalink

Pois é...
Comprei passagens com dólar a 1,76, reserva de hotel com dólar de 1,74 e 1,89, cash com dólar a 1,81 (parte vai para outros hotéis) e VTM com dólar a 2,07... Venho fazendo essas pequenas compras aos poucos, desde Setembro do ano passado... no final das contas, o dólar médio de minha viagem está razoável. Ainda tem alimentação, passeios e compras... parte cairá no dólar atual... ou seja... 2,04
Fica a dica, doses homeopáticas não prejudicam ninguém... na verdade ajudam! No mundo atual uma coisa é fato: as coisas mudam, e mudam rápido!

Alexandre
AlexandrePermalink

A frase de que um dólar vale um dólar é das melhores que já vi sobre isso. As pessoas compram dólar para viajar e ficam desesperadas se a cotação baixa depois de terem comprado, mas e como você disse, isso não é para especulação, e sim para um bem maior que é a realização de um sonho, a viagem.
Parabéns por mais este excelente texto.

Vera Lúcia
Vera LúciaPermalink

Exatamente o que penso. Você não viaja em real e precisa desvincular a nossa moeda quando estiver lá. Não podemos esquecer que em 2002 viajávamos com dólar a R$ 3,5 e euro a R$ 4.

Sylvia
SylviaPermalink

Pra mim,moeda forte prá viajar só é convertida na hora de sacolear.

Comprar , guardar e gastar [nesta ordem] dói menos em tempos de instabilidade.

E quem estiver pensando guardar em VTM tem que ficar esperto pois os cartões tem prazo de validade ( um absurdo, mas tem ).

Expedito Paz
Expedito PazPermalink

Acho que se carregar o VTM, mesmo que seja com uma mixaria, pelo menos a cada dois ou três meses, ele não perde a validade...

Sylvia
SylviaPermalink

O prazo de validade do VTM está impresso no cartão.
É preciso lembrar de descarregar de um cartão e passar para outro, senão.. babaus sad

Frank (Dois Mapas)
Frank (Dois Mapas)Permalink

É bom lembrar que várias moedas estão de desvalorizando em relação ao dólar, como Euro e Libra.

Então, isso em parte comprensa a alta do dólar.

Leandro
LeandroPermalink

Vi muita choradeira sobre isso na televisão, principalmente em relação à turma do intercâmbio. Chorosos, os estudantes diziam que a alta do dólar limitaria suas estadias e etc.

Aí tem uma coisa. O cara que vai fazer intercâmbio e não tem a grana quando decide a empreitada, corre riscos de mercado mesmo e pode ter a viagem encurtada. Normal, fluxos de mercado.

Agora o cara que já tem todos os cobres na mão quando decide ir, não precisa sofrer. A solução, relativamente simples, é aplicar o dinheiro num fundo cambial (para não levar USD 10,000 de uma vez p. ex. ao exterior em cash) e ir tirando aos poucos, conforme a necessidade. O fundo vai oscilar conforme o dólar e seu dinheiro quando decidiu fazer a viagem terá poder de compra semelhante a quando for viajar.

Acontece que dólar também cai e esse mesmo sujeito vai se lamuriar de perder dinheiro, à toa, se isso acontecer.

De todo modo, o ideal é sempre comprar a passagem assim que tiver o ca$calho e evitar correr esse tipo de risco. O resto não será tão relevante, a não ser em uma viagem exclusivamente de compras, é claro.

Boa viagem!

Bruno
BrunoPermalink

Não sou filho ou parente da mãe Diná nem analista financeiro, muito menos Bidú, mas minha opinião é que o dólar oficial ainda vai flutuar entre 2,10 e 2,20 nos momentos de pico. Ainda falta muito para a tal "marolinha" passar, e a chave deste cambio está invariavelmente associada à crise na Europa, notadamente na Grécia.
Havendo uma saída aceitável, os mercados se acalmam, e é possível que o dólar volte a flutuar na casa de 1,80 a 1,90. Mas também é fato que não existe nada que não possa ser piorado. Logo, se a crise se alastrar e pegar de jeito a Espanha Portugal e Itália, a questão cambio ficará temerária mesmo!

Cris
CrisPermalink

Bem, agora que eu comprei a passagem para a Europa, já não quero mais saber do dólar, hehehe (mas minha mãe resolveu esperar até setembro para comprar a passagem dela, quero ver só no que vai dar).

Mas o que eu não entendo mesmo é que como o dólar se valoriza frente ao Euro no exterior (e o Euro, por sua vez, se desvaloriza por lá, em um momento de crise), porque no Brasil o dólar alto puxa o Euro também para cima ... Estando a Europa em crise, o lógico seria o dólar se valorizar e o Euro cair. Mas eu não consigo captar essa "lógica" cambial brasileira... Minha preocupação agora é com as coloridinhas e não mais com as verdinhas ....hehe

Danilo
DaniloPermalink

Exatamente, essa alta do euro não faz sentido!
E mais, qualquer site que vc entrar hoje é possivel encontrar previsões para o U$, mas é muito dificil encontrar previsões para o euro. Viajo em jan/2013, e estou comprando aos poucos (cheguei a comprar a R$2.35 em espécie), devo ter uns 50% do que vou gastar. Estou um pouco desesperado, estou considerando o EUR a R$3,00 no VTM sad
isso que ainda tenho libras para comprar (5 dias em edimburgo).
Alguém chutaria a cotação do euro no final do ano??
A compra de passagens internas na europa (easyjet, etc) é em euro mesmo?? (comprando pelo cartão, no Brasil)?
E se na improvavel hipoteses do euro ruir, como é o procedimento para quem tem a moeda??

Obrigado

Cris
CrisPermalink

Danilo, minha situação é semelhante à tua. Minha viagem é em fevereiro/2013. Também estou comprando Euros aos poucos, em papel moeda e fazendo recargas mensais no VTM. Já comprei Euros até por R$ 2,32!! E agora, minha recarga para o próximo mês estou prevendo que bata nos R$ 2,85 sad

Eu não estava muito desesperada até aproximadamente há duas semanas atrás, porque estava mais ou menos estável entre R$ 2,55 ou R$ 2,60. E quando subia, subia de forma mais gradual. Todas as minhas cotações e planejamento para hospedagem e trens eu estava fazendo nessa previsão de no máximo R$ 2,65...

Mas desde umas duas semanas para cá, tem subido muito acentuadamente. Fica difícil até fazer planejamento com essa elevação repentina.

Também tenho de comprar libras (5 dias em Londres), e nessa, nem quero pensar muito no momento...

No "worst case scenario" (o Euro ruir), quero eu acreditar que alguma regra de transição seja feita para quem tem moeda ou saldo em cartões pré pagos ... Mas realmente espero que a coisa seja tão drástica assim!

Sobre as passagens da EasyJet, na verdade, elas são cotadas em Libras, mas no site você pode optar para fazer o pagamento em Euros (foi assim que eu fiz na vez passada, paguei com o VTM).

Philipp
PhilippPermalink

Tenho acesso a algumas estimativas, e estao assim para o final de 2012

EURUSD:
Minima - 1.12
Media - 1.28
Maxima - 1.44

USDBRL:
Minima - 1.65
Media - 1.83
Maxima - 2.00

Basta multiplicar uma pela outra para ter uma ideia do EURBRL. No entanto nao tome isto como verdade, como voce pode ver, os intervalos sao grandes, e mesmo os economistas tem visao distinta do que vai acontecer em apenas 6 meses, e por isto que o mercado é tao dinamico e a cotacao pode variar tanto.

Cris
CrisPermalink

Como eu sou do time "pessimista" (sempre que eu viajo, ocorre uma alta um tanto estratosférica de moeda estrangeira), eu estou já modificando minhas cotações para um Euro a R$ 3,00 ou R$ 3,10... Pelo menos assim eu posso ter uma margem minimamente segura de quanto eu vou ter de me apertar e ralar em 9 meses para guardar tudo o que eu vou precisar. As passagens aéreas já estão compradas, pagas e emitidas desde ontem e então, o dólar no momento não me preocupa tanto ...rs

Danilo
DaniloPermalink

Nossa, R$3,10 é o que eu planejava para a libra...hehehe
hoje deu uma baixada, devo comprar um pouco amanhã. Vamos acompanhando...e torcendo smile

Leandro
LeandroPermalink

Sou campeão mundial de viajar em crises.

Já peguei EUR a 3,40, Libra a 4,02, dólar a 2,25.

Ano passado, viajei na pior semana de alta do dólar.
E agora, semana que vem, vou na pior semana de novo!

Vou começar a comprar dólar quando pensar em viajar, isso sim.

Ah, e vender quando voltar, porque depois que vence a fatura do cartão ele sempre abaixa.
smile

Carolina
CarolinaPermalink

Vou fazer minha primeira viagem internacional em julho, e o dólar aumentou tanto que me dá vontade de chorar!! Rsrsrsr!! Fiquei esperando o dito cujo baixar e ele só aumentou...

Glauco
GlaucoPermalink

Até que valor de dólar a viagem para os EUA para compras continua sendo vantajosa?

Luis
LuisPermalink

Olha, Glauco ... Não existe taxa limite, depende do que você pretende comprar. De qualquer forma, bens de consumo são tão mais baratos nos EUA que acabam valendo a pena mesmo com o aumento do dolar.

Glauco
GlaucoPermalink

Obrigado, Luís.

PêEsse
PêEssePermalink

Bom, se eu vou discordar do nosso líder Ricardo Freire é porque provavelmente estou errado. Mas não deixa de ser um contraponto.

Eu sempre disse que o dólar não estava barato e que o real não era uma moeda forte. Era (e de certo modo ainda é) uma fase, uma janela de oportunidade para os viajantes. Os dólares dos investidores estavam vindo para cá não por méritos do Brasil, mas pela crise nos EUA e Europa (que, como toda crise, vai passar). Acho difícil chegar novamente a R$ 4, porque as empresas também precisam comprar insumos industriais lá fora, de modo que o governo deve atuar se e quando o dólar encostar em um patamar perto disso. Mas se o dólar já está caro agora, com EUA ainda se recuperando e Europa ainda em crise, quando ambos estiverem bem das pernas de novo, pode esperar.

Na minha visão, a situação já está bem ruinzinha. A hotelaria anda muito cara. Nos EUA, salvo as exceções de sempre (Orlando, Las Vegas a depender da época), tudo subiu muito de preço. Qualquer hotelzinho mediano em Miami está custando US$ 200 e em NYC até US$ 300. Na Europa os preços também estão bem elevados. O dólar por R$ 2 ajuda a puxar para baixo o padrão de hospedagem.

Sobre as passagens aéreas, a impressão que tenho é a de que o preço aumenta, sim. Estou monitorando os preços de passagens para três destinos diferentes, em períodos diferentes. É impressionante como aumentaram até em proporção maior que o valor do dólar. É claro que vários fatores interferem, mas se a redução na procura vai puxar os preços para baixo mesmo com o dólar alto essa redução na procura ainda não aconteceu.

Compras. Mesmo sem viajar para comprar, é inegável que elas fazem parte. Em minhas duas últimas idas aos EUA, percebi um nítido aumento nos preços (em dólar). Considerando que os próprios americanos não estão comprando nada porque estão em crise e endividados, concluí que os brasileiros comprando geral conseguiram inflacionar o mercado americano (risos). O aumento no valor do dólar piora ainda mais as coisas.

E tem também o IOF. Para quem, como eu, dá preferência ao uso do cartão de crédito, o aumento do dólar, além de aumentar tudo de preço ainda aumenta a mordida dos 6,38% de IOF. Tudo isso desestimula aquele jantarzinho melhor, o aluguel de um carro maiorzinho, essas coisas.

Se o brasileiro se acostumar com o dólar a R$ 2 (e crescendo) será porque viajar pelo Brasil também é muito caro, então vale a pena baixar o padrão da viagem ou diminuir o número de dias viajando mas seguir viajando para destinos no exterior.

É claro que viajar sempre compensa, ainda que as restrições aumentem. Mas que essa lenga lenga de o Brasil não se decidir que tipo de país quer ser é chata, é.

Moramos em um país no qual a meta do governo é tornar todo mundo classe C, inclusive as classes A e B. Descontos de IPI só beneficiam carros 1.0. Melhores taxas de financiamento são restritas a imóveis de baixo valor. O incentivo aos produtos nacionais é dado com aumento de imposto para os produtos importados, em vez de redução de tributos para os produtos nacionais. O estímulo ao turismo nacional é dado encarecendo o turismo para o exterior e não fomentando a vinda de estrangeiros para o Brasil. Parece que o governo quer todo mundo morando em puxadinho, andando de carro mil, comprando produtos nacionais caros e de má qualidade para estimular a indústria nacional e pagando preços altos para viajar pelo Brasil. Sei não... Ricardo Freire para Ministro do Turismo (e da Economia, da Justiça etc.) já!

Lena
LenaPermalink

Exatamente como fez a ditadura militar, né? wink

Caroline®
Caroline®Permalink

Espero que daqui a um ano, quando pretendo viajar aos EUA, o USD esteja mansinho de novo. Por enquanto, acho que vou trocar uns pounds que sobraram de Londres por dólar. O dinheiro tá parado mesmo.

Michele
MichelePermalink

Com o dolar nessa cotacao o governo bem que podia aliviar no 6,38% de IOF dos cartões de crédito.

LEANDRO
LEANDROPermalink

vai sonhando michele! risos.

Andreia
AndreiaPermalink

Viajo em 12 de junho. Compro dolares hoje ou daqui ha tres semanas? O que acham?
Obrigada

Zé Maria
Zé MariaPermalink

Diferentemente do que disseram aí em cima, VTM não tem prazo de validade.
O Master pelo menos não tem!
Após 6 meses sem usar, o que existe é uma taxinha mensal para manter seu dinheiro lá até a próxima viagem.

Cris
CrisPermalink

Existe um período de validade, sim ... Pelo menos nos meus. Eu tenho um VTM Visa da Confidence e outro VTM Master da Fitta. Os dois tem prazo de validade, como um cartão de crédito normal. Mas creio que basta ficar atento à essa data e pedir a renovação do cartão. Nada com o que se preocupar ....;

Juliana Pinheiro Galvao

O Cartão VTM da Master é bem aceito na europa, assim como o visa?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Juliana! Todos os cartões de débito são aceitos nos estabelecimentos que aceitam a bandeira do crédito. Cartão de débito Master é aceito em todo estabelecimento que aceita Master. Todos funcionam também nos caixas eletrônicos.

Gabriela
GabrielaPermalink

Ricardo, será que Itália, inicio de setembro, dá para arriscar ir sem reservas de hotel?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Gabriela! Aqui quem responde é A Bóia. Não recomendamos viajar sem reserva em nenhuma época.

Frank (Dois Mapas)
Frank (Dois Mapas)Permalink

Não, início de setembro é fim de alta temporada.

Ir sem reserva quase sempre é certeza de:
a) pagar mais caro do que poderia
b) perder precioso tempo procurando hospedagem

Além disso, a menos que vc seja nacional de algum país da UE, precisa apresentar reservas para fins da legislação de imigração. É certo que na maioria dos casos eles nem conferem, mas se vc for a "sorteada" do dia, pode ser mandada de volta ao Brasil por falta de reservas.

Marina
MarinaPermalink

Estou com viagem marcada para Orlando, agora em julho, e essa alta do dólar me assusta cada vez mais! Embora já tenha tudo acertado entre: passagem, hotéis, passeios...falta o $ extra para gastos pessoais. A solução mais viável que encontrei mesmo (já que não tenho como adiar) é ir comprando aos poucos o dólar. Muitos especialistas estão considerando a baixa/alta do dólar como oscilante, mas é difícil conter o pessimismo e não pender para o medo de que ele só pode aumentar rs. Mas uma dose de bom senso e com um pouco de "sorte" essa Crise não vai afetar meu divertimento, um pouquinho das compras talvez rsrs.

Paula Bicudo
Paula BicudoPermalink

Olha, eu acho que ficou mais caro sim e acho que vai impactar sim. Fui pra Buenos Aires e só o hotel ficou mil dólares, para 6 diárias. Um hotel mais ou menos. Perdi na conversão peso/dólar e perdi na conversão dólar/real, sem contar o IOF. Gastei mais de 2000 reais, achei bem caro.
Espero mesmo que esse aumento freie esse consumo alucinado dos brasileiros no exterior. Compras são legais, mas o pessoal anda extrapolando, hehehe

Patricia Tayão
Patricia TayãoPermalink

Oi Riq, suas ótimas dicas de como viajar mesmo com a alta do dólar foi citada hoje no jornal valor econômico, na reportagem sos câmbio.

graca
gracaPermalink

Pretendo viajar em agosto para os Estados Unidos, será que está na hora de comprar dólar, ou ele ainda vai baixar.

Simone
SimonePermalink

Hj o dólar está num "sobe desce".. minha viagem é para novembro, estou arriscando e vou esperar um pouco mais para comprar os dolares, será q estou fazendo certo?? A passagem comprei na semana passada por um preço q achei bom!!

Frank (Dois Mapas)
Frank (Dois Mapas)Permalink

Um fator cuja importância eu reitero é que o R$ não é a única moeda cuja cotação flutua. O mercado de moedas é igual um leilão de produtos agrícolas, cada um sobe e desce o tempo todo.

Hoje mesmo, por exemplo, a cotação US$/€ está em queda livre. Coisa de 15% de desvalorização recente. Já o peso argentino andava muito desvalorizado em relação a todas as outras moedas.

No caso específico de quem vêm à Europa, eu acho tão arriscado ficar comprando dólares como guardar reais. É melhor fazer VTM em Euros e ir depositando. Ou, como é cada vez mais o caso, usando possibilidades de pagamento antecipado de hoteis - por exemplo.

LEANDRO
LEANDROPermalink

Ric, não sou economista, apenas um curioso. mas lá vai:

Da forma como vejo, o cenário do Brasil não é bom. A copa e as olimpíadas serão aqui, Obama disse que Lula era o cara, fizeram um filme chamado Rio, notícias de "nova classe média", tudo isso turbinou as expectativas. Em paralelo, as economias de Europa e EUA escorregaram. Criou-se um frenesi em relação ao nosso país nos investidores internacionais. Mas a verdade é que não temos estrutura pra crescer. Temos uma economia baseada quase exclusivamente em commodities, sem estradas decentes, sem ferrovias, sem bons aeroportos, sem escolas/universidades de primeira. Não mudamos tanto assim.

Nos últimos anos compramos carros (muito caros), imóveis (caríssimos), geladeiras, viagens, etc, tudo via crédito. Mas o crédito nada mais é que usar a grana do amanhã pra satisfazer o hoje. Quando o amanhã chega, vem a conta. Pois o amanhã chegou! Agora não adianta baixar taxas, tentar fomentar, a capacidade de endividamento já era. O cenário é: população endividada, previsão de pibinho, montadoras com pátios cheios, comércio parado, estoque de imóveis aumentando, governo lançando medida atrás de medida e o paciente nada de reagir... Resultado: os investidores já entenderam que a ilha da fantasia não existe, estão caindo fora e o dólar vai subindo...
Minha conclusão: se vai viajar pra fora, compre seus dólares já! A chance de aumentar me parece bem maior do que cair. Por outro lado, em viagens pelo Brasil, devem surgir boas oportunidades para quem sabe pechinchar.

Em tempo: espero estar errado, torço pelo Brasil! Parabéns pelo blog, adoro viajar e sempre tiro dicas preciosas daqui.

Marcie
MarciePermalink

Leandro, eu concordo com você. Quando eu falo isto, me chamam de ave de mau agouro. Eu moro nos isteitis, e vejo uma semelhança incrível com esta bolha em que o Brasil se meteu. E acho que tudo vai despencar na hora de pagar estes crediários que todos fizeram para comprar mais carros para burlar os dias do rodízio, os apês maiores que os dos amigos, etc. e talz. Uma pena! Eu queria tanto que tivesse chegado mesmo a hora do Brasil!

PêEsse
PêEssePermalink

Concordo inteiramente.

Sylvia
SylviaPermalink

Neste final de semana serão abertos escritórios de representação em todas as capitais brasileiras e o atendimento será ininterrupto
> 48 horas seguidas > para todos que desejarem consultar a Pitonisa de Tebas.

Cris
CrisPermalink

Haha, essa foi boa! smile

Silvia Andrade
Silvia AndradePermalink

Bóia, acho que o assunto validade do VTM ficou meio confuso...
O cartão pode ter validade (como todo cartão de crédito), mas o que ficou sem resposta é se os créditos eventuais que vc faça (tem gente comprando euros ou dolares de vez em quando visando viagem futura) tem validade ou prazo para uso...
sugiro post específico ou perguntódromo. abraços

Cris
CrisPermalink

Sílvia, é uma boa questão essa a tua. Estou agora lendo os termos do contrato do meu VTM (Corretora Confidence). Como todo contrato cambial, tem pontos muito mal esclarecidos pela redação, hehe. Não tem nada específico sobre prazo de validade do SALDO das recargas enevtuais. Mas tem as seguintes cláusulas que aparentemente dão a entender que qualquer valor que você carregue, em qualquer tempo, vai estar sempre disponível:
[...]
2.2.(a). Após o vencimento do cartão, o eventual saldo remanescente poderá ser reivindicado pelo cliente junto ao Agente, ou transferido para novo cartão. Ambas as operações estarão sujeitas a eventuais tarifas cobradas pelo agente.
[...]
4.(a). Até a data do vencimento do cartão, o cliente poderá recarregar um saldo em seu cartão através do Agnte, sujeito aos limites anuais estipulados pelo Administrador.
[...]

Ou seja, os valores eventualmente carregados para viagens futuras, aparentemente, não tem restrição de validade, exceto a a própria validade do cartão (e ainda asim, dá a entender que é possível resgate mesmo após a validade). Meu VTM tem prazo de validade em 05/2014. Se eu carregar uma bolada hoje e quiser usar só em março de 2014, acho que vai estar lá, sim ... Mas é claro que uma resposta mais abalizada do que o meu mero achismo seria bem vinda! smile

Jussara
JussaraPermalink

Cris, acho que você está certa. O que a funcionária da Confidence me falou é que o cartão tem validade de 4 anos e que é necessário fazer recarga de 3 em 3 meses; agora não sei o porquê dessa recarga obrigatória nesse prazo. Se ficar muito tempo inativo a operadora vai descontando algumas tarifas (foi o que aconteceu com o meu, em pesos argentinos. Ficou um saldo que eu não conseguia sacar nem comprar uma garrafa de água, no fim, eles me tomaram esse dinheiro). Então o que você falou está certo: o saldo tem a mesma validade do cartão. Isso se aplica também ao prazo para uso, mas pelo que entendi, não pode ficar inativo muito tempo.
Só não gostei de saber que se eu levar um cartão com dólares, por exemplo, para um país com outra moeda, será cobrada uma tarifa de 3 a 5% por cada transação, seja débito ou saque. Não sei se nesse caso compensa um VTM.

Luciano
LucianoPermalink

Estávamos deixando para comprar dólar em data mais próxima da viagem, apostando que o dólar se manteria estável, ou até que baixasse um pouco, mas frente a essa disparada, compramos cerca de metade do que pretendemos usar em cash e o restante vamos carregar mês a mês em um VTM.

Para os hotéis, fizemos reservas canceláveis com pagamento em real e com cupom de desconto - preço garantido! Então se o dólar recuar um valor significativo ou conseguirmos outras boas promoções, podemos fazer novas reservas. Também procuramos opções mais em conta de hotéis dentro da mesma categoria, buscando as avaliações no Tripadvisor e em NY fizemos reserva pelo Airbnb, sendo que vamos pagar por um studio com ótimas avaliações metade do que pagaríamos por um hotel. No final das contas a alta do dólar nos fez rever os planos de hospedagem e conseguimos economizar. E as passagens foram com milhas!

Harley
HarleyPermalink

Fechamos o nosso pacote para setembro pela TAM com a cotação do dólar a R$ 1,82... acabou sendo um bom negócio já que a moeda americana deve ficar na casa dos R$ 2,00... agora o melhor a fazer é comprar os dólares aos poucos...

http://nossosroteirosdeviagens.blogspot.com.br/2012/05/mi-buenos-aires-querido-1.html#more

Harley
HarleyPermalink

Só para salientar fechamos o nosso pacote em fevereiro/2012... conclusão: o melhor é programar-se com antecedência e ir comprando dólares aos poucos... assim na média/variação da cotação não se perde nem se ganha... veja o que postamos sobre isso em:

http://nossosroteirosdeviagens.blogspot.com.br/search/label/Orlando

Valéria
ValériaPermalink

Olá!
Estou com uma dúvida: é possível fazer um cartão VTM e carregá-lo com dólares que eu já tenho, e não da própria corretora/banco fazendo a conversão na hora?
É que possuo dólares guardados (com cotação bem melhor que corretoras e bancos, que cobram muito mais caro que a cotação turismo) mas não queria levá-los todos em dinheiro, gostaria de colocar uma parte no VTM, mas estou na dúvida se eles aceitam. Alguém já fez isso?

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Valéria! Não é possível. Os VTMs são carregados exclusivamente com dólares que você compra da corretora.

Silvana
SilvanaPermalink

Ai meu deus que sufoco!!! Estou programada para fazer um pequeno tour pela Europa, em setembro. Ainda não comprei as passasgens pois estava esperando um boa promoção, agora estou em panico, o que devo fazer, compro as passagens agora, embora estejam muito mais caras, ou espero, compro dolares, euro ou faço o VTM, Ajudem-me, por favor! Obrigada

Silvana
SilvanaPermalink

Encontrei as passagens em uma operadora de turismo, por 506,00 dólares o trecho, será que está irresistivel?

Talita
TalitaPermalink

Vou para Cancun em outubro, comecei a ver sobre a viagem no fim de março o dolar estava 1,93. Quando eu ia fechar já estava 2,03. Assustei e resolvi esperar baixar. E desde então o dolar só sobe e ninguém sabe dizer se vai melhorar a situação em breve. Agora já está em 2,17 (acho um absurdo), mas vou fechar assim mesmo, pois estou apavorada de subir mais ou até eu perder minha vaga no voo que escolhi. O dificil agora vai ser se baixar a partir de agora, melhor nem ver mais...hehehe.
Achei melhor garantir minha viagem já! Essa foi minha opinião! Boa viagem a todos!

Luciano
LucianoPermalink

Amigos(as), viajo em agosto/12 a pergunta é, compro dolar agora ou espero?

Jorge Paulo
Jorge PauloPermalink

Viajei com Dolar a 2,25 depois 1.80 e depois 1,55. sabe qual diferenca na pratica?

Rende mais com menos, mas A viagem foi MUUUUUUIIIITO mais legal e nao ficou mais barata de qualquer modo, pois caro seria nao ter ido!!

COMPRAS: continuo com minha maxima, planejamento. Pois caro e o q trazemos nao usamos ou o q se deixa de comprar, quando se perde oportunidade, so comprando outra passagem para comprar de novo.

Lembre-se dos posts do Comandante(destino: pindaiba) sobre os estragos de viagens q ficam na memoria, depois eles perdem sentido, ficam as boas memorias..

RELAXEM, MANTENHAM SEUS PLANOS E RIAM DE SEUS MEDOS DEPOIS!!

Eliseu Bueno
Eliseu BuenoPermalink

Vou para a Escandinavia em julho. O que fazer? Usar o CC (pagando "aquele" IOF ,arriscando na cotação da data do pagamento mas ganhando milhas) ou carregar um cartão de debito em Euros pagando IOF menor, mas com taxa de conversão para as moedas dos gastos (Coroas norueguesas, suecas, dinamarquesas...) com os custos envolvidos? A propósito alguém sabe como funciona essa conversão ?
Agradeço qualquer ajuda!!!

A Bóia
A BóiaPermalink

Olá, Eliseu! A conversão é feita para o dólar com taxas interbancárias e então em real pela taxa do cartão de crédito ou débito. Caso você tenha um cartão tipo VTM, a conversão é feita automaticamente para a moeda com a qual você carregou o cartão.

Eliseu Bueno
Eliseu BuenoPermalink

Muito obrigado, Bóia (v. madruga, hein?)!!

Lili-CE
Lili-CEPermalink

Eliseu, fui para a Turquia em julho passado c/ um VTM em euro, mas a conversão em liras turcas para os saques era desvantajosa. Veja qual a conversão que o VTM vai aplicar p/ vc sacar coroas dinamarquesas e as demais...

Eliseu Bueno
Eliseu BuenoPermalink

Obrigado, Lili. Pois é, a Visa cobra 4,9% sobre o valor da compra para a conversão da moeda, além dos 0,38% de IOF e da taxa de US$2.50 por saque (e ZERO de milhas).
De fato, não sei se compensa... Talvez a vantagem do cartão pré-pago seja garantir o câmbio. Com o C.C. fica sempre a expectativa da chegada da fatura...
Alguém mais tem algum palpite???

Jorge Paulo
Jorge PauloPermalink

Minha formula:

1.Leve TODAS moedas q tiver, inclusive reais, algo entre 500 e 1.000,00 reais.

2. PLANO A: sacar entre 200 e 500 dolares em moeda local no caixa eletronico, direto de sua conta corrente q tem IOF 0.38 e cotacao mais AMIGAVEL no aeroporto de chegada. Use ate para pagar hotel pos-pago

3. PLANO B: Se nao der certo sacar, procure a casa de cambio e compre de 100 a 300 dolares de moeda local(com as moedas q trouxe), e use CC para as despesas maiores.

4. Va tentando sacar durante viagem, uma hora da certo!, deixe 100 dolares para ultimo dia e se for o caso traga para casa, vc vai precisar de algum na mao na proxima viagem (DICA 1), certo?

Obs: Nao uso VTM, acho q nao preciso dele. Quem tenta garantir o cambio esta sempre especulando, uma hora ganha outra perde, a media para mim nao faz diferenca. Se e para juntar grana para viajar, protegendo de variacao cambial , melhor fundos com aplicacao em dolar.

Eliseu Bueno
Eliseu BuenoPermalink

Jorge, obrigado!
Muito claro. Vou na sua... Valeu!!