Berlim: um bate-volta a Potsdam

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Bate-volta a Potsdam: Palácio Sanssouci, Potsdam

O bate-volta a Potsdam é um passeio que cabe bem em roteiros de Berlim um pouquinho mais folgados. Tendo pelo menos quatro dias inteiros na capital, programe uma manhã para conhecer o belo palácio onde Frederico II, rei da Prússia, gostava de passar seus verões.

Como chegar

A maneira mais prática é de S-Bahn, o trem suburbano. São 46 minutos de viagem desde a estação da Alexanderplatz, ou 40 desde a Berlin Hauptbahnhof. Os trens passam de 10 em 10 minutos.

S-Bahn para Potsdam Hbf

Compre o passe de um dia (Tageskarte) válido para as zonas ABC. Custa 7,70 euros e dá direito a viagens ilimitadas em transporte público no dia da validação. Caso tenha um passe de 7 dias para a zona AB (nossa recomendação caso você fique pelo menos 5 dias em Berlim), neste dia complemente com um bilhete ida e volta zona BC.

PotsdamPotsdamPotsdam

Chegando lá, uma caminhada de pelo menos meia hora leva da estação de Potsdam ao Parque Sanssouci. Os ônibus 612, 614 e 650, que saem da estação, em 10 minutos desembarcam na parada Schloss Sanssouci, para quem for mais preguiçoso. A linha 695 faz um trajeto um pouco mais longo, mas leva também à Nauener Tor, Orangerie e Neues Palais.

Palácio Sanssouci, Potsdam

Modo de visitar

A grande atração de Potsdam é o Palácio Sanssouci, no parque de mesmo nome. Foi construído durante o império prussiano no alto de um vinhedo para ser a residência de verão de Frederico, o Grande. Visitar o palácio e seus jardins ocupa uma manhã inteira e já faz valer o bate-volta.

Palácio Sanssouci, PotsdamPalácio Sanssouci, PotsdamPalácio Sanssouci, Potsdam

A entrada na bilheteria custa 12 euros, com áudio-guia. Para fotografar nos interiores é cobrado um suplemento de 3 euros.

Jardins do Palácio Sanssouci, Potsdam

Como as entradas são limitadas, é recomendável garantir o ingresso assim que chegar, usando o tempo de espera para passear pelos jardins. (No verão os lugares podem esgotar no início da tarde.) Ou então comprar online, com hora marcada para visita ao palácio, ao preço de 19 euros.

Leia mais:

43 comentários

Denise Crispim

Eu fiz esse bate-volta (que levou um dia todo, pois passei também em Cecilienhof) e amei. Foi um dos pontos altos da minha viagem a Berlim. Sanssouci é impressionante, com seus novos e antigos palácios.
Embora tenha ido no verão, não peguei muitas filas. Recomendo a visita!

Natalie
NataliePermalinkResponder

Eu também adorei passar um dia em Potsdam. Realmente vale a visita wink Talvez se tivesse um tempo sobrando no roteiro até dormiria uma noite por lá. A rua principal fica toda animada no final do dia quando os turistas começam a deixar a cidade. Lá tem uma barraquinha de cachorro quente que é uma delicia, principalmente para quem viaja com $$ apertado #ficadica wink

Leandro
LeandroPermalinkResponder

É um bate-volta incrível! Eu fiz e afirmo: vale muito a pena fazer. http://wp.me/pb5B6-1gd

Juliana Abib
Juliana AbibPermalinkResponder

Alguém já foi em Berlim no inverno? Não me incomodo muito com o frio, mas fico preocupada que o clima atrapalhe muito a viagem.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! Leia sobre viajar à Europa no inverno neste post: https://www.viajenaviagem.com/2010/12/europa-no-inverno-impressoes-e-dicas-de-um-recem-chegado/

Neusa
NeusaPermalinkResponder

Olá Juliana,

Fomos no inverno. Estava muito frio (cerca de 8 graus negativos), e com vento não deu para passear nos jardins (que também não estava muito bonito). O palácio em si é pequeno, e não é como Versalhes, nem como o Residenz de Munique. Também não ostenta muito, é mais simples.

Se você nunca foi a um palácio, vale a pena. Mas se já visitou outros... Não sei não... Não achei que valeu a pena no inverno, pois não tinha como fazer o passeio nos jardins. Imagino que num dia de sol, com várias pessoas por lá, seja mais agradável.

Acaba que você gasta umas duas horas para ir e voltar, mais o tempo lá, e como no inverno escurece mais cedo, não sobra muito tempo pra aproveitar outras coisas em Berlim.

Neusa
NeusaPermalinkResponder

Ops Juliana,

Acabei respondendo sobre Potsdam. Sobre Berlim, tranquilo. É só ir bem agasalhada e ler o post acima (da bóia) !!!

Ana Audun
Ana AudunPermalinkResponder

Eu já fui no inverno, na primavera e no verão, no inverno é frio e escurece muito cedo, poucas coisas estão fechadas, dá para aproveitar bastante.

Erika Liporaci

Potsdam não, mas Berlim sim (inclusive estava nevando). Não atrapalhou nada, fiz todos os passeios que tinha programado fazer sem nenhum problema. Claro que com -2, -3 não dá para sentar num café com mesinhas na varandas (por exemplo), mas a lindeza de ver aquela paisagem nevada compensou qualquer coisa. Se você for perto do Natal, uma atração a mais são as Weihnachtsmärkte (marcados de Natal).

Jorge Carvalho

Postsdam é realmente uma cidade incrível!

Dá para chegar à pé da estação de trem até os jardins e os palácios.

Porém, Postdam é muito mais do que isso. Tem vida própria, pois, só estando lá para saber.

Walter Faria
Walter FariaPermalinkResponder

Potsdam é fantástica!! Vale a pena, desde a viagem de trem onde a paisagem é muito legal. Vá a pé até da estação ao parque Sanssouci, é perto e muito legal para conhecer um pouco da cidade. No parque além do palácio vale uma boa caminhada pelo parque que é maravilhoso, principalmente na primavera/verão.

Deiatatu
DeiatatuPermalinkResponder

Para mim Potsdam é um bate-volta obrigatório qdo se está em Berlin. Tenho um post de lá com várias fotos e sobre os outras construcoes que fazem parte de todo o complexo, com certeza é um passeio de um dia inteiro.
http://deiatatu.wordpress.com/category/alemanha/postdam/

Marcelo | Alemanha! Por que não?

Além de todo o complexo de palácios, Potsdam (que é a capital do estado de Brandenburg) tem muito mais a oferecer.

Para quem gosta de história, lá ficam o Cecilienhof, onde aconteceu a Conferência de Potsdam entre Churchill (depois Attlee), Truman e Stalin, quando foram definidas as punicoes aplicadas à Alemanha após a Segunda Guerra; fica também a ponte Glienicke Brücke, onde eram feitas as trocas de prisioneiros durante a Guerra Fria.

Muito legal é também a Alexandrowka, o bairro russo, e o Filmpark Babelsberg, o estúdio de cinema com quase 100 anos de idade, ainda ativo hoje em dia.

Juliana Abib
Juliana AbibPermalinkResponder

Obrigada, Neusa! Vou com certeza levar as suas observações em consideração!
Bóia, gostei muito do post sobre viajar à Europa no inverno.

Oscar | MauOscar.com

Visitei Potsdam no Inverno, Verão e Outono e acho q cidade uma delícia e meio dia é muito pouco para tudo que podemos visitar na cidade.. O ideal na minha opinião é passar pelo menos 1 dia inteiro na cidade. Minha última passagem pela cidade foi em Outubro de 2009 e virou post http://mauoscar.com/2009/11/03/potsdam/

Não vejo a hora de voltar para a Alemanha grin

Lucia Malla
Lucia MallaPermalinkResponder

Potsdam tem um lugar muito especial no meu coração. Foi minha casa por alguns meses no verão de 97 (#entregueiaidade). A cidade é muito mais que o Sanssouci, mas sem dúvida se a pessoa só tem um dia pra visitar, o Sanssouci é o que precisa ser visto. O Neues Palais tb é lindo, e pros que curtem história acho fundamental ir ao Cecilienhof, onde assinaram o fim da 2a Guerra. Pros apaixonados por ciência, se tiverem tempo extra, vale pescoçar a casa de verão de Einstein em Caputh, pertíssimo dali, e o EinsteinTurm, que é um monumento astronômico bacana. Apesar de fora de mão, adorava visitá-lo. smile

Cristina
CristinaPermalinkResponder

Está na hora de voltar a Berlim, para poder ticar essa lacuna que ficou da primeira vez lá!

Adriana Barra
Adriana BarraPermalinkResponder

Olá Bóia e demais leitores. Viajo com meu namorado para a Alemanha de 12/10 a 23/10/12. Chegarei por Munique e voltarei por Hamburgo. Gostaria de incluir a rota romântica e Berlim. Será que o tempo é suficiente? Alguém sabe como costuma ser a temperatura nessa época? Gostaria de sugestões com relação ao roteiro. Pretendo alugar um carro mas tenho receio de que ele se torne um "estorvo" nas cidades maiores por conta de tráfego intenso e dificuldade de estacionar. O que vcs acham?

Ana Heitling
Ana HeitlingPermalinkResponder

Oi Adriana,
a temperatura agora é super agradável, é só levar um casaquinho pra noite. Não acho que o tráfego seja difícil nas cidades maiores, em Berlim é super tranquilo inclusive de estacionar; mas não dá pra negar que os trens são super bons com milhões de horários, roteiros, preços. E ir pra Alemanha e não passar em Berlim é um crime...

Adriana Barra
Adriana BarraPermalinkResponder

Alguém saberia me dizer se há ônibus para fazer o percurso Berlim - Hamburgo, qual a duração da viagem e quanto custa em média? Pergunto pois o site que encontrei está todo em alemão e não oferece a opçaõ de outra língua. Além do mais, achei o trem muito caro. Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Adriana! O trem é em conta quando comprado com 60 dias de antecedência.

Informe-se sobre ônibus em http://www.eurolines.com .

Alemanha – Berlim « Com Mochila

[...] -  Uma das melhores coisas de Berlim é ir a Potsdam, a cidade que os reis da Prússia moravam. Não coloquei nada aqui porque vou fazer uma postagem específica pra esse local, já que é outra cidade. Mas é bem próximo de Berlim, dá pra ir e voltar no mesmo dia. Pra quem quiser mais informações eu sugiro olhar o Viaje na Viagem. https://www.viajenaviagem.com/2012/07/berlim-bate-volta-potsdam/ [...]

Raul Fernando Valdivia

Oi Pessoal! Estou pensando em viajar para Berlim e outras cidades do Leste Europeu em Julio e gostaria saber se alguém tem uma dica respeito de Guias turísticos, estudantes universitários que fazem o serviço de Guias em algumas cidades Europeias a preços bem mais em conta que "as AGENCIAS", alguém tem uma dica. Obrigado
Raul

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Raul! Os melhores passeios são agendados nos hostels. Mesmo que você não esteja hospedado, passe num e veja as opções.

Shirley
ShirleyPermalinkResponder

Caro

Parabéns pelo site

Sou aquela marinheira de primeira viajem literalmente. Tenho o passaporte e já tracei umas idéias. Pode me ajudar por onde começar? Não tenho a menos idéia. Preciso de dicas até mesmo de agÊncias ou se vale a pena uma agÊcnia.

Grande abraço e obrigada

10 dias
Frankfurt, Berlim, Amsterdam, Bruxelas, Paris, Barcelona, Madri e Turim.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Shirley! Caramba, a sua viagem está uma maratona. Não dá para conhecer uma cidade por dia. Os deslocamentos levam tempo, são caros e cansativos. Vale mais a pena escolher duas e ficar mais tempo.
Veja quantos dias ficar em cada cidade da Europa:
https://www.viajenaviagem.com/2010/07/europa-quantos-dias-em-cada-lugar/
Veja todas as dicas para montar seu roteiro:
https://www.viajenaviagem.com/europa/europa-como-quando-quanto-tempo/

max
maxPermalinkResponder

Ola boia vou em agosto para frança, Alemanha , Inglaterra , polônia e holanda , tenho que fazer algum seguro saude , e o que é melhor levar o Global Travel que tem opçao para dolar libras e euros ou cartao para cada ?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Max! Sim, o seguro-assistência é exigido na imigração: https://www.viajenaviagem.com/2012/05/europa-imigracao-bagagem/

O Global Travel tem bandeira American Express e é melhor aceito nos Estados Unidos. As bandeiras Visa e MasterCard são melhor aceitas na Europa.
Leia:
https://www.viajenaviagem.com/2012/06/cash-debito-credito-vtm/

Você vai precisar de um cartão para cada moeda. Se levar uma moeda só, pagará taxa de conversão de 5% quando usar num país com moeda diferente.

Cristina Silva

Pessoal, uma dica preciosa: quem quiser visitar algumas cidades interessante da Polônia, ou mesmo Praga, utilize a PolskiBus: http://www.polskibus.com/

Compra-se o bilhete on-line, os ônibus saem do aeroporto Shönefeld (SXF) ou da Estação Central (ZOB), tem wi-fi e são muuuuuuuuuuuito mais baratos se comparados com o trem.

Viajei de Berlin para Póznan (cidade bem agradável, assim como Wroclaw) e foi tudo muito tranquilo. Recomendo!

Olguinha
OlguinhaPermalinkResponder

Olá!
Estou saindo de Berlim no dia 22 de outubro para Amsterdam. Poderia me informar se há algum trem de alta velocidade que faz esse percurso? Ou vale mais a pena um low cost, mesmo com o tempo de check in e deslocamentos? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Olguinha! De trem são 7h de viagem. Vá de low-cost se você estiver viajando leve.

izabel
izabelPermalinkResponder

Fiz o bate-volta a Potsdam em setembro do ano passado e achei imperdivel. Se voltar a Berlim gostaria de separaruma noite e dormir em Potsdam pois os restaurantes da rua principal, no final do dia, realmente sao uma tentação.
Acrescento às dicasdo Riq a de alugar uma bicicleta na estacao. Voce pode locar para o dia todo e ja poupa aquela caminhada da estacao até o palacio.
Aproveitei, ainda, a bike para rodar por todo o parque e conhecer todos os paläcios que ha por lä. Definitivamente, um bate-volta muito agradável.
Ah, para locara bicicleta basta descer as escadas ao sair do trem. Fica logo abaixo.

Tania janin
Tania janinPermalinkResponder

Potsdam e um bate Volta super legal, vale a pena. Tambem fomos conhecer o Palacio de Chaolottenburg, lindo! De quebraram fizemos um lanche no romantico Cafe no jardim do palacio.

Julia
JuliaPermalinkResponder

Olá!

Adorei o post! Tenho uma pergunta, esse passe de 7 dias de transporte que você comentou pra Berlin, custa quanto? So pra eu ja colocar no meu orçamento! Tô indo agora no fim do ano!

Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Julia! Esse passe de 7 dias para as zonas AB custa, agora no começo de dezembro de 2014, 28,80 euros.

Izabella Zava
Izabella ZavaPermalinkResponder

Oi, bóia. Apenas para atualizar, já é possível comprar o ingresso para os palácios em Potsdam antecipado pelo site. Só descobri isso já em Berlim. Mas acabei nem precisando porque mesmo sendo com time slot não tive problemas em conseguir pra mesma hora que cheguei tanto no Sanssouci como no Neues Palais.
Fica a dica pra quem quiser já reservar...

Cristina L
Cristina LPermalinkResponder

O passe da zona ABC de Berlim te leva a Potsdam Hautbanhof. Apenas.
Não façam como eu e a minha amiga, que pegamos um trem qualquer a Potsdam - que não passava pela Hautbanhof - e acabamos sendo expulsas do trem por uma inspetora que não falava inglês.
A gente, sem entender lhufas de alemão, acabou no meio do mato, tentando decifrar aquelas maquininhas de auto-serviço de venda de passagem somente em alemão.
Resultado: uma grande briga que durou o dia todo em Sanssouci - e só acabou no biergaten!
Relato aqui: https://cuorecurioso.wordpress.com/2015/08/14/tour-pela-europa-com-a-amiga-etapa-alemanha-em-videos/

mil santana
mil santanaPermalinkResponder

fiz um passeio de bicicleta incrível em Potsdam, o que acabou sendo um meio bem prático de visitar não só os jardins, Palácio de Sanssouci, orangerie e até o centrinho da cidade que é fofo. Alugamos a bicicleta em uma locadora na rua em frente à estação de trem (pergunte no centro de atendimento ao turista).Lá nos deram um mapa da região. Pra quem tem um mínimo de disposição, não considero cansativo, pois o passeio é quase todo plano.redomendo.

Giselle
GisellePermalinkResponder

Olá!

Pretendo fazer um bate-volta a Potsdam e tenho interesse em fazer o Babelsberg Studio Tour, mas sei que só é feito em grupos. Vou sozinha e não encontrei referência de guia ou agência que faça esse passeio. Alguém já fez e recomenda? Partindo de Potsdam mesmo, já que é fácil chegar à cidade de transporte público?

Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Giselle! Há um thread no TripAdvisor sobre isso. Parece que ou você monta seu próprio grupo, ou nada feito. Além disso, o tour só é oferecido em alemão.

http://www.tripadvisor.com/ShowTopic-g187323-i135-k5267293-Babelsberg_studios_studio_tour_for_2_in_english-Berlin.html

Angélica Marques

Olá Bóia!
Estou com uma dúvida. Gostaria de conhecer somente os jardins de Potsdam e não o castelo. Vamos fazer uma eurotrip e nesta altura da viagem minha família não vai mais aguentar ver castelos e palácios.
Como minha mãe ama jardins e flores, gostaria de levá-la para conhecer o park de Postsdam (vamos na primavera).
Então, minha pergunta é: a visita somente aos jardins é reduzida/gratuita ou terei que pagar o valor integral do ingresso, mesmo só querendo visitar os jardins?
Queria aproveitar a oportunidade e agradecer pelo trabalho de vocês. Não viajo sem antes consultar o VNV.
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Angélica! Só há controle de ingressos para entrar no palácio. Os jardins são abertos ao público.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar