Como sobreviver ao extravio da sua mala em 4 passos

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Claimed bag

Perder malas não é incomum, sobretudo quando você precisa fazer uma conexão. Qualquer atraso e pimba: sua mala fica pelo caminho. Na maioria das vezes, a mala extraviada é entregue no seu hotel em até dois dias. São raros os casos em que desaparecem para todo o sempre.

Nesse departamento, posso me considerar um sujeito de sorte. Por mais que tenha viajado, só tive malas extraviadas em duas ocasiões. E em ambas consegui reaver minhas malinhas.

No entanto, quis o destino (ou seria Murphy?) que nas duas vezes as malas tenham sumido na pior circunstância possível. Sabe quando você desembarca num aeroporto e de lá já sai imediatamente para um lugar distante, sem estrutura nem comércio decente? Pois foi justamente em dois momentos assim que fiquei sem minha mala -- e acabei viajando meio maltrapilho por uns dias.

A última experiência foi recente, há dez dias. Aproveito que o limão ainda está fresquinho para fazer um post-limonada, compilando recomendações antigas com insights que me ocorreram agora e precauções recomendadas por leitores.

Dá para resumir tudo em quatro itens.

--> 1. Pense na sua bagagem de mão como um seguro-viagem

Sua maletinha de mão precisa conter todas as coisas das quais você não pode se separar por nenhum instante.

Têm que estar nela:

- Documentos

- Remédios

- Aparelhos eletrônicos

- Cabos, carregadores e adaptadores

- Peças de roupa que você precise usar assim que desembarcar

Por razões de praticidade, eu sempre subi a bordo com uma mochila tamanho médio. Chegando ao hotel, eu tirava dela todos os eletrônicos e cabos e quetais, e a bagagem de mão então passava a servir como minha mochilinha de passeios. O problema é que, pelo volume de eletrônicos que carrego, acabava não sobrando espaço para nenhuma muda de roupa. Depois do que sofri nesta última viagem, decidi: a partir da próxima, essa mochila vai vazia na mala grande, e vou subir a bordo com uma maleta de verdade (formato "carry-on", dimensões máximas: 55 cm x 40 cm x 20 cm), para caber alguma roupa.

--> 2. Identifique e documente a mala que você despacha

Não despache malas sem identificação. Ponha nome, endereço e telefone de contato protegidos por fita adesiva no corpo da mala ou numa etiqueta de couro presa com fivela à alça.

Aproveite que o seu celular tira fotos e fotografe a mala antes de entregar no check-in. Fotografe também o recibo do despacho (o papel é pequeninho, fica colado no canhoto do cartão de embarque e às vezes se perde no caminho). E já que está com a mão na massa, fotografe o cartão de embarque também.

O leitor Lucas sugere que você fotografe até mesmo as peças de roupa quando estiver fazendo a mala; isso facilita muito caso você processe a cia. aérea por ressarcimento de danos.

Sair de casa com seguro-assistência comprado também garante apoio e algum ressarcimento caso a mala se extravie. (No meu caso, estava viajando a convite, e os anfitriões só tinham feito seguro-saúde, não seguro-assistência... é muito Murphy, Brasil.)

--> 3. A mala não chegou? Muita atenção no preenchimento da reclamação

É um momento cruel. Você veio de longe, passou pelo stress da conexão (que deve ter sido apertada, para terem perdido sua mala), pode ser que tenha varado a noite sem pregar o olho, e no fim ainda ficou meia hora com o coração na mão esperando a mala aparecer... e agora tem que enfrentar, em outro idioma, um sujeito no balcão de malas perdidas para preencher o formulário de reclamação.

Respire fundo e tente esquecer o cansaço por dez minutos. É importante que o formulário seja preenchido com o tipo de mala mais parecido com a sua (com a foto no celular, fica mais fácil para o agente identificar corretamente), e que os seus dados estejam corretos (tenha à mão seu endereço temporário e confira se o seu telefone está com DDI e DDD corretos).

--> 4. Esteja preparado para interromper a programação

Meu conselho pessoal: não siga viagem antes de recuperar o mínimo da sua dignidade. Atrase a programação por meio dia e faça as compras necessárias para que você não pense na mala perdida da hora de acordar à hora de dormir (e ainda sonhe com a desaparecida).

Conforme o conselho do leitor Juliano, que é advogado, compre tudo o que vá precisar, juntando todas as notas, para ser ressarcido pelo seguro-assistência (conforme limites do contrato) ou pela cia. aérea (por via amigável ou judicial).

Se tem seguro-assistência ou comprou a passagem por agência de viagens, repasse a eles o número do protocolo da perda de mala. Se estiver desassistido, ligue uma vez por dia para o telefone que lhe informarem. Pedir assistência pelo Twitter da cia. aérea também ajuda (procure não ser agressivo, essas coisas acontecem e não é culpa de quem recebe a reclamação).


Espero que nunca aconteça com você. Mas se acontecer, que este guia ajude você a não perder a viagem grin

Leia mais:

Volta (Crônica de uma mala extraviada)

Final feliz: ela voltou

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email


97 comentários

Marcie
MarciePermalinkResponder

Eu normalmente carrego, na maleta de mão, além da parafernália dos eletrônicos, uma muda de roupa, completa. Depois do episódio da perda da sua mala, aumentei para duas mudas. Do jeito que eu já sou estressada é melhor, mesmo, tentar garantir um mínimo de conforto ao chegar. Principalmente porque não é que eu seja tamanho padrão, certo? wink

Iza razera
Iza razeraPermalinkResponder

Recentemente passei por este perrengue. Ao desembarcar em Aruba, cadêa mala? Ao reclamar fui mal atendida pela Copa Air e disseram que iam pagar USD 25 por dia, mas somente quando eu fosse fazer o chek in de retorno. Tive que explicar que isso não seria o correto, gerou stress e então me deram os. USD 25 para as primeiras 24 horas. Não deu nem para comprar uma camiseta. Então resolvi que nunca mais compraria seguro de viagem sem assistência para perda de bagagem. E a mochilinha do Ricfreire também não será esquecida. Viajando e aprendendo......

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Sempre que vou fazer a mala de mão me lembro de um grupo de espanhóis que estavam no nosso hotel no Marrocos : passaram vários dias vestidos de kit-turista , com camisetas estampadas "I love Morroco", Djelabas de tecido sintético bordadas com lantejoulas ,bonés do Hard Rock , e o mais hilário > babouches 100% turistique.
Então.. é recomendável incluir um calçado útil para os eventos locais na bagagem de mão .

Silvia Soares
Silvia SoaresPermalinkResponder

Semana passada, viajei com meu filho e marido pra Amsterdã com conexao apertada em Lisboa. Na mala de mão, roupas pra uns dois dias pro caso da mala extraviar na conexão. Roupas minhas e do meu filho , pq o marido se recusou a seguir meu conselho. Resultado: a mala DELE extraviou...rs. Isso sim é Lei de Murphy! rs

Ruskaya
RuskayaPermalinkResponder

Em março fiz uma viagem que conjugou a Patagônia Argentina com o Chile.
Eram vários voos, muitas conexões e com o tempo apertado entre um e outro.
Já na volta para o Brasil, saindo de Santiago, fazendo conexão em Buenos Aires para chegar em Guarulhos e só de lá vir para Brasília, destino final. O voo que saía de BAires se atrasou e não chegamos em SP a tempo para conexão.
A Gol nos ofereceu hotel e alimentação mas minha mala não apareceu.
Minha sorte foi ter mala de mão, inclusive com soro e estojo para lente de contato, além de uma muda de roupa.
Chegando em Bsb, ao preencher o formulário de perda lembrei-me que, por acaso, tinha uma foto com a mala perdida.
Mostrei às atendentes. Enquanto eu procurava o cartão de embarque, uma delas veio de lá de dentro falando: acabou de chegar uma mala aqui que se parece com aquela que você mostrou na foto!
Era a minha mala =) Detalhe: a cor ajudava: era vermelha!
Resultado: já saí do aeroporto com a bagagem.
Foi um alívio.
Agora vou tirar sempre fotos das malas. Não vai ser mais por acaso.

Karla Gê
Karla GêPermalinkResponder

agora fiquei preocupada com isso...1h50 é uma conexão apertada?

Marcie
MarciePermalinkResponder

Karla, eu nunca aceito uma conexão com menos de 3 horas. Mas, como eu disse lá em cima, sou estressada...

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Duas horas é um tempo ótimo para conexões , mas e os atrasos ?
Se viajas sem bagagem despachada, não tem problema.

Rafael
RafaelPermalinkResponder

Pra mim: conexões apertadas (2h30m ou menos) somente com cias. aéreas de excelência no trato com o cliente (British Airways, Lufthansa, Singapore e por aí vai...). Acredito que é uma segurança maior se tiver que lidar com esse tipo de situação.

Karla Gê
Karla GêPermalinkResponder

Vou sempre pela Air France e as vezes acontece atraso...o lance então é: ou não despachar bagagem ( o que no inverno é meio difícil) ou levar metade da bagagem na mala de mão e despachar a outra metade...

Sandra
SandraPermalinkResponder

Se tiver que passar pela imigração e o embarque do próximo voo for em outro terminal do aeroporto, até 2h é apertado, o ideal é no mínimo 3h. As filas de imigração costumam ser longas e demoradas e a troca de terminais nos grandes aeroportos, também.

Inaie
InaiePermalinkResponder

Minha filha de 15 anos teve a sua mala extraviada ( e perdida para sempre) logo ao chegar ao sri lanka. Na mala, biquinis brasileiros, sapatilhas de couro, coisas que nunca mais vamos conseguir comprar. E recebemos 200 dolares de compensação.

Juliana Colnago

Segue aqui cópia da minha "saga", este depoimento estou usando no processo que estou abrindo contra as Cias. Aéreas....rs
Ao Chegar em Milão, dia 14/05 em vôo da TAP fomos direto à esteira de bagagens. Após todas as malas terem sido retiradas, verificamos que as nossas não haviam chegado. Nos dirigimos ao balcão de Achados e Perdidos (Lost and Founds) do aeroporto Malpensa onde foi aberto o Property Irregularity Report e nos foi informado que no máximo no dia seguinte nossas bagagens seriam entregues em nosso hotel em Milão. Já sabendo que ficaríamos apenas uma noite nessa cidade, pois tínhamos reserva em um hotel em Roma para o dia seguinte (15/05/2012) já deixamos o endereço do próximo hotel, também no relatório do PIR.
Nossas bagagens não foram entregues no dia seguinte. Dessa forma, já preocupados e transtornados, entramos em contato com a Mondial Travel, empresa com a qual fizemos seguro de viagem para que nos ajudasse na comunicação com a empresa aérea pois estávamos em um país estrangeiro do qual não falamos o idioma. Como pode ser verificado nos e-mails trocados com a Mondial, a TAP não tinha a menor ideia de onde nossas bagagens estavam. Também entramos em contato com a TAM, pois compramos as passagens na agência deles, e recebemos a resposta de que nada podiam fazer, pois a responsabilidade é da companhia aérea que fez o último percurso de voo.
No dia 16/05, já estávamos no terceiro dia sem nossa bagagem e tínhamos a informação da TAP que neste dia nossas bagagens seriam entregues no hotel em Roma. Já estávamos mais que transtornados pois dispúnhamos apenas de duas peças de roupa limpas, assim como roupa íntima que já haviam sido utilizados nos dias anteriores. Neste dia, a bagagem não foi entregue.
No dia 17/05, quarto dia sem nossas bagagens, obtivemos novamente a promessa da TAP que eles nos as entregariam naquele dia. Deixamos a recepção do hotel avisada, e pedimos que nos informassem assim que as bagagens fossem entregues. Compramos inclusive, um chip de celular com um número italiano para facilitar a comunicação.
Ao chegar no hotel, por volta das 22hs verificamos com a recepção que nossa bagagem não havia sido entregue. Entramos em contato novamente com a Mondial Travel, informando o fato. No dia seguinte, 18/05/2012 seria nosso último dia em Roma e partiríamos para Florença. A Mondial nos orientou que se a mala não fosse entregue até a meia noite daquele dia, que informássemos o endereço do hotel em Florença para adicionar essa informação ao PIR. Mais uma vez, a TAP falhou e as malas não foram entregues. Nas fotos que tirávamos de nossa viagem dos sonhos as roupas já começam a se repetir e no Facebook já éramos “sacaneados” por nossos amigos. No dia 18/05/2012, já no quinto dia sem nossas bagagens e quase há uma semana no exterior com apenas duas peças de roupa, ligamos novamente para a Mondial Travel e informamos o endereço de nosso hotel em Florença. Também fizemos contato por e-mail e a resposta que recebemos foi a de que a Cia. Aérea ainda não sabia porque nossa bagagem não havia sido entregue. Também recebemos uma mensagem da TAP Portugal pelo Facebook que neste dia as malas seguiriam para o aeroporto de Florença através de um voo da Alitália. Dessa forma, seguimos para Florença.
No dia 19/05/2012, sexto dia sem nossas bagagens recebemos a informação de que nossas malas haviam saído no dia anterior (18/05/2012) de Milão para serem entregues em Florença. Novamente, deixamos a recepção do hotel onde estávamos hospedados, avisada de que nossas malas seriam entregues naquele dia. Já com seis dias e na terceira cidade, sem roupas limpas, o que fazíamos para amenizar o problema era lavar o que tínhamos em mãos e esperar que secassem para que utilizássemos no dia seguinte. Vale lembrar que não compramos peças de roupas para usarmos pois a todos os dias recebíamos a promessa da TAP que entregariam as nossas malas.
Ao final do dia 19/05/2012, às 19:00hs, retornamos ao hotel e fomos informados que nossa bagagem mais uma vez, não havia sido entregue. Fomos então ao aeroporto de Florença para verificar se nossas malas realmente haviam chegado através de um voo da Alitália como a TAP havia informado anteriormente. No setor de Lost and Founds, nos disseram que elas não haviam chegado. Por volta das 23hs (horário local) daquele dia, recebemos uma ligação do aeroporto de Florença, dizendo que nossas bagagens haviam chegado e que deveríamos nos dirigir ao aeroporto para retira-las, mas apenas no dia seguinte, pois àquela hora o setor de retirada estava fechado.
No dia 20/05/2012, sétimo dia de viagem, fomos ao aeroporto às 09:00hs da manhã, assim que o setor de entregas abriu, e finalmente pudemos retirar nossas bagagens.

Juliano Marcondes

Oi Juliana, tanto a TAM como a TAP são responsáveis pelos danos causados com vocês no extravio temporário das bagagens, até mesmo porque, é muito provável que comprou as passagens aéreas com trecho fechado, ou seja, as empresas TAM e TAP, possuem toda responsabilidade pelos fatos ocorridos na viagem, haja vista as Companhias possuirem acordo interline entre eles, inclusive fazendo parte da Star Alliance, respectivamente a maior aliança de companhias aéreas do mundo,

O acordo interline define que as empresas acima e seus agentes credenciados poderão efetuar vendas em vôos pelos quais são autorizados, conjugados com vôos TAM/TAP, o que possibilita aos passageiros adquirir bilhetes para destinos atendidos pela TAM nas suas rotas e pela TAP no resto dos trechos não atendidos pela empresa brasileira,

Dessa forma, as tarifas para aquisição das passagens, tanto na IDA quanto na VOLTA, abrangem a rota completa nos trechos operados pelas duas companhias aéreas.

Em outras palavras, o acordo INTERLINE, pelo Código de Defesa do Consumidor, significa que existe um só contrato de transporte executado por mais de um transportador.

Convém frisar que a própria Lei 7.565/86, Código Brasileiro de Aeronáutica, em seu artigo 223, considera que existe um só contrato de transporte executado por mais de um transportador quando foi ajustado em um único ato jurídico como ocorreu com vocês, vejamos o art. 223 da Lei 7.565/86:

Art. 223. Considera-se que existe um só contrato de transporte, quando ajustado num único ato jurídico, por meio de um ou mais bilhetes de passagem, ainda que executado, sucessivamente, por mais de um transportador.

Procure um advogado de sua confiança e busque seus direitos!
Abraços e boas viagens!

Márcio Cabral de Moura

Na ida, na minha bagagem de mão sempre vão, além dos eletrônicos e documentos, um pijama, duas ou três cuecas e igual número de pares de meias e duas ou três camisas. Se o destino final for quente, também incluo uma bermuda, o calção de banho e, se der, as havaianas. Se o destino for muito frio, as segundas peles também vão na mochila, e os casacos pesados na mão.

Eu sempre viajo de calça jeans, então geralmente não coloco mais uma calça na bagagem de mão, mas para quem viaja com roupa mais confortável, também pode ser interessante adicionar uma calça jeans na bagagem de mão.

Ah, e claro que escova e pasta de dentes, pente e desodorante também vão na bagagem de mão.

Na volta, nenhuma roupa na bagagem de mão. Mas, dependendo da existência de conexões, isso pode ser uma estratégia perigosa.

Maria das Graças

A minha contribuição ao post é para dizer que, independente da duração das minhas viagens, levo apenas uma pequena mala de cabine (carry-on, nas medidas citadas no post) onde vão as roupas; e uma sacola de mão onde levo remédios, documentos, sapatos e as tranqueiras da modernidade. E a malinha não vai estufada, longe disso.
Viajar com mala de cabine é uma tranquilidade e um conforto sem igual. Nada melhor que chegar e sair direto para pegar o seu taxi.

Karla Gê
Karla GêPermalinkResponder

Como vc consegue essa proeza no inverno? preciso aprender!

Maria das Graças

Karla Gê, eu nunca viajei no inverno.

Juliano Marcondes

Fazer isso em viagem quando o destino será os Estados Unidos da América é IMPOSSÍVEL, salvo se não for comprar coisa alguma!

Maria das Graças

Juliano Marcondes, voce pode não acreditar mas eu não compro nada, nada quando viajo. Não preciso e não teria tempo. Às vezes não tiro nem fotos.rsrs

Juliano Marcondes

Que inveja! Adoraria poder economizar como você!!...rs

Quem sabe no futuro conseguirei atingir esse nível! Obrigado pela resposta Maria da Graça! Um Abraço!

Malu
MaluPermalinkResponder

A única vez que minha mala não chegou no mesmo voo que eu foi no CDG.Minha primeira vez em Paris, eu sozinha.Vinha de Roma pela Alitalia.
Fiz todo o procedimento de reclamação, fui muito bem atendida e prometeram que até meia-noite a mala estaria no hotel. Não estava. No dia seguinte liguei para o escritório da Alitalia em Paris e não haviam localizado a mala.
Então aqui vai a dica: Fui até o escritorio da Alitalia e pedi para telefonarem para o nº dado no CDG. Falei que iria esperar lá até saber aonde estava minha mala. Sentei e fiquei. 10 minutos depois já tinham localizado a mala e ela foi entregue no Hotel 2 horas depois.
Nem precisei acionar o seguro-assistência pois tinha tudo que precisava na sacola de mão.

Alex
AlexPermalinkResponder

Acho que já escrevi disto aqui no site... por enquanto, o único extravio que tive foi chegando de um carrinho de bebê que compramos em Miami ano passado - o carrinho não chegou em Sampa.

O que ocorreu é que a alfândega americana tinha resolvido abrir a caixa e não deu tempo de embarcarem para o voo. Mas no dia seguinte, por volta das 19h00, foi entregue aquela caixa gigante em casa. No final foi ate bom, porque não tivemos o trabalho de levar aquele 'trambolho' no carro - mas o stress é grande demais, mesmo! E olha que estava chegando em casa.

Agora, o que não pode é fazer como um 'advogado' que vi em Noronha - a moça do atendimento avisando que a mala ia chegar no próximo voo e o mal educado gritando e xingando feito um louco por um tempão - de repente ainda sacou a câmera e começou a filmar a moça, dizendo que era para o processo que ia mover contra a companhia e até contra ela.
Neste ponto, já estava quase me oferecendo por testemunha da atendente. Tudo bem que é estressante, mas precisa disto?

Marilia Pierre

é bom lembrar que não é permitido apavorar na mala de mão que tem restrição de PESO e de medida.
Viajar esperto com uma roupa que vc possa reutilizar sem problemas e constrangimentos e com calçado que consiga cumprir a função social de alfândega sendo tb confortável é a receita do sucesso.
Três peças de vestuário íntimo não fazem volume algum entre fios, cabos e carregadores, se couber uma muda de roupa em tudo isso, vc vai se sentir um viajante evoluído espiritualmente no quesito bagagem.

Marilia Pierre

ah! e se vai à um destino de praia, leve um traje de banho na mala de mão.

cnocchi
cnocchiPermalinkResponder

Meu sonho de consumo é viajar como a Maria das Graças com uma pequena mala de cabine!
A quantidade de roupas não é o problema, mas, como faço para carregar os produtos de higiene, como shampoo e cremes? colocar em frascos de 100 ml e acondicionar em saco transparente? Alguém sabe me dizer a quantidade máxima de líquidos que pode ser carregada em mala de mão? E o peso total que posso transportar na cabine em vôo internacional? Desde já agradeço a quem puder ajudar!

Marilia Pierre

embalagens de 100ml somando um total de 1 litro
se vc tiver metade de um frasco de 200ml de shampoo NÃO PODE, o frasco deve ser de 100ml aqui na site da anac tem:
http://www2.anac.gov.br/imprensa/novasRegrasSegVigor.asp

agora, quanto ao peso e dimensões é melhor checar no site da cia aérea que vc está usando para viajar

Maria das Graças

Cnocchi, é um sonho realizável mas requer desprendimento e senso prático.
Para começar vamos entender como funciona. Temos direito de levar na cabine uma mala nas dimensões citadas no post e uma sacola de mão. Se a mala pesar o mínimo possível melhor ainda. A minha pesa 2,5kg e tem quatro rodinhas. Uma beleza! O peso máximo estipulado parece-me que é 5kg. Mas como a aparência da minha é de mala vazia ela nunca foi pesada.
As roupas, de cores neutras que combinem entre si, que não amarrotem demais e que são fáceis de lavar e secar. As minhas são assim. Roupa íntima levo 3 peças mas passo toda a viagem só com uma. Lavo à noite e pela manhã está sequinha. Minhas blusas também.
A mudança no visual fica por conta dos acessórios (bijoux, echarpes, etc)
Sapatos e chinelo também levo o mínimo necessário na sacola de mão.
Não levo shampoo, creme dental e nenhum creme. O primeiro contato que tenho com o lugar de destino é sair para comprar esses itens. Pense no peso que deixamos de carregar. E quando volto deixo tudo lá.
Viajamos eu e o marido e cada um leva a sua mala e apenas uma sacola de mão. Cabe tudo com folga.
Para começar sugiro que na próxima viagem viaje como sempre viajou. E observe o que usou de roupa e o que voltou intacto.
Outra coisa, quando viajamos de trem é que vemos a vantagem de carregar bagagem leve.

Luciana Bordallo Misura

Algum advogado-leitor pode dizer o que fazer quando um bebê-conforto ou carseat é perdido pela cia? Aconteceu com a gente em Cancún, foi a maior novela, porque 1) é lei que você tem que colocar as crianças no bebê-conforto 2) mesmo que não fosse lei, eu não quero dirigir com o meu bebê no colo, não é seguro, muito menos numa estrada de alta velocidade a noite. A gente chegou em Cancún e a cia aérea tinha sumido com o carseat da Julia e o bebê-conforto do Eric, era um sábado a noite e não tinha onde comprar naquela hora. As locadoras de carro não tinham pra alugar. O que seria melhor fazer numa situação dessa?

Mariana ribeiro

Leve os carseat dentro do avião e faça o check in qunando chegar a porta do avião

Juliano Marcondes

Luciana,

Sou advogado e faço muitas ações contra as Cias. Aéreas,

Situações como a sua são bem simples de serem resolvidas:

1) Alugue o bebê-conforto na locadora de veículos e cobre o valor da Cia. Aérea;

2) Caso a locadora de veículos não forneça tal acessório, sem problemas, Cancún tem Wal-Mart, além de outros supermercados, ou seja, compre outro bebê-conforto e depois cobre o valor da Cia. Aérea.

Nas 2 (duas) opções acima você também pode pleitear danos morais!

Abraço e boas viagens!

Juliano Marcondes

Luciana Bordallo Misura,

Sou advogado e faço muitas ações contra as Cias. Aéreas,

Situações como a sua são bem simples de serem resolvidas:

1. Alugue o bebê-conforto na locadora de veículos e cobre o valor da Cia. Aérea;

2. Caso a locadora de veículos não forneça tal acessório, sem problemas, Cancún tem Wal-Mart, além de outros supermercados, ou seja, compre outro bebê-conforto e depois cobre o valor da Cia. Aérea.

Nas 2 (duas) opções acima você também pode pleitear danos morais!

Abraço
Boas viagens!

jose  freitas
jose freitasPermalinkResponder

Trips !!!
Em viagens internacionais prevenção é tudo de bom !!!
abç,
zefreitas

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

O peso total na cabine em vôo internacional está escrito na tua passagem e costuma variar de 8 a 10 kg.
Frascos de 100ml cada podem ter 10 unidades , mas na prática basta que caibam no zip ( volume total maximo de 1 litro).

Mariana
MarianaPermalinkResponder

que meeedo! depois de tantos relatos apavorantes, vou, desde já, deixar de dormir bem a noite mesmo ainda faltando mais de 2 meses pra minha viagem que inclui uma conexão de 1h10 do CDG antes de chegar em Milão sad

André L.
André L.PermalinkResponder

1h10 é muito corrido, Mariana. Eu se fosse você já me programaria para perder a conexão. Principalmente pq vc chegará na área internacional, passará por controle de imigração, e depois irá para a área de vôos Schengen.

A mala não vai chegar, e vc provavelmente perderá a conexão também.

Mariana
MarianaPermalinkResponder

sério? tão ruim assim? sem chance alguma de as coisas darem certo? queria entender pq as companhias aéreas oferecem essas conexões apertadas se esse tipo de problema acaba sendo tão comum...
bom, fica de aprendizado pras próximas viagens, essa será a 1ª à Europa, queria mto que fosse perfeita, mas, ao que parece, já comecei mal :/

Diogo Avila
Diogo AvilaPermalinkResponder

Gostei das dicas. Além da troca extra de roupa na mala de bordo, eu coloco do lado de fora da mala despachada uma etiqueta com datas e endereços dos hotéis. Ajuda.

cnocchi
cnocchiPermalinkResponder

Muito obrigada a Marília, Maria das Graças e Sílvia!
Vou seguir as dicas! Minha conexão para Viena é de 2hs e prefiro levar pouco roupa a ficar sem nenhuma, caso a mala não chegue!

Maria das Graças

cnocchi, boa ideia. Você vai constatar que menos é muito, mas muito mais. Quando voltar vai me ajudar a divulgar essa forma leve de viajar que transformará a viagem de muita gente muito mais leve e prazerosa.

Mariana
MarianaPermalinkResponder

Riq, Bóia e quem mais puder me ajudar... estou com muito receio de ter minha bagagem extraviada logo na minha 1ª viagem à Europa por conta dessa conexão de 1h10 no CDG.. devo tentar remarcar a passagem? Será que sai muito caro? Estou tentando ligar na Air France o dia todo, mas o telefone do atendimento ao cliente que consta no site não funciona.. alguém tem alguma dica pra me ajudar a resolver esse problema e ficar mais tranquila com a minha viagem?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mariana! A conexão é realmente apertada. Deve haver mais vôos nesta rota ao longo do dia, tente no call center de vendas com o código de identificação da sua reserva.

Maria das Graças

Mariana, há muitos anos atrás quando eu e meu marido viajávamos com um única mala (naquela época, de tamanho médio)fizemos um vôo do Rio para Londres, com conexão de 1 hora em Paris. A mala não apareceu na esteira do Aer. Heathrow. Ao reclamarmos a atendente nos garantiu que até às 22hs ela estaria em nosso hotel. Ela nos disse que era comum a mala não chegar devido ao pouco tempo da conexão mas que ficássemos tranquilos que ela estaria no hotel conforme informado. Cumpriram a promessa.
Depois desse episódio, passei para as malas de cabine e evito de todas as formas fazer conexões.

Mariana
MarianaPermalinkResponder

Poxa, que triste.. ainda estou tentando contato com o sac pra tentar trocar o horário da conexão, mas sem sucesso, cheguei a ficar mais de 20 minutos ouvindo musiquinha e nada :/
queria muito ter seu desapego, Maria das Graças, e ir com pouca coisa, mas nessa minha 1ª viagem dificilmente conseguirei tal proesa.
De qualquer forma obrigada Bóia e Maria das Graças

Jackie
JackiePermalinkResponder

Gostei das dicas das fotos, não tinha feito isso. Sempre levo a mala de mão com uma muda de roupa, remédios e roupas, mas tb notei que com o aumento do númeor de gadgets, o espaço pra roupa tem diminuido. Não tenho mala de bordo, mas vou procurar investir em uma =)
Abs,

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Excelente! A mudinha de roupa na mala de mão, nem que seja só de roupa íntima mais uma peça tipo camiseta, já é mão na rodíssima num evento desse tipo.

Juliano Marcondes

Pessoal,

Conforme mencionado pelo próprio Riq, a Lei de Murphy existe e está presente em todos os Aeroportos e Cia. Aéreas do Mundo, em conexões rápidas ou demoradas,

Imaginemos que você tomou todas as precauções, do número 1 ao 4 desse post, e mesmo assim, acabou sendo "premiado" com o extravio da sua bagagem! Muita calma nessa hora! O principal é relaxar e não esquentar a cabeça!

Muitas vezes, eu diria que pode ser até um motivo de comemoração, e sabem por quê? Simplesmente porque quando processar a Cia. Aérea pelo ocorrido, no mínimo, poderá viajar novamente com o dinheiro da indenização! Muitas vezes é possível pagar novas passagens aéreas e até hospedagem!

Abraço a todos e Boas Viagens!

Juliana Colnago

eu sugiro que além de todas as precauções já ditas nos posts anteriores, e imprescindível a contratação de um seguro....No meu caso, quando minhas malas extaviaram o pessoal da Mondial Assistence foi quem "me salvou". Eles fizeram os contatos com a companhia aérea e me atualizaram o tempo todo. Foi um atendimento maravilhoso.

Virginia Ribeiro

Além de todos os cuidados já citados, outra medida de precaução que adoto e' levar metade das minhas roupas e calcados na mala de meu marido e ele faz o mesmo, coloca algumas pecas suas na minha mala. Dessa forma, caso apenas uma das malas se extravie, o que e' o mais provável, teremos como nos virar, mesmo que a mala seja encontrada vários dias depois.

denieli maria coelho rodrigues

Pois é. Mas como eu acabei de postar, isso nem sempre resolve... A minha mala e do meu esposo não chegaram (duas malas grandes)e num vôo direto, sem escalas!.... Não adiantou eu dividir as roupas... Ficaram os dois "pelados" em Paris!!!!! Culpa da Air Berlin!

Lívia mochileira

Cheguei hoje em amsterdã sai de Brasília com conexão em sao paulo vim por uma das melhores companhias aereasa klm e minha mala simplesmente NAO VEIO!!! Ate agora eles nem sabem onde esta vou Estou viajando sozinha vim para um mochilao de 1 mes na europa e so tenho mais 3 dias em amsterdã Estou desesperada!!! Escolhi a klm pq achei que nao teria esse problema SOCORRO

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Que chato, Lívia sad

Procure não sair de Amsterdã antes da sua mala aparecer, mesmo que para isso precise alterar algum trecho da viagem.

Este é o perfil no Twitter da KLM:

http://www.twitter.com/klm

Lívia mochileira

Chato mesmo 1 mes de viagem pela frente e acontece isso to muito aborrecida mesmo E sequer localizaram minha mochila ninguem tem informação Fiz seguro viagem pela mondial travel mandei um email e ate agora nao me responderam ta muito complicado Eu nao tenho twiter nem sei como mexe nisso o que tenho feito é ligar la mas sem sucesso ate agora tem algum outro meio? Desde ja obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Livia! Numa emergência deve-se usar o telefone, não o email. Tente se comunicar com a seguradora por Skype, de um cybercafé. A cobertura vai ser a que você contratou. Os seguros mais baratos normalmente cobrem apenas assistência para localizar a mala; os mais caros incluem uma indenização imediata para comprar as primeiras coisas.

Junte notas de tudo o que você comprar para repor o que estava dentro da mala. Se não acharem a mala, na volta do Brasil você pode processar a cia. aérea e ser reembolsada.

Laura
LauraPermalinkResponder

Estou indo para Sydney mês que vem para passar 2 anos e vou de South African, fazendo conexão em Joahnesburgo. Joahnesburgo que é conhecida como uma das mais cidades do mundo é também conhecida entre os viajantes por ter uma "máfia" em seu aeroporto que furta coisas de dentro das malas.
Procurei pela internet sobre o assunto e tem MUIITOS depoimentos de pessoas que tiveram suas malas abertas e muitos itens furtados
Estou com muito medo de ter minhas coisas furtadas. Vou levar basicamente roupas, sapatos e alguns cremes em potes pequenos nas malas. Nenhum item individualmente me custou muito caro, mas todos tem um valor muito grande pra mim.
sad

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Laura , fotografe tudo o que for colocar na mala e embale antes de despachar, fotografando tb os volumes etiquetados na esteira.

Coloque cadeado e agarradeiras em todos os fechos antes de embalar

Quanto ao conteudo , leve na mão o que for de valor e despache em volumes diferentes coisas que possam interessar aos larápios ( coloque um pé de tenis em cada mala, por exemplo )

Lívia mochileira

Minha mala chego deu pra ver que mexeram nela mas nao dei falta de nada

Nazaré
NazaréPermalinkResponder

Será que alguém me ajuda ? Estou em Roma, com mais 3 amigas. Viemos do Rio, com conexão em Lisboa, pela TAP. Chegamos dia 5 e, logicamente, as malas extraviaram. Preenchemos todos os papéis no aeroporto e às 2:30 da manhã de hoje 3 malas foram entregues no nosso hotel, ou seja, uma mala continua extraviada. O seguro de viagem e a TAP já foram acionados e dizem estão tomando as providências.
Alguém tem um idéia do que a gente faz agora ?
Domingo cedo vamos para Palermo.
Desde já agradeço.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nazaré! Junte as notas das compras que vocês precisarem fazer para substituir o que há na mala e acionem a companhia na volta. Informem-se com o seguro sobre os direitos do plano que vocês contrataram.

Nazaré
NazaréPermalinkResponder

Obrigada, a gente já está fazendo isso. Parece que a mala chega hoje. Mas fica a lição: TAP nunca mais e conexão só se não tiver outro jeito.
Aconteceu que a TAP atrasou nosso vôo em mais de 2 horas para encher o avião com as pessoas do vôo noturno (o nosso.era.às.16:50) e com passageiros da TAM . Demorou muito a decolar e com isso atrasou nossa conexão (fomos as últimas a entrar no aparelho) Lisboa/Roma.
Para complicar a coisa TUDO é terceirizado e um lado.se comunica pouco com o outro.
É difícil e com pouco caso com nosso problema.
Abrs

Mari
MariPermalinkResponder

Já extraviaram a mala da minha mãe: foi um cara que tinha o mesmo modelo de mala dela e pegou por engano, só acabou devolvendo por causa da IDENTIFICAÇÃO!
Outra vez foi qdo cheguei de viagem de Milão: eu cheguei e as malas não! Não foi tão traumático pq eu estava indo para casa, mas enfim, foi erro da Alitalia que não embarcou nenhuma mala, chegaram depois de 3 dias...
Eu gosto de ter malas bem chamativas, tpo rosa choque, laranjão, verde limão para ngm confundir.... o que tem de mala preta por aí não é brincadeira!

denieli maria coelho rodrigues

Acabei de passar por isso e, pior, num vôo direto, de cerca de 1h30, entre Berlin e Paris (Air Berlin), sem qualquer escala, no dia 17 de setembro. E pior: foram as duas malas grandes, a minha e do meu esposo. Até agora, nem notícia da dita cuja. Já voltei pro Brasil, depois de passar 4 dias em Paris sofrendo com a perda da mala,sonhando em voltar pro hotel e encontrá-la esperando no lobby (kkkkk). E eu não sei o que é pior:perder a mala na chegada da viagem ou como foi o meu caso, em que eu já estava na última parada da viagem (paris). Todos os presentes, lembranças de Londres, Amsterdã, Bremen, Leipzig e Berlin ficaram pelo caminho. Só ficou a esperança de ela aparecer, uma vez que a Air Berlin ainda está procurando.

Mariana
MarianaPermalinkResponder

Olá Riq e Bóia,
Vou essa semana pra Europa pela 1ª vez e estou morrendo de medo de ter minha bagagem extraviada... vcs recomendam que eu coloque uma etiqueta na mala com o endereço dos hotéis onde vou me hospedar? Se sim, onde seria o melhor lugar pra colocar essa etiqueta?
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mariana! É melhor colocar os seus contatos (nome, telefone, e-mail). Pegue dicas de sobrevivência no post e não se preocupe tanto assim wink

Victor Hugo
Victor HugoPermalinkResponder

Não lembro onde eu li essa dica mas, desde então, tenho usado em conjunto com outras que já foram descritas aqui: levo um rolo de silver tape que eu passo ao redor da mala. Na fita, com um marcador permanente, escrevo nome, email, telefone e endereço de destino. Serve como mais uma barreira ao ladrão, diferencia bastante a mala das outras e vc n corre o risco da etiqueta de identificação perder-se em alguma conexão da vida.

rotsaba
rotsabaPermalinkResponder

Nunca tinha passado por isso antes, extraviaram minha mala e todavia ainda não a tenho. Fiz uma conexão em Santiago antes de SP e a mala ficou por lá. Um trecho com LAN outro com a TAM. Viajo sempre e nunca tinha passado por isso. O chato é que ninguém assumi nada. Total falta de respeito para com o consumidor.

Ilca
IlcaPermalinkResponder

Uma dúvida... quando viajei em outubro pra Maceio, ao comprar a passagem pela Gol, também comprei ASSISTÊNCIA VIAGEM PREMIADA que incluia o extravio de bagagem. Por coincídência minha mala não chegou comigo (pela primeira vez depois de anos voando) e só recebi de volta na manhã do outro dia. Quando liguei para acionar o seguro eles me disseram que como a mala tinha aparecido não haveria o pagamento do seguro. Mas aí eu pergunto: então pra que serve estes seguros? Porque na maioria dos casos a mala aparece... cedo ou tarde... então quando ele é devido? Gostaria de saber por que se for assim não compro esse tipo de "assistência".

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ilca! No site da Gol existe um link para a apólice. Dê uma olhada: http://www.sulinvest.com.br/vida/campanhas/voeGol/docs/condicao_geral_produto_apolice_505_162.pdf

Marcia
MarciaPermalinkResponder

Em um voo da Epanair entre Barcelo e Madri extraviaram minha mala,depois de dois recebi de volta, mas estava aberta e faltava um tenis Nike novinho.Fiz várias reclamações,mas sempre respondiam que como eu não havia declarado o conteúdo da mala nada podia ser feito.Achei um total desrespeito ao consumidor.Imagine declarar todo o conteúdo da mala.

Janaina SK
Janaina SKPermalinkResponder

PRECISO DE AJUDA!!!!!!!
Não sei o que faço!!!
Cheguei ontem (13/01) em um voo (catastrófico) de Berlin para Roma com a AirBerlin. Atendimento péssimo, atraso no voo, aeronave com problemas técnicos (1h30m todos dentro do avião enquanto vários técnicos faziam testes nas turbinas), neve, chuva, trovada e muita turbulencia. Mas enfim chegamos! Quando peguei minha mala, que surpresa!, ela está rasgada!!! Puro descaso da companhia aerea!!! Ela rasgou no ziper, onde tem a emenda (parte onde o ziper não abre, sabe?)... Fomos ao posto de reclamação fizemos todo o procedimento, abrimos a reclamação e tudo. Mas.... sempre há surpresas!! Devo agora ligar para a Alemanha/Air Berlin, para comunicar a reclamação e mandar POR CORREIO copia do passaporte, reclamação oficial, a passagem e a comprovação da bagagem. Como fazer isso estando em Roma, e daqui a 3 dias vou à Lisboa e volto ao Brasil apenas dia 25/01!!! O balcão de informação não sabia informar o valor do reembolso e nem o tempo para que ocorra o reembolso!! O que faço??? Será que vale a pena uma ligação do hotel em Roma para a Alemanha (não falamos o alemão)???? Deixo prá lá???? Alguem tem alguma experiencia que possa me ajudar???

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Janaina! O que há a fazer é seguir as recomendações da cia. O reembolso, quando e se for feito, será feito no seu cartão de crédito. Se você tiver um seguro-assistência que cubra extravio de malas, pode passar o caso para eles.

denieli
denieliPermalinkResponder

Resolveu, Janaína? Eu estou esperando a Air Berlin resolver meu caso desde de setembro do ano passado!!!! Eu não tinha seguro (nunca mais saio de casa sem ele) e até agora ainda estou no prejuízo! Espero que você tenha tido mais sorte. Se fosse no Brasil, estávamos dizendo que companhia brasileira é que é sem vergonha. Pra você ver como tem empresas sérias e todo o resto. Acho que viajei no 'todo o resto'.

paula
paulaPermalinkResponder

Ai, to morrendo de medo. Ja viajei várias vezes, mas agora yo com o coração na mão. Acho que por justamente eu n ter me preocupado nas outras vezes, nunca hiuve nada com as minhaa malas. Agora eu leio tanta coisa q fico nervosa... vou sair de poa as 15, na terça de carnaval, chegar em guarulhos as 17 e embarcar pra paris às 23h. Tudo pela tam. N sei se vão despachar tudo direto de poa ou se farei check in e despacho de novo em sp. Fico me perguntando: 1) sera q eh muito tempo de espera em sp com eles guardando a minha mala? Caso despachem direito de poa? 2) melhor fazer o despacho como eles disserem ou, sebdo o caso, peço para retirar as malas em.sp e fazer check in novamente? To mto confusa.. e vai ser carnaval! Uma loucura! Tenho pavor aó de pensar nisso...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Paula! Sossegue.

paula
paulaPermalinkResponder

É difícil! Hehehe embarco as minhas malas direto aqui será então?

leonardo
leonardoPermalinkResponder

Minha namorada também fica preocupada com os trâmites das malas em conexões. Ela fica pensando como vão adivinhar pra onde a mala dela tem que ir no horário certo. Hehehe. Não adianta, temos que ter fé de que vai dar certo. Abraços

Joao Ricardo
Joao RicardoPermalinkResponder

Olá, irei para Barcelona fazendo conexao em Madri, pretendia passar 6 dias por lá, porém mudei de ideia e resolvi passar 3 em Paris e 3 em Barcelona. Porém meu voo chega em Barcelona as 10:30 e eu pretendendo comprar um voo por Cia Low Cost que saia de Barcelona para Paris as 13:00, só que estou com medo de ter a mala extraviada, ou alg do tipo e perder este voo q é as 13;00. alguem pode me orientar se isso é uma boa ou má ideia? Muito obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, João Ricardo! Fazer conexão entre um vôo regular e um vôo low-cost no mesmo dia é má idéia. Nenhuma das duas cias. se responsabiliza pelo que acontecer com a outra. Você terá que pegar sua mala numa cia. e fazer o check-in para outra. Não recomendamos.

Lucio
LucioPermalinkResponder

Olá, Bóia!
Estamos viajando para o CDG em maio. Como sempre, levamos na bolsa de bordo meus remédios para uns dois dias para evitar perrengues. Porém estou tomando uma homeopatia... Corro risco de ter as homeopatias apreendidas?
Ah! Minha sogra tem certeza que remédio de uso continuo para hipertensão e tireóide não precisam de receita e eu não consigo convece-la disso. Como ela ouve e respeita o comandante na BandNews Fm, espero que você a convença....

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lucio! Se os vidrinhos contiverem menos de 100 ml cada um, não há problema. Precisam ser embalados num invólucro transparente tipo ziplock. Com remédios não implicam.

juliana
julianaPermalinkResponder

Olá!!!
acabo de chegar de viajem da europa mas sem minhas malinhas!
o meu voo de edimburgo que iria para Franca atrasou, e la perdi meu segundo voo que iria para o Rio e do Rio para Curitiba.
Em Paris tive que pegar outro voo que iria para Guarulhos e de guarulhos eu deveria ir para o o outro aeroporto de SP para, finalmente, ir para Curitiba.
quando sai no aeroporto da franca, a companhia me arrumou um novo voo, devido ao atraso, e todos me falaram que minhas malas iriam direto para SP. Chegando em SP, nada de malas. lá, fui falar com a Tam sobre o ocorrido, fiz todo o procedimento para extravio de bagagem e vim para CTBA onde alertei novamente sobre a mala com os atendentes da TAM.
hoje de manha fez 24 horas que nao vejo minha mala.
QUais sao as chances nesses voos de conexao de eu perder minha mala para todo o sempre!? essa é minha maior aflição!
quem é responsavel pela perda da mala? a Primeita companhia (que atrasou o voo, no caso foi a Airfrance) ou a Tam (a Airfrance conseguiu um novo voo para mim com a Tam)?
Obrigada!!!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! A responsável pela sua mala é a cia. que emitiu sua passagem. A bagagem pode demorar, sim, mais do que 24 horas para chegar. É raro quando há perda para sempre.

Má Magalhães

Olá, após ler todos esses relatos, resolvi deixar o meu, afim de que as pessoas fiquem atentas às empresas que contratam Seguros de Viagem. Em 24/04/2013 viajei com mãe e marido para Paris pela Lufthansa com conexão em Munique. Chegando no CDG em Paris vimos que nossas 02 malas médias não havíam chegado. Nos dirigimos ao Balcão de Malas e fomos muito mal atendidos por uma funcionária da Lufthansa que com uma má vontade peculiar nos ajudou a preencher o Formulário de Malas Perdidas. Não falamos francês e foi muito desgastante tentar fazer-se entender. A funcionária disse que receberíamos as malas no mesmo dia por volta das 18:00hs no Hotel. Infelizmente isso não ocorreu, fomos receber as malas no dia 26/04 as 02:00hs da madrugada totalmente avariadas, rasgadas e faltando dois computadores. Pergunto: Na hora que fiz o Seguro pela ACE fui informada pela Agência de Viagens que esse tipo de coisa estava coberto na Apólice. Porém a ACE até hoje se nega a PAGAR o Seguro pelo extravio da mala, bem como pelo sumiço dos itens. A ACE alega que tenho que mostrar as Notas Fiscais de ítens de primeira necessidade que comprei no exterior. (Aos quais não guardei NF porque não sabia disso). A ACE também me mandou cobrar da Cia aérea a perda dos ítens de dentro da mala!! Chegando ao Brasil entrei em contato com a Lufthansa que após vários emails, me ressarciu em 3.420,00 conforme Tratado de Varsóvia, porém isso não me pagou pela totalidade dos itens furtados, 02 computadores avaliados em 5.500,00 fora o prejuízo imensurável da perda de arquivos em ambos. Até HOJE a ACE não me responde emails, e se NEGA a pagar pelos 600 dólares de indenização que tenho direito a receber pelo extravio da mala, ainda que a mesma tenha sido achada, mas entregue depois de 24 hs. De que adianta fazer Seguro Saúde e Seguro Viagem como eu fiz, se a empresa ACE não paga? Não posso contratar um Advogado pois seria assumir mais um gasto e prejuízo. Sinto-me uma idiota, já que somos obrigados a contratar Seguros viagem, mas na hora que precisamos ser ressarcidos frente a estas eventualidades PERDA, EXTRAVIO DE ITENS E MALAS, as empresa nos viram as costas, é lastimável...
RESUMO DA ÓPERA: Recebi uma indenização da Lufthansa que cobriu parcialmente a perda dos ítens.
NÃO RECEBI DA ACE SEGUROS nenhum centavo pela extravio da mala e avarias da bagagem e perda dos ítens.
Já é uma choque, fazer uma viagem de férias onde vc quer proporcionar a sua mãe (idosa) um passeio inesquecível, mas o que vc recebe, é o dissabor e frustração de perder suas malas por horas, perder seus ítens de valor, ficar com a mesma roupa suja dia e noite afora, após 13 horas dentro de um avião e ainda receber sua bagagem violada, cortada, rasgada, e furtada.

andre
andrePermalinkResponder

Meu DEUS, as pessoas ainda DESPACHAM COMPUTADORES!!!!!! Em que mundo estas pessoas vivem???

Não dá pra despachar eletrônico em lugar nenhum do mundo. Se vc despacha, já despacha sabendo q vc tá correndo um GRANDE RISCO de perder!

2 computadores então? Seria igual a sair no Centro de SP contando um bolo de notas de cém dólares!

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Uma coisa que ajuda MUITO para quem não está viajando sozinho é não levar 1 mala por pessoa, mas dividir todos os pertences entre todas as malas. Aqui em casa viajamos em 3 pessoas na maioria das vezes e ai dividimos nossas roupas em 1/3 em cada mala. Se perdermos 1 mala, conseguimos aguentar até o final, se perdermos 2 malas, fica complicado mas os primeiros dias estão garantidos.

Isabel Cristina Campos dos Santos Carvalho

Boa Noite,
Estou participando aqui nos Estados Unidos de um programa para profesores de Lingua Inglesa,um convênio da CAPES,com as embaixadas brasileira e americana. Cheguei dia 23 de Junho ,vinda de um voo que saiu de Recife,com escala em Miami, pela American Airlines e com destino final para New Orleans onde, ficarei por 45 dias. Resumindo ao chegar no aeroporto de New Orleans, percebemos que a minha bagagem e de minha amiga Maria não tinham chegado. Imediatamente reclamamos no setor apropriado. A minha peregrinação estava apenas começando. A funcionária mal-humorada colocou o número da minha mala unto com oda minha colega no mesmo formulário e apenas o nome dela. Como estavamos exautas, não percebemos este erro;
A mala da minha colega,chegou dois dias depois e a minha ainda não e depois de vários e-mails, telefonemas, descobri por mim mesma, o Equivoco. Já enviei carta, e-mail mostrando o erro para ver se assim eles conseguem localizar a minha mala e nada. Estou desesperada pois já vai completar 30 dias e até agora nada. Não quero o dinheiro, mas sim as minhas coisas.
Como devo proceder, além do que já fiz? Em quais orgaõs, eu devo reclamar por este erro absurdo cometido por eles e o qual eu estou pagando.
Mesmo que ela apareça, na volta entrarei com um processo contra a companhia.

Isabel Cristina Campos dos Santos Carvalho

Boa Noite,
Estou participando aqui nos Estados Unidos de um programa para profesores de Lingua Inglesa,um convênio da CAPES,com as embaixadas brasileira e americana. Cheguei dia 23 de Junho ,vinda de um voo que saiu de Recife,com escala em Miami, pela American Airlines e com destino final para New Orleans onde, ficarei por 45 dias. Resumindo ao chegar no aeroporto de New Orleans, percebemos que a minha bagagem e de minha amiga Maria não tinham chegado. Imediatamente reclamamos no setor apropriado. A minha peregrinação estava apenas começando. A funcionária mal-humorada colocou o número da minha mala junto com o da minha colega no mesmo formulário e apenas o nome dela. Como estavamos exautas, não percebemos este erro;
A mala da minha colega,chegou dois dias depois e a minha ainda não e depois de vários e-mails, telefonemas, descobri por mim mesma, o Equivoco. Já enviei carta, e-mail mostrando o erro para ver se assim eles conseguem localizar a minha mala e nada. Estou desesperada pois já vai completar 30 dias e até agora nada. Não quero o dinheiro, mas sim as minhas coisas.
Como devo proceder, além do que já fiz? Em quais orgaõs, eu devo reclamar por este erro absurdo cometido por eles e o qual eu estou pagando.
Mesmo que ela apareça, na volta entrarei com um processo contra a companhia.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Isabel! Sim, ao voltar contacte um advogado,o ganho é certo. Junte todas as provas que puder, incluindo toda essa troca de emails, e notas de gastos que você precisou fazer por estar sem mala.

Iago
IagoPermalinkResponder

Tenho conexão em Congonhas, mas meu destino é o aeroporto SDU. Depois que comprei a passagem surgiram alguns problemas em São Paulo e gostaria de desembarcar e permanecer lá por 4 dias. A TAM cobra uma fortuna para que eu fique em Congonhas. Pensei em desembarcar em Conqonhas e deixar a minha mala partir para o Rio, mas não sei o que aconteceria com ela por lá. Alguém sabe?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Iago! Não pense em fazer isso.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar