Como é alugar apartamento pelo Airbnb

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Meu apê pelo AirBnB

O que é o AirBnB

"BnB" é uma abreviatura consagrada de "bed and breakfast". O "air" se deve ao fato de tudo ter começado dois dos (futuros) fundadores do site terem começado alugando colchões infláveis na casa em que moravam para visitantes de uma feira de design depois que todos os hotéis lotaram. No início, o Airbnb era um site em que pessoas alugavam apenas quartos na sua casa -- algo como um CouchSurfing pago.

A coisa deu tão certo, que o site começou a ser usado para alugar apartamentos inteiros. E hoje é a "imobiliária" que mais cresce online.

A diferença entre o Airbnb e sites de aluguel

O que torna o Airbnb diferente das agências convencionais é o fato de funcionar como uma rede social. Para alugar -- tanto como anfitrião, como inquilino -- é preciso criar um perfil e entrar na rede.

Resenhas AirBnB
Atenção: print screens feitos em 2012, com o design de então

Anfitriões e inquilinos são avaliados um pelo outro e vão criando uma reputação na rede.

AirBnBAnfitriãMeu primeiro comentário

Todas as transações são feitas diretamente, sem intermediação de agentes.

A navegação

Não tenho dúvida de que o layout bonitérrimo e a navegação intuitiva contribuíram para alavancar o sucesso do Airbnb. As fotos dos apês são convidativas (nos maiores mercados o site oferece fotógrafos para fazer fotos profissionais), e todas as informações de que você precisa aparecem sem você precisar se esforçar.

AirBnB

Pelas suas características de rede social, o Airbnb tende a atrair muitos proprietários que moram nos apartamentos que alugam (e desocupam quando arranjam inquilinos). Prepare-se para encontrar poucos apartamentos "clean" (desses mantidos apenas para alugar) e mais apartamentos repletos de tralhas pessoais.

Pegadinhas e perrengues

Os procedimentos iniciais dão um certo trabalho. Antes de mais nada, é preciso criar seu perfil. (É melhor fazer isso antes de se entusiasmar por algum apê.) É recomendável que o seu perfil tenha foto, e que você esteja sorrindo na foto. (Veja pelas fotos dos anfitriões; há um padrão.) Procure escrever seu perfil em inglês e não esqueça de associar pelo menos a sua conta do Facebook.

Um perfil

Outra providência que vale a pena fazer o quanto antes é abrir uma conta no PayPal (você vai levar alguns dias até habilitar e liberar um bom saldo) e/ou habilitar seu cartão de crédito para gastos internacionais.

É preciso também aprender a conviver com os "nãos". Muitos proprietários não atualizam o calendário de disponibilidade para ter desculpa para selecionar seus inquilinos. Sem histórico na comunidade, a probabilidade de receber negativas aumenta. Eu recebi três "nãos" antes de receber um "sim" -- e, confesso, doeu.

RecusadoAprovado

Atualização: para evitar essa decepção, agora existem as "instant bookings", em que a sua reserva é aceita automaticamente, sem precisar da aprovação do anfitrião. São os anfitriões, porém, que decidem se incluem essa facilidade no anúncio.

A transação

É feita por PayPal ou cartão de crédito. Debita-se o total da estadia, já com a taxa de limpeza e a comissão do Airbnb. Mas o site só repassa a grana para o anfitrião 24 horas depois do hóspede se instalar. No caso de reclamação grave, o dinheiro pode ser retido pelo Airbnb e usado em outra locação.

(Mas o que eu mais gosto é não haver caução -- aquele depósito em dinheiro vivo que, no mercado tradicional, você tem que deixar empatado na mão do anfitrião e depois recebe na saída, quando não vai mais poder usar.)

Atualização: as transações agora são feitas em reais, debitadas na conta nacional do seu cartão de crédito. É possível também optar pelo pagamento por boleto.

Caixa de entrada

Antes de o negócio ser fechado, toda a comunicação entre anfitrião e inquilino é feita pelo seu mural no Airbnb. Uma vez feita a transação, você recebe o endereço do apartamento, o email e o telefone do anfitrião. E então começa a combinar os detalhes da entrega e da devolução da chave.

Minha primeira experiência

Conseguimos um apartamento bacanérrimo, de um quarto, num prédio com elevador no melhor ponto de Chelsea (rua 19, entre 8a. e 9a. avenidas, exatamente a meio caminho entre a rua 23 e o Meatpacking District), por 200 dólares por dia. Por esse preço, naquela época, só dava para conseguir hotel com banheiro privativo em Chinatown.

A entrada do prédio4 de Julho na janela

Nosso proprietário deixou uma porta do armário livre, mais geladeira e despensa bastante equiapados (à saída, repusemos o que consumimos). O check-in foi pontualmente ao meio-dia (tínhamos passado a noite anterior num hotel nas redondezas) e o check-out foi uma tranqüilidade: pudemos sair às 4 da tarde, direto para o aeroporto, deixando a chave com um vizinho.

Já deixei o meu comentário positivo na ficha do proprietário, que tinha tomado a iniciativa de falar bem de mim no meu perfil. Estou pronto para a próxima...

Atualização: depois desse, aluguei mais cinco vezes...

Leia também:

329 comentários

Daniela Toscano

Acabo de ter um problema com a AirBnb relacionado a divergência de valores. Estou planejando minhas férias com meu marido para outubro, em Nova York por uma semana e achamos que seria a melhor opção alugar um imóvel de temporada. O site AirBnb está muito bem recomendado em vários sites, blogs e mesmo no Guia de Nova York da Folha de São Paulo, então fiz meu perfil e utilizei de todos os filtros para visualizar apenas os imóveis que nos atendessem. Primeiro coloquei o local, depois as datas de chegada e partida e por último selecionei o valor máximo. Apareceram várias opções e a primeira divergência veio comparando a quantidade dos aptos que aparecem entre o PC e pelo I-phone (onde aparecem muito mais opções). Encontrei um apartamento localizado bem onde queríamos e dentro do valor esperado. Os valores todos em Reais, selecionados também no site, nos ajudaram a saber exatamente quanto sairia por todos os dias. A primeira reserva foi recusada de cara. Ok. Procuramos um outro similar e a segunda reserva foi expirada sem aprovação. Então adotei outra tática de me comunicar mais com o anfitrião antes de efetuar a reserva. Coloquei as mesmas especificações de check-in, check-out, local e valores e encontrei um apartamento bem mais distante do ponto onde queria ficar mas que estando dentro do valor estava ok. Escrevi para a proprietária perguntando da disponibilidade para a data da nossa viagem e contando um pouco sobre nós. Ela disse que estará disponível e fiquei de confirmar a reserva. Quando confirmei a reserva, o susto! O valor da Fatura veio 4 vezes mais caro, e em Euro. O que aconteceu foi que por alguma falha do sistema, este apartamento atravessou o filtro dos valores e apareceu com o mesmo valor dos que estava procurando. A tecla de Reserve Já em verde, fica bem abaixo do valor total pelo número de dias, e certamente teríamos notado se apresentasse um valor 4 vezes acima do planejado. Fiz contato com a proprietária que lamentou e pediu para que eu entrasse em contato com o site. Fiz contato com o AirBnb e é minha palavra contra a deles. Dizem que suas regras são rigorosas e já debitaram no nosso Cartão de Crédito os 50% que fica retido e este valor corresponde a mais do que o valor total que estamos dispostos a pagar por todos os dias. Ou seja, ficamos no prejuízo e não existe nenhuma flexibilidade do site mesmo diante de uma reserva com muita antecedência e cancelamento feito em menos de 24hs da reserva efetuada.
Minha dica é para salvarem a página com os valores definitivos antes de efetuarem a Reserva.
Se tivesse feito isso, teria hoje como provar que foi o erro do site.

luiza
luizaPermalinkResponder

Daniela,
foi má vontade da "host", pq ela pode dar reembolso total a qualquer momento. É só ir em pagamentos, ver a sua reserva cancelada, e clicar em: reembolso total. O site errou sim, mas por parte dela foi muito espírito de porco.
Boa sorte!

Paulo Henrique

Isso aconteceu comigo também.
A situação foi resolvida numa boa

ROSEANNE PRESA

Oi Daniela, aconteceu comigo a mesma coisa. Um apartamento em Paris por dez dias. Pelo visto é muito mais banal esse "equivoco" no site do que imaginei. Fiz a reserva em euro e debitaram no meu cartão o mesmo valor em libra. Reclamei e não assumiram o erro. Fiquei no prejuizo, pois a cotação da libra esterlina é muito superior ao euro. Vou alugar no sul da Franca por um mes, mas não usarei o serviço do Airbnb...

Vinicius
ViniciusPermalinkResponder

Pessoal,

Algúem tem alguma indicação de hospedagem pelo Airbnb em Los Angeles

RAFA
RAFAPermalinkResponder

Boia,

Estou com uma dúvida sobre a reserva do Airbnb. Eu posso fazer mais de uma reserva e escolher a melhor opção depois, caso seja aprovada? Ou assim que minha reserva é feita e aprovada pelo anfitrião já é feito o desconto no cartão de crédito?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rafa! Se o anfitrião aceitar o pedido, o valor já será descontado.

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Não faça reservas nesse site.
Fiz reserva de um apartamento e a reserva não foi aceita. Para minha surpresa recebo um valor de R$ 74,41 de IOF, pois quando a compra é feita pelo Paypal eles fazem em dólar ou euro.
No site do AirBnb fala claramente que caso a reserva seja cancelada você será reembolsado, porém não falam nada que será cobrado taxas.
Estou tentando o reembolso desse valor, porém está complicado.

luiza
luizaPermalinkResponder

oi fernanda,

se o hospede cancela as taxas não são reembolsáveis. Isto é escrito bem claro no site. Já se o host cancela, ai você recebe tudo de volta. Quanto ao IOF, eu também queria saber em que situação ele não se aplica... sempre vem com IOF pra mim, e queria saber se reservas brasil-brasil, ou outra hipotese em que nao tenha o tributo.

Ana Felipe
Ana FelipePermalinkResponder

O airbnb sempre cobra o IOF, é uma compra internacional

Taiza Soletti de Santi

Ricardo, estamos pensando em ficar num apto em NY, alugado pelo BnB. Na imigração, é necessário apresentar reserva de hotel? Pergunto pois estamos receosos, já que o serviço foi considerado ilegal.
Estou preenchendo o visto, e há um campo para preencher com o endereço de onde vamos ficar. Ainda não escolhi o apartamento em si, posso colocar um endereço de hotel qualquer? Nossa viagem ainda não tem data, mas quero deixar isto pronto.
Grata! Taiza.

Salomao
SalomaoPermalinkResponder

Taiza, bom dia! Estou com a mesma dúvida... como comprovamos a hospedagem na imigracao? Desde já, obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Salomão! Respondemos uma pergunta muito parecida com a sua aqui:
https://www.viajenaviagem.com/2012/08/dicas-airbnb-aluguel-apartamento/comment-page-3#comment-343282

Carlos
CarlosPermalinkResponder

Estou procurando um apto em Paris para locar no período do Natal e Ano Novo.
Gostaria de receber dicas dos viajantes que visitam o VnV, pois é bem melhor optar por um imóvel conhecido e comentado por um brasileiro.
Desde logo agradeço pro qualquer contribuição, ainda que sem muita precisão.

Gisela
GiselaPermalinkResponder

Já aluguei o http://www.great-apartment-paris.com/ e adorei. É direto com o proprietário e ele foi muito correto. O apartamento é num prédio antigo, em frente há a construção residencial mais antiga de Paris, tem até placa da prefeitura! mas o apartamento é todo reformado e bem decorado. Recomendo!

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Olá! Minha dúvida é a mesma da Taiza. Como é o procedimento na imigração em caso de aluguel de apartamento pelo BnB?
Espero que respondam!
Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Juliana! Leve o comprovante, vale como reserva.

Karla
KarlaPermalinkResponder

Olá Ricardo! estamos com dificuldades em alugar pelo Airbnb... Já fomos recusados 5 vezes!!!! Temos fotos, Facebook para consulta, informações visíveis na conta e... nada! Eu e meu noivo vamos ficar 4 noites em NY e os hotéis estão caros demais!!!! O que será que acontece? Viajamos em Setembro, já está em cima. Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Karla! Essas recusas podem acontecer mesmo. Tente escrever mais sobre você e seus hábitos no perfil e peça para amigos deixarem relatos.

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Karla,

Você verificou na sua fatura do cartão se veio cobrado IOF dessas reservas?
Fiz apenas uma reserva e foi cancelada e veio cobrança de IOF, porém no site não fala nada disso.

Elias
EliasPermalinkResponder

Ricardo,

Parabéns pelo execelnte site, acompanho seu progama na BandNewsFm também. Estou pretendendo passar uma semana em Paris, em alugar um apartamento pelo Airbnb. No entanto li uma reportagem do site ViajeAqui que o algume por temporada é proibido em Paris para periodos inferiores a 1 ano. Dessa forma fiquei com receio de alugar e acontecer o mesmo problema que ocorreu no seu post de Nova York. Sabe me dizer se essa informação procede?

Obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Elias! Aqui quem responde é A Bóia! Isso já vigora em Paris faz um tempo, mas os proprietários continuam alugando... a situação é mais complicada para as imobiliárias do que para o turista.

Matheus
MatheusPermalinkResponder

Podiam fazer uma matéria dizendo das irregularidades cometidas! O estado de são paulo indica um site que vai contra ao codigo penal brasileiro e principalmente contra os codigos do orgão que compete a fiscalização, o CRECI.
Eles cobram comissão por venda, ou seja, são uma IMOBILIÁRIA e não um CLASSIFICADOS como eles alegam.
Eles deveriam sim ter profissionais cadastrados dando acessoria e principalmente maiores responsabilidades nas locações.
EU como corretor, se faço um site sem o Creci juridico já sou multado só por ofertar imóveis vinculada a uma marca sem ser registrado. então por favor né, ta na hora de boicotar esses sites antes que acabem com as imobiliárias e com uma profissão de muito prestígio!

Ana Felipe
Ana FelipePermalinkResponder

Matheus, entendo e compartilho da sua opinião. Mas.....amo me hospedar pelo Airbnb.....Na verdade, ficar na casa de outras pessoas é muito bom.
Mas o trabalho das imobiliárias é outro!

lucia ferreira

Qual o valor para publicar a minha casa no vosso site

E como fazer

Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Lucia! Veja no site do AirBnB como se tornar um anfitrião: https://www.airbnb.com.br/help/getting-started/how-to-host

Giselia Silva
Giselia SilvaPermalinkResponder

Muito cuidado, Airbnb pode ser uma grande furada! Aluguei um apartamento em Firenze ( Via dei Servi! 3) de Monica M. Fui. Um casamento de uma amiga emfirenze e levei joias. Entraram no meu apartamento na madrugada de domingo, apos eu retornar da festa e roubaram brincos, anel e dinheiro que estava ao lado da cama o de eu dorimia.

Depois disso, oassei por um verdadeiro suplicio tentando contato com os "hosts" que nao sao realmente hosts, e sim uma agencia que aluga os apartamentos.

Estranhissimo, porque meu apartamento ficava no final do corredor e o apartamento da frente estava alugado por uma estudante. Por que escolheram o meu apartamento para entrar? por que nao o apartamento da frente? Acredito que ha o envolvimento de alguem de dentro do predio.

Experiencia horrivel e nao pude fazer comentario no Airbnb porque a host excluiu a minha reserva!

E ate o momento , estountentandomque o Airbnb me deixe postar meu comentario.

Henrique
HenriquePermalinkResponder

Giselia, que desagradavel ! Tal procedimento de não permitir a postagem do comentário e igual ao Mercado Livre que não permite as postagens de golpes sofridos. Espero que você consiga e obrigado pelo relato, fiquei com o pé atras.

matheus
matheusPermalinkResponder

Giselia, eles só querem vender. se ver os termos eles não tem responsabilidade com nada até que você processe eles, eles ganham com isso. A quantidade de negócios fechados n se compara a quantidade de processos que eles ganham.
Antes de fechar negócio eles já se dizem sem responsabilidade.
Acho que o mínimo era exigir alguma documentação do imóvel.
Qualquer um pode aplicar golpes no Airbnb. abram o olho e procurem imobiliarias cadastradas nos orgãos que competem em cada país ou cidade que estiverem. Fora a acessoria profissional, caso ocorra algum problema você tem um endereço físico a recorrer.

WE ? APPS: buscando passagens e apartamentos | The City Rockers

[...] apartamentos pelo aplicativo, indico esse post do I Love to Travel e esse super detalhado do Viaje na Viagem. Tudo o que você precisa saber para começar a busca pelo seu quartinho [...]

Nova York em junho: internet, redes sociais e aplicativos | Nagaoka Mídias Sociais

[...] - Uso do Airbnb em Nova York por Ricardo Freire [...]

zenon marques tenorio

Fiquei com minha mulher e filha, de 04 a 22 de outubro no SOHO em Londres, em apartamento alugado pelo Airbnb e tudo correu perfeitamente bem, sendo que os proprietários foram inclusive nos visitar. Antes postamos fotos de nós 3 no Face e fizemos pequeno relato de nossa vida.

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Olá! Já usei o airbnb 3x e sempre deu tudo certo. Acabei de voltar de NY e fiquei em um apto na 21 street. Lugar ótimo e a anfitriã era super atenciosa e prestativa!! Meu marido e eu havíamos alugado outro apto onde a anfitriã cancelou devido a problemas no prédio... o airbnb deu o valor em créditos e pegamos este outro apto. Uma dica: nunca confiem no valor que aparece no site... sempre mandem antes de confirmar a reserva uma mensagem pro proprietário perguntando se o imóvel está vago nas datas que vc quer e qual o valor das diárias pq, dependendo das datas (feriados etc), os proprietários alteram os valores da diária. Espero ter ajudado!

Maria Emilia Tolentino Carollo Blanco

Sempre aprendendo com vocês! Bóia, vc pode me informar o horário do programa do Ricardo na BandNews? Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria Emília! 6h57 e 12h34, horário de Brasília!

Gabriella
GabriellaPermalinkResponder

Olá, td bem?? Vou para NY em Janeiro e vou ficar um mês. Tenho uma dúvida quanto imigração, pois vi que eles consideram uma prática ilegal. Como é o processo?? Eu teria que reservar um hotel e dizer que vou ficar lá ou posso mostrar que aluguel pelo site um quarto??? obrigadoo

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gabriella! Basta informar seu endereço. Tudo o que eles querem saber é o seu endereço. E não minta. Se perguntarem o que é isso, você diz que é um apartamento alugado.

Ciro Bottini
Ciro BottiniPermalinkResponder

Oi Ricardo ou Bóia, tudo blz?
Vou passar vinte dias em NY em junho do ano que vem com minha família e gostaria de ter uma experiência de morador, quero alugar um apartamento através do Air Bnb, inclusive há opções muito legais em termos de localização e precos. Minha única dúvida fica por conta de algumas notícias que tenho lido sobre a vontade ds Prefeitura de NY de acabar com esse tipo de alguel por temporada. Posso ter problemas pagando com muita antecedência? Pode haver algum tipo de chateação com a vizinhança?

Obrigado
Abs
Ciro

Cíntia
CíntiaPermalinkResponder

Olá,

Gostaríamos de agradecer pelas dicas e pela explicação detalhada feita por vocês. Fizemos um cadastro no Airbnb seguindo as dicas e fomos aceitos logo de primeira. O nosso perfil tem a foto minha e de meu esposo e está no nome de nós dois. Alugamos um apartamento em South Beach para abril 2014. Depois contamos como foi.

att,

Cíntia e André

Maria das graças Pepeu dos santos

Tive um problema sério com Airbnb, aluguei um apart em Miami ,fiz o pagamento pelo cartão e com um mês .Recebi um aviso que a minha reserva tinha sido cancelada fiquei com o prejuízo do cartão, e com uma enorme dificuldade de reservar outro lugar o pior que o restante da minha viagem tinha sido planejada de Miami.Não consegui receber ainda o que foi descontado do cartão.Nao entrem nessa furada.

mauricio lemos

pretendemos alugar um apto no chile por uma semana alguma dica?? airbnb é confiável ??

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Mauricio! O AirBnB é um site que funciona bastante bem, mas a experiência que você vai ter depende muito mais do proprietário do apartamento do que do site smile Procure por apês com boas resenhas de ex-hóspedes.

Maíra
MaíraPermalinkResponder

Bóia quero só deixar meu depoimento. Usei o Airbnb agora em janeiro em Berlim por uma semana e foi a melhor escolha que eu fiz! O apartamento era fiel às fotos do site. Não tive problema nenhum, e olha que reservei com meses de antecedência. Chegando perto da data a dona do apt disse que iria viajar e já me passou as instruções para pegar a chave com uma amiga que nos receberia na estação. Falei com ela antes mesmo de sair do Brasil combinamos td. Tudo saiu como o esperado e com certeza indico e vou usar outras vezes.

Rafaela
RafaelaPermalinkResponder

Ola, e como faz na europa que é necessario apresentar comprovante de que hospedagem? Aluguel assim nao causa problmas?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rafael! Leve o contrato ou recibo correspondente.

Drielly
DriellyPermalinkResponder

Olá! Estou pensando em ir para NY em novembro e alugar apartamento pelo airbnb. Alguém já se hospedou em algum e pode me indicar?
É sempre bom alguma indicação de brasileiros. =)

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Drielly! Alguns leitores indicaram apartamentos entre os comentários deste post. Comece pela primeira página: https://www.viajenaviagem.com/2012/08/dicas-airbnb-aluguel-apartamento/comment-page-1/#comments

Ciro Bottini
Ciro BottiniPermalinkResponder

Estarei com a família em NY durante o período da Copa do Mundo e já aluguei um apartamento em Midtown pelo AirBnB. Minha experiência tem sido ótima, o proprietário é muito simpático, tive margem para negociar os valores, já falamos pelo Facetime e tudo está correndo muito bem. Acredito que depois dessa viagem, se der tudo certo, vá ser difícil me hospedar em hotéis novamente quando for ficar um longo período fora. Uma dica: como a Prefeitura de NY não autoriza aluguéis por menos de trinta dias e eu vou ficar um pouco menos do que esse período, meu anfitrião me mandou a reserva por um mês, eu pago pelos dias que vou ficar, mas tenho o comprovante que me permite alugar o apê sem ser importunado. Quando voltar ao Brasil conto a minha experiência em detalhes.
Abs a todos

Geruza
GeruzaPermalinkResponder

Olá Ciro,

Poderias me passar o contato do proprietário com quem alugou o apartamento? Irei para NY em agosto deste ano.

Abraços,

Priscila Teixeira

Ciro,

Estou indo para NY em setembro. Teria como passar o contato do seu host? Tb vou ficar 20 dias.

Obrigada,

Priscila

Como foi se hospedar pelo AirBnB | Os caminhantes

[...]       A primeira vez que ouvimos falar neste tipo de hospedagem foi no Viaje na Viagem, do guru Ricardo Freire, em agosto de [...]

petter
petterPermalinkResponder

Vou usar o AirBnB pela primeira vez esse mês. Depois passo aqui para contar como foi... Os ap's que pegamos parecem ótimos! A única coisa estranhíssima até o momento foi que após usar meu cartão de crédito para a reserva, parece ter sido clonado e alguém tentou comprar passagens na Espanha! Felizmente resolvemos tudo a tempo... sempre uso cartões de crédito na internet e essa foi a primeira vez que isso aconteceu!

Abraços VnV

Amália
AmáliaPermalinkResponder

Olá...Vou para Los Angeles em Agosto com mais 5 amigos.
Alguém já locou casa por lá e tem alguma indicação a fazer?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Amália! Se for alugar pelo AirBnB, procure por perfis com comentários positivos de ex-hóspedes. Veja onde ficar em Los Angeles: https://www.viajenaviagem.com/2012/04/onde-ficar-em-los-angeles-santa-monica-x-west-hollywood/

Eduardo Tavares

Olá, Ricardo, muito bom esse post! Eu não conhecia o Air BnB e agora estou totalmente inclinado a planejar nossa viagem alugando um ap, em vez de ficar em hotel. Só queria tirar uma dúvida. Estamos planejando uma viagem para NY em 6 pessoas, em dezembro do ano que vem. Acha que vale a pena procurar agora, ou deixar mais para perto da data? Se tentássemos reservar agora, precisaríamos deixar pago, ou daria para pagar perto da viagem?

Obrigado, e um abraço!

Maíra
MaíraPermalinkResponder

Eduardo, pra fazer a reserva vc já paga pro site. O site só libera o dinheiro 24h (se não me engano) após a data que vc entra no apt, se não houverem reclamações. Mas já debita do cartão.
Por faltar um bom tempo ainda, é possível que muitos apt ainda nem tenham agenda pra dez/15. Mas em todo caso, só olhar o calendário dos anúncios.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Eduardo! Até dezembro de 2015 muitas coisas podem acontecer. Deixe para reservar mais perto da sua viagem. 4 ou 5 meses antes está de bom tamanho.

paula lombardi

Usei o airbnb, por indicação de amigos, em Lisboa. Cheguei na Europa por Madrid, onde na imigração me perguntaram váriaass coisas mas não pediram pra ver minhas reservas. Foi tudo ótimo, apartamento fiel as fotos e comentários.Anfitrião super antencioso, me esperando na hora marcada com mapas e indicações. tenho outra reserva pra julho em Montevideo. Pela minha experiencia indico o site. Acho que realmente sobre o cancelamento deve ser mais complicado; e a partir do momento que o anfitrião aceita sua reserva debita no seu cartão de credito. O recurso de conversar com o anfitrião antes da reserva é interessante, principalmente para a flexibilidade de check in e check out. Enfim ainda nao tive problemas com o site.

JP
JPPermalinkResponder

Gostaria de uma dica de sites seguros e confiáveis para encontrar hospedagem em quarto de famílias, ou hostels na Europa.

Grato pela atençao

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, JP! O AirBnB é um site super confiável. Você pode alugar o apartamento todo ou somente um quarto.

Para pesquisar albergues, recomendamos o Hostelworld: http://www.hostelworld.com/

Karen
KarenPermalinkResponder

Boa tarde! Comprei uma passagem de aviao que diz que esta vinculada a hotelaria (a agente de viagem disse), neste caso é possivel alugar apartamento e apresentar algum documento? Como funciona esse tipo de passagem? Poderia orientar por favor? obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Karen! Não existe nenhuma passagem desse tipo.

Contratos de aluguel de apartamento são aceitos na imigração na Europa como comprovante de reserva de hospedagem.

Gesiel de Oliveira Jùnior

Olá gostaria de saber se da para fazer reservas com bastante tempo de antecedência no Airbnb.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gesiel! É possível (caso exista agenda disponível na propriedade que te interessou). Mas o ideal é deixar para fechar efetivamente a reserva com 4 a 5 meses de antecedência.

Alessa
AlessaPermalinkResponder

Oi Ricardo!!
Estou planejando alugar um apto em NYC para o ano que vem, e só queria tirar dúvida com relação ao "deposito de segurança", o que seria?
Valor que sera cobrado a mais em relação ao valor total da estadia? Valor a ser cobrado antes da estadia? Ou somente o valor que irá ser cobrado caso eu não apareça?

Obrigada!!! smile)

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alessa! Normalmente você tem um valor bloqueado no seu cartão de crédito, como caução. O valor é liberado no fim da estadia, caso não haja danos no apartamento.

Bruno
BrunoPermalinkResponder

Olá,

Gostaria de parabenizar pelo site e pelos textos. Parabéns.

Por favor, estou com uma dúvida: aluguei um quarto pelo airbnb, o anfitrião ficará no apartamento.Estou em dúvida em relação à disputa do airbnb e a justiça. Há problema em mostrar o recibo do site junto à imigração.?
obrigado

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Bruno! A imigração só quer saber o seu endereço. E mesmo que estivesse interessada nessas picuinhas, a modalidade pela qual você optou continua legal, não caracteriza hotelaria.

gilberto
gilbertoPermalinkResponder

Irei viajar a paris por 8 dias no mes de fevereiro eu e mais 2 amigos do texas irei ficar em um apartamento alugado por eles sera que terei problemas na migração pois o contrato de aluguel não esta no meu nome sim no deles e eu irei daqui dp brasil e eles do texas nos encontraremos no aeroporto esclareça essa dúvida por facor

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Gilberto! O que importa para a imigração americana é o endereço onde você vai se hospedar enquanto estiver no país. Dificilmente eles pedirão o contrato de aluguel. Mas, se isso acontecer, é só explicar que está no nome do seu amigo. Vá tranquilo. wink

lieber
lieberPermalinkResponder

Anfitriões: cuidados com os clientes golpistas. Pois que não tem ninguem no campo para avaliar, tem clientes que conseguem tirar as férias de graça, enrolando o mesmo sistema de Airbnb e os anfitriões. Funciona mais ou menos assim.

1- Eles verificam se tiver taxa adicional para hóespede a mais. Se não tiver eles levam mais gente do que concordaram na reserva.

2- Isso significa que podem contestar a falta de um quarto ou de uma cama.
3- Quebram coisas o a jogam no châo para depois tirar fotos
4- Tiram fotos de áreas de serviço ou ao redor da propriedade para monstrar ao Airbnb dizendo que seria a acomodação.
5- Tiram fotos de pequenos insetos ou bichos dizendo que o local "está sujo"

E pronto...é só reclamar com Airbnb que eles bloqueiam logo os pagamentos. As vezes o cliente consegue até estornar o pagamento, mesmo depois de muitos meses da reserva. E dai? Vocês acham que Airbnb seja um site "serio"?

Horacio
HoracioPermalinkResponder

Estou a pensar arrendar o meu apart. atraves do airbnb.
Gostaria saber o valor que o airbnb cobra ao valor real do arrendamento, isto é, eu publicito o apart. por 50 euros/dia, ao dim de 7 dias quanto vou receber pelo arrendamento, 50x7=350€???
Agradeço a informação.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Horacio!

Esta é a página em que o AirBnB fala do que cobra do anfitrião:
https://www.airbnb.com/help/article/63

Ana
AnaPermalinkResponder

vou fazer um curso em Chicago durante 20 dias , conhece algum outro site para alugar loft que não seja o Airbnb.
Agradeço a informacao

Evandro Passos

Estamos entrando no mercado com o QuartoJá.

http://www.quartoja.com

Nayara
NayaraPermalinkResponder

olá oh homem com quem eu contatei me passou uma conta de banco com o nome dele é isso mesmo ou devemos depositar em alguma conta do bnB e quando deve fazer esse depósito??porque ele quer o depósite antes mesmo que a gente chegue lá qual a garantia que eu tenho?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Nayara! o sistema do AirBnB é por cartão de crédito. Transferência bancária pode ser golpe.

Evandro
EvandroPermalinkResponder

Estamos lançando um novo projeto no mercado.

http://www.quartoja.com

Caroline Guimarães do Valle

Esse site de aluguéis por temporada e uma verdadeira enganação fui enganada e nunca mais farei qualquer tipo de transacao.

Mônica
MônicaPermalinkResponder

Já fiquei hospedada em Paris em apartamento alugado e tive uma excelente experiência. Fizemos a reserva através do site Paris Attitude. Mostramos interesse em um certo apartamento, um funcionário da empresa entrou em contato, informando que o apto não estava mais disponível e apresentou outras opções próximas com valores semelhantes na região. Escolhemos uma dessas opções, assinamos um contrato de aluguel com a proprietária por intermédio da empresa (com as informações sobre pagamentos, nossos direitos, etc), pagamos a taxa da empresa (apenas), e ele nos colocou em contato com a proprietária (para quem fizemos pagamento de 50% via transferência bancária direto da minha conta para a dela). Após o pagamento, trocamos diversos e-mails com a proprietária. No check-in, fomos bem recebidos no horário combinado (entrei em contato com a proprietária para informar que avisa pousado, para não gerar problemas). O apto era lindo, limpo, bem organizado, bem equipado e super bem localizado. Pelo preço que pagamos por ele, só teríamos conseguido nos hospedar na periferia da cidade.

Não vou dizer que foi um processo rápido e descomplicado. Pelo contrário, envolveu muita burocracia, muito tempo e muita troca de e-mails em inglês e em francês. Mas talvez esse seja o problema do AirBnB. O excesso de simplicidade também pode gerar problemas porque não protege de fato nenhuma das partes, o que facilita o trabalho daqueles que querem agir de má fé.

Marco Antonio
Marco AntonioPermalinkResponder

Parece que o AirBnb está aceitando pagamento parcelado agora. Para que isso seja possível, a transação tem que ser feita com cartão nacional, certo? Assim, acredito que não haveria cobrança do IOF.

Thiago Castro
Thiago CastroPermalinkResponder

Fiz algumas reservas no Airbnb mês passado (vou pra Europa em setembro) e algumas consegui parcelar e outras não. Não sei se tem a ver com o anfitrião ou qual é o critério do Airbnb.

Jessica
JessicaPermalinkResponder

Olá Marco Antonio,

Fiz uma reserva em junho, e parcelei em 3x com Visa Internacional.

David Nishihara

Olá gostaria de saber se para viajar à Europa com reservas feitas pelo Airbnb pode ocasionar algum problema na imigração. Seria necessário carta convite do anfitrião ou apenas o recibo da reserva?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, David! O recibo da reserva basta.

Elson
ElsonPermalinkResponder

Pessoal, vou a NY em dezembro deste ano. Ficarei por vinte dias. Estou com algumas dúvidas com relação ao Airbnb. Esta será um viagem em que pretendo gastar o necessário apenas. Portanto, eu devo utilizar o Couchsurfing que é um outro site com um proposta bem interessante e até válida se você pesquisar bastante os perfis. Até já mantenho contato com um pessoal bem legal. Com relação ao Airbnb, a minha ideia seria garantir, formalmente, dois dias iniciais em um quarto, apresentar o documento de reserva na imigração (se necessário), e aproveitar a política flexível de cancelamento de alguns anfitriões para obter reembolso quase total do valor pago (respeitando o número de horas que antecedem a viagem ou se informado no momento do check in), visto que pretendo aproveitar a hospedagem por meio do Couchsurfing. Este é um procedimento comum? Por meio do Couch tenho que ter uma carta autenticada para apresentar na imigração. Já pelo Airbnb basta ter o recibo no qual deve constar o endereço. A politica de cancelamento funciona mesmo? Pagando por meio de boleto em casa lotérica ou Caixa Econômica posso ser reembolsado? Grato!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Elson! A imigração americana só quer o seu endereço. Não ferre a vida de um anfitrião de propósito. Em quslquer circunstância, seria feio. No seu caso, é também inútil.

isis
isisPermalinkResponder

Uma correção no post. O "Air" do nome Airbnb não quer dizer que está no "ar", que é uma coisa online. Quer dizer simplesmente que os fundadores um dia resolveram botar um colchão de ar na sala e alugar barato para alguém que estivesse indo à um evento que estava acontecendo na época em São Francisco, então o nome na verdade vem de "airbed and breakfast", colchão de ar e café da manhã!! Fica a dica para a correção!!!

roberto
robertoPermalinkResponder

Recentemente usei o Airnb em Barcelona,

Foi a primeira vez e confesso que fiquei satisfeitíssimo!!! Minha host foi sensacional em flexibilizar entrada e saída e tb provendo todas as infos da cidade, sem contar que lugar super central que reservamos.

O apto era do jeito do anuncio,

Ja estou reservando em Milao para o proximo ano.

Abs.

Rb.

paulo
pauloPermalinkResponder

bom artigo, mas o Air de Airbnb na verdade é de airbed, um colchão inflável que era disponibilizado para aluguel na casa dos criadores do site no início.

marta k
marta kPermalinkResponder

Acabei de voltar de viagem onde me hospedei em Colonia (Alemanha), Amsterdam (Holanda) e Antuerpia (Belgica) pelo Airbnb e só tenho elogios! Os 3 lugares foram perfeitos! Limpos, bem organizados, super bem localizados, com máquina de lavar e secar roupas, que é uma coisa que ajuda muito quem está viajando com pouca roupa, e com excelente infra de cozinha, no nosso caso usamos para café da manhã e uma refeição leve à noite, mas para quem se interessasse em cozinhar havia absolutamente tudo! É bom porque podemos encontrar casas ou apartamentos super bem localizados, onde os hotéis são mais caros. Reservando com antecedência é possivel trocar mensagens com os proprietários e pesquisar as avaliações. Já usei também no Brasil, onde me hospedei no coração de Ipanema na casa de um casal simpaticíssimo, que respeitou nossa privacidade, mas estava sempre disponível para qualquer coisa que precisávamos.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar