Alter que enfim :-)

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Alter-do-Chão, Pará

Anteontem finalmente preenchi a lacuna mais importante do meu currículo praieiro. Conheci pessoalmente a praia de rio mais famosa do Brasil, Alter-do-Chão, no Pará.

Alter-do-Chão, Pará

Nesta época já secou tanto que dá para atravessar a pé

Alter-do-Chão, Pará

Eu já deveria ter vindo para cá em 2008, quando fiz uma maratona litorânea para compilar o guia 100 praias que valem a viagem. Na hora de decidir a praia a ver no Pará, acabei escolhendo a ilha do Algodoal. Fiz besteira; Algodoal é rústica e exótica, mas a praia tem aquele mar toddynho característico do Norte. Contrariando o título do livro, só vale a viagem se você estiver perto.

Alter-do-Chão, Pará

Já Alter-do-Chão é realmente outra história. A Ilha do Amor, principal praia do lugar -- um banco de areia que emerge entre agosto e dezembro -- fica rente ao centrinho, e é uma praia gostosíssima.

Alter-do-Chão, Pará

Alter-do-Chão, Pará

Alter-do-Chão, Pará

Seu maior trunfo, como todo mundo antes de mim já realçou, são as águas azuis do rio Tapajós. Daí vem o apelido Caribe amazônico -- por oferecer as águas azuis que você não encontra no litoral nortista.

Alter-do-Chão, Pará

Alter-do-Chão, Pará

Mais do que a praia, porém, estou conferindo o que o Tony Gálvez apontou, e que não tinha visto em lugar nenhum: que Alter-do-Chão provavelmente proporcione a mais redondinha experiência amazônica, com possibilidade de hospedagem em conta e perrengues mínimos.

Alter-do-Chão, Pará

Alter-do-Chão, Pará

Enquanto isso, fiquem com esse pôr-do-sol marromenos...

Alter-do-Chão, Pará

Alter-do-Chão, Pará

Leia mais:

69 comentários

Flavia (@ladyrasta)

Quando interessa eu tô aqui smile

gros bisous

Micheline
MichelinePermalinkResponder

Esse lugar é maravilhoso! Estive lá em 2010 bem na época do Sairé. Adorei a festa! Sempre quero voltar, pena que moro no RS e a passagem pra lá é mais cara que pra Europa. O jeito é usar milhas. Agora Santarém....peloamordeDeus...que coisa horrorosa! Suja, esgoto aberto, fedida! É chegar, olhar o encontro dos rios e pegar o caminho pra Alter!

Cris
CrisPermalinkResponder

Gente,

Deu vontade de ir!

Que paisagem maravilhosa.

Beijoconas.

Cris
-
http://www.viagemdigital.com.br/

Ana Paula Curto

Uau. Se todo por do sol fosse tão marromenos....

Livia Mochileira

Ah, eu quero um postal daí!

JotaPê
JotaPêPermalinkResponder

Que bom aspecto, dá vontade de ir já!
By the way, parabéns pelo banner da booking.com, o meu site preferido de reservas smile

A. L.
A. L.PermalinkResponder

Fato!

90% das reservas de hotel que faço são pelo Booking.com, ultimatmente eu diria até 95%, e vou usar o link para o Booking no VnV.

Marcelo Jesus
Marcelo JesusPermalinkResponder

Também faço mais de 90% das minhas reservas com o booking, assim como o A.L. vou passar a utilizar o link do Booking aqui no VnV...

Letícia
LetíciaPermalinkResponder

Experimente o Peixe ao Farol no Restaurante Farol da Ilha!

Leandro
LeandroPermalinkResponder

As cadeiras na água me deram uma impressão de farofada... A primeira vista, não gostei não...

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Poi pois, então : cadeiras n'água são o maior luxo possivel numa praia com água azul.

Isso só é possivel em pouquissimos lugares
onde não há ondas nem correnteza.

Prá quem não experimentou ,até pode não ser o look mais bonito de ver, mas é o melhor de todos para usar .

Daniela
DanielaPermalinkResponder

Estive na região em agosto deste ano e fiz um post relatando meus dias por lá. De fato a paisagem de agosto para cá já mudou bastante, mas pela quantidade de pessoas que vi nas fotos, penso que não troco meus dias de sossego (e praticamente zero de turista) por esses seus...rs
Acessem: http://www.mochileiros.com/roteiro-de-14-dias-pelo-para-alter-do-chao-belem-e-ilha-de-marajo-1-parte-t74724.html#p771282

candida silva
candida silvaPermalinkResponder

Apesar de ser paraense, não conheço Santarém/Alter do Chão. Mas, já estão na minha "wish list"! As fotos estão lindas, parabéns.

Adri Lima
Adri LimaPermalinkResponder

Esse por do sol tá matador!

Maryanne
MaryannePermalinkResponder

Concordo com a Sylvia, acho cadeirinha na água um luxo! Será que tô virando gringa?

Rosabsb
RosabsbPermalinkResponder

Também adoro as cadeirinas na água, relax total!

Hana
HanaPermalinkResponder

Voltei ontem de Santarem. Como dito o pior mesmo é chegar e sair de Santarem. Voos muito longos, cansativos e carissimos. No entanto, nada tira o encantamento e beleza daquele lugar. Lindo demais.
Só gostaria que as autoridades em Alter do Chao primassem por esse paraíso. Faltou limpeza nas praias, banheiros quimicos, lixeiras nas praias e propagaçao de conscientizaçao ambiental aos moradores e turistas.
Recolhi muito lixo da praia.
Mas como disse, nada disso retirar o esplendor deste lugar agraciado por Deus.
Voltaremos.

Claudia Matoso

Nóóó... muito marromenos esse por do sol! grin

Fábio Pastorello

Essa também é uma lacuna que preciso preencher. Belas fotos, Ricardo! Abs.

Carmen
CarmenPermalinkResponder

As praias brasileiras têm esse componente que faz você se sentir como se estivesse em casa. São praias animadas, divertidas, mas também relaxantes.
Corro para anotar esta praia, apenas no caso de eu ter a sorte de ir um dia...

Beleza de fotos!

Luiz Carlos Tiago

Na segunda foto vocês podem ver a serra da Piroca (Pira = peixe, oca=casa) . Do alto dela (trilha fácil) tem-se uma vista espetacular de Alter-do-chão, da Ilha do Amor e da paisagem tapajônica.

A festa do Sairé também é espetacular

Alter-do-Chão recebe a visita de Cruzeiros estrangeiros

Cristina L.
Cristina L.PermalinkResponder

só eu não vi as águas azuis nas fotos? será que depende da época do ano?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Cristina! As águas são azuis, sim, sobretudo ao longe. Não são nem transparentes nem caribenhas, mas azuis são sim.

ana
anaPermalinkResponder

lembre que é um rio e não o mar!
se comparar com o rio de manaus ou qualquer outro, vai ver que o tapajós é o mais clarinho.
de resto, a cidade é bem agradável. eu fui há muito tempo, em época de fim de cheia/início da seca, portanto sem turistas. vale a pena.

Rafael
RafaelPermalinkResponder

Acompanhando e gostando bastante dessa parte Norte do Rali..!

Abs.,

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

Muito show!!!

Pelo jeito é um lugar perfeito para descansar e relaxar do stress da cidade. Um lugar, onde, a vida anda devagar.

Me lembra a cidade/aldeia "paz e amor" Trindade-RJ, onde, a gente chega, para o carro, curte 4 praias, pequenas trilhas, uma cachoeira com a famosa "Pedra que Engole", showzinho de forró ou reggae à noite, ligando o carro só na hora de voltar pra casa.

Me Amarrei no post!!!

Também uso o Booking e agora vou entrar pelo VnV!!!

Tânia
TâniaPermalinkResponder

Alter do Chão é linda demais. Com o calor intenso que sempre faz na região, a cadeirinha dentro dágua é o máximo.

Clarice
ClaricePermalinkResponder

Ainda está em Santarém? Vale muito a pena conhecer um restaurante chamado Casa do Saulo, na praia de Carapanari, caminho do aeroporto, entrando uns 15 min em estrada de chão. Não tá muito dentro dos roteiros turísticos, mas todo mundo que conhece se impressiona. Fica em uma parte mais alta, com acesso à praia, e a vista do rio é espetacular, já vi até boto! A comida é boa também. Pode perguntar no hotel, provavelmente vão conhecer. Até onde sei só funciona sexta, sábado e domingo, sempre em horário de almoço. Espero que dê certo!

Alessandro A.
Alessandro A.PermalinkResponder

Gostei!!! Esse pôr-do-sol realmente está sensacional! Já incluí na minha lista sem fim de destinos desejados.

Bruno Rabello
Bruno RabelloPermalinkResponder

Riq, marquei minha ida para Alter na primeira semana de dezembro. Em que pousada/hotel vc ficou? O que achou?

Luiz Carlos Tiago

Bruno, fique no Mirante da Ilha, tem um café da manhã maneiro com um monte de comidas típicas, é perto da "vila" e dos restaurantes e pertissimo do embarque para a Ilha do Amor, e tem um visual incrível para a Ilha do Amor. Na Vila visite uma loja de artezanato (não lembro o nome, mas todo o mundo sabe) que parece um museu, tem arte indigena de todo o Brasil. Ao final da orla, no sentido oposto ao HTL tem um restaurante tradicional que serve um pirarucu recheado que é o máximo. Para passeios procure o japones "daiichii.taketomi taketomi" ( 93 )
3527-1341 / 9654-4245 / 9154-2120, que tem um "escritório" na praça. Faça um roteiro de um dia com visita ao Igarapé e restaurante (não estou com meus alfarrábios aqui mas acho que se chama carranzal ou algo parecido), subida à serra da Piroca e avistamento de botos (com sorte) na Pta do Cururu

Bruno Rabello
Bruno RabelloPermalinkResponder

Muitíssimo obrigado, Luiz Carlos

Luiz Carlos Tiago

Lembrei do nome da loja de artesanato;

Programa de índio: “Em Alter do Chão (PA), no coração da Amazônia, a Araribá (araribah.com.br) é umas das mais completas lojas de artesanato indígena do país. São vendidas peças produzidas por mais de 80 etnias. Para garimpar os produtos, o próprio dono da loja, Marcelo Freitas, viaja por meses para negociar com os índios.” (Luiz Giannoni)

O e-mail do taketomi é "daiichii.taketomi taketomi"

João Martins
João MartinsPermalinkResponder

Ricardo, parabéns pela matéria e pelas belíssimas fotos de Alter. Estou voltando de lá e amei o lugar. No que se refere à hospedagem, no entanto, queria relatar a experiência lamentável que eu e minha namorada tivemos no hotel Mirante da Ilha. Estivemos hospedado lá entre os dias 24/11 e 1-12-2012 e tivemos muitos problemas. Chegando lá, fomos surpreendidos por obras, o que havia sido mantido em segredo no momento da reserva, tanto pelo site do hotel quanto da página da Decolar. Mas o pior estava por vir: na terça-feira fomos acordados antes das 8:00 da manhã por uma barulheira infernal de homens quebrando uma parede ao lado de nosso quarto. Sem acreditar no que estava ocorrendo, liguei na recepção e pedi à Josiele que verificasse o ocorrido. Como o estrondo continuou, desci até a recepção e perguntei pelo gerente, o qual estava ausente. Quando finalmente consegui falar com o gerente, Sr. Pedro, relatei o fato e lhe pedi educadamente que tomasse alguma providência para minimizar os transtornos. Mais uma vez fomos surpreendidos: o Sr. Pedro, nada simpático, disse que a obra ia continuar e que não poderia fazer nada. Minha namorada então, educadamente, perguntou se eles não poderiam começar a obra um pouco mais tarde, já que saímos de Belo Horizonte para passar férias e descansar em Alter do Chão e não queríamos acordar tão cedo. Mas novamente o Sr. Pedro se limitou a dizer que nada podia fazer e que as obras iriam continuar e no mesmo horário. Por fim, como se estivesse fazendo um grande favor, nos propôs mudar de quarto, o que não minimizou em nada o transtorno, já que o excesso de ruídos se fazia sentir em todo o recinto do hotel. Vale dizer que, em anos como viajantes, nunca presenciamos tamanha falta de profissionalismo e tamanho desprezo pelo bem-estar dos hóspedes em um hotel. Não ouvimos um único pedido de desculpas. Sequer havia algum cartaz ou informe no hotel pedindo desculpas pelos transtornos causados pela obra. Ficamos indignados. Chegamos a considerar a hipótese de contactar a Decolar, cancelar os dias restantes de hospedagem e nos mudar a outro hotel. Mas, tendo em vista os poucos dias que ficaríamos e que a hospedagem estava paga, decidimos permanecer. Mas os problemas não acabam aí: na sexta-feira, nosso penúltimo dia, começou a chover e vazou água em várias partes do hotel. Na recepção, nos corredores; o refeitório parecia uma lagoa de tanta água. Vale destacar ainda que tanto os funcionários da obra quanto algumas camareiras trabalhavam ouvindo música alta, como se estivessem numa festa, a qualquer hora do dia. Percebe-se, dessa forma, a total falta de zelo e de organização do hotel e o desprezo completo pelo bem-estar do hóspede, que fica relegado a segundo plano. Para finalizar, aguardamos o momento de avaliar o hotel no site da Decolar, o que não foi possível, já que a Decolar não nos enviou o e-mail de avaliação. E, quando voltamos ao site da Decolar para rever as avaliações existente, pasmem, elas haviam desaparecido misteriosamente... parece que retiraram as avaliações desse hotel, indicando total falta de transparência. Alter do chão é simplesmente maravilhosa. Fica, entretanto, o alerta para quem deseja se hospedar na vila. Há opções de hospedagem muito melhores e com preços mais em conta. Fica o alerta também quanto à confiabilidade da Decolar.

Bruno Rabello
Bruno RabelloPermalinkResponder

Fiz um breve relato dos 3 dias que passei em Alter em meu blog. Post de 28.12.12: www.brunorabello.blog.uol.com.br

Joana
JoanaPermalinkResponder

Alguém tem dica de hospedagem? Bjs e obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Joana! Na vila, o Mirante da Ilha fica no calçadão da orla; o Borari é o mais novo (foi inaugurado recentemente); a Pousada do Mingote está na pracinha central; o Hostel Tapajós é supercaprichadinho; e o Hotel Belo Alter, um pouco fora do centro, tem praia própria.

joana
joanaPermalinkResponder

Tô aqui. Divino, maravilhoso. Optamos pelo beloalter. Apesar de um pouco distante a área verde e a praia particular são deliciosas. Valeu! Bjs e obrigada.

Rosa Marcelino

Olá!! Estive em Alter no período de 11 a 14 de agosto de 2013. O lugar de fato é lindo, apesar de não ter tido a sorte de verem as águas em um nível mais baixo. Aconselho ir mais para o fim de agosto porque acredito que se aproveite mais. Hospedei-me no Hotel Mirante da Ilha num quarto de frente para o rio. Fiquei encantada com tudo no hotel: limpeza, atendimento e restaurante. Comi uma deliciosa costela de tambaqui no restaurante do hotel - estava simplesmente maravilhosa! O passeio de barco (deixei para reservar lá porque não consegui um atendimento adequado pela internet) não me agradou muito, embora o lugar seja lindo. Achei extremamente cansativo e como águas estavam altas não se pode ver muita coisa além do rio...O pessoal do lugar é devagar...devagarinho...Não tinha quase ninguém na cidade e fiquei pensando na época do Sairé... meu Deus! Para vir uma caipirinha...é preciso pedir muitas vezes! Mas estava tudo ótimo. O lugar é para quem gosta de natureza e não liga para infraestrutura. Espero ter colaborado com minha dica...

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rosa! Obrigada pelas dicas!

Rosa Marcelino

Ah... ia me esquecendo. Há caixa eletrônico da CEF na praça central no Mercadinho do Mingote e eles aceitam cartão de crédito nos restaurantes do Centro.

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Eu to supercurioso pra conhecer. Estou indo para lá no próximo mês. Só não encontrei muitas infos sobre a aceitação de cartão de crédito por lá...melhor levar dinheiro em cash? Existe caixa eletrônico do Itau por lá?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Claudio! Há apenas um caixa eletrônico do Banco do Brasil. Os cartões são aceitos em hotéis e restaurantes. Os passeios precisam ser pagos em dinheiro.

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Realmente não vi os caixas eletrônicos por lá, mas havia levado um pouco de cash e deu tudo certo. Aproveitei ainda pra escrever um mega post contando minha ida lá. Segue o link pra quem quiser se aventurar tb (até pq vale mto a pena)

http://viajandoagora.blogspot.com/2013/11/alter-do-chao-o-caribe-amazonico.html

brunna
brunnaPermalinkResponder

Alter e melhor na seca? Ou com aguas cheias?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Brunna! As praias só aparecem na seca. Na cheia, só funcionam os passeios de selva.

Alter do Chão, o caribe amazônico | #osclaudiosnomundo

[...] A praia é calma o tempo todo,exceto quando surge um jet ski ou um grupo animado para o passeio da banana. Aí, vem uma marolinha. Fora isso, dá para ficar o dia inteiro ali relaxando, curtindo um sol e um peixinho fresco. Uma boa pedida é encerrar o dia com o passeio do por do sol do cururu. Vai por mim, é inesquecível! Um ps final: meus agradecimentos ao Riq Freire e seu Viaje na Viagem que me apresentou esse destino fantástico nesse post do ano passado. [...]

Erika
ErikaPermalinkResponder

Sempre tive vontade de ir a Alter do Chão, e esse ano parecia que finalmente ia dar certo. Fui pesquisar no Trip advisor e achei um comentário meio assustador:

"Alter do Chão é bonita? Sim! Mas é também um exemplo clássico de um paraíso explorado de maneira ignorante, gananciosa e insustentável.
Basta dizer que a vila cresceu, é enorme, e não dispõe de saneamento básico. Mesmo onde há fossas, essas contaminam o lençol freático e inevitavelmente todo o esgoto da cidade acaba no rio Tapajós. A praia é poluidíssima, o que é evidenciado pela espuma esverdeada e os bandos de urubus. Voltei de lá com parasitas intestinais, embora só tenha bebido água mineral.
Para piorar as coisas, tanto o povo local quanto os turistas que vem das redondezas jogam lixo na praia e dentro do rio e emporcalham tudo. Se vc aprecia a natureza, esqueça Alter nos finais-de-semana, a menos que vc seja um grande apreciador de farofagem e axé, sertanejo etc no volume máximo: em torno da bela Ilha do Amor, que fica lotada, vários botecos com mesas e cadeiras dentro da água competem para ver quem consegue tocar música brega no volume mais alto, e isso o dia inteiro. É uma gritaria infernal. Isso a despeito dos vários cartazes espalhados pela orla avisando que "Poluição sonora é Crime"...
Na minha opinião, o marketing feito recentemente em cima desse lugar ajudou apenas os comerciantes inescrupulosos interessados em explorá-lo ao máximo sem o menor interesse em preservá-lo. E assim, aos poucos, estão matando a galinha dos ovos de ouro...

Visitou em Dezembro 2013"

Alguém foi para lá recentemente e poderia comentar a respeito.
Será que Alter FOI um destino de sonhos ou ainda dá para ter esperança?
Obrigada

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Erika! Vá durante a semana fora de férias. No fim de semana Alter vira a praia de Santarém.

Santarem Turismo

Parabéns pelo artigo, as imagens são encantadoras.

Santarem Turismo/

maria
mariaPermalinkResponder

Alter-do-Chão, no Pará realmente é um local deslumbrante. Tem muitas pousadas e casas para temporada em seus arredores. Vale a pena conferir.
http://www.portaldetemporada.com.br

Luciana
LucianaPermalinkResponder

Alguem ja foi pra lá em fim de janeiro? Aparece a praia do amor?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luciana! Para pegar as praias com areia, vá entre julho e novembro.

Luciana
LucianaPermalinkResponder

Pois é Ricardo, o problema é eu já comprei tudo. Queria saber o que vou encontrar lá para não ficar frustrada... VC saberia me dizer preciso me preparar psicologicamente pois embarcou dia 20/01.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Luciana! Quem responde, de novo, é A Bóia, assistente do Ricardo Freire para perguntas.

A ilha do Amor pode já estar parcialmente encoberta, mas não é o fim do mundo. Há ainda alguns trechos de praia. Faça passeios de barco, mergulhe, faça passeios de selva pelos igarapés e igapós.

Luciana
LucianaPermalinkResponder

Muito obrigada. Com sorte vou ver a ilha do amor..... Posto as fotos para vcs.

Fabricio
FabricioPermalinkResponder

Gostaria de saber como estÃo os rios no final de Fevereiro? Por volta do dia 21/02.
É possível visitar a Ilha do Amor?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Fabricio! A estação das chuvas começa em dezembro. Em fevereiro a maior parte da ilha já estará encoberta.

Selvagem Tours

A Selvagem Tours esta cadastrada com a Cadastur / Secretaria de Turismo de Santarem / Marinha do Brasil entre muitas outras organizações. Oferecemos ótimos serviços de nível internacional com incomparável tratamento de nossos clientes nas linguás “Inglês, Russo, Espanhol e Portuguese” fazendo a Selvagem Tours uma das melhores companhias de turismo em ALTER DO CHÃO – SANTARÉM e região.

Entre inúmeros serviços que prestamos você encontrara:

Mais de 30 passeios e destinações exclusivas, somente feito pela Selvagem Tours http://selvagem.net/pt-br/

Único safári na reserva da Flona “http://selvagem.net/pt-br/alter-do-chao-safari/

Prazerosas pescarias http://selvagem.net/pt-br/pescaria-em-alter-do-chao-santarem/

Maravilhosas trilhas http://selvagem.net/pt-br/trilhas-em-alter-do-chao-santarem/

Excitante acampamentos http://selvagem.net/pt-br/acampamento-selvagem-em-alter-do-chao-santarem/

Excelente serviços receptivos http://selvagem.net/pt-br/receptivo-em-alter-do-chao/

Essas aventuras não são suficientes? “NO PROBLEM” também oferecemos:

Scuba diving, curso de sobrevivência na selva, voos panorâmico, City Tour, passeios a cavalos, canoagem, kayak, recepção no aeroporto, traslados, reservas em restaurantes, aluguel de ônibus ou equivalentes, reservas em hotéis e pousadas, aluguel de automóveis e finalmente guias de ecoturismo.

Em todos os nossos passeios e tours oferecemos:
Guia turístico grátis
Equipamento de pesca grátis
Barraca de acampar grátis
Redes de dormir grátis
Serviço de praia grátis
Aguá e gelo grátis

Esperamos que em um futuro propicio possamos prestar-lhes serviços de qualidade e distinção...

Aline
AlinePermalinkResponder

Esse lugar é o paraíso! Fui com a intenção de passar 3 dias e fiquei 35! E é bom ir agora, que ainda não é tão conhecido pelos brasileiros. Quem quiser saber como chegar e qual é a melhor época http://umasulamericana.com/2015/12/18/alter-do-chao-quando-ir-e-como-chegar/

Edna Ceregato
Edna CeregatoPermalinkResponder

Estive neste lugar maravilhoso em outubro/2015.
Este por do sol marromenos acontece todos os dias. Lindissimo.

Ramiro
RamiroPermalinkResponder

Parabéns pela viagem e por compartilhar as informações.
Eu queria saber se alguém sabe se é possível e tranquila fazer Lençois Maranhenses e Alter do Chão. Como eu faria p me locomover de um para o outro.

Obrigado!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ramiro! Você teria que voltar a São Luís, voar a Belém e de lá voar a Santarém.

Alana Alves
Alana AlvesPermalinkResponder

Ramiro, vou fazer o mesmo que vc. Como estou em Belem, irei a Sao Luis e retornarei a Belem para pegar meu voo a Santarem. Mas é isso ai que foi dito: voo de Sao Luis a Santarem.

Isaura sales
Isaura salesPermalinkResponder

Quero conhecer esse paraíso.

Alex Balint
Alex BalintPermalinkResponder

fiquei 6 dias por la, fiquei hospedado no Mirante da Ilha. a localizacao eh boa, mas acho que uma pousada mais em conta funciona muito bem em Alter.

fiz tres passeios de barco, subindo o rio, descendo o rio e atravessando o rio. vale muito a pena.

eh um dos lugares mais bonitos que ja visitei no Brasil.

Sandra Sampaio rocha

Encantada e apaixonada por praias,um dia quero ir conhecer esse paraíso Alter do chao.

Bianca
BiancaPermalinkResponder

Olá bóia e cia,
estou planejando uma viagem ao Para, divididos em 3 noites em Alter, 4 em Belém e mais 3 na Ilha do Marajo, estou com duvidas se acrescento mais uma noite em Alter ou deixo como está. Outro problema logístico que estou tendo é em relação às passagens, queria comprar Rio de Janeiro -Santarem-Belem-Rio de Janeiro, mas as combinações são péssimas e caríssimas nas opções multidestinos. Estou pesquisando errado? Estou considerando comprar rio/Belém/rio e Belém-Santarém-Belém, será que é melhor?
Mais um dúvida: como vou em setembro, li que na época tem o saire, vale a pena ir? O preço das diárias sobem absurdamente?
Obrigada pela ajuda de sempre!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Bianca! Nunca pesquisamos sobre Sairé, mas com certeza as diárias subirão (passagens também). O itinerário mais curto do Rio a Santarém é via Brasília. Faça todas as simulações para ver como fica mais barato.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar