Alter que enfim :-)

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Alter-do-Chão, Pará

Anteontem finalmente preenchi a lacuna mais importante do meu currículo praieiro. Conheci pessoalmente a praia de rio mais famosa do Brasil, Alter-do-Chão, no Pará.

Alter-do-Chão, Pará

Nesta época já secou tanto que dá para atravessar a pé

Alter-do-Chão, Pará

Eu já deveria ter vindo para cá em 2008, quando fiz uma maratona litorânea para compilar o guia 100 praias que valem a viagem. Na hora de decidir a praia a ver no Pará, acabei escolhendo a ilha do Algodoal. Fiz besteira; Algodoal é rústica e exótica, mas a praia tem aquele mar toddynho característico do Norte. Contrariando o título do livro, só vale a viagem se você estiver perto.

Alter-do-Chão, Pará

Já Alter-do-Chão é realmente outra história. A Ilha do Amor, principal praia do lugar -- um banco de areia que emerge entre agosto e dezembro -- fica rente ao centrinho, e é uma praia gostosíssima.

Alter-do-Chão, Pará

Alter-do-Chão, Pará

Alter-do-Chão, Pará

Seu maior trunfo, como todo mundo antes de mim já realçou, são as águas azuis do rio Tapajós. Daí vem o apelido Caribe amazônico -- por oferecer as águas azuis que você não encontra no litoral nortista.

Alter-do-Chão, Pará

Alter-do-Chão, Pará

Mais do que a praia, porém, estou conferindo o que o Tony Gálvez apontou, e que não tinha visto em lugar nenhum: que Alter-do-Chão provavelmente proporcione a mais redondinha experiência amazônica, com possibilidade de hospedagem em conta e perrengues mínimos.

Alter-do-Chão, Pará

Alter-do-Chão, Pará

Enquanto isso, fiquem com esse pôr-do-sol marromenos...

Alter-do-Chão, Pará

Alter-do-Chão, Pará

Leia mais:

74 comentários

Marcos Vinícius

Fala gente, tudo bem ??
Meu nome é Vinícius e eu sou nascido e criado aqui, minha mãe é nativa de uma das comunidades ribeirinhas no arapiuns e meu avô foi seringueiro na época do boom da borracha. Com esse background cresci na família mais tapajonica que eu poderia. O que fez eu querer mostrar para as pessoas um pouco mais tá minha terra.
Eu trabalho com organização e produção de experiências aqui na amazonia. Nossa especialidade são cruzeiros regionais de 3 a 5 dias por essa região com tudo incluso e com uma vivência feita de maneira mais especial não tão turística, com visita a comunidades ribeirinhas, oficinas de artesanato com comunitários e etc. Mas também organizamos experiências mais privadas e damos toda assessoria necessária.
E caso tenham alguma dúvida estou super disponível para sana-las e quem sabe fecharmos um negócio.
De qualquer maneira vai ser lindo trocar com voces. Deixo aqui meu contato para qualquer coisa.
contatoviniciusv@gmail.com
+5593991542419

Renata
RenataPermalinkResponder

Vale a pena ir para Alter em fevereiro, já que a Ilha do Amor estará submersa? sad

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Renata! Pode ser que sim.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar