4 restaurantes em Bogotá (dica da Cândice). Indique os seus!

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Céntrico, Bogotá

A Colômbia foi o destino escolhido pela Cândice para curtir o feriadão da Proclamação da República. Visitou Bogotá e suas principais atrações, e aproveitou para experimentar um pouco da cena gastronômica. Em quatro dias, foi a quatro restaurantes -- um italiano com bom preço, o célebre Andrés Carne de Res e mais dois lugares da moda, um francês e um restô-balada. Vai pela Cândice:


View Restaurantes em Bogotá in a larger map

Fiquei em Bogotá por quatro dias neste feriado de novembro e visitei o Museu do Ouro, Museu Botero (a coleção privada é imperdível, com obras de Miró, Picasso, Chagall, Salvador Dalí e muitos outros artistas conhecidos), a Catedral de Monserrate e Zipaquirá (Catedral de Sal). A cidade é fantástica: além de propocionar uma experiência gastronômica única, o povo é extremamente gentil e educado. É recomendável evitar pegar táxi na rua; somente os de confiança do hotel ou então um motorista particular.


View Restaurantes em Bogotá in a larger map

Entre os restaurantes indico:

El Bandido Bistro: um dos mais disputados da cidade, precisa reservar com antecedência;

Di Lucca: restaurante italiano bem localizado e com bons preços;

Céntrico: localizado na cobertura do antigo Hotel Hilton, é restaurante e depois se transforma em balada;

Andrés Carnes de Res: em Chia. É uma atração da região e a festa à noite é ótima. Oferecem táxi para levar de volta para Bogotá e até mesmo motorista para veículo próprio para quem bebe demais. O prato ajiaco, espécie de sopa de batatas, frango e milho que depois se acrescenta abacate, arroz e creme de leite, é imperdível.

Obrigada, Cândice!

Queremos saber de você: vamos engrossar essa lista? Quais as suas indicações de restaurantes e bares em Bogotá? Aos comentários!

Leia mais:

14 comentários

Luiz Chaves
Luiz ChavesPermalinkResponder

O Andres Carne de Res de Bogotá (Zona T) também é excelente. Tem quatro ambientes (Inferno, Terra, Purgatório e Céu) com artistas apresentando shows com interação dos presentes. A comida e o serviço são excelentes. Maravilhoso. Recomendo também o Crepes & Waffles no Parque 93 com comida simples, barata e boa. O El Corral serve uma carnes excelentes com excelente custo benefício (Parque 93). O restaurante Santa Clara no Cerro Montserrat, com comidas típicas colombianas é excelente e com uma belíssima vista. O Pesquero Jamillo no Parque 93 tem excelentes peixes, bacalhau (também é peixe) e frutos do mar. Bom apetite!!!

Carla
CarlaPermalinkResponder

Estivemos em Bogotá na última semana de setembro, e deixo aqui também as minhas dicas de restaurantes:

- Agadon Bar Burger: um misto de restaurante e hamburgueria, situado exatamente em frente ao Sofitel Victoria Regia, na Zona Rosa, na mesma rua do Di Lucca;

- Di Lucca: bem como disse a Cândice, bem localizado e com bons preços; por essa razão, fica bem cheio nas noites de final de semana - é bom chegar cedo!

- Astrid y Gastón: o clássico dos clássicos da cozinha peruana faz bonito em Bogotá; não tem o charme da matriz limenha (nem o maravilhoso menu degustação, nem os preços quase irrisórios...), mas não perde em nada para as filiais de Santiago e Buenos Aires. (Uma observação: os pratos têm bom preço para o que são, mas tomei ali o pisco sour mais caro de toda a minha vida... lol ) O JB escreveu um post especial sobre o restaurante: http://jbtravel.wordpress.com/2012/08/12/fotograma-bogota-uma-ida-ao-astrid-y-gaston/

- Daniel Dine & Wine: na Zona Gourmet, próximo ao Hilton Bogotá; lindo restaurante com vários ambientes diferentes, inclusive um bar com motivos náuticos e uma biblioteca.

Carla
CarlaPermalinkResponder

O site do Daniel Dine & Wine: http://daniel.com.co/winendine/

Carla
CarlaPermalinkResponder

Ah, esqueci de mencionar o Café La Manzana, dentro do Museo Botero - é simples mas correto, e um ótimo quebra-galho para um dia de passeio por La Candelaria!

Dionisio
DionisioPermalinkResponder

Via Maria, na Zona Rosa, mais especificamente na Zona T.

Lúcia
LúciaPermalinkResponder

Tem uma rede de restaurantes Crepes & Waffles, espalhados por toda a Colombia excelentes, preços ótimos e bastante variedade. Tem até em Cartagena e San Andres, vale a pena experimentar.

Germano JS
Germano JSPermalinkResponder

Para quem quer algo típico mesmo, existem alguns pequenos restaurantes simples, mas limpos e autênticos, ao lado da catedral, na rua do Centro Comercial Gabriel García Márquez, que servem pratos colombianos, como o ajiaco santafereño, os tamales, o arequipe (doce de leite), pratos com feijão, chocolate quente com queijo, quem procura um mergulho na culinária local irá encontrar ali.

Já quem gosta de comida de rua, junto à feirinha que existe junto ao santuário de Monseratte há várias bancas que servem essa espécie de junk food totalmente roots. Eu adoro.

Quem quer algo mais refinado, ao lado do Centro Comercial Andina fica uma unidade da Bogotá Beer Company, uma microcervejaria que produz excelentes cervejas.

Por fim, se alguém exagerar, a rede de fast food El Corral oferece um salada chamada Ensalada Chicana, que é muito gostosa e alivia a consciência pesada dos glutões.

Sebastião Castro

Vou também dar o meu pitaco nesta relação. Estive em Bogotá no último mes de outubro e acrescentaria o restaurante San Isidro, no Cerro de Montserrat, situado a tres mil metros de altura e com uma vista espetacular e ótimos pratos de carne e uma carta de vinhos de primeira com preços justos. Imperdível.

Mariana Silveira

Complementando a dica do Germano JS, recomendo, na rua do Centro Cultural Garcia Marquez, o "La Puerta Falsa", um restaurante pequenino, mas muito especial, já que funciona desde o século XIX. É legal para um lanche a tarde (recomendo o tamal ou um agua de panela completo).

E no tópico comida de rua, recomendo comer arepa com queijo e tomar uma aromática (chá) no fim da tarde. Têm algumas opções no centro, próximo ao Museo del Oro. Os sucos das frutas colombianas também são maravilhosos!

Um restaurante IMPERDÍVEL, no centro da cidade, em Las Aguas: La Casa Vieja (aceita reserva; fica aberto até as 16:00)! Deliciosas comidas típicas colombianas! Recomendo o ajiaco que é incrível!!!! Não é muito grande e por isso mesmo é muito agradável. Tem outra unidade em Usaquém.

Mariana Silveira

Outro restaurante no centro de Bogotá IMPERDÍVEL: El Envigadeño (Calle 23, número 5-19): comida típica paisa (da região de Antioquia, cuja capital é Medellin).

Mauro
MauroPermalinkResponder

Restaurante Gato Negro no Paseo de La 93, perto da Zona Rosa e o restaurante do Hotel El Convento, no Centro, perto do Museu Botero.

nedjma
nedjmaPermalinkResponder

- O Donostia (espanhol)foi inesquecível...
- O Mamá Lupe (La Candelária), para comer pratos típicos (fiquei surpresa com as comidas pesadíssimas que se servem no café da manhã, é quase um sertão do Nordeste, hehhe)
-Um cafofo atrás da universidad catolica (nocaminho pra subir o cerro), que vende salgados típicos incríveis e baratos
- o Andres Carne de Res , na volta de Zipaquirá, é essencial.uma das melhores carnes da vida.

Taiza
TaizaPermalinkResponder

Também indico o Andres Carne de Res da Zona T. Me parece que o acesso é mais fácil para quem está hospedado em Bogotá. Eu amei a experiência, o preço é barato levando em conta que é um lugar diferente, se comparado aos preços de restaurantes brasileiros. Gostei muito de Bogotá, e quando voltar, visitarei também os demais restaurantes indicados aqui.

Anderson Alves

Anders DC, na Zona T
Mama Lupe e/ou La Puerta Falsa muito tradicionais para comer o mais tipico Colombiano
Wok ou Sr. Choo se gostam de chinesa, Na Zona T
Sopas de la Mama y Postres de la Abuela para as noites frias
El Corral pra conhecer como os Bogotanos comem hamburguer
La Mar pra ver as diferencas com Sao Paulo e Peru
Bistronomy by Rausch en Usaquen para um toque frances

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar