Leitores relatam problemas com o VTM do Banco do Brasil

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Moedas

As reclamações vinham pipocando há algum tempo. Leitores se queixando que seus VTMs emitidos pelo Banco do Brasil não eram aceitos no comércio ou então eram engolidos na hora de fazer saque.

O problema de aceitação é comum a VTMs que não têm o nome impresso. Muitas lojas, sobretudo na Espanha, exigem documento de identificação para comparar com o nome do cartão. E sem nome no cartão, como comparar?

Já o engolimento do cartão pelos caixas automáticos parece ter a ver com a falta de chip. Só que há outros VTMs sem chip no mercado, que não parecem dar problema como o do BB. (Fui verificar o meu próprio VTM e vi que não tem chip; sempre saquei normalmente, tanto na Europa quanto nos Estados Unidos.)

Anteontem a leitora Mariana Nissen publicou este longo comentário na nossa página do Facebook. É um relato que ela está compatilhando em outros blogs e mídias sociais. Está tão bem escrito e embasado, que não dá para não tranformar em post:

Comprei euros através do serviço Visa Travel Money do Banco do Brasil acreditando na propaganda do funcionário que dizia ser essa a forma mais eficaz e segura de levar dinheiro para a Europa. No entanto, o cartão NÃO funciona na Espanha e me sinto agora refém do Banco do Brasil, com mais de 3.500 euros que não posso gastar, nem sacar.

1. Não é possível sacar dinheiro com o cartão. O meu cartão principal e o reserva ficaram retidos em caixas eletrônicos. Me queixei com o Banco do Brasil em Madri, e, excepcionalmente, me deram outros dois cartões, já que a central de atendimento disse que demoraria 21 dias para enviá-los e o Banco do Brasil confirmou que esse é um problema freqüente na Espanha. No entanto, ao tentar usar um desses cartões para saque, novamente o caixa eletrônico engoliu o cartão. A atendente da Central de Atendimento do Banco do Brasil me explicou que isso acontece porque alguns caixas eletrônicos não reconhecem os cartões sem chip. Por que então o Visa Travel Money do Banco do Brasil não tem chip? E como faço para me certificar que posso tirar o dinheiro e não ficar sem cartão e dinheiro novamente?

Solicitei ajudar para localizar um banco e/ou fazer um saque emergencial, para tirar o dinheiro pré-pago, ou seja, dinheiro meu, já adquirido. Mas o Banco do Brasil e o Visa dizem que não podem me ajudar. Que o meu papel é educar as lojas na Espanha sobre esse novo produto e as suas vantagens. Sinto muito, mas não estou aqui para educar ninguém, e muito menos atuar como embaixadora de empresas tão importantes como Visa e Banco do Brasil. Tudo o que eu quero é ter em mãos o meu dinheiro.

2. As lojas não aceitam porque não aparece nenhum nome de cliente no cartão, e na Espanha todos checam a identidade do cliente antes de finalizar a compra com cartão. Se insistir, ameaçam chamar os seguranças. Para evitar esse problema bastaria imprimir o nome do cliente no cartão.

3. Nas poucas vezes que aceitaram, depois de certa insistência, a máquina não solicita o pin. Ou seja, não existe nenhum tipo de segurança extra, tal como o Banco do Brasil vende. Por que o Visa Travel Money do Banco do Brasil não tem chip, não sei. Solucionaria também o seu uso em qualquer ATM com bandeira Plus, e não apenas em alguns, aleatórios, como ocorre no momento.

4. Me dão como solução estornar o dinheiro para a minha conta corrente, sendo que comprei o euro a 2.81 e querem me devolver a 2.54. Ou seja, não é uma solução, principalmente porque continuo na Espanha e necessito euros, não reais.

Resultado, estou na Espanha, com um saldo de mais de 3.500 euros no Travel Money, mas sem poder comprar ou retirar dinheiro com dito cartão. O Banco do Brasil e o Visa se negam a ajudar no meu caso, dizendo que não tem registro de outro procedimento. Tenho um bebê de sete meses, contas para pagar, dinheiro economizado, mas retido agora por um cartão inútil.

Tudo o que eu peço é uma indicação clara de como eu posso sacar todo o meu dinheiro e deixar para sempre de contar com o Visa Travel Money do Banco do Brasil, já que o serviço não funciona na Espanha.

Mais problemas com o VTM do Banco do Brasil na Europa

O Viaje na Viagem alerta: procure comprar VTM com nome impresso e chip. Sempre pergunte à sua corretora sobre a possibilidade de gravar o nome e sobre a disponibilidade de cartões com chip.

Volto a lembrar também a inconveniência de depender 100% de um único meio de pagamento. Todos podem dar chabu. Dinheiro pode ser perdido, cartões podem ter problema de rede ou senha, e você pode precisar de mais dinheiro do que levou. Leve um pouco de dinheiro vivo, habilite o cartão da sua conta bancária para saques internacionais, leve um VTM e um cartão de crédito em qualquer viagem.

Leia mais:

287 comentários

Daniel M Domingues

Sou cliente do Banco do Brasil, mas sempre que viajo para o exterior uso os VTM do Banco Rendimento. Creio que seja a empresa que mais emite cartões VTM no Brasil e nunca tive ou soube de problemas.

Rosa Bsb
Rosa BsbPermalinkResponder

VTM 2.

silvia
silviaPermalinkResponder

Daniel
Tambem uso o VTM do banco rendimento . Mas não tem o nome impresso e isso ja me causou problemas .
Acho que todos deveriam ter o nome impresso , é o minimo para o estabelecimento identificar o cliente.

Fabio R.
Fabio R.PermalinkResponder

Também sou cliente BB, mas sempre viajo com VTM do Banco Rendimento, idem ao Daniel. Principalmente pela absurda taxa que o BB cobra para carregar o cartão. O VTM do Rendimento comigo funcionou 100% na Europa, e recentemente usei um em NYC, também sem problemas, com a ressalva de que em algumas lojas pediam identificação (o que é inútil, pois o cartão não tem nome), nesse caso eu apenas explicava se tratar de um cartão VTM e então eles aceitavam numa boa (e aqui fica super-exposto o problema da segurança).

carolina
carolinaPermalinkResponder

Agora fiquei assustada. Viajo semana que vem para passar 15 dias na Espanha e fiz o cartão VTM do Banco do Brasil. Realmente o cartão não tem nenhuma identificação nem chip. Será que teremos problemas?

Cris
CrisPermalinkResponder

Sim,terá problemas na Espanha!!! Cuida!! Viajamos eu e minha filha para Espanha no final de 2011 até fevereiro de 2012. Foi terrível!! Ficamos sem dinheiro tendo 2500 euros no cartão e não podíamos usar, nosso cartão foi engolido em uma ATM de um banco, conseguimos recuperá-lo, o Banco do Brasil de Madri ofereceu um péssimo serviço, não ajudou em nada. Liguei reclamando para o Banco do Brasil no nosso país e nos informaram que não bastava máquina com a bandeira visa para retirar dinheiro, tinha de ser PLUS. Minha irmã emprestou dinheiro para podermos sobreviver até que conseguimos achar caixa que funcionava. UM HORROR E PORCARIA DE BANCO QUE OFERECE UM SERVIÇO PORCO PARA VISA TRAVEL MONEY!! Mas em geral, gosto do Banco do Brasil!

Juliana Lucena

Em junho de 2012, fiz compras com o VTM do BB em Barcelona, porém, sempre era necessário mostrar algum documento de identificação. Ainda bem que não tentei sacar dinheiro com ele, pois não fui informada de tal problema.

Há histórico de problemas nos EUAs também? Infelizmente, já fiz meu cartão de dólares.

Amaro - Recife

Juliana,

Eu usei o VTM do BB ano passado nos EUA e não tive problemas. Mas não utilizei a função saque, só compras.

Jorge
JorgePermalinkResponder

Eu também usei o VTM 2 vezes nos EUA, em 2011 e 2012, somente para compras, e não tive problema.

Juliana Lucena

Obrigada pelas respostas. Fico mais aliviada. Porém, na dúvida, vou utilizar o meu só para compras. Vai que...

Mauricio
MauricioPermalinkResponder

Juliana, acho que a responsabilidade é da VISA e não do Banco do Brasil. A gente tem uma pré-disposição de condenar os bancos aqui, que é quem deve dar o suporte, a venda, mas a empresa-vilã aí é a VISA.

É como gritar com o atendente quando o sistema cai ...

Sandra Rezende

Passei pelo mesmo problema na Espanha (um pouco mais ligth que o caso da Mariana). Na verdade somente não aceitaram o cartão na Fnac e em um restaurante, mas em todos os outros estabelecimentos eles ficavam extremamente desconfiados, questionavam a falta de nome no cartão, pediam o passaporte e quando viam que não tinham como comparar o nome (pela falta da impressão no cartão) vacilavam entre aceitar ou não. A sorte foi que no meu caso eu argumentava e eles acabavam aceitando, mas era um transtorno. Que fique o registro e que o Banco do Brasil/Visa resolvam este problema que pode causar sérios danos ao consumidor.

Andrea
AndreaPermalinkResponder

Viajei para Orlando ano passado em julho e usei o meu cartão emitido pelo banco do Brasil e não tive problema em nenhuma das lojas , e usei muitas vezes em várias lojas pois fiz muitas compras , o único problema foi que em um determinado dia de compras depois de passa-lo muitas vezes ele não queria mais passar, mas isso já era de noite e no outro dia ele voltou a funcionar normalmente. Acho que só pediram documento uma ou 2 vezes, só achei estranha aquela assinatura que eu fazia qualquer rabisco e ele passava.

Lívia
LíviaPermalinkResponder

Me desculpem, mas só viajo com dinheiro na mão. Numa bolsinha, devidamente atada à minha cintura, por baixo da calça ccomprida. Para eu perder esse dinheiro vai ser preciso que eu seja assaltada, sequestrada ou sofrer um atentado. Levo cartão de crédito como plano B, mas nunca uso. Volto prá casa sem nenhuma dívida. Nunca tive problemas. Apesar de ler desde sempre que isso não é recomendável, tenho certeza de que é o melhor prá mim. Pelo menos não passo raiva nem constrangimentos.

Camila
CamilaPermalinkResponder

Tb não acho essa uma má tática. Também evito usar cartão pq gosto de já viajar com tudo pago.
Ano passado consegui euro mais barato em espécie que em VTM e, claro, levei todo o euro em espécie.

Camila
CamilaPermalinkResponder

Complementando, na mesma viagem usei VTM da Travelex em libra em Londres. Apesar de não ter meu nome impresso (diz "Currency Card"), tem chip, e foi aceito em todos os locais.

Fabio R.
Fabio R.PermalinkResponder

Sinceramente, não acho que por estarem havendo problemas com o VTM do BB, que os VTM não sejam recomendados. Não vamos generalizar.

Alexandre Costa

Também, tive alguns problemas com o VTM do Banco no Brasil na Espanha por conta da falta de chip ou nome impresso. Somente em local, em Barcelona, não aceitaram. Nos demais, argumentava e conseguia utilizar. Em Portugal, não houve problemas, pois sempre pediam senha e/ou assinatura e comparavam esta com o passaporte. O ideal será o BB trocar os cartões por unidades com chip, afinal o Banco Rendimento oferece o mesmo serviço com chip.

Aguinaldo Severino

O Brasil não é para amadores. Que várzea! Que desserviço!

Wanessa
WanessaPermalinkResponder

Não tinha lido esses comentários aqui e já recarreguei o meu cartão do BB para a próxima viagem... O VTM é minha forma preferida de levar dinheiro para o exterior. Já passei pelo problema de tentar usar a função débito do cartão múltiplo e a operação acabar registrada como de crédito, por isso, não gosto dessa opção, mas acho que vou solicitar um cartão só de débito pra ver se funciona dessa vez.

Sobre o VTM do BB, usei na Espanha (como aconteceu com a Sandra, só não foi aceito na FNAC), Rússia, Portugal, França e Estados Unidos. Mesmo assim, agora vou me informar bem sobre o que devo fazer se der problema durante a próxima viagem.

Silvia Andrade

Tive problemas 2 vezes em viagens diferentes para a Argentina. Cartão preso em máquinas de saque eletrônico e não recuperados. Aborrecimento em ter que ligar e cancelar. Para repor tive que pagar R$ 10,00 e carreguei com pouco dinheiro pois não confio mais nele. Na próxima vou comprar de uma outra empresa ou então volto a usar os pré-históricos travelers cheques.

Erika BSB
Erika BSBPermalinkResponder

Já usei o VTM do BB numa viagem à Itália e não tive problemas tão graves mas sempre estranhei o fato de não pedirem senha para comprar. Em nenhuma loja que fui, a senha foi solicitada. Isso me deu muita insegurança e, por isso, meu marido e eu optamos por gastar logo o dinheiro do cartão no início da viagem.No restante dos dias, optamos pelo dinheiro e pelo cartão de crédito. No ano passado, levei para os EUA o cartão Amex do Bradesco (fizemos o teste para ver se com a troca de bandeira e de banco seria diferente) e o cenário se repetiu. Não solicitaram a senha para nada. E não há o nome do cliente no cartão pré-pago também.
Ou seja, nos dois casos, fica muito inseguro pois qualquer um que achar ou roubar o cartão em acesso ao dinheiro depositado para fazer compras. Agora, só viajo com cartão de crédito e dinheiro bem guardado.

Maura
MauraPermalinkResponder

Erika, em Portugal,no mesmo país e com mesmo cartão, dependia do estabelecimento. Às vezes eu passava e pedia a senha outros lugares só passava o cartao e ja faturava, como eram os cartões de credito antes.

Fernando Sevá

Comandante Riq!

Um desastre o atendimento do BB no transtorno dos cartões...

O meu cartão da conta corrente do BB em viagem recente ao Perú, não funcionou nem na função Saque nem no Débito, mesmo tendo sido perfeitamente habilitado como nas outras viagens.

Não adiantava tentar sacar na rede Visa, Visa Plus, Caixas Múltiplos ou mesmo em Agências Bancárias das Cidades de Puerto Maldonado e de Cusco.

Quando usava função débito (com IOF de 0,38%) o comprovante saía confirmando em débito, mas pasmem ao ver a fatura todas as compras em débito foram processadas em crédito (6,38% do IOF)na fatura.

Mais de uma semana e o gerente da minha conta ainda não achou solução pras compras e nem a resposta para a função saque não ter funcionado.

Um péssimo Banco para viajantes.

HOSANA
HOSANAPermalinkResponder

Fernando,
Essa questão de cartão com as duas funções(débito e crédito), não é um problema exclusivo do BB e sim da rede Visa. Faça um cartão Visa Electron para utilizar no exterior apenas a função débito e mantenha o outro para utilizar a função crédito. Já ouvi dizer que o Cartão Mastercard não dá esse problema.
Fiz o Visa electron do BB e já utilizei na Europa e nos EUA sem qualquer problema pra débitos ou saques.
Para evitar problemas, aconselho fazer o mesmo em sua próxima viagem.
Já o Bradesco, não adianta tentar usar o cartão exclusivo de débito para compras. Ele só funciona para saques! Meu marido levou o dele e teve uma grande decepção ao tentar usá-lo em diversas lojas e o pior é que nem os atendendentes sabem explicar, dizem apenas que está liberado para uso no exterior. Só descobriu o problema depois do quinto telefonema para a central de atendimento.

Amannda Ferreira

Isso mesmo Hosana, o Mastercard não dá esse problema. Viajei em dezembro de 2011 para Aruba e usei a função débito do meu cartão da conta corrente e deu tudo certo. Eu só falava que tinha que passar na máquina de débito deles em moeda local. Dai fez a conversão para o dólar e descontou o IOF de 0,38%.

Fernando Sevá

Oi Hossana!

Então, o problema é que este gargalo débito/crédito no Visa não é uma constante, explico:

- O da minha namorado, funcionou normal nas duas funções
- O meu mesmo já havia funcionado em outros países (EUA, França, Portugal, Bolívia, Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai)

De qualquer modo vou seguir o seu conselho e emitir um apenas de débito pra não ter mais tanta raiva

Luis Henrique
Luis HenriquePermalinkResponder

Passei pelo mesmo problema. Sou cliente e tenho cartões BB Platinum múltiplos Visa e Mastercard e NUNCA consegui utilizar a função débito no exterior, mesmo tendo desbloqueado essa função diretamente com minha gerente.

O comprovante pode até vir como "visa electron" quando você paga, mas você terá uma péssima surpresa quando chegar a fatura: todas as compras que fiz em débito foram "jogadas" para crédito, e tive que arcar com o custo do IOF de 6,38%. Péssimo.

Gabriela
GabrielaPermalinkResponder

Já utilizei o VTM do Banco do Brasil em duas viagens, e nunca tive problema. Ano passado fui para barcelona e utilizei ele em diversos estabelecimentos sem nenhum estresse. Apenas na FNAC questionaram o cartão não ter o nome impresso, mas aceitaram sem problemas.

Lucas Welter
Lucas WelterPermalinkResponder

Alguns países tem restrições adicionais para usar cartões do Banco do Brasil. Meu gerente do BB comentou que Australia e Peru estão nesta lista. Tem que pedir uma autorização extra ou pode ter problemas. descobri isso ao ter problemas no Peru faz alguns anos. Fui resgatado pelo bom e velho Amex.

Maura
MauraPermalinkResponder

O VTM do banco Rendimento tambem nao tem nome nem chip - pelo menos os meus nunca tiveram! Em Portugal todo mundo aceitou e em Roma tambem. Alguns lugares de Londres nao aceitaram e em Madrid e Barcelona só consegui usar no Carrefour e mesmo assim as atendentes me olhavam estrano, inclusive uma delas me falou para assinar atras do cartao igual ao passaporte, caso pedisse pra confirmar, pelo menos ela tinha visto a assinatura. Isso foi ano passado, nao sei como está agora! O atendimento do Rendimento é ótimo, tanto pelo telefone quanto email, mas pra próxima vou providenciar um com chip pra nao ficar com aquele frio na barriga na hora de pagar!

Maura
MauraPermalinkResponder

Gabriela, na FNAC de barcelona eu nao consegui usar de jeito nenhum! Nao tinha meu nome e eles nao aceitaram! Briguei, reclamei, xinguei e nada...

Débora Leite
Débora LeitePermalinkResponder

Pois, entao eu nao sou a única a sofrer com o BB.. estou na Irlanda e meu cartão ja foi engolido em um ATM.. Liguei para o banco e cancelei o cartão passando a usar o reserva. Em uma ligação para fazer a recarga do mesmo, fiquei 28minutos para ser atendida (lembrando que gastei o meu crédito do celular para tal ligação, uma vez que o número 0800 nao funciona aqui) e quase ao final da recarga, caiu a ligação! Tentei entrar novamente em contato com a agencia, mas agora a minha senha de acesso está bloqueada e nao consigo nem saber meu saldo pelo telefone ou pela Internet. Ligando para a agência da minha cidade no Brasil, a gerente disse que nao pode resolver nada sobre isso. Agora nao posso recarregar o cartão, nem fazer saque! Complicado esse banco, viu.... ja nao sei mais o que fazer, só Deus!

Lili-CE
Lili-CEPermalinkResponder

Que porcaria! Tenho VTM da Confidence, nunca tive problema. Mas, percebi, na última viagem, que as compras estavam sendo autorizadas sem que digitássemos o PIN (o cartão possui chip) e ficamos um pouco inseguros. Isso foi em Londres e Paris. Vou em breve para os EUA e vou testar a carteira de estudante da STB que tem chip e pode ser carregada em dólar, p/ saques mediante PIN. Essa é Mastercard. O bom é que tem foto e nome.

Sonia Barreto
Sonia BarretoPermalinkResponder

Minha filha usou na África do Sul sem problema algum. Fiquei preocupada agora pois carreguei com dólar e vou para Londres. Algum sabe me informar se consigo usar em Londres sem problema?

Maura
MauraPermalinkResponder

O meu do Rendimento estava carregado com euros e eu passei em Londres sem problemas, ele convertia. Acredito que todos sejam assim!

RABUGENTO
RABUGENTOPermalinkResponder

Nunca usei VTM mas pelo visto esse problema na Espanha deva ser algum preconceito contra os brasileiros.

Hoje muitos deles querem vir para cá por causa da situação que passam mas nunca foram educados ou tiveram boa vontade em resolver problemas.

Vi algumas declarações acima dizendo que o cartão só não foi aceito porque não tinha o nome de seu portador. Bastaria passar o cartão que receberiam. Isso tudo foi má vontade mesmo.

Já o saque nas máquinas deve ser boicote do Santander. wink

Tulio
TulioPermalinkResponder

Estive entre os dias 09/02/2013 e 20/02/2013 e tive o mesmo problema com o cartão VISA TRAVEL MONEY BANCO DO BRASIL - EURO.
Não se consegue fazer saques nem em PORTUGAL, nem na ESPANHA.
Como em Portugal somente foi um dia, fiquei esparançoso que na Espanha eu poderia sacar o MEU dinheiro.
Nada feito. Os caixas eletrônicos entendiam como se fosse fraude, ficavam com um faixa vermelha e mostrava um aviso que o caixa estave fora do ar. Logo depois, ainda em outrro caixa eletronico, tive um dos cart~eos engolidos pela máquina e ainda ficou tocando um alarme e todo mundo ao redor olhando para mim. Me senti um estelionatário tentando burlar a máquina, UM ABSURDO!!!!
Como tinha um cartão de reserva e que se eu usasse bloquearia o outro, logo no TAXI, consegui fazer o pagamento da corrida no cartão reserva e pensei ter o cartão que estava retido na máquina bloqueado.
Estive na agência do Banco do Brasil em Madri para relatar o problema e o Banco do Brasil já tinha conhecimento do problema e a gerente disse que em lugar NENHUM da Espanha eu iria poder sacar o dinheiro em espécie com este cartão, inclusive na própria agência do BANCO DO BRASIL.
Isto segundo os funcionários do Banco do Brasil, por o artão ser muito fino, sem chip e um pouco transparente.
Tentamos fazer um novo cartão, sem sucesso, porque o cartão que estava retido na máquina NÃO APARECIA COMO BLOQUEADO, apesar de eu já ter usado no taxi o reserva. E também ela não garantia que os novos cartões que ela iria fazer na agência, iriam funcionar. Como eu tinha que pegar o trem para Barcelona ndentro de duas horas, não iria dar tempo e a solução seria, como eu sou cliente do BB, sacar o dinheiro da miha prórpia conta, com o cartão que uso normalmente no Brasil. Já pensou, eu com o dinheiro no cartão TRAVEL MONEY e ter que sacar da minha conta corrente para poder pegar o dinheiro em espécie. Como eu estava sem EFETIVO, como eles chamam na Espanha o dinheiro em espécie, optei por sacar na agência do Banco do Brasil. Aí a funcionária pediu para preencher um formulário para autorizar o saque na minha conta. Fiquei transtornado! Como eu com o meu cartão do Banco, que pode fazer saque em qualquer caixa eletrônico de rua, não poderia fazer na própria agência do Banco do Brasil. ME recusei a preencher o formulário e NÃO PUDE SACAR na agÊncia na minha própria conta corrente. UM ABSURDO! Sai da agência e na próxima esquina consegui tirar o dinheiro num caixa eletrôncio de rua.
Quanto a fazer compras, o cartão TRAVEL MONEY VISA BB -EURO, passou em 40% dos locais que tentei. Já avisava ao caixa que poderia dar problema para não passar vergonha maior. Muitos estabelecimentos não aceitavam porque não tinha o nome gravado. Outros as compras não eram autorizadas pela instituição, principalmente no EL CORTE INGLÊS e no CARREFOUR.
Estive no EUA em Novembro passado e o cartão em DOLAR (verde), apesar ser semelhante ao do EURO, funcionou normal.

HOSANA
HOSANAPermalinkResponder

Túlio,
Fui à Lisboa e Madri no ano passado e utilizei meu VTM do BB sem problemas.
Me lembro de ter sacado no caixa eletrônico do BB que fica na Marquês de Pombal em Lisboa e tb em um caixa de outro banco perto da Puerta del Sol em Madri.
Só não consegui passar o VTM na FNAC de Lisboa. Mas não foi por não ter nome, apenas a máquina não aceitou.
Será que o problema é recente ou dei sorte?
De qualquer forma ainda acredito que a melhor opção é o cartão de débito do próprio banco.
Sai o dinheiro da sua conta na cotação do dia com IOF de 0,38%.

Paula roberta
Paula robertaPermalinkResponder

Passei pela mesma situação em Roma! A unica solução foi ir na agencia do BB que tem lá e saquei com a atendente! Mas tive que pagar 12 euros pelo saque! Ou era isso ou eu ficaria sem dinheiro, depois de procurar por 5 dias um banco para sacar e o cartao ser engolido todas as vezes pela maquina do banco!

Rodrigo Aver
Rodrigo AverPermalinkResponder

Qual emissor de VTM ou similar (travel money) fornece cartão com Chip? Recentemente adquiri um do banco Rendimento, e não tinha chip.

Lili-CE (@lilianesonsol)

O da Confidence tem chip.

GABRIELA
GABRIELAPermalinkResponder

Confidence.

Patricia Luck
Patricia LuckPermalinkResponder

Nunca usei nenhum VTM. Levo uma parte em dinheiro e cartão de credito. Gosto da segurança (e dos pontos) que o cartão me dá, só não gosto do IOF, é claro. Sempre habilitei meus cartões para credito e saque em conta corrente, mas essa ultima função só consegui usar 2 vezes, na Alemanha. Os demais saques caíram como credito e a gerente me devolveu as taxas de saque (mas nao o maldito IOF). Complicado...se correr o bicho pega, se ficar o bicho come. Em viagens a gente se &$@? mas se diverte....

Lucas
LucasPermalinkResponder

O único VTM que emite cartões com o nome do cliente e tem chip é o VTM Platinum do banco rendimento. Ñ sei se tem em euros, mas tem em dólares e requer a recarga de um mínimo de USD 2.500,00 para sua emissão.

Bancos que possuem cartões múltiplos (debito + credito), sempre dão esse tipo de problema. O ideal é levar um cartão que seja só de débito. HSBC e Itaú tem esse produto. BB, por sua vez, lança a operação sempre no credito, mesmo que vc ache que esta efetuando no debito. E isso ocorre pq tanto o BB, como a CEF, nao utilizam a função debito no exterior. A CEF, ao menos, avisa os clientes sobre isso, o que nao ocorre no BB.

Realmente, nos EUA, ñ pedem senha para nada, ñ apenas no VTM, mas, tb, em qq cartão de credito. É o "modus operandi" deles. O problema lá, é que eles só utilizam cartão de credito e nao sabem, muitas vezes, o que é cartão de debito. Para abastecer o carro, por exemplo, é cash ou credito na bomba; se quiser debito, tem que pagar previamente no interior da conveniência. E mesmo no cartão de debito é raro vc ter que utilizar senha.

Qdo vi que meus cartões de debito ( Citi e HSBC) nao funcionavam no debito (nao são cartões múltiplos), descobri, com atendente da Apple, que dava para dar um gato e passar no credito que, pasmen, funcionava sem nem mesmo ter essa função. Detalhe: sem senha, só assinatura e com IOF de debito, 0,38%.

Ou seja, é debito mas que para eles funciona como credito.

Em geral em minhas viagens ao exterior levo um pouco de cash local, cartões de debito e credito habilitados e, em alguns casos, real.

Uma dica legal para os EUA e que poucas pessoas sabem é que o Citi no Brasil ñ cobra tarifas por 3 meses o que permite ir viajar, retornar e encerrar a conta, utilizando o cartao de debito (às vezes na função "credito"), com seu nome grafado e com chip, tal qual no Brasil.

Abraços,

André T.
André T.PermalinkResponder

o VTM da Confidence Cambio vem com o nome impresso e tem chip. Já usei em euro e em dólar, nunca tive problemas.

Já tive problemas em 2011, justamente na Espanha, com um VTM do Banco Rendimento (que, assim como o VTM do BB, não vem com o nome nem tem chip - pelo menos naquela época). Não consegui fazer compras no El Corte Inglês, justamente porque não podiam identificar se eu era mesmo o "dono" do cartão.

Ressabiado, depois dessa experiência emiti os cartões pela Confidence nas minhas viagens seguintes.

Maura
MauraPermalinkResponder

O VTM da Cash Passport que é emitido por algumas agências e é da MASTERCARD tem chip e nome da pessoa e funciona muito bem! Foi aceito em todos os lugares e lojas e quando a minha sogra depositava, em menos de 24h entrava o dinheiro no cartão do meu namorado. É superbom!

Erika - Próxima Trip

Lucas, sua informação não está correta. Acabo de retornar de Miami e fiz compras com cartão Visa (infinite) e Mastercard (Black) tanto no crédito, quanto no débito, ambos emitidos pelo BB. O que acontecia sempre nos shoppings em Miami é o vendedor perguntando debit or credit, a escolha para débito ou crédito ficava a meu critério.

Eu pessoalmente, não gosto de VTM, sempre levo um pouco de dinheiro em espécie e cartões de crédito de bandeiras diferentes.

Paulo
PauloPermalinkResponder

Alguém acima disse que o VTM do BB não funciona na Austrália. Mas funciona sim, tanto no comércio como nas ATMs. Venho utilizando sem problemas esse cartão há vários meses em diversas cidades da Austrália. Para valores menores que 35 dólares ele não pede PIN mesmo; só para somas maiores.

Robson
RobsonPermalinkResponder

Em pleno século XXI é triste ler um comentário desses!
Em viagem recente à Europa (Londres, Paris e Barcelona), usei o cartão de débito VTM do Banco Rendimento e não tive problema algum!
Recomendo a todos!!

Robson / Atibaia-SP

helena
helenaPermalinkResponder

Há uns 6 meses meu cartão do BB VTM foi engolido pela máquina na Croácia, e na mesma viagem o da minha amiga na Hungria, depois presenciamos o mesmo caso de um senhor na República Theca.
Em Budapeste fomos ao BB e nos informaram que essa reclamação acontece constantemente.
Sorte que havíamos levado dinheiro em espécie.

Carlos Gouveia

Tenho usado os cartões Travelex MasterCard (concorrentes da Visa VTM) emitidos pelo Banco Paulista com chip, mas sem nome. No ano passado, em diferentes ocasiões, usei na Inglaterra (cartão em libras) e na França, Itália e Espanha (cartão em euros) e nunca tive nenhum tipo de problema. Acabei de emitir um desses cartões em dólares, pois vou aos EUA no fim de março, mas antes tenho uma viagem curta para a Colômbia na qual farei o teste. Se houver algum problema, volto para relatá-lo. Boa sorte e boas viagens a todos.

Rosa Bsb
Rosa BsbPermalinkResponder

Post de utilidade pública. Estava pensando em comprar VTM BB para minha viagem à Punta Cana. Já decidi ficar com o VTM do Banco Rendimento. O que eu considero mais irritante é a falta de boa vontade das CNPJ pra resolver um problema que não é do cliente.
Eles são ótimos na hora de vender, depois dane-se. Não vejo nada relacionado à preconceito com brasileiros: quem é que não quer dinheiro?

Hermann
HermannPermalinkResponder

Para COMPRAS (mercadorias) a maioria dos estabelecimentos não aceitará caso o valor da venda ultrapasse um determinado valor (isso varia MUITO, e é aleatório conforme a política da própria loja).
As lojas da Apple **NÃO** aceitam o VTM (ou TMC - Travel Money Card American Express ou ainda AMEX GlobalTravel Card). Elas exigem um cartão com nome impresso. Isso aconteceu comigo há alguns meses, e eu tive que pagar com o cartão de crédito tradicional. Via de regra, qualquer compra de produtos eletrônicos acima de US$ 100 causará problemas.
Outro lugar que NÃO ACEITA o cartão VTM sem nome são as locadoras de carros nos EUA.

O Banco Rendimento oferece um cartão pré-pago Platinum, com chip e nome impresso. Isso ajuda em lojas que não aceitam cartões sem nome impresso. As condições de emissão são diferentes (no quesito recarga), mas provavelmente será fácil você atingí-las.

Nathalia
NathaliaPermalinkResponder

Assunto mais do que atual.

Tenho dois cartões VTM do BB.
O de dólar: usei sem problemas no Chile, sacando normalmente. No México também funcionou, até porque muitos ATMs são parecidos com os do Brasil, só precisa inserir o cartão e retirar. Já no Uruguai, em pleno aeroporto, meu VTM dólar foi engolido. Usei o reserva somente para pagamentos em débito e em todas as transações foi pedido o PIN e assinatura.

O de euro: tive problemas em Portugal e na Espanha. Em Madri ele foi engolido pela máquina mas recuperado pela funcionária do banco, que questionou a ausência do meu nome.
Também só usei para pagamentos. E o PIN às vezes era pedido, às vezes não. Os saques fiz no cartão da conta e veio tudo no cartão de crédito.

Flavia Campos
Flavia CamposPermalinkResponder

O VTM do BB em dólar conseguimos usar nos USA sem problemas. Na França, porém, o meu VTM do BB (em Euros) foi engolido pelas máquinas 2 vezes. Em ambas, consegui recuperar o cartão, mas foi um sufoco. Pelo telefone, o BB me aconselhou a procurar no site da VISa as máquinas habilitadas a fazer o saque do VTM. Apenas após esta pesquisa consegui encontrar uma máquina na qual pude fazer o saque sem stress. Pelo que entendi, não é qualquer máquina VISa/Plus que funciona, apenas as mencionadas no site (é possível pesquisar por cidade). Fica a dica.
Quanto a compras, não tive nenhum tipo de problemas na França.

Rogerio
RogerioPermalinkResponder

Bom dia

Gostaria de saber se Travelers cheque são bem aceitos em Miami(lojas e outlets)??

Ainda prefiro usar estes pois são mais seguros,não tem prazo de validade e tem a melhor cotação.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Rogério! São bem aceitos no grande comércio dos Estados Unidos. Fora dos Estados Unidos, dão um trabalhão danado para trocar.

Edivaldo Ferreira

Acabei de chegar da Espanha e Portugal fiquei de 2 a 23/2/2013 levei o VTM da Bco Rendimento com o meu nome impresso. Você pode exigir isso. Não tive NENHUM problema nas lojas, saquei 2 vezes em caixas de diferentes instituições financeiras. Uso há + de 5 anos estes cartões tanto na Europa quanto na América e aprendi os macetes. por exemplo se o cartão não tem chip na hora que a maquininha pede o pin você só aperta o botão de aceitar e sai o recibo para vc assinar, sem problema nenhum. Eu levo minha carteira de motorista e apresento junto com o cartão para conferirem a identidade, para nao precisar dar o passaporte toda hora. Soube que o Banco Rendimento já está trabalhando com cartões com chip e todos os problemas vão terminar

Patricia
PatriciaPermalinkResponder

Pq vcs não tentam usar o CashPassport?? é da MasterCard, mas tem chip e é aceito na boa - mesmo não tendo o seu nome, vc tem q assinar atrás do cartão e eles comparam as assinaturas! confesso q nunca usei ele na Europa, mas tenho amigos q usaram tanto em Euros qto em Libras e não tiveram nenhum tipo de problema!!

José
JoséPermalinkResponder

Também já tive problemas com o VTM/Euro do BB na Espanha. Fui sacar em uma ATM Visa/Plus do BBV em Barcelona e a máquina o engoliu. Foi uma briga para reavê-lo. Depois disso só faço saques em ATMs de agências bancárias. Já usei o VTM, em outras ocasiões, sem problemas na Suíça, na Alemanha e na Holanda. Já usei também o VTM/Dolar nos EUA e no México também sem problemas. Uso o VTM apenas para saque. Notei que nos EUA não usam senha para pagamento com cartão de crédito. Ainda usam o método da assinatura.
Uma vez antes de viajar, conversei com um gerente de uma agência do BB que me disse que não era possível usar a função débito nos cartões múltiplos do banco, embora inexplicavelmente, segundo ele, em alguns países seja possível.
No final, por segurança, talvez seja o caso de usar o bom e velho traveller check.

Elaine Scanavacca

Gosto de usar VTM ou outro Travel Money e tenho tentado varios, p/ ter um que seja seguro e nao me cause problemas, entao em janeiro comprei um ligado ao Mastercard com chip mas em NYC nunca me pediam p/ digitar a senha, e nao tinha nome impresso. Todas as lojas aceitaram sem checar nada, entao achei perigoso pq se vc perder, qq pessoa pode usar. Ninguem conferiu assinatura nenhuma. Ninguem pediu p/ digitar senha. Uso esses cartoes de dinheiro mas tento conseguir um bom, e seguro, mas ainda nao achei uma versao boa. E as compras com debito no cartao do Itau, muitas vezes entram como credito, com o IOF guloso.

Mariana
MarianaPermalinkResponder

Quando fui fazer o vtm do bb a atendente me perguntou se eu iria para a Europa pq ela não indicava comprar o cartão por causa dar inúmeras reclamações de cartões engolidos na hora do saque. Como eu ia para os eua não vi problema em fazer, lá não tive nenhum problema utilizando o cartão.

Constantino
ConstantinoPermalinkResponder

Sei de gente que está pedindo ao Banco do Brasil para suas viagens um cartão que realiza apenas a função de débito. Mas tem que ser o cartão internacional e deve ser habilitado antes da viagem. É entregue em uma semana. Ele vem sem o chip, a compra é feita na moeda local e o câmbio é feito pelo banco de forma transparente. Semelhanças práticas com o VTM: cobrança de um valor para saques em dinheiro e a mesma taxa adicional de 0,38% - diferença: vem com o nome do correntista.

Lilian
LilianPermalinkResponder

Vou deixar aqui a minha experiência com os VTMs e o BB.

Sou cliente do BB há muitos anos, porém, como eles não tinham VTM antigamente, usava os do Banco Rendimento. Usei os de dólar, para EUA, e euro, para Portugal. Em ambos os países a senha raramente era solicitada. Bastava assinar e pronto. Em nenhum dos dois tentei sacar, mas também não tive nenhum problema com aceitação, foram utilizados em todos os lugares.

Na Argentina, Uruguai e Chile sempre usei o meu cartão do BB na função débito e nunca tive problemas. Eu desabilito a função crédito durante o período da viagem e, apesar de o banco já ter tentado me cobrar algumas compras como crédito (com o IOF alto), bastou uma ligação e pronto. Na Argentina, fiz saques sem nenhum problema, pagando 12 pesos pelo serviço.

Em 2011, estive nos EUA e usei o VTM do BB também sem problemas. No entanto, apenas fiz pagamentos como ele, em lojas e restaurantes. Mais uma vez, não houve nada de errado.

Há 2 semanas, estive em Paris e em Bruxelas e usei o VTM do BB. Ao fazer a transação de compra do cartão, ainda no Brasil, fui informada pela atendente que não deveria tentar sacar com ele, por conta da falta de chip. Corria o risco de ter o cartão "engolido" pela máquina. A mesma informação constava no kit que recebemos. Entretanto, eu poderia sacar com o meu cartão do banco em qualquer caixa eletrônico associado.

Em Paris, raras vezes foi solicitada a senha. E, de qualquer forma, era preciso assinar depois. Para comprar ingressos em máquinas, o cartão não serviu, era preciso ter chip e então usei meu cartão do banco, sem problemas.

Em Bruxelas, sempre era solicitada a senha e no supermercado só poderia ser utilizado cartão com chip. Se eu não tivesse o outro cartão, não poderia ter comprado.

Ou seja, o BB sempre me entregou o esperado. Cabe ressaltar que a cotação na função débito foi melhor do que na compra de euros para o VTM. Se eu soubesse, nem teria levado o VTM, teria deixado o dinheiro na conta e feitos os pagamentos no débito... No mais, o banco não me deu dor de cabeça em viagens.

Julio
JulioPermalinkResponder

Ano passado tive dois cartões VTM do BB engolidos por máquinas na Europa. O primeiro em uma agência do UBS em Berna e o segundo em uma agência do Societé Generale em Paris. Na Alemanha, Suíça e França nunca tive o cartão recusado ao fazer pagamentos. O BB me restituiu os cartões depois que voltei.

Maura
MauraPermalinkResponder

Utilizo sómente para compras o VTM Confidence Travel Card, tem chip e nome gravado. Usei-o sem problemas na França, Itália e pretendo usar agora em Portugal e Espanha. Para saques utilizo o cartão de débito do Itaú, que habilito no site do banco.
Tb. sou cliente BB, que bom ler estes relatos aqui pois estava pensando em utilizar o cartão de débito deles....sem chances.

Rogéria
RogériaPermalinkResponder

Sou fã do VTM do Rendimento. Apesar das minhas recomendações sobre ele, minha tia, prestes a embarcar para a Europa, preferiu o VTM do Banco do Brasil. Resultado: não conseguiu utilizá-lo em nenhum lugar, de nenhuma forma. Agora está com seus euros presos na conta e não quer sacar por causa da tarifa desfavorável. Ela ficou totalmente traumatizada.

Marcio Antonio Estrela

Rodei por 40 dias a Europa em julho de 2012 com o VTM Euro do BB absolutamente SEM PROBLEMAS.

Passei por França, República Tcheca, Eslováquia, Hungria, Áustria, Eslovênia, Croácia e Itália.

Em dezembro/2012 passei uma semana em Madrid/Toledo e também usei sem problemas.

EM NENHUMA TENTEI SACAR, SÓ USEI PARA PAGAR COMPRAS.

Moises
MoisesPermalinkResponder

Ano passado estive na Alemanha e na França e usei meu VTM do BB sem problemas, tanto para compras como para saque. Mas lembro que ficava bastante aflito porque para as compras nunca solicitavam a senha e, muitas vezes, não pediam identificação. É um sistema muito inseguro!

Joana
JoanaPermalinkResponder

Eu já tive o VTM Banco rendimento em euros e em dólares. Ambos têm chip. Na Europa eles pedem senha ou assinatura sempre, e na Alemanha (onde já morei) eles sempre conferiam a assinatura. Já nos EUA (onde moro agora) não precisa da assinatura pra nada quase. Mas isso, como já disse o Lucas no comentário anterior, é bem normal. Aqui é difícil eles até olharem o cartão. Normalmente a máquina que passa o cartão nas lojas é virada pro cliente, e o vendedor nem tem a oportunidade de conferir se tem nome ou não no cartão. Nos restaurantes eu não tive problemas ao pagar com o VTM. Eles fazem aquele esquema de levar o cartão e voltar com a notinha, mas nunca me pediram documento.

Fabio
FabioPermalinkResponder

Tive problema semelhante ao tentar usar meu VTM BB dólar nas Bahamas, onde estive em janeiro deste ano. Após muitas tentativas no terminal do balcão do hotel (a conta era dos gastos totais do Atlantis Paradise), não foi possível a transação. Liguei para a Visa e para o BB várias vezes e ninguém solucionou o problema; acabei tendo que retirar a valor total num ATM, com todas as taxas de uso a mais, pra pagar a conta.

Rafael
RafaelPermalinkResponder

Sou cliente do BB.

Em viagens uso bastante a função débito (arrume um cartão de APENAS débito - Visa Electron ou Mastercard Maestro), sendo o VTM e cash a segunda e terceira opções e cartão de crédito a quarta. smile

Tenho VTM da Confidence Câmbio para Euros. Veio com chip e nome no plástico.

Rafael
RafaelPermalinkResponder

Ah, e o VTM da Confidence (chip + nome) sempre exigiu senha quando eu o passava para pagamentos (não lembro de ter feito saques com ele)

Thiago Parente

E qto ao Cartão pre pago emitido pelo Bradesco Prime com bandeira American Express?? Alguma contra indicação?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Thiago! O American Express é menos aceito na Europa, por exemplo. Melhor fazer o cartão nas bandeiras Visa ou MasterCard.

Thiago Parente

Obg Bóia. Esqueci de comentar que a viagem é para os EUA.

Erika BSB
Erika BSBPermalinkResponder

Thiago, usei o Amex do Bradesco Prime em NY ano passado. Não foi recusado em lojas e restaurantes. Meu único problema é o fato de não pedirem senha para usar nas compras e nem ter o nome do correntista. Ou seja, achei bastante inseguro...

Thiago Parente

Obg pela resposta Erika BSB. No meu caso, vou arriscar. Já usei o Pre Pago da Fitta Cambio em NY e não tive problema algum. Mas o cambio do Bradesco está bem mais convidativo do que o da Fitta no momento. Então vou de Bradesco mesmo.

Marcia Palhares

Também já tive problemas com o VTM do BB, e uma amiga ficou sem nenhum dinheiro e teve que se privar de ítens que pretendia comprar, já que a a máquina engoliu o cartão dela. Sorte que éramos 4, ela havia levado euros, e fomos nos revezando nos gastos. Nunca mais BB. Em abril vou pra Turquia e vou levar euros. Como alguém já falou, ando com o dinheiro junto comigo e só se me assaltarem à mão armada, sequestro, etc., fico sem o dinheiro.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Cancelar