Já emitiu passagens no programa do seu banco? Conte pra gente!

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Programas de emissão de passagens dos bancos

Recentemente as administradoras de cartões de crédito no Brasil fizeram as contas e acharam que levariam a melhor se, em vez de recompensar seus clientes com milhas das cias. aéreas, passassem a comprar diretamente as passagens no mercado.

Hoje os três principais bancos privados em atuação no país têm esquemas assim. Clientes de cartões Bradesco podem emitir passagens diretamente no site do Bradesco Fidelidade; clientes do Banco Itaú portadores de cartões múltiplos do banco podem emitir passagens no Ponto Viagem, vinculado ao programa Sempre Presente; e clientes dos cartões Santander, no site do Superbônus Viagens.


Mas que vantagem Maria, a titular do cartão, leva?

A grande vantagem é não ficar preso a uma cia. aérea ou aliança específica: você pesquisa a viagem pela data, e podem vir opções em todas as cias. Os bancos também prometem não haver limitação de assentos nem datas bloqueadas. E como as passagens são compradas no mercado, você acumula milhas no programa de fidelidade da cia. aérea.

Pela lógica, o esquema direto dos bancos beneficiaria quem quer usar os pontos para viajar à Europa e Estados Unidos, que são os destinos mais difíceis de conseguir nos programas de milhagem das cias. aéreas brasileiras.

Por outro lado, quem não transfere seus pontos para a cia. aérea fica impossibilitado de aproveitar as promoções de milhas reduzidas que volta e meia as cias. nacionais fazem (para destinos domésticos, é bom frisar).

No frigir das milhas, porém, tão importante quanto a disponibilidade de assentos é o preço dessas passagens, em pontos.

Daí eu pergunto: você já usa o programa de emissão direta de passagens do administrador do seu cartão? Conseguiu fazer bons negócios? Compartilha com a gente, plis!

Siga o Viaje na Viagem no Twitter - @viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter - @riqfreire

Visite o VnV no Facebook - Viaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por email - VnV por email


63 comentários

Renato
RenatoPermalinkResponder

Recebi uma carta do Amex que dizia compre uma passagem e leve a outra grátis para o acompanhante,pois tenho gastos consideráveis em meu cartão " assim dizia a carta " consultei meu agente de viagens que me orientou a não cair nesta " roubada " pois a mesma rota na dita " promoção " custaria o dobro do valor oferecido pelo agente e "comeria um absurdo de milhas " ou seja gato por lebre que não é nem lebre é rato

Camila
CamilaPermalinkResponder

Mas você chegou a ver os preços?

Renato
RenatoPermalinkResponder

Sem dúvida que sim, um vez ganhei um upgrade para executiva na Lufthansa, mas para ter direito deveria fazer a reserva em um classe especifica da economica que me custaria US$ 1600 sendo que o mesmo trecho/data me custaria US$ 800

Adolfo
AdolfoPermalinkResponder

Eu acabei de trocar pontos por uma passagem da Azul no programa Superbonus do Santander. Como não tenho cartão de fidelidade lá, foi uma boa opção.

A troca é feita pelo site do Superbonus, como se fosse um site de qualquer companhia aérea. Você procura o trecho, vê quantos pontos é necessário e faz a compra. É possível diminuir o número de pontos e aumentar a quantia paga, se quiser.

Vc informa os dados do cartão para debitar as taxas e os dados do passageiro.

Depois de confirmado o pedido, é criado um número de protocolo. Você precisa ligar para a central do Superbonus e pedir o resgate do equivalente de pontos, utilizando o número de protocolo. Confirmadas as informações de praxe, é gerado um segundo número, que deve ser passado para o Superbonus Viagens, através de email. Atenção aqui : tem um prazo para informar o código de resgate, e normalmente é de 3 horas após o pedido, portanto tenha tempo para fazer as duas operações.

Cerca de 24 horas depois, o Superbonus envia o voucher da passagem, com os dados do voo, reserva, etc. Não é feita a reserva de assento, é preciso ligar na cia aérea.

Com relação aos pontos necessários, todas as minhas pesquisas indicaram que o número de pontos para emitir pelo Superbonus é superior ao necessário se vc possui o programa de fidelidade da cia que deseja viajar (no meu caso a TAM). É uma boa opção para aquelas empresas que não se costuma viajar e portanto não vale a pena gastar os pontos para transferir a uma conta e depois não usar mais. Além disso, pode ser que entre a transferência e o crédito dos pontos aumente a quantidade necessária para a emissão do bilhete prêmio.

Hugo
HugoPermalinkResponder

Só emiti passagem uma vez, com pontos que tinha no Itaú. Como o banco mudou a proporção de transferência dos pontos para as Cias aéreas, acabei ficando com alguns pontos encalhados lá.

Assim que pude emite uma passagem e gastei a pontuação. E já faz um bom tempo que não utilizo mais os cartões Itaú.

O grande problema desses sites dos bancos é que a pontuação é atrelada ao preço das passagens. Passagens baratas com poucos pontos e passagens caras com muitos pontos. Com isso, qualquer passagem internacional já fica inviável.

Ainda prefiro transferir para o Smiles, resgatar a passagem com antecedência e realmente ter algum benefício.

Fabio NG
Fabio NGPermalinkResponder

Riq, esgotei minhas milhas do (finado) Sempre Presente antes das mudanças recentes -- de equivalência entre os programas (que passou a exigir 25% mais pontos para as mesmas milhas para Multiplus) e da mudança da tabela Multiplus para Star Alliance.

Daí queimei tudo em uma viagem pro Rio Grande do Norte com a Mel e os pequenos (parte com promoção de milhagem reduzida) e nossa próxima escapada, pra Grécia e Turquia, em outubro próximo. Foi bom negócio.

Desde então, cheguei a acompanhar os cenários pelo Ponto Viagem, por pura curiosidade científica. E o resultado foi assustador: se tivesse deixado as milhas lá, boa parte teria evaporado com a, digamos, "maxidesvalorização" das milhas acumuladas...

Aos números de um trecho ida e volta em baixa temporada, só pra exemplificar:
› Antes da Maxi, pontos Sempre Presente para GRU-IST-GRU: 60.000 (= 60.000 Multiplus)
› Após perda de poder compra do Sempre Presente para o Multiplus: 75.000 (= 60.000 Multiplus)
› Após mudança da tabela Multiplus / Star Alliance: 100.000 (= 80.000 Multiplus)
› Cotação utilizando os pontos diretamente no Ponto Viagem: 145.000

Trocando em miúdos: se tivesse bobeado (e acreditado nas "vantagens" divulgadas pelo Itaú, e não lido as recomendações do VnV...) e deixado as milhas paradas no Sempre Presente, a viagem simplesmente teria se inviabilizado ao passar de 120.000 pontos (para um casal) para 290.000, um aumento de 240% nos pontos acumulados. (E com o trecho nacional não foi muito diferente, não...)

Do the math! Em resumo, como nos ensina o mestre Rodrigo Purish: "milha boa é milha gasta".

Flávio Gonçalves

Acho uma grande roubada o que os bancos e Cias aéreas fizeram com os programas, uso a muitos anos e nunca foi tão desinteressante participar destes, que para mim não passa de um cartel.
Tenho 140.000 pontos que dariam para ir e voltar para EUA no mês de novembro, mas a troca está impossível.
Paguei pelo AA com taxas uma casal R$2.300,00.... Vou usar as milhas para voos domésticos em promoção.

victor
victorPermalinkResponder

Tentei usar programa do itau, mas é impossível! Muitos pontos necessários para conversão.
A passagem mais barata nacional custa 12500 pontos ( mas quase nao existe). Fazendo uma conta- para transferir para o Smiles ou Fidelidade, perco 20% do valor dos pontos do Itau . Se compro pelo Itau, pago 25% a mais que pagaria em uma passagem básica nacional .
E a maior parte das vezes , o valor de pontos é absurdo. Exemplo, GRU-NAT por 50 mil pontos o trecho.

Camila Torres - Colecionando Imãs

Uai, nem lembrava desta possibilidade! Vou lá dar uma olhada.

carolina m
carolina mPermalinkResponder

Já usei pra trocar por viagens pra 2 pessoas SP-Roma (com conexão em Londres) e volta Roma-SP, sendo esta com stopover em NY. Os pontos iriam expirar, então optamos por utilizá-los. Pagamos o que faltou, no próprio cartão. Se você não vai utilizar os pontos pra outra coisa, acho que vale a pena.
A emissão foi tranquila e não tivemos nenhum problema com as passagens.

carolina m
carolina mPermalinkResponder

Esqueci de dizer que foi pelo Bradesco Fidelidade.

Tania Stahlke
Tania StahlkePermalinkResponder

Minha experiência em site de banco é só com passagens para o exterior. Já comprei muitas no site do Bradesco Fidelidade e acho muito bom. Usando milhas nunca consigo passagens na TAM, e consigo lugares a escolher no site do Bradesco. Não apenas você pode comparar várias companhias aéreas, você pode também usar passagens combinadas entre companhias, como ir pela AirFrance e voltar pela Alitalia. Há um tempo atrás fiz umas contas de pontos e milhas e valia a pena mas faz algum tempo que não comparei mais. Penso que não adianta ter milhas das companhias e nunca conseguir usar. Quero um programa que facilite minhas viagens. Este é um valor que se acrescente à própria conversão!

Carla Andrea
Carla AndreaPermalinkResponder

Minha experiência também é com o Itaú. Primeiro a cotação do dólar deixou de ser a melhor e ficou a pior. Depois passaram a descontar 20% dos pontos do Sempre Presente nos casos de transferência para os programas das companhias. Foi o fim. Abri uma conta na CEF, investi R$ 100.000 em um investimento com rendimento até melhor que o que mantinha no Itaú e consegui cartões que pontuam à razão de 2,2 pontos por dólar gasto. Além disso, a cotação do dólar é dita em todos os lugares como sendo a comercial mais dois centavos (ainda não usei), eu não pago anuidade (por conta do investimento) e um ponto ganho vale um ponto nos programas das empresas aéreas, sem descontos indevidos de 20%. Não compensava mais para mim ficar no Itaú. Isso de usar o próprio programa do banco é uma falácia, a quantidade de pontos pedida é absurda e irreal. E não terei fidelidade com a Caixa, não. No dia em que esses atrativos desaparecerem, saio para o que estiver melhor na ocasião. Como se diz aqui, "o dinheiro é da pessoa", por mais legal que pareça ser o gerente do banco.

Anna
AnnaPermalinkResponder

Grande dica, Carla! Estava(estou) na mesma situação. Transferi todo o meu saldo do Sempre Presente para o Multiplus a 1:1 qdo o Itaú anunciou esse futuro "roubo" de milhas ao alterar o fator de conversão. Agora não consigo emitir bilhete para a Europa com meus quase 120 mil pontos - está na faixa dos 200 mil. De todo modo, se tivesse deixado no Sempre Presente, tampouco conseguiria por lá. Estava exatamente procurando um cartão em outro banco que me fosse mais favorável. Tenho conta na Caixa, vou conversar com meu gerente. Obrigada!

Juliano feliz
Juliano felizPermalinkResponder

Para mim, foi uma boa alternativa trocar as milhas no Super bônus Santander. Troquei 4 passagens Belo Horizonte/ Cancun por 128.000 milhas, ou seja, 32000 mil por trecho/perna, ao passo que as outras cias estavam pedindo 30000.
Gastei um pouquinho mais mas nao precisei perder dias e dias pesquisando. Uma grande vantagem é que os bônus só são descontados depois que as passagens são confirmadas, ou seja, você não engessa seus pontos.
Agora tem que dar sorte, pois existem ofertas que te pedem o dobro das cias aéreas.
Espero ter ajudado.

Juliano feliz
Juliano felizPermalinkResponder

Outra grande vantagem é que existem várias cias aéreas disponiveis com uma infinidade de horários e dias

Marcelo e Thais

O Banco do Brasil tem parceria com o site Dotz, onde pode ser emitido passagens de algumas companhias, principalmente Tam e Gol, mas não compensa. Uma vez cotei e encontrei passagem de São Paulo para Fortaleza por 48 mil pontos, um absurdo.
Concentramos todos os gastos nos cartões Platinum que dá 1,7 pontos por dolar. Este ano fomos para Punta Cana em Abril por 15 mil pontos por trecho pelo Smiles. Achamos que compensou bastante.
Em 2012 fomos para Fortaleza e gastamos 40 mil pontos no total pela Tam.

Diogo Avila
Diogo AvilaPermalinkResponder

Atualmente está menos vantajoso do que era no passado.
Bancos como o Itaú passaram a utilizar uma taxa de conversão para as milhas/pontos bem menos atrativas.
A cotação do USD também não ajuda.
Definitivamente, dependendo do destino, não dá para contar com isto para viajar.

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Há cerca de 3 anos que concentrava meus pontos no cartao do Itau. Nesse período havia conseguido resgatar boas opcoes principalmente esperando as épocas de promoções. Fui a Manaus (4mil milhas/trecho), Natal (3mil milhas/trecho), Buenos Aires (5mil milhas/trecho), Montevideu, Santiago e Nova York (20mil milhas/trecho). Utilizava ora Tam Fidelidade e ora o Smiles.

Ainda tenho pontos no Itau para transferir mas confesso que acabei sendo pego meio de surpresa com a noticia das mudanças de regras que aconteceram no primeiro semestre e não pude parar na hora para avaliar se o melhor cenário seria transferir tudo para um destes dois programas.

Agora fui reler as infos do Sempre Presente e acabou que a minha ideia original de juntar milhas para pegar um voo internacional meio que caiu por terra, pois ficou muito mais caro acumular para pegar voos internacionais na Tam. Relendo alguns posts antigos até daqui do VnV cheguei a conclusão que o melhor é mesmo usar as milhas em voos nacionais, a economia é bem maior além pois tira a pressão do custo do voo doméstico do orçamento da viagem e ajuda o viajante aqui a conhecer mais do Brasil. Acabei de pegar promoção da Smiles e reservei uma passagem para Santarem para conhecer Alter do Chão por 9mil milhas + R$40 em taxas. Faz as contas de quanto seria um voo para lá? smile

Agora buscando uma opção pareceu garantir os meus pontos micados no Sempre Presente percebi que daria para resgatar os pontos para o programa da Azul ainda pela faixa do 1 ponto para 1 milha e lembrando que a Azul é a cia com o maior número de destinos nacionais, me parece ser a escolha lógica no momento. Vou fazer o teste em breve

ps. este comentário é praticamete um post, né?

abs

silvia
silviaPermalinkResponder

Comigo aconteceu o mesmo Claudio, a unica maneira viavel de usar os pontos do programa sempre presente foi transferir para azul na proporção 1:1 . De resto, nada vale a pena e acredito no fracasso total da ideia a curto e medio prazo.

Claudio
ClaudioPermalinkResponder

Eu hoje mesmo aproveitei pra criar minha conta no programa de fidelidade da Azul e já solicitei a transferência de 40k pontos. Já comecei a fazer simulações de pra onde essa milhas vão me levar. É a chance de visitar Bonito, Fernando de Noronha, Maceió, etc sem ter que pagar aéreo smile

André
AndréPermalinkResponder

COmigo também!

Francisco Mogadouro da Cunha

Sou cliente do Banco do Brasil, e reparei recentemente na opção de transferir pontos para Dotz, e aí usar os Dotz para emitir passagens aéreas da Azul. Ainda não consegui entender se vale a pena fazer isso ou transferir os pontos para TAM/Gol e usar como milhas normalmente. As regras dos programas de milhagem estão cada vez mais confusas, não consigo mais planejar com antecedência quantos pontos reservar para cada viagem...

Guilherme
GuilhermePermalinkResponder

Bom saber que também ganhamos as milhas. Tenho monitorado a quantidade de pontos para emissão de uma passagem no final do ano, e no site do Bradesco está sempre um pouco melhor que nos programas Tam e Smiles. Vou esperar até setembro/outubro para fechar que deve abaixar. Sempre que emito com antecedência demais me arrependo depois, pois aparecem as promoções.

Alexandre
AlexandrePermalinkResponder

Sempre que espero demais, me arrependo. Nos últimos anos, as passagens tem sido vendidas com muita antecedencia, e existem poucos voos extras, pois o mercado já está aquecido (os voos extras deixaram de ser extras). Alias, isso seria um ótimo post, hein Ricardo ? Esperar pra emitir ou emitir com antecedencia.

Alexandre
AlexandrePermalinkResponder

Minha situação é semelhante a da Carla Andrea. O Itau tinha uma taxa de conversão do dólar razoável. Mudou. Tinha um programa de milhas bom. Mudou. E tudo pra pior.

Esse site do Itau Ponto Viagem é o pior dos que eu consultei. A impressão que eu tenho é que algum peixe grande do banco é parceiro do site, e conseguiu "convencer" o banco a dar este tiro no pé. Eu já fiz várias simulações, inclusive com o gerente do banco, e ao final ele ficou com cara de "ué".

Só pra dar uma idéia: uma passagem RioxNYCxRio que pela AA saia com 40 mil milhas (quase nenhum cartão transfere milhas pra AA, mas se vc tiver o cartão do Citi (que é da Credicard) (ARGH!!!) existem épocas de 30 mil milhas ida e volta), na mesma época, saia por 143216 milhas no site do Itau. Me engana que eu gosto.

Carla, boa dica essa da CEF, acho que vou migrar também. Se todos fizessemos isso, eles iam melhorar, ah iam... Nos temos força e não usamos, as manifestações nos mostram isso. Vamos usar.

É como dizia aquele velha música do Ednardo (nossa, como eu lembrei disso ?): "Eles são muitos, mas não sabem voar !!"

Abraços !

Ali
AliPermalinkResponder

Concordo com tudo que foi dito sobre o Itaú. A impressão que tenho é de que não fazem mais questão alguma de que o cartão seja minimamente atrativo. Ultimamente a melhor opção tem sido o cartão do Bradesco para passagens emitidas em cima da hora. Para marcar com muita antecedência, como o Philipp destacou logo abaixo, é preferível usar milhas tradicionais.
Usando meus pontos antigos do Itaú (acumulados quando a taxa de conversão era boa), emiti passagens transatlânticas pela TAP. Foram 140 mil milhas ida e volta, por adulto, em alta temporada, voo direto. Achei que valeu a pena. A TAP Victoria já coloca os voos disponíveis 365 dias antes da data da viagem.

Ali
AliPermalinkResponder

Uma outra coisa legal do Victoria da TAP é que crianças voam com metade das milhas, o que faz o balanço global de uma emissão para família ser bem razoável.

Philipp
PhilippPermalinkResponder

Uma das grandes vantagens - muitas vezes desprezada - da emissao classica por milhas e' que as passagens sao cancelaveis.

marta keppler
marta kepplerPermalinkResponder

Acho ótimo resgatar direto do cartão, no meu caso bradesco fidelidade, porque às vezes surge uma oportunidade de viajar de última hora e nunca consigo conciliar as datas disponíveis para mim com as possibilidades de passagens de milhas das companhias. A vantagem dos pontos do cartão é que se eu tiver pontos e resolver viajar amanhã eu entro no site simulo várias opções de destinos, decido e resgato na hora! em poucos minutos já recebo o bilhete eletrônico no meu email, sem precisar passar horas no telefone e tendo que viajar naqueles horários horríveis que as milhas nos permite.

Alexandre
AlexandrePermalinkResponder

Você trabalha em algum destes bancos ?

Hosana
HosanaPermalinkResponder

Hoje existem algumas empresas que compram milhas. Quando a passagem exige muitas milhas para o trecho é mais vantagem vender as milhas e comprar com dinheiro a passagem. Já fiz isso e deu super certo!

Lore
LorePermalinkResponder

Eu tenho usado o Bradesco Fidelidade e acho ótimo, primeiro porque você pesquisa facilmente entre diversas companhias, depois se não tiver pontos suficientes você complementa com uma taxa. Acho muito mais fácil do que ficar disputando lugar nos programas das CIAs. Em 2012 fui para Paris no Carnaval usando o Bradesco Fidelidade, com apenas um pouco mais de 60 mil e pela Lufthansa, achei um ótimo negócio. Há 2 meses pesquisei passagem para Grécia pela British com parada em Londres e daria para ir com 70 mil, pena que tive que adiar a viagem.

A compra também é muito fácil, tudo pela internet e o e-ticket vem por e-mail logo em seguida.

Alexandre
AlexandrePermalinkResponder

Acabei de fazer uma simulação pra minha proxima viagem:

Saindo 06/11 e voltando dia 18/11 para os EUA:

American Airlines 40 mil milhas.
Bradesco (Bradesco Fidelidade) 60284 (American, US Airways, United)
United 85 mil milhas (deu calo no olho só de contar a quantidade de escalas)
Santander (SuperBonus Viagem) 87 mil milhas (American, United, US Airways)
US Airways 90 mil milhas
Delta 95 mil milhas
Itau (Pontos Viagem) 107355 (United, American, Lan, Copa)
Tam => Não mostrou assentos
Smiles => Não mostrou assentos

Conclusão:

o Site do Itau é totalmente nonsense para viagens internacionais (já fiz outras simulacoes e o resultado é sempre parecido). Se puder escolher ao menos um pouco a data, A American possui boas ofertas (mas o voo do Rio é um lixo). O Bradesco oferece o melhor serviço entre os bancos. Aprox 50% de ágio para os mesmo voos). United te joga pra Copa(que saudades da Continental), e te dá valores menores com várias paradas... se vc quiser viajar de avião e não aproveitar o destino, pode ser uma opcao. o Santander é um pouco "salgado" pras opcoes que dá, pois no Bradesco é mais barato. A Delta é a Delta, só quer te mandar por pelo menos 95 mil, a menos que o aviao esteja as moscas.

Então se vc precisa viajar numa determinada data pra US, o Bradesco pode vir a ser uma opcao a ser considerada. O Itau, só se vc tiver nojo dos seus pontos. Se puder mudar um pouco as datas, não creio que os bancos consigam ser considerados, mas como é pela internet, não custa dar uma olhada.

Apenas como comparaçao a passagem mais barata pro trecho pesquisado nas mesmas data foi: R$ 1933,00 (American Airlines e United).

Abraços a todos !!!

Fabio NG
Fabio NGPermalinkResponder

Bom panorama, Alexandre! Depois de desistir do Itaú como cartão preferencial e queimar todos meus pontos do Sempre Presente (antes da maxidesvalorização das milhas), reativei o meu Citibank Aadvantage e estou juntando os pontos lá na American Airlines -- com a vantagem que não vencem nunca, já que passei a usar esse cartão de crédito no dia a dia.

Ainda não avaliei, mas preciso checar como é usar esses pontos em parceiras da AA (como as europeias, por exemplo), como possível alternativa de destino.

Patricia B.
Patricia B.PermalinkResponder

Ótimo post. Tenho concentrado minhas compras de cartao de credito no Itau, mas com essas últimas mudanças vou ter que reavaliar a estratégia. De toda forma, está muito difícil emitir passagens com milhas a uma quantidade razoável para viajar na alta temporada. Em março emiti uma passagem GRU/CUN/MIA/GRU pela AA por 120 mil milhas para julho. Mesmo com essa alta quantidade de milhas, achei melhor do que gastar quase US$2 mil pela passagem...

Alexandre
AlexandrePermalinkResponder

Patricia, eu tive uma experiência muito parecida agora em julho. Fiz GIG/NAS/MIA/GIG. Também tive grandes dificuldades, e acabei optando por comprar perna de ida na COPA e pegar a volta com milhas GOL (caríssimas). Não posso te dizer que gostei do resultado, mas sem dúvida que a economia foi grande. As Cias aéreas estão loucas, e com o dólar no valor que está, tá feia a coisa ! smile))

Fernanda Cattoni

Sempre utilizamos os pontos do Bradesco Fidelidade para as viagens internacionais. Podemos escolher poltronas, companhias aéreas e quando a passagem está com preço baixo, preferimos compra-las no cartão. Fomos para Londres, Paris, Espanha e cidades dos EUA.
Para passagens internas normalmente não vale a pena, mas já levamos os pimpolhos para o Beach Park, em Fortaleza, com os pontos do cartão. Para nossa família vale muito a pena!

marcos carvalho

Já utilizei várias vezes meus creditos no bradesco Fidelidade. Tiro uma passagem por ano internacional para Paris. A melhor empresa para chegar até Paris é Tap (exceto Iberia, mas eu nao voo com Iberia nem de graça). Geralmente sao necessarios comprar 80.000 reais no cartao para ganhar uma passagem BH-Paris.

Izumi
IzumiPermalinkResponder

Eu usei recentemente pra fazer o trecho rio-cwb-rio em julho o programa superbonus santander, pelas minhas cotações valeu mais a pena do q ir direto na tam ou smiles.Achei o procedimento um tanto burocrático, mas funciona. O unico porem é o pgto de taxa de conveniência. Vale ressaltar que a qtde d pontos variam de acordo com o valor da passagem, dormi no ponto e paguei mais de 10 mil pontos a mais do q a cotação do dia anterior, mas ainda assim, valeu mais do q nos programas de pontos das cia. aéreas.

Leonel
LeonelPermalinkResponder

Já usei o Bradesco Fidelidade para viagens internacionais 2 vezes e achei ótimo e conveniente.
Recentemente troquei meus pontos para ir a Los Angeles em outubro próximo, 4 adultos, por 284.000 pontos pela AeroMéxico com 1 escala na Cidade do México. Ou seja, 71 mil pontos por pessoa, mais 776 reais em taxas.
Não sei, mas achei muito bom. Nunca transferi pontos para programas de fidelidade.
O que vc acham?

Juliana
JulianaPermalinkResponder

Já utilizei o Bradesco Fidelidade algumas vezes, porem vi que agora ná teve algumas alteraçoes com relaçao a quantidade de pontos, mas para nao ter mais stress com o banco Itau eu entrei com uma ação contra o banco pois a quantidade de pontos que tenho é impossivel ser utilizada em tao pouco tempo e a maioria dos clientes foram informados em cima da hora ref a mudança de pontos e acho que todos os clientes do programa Sempre Presente deveriam fazer o mesmo.
Nao sei se foi de conhecimento geral mas o SMILES está tendo que dar explicações ao Ministério Público ref a alteração da tabela de resgate de pontos.

O problema do povo brasileiro é que aceita tudo e não vai atrás dos seus direitos - imaginem se todos os clientes resolverem entrar com ação contra o banco e requeressem os pontos em valores por nao concordarem com as novas regras do programa? Qual nosso direito - contrato de adessão e agora imposição?

Ana
AnaPermalinkResponder

Cada dia mais me convenço que estes programsa de fidelidade são uma enganação. Todas as vezes que pesquiso, estão exigindo um absurdo de milhas- e nem são viagens em alta temporada. o correto é não tomar decisões de compras baseado em milhas que se vai ganhar, pois está muito difícil utilizá-las.

Nívia
NíviaPermalinkResponder

Eu tinha o cartão de crédito que transferia direto para a Tam até que precisei emitir passagens para a Europa e Salvador, o que é praticamente impossível pela TAM. Mudei de estratégia e comeceu a concentrar tudo no cartão do Bradesco. Já resgatei pelo site do próprio banco e também já transferi do cartão bradesco para a TAM e outras companhias. Nunca tive problema e nunca perdi promoções. Hoje, antes de resgatar pesquiso na companhia aérea, no site do Bradesco e nas companhias parceiras antes de comprar.
A grande vantagem do site do Bradesco é que se pode pagar uma parte em dinheiro se não tiver milhas suficientes.

Antonio
AntonioPermalinkResponder

Em 2012 emiti duas passagens São Paulo/Paris/São Paulo para duas pessoas pela Air France, no Bradesco Fidelidade. Total 155.000 pontos (abril/maio).Valeu a pena. Para mim o grande problema do sistema é que a passagem é intransferível. Não se pode mudar datas nem vôo, nada. Se não for naquele vôo perde tudo!!! os pontos, passagem, enfim tudo!!!!Como já passei dos 60 o risco de se ter algum problema e não viajar na data é grande, pois para não gastar absurdo de pontos tem que fazer a compra com muita antecedência e viajar fora da alta temporada. Por isso estou pensando em vender as milhas e comprar a passagem, que tem mais flexibilidade.

Carol
CarolPermalinkResponder

Já emiti sim, pelo Bradesco Fidelidade. Funcionou bem e inclusive é possível completar com dinheiro caso as milhas não sejam suficientes. Porém uma vez tive que alterar a data e foi uma facada! Cerca de R$ 600,00 cada passagem.

Alexandre
AlexandrePermalinkResponder

Bradesco (leia-se administradora do American Express) abriu um site link do Bradesco Fidelidade para os usuários dos cartões American Express. O site é basicamente o mesmo, mas as pontuacoes não. Há um acréscimo de 50% de pontos entre o Bradesco Fidelidade (menos pontos) e o do Amex (mais pontos). Ou seja, se vc tem um cartão AMEX que na teoria é MUITO mais caro que o Bradesco, vc tem a obrigação de pagar mais caro. Esse Bradesco é uma sumidade em matéria de Marketing. A idéia deve ser que ou as pessoas que tenham Bradesco Fidelidade VENDAM suas passagens pro pessoal que tem AMEX, ou que o pessoal que tem Amex e que pagam mais pro banco, fechem suas contas e adquiram um cartão mais barato do Bradesco, pois terão mais vantagens. Comentários são benvindos !!!

Denise
DenisePermalinkResponder

Olá, tenho 50 mil pontos acumulados no meu cartão do Itaú e nem sabia desta nova regra imposta pelo banco, não recebi uma correspondência sequer sobre isso.... Na verdade, estava esperando acumular uma quantidade suficiente para tirar passagem para Estados Unidos ou Paris. Mas no final deste mês vão vencer 3 mil pontos e agora gostaria de resgatá-los.
Como não terei férias neste ano para fazer uma grande viagem, gostaria somente de tirar os pontos e deixá-los parados para depois pensar melhor para onde ir. Agora estou em dúvida entre transferi-los para Smiles ou Multiplus. Qual é o melhor?

Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Denise! A TAM oferece maior variedade de alianças internacionais, mas ao mesmo tempo parece dificultar essas emissões.

Gustavo - Viajar e Pensar

Tenho usado e bem o programa do Bradesco, não envio para o programa das companhias aéreas.
Minha experiência:
http://viajarepensar.blogspot.com.br/2012/05/voando-com-o-bradesco-fidelidade.html

Boas Viagens!!

@GusBelli

maria de fatima lima latini botelho

tenho 14000 pontos acumulados no programa sempre presente do itau,dá pra trocar por passagem para rio/sao paulo?

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Maria de Fátima! Você só saberá se entrar no site do programa e fazer simulações de datas.

Viviane
VivianePermalinkResponder

Gente, comparei Super Bônus Santander e não vale a pena. Exemplo: Londres x Amsterdã. Usando bônus saíria por 4000 pontos + taxas, o que totalizou R$ 411,00. No site da kLM, os mesmos vôos saem por R$ 396,00 já somando as taxas. Logo, o Santander só está "comenndo meus bônus". Outra; na KLM eu vou pontuar e ganhar milhas.

Transfira as milhas para o Tam fidelidade e use para qualquer destino star Alliance. Quando nao for rota Tam faça a aquisição diretamente na loja. Lá o pessoal faz a pesquisa. Consegui ida e volta com voôs diretos Lufthansa gastando menos milhas do que gastaria comprando no próprio site da Tam nas rotas que ela opera. Conclusao: A Tam "tá se achando" a última bolacha do pacote. SQN.

Barbara
BarbaraPermalinkResponder

Boa tarde,
COmprei uma passagem direto pelo site da Bradesco Fidelidade agora preciso alterar a data mas não consigo, pois não encontro essa opção no site e ninguem do bradesco sabe me informar.
Alguém poderia me auxiliar.
Obrigada.

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Barbara! Provavelmente você precisará cancelar essa emissão e emitir uma outra passagem.

ane
anePermalinkResponder

Olá! Não sei se se encaixa, neste post, minha pergunta: o Smiles tem enviado emails propondo-me a entrar no Club Smiles. Pagaria 30,00/ mes, e me seria creditado 1000 milhas/mes. Vale a pena? Olha, não entendo NADA desse negocio de milhagem. Desculpe, outra pergunta: tenho superbônus acumulados no Visa/Santander.Tanto faz ficarem ali parados, acumulando gradualmente até eu precisar transferir para o Smiles ou é melhor de tempos em tempos fazer o resgate para milhagem Smiles?Obrigada!

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Ane! Esses esquemas propostos pelo Smiles não são vantajosos, não.

Se você tem certeza para qual plano de milhagem quer transferir seus pontos, transfira. A vantagem de manter os pontos no cartão é poder escolher para onde transferir. A vantagem de ter os pontos já na conta de milhagem é poder aproveitar promoções (se os pontos estiverem na conta do cartão, vão demorar alguns dias para ser creditados).

ane
anePermalinkResponder

Obrigada, Bóia!!!

Jd. Richford
Jd. RichfordPermalinkResponder

Já usei o programa Dotz para trocar pontos e foi uma boa experiência, porém há mais de um ano que os valores (em pontos) simplesmente não valem a pena e parecem inflacionados...

Infelizmente mais um programa de milhas que deixa de valer a pena.

Carlos
CarlosPermalinkResponder

Gostaria de saber quantos pontos preciso para trocar para ir a Madri ida e volta com o cartão do American Express.
atenciosamente,
Carlos

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Carlos! Somos um site independente. Não fazemos cotação de milhas. Para saber sobre milhas necessárias para comprar uma passagem para a Europa, consulte a cia. aérea e depois entre em contato com a operadora do seu cartão de crédito para transferir seus pontos.

oliveira
oliveiraPermalinkResponder

O pior site que tem é do banco Itau la vc compra mais caro 50% e ainda paga em dinheiro e pontos ou seja é um negócio tão absurdo que tratam os clientes como verdadeiros idiotas, bom num pais quem cobram taxas de juros de até 18% ao mes se sente a vontade para fazer qualquer coisa, vou ser mais claro exemplo se um faqueiro custar R$50,00 para compra a vista na loja do paulo no resgate do itau vc paga com 50mil pontos e ainda tem que efetuar o pagamento de uma diferença de R$60,00

val
valPermalinkResponder

Pessoal, um alerta:
fiquem de olho no Ponto Viagem do Itau.

em 40 dias resgataram 6 passagens da minha conta.
Os pontos foram devolvidos mas, né... apesar da gerente estar sendo super prestativa eles não conseguem parar a fraude...a sugestão agora é fechar a conta e abrir outra!!!!

Fiquem espertos...

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar