Por que você deveria assinar o Gabriel Quer Viajar

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Assine o Gabriel quer Viajar

Fotos | Gabriel Prehn Britto

Ano passado, um dos blogueiros mais bem-sucedidos do planeta decidiu sair do portal que hospedava seu blog e parar completamente de vender publicidade. No lugar de anúncios, o blog propôs a seus leitores uma assinatura (US$ 19,90 por ano). O blogueiro é Andrew Sullivan, e seu blog, o mais influente do nicho de política dos Estados Unidos: The Dish.

Foi um movimento corajoso, já que o Dish tinha audiência suficiente para obter uma boa receita com publicidade; e também arriscado, porque nenhum outro blogueiro tinha tentado isso antes. A estratégia abriu um novo caminho para a monetização (desculpem, a palavra é essa mesmo) de blogs que não queiram (ou não possam) contar com publicidade, e-commerce, produtos editoriais ou poupança acumulada para custear sua operação.

Semana passada, um dos blogueiros essenciais da blogosfera de viagem brasileira, o Gabe Britto, também aderiu ao crowdfunding. Com a intenção de manter apenas um módulo de publicidade (no alto da página, acima da testeira), sem abrir espaço para motores de busca ou posts patrocinados, o Gabe lançou um programa de assinaturas do Gabriel Quer Viajar. O leitor escolhe o valor: são módicos R$ 2,50, R$ 5 ou R$ 7,50 por mês, pagos via PayPal ou PagSeguro.  Também dá para apoiar o blog com uma doação única, pelos mesmos canais.

Eu já assinei, e acho que você deveria assinar também. Por quê?

Coréia do Norte

Porque se você chegou a este post, em pleno fim de semana, é porque você curte não apenas viajar: você ama o assunto viagem. Você não é como a maioria das pessoas, que só busca informação sobre viagem quando vai viajar, apenas para o destino que planeja visitar. Não. Você é curios@, não-conformista, quer aprender sobre lugares novos mesmo sem saber se um dia vai poder ir até lá.

Pois bem. Sem favor nenhum: não tem blog de viagem que entregue isso com o talento e a consistência do Gabriel Quer Viajar.

O Gabe é o cara que encasqueta com destinos que você dificilmente consideraria, e volta de lá com relatos que desmistificam qualquer preconceito. Foi assim na Coréia do Norte; foi assim no Irã; foi assim em Mamirauá, no coração da Amazônia.

Mamirauá

Mesmo quando ele vai a destinos mais, perdão, mainstream, volta com algum achado que nos deixa perdidos. No Chile, o Gabe deu um jeito de chegar até a cidade mineira de Sewell, uma prima fantasma de Valparaíso. Na Jordânia, mostrou o que ninguém mostra -- a Reserva da Biosfera Dana, o maior projeto de preservação ambiental do Oriente Médio.

Mas o mais bacana é que a gente não precisa esperar que o Gabe viaje para ter posts instigantes. Entre uma viagem e outra, ele seleciona notícias que você não encontra em nenhum lugar (tipo: os países menos visitados do mundo), descobre grandes fotógrafos (como Hossein Fatemi), lista motivos para você visitar todos os destinos exóticos do planeta (tais como a Groenlândia), explica as diferenças entre lugares que não conseguimos diferenciar (por exemplo, as Guinés) e ainda produz matérias épicas, pesquisadas em uma dúzia de fontes diferentes (dá uma olhada nessa incrível história da tribo de adoradores de cargas em Vanuatu).

É um trabalho espetacular, que recompensa cada click seu com texto e imagens da melhor qualidade. Mas também é um trabalho que nunca vai atingir o tipo de audiência rentável para publicidade, e-commerce e produtos editoriais -- que é justamente o grande público que só procura informação de viagem na hora que vai efetivamente viajar, para o destino que já tem na cabeça.

Dana, Jordânia

Ou seja: se você quer que blogs como o Gabriel Quer Viajar existam -- para o seu prazer intelectual e deleite visual -- é imprescindível dar o seu apoio. Pense nisso como uma causa ambiental. O ecossistema dos blogs de viagem precisa de um blog como o do Gabe.

Sem falar que a assinatura é uma pechincha -- R$ 7,50 por mês é mais barato do que uma cerveja Original no seu botequim favorito. Só que, com trocadilho, o conteúdo do Gabriel Quer Viajar é muito mais original -- e as conversas nas caixas de comentários fluem de um jeito mais gostoso do que em qualquer boteco.

Bora assinar?

Vai lá:

Assine o Gabriel Vai Viajar

41 comentários

Cândida Silva

A primeira vez que li o Gabriel quer Viajar fiquei encantada com o jeito dele escolher os destinos. Não tenho a menor vontade de ir a Coréia do Norte, mas li toda a viagem que ele fez por lá! Um. Viajante fora do comum. Que bom que existem pessoas como ele, que trazem o mundo até nós.

Fernanda
FernandaPermalinkResponder

Tb li todos os posts da Coreia mesmo não me interessando em ir pra lá! Só pra ver o que ele fez, as fotos, etc... Aliás nesse post aqui a gente percebe o lado publicitário do Riq Freire! rs Mesmo quem não conhece o blog do Gabriel vai ficar louco pra ajudar!! hehehe

Mariana Amaral

Sou fã confessa e torço muito pelo Gabe. Já fiz minha doação smile

Mari Campos
Mari CamposPermalinkResponder

Perfeitinho o post. O Gabe é mesmo tudo isso e merece uma chuva de assinaturas.

Tatiana Wolff
Tatiana WolffPermalinkResponder

Adorei! Não precisava nem ler o post, já tinha minha resposta na ponta da língua: porque foi o único lugar em que achei algo sobre a Etiópia! rsrs
Vou lá ver como funciona! smile

paulow
paulowPermalinkResponder

Adoraria assinar o VNV!

Daniele
DanielePermalinkResponder

eu tb! preferia ele sem a publicidade

Gabriela Bertoni

Sou fã assídua de blogs de viagem e confesso que não conhecia o " Gabriel quer viajar". Vou assinar ctz! Parabéns Ric por mais um post mto bem escrito e por nos ensinar mais um pouco sobre o mundo das viagens!

Patricia Véras

Assinado, positivo e operante.
Dá pra receber por email, como no VNV? Não vi essa opção no blog...

gabebritto
gabebrittoPermalinkResponder

Obrigado, Patricia! =D Infelizmente, ainda não consegui tirar esse ponto da pauta. Em breve, pretendo enviar posts por e-mail. Obrigado!

Vera Lúcia
Vera LúciaPermalinkResponder

Já fiz a módica assinatura mensal e fiquei bem feliz com a iniciativa do Gabriel. Todo o material disponível é de primeiríssima. " Viajo" até para lugares que nunca cogitei.

Miriam
MiriamPermalinkResponder

Eu não conheço especificamente este blog, mas peço licença para discordar. Não sei se estou mal informada mas a concepção que tenho dos blogs é que é algo que a pessoa cria para compartilhar aquilo que gosta (pode ser viagem, moda, culinaria, etc) com outras pessoas. E sem compromisso. Como se fosse um diário que ela quer escrever e resolve mostrar para os outros. Como alguns que tem maior repercussão acabam sendo procurados por anunciantes e ganhar dinheiro com isso, hoje tornou-se o sonho de muita gente fazer um blog e ganhar dinheiro. Eu não sou contra ganhar dinheiro, mas fazer campanha de arrecadação sou contra. Temos um numero infindável de ótimos blogs, voces mesmo sugerem 320 para leitura, como ficaria se tivéssemos que "assinar" todos eles? Por que o Gabriel é melhor do que os outros?

Desculpem a sinceridade

Julio
JulioPermalinkResponder

Míriam, essa é a sua concepção de blog. Há vários blogs assim como você descreve: sem compromisso. Ainda bem! E há muitos, mas eu acho que bem menos, como o blog do Gabriel.
Se outros blogs de viagem fizerem campanhas semelhantes, vou analisar cada um e ver se vale a pena. Provavelmente, não assinaria a maioria deles. Todos têm direito de fazer campanhas de arrecadação e todos têm direito de aderir ou não.

ana
anaPermalinkResponder

concordo contigo, júlio.
um cara como o gabriel, que já esteve em Burkina Fasso, merece nosso apoio!
gabriel quer viajar, bora apoiar!

gabebritto
gabebrittoPermalinkResponder

Ana, obrigado pelo elogio! Mas preciso fazer uma correção: eu não fui para Burkina Fasso. O Por Que Pra Lá é quase sempre apenas fruto de pesquisas. =D

A.L.
A.L.PermalinkResponder

Miriam, assim como acontece com outros meios de comunicação, ou atividades comunitárias, há diversos níveis de envolvimento, esforço e profissionalismo em blogs.

Lá em 2001 essa ideia que vc descreveu era, de fato, a tônica da imensa maioria dos blogs. A Internet ainda estava se encontrando, o princípio de interagir com leitores em comentários não era bem compreendido.

Hoje, "blog" é uma alcunha que designa sites de conteúdo autoral com pesada participação de leitores. Pode ser desde um blog feito para amigos ou colegas de universidade, até conteúdos profissionais.

O próprio VnV começou como um blog típico. Depois cresceu e penso que seria humanamente impossível o Riq sozinho, por exemplo, manter o VnV e tudo o que gira ao redor dele como fazia vários anos atrás.

Eu acho que há espaço para vários modelos, e as reações do mercado leitor vão, em última instância, ditar como esse subscription fee model predomina.

Por uns 2 séculos a principal forma de comunicaçõa de massa foram jornais e revistas que vc comprava ou assinava. Hoje, em termos de conteúdo de viagens, a maioria das revistas especializadas sofre enorme pressão com perda de assinantes, queda nas vendas e corte de staff.

Faço uma analogia com canais do Youtube: a maioria das pessoas que fazem uploads de vídeos por lá não tem a menor expectativa de monetizar seus videos caseiros de cachorros, gatos e festas de aniversário filmadas na função movie de uma câmera simples. Isso não impede que haja pessoas que façam produções semi-profissionais de baixo custo muito interessantes, e que ao obeterem resultados positivos em termos de audiência, pensem em usar Youtube como um meio de dar um passo além e se dedicar em tempo integral à atividade de fazer vídeos e ganhar dinheiro (e pagar suas contas, e comprar câmeras melhores, e comprar microfone profissional, e comprar software de editoração etc.)

Miriam
MiriamPermalinkResponder

Caro A.L.

Sem querer polemizar, gostaria de fazer uma observação sobre seu comentário.

Vc fala sobre pessoas que pensam em usar o youtube para ganhar dinheiro.

Entretanto, para que isso aconteça, essas pessoas, assim como nos blogs, tem que fazer ótimos trabalhos, que tenham muita repercussão e atraiam ANUNCIANTES. O próprio VNV tem atraído anunciantes e parcerias pagas (click on, submarino, booking, etc) fruto de seu excelente trabalho.

Eu não estou afirmando que as pessoas não merecem. O problema é que eu não tenho cacife para ficar pagando pra todo mundo e não apoio exceções.

E, falando em youtube, sou usuária contumaz. Ainda bem que é de graça. Espero que eles não copiem a idéia e comecem a cobrar...

gabebritto
gabebrittoPermalinkResponder

Miriam, apenas para deixar claro: a ideia no Gabriel Quer Viajar é abrir um canal para quem quiser doar. Quem não quiser, não precisa fazer nada. O conteúdo segue livre, leve e solto, para todos que aparecerem por lá! =D

Rodrigo Neves
Rodrigo NevesPermalinkResponder

Sinceramente acho um tédio o blog desse cara.
E pior ainda ver o VNV fazendo esse tipo de campanha.
Deve tá faturando uma % do que ganhar.
Vocês não dão ponto sem nó. Tá na cara.
#prontofalei

Ricardo Freire

Obrigadíssimo, Rodrigo!

A cada comentário seu, você me faz lembrar como o Viaje na Viagem é abençoado por ter um número insignificante, desprezível mesmo (aliás, insignificante e desprezível são palavras perfeitas) de comentaristas desagradáveis, mesquinhos e mal-intencionados.

Valeu mrgreen

Vera Lúcia
Vera LúciaPermalinkResponder

Rodrigo e Miriam, bom dia.

Prezo a diversidade em todos os seus aspectos, assim como a democracia. Só lê quem quer, só contribui quem quer e indica quem quer também.
Sou suspeita para falar do trabalho do Gabriel e do Ricardo porque há anos acompanho os dois com vertentes diferentes e público diversificado. Fiz uma assinatura mensal para o blog do Gabriel porque esta foi a forma de agradecer o trabalho que é muito bom, com pesquisa séria, bem estruturado e com comprometimento, sem falar , principalmente, da carga de amor que assola os textos.
Eu não sei a idade de vocês mas meu filho de 22 está a caminho do Irã feliz da vida com a leitura do Gabriel quer Viajar.

Sylvia
SylviaPermalinkResponder

Fico com dó de ver pessoas que não conseguem
entender nada, mesmo que bem explicadinho.

gabebritto
gabebrittoPermalinkResponder

Muito, muito, muito obrigado, Riq, pelas palavras!

Muito, muito, muito obrigado a todos pelos elogios, pelo apoio, pelas contribuições E pelas críticas!

Rodrigo Neves, eu ia aguardar fechar o primeiro mês para revelar o total que recebi, mas resolvi abrir uma parcial, já que você tocou no assunto.

- Em 13 dias (entre as 7h de 10/03 e as 23h59 de 23/03) o Gabriel Quer Viajar teve 48 assinantes e doadores - incluindo dona minha mãe, fã nº1 do blog.

- As doações somam R$ 441, o que significa R$ 36,75 por mês, se dividirmos o valor ao longo de 12 meses.

- As assinaturas somam R$ 160 mensais.

- Assim, a arrecadação total, significa R$ 196,75 por mês, ao longo de um ano.

Você ainda acha que o VnV recebeu um percentual disso para publicar este post? Se fosse um percentual da emoção que eu sinto a cada contribuição, sim, valeria a pena, porque isso é uma fortuna incalculável, de fazer inveja a Bill Gates. Receber doações espontâneas pelo seu trabalho, por mínimas que elas sejam, é uma emoção gigantesca e indescritivelmente gratificante que não vou tentar explicar aqui, para não ser um cara mais entediante ainda. Mas, infelizmente, eu não tenho como dividir essa emoção. Amaria, mas não consigo.

Grande abraço para você. =)

Catia Guedes
Catia GuedesPermalinkResponder

Desculpe, eu nunca li seu blog, já tinha lido algo a respeito, eu acho, mas lendo este post do VnV fiquei curiosa, muito curiosa. Pareceu muito interessante a sua abordagem sobre viagens, coisa que adoro fazer. Não sei se vou assinar ou não, mas acho justa esta possibilidade de sim, conseguir arrecadações de simpatizantes pelo seu trabalho, via assinatura.
E se não achasse, não assinaria, e pronto. Mas não consigo entender a necessidade de pessoas serem desagradáveis e mal educadas!
Provavelmente eu não postaria nada sobre este post, até porque, como disse, não conheço ainda seu blog, mas tive que me manifestar, alguns comentários foram totalmente desnecessários! Discordar é um direito, mas grosseria não pode nunca ser a forma de fazê-lo!
Espero que vc tenha muito sucesso no seu blog, nas suas viagens, na sua vida! E que cruze sempre com pessoas de luz e paz no coração.

gabebritto
gabebrittoPermalinkResponder

Catia, sem o comentário ofensivo, você não teria deixado essas lindas palavras aqui. Então o comentário ofensivo já me trouxe coisas boas. =D Obrigado!

antonio correa

Riq e Gabebritto,

Primeiramente quero deixar claro que todo e qualquer deve ser remunerado ! A forma é um importante detalhe !!!

Vocês acham que é esse é o futuro dos blogs ?

Abs,

Antonio.

gabebritto
gabebrittoPermalinkResponder

Antonio, é difícil dizer que "este é o futuro dos blogs", porque as coisas mudam rapidamente e o tempo todo. Acho que esse é UM DOS caminhos. Mas existem vários outros. Obrigado pelo apoio! =D

antonio correa

* trabalho

Janaina Farina

Sempre acompanho as postagens deste e do blog do Gabriel, mas acho que essa é a primeira vez que comento. Nem lembro como cheguei ao blog dele, só sei que li por umas quatro horas sem parar no primeiro dia - também, eu cheguei bem na época da viagem à Coréia do Norte. Lembro que fiquei assustadoramente impactada em descobrir que há vida naquele lugar. Contei pra todo mundo sobre o blog, enchi a cabeça do meu marido com as informações que recebi e não conseguia parar de lembrar daquelas lindas fotos. Hoje virou um dos meus lugares preferidos para se conhecer no mundo. Leio tudo sempre com muito prazer. O blog é simples, sem informações muito técnicas, na verdade eu considero mais como uma boa conversa, em que eu pergunto sozinha e ele sem pestanejar vai respondendo linha após linha.

Gabi e Ricardo, obrigada por ajudar a gerar esses sonhos em mim. Tenho 25 anos e esse é o ano da minha primeira viagem internacional. Cedo ou tarde, não importa. Quem sabe daqui um tempo eu não relate minhas próprias experiências? Tudo isso graças a vocês dois. =)

WAGNER
WAGNERPermalinkResponder

Sou fã do Gabe!

Nivia
NiviaPermalinkResponder

Fico impressionada como as mesmas pessoas que pagam R$15,00 em uma revista de turismo, com informações suspeitas, óbvias e, às vezes, ultrapassadas, criticam assinar monetariamente o conteúdo de um blog. Simplesmente, não entendo...

Catia Guedes
Catia GuedesPermalinkResponder

Concordo integralmente!

Mariana G
Mariana GPermalinkResponder

Sem dúvida alguma, o Gabriel Quer Viajar merece todo e qualquer apoio! Acho que a Miriam respondeu as próprias dúvidas qdo disse que nunca leu o blog do Gabriel, se tivesse lido entenderia perfeitamente os motivos do Riq pra fazer esse post.

gabebritto
gabebrittoPermalinkResponder

Obrigado a todos, de novo! =D Obrigado, VnV! Sempre!

Guto Rocha
Guto RochaPermalinkResponder

A inovação, a coragem, não habitam na alma de todos.

Quem em sã (e comum) consciência deixaria de ser presidente de uma empresa para se tornar blogueiro?

Quem em pleno funcionamento de suas faculdades mentais, largaria um emprego, uma carreira de respeito e tentaria viver de doações estimuladas apenas pelo AMOR ao conteúdo de viagens?

São estes inconscientes que criam uma rede social que hoje vale mais do que 95% das empresas do mundo, criam apps para troca de mensagens e conectam meio bilhão de pessoas, ou sintetizam em um único site, todo o conhecimento do mundo, através da colaboração de todos, e de cada um.

Uns querem dinheiro, outros querem fazer, apenas fazer.

Mas para nós, que temos plena consciência, e total faculdade das nossas ações a compreensão não é fácil.

Daqui há alguns anos vai ser muito fácil entender isso que o Gabriel está fazendo, com apoio do Riq e de todos os que AMAM o que e como ele faz seu blog. Assim como o Riq é hoje o maior nome em turismo no Brasil, comparado muitas vezes a outros presidentes, e muito acima de quem deveria entender, o ministro, embora ele seja o nosso Comandante.

Parabéns Riq pelas palavras, parabéns Gabe pela execução da ideia.

Que o amor ao que é inspirador, puro e belo, tornem este projeto um sucesso.

E aos que não gostaram, deixo uma edificante frase.

"Keep Calm e deixa de recalque"
Popozuda, Valesca.

Pedro
PedroPermalinkResponder

Não vou assinar de momento, mas super apoio a iniciativa. Sei o quanto é difícil e trabalhoso ter um blog, e que esses R$190 hoje (esperamos que seja mais no futuro), não paga 2 horas de um professor universitário por exemplo.

Então, nada mais justo que remunerar às várias horas dedicadas a escrever um conteúdo imparcial e de tamanha qualidade. E que se chegar a R$2.000 ainda vai ser pouco para tanto trabalho.

Parabéns pela transparência, acho importante deixar claro para as pessoas o quanto está arrecadando. Prepare-se para cobranças também! Elas irão acontecer, então vai ser necessário paciência e compreensão, pois agora as pessoas estão "pagando" pelo seu conteúdo.

No mais, boa sorte!

Francisco
FranciscoPermalinkResponder

Sou fã do blog do Gabe Britto! Ainda não assinei, mas com certeza irei fazer a minha contribuição.

Ana Christ
Ana ChristPermalinkResponder

Já contribuí e acho excelente a ideia.
O conteúdo continua livre pra quem não quer (ou não pode) pagar com a vantagem de não ter a "poluição" de propagandas chatas e inconvenientes, que tiram o foco do texto.

Se meu blog tivesse o now-how do Gabe, faria o mesmo!

Abraços

Vladimir
VladimirPermalinkResponder

É uma IDEIA SENSACIONAL!!!

MANDA VER, GABRIEL!!!

Tenho que deixar minha opinião a respeito de alguns comentários:
- Inveja!!!
- Incompetência!!!
- Como eu gostaria de colaborar com sites como o VnV que ajudam tanto as pessoas que vão viajar ou simplesmente nos servem com leituras deliciosas e conhecimentos que estão além da nossa imaginação!!! Sem vírgula mesmo!!!
- Quando estive em MUNIQUE, pesquisei muito o site da Angela, o ALEMANHA! PORQUE NÃO?
Poderia ter viajado sem comprar o roteiro que ela vende pelo site, mas, fiz questão de comprar porque considerei a contribuição do site dela fundamental e de alguma forma queria "ajudar" para que ela continue e continue e continue!!! Detalhe: Ela está escrevendo um post por Dia... Recebo todos os Dias na minha Caixa de e-mail, assim como os do VnV!!!

Quero deixar público meu Agradecimento e Admiração por todos vocês, que são Artistas, Mágicos da Internet e nos levam a lugares nunca antes imaginados, de forma tão Concisa, Econômica, Clara e Divertida!!! MUITO OBRIGADO DE CORAÇÃO!!! Vocês são DEMAAAAAAAAAIS... smile

Muito SUCESSO nessa iniciativa,
Vladimir.

gabebritto
gabebrittoPermalinkResponder

Mais uma vez: obrigado, obrigado e obrigado. =D

Divido aqui um vídeo interessante sobre doações: http://youtu.be/xMj_P_6H69g Espero que vocês gostem.

WISELADY
WISELADYPermalinkResponder

Mais uma vez o VnV se supera em dar motivação aos que amam conhecer o mundo, quer "ao vivo e a cores " quer através do momento mágico da leitura de um texto bem escrito. Não conhecia ainda o blog do Gabe, mas vou assinar sim, espero que minha humilde contribuição contribua (ai, credo!) para a continuidade deste trabalho que é claramente feito com amor e desprendimento. E, Sr. Ricardo, não existe a menor possibilidade de eu pensar em ir a qualquer lugar em termos de viagem, sem antes consultar seu trabalho, do qual sou fã e usuária desde os tempos imemoriais da coluna simples de jornal. E fica aqui minha proposta: Ricardo para Ministro do Turismo.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar