Dos mercados a Bruce Lee, os melhores passeios de Hong Kong

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Avenue of the Stars, Hong Kong

| Avenue of the Stars, Hong Kong |

Passear pelas ruas de Hong Kong sem destino certo já é uma grande atração -- longe de casa, onde tudo é diferente, qualquer caminhada é interessante.

Mas existem lugares fantásticos para turistar por lá, que merecem um espaço no seu roteiro -- mesmo que você seja do tipo mais avesso a lerês. Veja a seguir cinco coisas que você não pode deixar de fazer em Hong Kong:


View Programas imperdíveis em Hong Kong in a larger map

--> Visitar um mercado

Existe mercado de tudo em Hong Kong. De pássaros. De antigüidades. De jade. De frutos do mar secos. Entre os que visitei, tive três favoritos.

Flower Market, Hong Kong

Flower Market, Hong Kong

Flower Market, Hong Kong

[Flower Market]

Em Kowloon, o Mercado de Flores de Mong Kok, que é uma rua só com lojas de plantas. Tudo muito bonito e caprichado, com arranjos delicadíssimos à venda. Pena que não podemos trazer nada para casa. Fica na Flower Market Road, estação Prince Edward do metrô.

Stanley Market, Hong Kong

Stanley Market, Hong Kong

[Stanley Market]

Na ilha de Hong Kong, o Mercado de Stanley. Tem as mesmas lembrancinhas e bugigangas que você encontra na Temple Street, em um ambiente muito mais agradável. Os preços me pareceram melhores, também. Além dos souvenirs, você encontra conjuntos de chá e artigos de decoração em lojas mais bacanas. Os ônibus 6, 6A, 6X, 66, 260, 973 e o micro-ônibus 40 vão até lá.

Wan Chai Road

Wan Chai Road, Hong Kong

Wan Chai Road, Hong Kong

[Wan Chai Road]

Também em Hong Kong, o pedacinho da Wan Chai Road entre Fleming e Cross Street, no bairro de Wan Chai. Deve haver lugares como esse em outros pontos da cidade, e não é exatamente um mercado formal, mas uma reunião de quitandas, açougues e padarias em uma ruazinha estreita. Por lá você vê patos assados e pendurados, frutas diferentonas, cabeças de porco, ovos estranhos e muitos moradores fazendo compras, o que é sempre um bom sinal. Foi lá onde comi o melhor joelho do mundo. Salte na estação Wan Chai do metrô.

hong-kong-goldfish-market

Goldfish Market, Hong Kong

[Goldfish Market]

Temple Street Market, Hong Kong

[Temple Street Market]

Eu dispensaria os passeios ao Goldfish Market e à Temple Street. O primeiro nada mais é do que uma rua de pet shops, com umas duas lojas que vendem peixes de aquário em saquinhos plásticos muito pequenos. O segundo é um camelódromo gigante, lotado de turistas, que funciona só à noite. Tudo que é vendido lá você acha em outros camelôs da cidade, sem precisar gastar uma noite em Hong Kong com isso.

Conheça todos os mercados no site de turismo de Hong Kong.

The Peak, Hong Kong

[The Peak]

--> Curtir o visual

The Peak é o Corcovado honconguês. É o ponto mais alto da ilha, de onde se tem uma vista deslumbrante do porto, dos arranha-céus e das montanhas.

The Peak, Hong Kong

Dá para chegar de ônibus (número 15 e micro-ônibus número 10) ou de trenzinho, como no Corcovado. O trem sai dos arredores da estação Central do metrô. Só não tem o Cristo Redentor de braços abertos sobre o Victoria Harbour. mrgreen

Restaurante Café Gray, Hong Kong

[Restaurante Café Gray]

Aproveite também a vista dos restaurantes que ficam nos andares altos de hotéis e prédios comerciais. Hong Kong tem vários restaurantes excelentes, com varandas e janelas que fazem suspirar. Dicas aqui.

Dim sum no Jade Garden

[Dim sum]

--> Descobrir seu dim sum favorito

Dim sum são pequenas porções de especialidades cantonesas para compartilhar. Há restaurantes de dim sum por todo lugar, de diversos estilos: fast food, tradicionais salões de chá, pequenas portinhas ou grandes terraços com vista para a cidade. Conheça essa encantadora culinária, eleja o seu restaurante favorito e o seu dumpling predileto também.

Repulse Bay, Hong Kong

[Repulse Bay]

--> Passear na orla

Há lugares distantes dos néons em que Hong Kong parece um pequeno balneário. Um deles é Repulse Bay. Peguei um dia feioso, mas a praia é simpática. Por lá existe uma espécie de jardim temático religioso multicolorido, com divindades taoístas, dragões de mosaico e uma ponte da longevidade.

Repulse Bay, Hong Kong

Repulse Bay, Hong Kong

Repulse Bay, Hong Kong

Repulse Bay, Hong Kong

Cada vez que se cruza a ponte, são 3 dias a mais de vida. Ganhei uns 12. Os ônibus Bus 6, 6A, 6X, 66 e 260 levam até lá.

Stanley, Hong Kong

Stanley, Hong Kong

Stanley, Hong Kong

[Stanley]

Perto dali, Stanley tem um calçadão delicioso para passear, com barzinhos em frente à orla servindo cerveja gelada e petiscos. Escolha um, peça a sua Tsingtao e aproveite um bem-vindo intervalo do agito de Hong Kong.

Stanley, Hong Kong

[Stanley]

Vão até lá os ônibus 6, 6A, 6X, 66, 260, 973 e o micro-ônibus 40.

Avenue of the Stars, Hong Kong

[Avenue of the Stars]

--> Prestar uma homenagem

Em Kowloon, a Avenue of the Stars é a calçada da fama cheia de artistas que não conhecemos, à beira do Victoria Harbour. Vá direto à estátua do Bruce Lee e faça a sua melhor pose junto do mais célebre astro de Hong Kong.

Avenue of the Stars, Hong Kong

Avenue of the Stars, Hong Kong

Fica em Tsim Sha Tsui, na estação East Tsim Sha Tsui do metrô.

Mariana viajou a convite do Hong Kong Tourism Board e da Edelman Significa.

[Transcrito manualmente de um post publicado em maio de 2013. Pedimos desculpas pelos comentários que não puderam ser transferidos]

Leia mais:

1 comentário

Artur
ArturPermalinkResponder

Comentaste muito bem, sou de Macau , até fui ver os teus comentários para tirar umas ideias pra ir lá passear com a minha família ☺️???

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar