Penny Lane is in my eyes: um roteiro pela Liverpool dos Beatles

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

Penny Lane

À minha frente no ônibus do tour, um casal francês. Ao lado, um grupo de amigos da Holanda. Atrás, islandeses. Brasileiros, havia dois a bordo, ao menos. Cada um com seu sotaque, todos cantarolavam Penny Lane, que tocava no sistema de som do ônibus, sem errar sequer uma palavrinha da canção dos Beatles.

Estar em Liverpool é, a qualquer dia do ano, fazer parte de um grande encontro internacional de fãs. Tietes dos Fab Four vindos do mundo inteiro relembram suas músicas favoritas em shows cover, se esbaldam pelas lojas de souvenir, e se emocionam ao ver, pessoalmente, onde John Lennon e Paul McCartney criaram suas primeiras canções.

Conheça a seguir as principais atrações temáticas dos Beatles em Liverpool, e em seguida veja sugestões de roteiro para a sua viagem -- seja bate-volta, seja com pernoite:

Magical Mystery Tour

Magical Mystery Tour

She's got a ticket to ride: Um passeio em um ônibus amarelo inspirado naquele do filme Magical Mystery Tour, de 1967. O ponto de encontro é na bilheteria, que fica no Anchor Courtyard, um pátio meio escondido no Albert Dock, o porto turístico de Liverpool (é recomendável chegar 10 minutos antes; há uma saída para o pátio pelos fundos da loja The Fab 4 Store).

Rua onde viveu George Harrison

Rua onde viveu George Harrison quando criança

A partir de lá começa um divertido tour biográfico, que passa por casas em que viveram cada um dos quatro Beatles, pelo local onde a banda apresentou o seu último show em Liverpool, pela catedral da cidade (para onde Paul McCartney fez audições para o coral... e foi reprovado), entre outros lugares que são parte da história do grupo. O ônibus não é hop-on hop-off, mas faz algumas paradinhas para fotos.

Strawberry Field

Strawberry Field

Uma delas é em frente aos famosos portões vermelhos de Strawberry Field, o orfanato próximo à casa onde John Lennon cresceu. Outra, numa das ruas mais conhecidas do mundo: a Penny Lane, por onde John e Paul passavam todos os dias, a caminho de suas escolas. Entre um comentário e outro do guia, não faltam músicas dos Beatles, e o clima no ônibus é animado. O passeio dura 2 horas, e é o mais recomendado para quem quiser fazer apenas um tour na cidade. Reservar com antecedência é aconselhável; garanta o seu ticket aqui.

Beatles' Childhood Homes Tour

The Beatles' Childhood Homes Tour

Yesterday, all my troubles seemed so far away: Um tour guiado pelas casas em que John Lennon e Paul McCartney passaram sua juventude. O ponto de encontro é no lobby do hotel Jurys Inn, próximo ao Albert Dock (o motorista procura pelos passageiros por ali alguns minutos antes da saída e acompanha todos até a van).

Casa em que John Lennon viveu

Casa em que John Lennon morou

Se o Magical Mystery Tour é um passeio mais divertido, o Beatles' Childhood Homes Tour é mais emocionante. Perde um pouco por não contar com um guia durante o trajeto até as casas (o motorista faz alguns comentários aqui e ali, só), e também por não ter nenhuma musiquinha a bordo (um tour sobre os Beatles merece trilha sonora, não é?). Em compensação, como não se comover ao entrar na casa em que John Lennon morou com sua durona tia Mimi, e onde podemos imaginar um Paul McCartney ainda adolescente entrando pela porta da cozinha, para tirar um som com seu novo amigo? Em cada casa, um guia faz as vezes de contador de histórias e, com riqueza de detalhes, transporta os visitantes às raízes da banda, na década de 1950.

Casa de Paul McCartney

Casa onde morou Paul McCartney

Há poucos objetos originais para se ver, mas as casas foram restauradas e mobiliadas pelo National Trust de acordo com registros fotográficos e memórias de quem esteve ali. O passeio dura duas horas e meia, e entender inglês é fundamental para aproveitar a visita. É imprescindível reservar com antecedência, e não há outra forma de entrar nas duas casas senão com este passeio. (Tirar fotos nos interiores, infelizmente, é proibido.)  Garanta o seu lugar aqui.

Beatles Story

Beatles Story

Get back where you once belonged: Alguém consegue lembrar de outra banda que tenha ganho um museu só para ela? Como o próprio nome sugere, o Beatles Story conta toda a trajetória dos quatro garotos de Liverpool. Está tudo lá: os primórdios, como a banda de skiffle Quarrymen; os primeiros shows e turnês; o Cavern Club; a Beatlemania; os discos e filmes.

Beatles Story

Submarino amarelo e o quarto branco de John Lennon

Há mais réplicas e cenários postiços do que objetos de valor histórico em exposição, mas é um museu lúdico, que pode ser desfrutado tanto por iniciantes quanto por iniciados em Beatles. E tem audioguia em português! O Beatles Story também fica no Albert Dock, o Puerto Madero de Liverpool. As entradas podem ser compradas na hora e são válidas também para o cinema 4D e para as exposições temporárias em cartaz no Beatles Story Pier Head, um segundo endereço do museu que fica pertinho da sede, também às margens do rio Mersey.

The Fab 4 Store

The Fab 4 Store

Can't buy me love: Vale chamar de atração uma loja de souvenir? No caso da The Fab 4 Store, acho que sim. É a loja de lembrancinhas dos Beatles mais bacana de Liverpool. Fica quase ao lado do Beatles Story, no Albert Dock.

The Fab 4 Store

Tem camisetas? Tem. Tem chaveiros e canecas? Também tem. Mas você pode sair de lá com itens muito mais originais: um conjunto de chá dos Beatles, palhetas, vinis, ou até mesmo óculos redondos como os de John Lennon.

Cavern Club

Cavern Club

She loves you yeah yeah yeah: Uma das casas de show mais conhecidas no mundo, o Cavern Club foi palco de quase 300 apresentações dos Beatles no início dos anos 1960. O clube que hoje ocupa o número 10 da Mathew Street não é 100% original, e o mais próximo que se pode chegar de um show dos Beatles ali é, obviamente, assistindo a uma apresentação de banda cover. Mas sabe que vale a pena?

Cavern Club Beatles

Cavern Club Beatles

O grupo Cavern Club Beatles faz um espetáculo-tributo caprichado, com trocas de cenário, figurino e um repertório que não economiza em sucessos. Os shows acontecem aos sábados (e em algumas sextas-feiras, também) no Cavern Live Lounge, um espaço mais reservado dentro do clube. Garanta sua entrada com antecedência, e, para conseguir lugar sentado, chegue cedo.

Magical Mystery Tour e Cavern Club

Dobradinha: Magical Mystery Tour e Cavern Club

Nos outros dias da semana acontecem outros shows, incluindo de bandas residentes (que não tocarão Beatles). Quem faz o passeio Magical Mystery Tour tem direito a uma entrada grátis no Cavern Club para o mesmo dia. O ingresso garante acesso aos shows que acontecem no palco principal do clube (mas não dão acesso ao Cavern Live Lounge, um espaço de eventos nos fundos). Os shows começam à tarde, e lotam nas noites de fim de semana.

Como ir de Londres a Liverpool

Liverpool

She's a day tripper: Um bate-volta de Londres a Liverpool é totalmente viável; o trajeto de trem leva menos de 2 horas e meia. Mas, se você é um verdadeiro beatlemaníaco, dedique a Liverpool ao menos um pernoite. Assim, você não terá que fazer nenhuma escolha difícil quanto aos passeios -- e ainda vai poder dormir em um hotel temático dos Fab Four! mrgreen

Em qualquer caso, planejar a viagem com antecedência é fundamental para conseguir descontos nas passagens de trem e garantir lugar nos passeios mais disputados. Os trechos de trem ficam disponíveis no sistema cerca de 3 meses antes da data da viagem; pesquise e compre pelo site da National Rail ou no The Train Line.

O trajeto de ônibus entre Londres e Liverpool é muito demorado; só vale a pena para as viagens com pernoite, e somente se os trechos de trem estiverem caros além da conta. Pesquise e compre pelo site da National Express.

Bate-volta: um roteiro redondo

Beatles Story

Beatles Story

Pegando um trem direto em Londres que saia da estação Euston por volta de 8h, você chega na estação Lime Street de Liverpool antes de 10h30. Caminhe por 20 minutos até o Albert Dock e conheça o museu Beatles Story e a The Fab 4 Store. Tire alguns minutos para comer alguma coisinha em um dos cafés ou lanchonetes por ali (no Tate Liverpool tem um café bacana). Embarque no Magical Mystery Tour de 13h, que você já vai ter reservado antecipadamente (no fim de semana, escolha entre os horários de 12h30 e 14h).

Mathew Street

Mathew Street

Na volta, passeie pelo centro, conheça os arredores boêmios da Mathew Street e curta a música ao vivo no Cavern Club (de graça, com o ticket do Magical Mystery Tour). Caminhe de volta à estação Lime Street; do Cavern Club, são 10 minutos. Retorne a Londres no trem de 17h47.

Roteiro com pernoite

Cavern Club Beatles

Cavern Club Beatles

O melhor dia para pernoitar em Liverpool é no sábado, quando a principal banda cover de Beatles se apresenta no Cavern Club. Saia da estação Euston, em Londres, no trem das 11h07 de sábado, e desembarque em Liverpool às 13h21 na estação Lime Street. Tome um táxi ao seu hotel (não vai sair caro, a estação é bem central). Deixe as malas, almoce e embarque no Magical Mystery Tour de 15h30, que você já vai ter reservado antecipadamente. Na volta, faça um passeio a pé pelo centro, mas guarde energias para o show do Cavern Club Beatles à noite, no Cavern Club (compre seu ingresso antes; o show fica bastante cheio).

Albert Dock

Albert Dock

No domingo, faça o passeio do National Trust às casas de John Lennon e Paul McCartney às 10h ou 11h  (também com reserva prévia; quanto mais antecedência, melhor). Visite o Beatles Story e a The Fab 4 Store na seqüência. Aproveite para passear com calma pelo Albert Dock e fazer uma pausa para o almoço. Busque as malas no hotel e siga viagem a Londres, ou ao seu próximo destino, no fim da tarde.

Hospedagem

Hard Days Night Hotel

It's been a hard day's night: Hotéis temáticos não costumam ser assim o melhor exemplo em matéria de bom gosto, e portanto admito que, quando soube que existia um Hard Days Night Hotel, imaginei logo uns quartos de paredes amarelas, com cartuns dos Beatles decorando a roupa de cama e as cortinas (tá certo; nesse caso, o álbum a emprestar o nome ao hotel seria outro). Qual não foi a minha surpresa, então, ao encontrar no Booking (e, depois, pessoalmente) um hotel sóbrio e elegante, e ainda assim prestando uma bonita homenagem à banda?

Hard Days Night Hotel

Hard Days Night Hotel

Hard Days Night Hotel

Tudo começa pela arquitetura, herança de uma época próspera em Liverpool. O prédio em que o hotel se instalou foi um centro comercial no século XIX. À fachada foram adicionadas simpáticas esculturas dos membros da banda. Pelos espaços comuns, fotos em preto e branco, letras de música, partituras e notícias antigas lembram passagens da carreira dos garotos de Liverpool.

À noite tem música ao vivo no lobby e, no bar Four, coquetéis de nomes divertidos como Strawberry Fields With Pepper e Baby You Can Drive My Sidecar embalam a noite de hóspedes e visitantes. O Cavern Club fica logo na esquina.

Hard Days Night Hotel

Se o quarto é confortável? I slept like a log! mrgreen

Mariana viajou a convite do VisitBritain.

Leia mais:

19 comentários

Diogo Avila
Diogo AvilaPermalinkResponder

Simplesmente UAL!
Conheci a Abbey Road e já achei demais.
Liverpool está na minha wishlist!!!

Wagner Barros
Wagner BarrosPermalinkResponder

Mariana
Que emoção ler seus comentários. Já lí 4 vezes. Maravilha
Embarco agora dia 11/04 para Londres. Estarei em Liverpool no dia 16. Não consegui reservar passagem de trêm de volta, acho que devo ficar lá e voltar no dia 17.
Reservei o tour Beatles' Childhood Homes Tour na parte da manhã .
O passeio do Megical pretendo comprar no local para a tarde bem como a reserva do Hotel.
Vc. acha que é arriscado comprar no local?
Já estou em contagem regressiva.
Minha primeira viagem internacional. Irei sozinho ficarei uma semana em Londres.
Estou um pouco assustado em relação a lingua. Meu Ingles não é lá essas coisas.
Obrigado pelo Blog, muito bem escrito.
Wagner Barros

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Wagner! A Mariana escreveu várias vezes durante o texto: compre os passeios com antecedência.

Nanda Castelo Branco

Oi, Wagner!
Mesmo se não der pra reservar o passeio, você pode visitar os locais. Eu não fiz o Magical Mistery Tour, preferi fazer o roteiro Beatles por conta própria, no meu tempo e sem muvuca smile Foi mágico também! Se quiser, tem o passo-a-passo aqui: http://wp.me/p4eMct-cT

Caio
CaioPermalinkResponder

Parabéns pelo texto (muito bem escrito e divertido!).
Agora, vale lembrar que existem outros museus dedicados à bandas de rock. smile
Gosto muito do Museu do ABBA em Estocolmo (http://www.abbathemuseum.com/).
Abraços!

Erica A
Erica APermalinkResponder

Ia falar a mesma coisa Caio. Sou doida para ir no Museu do ABBA.

Paula Kinoshita

Eu amei Liverpool quando fui!!Não fiz o Magical Mystery Tour e agora estou morrendo de vontade de ir!! Quero voltar!! smile

Wagner Barros
Wagner BarrosPermalinkResponder

Barbara
Fiz a reserva no Hard Days Night Hotel para o dia 16.
Fico hospedado uma noite, volto a Londres dia 17.

Obrigado pela dica do hotel.
Espero não me enrolar com o meu horroroso inglês.
Embarco amanhã(11) estou contando as horas.
Um forte abraço.

Wagner

Alexandre Bolinho

Mari, sua LINDA, valeu!! Em Julho estou lá!! Beijo!

KARINA PACHECO

Olá, estivemos em Liverpool em agosto/2014 com nossa filha de 05 anos. Foi uma viagem surpreendente porque achava que Liverpool era quase uma cidade temática que girava em torno dos Beatles. E não é, muito legal e com muita coisas para fazer. Infelizmente, não consegui comprar o tour Childhoods, era semana da Beatle Week e acabou rápido. Mas, fizemos o Magical Mistery Tour, Cavern Club com criança (nos permitiram entrar e permanecer com ela até às 20h) e Beatles Story. Ficamos duas noites no Nadler Hotel, muito bom e bem localizado. Fizemos tudo a pé, até o trajeto da estação de trem. Valeu demais!

Jackie
JackiePermalinkResponder

Que legal o post, Mariana. Tb estive em Liverpool recentemente,foi a segunda vez, em dezembro. A primeira eu tinha ido de bate-volta e agora fiquei mais dias. Entrei aqui inclusive procurando pelo post que tinha com o meu comentário sobre esse bate-volta, mas não achei. Foi apagado?
ah, sobre a casa de infância deles é preciso lembrar que não funciona o ano todo. Em dezembro, pr exemplo, está fechada (mas eu queria tanto voltar a Liverpoool que fui mesmo assim, mas as casas pra mim são o ápice da cidade). beijos,

Fernanda Scafi

Liverpool tá aparecendo tanto na minha timeline que acho que é um sinal!! Louca para conhecer!

nathalia
nathaliaPermalinkResponder

Olá! estou me programando para ir a Liverpool mas iria em um domingo e voltaria na segunda. Não pretendo conhecer tudo, mas os principais pubs. Gostaria de saber se a cidade funciona normalmente no domingo. Saberia me informar?

Alice
AlicePermalinkResponder

Olá!!
Chegarei em Liverpool de trem, vindo de Edinburgh, numa sexta à tarde em maio (ainda não sei o horário). Assim, para nao ficar muito corrido, pensei em talvez fazer o Magical Mystery no sábado pela manhã com um passeio pelo museu dos bealtes depois e albert dock. Mas como voltarei para Londres no sábado, somente poderia ir ao The Cavern Pub na sexta. Já li no site que a admissão ao pub incluida no ingresso do tour é apenas para o próprio dia, mas seria possível comprar avulso a entrada para o The Cavern? Pelo que entendi o tour dá direito apenas ao Pub, se eu quiser assistir ao shows que acontecem no Live Lounge, também tenho que comprar antes.. Então seria melhor eu já comprar o show? com isso terei acesso ao Cavern Pub? Ou me sugerem ir somente ao Pub e depois procurar outros shows pela rua? Help!! Abs !

A Bóia
A BóiaPermalinkResponder

Olá, Alice! A admissão inclusa no tour dá direito a entrar no Cavern Club e assistir ao que estiver rolando no palco em frente ao bar. Você vai ouvir rock, mas não necessariamente vai ser um show com músicas dos Beatles. O show mais bacana de cover de Beatles, com a banda Cavern Club Beatles, acontece em uma outra parte do Cavern Club chamada Cavern Live Lounge -- um salão reservado e para o qual é necessário comprar ingressos à parte. Os shows do Cavern Club Beatles acontecem aos sábados e em algumas sextas-feiras. Consulte o calendário de apresentações de maio no site do clube para ver se você vai dar sorte: http://www.cavernclub.org/

O Cavern Pub é outro bar separado, em frente ao Cavern Club, do lado oposto da rua. Também tem apresentações musicais.

Alice
AlicePermalinkResponder

Obrigada Bóia!
Se eu comprar o show para o Cavern Live Lounge, terei direito ao Cavern Club? pois estou pensando em só fazer o mystery no sabado, dia em que nao pernoitarei. obrigada!

Marcia
MarciaPermalinkResponder

Fiz o tour - vale muito -

Rúbia
RúbiaPermalinkResponder

Olá viajantes! Estive em Liverpool em setembro/2017 e venho compartilhar a minha experiência. Foi incrível. O show no The Cavern Club é ótimo! A banda cover toca muito, o lugar tem uma atmosfera especial e foi demais assistir ao show no local onde tudo começou. O tour das casas foi bacana, porém o ponto de encontro mudou e por pouco não perdi o passeio. Além de eu descobrir só na hora, o novo local (chama-se Speke Hall) é longe do Albert Dock. Como estava em cima da hora, peguei um táxi que custou 16£ e levou cerca de 20 minutos (sem trânsito). Não sei se há outras formas de chegar até lá. Na volta optei por não retornar ao ponto de encontro com a van do passeio, pois é um local bastante afastado e o motorista disse que para voltar ao centro do Liverpool teria que chamar um táxi. Saindo da casa do John Lennon, tem um ônibus que vai direto ao centro (do outro lado da rua, é o único ônibus que passa nesse ponto). No mais, foi uma experiência única! Agradeço ao VNV pelas dicas!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar