Stanley Park: trilhas, totens indígenas, aquário e praia no coração de Vancouver

Heloísa Dall'Antonia
por Heloísa Dall'Antonia

Stanley Park, em Vancouver

Considerado o “coração verde” de Vancouver, o Stanley Park é também uma ótima opção para turistar. O maior e mais antigo parque local tem pouco mais de 4 km², em uma área deliciosa de lazer que comporta praias, trilhas, jardins, monumentos, diversão para crianças e muitas, mas muitas árvores mesmo. São cedros, pinheiros e outras espécies centenárias em quantidade, tendo espaço até para uma árvore oca, a Hollow Tree, que tem por volta de 800 anos de idade e uma enorme fenda em sua abertura (atualmente, o entorno da planta está fechado, por motivos de segurança).

Com tanto espaço, a ideia de alugar uma bicicleta para dar uma volta por tudo é uma sábia decisão. E há trocentas opções de empresas próximas às entradas, como por exemplo a Spokes, a Bayshore, a Stanley Park Cycle, a EzeeRiders (que tem, de longe, o melhor nome) ou a Yes Cycle, todas pertinho uma da outra, nos quarteirões entre Denmant St. e Alberni St..

Detalhes de passeio de bicicleta pelo Stanley Park

Uma das áreas mais interessantes de visitar é Brockton Point, onde estão nove totens. A coleção começou com quatro obras, vindas de Alert Bay, na década de 1920. Também estão ali três bonitos portais esculpidos, representando traços da cultura das primeiras nações canadenses.

Tótem do Stanley Park

Arco no Stanley Park

Detalhes dos totens do Stanley Park

Bustos, placas comemorativas e estátuas, como Girl in Wetsuit, também podem ser vistos no parque. Há também o Lumbermen's Arch e o Shakespeare Garden (só com árvores e plantas citadas nas obras do escritor inglês), entre outros monumentos.

Para as crianças, além de playgrounds tradicionais, há o trenzinho que é uma réplica do Canadian Pacific Railway /#374 e que permite um tour pelo parque (aberto durante o verão, das 10h às 17h, C$ 5,25). Também dá para andar de carruagem, e mesmo se divertir no parque aquático voltado para os pequenos.

Vista da praia em Stanley Park

Vista da piscina púbica no Stanley Park

Apesar de a água circundar o parque, apenas duas praias são acessíveis para nado. Em uma delas, a Second Beach, está uma piscina pública com água aquecida que faz a alegria da galera (aberta apenas durante o verão). Na outra, a Third Beach, a enseada tranquila conta até com areia para criar o ambiente agradável. As duas oferecem infraestrutura básica e alguns serviços cobrados.

Vista a partir do Stanley Park

Quem não se interessa em entrar na água pode, ainda assim, aproveitar a visão a partir do Seawall, uma espécie de calçadão pavimentado que permite explorar todo o entorno do parque à beira da água. A construção desse caminho, que acabou por impedir a erosão do solo, começou em 1917 e demorou mais de 60 anos para ficar completamente pronta. Os 9km de extensão do Seawall demoram de duas a três horas para serem explorados a pé e pouco mais de uma hora de bicicleta (as áreas destinadas a pedestres e a ciclistas é extremamente bem delimitada).

Áreas delimitadas para pedestres e ciclistas no Stanley Park

Dois lagos fazem parte do Stanley Park: o natural Beaver Lake e o Lost Lagoon, feito pelo homem. Ambos são a casa de diversos animais e plantas. As opções esportivas também são muitas. Golfe, tênis, críquete e vôlei são alguns dos esportes que contam com quadras que podem ser usadas pelos visitantes.

Aquário

Gostou da ideia de encontrar a vida marinha no passeio? Dentro do Stanley Park está o Aquário de Vancouver (845 Avison Way; tel. 604-659-3552; aberto diariamente das 10h às 17h; C$ 34), inaugurado em 1956 e até hoje o maior do Canadá, com mais de 9.000m² e lar de mais de 70.000 criaturas, incluindo golfinhos, tartarugas, baleias beluga, lontras, leões marinhos, cobras, bichos-preguiça, enguias e muitos outros.

Água-viva no Aquário de Vancouver

Aquário de Vancouver

Animais do Aquário de Vancouver

Várias exibições acontecem simultaneamente, ensinando sobre a vida marinha para crianças e adultos. Há programas especiais mostrando aos visitantes como os treinadores trabalham, com direito a participar da alimentação dos bichinhos.

Aquário de Vancouver

Foto: Tourism Vancouver/ Coast Mountain Photography

Bichinhos do Aquário de Vancouver

Bateu a fome?

O Stanley Park oferece alguns restaurantes dentro de sua área, cada um com especialidades e preços diferentes. The Teahouse tem saladas e lanches; The Fish House oferece boas opções de frutos do mar; The Prospect Point Restaurant & Cafe; e o Waterfall Cafe podem ter cardápios diversos, mas contam com todos com lindas vistas.

Heloísa viajou a convite da Canadian Tourism Comission.

Leia mais:

1 comentário

andre
andrePermalinkResponder

Sim, levar sua cestinha de pic-nic e uma garrafa de vinho (devidamente camuflada), para assistir o pôr do Sol, também é uma ótima pedida para um relax no parque.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar