6 meses de moderação de comentários no VnV: com a palavra, A Bóia

A Bóia
por A Bóia

A Bóia

A Bóia (com contexto e perspectiva)

Olá, ......!

(Por favor, insira o seu nome nos pontinhos. Eu sou treinada para começar todas as minhas interações citando o nome do leitor. Fico completamente sem jeito de não saber o seu nome nesse momento. Dsclp!)

Quando, no dia 1º de março, o Comandante anunciou que os comentários passariam a ser moderados, e só algumas perguntas seriam selecionadas para ser respondidas, eu gelei. Primeiro, porque isso ia contra 10 anos de tradição respondedora (e por vezes, respondona) do blog. E depois, o que seria de mim? Que função eu teria nesse site?

Seis meses depois, começo a achar que ele tinha razão. A produtividade do lado de cá da tela nunca esteve tão alta. Os posts estão saindo mais completos e detalhados. Finalmente conseguimos pôr em pauta a atualização sistemática de posts antigos – e de quebra, estamos completando as caixas de “Leia mais” com posts relacionados mais recentes.

(Outro dia o Ricardo Freire foi mudar uma informação sobre o vôo semanal a Valença e quando viu tinha feito um post novo inteiro desse tamanhão.)

Fazer este blog é complicado porque é um trabalho artesanal. Quase nada aqui é feito automaticamente pelo sistema. Você não vai encontrar listas compostas por robôs. Procuramos sempre oferecer o que os programas automáticos não conseguem dar: contexto e perspectiva. É o que faz o Viaje na Viagem ser diferente de todos os outros sites do nosso tamanho.

É certo que, num mundo ideal, a gente teria tempo e energia para responder todas as perguntas, produzir conteúdo novo completo e detalhado, viajar para trazer novos conteúdos e atualizar o conteúdo já publicado.

Mas num mundo ideal, todas as pessoas já desembarcariam direto no post mais pertinente às suas necessidades; leriam o texto inteiro, as perguntas anteriores e os posts relacionados antes de perguntar; não fariam perguntas altamente especulativas sem um mínimo de pesquisa prévia; e não esperariam que a gente fizesse um roteiro completo e personalizado numa caixa de comentários.

Quando o Ricardo Freire me contratou, há 5 anos, me disse: “Bóia, o blog cresceu muito. A caixa de comentários deixou de ser uma sala de chat para virar um SAC. Eu sou muito mal-educado para trabalhar num SAC. Você vai ser a hostess do blog. Seu trabalho principal é encaminhar o leitor ao post em que a pergunta dele já está respondida. Fora isso, o que você souber responder, responde. O que você não souber, me manda que eu te passo a cola”.

Olha que chique – hostess, moi?

Só que o tempo foi passando, e por mais versada que eu fosse ficando no conteúdo do blog, continuava repassando um catatau de perguntas diariamente pro Comandante. Se tem uma coisa que eu aprendi nesses anos bancando o oráculo, é algo que eu vou chamar de Paradoxo de Google: quanto mais informação você publica sobre algum assunto, mais informação parece que está faltando.

“Estamos em 2015, Bóia. Não faz mais sentido a gente googlar pelo leitor. A nossa parte tem que ser organizar e melhorar o nosso conteúdo para que seja encontrado por meio da navegação pelos nossos menus ou da busca pelo Google”.

E assim se fez. Mas confesso que ainda não me acostumei totalmente. Na maior parte do tempo, sou eu quem filtra as perguntas e faz as escolhas de Sofia de quais vão ser publicadas e quais vão para o poço. Não é uma tarefa prazerosa. A verdade é que não existe hierarquia entre perguntas. Toda dúvida tem importância máxima para quem está perguntando -- e não cabe a mim, nem a ninguém, rotular uma pergunta de boba ou primária.

Qual é o critério, então, que está valendo?

Basicamente continuamos respondendo perguntas que ajudem a complementar a informação do post, ou dirimir uma dúvida pertinente de formulação do texto. Se a resposta for útil para mais pessoas, melhor ainda.

Perguntas que já estejam respondidas – seja no texto, seja em perguntas anteriores ou mesmo em outros posts do mesmo destino -- estão condenadas ao poço. Perguntas que envolvam sintonia fina de roteiros, pedidos de tutorial passo a passo de situações muito específicas, pedidos contendo “na sua opinião” ou “o que é melhor” raramente são selecionados.

E ainda que eu concorde conceitualmente com o Comandante, no dia a dia isso me parte o coração. (É da minha natureza de Bóia.)

Tem horas que eu tenho vontade de sugerir um filhote para o blog. O Ombro Amigo da Bóia ponto com. Porque boa parte do pessoal que pergunta está só à procura de uma palavra amiga -- que dificilmente cabe numa resposta com base técnica. Tem certeza que vai chover na estação das chuvas? Olha, companheiro, vai com fé que de repente não chove. A rua tal é segura depois das 11 da noite? Tudo leva a crer que sim, amiga, já que não temos nenhum registro aqui nos comentários de alguém que tenha sido atacado nesse logradouro a qualquer hora do dia ou da noite. Encontrei críticas positivas e negativas sobre esse hotel no TripAdvisor; em quais devo acreditar? Olha, Fulano, o importante é a gente seguir o nosso feeling; tenho certeza que o seu não vai deixar você na mão.

Mas se boa parte das perguntas me deixa compadecida por não responder, tem umas poucas que eu não respondo com gosto. Ah, tem. Perguntas que vêm com o disclaimer “li tudo, mas não encontrei...” são as piores. Porque essas perguntas normalmente são de dois tipos. Ou do tipo “li tudo, mas não encontrei a parte em que vocês fazem um roteiro superpersonalizado para mim”, ou do tipo “li tudo, mas não encontrei a parte em que vocês recomendam que a gente faça o oposto do que vocês recomendam”.

Ao fim desses primeiros seis meses de moderação, fico feliz de ver que estamos construindo um blog mais organizado. Mas também fico chateada de não poder mais brincar de boa samaritana full time, pegando desconhecidos pela mão para ajudar a atravessar a rua.

Fui comentar do projeto do Ombro Amigo da Bóia com o Comandante, e ele respondeu: "e Bóia lá tem ombro, garota?"

(E pensar que ele parece tão fofinho no rádio...)

Leia mais:

84 comentários

Elisa
ElisaPermalinkResponder

Aw... Posso trabalhar com vocês? <3

Anna Francisca

Não me agarro nos ombros da Bóia porque ela não tem, mas me deito no colo e deixo ela me levar.

Vanessa Barros dos Santos

Vida longa a nossa queridíssima Bóia!! Te amo Bóia!! Você é muito fofa!

Marcio Mafra
Marcio MafraPermalinkResponder

Boia.
Não é possível trabalhar sem moderação.
Assim como não é possível viajar sem consultar o VnV.
Mas que resposta desaforada é bom de ler...é mesmo.
Então sugiro que - quando houver tempo - você publique tudo o que foi mandado pro poço.
E que, para o bem dos viajeiros, você resista, pelo menos, mais 6 meses...

Rita
RitaPermalinkResponder

Eu sempre pensei: " como eles tem tanta paciencia com esse pessoal sem noção?"
Agora q estamos em 2015 será q veremos também os primos da boia, o canudo de macarrão e a pranchinha de natação?!

Neftalí
NeftalíPermalinkResponder

Texto excelente!! Realmente, com a moderação, a Bóia fica com mais tempo para nos entregar informações com muito mais conteúdo. Foi a melhor decisão!
Parabéns pelo trabalho de altíssimo nível! É um prazer poder viajar com vocês todos os dias.

Sisi
SisiPermalinkResponder

Amei o post !!!
Essa Boia é incrível....

Ana Paula
Ana PaulaPermalinkResponder

Linda, você tem um jeito especial de responder e o seu bom humor faz a diferença na vida dos viajantes. Adelante! Sou sua fã!!! wink

Lu
LuPermalinkResponder

Parabéns, Bóia, seu trabalho é mega dificil porém fundamental o o sucesso do blog! Mas confesso q me deu uma saudadezinja dos velhos tempos!! Mas, continuamos tds aqui!!

Vivian Campanelli

Bóia, eu te amo... com erro de português mesmo, só pelos ares de espontaneidade! Você é MARA, é o recheio mais gostoso do VnV! smile

Viviane Moura
Viviane MouraPermalinkResponder

kkkkkkkk!!!
Bóia, vc é sensacional!! Texto massa, a cara do VnV! Bóia super-saidinha...também, depois de tanto tempo, como não dar umas escapulidas do mar... Longa vida à Bóia e aos comentários moderados!!

Claudia P.
Claudia P.PermalinkResponder

Quando o Comandante decidiu fazer a moderação eu pensei e, claro, comentei, que já não era sem tempo de tomar essa decisão. Eu me surpreendia com tanta pergunta sem noção. E agora, eu continuo afirmando que foi a decisão mais acertada.
E obrigada Bóia por ser assim tão fofa!! smile

Denise de Pasqual

Bóia,
Sou tão fã sua quanto do comandante e já peço de antemão desculpas pelas eventuais perguntas idiotas que fiz ao longo desses anos. Eu não faço nenhuma viagem sem passar por aqui primeiro e já recebi muitas dicas bacanas de vocês. Parabéns pelo trabalho! Tenho certeza que a sua moderação é ótima. Beijão

Melisa
MelisaPermalinkResponder

Como os do Comandante, delícia de texto! E depois de anos, não viajo sem necessariamente passar por aqui!

Fernanda R
Fernanda RPermalinkResponder

Ficava nervosa de ver as perguntas que já tinham sido feitas meio dúzia de vezes, e depois me divertia com as respostas ! Salve a bóia !!!

Angelo Pavan
Angelo PavanPermalinkResponder

Bóia, sugestão: encha-se vez ou outra de gás hélio! Verás como se sentirás bem mais leve neste árduo trabalho! smile

Pedro || Travel with Pedro

Bóia, você faz um trabalho fantástico. Vai por mim!

Elisabete Martins

Não viajo sem o VNV. É o melhor site sobre o
assunto. Sempre acho o que preciso, mas não resisto e sempre leio as suas respostas Bóia. Você é fofa demais e o Comandante é o cara. O VNV está cada vez melhor. Não fique triste Bóia.

Carmem
CarmemPermalinkResponder

Parabéns, Dona Bóia!
Já apagou sua meia-velinha?

Alexandre
AlexandrePermalinkResponder

Tenho que agradecer muito a vocês porque já me ajudaram incontáveis vezes no planejamento e execução de milhas viagens. Não faço nada relacionado ao tema sem consultar esse blog antes.

André L.
André L.PermalinkResponder

A moderação tem funcionado bem. Só sinto muita falta de um RSS feed.

Se posso dar uma outra sugestão: quando a Boia republicar no Facebook um posto novo, coloque uma tag como "new" ou algo assim.

André L.
André L.PermalinkResponder

Boia, posso aumentar minha wish list grin ?

Quero um sistema de comentários que envie email ou alerta no Facebook quando alguém responder a um comentário meu, como LiveFyre, Discuss ou Facebook Social Plugin. Mesmo um sistema próprio ainda seria legal. O site cresceu muito (oba!), não dá mais pra ficar visitando posts onde vc comenta pra saber se houve responsta de alguém ou não, daí perdemos aquele feedback interativo.

Outra sugestão: por que não criam um sistema de post count para quem comenta, com badges e tudo o mais? Sei que é puxar um pouco a sardinha para meu prato mas...

Última sugestão do sabadão: por que não criar um sistema que permita autorizar usuários com muitos posts a postarem sem moderação? Não é reclamação por haver moderação, só algo que penso - vários sites de grande porte usam o sistema, e acabam diminuindo a carga de trabalho do back-office.

Malu Esper
Malu EsperPermalinkResponder

A VnVBóia é uma querida de todos os viajantes.

Adnéa Candidi Galdino Siqueira

Hoje o vi pessoalmente. Mas a timidez me deixou sem graça.
Estávamos na vinicula cusiño macul na visita das 11:00h.
Foi ali q o reconheci. Depois você pegou o metrobus 81 com destino a Concha y Toro, estava com o celular com GPS indicando o caminho corrreto. Meu esposo e eu estávamos neste bus!!! Mas uma vez fiquei envergonhada e não o cumprimentei.
Quero dizer que o seu blog é maravilhoso...que todas as nossas viagens são feitas e pesquisadas utilizando as dicas e sugestões com as quais você compartilha.
Bem, foi um prazer ve-lo pessoalmente.
Boa estada em Santiago.

Norma Teixeira

Realmente VnV é o oráculo dos viajantes.E serviço de utilidade pública. Leio, sempre, mesmo quando não estou planejando qq viajem. Fico pensando, por que Boia.? Será pq se não estiver amarrada vai sem destino? Adorei. Saúde e alegrias para todos

Rodrigo Barneche

Ei, comandante, dá um aumento pra bóia. Ela merece wink

Neiva
NeivaPermalinkResponder

Muito bom mesmo e ainda mais tendo comentários descontraídos, esclarecedores e motivadores das viagens que estamos planejando tornarem-se reais. Agradeço por disponibilizar estas preciosas informações. Siga em frente Boia

Camila Torres
Camila TorresPermalinkResponder

A Bóia é uma querida, mesmo com moderação <3

Mary
MaryPermalinkResponder

Se com 6 meses vc escreve um post assim, mal posso esperar pra ler o do aniversário wink
E adorei a parte do "ombro (de bóia) amigo"!!

Lu Malheiros
Lu MalheirosPermalinkResponder

Querida Bóia, se o céu existe, você vai pra lá direto, sem escalas wink

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar