20th Century Cafe: um pedaço (delicioso!) da Europa em San Francisco

Mariana Amaral
por Mariana Amaral

20th Century Cafe

20th Century Cafe

Era a minha última manhã em San Francisco, numa viagem em que tive experiências gastronômicas fora de série. Estava satisfeitíssima, portanto, e naquela manhã saí do meu hotel em Hayes Valley desejando pouca coisa além de uma bebida quente a caminho do Walgreens da Gough Street, onde faria umas comprinhas de última hora.

Quase chegando lá, opa!, eis que vejo um triciclo estacionado na frente de uma loja de esquina, toda envidraçada. "20th Century Cafe", dizia, com uma tipografia assim meio art déco. Tenho um fraco por cafés, e por boa tipografia. Decidi entrar.

20th Century Cafe

20th Century Cafe

A idéia era só tomar uma bebida quente qualquer, eu sei. E fazer compras no Walgreens. Mas dei de cara com um balcão de mármore em que louças delicadas eram pedestais para tortas e bolos tão bonitos, e pãezinhos tão corados, que não consegui ficar apenas no cafezinho.

"Por favor, eu queria um desse."

"E um desse."

"Ah, e um desse aqui também."

20th Century Cafe

Ao fundo: pogácsa, knish de batata, Dobos torte

Escolhi sem saber muito bem o que estava pedindo, os sabores ou recheios, mas parecia estar diante de algo especial. Meus eleitos foram servidos em pratinhos daqueles que minha avó guardava para dias de festa; a xícara de café era a coisa mais mimosa, e o espresso, curto, forte, ainda veio acompanhado por uma daquelas casquinhas de laranja cristalizadas, que se equilibrava sobre uma colher de prata.

Comecei pelos salgados, knish de batata e pogácsa, um negócio de louco. O pogácsa especialmente, massa muito saborosa e amanteigada, traduzida no cardápio como scone de bacon e queijo; uma delicinha que eu não reclamaria de revezar com o nosso pão de queijo mineiro nas minhas manhãs mais gulosas.

O knish era bem feito na mesma medida, mas tivemos aí uma incompatibilidade de horários – o recheio de batatas para mim pareceu algo mais "almoço" do que "café da manhã". Após o meio-dia, e com uma taça de vinho tinto, eu teria aproveitado muito mais, certamente.

Dobos Torte

Dobos torte

Por fim, a torta.

"A" torta.

Sete camadas finíssimas de bolo intercaladas por um creme denso de chocolate. Cada pedaço individualmente coroado por um triângulo brilhoso e crocante, uma combinação de bolo e caramelo que resulta num finíssimo biscoito.

Dobos Torte

Dobos Torte

Dobos Torte

Senhoras e senhores, esta foi a minha primeira Dobos torte.

Falta ao meu currículo uma incursão à culinária austríaca, húngara e judaica para poder atestar quanto à fidelidade aos originais de tudo que experimentei. Mas sei reconhecer quando existe conceito e esforço por trás de alguma idéia. E, mais ainda, quando existe carinho.

San Francisco, Hayes Valley, aquele salão inundado de luz natural, tampos de mármore, louças como as da minha avó, um sofá de veludo, chocolate no céu da boca; involuntariamente, me despedi de San Francisco em grande estilo.

E com um endereço no bolso para onde preciso voltar.

Sobre o 20th Century Cafe

O 20th Century Cafe é um empreendimento bem recente – existe apenas desde meados de 2013, quando a chef pâtissière Michelle Polzine decidiu apostar em um projeto próprio, depois de trabalhar em algumas das melhores cozinhas de San Francisco, como a do bem estabelecido Range.

Michelle sempre gostou de objetos de antiquário e roupas vintage, e foi num sebo no bairro de Russian Hill que encontrou um livro sobre a confeitaria nos cafés de Viena, Budapeste e Praga. Tempos depois, teve a oportunidade de visitar estas cidades, onde encontrou a inspiração que precisava para montar o seu próprio café à moda antiga.

O 20th Century Cafe faz referência a outros tempos, mas parte do financiamento do projeto aconteceu como hoje em dia – lançando mão de crowdfunding, através do Kickstarter.

A especialidade da casa é um tradicional bolo de mel do leste europeu, com 12 camadas de massa fininha, que lá recebe o nome de Krasinski torte – uma homenagem a Nicole Krasinski, companheira de profissão que foi uma das maiores contribuidoras da empreitada.

20th Century Cafe. 198 Gough St, Hayes Valley, San Francisco. Aberto 3ª de 8h às 18h; 4ª, 5ª e 6ª, de 8h às 20h; sábado, de 10h às 18h; domingo, de 10h às 16h. Tel: 415/621-2380.

Mariana viajou a convite da San Francisco Travel Association.

Leia mais:

1 comentário

Gabriel Mattos

Nossa, to babando aqui com esses doces.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar