Pucón: vulcão Villarrica reabre para visitas

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Vulcão Villarrica, Pucón

Quem avisa é o sempre atento e gentilíssimo Neftalí: o governo da região da Araucanía, a municipalidade de Pucón e a associação local de guias chegaram a um acordo que permitirá a volta dos trekkings à cratera do vulcão Villarrica, interditada desde fevereiro por riscos de erupção.

Apenas sete agências estão credenciadas para o passeio, que só poderá ser feito por grupos de até 12 trekkistas. No grupo deve haver um guia para cada quatro turistas.

Mesmo para quem não planeja subir ao Villarrica, esta é uma ótima notícia, pois dá mais tranqüilidade para quem quer curtir férias à beira-lago em Pucón ou Villarrica.

Semana que vem o Viaje na Viagem embarca para sua primeira viagem a Pucón. Traremos novidades smile

Obrigadíssimo, Neftalí, por mais essa superdica!

Leia mais:

3 comentários

Felippe
FelippePermalinkResponder

Estranho, pois no site do ONEMI diz que ambos os alertas estão amarelos ! Não encontrei nenhuma outra fonte que diz o contrário...

Neftali
NeftaliPermalinkResponder

Oi Felippe. Continua o alerta amarelo, isso nao mudou. Por isso a necessidade de um acordo para o retorno das escaladas, com varias restricoes.

Ellen
EllenPermalinkResponder

Estamos em Pucon , ontem o guarda parques do Conaf informou que a partir deste sábado (14/11) o trekking ao volcan será reaberto.

No dia anterior chegamos às 18h30 na cidade e fomos direto ao volcan Villarica , o dia estava majestoso. Como não havia nenhum controle na entrada e estava tudo deserto, com o Villarica soltando fumacinha, ficamos receosos de prosseguir de carro e voltamos.
Bobagem. No dia seguinte céu nublado e 5.000 por persona para entrar.
Quando a oportunidade bater, adelante!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia offline! Vamos continuar aprovando comentários, mas a Bóia só volta a responder perguntas que forem feitas depois de 10 de abril de 2017. Obrigado pela compreensão.
Cancelar