#VnV15anos: você se lembra de alguma viagem que foi 'salva' pelo VnV?

Ricardo Freire
por Ricardo Freire

Lençóis Maranhenses: como chegar a Santo Amaro

O Viaje na Viagem está fazendo 15 anos e eu estou recolhendo memórias dos leitores.

Obrigado a todos que contribuíram na primeira enquete da série, Você lembra quando acessou o Viaje na Viagem pela primeira vez? Se você não deixou seu depoimento, ainda dá tempo -- clique aqui.

A enquete de hoje tem um tema um pouco pretensioso, eu sei. Mas juro que só estou propondo essa pergunta porque váááárias vezes já fui abordado na rua por leitores usando exatamente essa expressão: o blog salvou a minha viagem.

Então vamos lá. Na sua história de pesquisas no Viaje na Viagem, você se lembra de alguma situação em que a informação que você encontrou aqui evitou que você cometesse um grande erro?

Ou ainda: teve alguma viagem que ficou bem mais interessante quando você descobriu coisas que nem imaginava sobre o destino que estava pesquisando?

Conta pra gente! E muito obrigado!!!

41 comentários

Marcia Cristina Monteiro Dá Rocha santos

Desde que descobri o viagem o blog tem sido meu fiel companheiro para descobrir coisas incríveis sobre meus destinos de viagem. Nas duas últimas viagens que fiz para Lisboa depois Santiago do Chile aproveitei as dicas sobre moeda e também sobre locais para comer.

JULIO CESAR GONCALVES CORREA

Foram várias! Por exemplo, uma loooooonga viagem por Portugal, em setembro de 2014.

Andr L.
Andr L.PermalinkResponder

Eu gosto das dicas gastronômicas resenhadas pelo VnV em Roma, Berlin, Lisboa. Avaliar restaurante é muito mais subjetivo e complexo que hotel. Não dá pra confiar muito em Yelp e reviews de redes sociais. Sites com certa curadoria só funcionam bem para um nível acima (de preço e sofisticação gastronômica) do que normalmente procuro. Sei que cobertura extensiva de restaurantes nem é o core content dos guias de destinos do VnV mas costumo me dar usando essas dicas ad-hoc.

Dri
DriPermalinkResponder

Todas as minhas viagens de praia tiveram participação decisiva do VnV. Em Jeri, a dica de ir pro Paulo me salvou. Morro de São Paulo usei as dicas dos restaurantes argentinos. Rota ecológica eu nunca teria conhecido sem o blog e por aí vai!

Izabella Zava
Izabella ZavaPermalinkResponder

O VnV me levou ao Sense Beach Local em Miami. E hoje eu nem preciso mais olhar hotel em Miami. Achei meu cantinho em SoFi e realmente me encontrei no hotel e na localização!

Jessica Barroso

Todas?! Rsrrs

Elisete Viana
Elisete VianaPermalinkResponder

Conheci o VnV procurando dicas para ir de Roma à Pompéia (em 2012), não tinha a menor idéia de como chegar até lá. Encontrei um "caminho" detalhado com as estações, o tipo de bilhete, onde descer...tinha até fotos das placas informativas nas estações de trem, foi inacreditável! Imprimi tudo e fui seguindo cada dica, a cada etapa reconhecia as placas nas fotos! Nunca mais deixei de consultar dicas para cada viagem que fiz desde então.

Luna
LunaPermalinkResponder

Ah, algumas várias vezes. Hahaha.
A Serra da Capivara conseguiu acontecer por conta do beabá completo de vocês. (Para quem não foi ainda, vá. Só vá!)
Mas a dica que me salva sempre é aquele mote do Ricardo Freire de "conexões desvinculadas, não!". Quantos atrasos/cancelamentos de vôos/ônibus/trens/barcos já enfrentei tranquilamente, porquê tudo o que aquilo ia me causar era no máximo uma refeição mais tarde ou menos horas de sono no hotel do meio do caminho.
Por essas e outras, muito obrigada! =)

jussania paula ferronatto

Este ano de 2019 programei uma viagem pela Andaluzia na Espanha com 90% do roteiro do VnV. Como estava abarrotada de trabalho, esqueci que 90 dias antes teria que comprar os ingressos da Alhambra. Com 60 dias de antecedência (quando lembrei) já não tinha mais disponibilidade para os dias que estaria em Granada. Fiquei muiiiito frustrada, mas pensei - vou reler todo o post do VnV e deve ter uma alternativa lá. SALVA pelo VnV, comprei um granada card e tudo resolvido....Viagem maravilhosa graças as dicas do VnV. Obrigada!!!

Alberto G. Martins

Fui a Paris com a minha mãe, em 2015, e toda nossa viagem foi programada com as dicas do VnV.
Seja para tomar o sorvete na île Saint-Louis ou o passeio até Giverny para visitar os Jardins de Monet. E todos os dias ela pergunta: “o que o Riq disse pra gente fazer hoje?”

Ellis
EllisPermalinkResponder

Foram inúmeras as vezes que o VnV salvou as minhas viagens. Como exemplos posso citar as dicas de "fura filas' nas atrações concorridissimas das cidades europeias. Sem elas, não teria conseguido ir ao Louvre, Coliseu, Torre de Belém, dentre outros, sem enfrentar filas quilométricas. Pesquisando no blog, as viagens ficam sempre mais interessantes. Na última que fiz, uma viagem a Foz do Iguaçu se estendeu às Missões paraguaias e argentinas após a pesquisa feita no VnV e foi maravilhosa!!

Patricia
PatriciaPermalinkResponder

Uma grande dica foi descer na estação Pisa San Rossore, ao invés de Pisa Centrale, para visitar a Torre de Pisa!

Thelma de Gusmão Ferreira

Toda vez que começamos a planejar a viagem, sempre pesquiso as dicas do Viaje na Viagem. Vocês já nos ajudaram em diversas viagens: Gramado, Buenos Aires, Pipa, Lisboa, Chile, Patagônia. As reportagens sempre nos ajudam a procurar os melhores restaurantes, os melhores locais para se hospedar, câmbio local, qual o melhor percurso para fazer quando viajamos de carro.

Luciano Coelho

São muitas viagens que o Riq e o VNV nos salvaram desde 2006 acho...
-As praias do Nordeste nunca foram tão fáceis de se conhecer, as descrições certeiras de onde ficar e o que comer (destaque para Fortaleza/Canoa, Pipa, Arraial, Trancoso e nossa paixão Rota Ecológica/São Miguel)... ahh o Guia de Praias
- Europa e as preciosas dicas de não contar o dia da chegada, flanar e curtir de verdade e com calma cada lugar, dicas de passagens e calmo comprar passagens de trem em cada país, e não dormir no trem kkk (destaque para Alemanha, França, Espanha e a linda Andaluzia, e a favorita Suíça de trem ?...)
- Estados Unidos (NY e Florida), pude entender facilmente como viver além da Times Square e Estátua da Liberdade
- e tantos outros lugares como Sul e Sudeste, além dos resorts
O VNV me ensinou a planejar e curtir mais minhas viagens desempacotado, de uma forma sincera e descontraída, transformando a caixa de comentários num fórum. Sou eternamente grato Riq e bóia ??

Marcela Cosentino

O VnV me salvou várias vezes. O roteiro da viagem para Andaluzia é simplesmente perfeito! A dica de esquiar na Sierra Nevada, em Granada, foi preciosa, com as instruções precisas para estacionar e curtir a estação de esqui. Além disso, a dica de comprar os ingressos de atrações como o Alcazar de Sevilla e a Alhambra (com horário reservado para os palácios nazaris) evitou que enfrentássemos filas e pudéssemos visitar as áreas restritas desses locais.
Outra dica que foi preciosa diz respeito ao scavi tour no Vaticano. Conseguimos comprar o tour quando fomos a Roma em 2012 e foi inesquecível. Eu precisaria de várias linhas para contar sobre o quanto o VnV me ajudou a planejar viagens maravilhosas. Sem dúvida o VnV é o meu companheiro de viagens!!

Roberta
RobertaPermalinkResponder

Muitas! Sigo o blog há pelo menos 10 anos e é minha primeira parada quando penso em viajar para qualquer lugar. O trabalho de vocês é excepcional!

Jana
JanaPermalinkResponder

Teve sim. Muitas.
Mas a primeira delas foi a dica da Mala M (à época, uns 8 anos atrás, eu era uma viajante de Mala G) para circular por Paris (chegando de Metrô em plena rush hour na Châtelet - Les Halles!!). Não teria sobrevivido à primeira viagem à Europa sem essa dica (e a qualquer uma sem ler aquele post épico, que leio até hoje antes de qualquer viagem: "10 certezas que o viajante não deve ter".)
Hoje, é claro, depois de ver que até a mala M pode ser tenebrosa, virei dessas viajantes que vai 30 dias para a Áustria em novembro com apenas a mala de bordo. Obrigada, VnV.

Caroline®
Caroline®PermalinkResponder

Váaarias! Uma pra Buenos Aires em 2010 (e depois repeti em 2019 - me hospedando na Recoleta, como o Ricardo determina!), uma pra Colômbia em 2017 (o roteiro de Bogotá foi basicamente VnV), uma Eurotrip de 21 dias em 2018 (as informações de compra de passagens de trens e ingressos de atrações foram essenciais). Aliás, o VnV é primeira parada obrigatória nos meus planos de viagem sempre.

Mirian Rute Lopes da Cunha

Boa tarde. Li um comentário sobre hospedagem na Itália que orientava a hospedagem em Veneza Mestre que seria mais econômico. Fiquei hospedada em Veneza Mestre e economizei muitos euros. Obrigada.

Neusa
NeusaPermalinkResponder

Qdo fui a Praga fiz câmbio no local recomendado , descrição perfeita da localização

Alex Melo
Alex MeloPermalinkResponder

Desde sempre pego dicas para todos os lugares. Creio que foi aqui que ouvi falar em Giverny, ou como fazer as coisas em Mont St. Michel, ou agora na última viagem, sobre como fazer o máximo de Veneza. Ou seja: nenhuma das viagens que fiz seriam as mesmas sem o que li aqui.
Ou seja, não sei se seria 'salvar viagem', mas sim 'começando a planejar para o lugar'

E também já me fez desistir pelo menos de uma, serve? rsrs Planejava ir para Jericoacoara com minha filha de uns 2 anos quando lendo todos os perrengues para chegar (foi em 2013 ou 14), falta de hospital(criança pequena sempre pode precisar) e ainda assim insistindo um pouco nos comentários, vi que talvez não fosse o lugar mais recomendado para ir com uma criança tão pequena assim smile

No final fui para a parte histórica de Minas por uns 15 dias - incluindo uma estada incrível num 'tal de' Santuário do Caraça, que creio que ouvi falar aqui, ainda que por link de outro blog.

Thiago Augusto

Todas tem o dedo do VNV. Todas de alguma maneira “sao salvas” por vcs ja no planejamento, quando eu chego no site cheio de “ideias” e roteiros mirabolantes e vcs me colocam “suavemente” com os pés no chão em relação a trajetos, conexoes, opcoes de bate e volta, hotéis separados por área e estilo do viajante, etc ... esses são os melhores “salva-viagens” que um site pode oferecer.

Josi Ramos
Josi RamosPermalinkResponder

Fui ao Chile em 2013, com as dicas de Viajenaviagem, curti muito, segui todas as dicas, e desde aí, sempre que viajo mesmo dentro do Brasil, leio as dicas.

Eduardo Maghidman

Alterei a data de uma viagem para Holanda ao identificar no site o período de apenas dois meses que o Parque Kelkenhof permanece aberto para visitação.
Se eu tivesse viajado conforme a data original, seria necessária una outra viagem para aproveitar essa atração imperdível da Holanda.

Marilda
MarildaPermalinkResponder

Estive na praia de Parajuru, caminho de Canoa Quebrada, barraca Estrela do Mar. Lugar muito bonito. Somente a areia estava um pouco suja, poderia estar mais bem cuidada. Uma "lagoa" de água salgada privativa. Maravilhoso. Como sempre pego as dicas maravilhosas do blog, gostaria de deixar uma.

Karin
KarinPermalinkResponder

O VnV me salvou efetivamente 2 vezes. A primeira vez foi na viagem a São Miguel dos Milagres em 2016, pois queria um lugar bonito e tranquilo para descansar. A segunda vez foi quando resolvi conhecer a Andaluzia em 2018. Quando comecei a pesquisar sobre a região, a maior surpresa foi a de encontrar dicas para quem está sem carro.

Marcelo
MarceloPermalinkResponder

Uma viagem que fiz para Nova Iorque, as dicas do VnV foram essenciais para um bom planejamento.

Silvane Luzia Silva

Acesso a VnV pra planejar todas as viagens que vou fazer, isso já há uns 6 anos, não me lembro bem. E sempre indico pros meus amigos, primeiro site a visitar quando começar a planejar é o VnV! As viagens internacionais são as que mais eu utilizei, Argentina, Chile, França, Portugal e Espanha. Entre todas as dicas, as que eu mais gosto e sigo sempre é com relação à localização de onde me hospedar, o blog nesse quesito é "bíblia" pra mim!

eva
evaPermalinkResponder

Tantas dicas essenciais... Mas destaco o entender previamente as zonas de hospedagem. por exemplo, Buenos Aires sem saber a vibe de cada bairro antes, teria sido uma furada.
Obrigada, de novo.

Claudia Silva
Claudia SilvaPermalinkResponder

Com certeza todas, não faço nenhuma viagem sem consultar o VNV, mas a que mais precisei foi a da Italia, onde peguei todas as dicas das viagens de trem pela Toscana, principalmente San Gimignano, pois não chegaria lá sem suas dicas. Valeu demais, continue nos ajudando!!!!

Leila
LeilaPermalinkResponder

Só em 2019 esse site já me salvou:
1. Ao não cancelar minha viagem pro Nordeste com medo do óleo (entrava aqui religiosamente todos os dias, isso que ia viajar só em Dezembro)
2. De fazer bates-volta de Maceió para conhecer o litoral de Alagoas (dividi a viagem em três, com bases em Maceió, Penedo e Maragogi e foi maravilhoso)
3. De ir a Alagoas e não conhecer Penedo (encantadora!) e a Foz do São Francisco
4. Ao indicar o carro pra conhecer a Chapada dos Veadeiros (fez toda a diferença e nos deu muito mais possibilidades de aproveitar 100 uma viagem curta)
5. Na escolha de ir a Chapada dos Veadeiros na época de seca… que luz, que cores, que calor gostoso e frio ameno.
6. No planejamento das próximas viagens!

Sou frequentadora assídua e indico para todo mundo. Conheci o trabalho do Ricardo Freire através coluna da última página do “Guia” do Estadão (inclusive tenho até hoje alguns recortes guardados, eram textos muito gostosos de ler) e desde lá sou fã! Muito obrigada pelo trabalho de toda a equipe e vida longa ao VnV!

Ana Olandim
Ana OlandimPermalinkResponder

Desde 2006, quando as minhas viagens estavam no projeto.

Paulo
PauloPermalinkResponder

O VnV está presente em minha vida desde que comecei a viajar, logo, me livrou de muitas roubadas. As que mais se destacam em minha memória:

a) prestes a fechar um pacote para ir a Machu Picchu, resolvi dar uma olhadinha no site antes e.... descobri que iria em plena estação chuvosa, o que me fez desistir;

b) primeira vez em Buenos Aires, estava tentado a reservar um hotel-pechincha no centro, mas depois de ler os relatos sobre o destino aqui, obviamente reservei um na Recoleta;

c) pra fechar, o mais importante: em 2012, na preparação da viagem para Los Roques (é, eu visitei a Boia!), estava muito preocupado com o câmbio negro e principalmente o traslado entre o terminal internacional e o doméstico, devido aos relatos de assaltos/sequestros ocorridos fora do aeroporto. Foi quando li um dos posts do Ricardo indicando que, entre os terminais, havia um "pasillo" por dentro do aeroporto ligando ambos os terminais. Confesso que foi um alívio enorme descobrir, já no aeroporto, que realmente havia essa ligação e que não precisava sair do aeroporto.

Vida longa ao VnV!

WILIAN QUINTINO DE OLIVEIRA

A minha primeira viagem custeada com meu próprio salário ao começar a trabalhar foi salva por conpleto pelo VnV. (mais precisamente pelo pai do VnV, o Freire's). Estava tudo certo pra eu conhecer o paraíso tropical de beleza, charme e tranquilidade, que a moça da agência tinha me convencido, chamado Porto Seguro. 1 dia antes de fechar o pacote descobri o Freire's e após uma lida, converti uma semana empacotado numa barraca de praia em PS em 10 dias desempacotado em Arraial, Trancoso e Espelho. Desde então, não vou na padaria da esquina sem consultar aqui.

Leo
LeoPermalinkResponder

Uma informação que considero importante é "quando ir", que já nos salvou de período de muvuca, chuvas e furacões! :O
Outra parte importante é a informação sobre área de hospedagem, pq é ótimo já ter uma ideia da região antes mesmo de começar a planejar a viagem.
Tb acho ótimo ler a respeito de compra de bilhete de trem, metrô etc., porque, mesmo sabendo inglês, às vezes há detalhes que não percebemos nas maquininhas.
Essas dicas já nos ajudaram em várias viagens nacionais e internacionais! Obrigada!!
Abs.

João Salgado
João SalgadoPermalinkResponder

Assim como a maioria das pessoas que comentaram no post, sempre leio tudo sobre o local para o qual viajarei aqui no VnV. Sempre ajudam muitoooo e salvam em vários sentidos. Mas uma específica foi não ter sido enganado por um taxista no Chile em 2013 naquele esquema de trocas de notas na hora do troco. Minha esposa ficou meio apavorada na hora, achou que eu tinha me enganado, mas eu tinha certeza que ele tava tentando passar a perna, no fim ele devolveu o dinheiro dizendo que era brincadeira. Economizei uns 40 dólares nessa brincadeira... Entro no blog desde 2007, então já me ajudou muito!

Eli Moreira (@paixaopassaporte)

O VnV nunca salvou NENHUMA viagem minha. É que tive a sorte de conhecê-lo antes de começar a me aventurar de verdade, de modo que o VnV simplesmente me ensinou a viajar e, portanto, salvou e continua salvando TODAS as minhas viagens.

Moro em Recife, mas hoje não saio nem para comer uma tapioca na Sé de Olinda sem antes consultar o VnV!

Vida longa!

Liana
LianaPermalinkResponder

Todas as minhas viagens começam pelo VnV! Post obrigatório a começar a planejar viagem é aquele de destinos por época do ano.
Minha primeira viagem foi em 2008 e o blog me ajudou muito a planejar tudo. Os comentários tbem sempre ajudaram, porque incluem muita informação.

Lucia Malla
Lucia MallaPermalinkResponder

Nossa, foram muitas dicas interessantes... Mas a que me lembro com clareza foi da pousada Villa Pantai, em São Miguel dos Milagres. smile

cintya nunes
cintya nunesPermalinkResponder

minha ida ao chile no fim de 2019 e início de 2020, todo o nosso roteiro foi inspirado nas dicas do VnV e foi mto bom. obrigada!

cintya nunes
cintya nunesPermalinkResponder

Já fiz mtas viagens inspiradas nas dicas daqui. Minas Gerais, EUA, Bahia, interior de SP, ai ai. O que seria de nós sem vcs, VnV! <3

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.
Bóia de férias. Só voltaremos a responder perguntas que forem postadas a partir de 3 de junho. Relatos e opinões continuarão sendo publicados.
Cancelar