Anchor Bar, onde inventaram as Buffalo wings

Buffalo Wings no Anchor Bar

Consulte o cardápio de qualquer bar ou pub nos Estados Unidos, e ao lado dos nachos e guacamoles você sempre vai encontrar umas tais Buffalo wings. Asas de búfalo? Não: asinhas de galinha fritas e envoltas num molho apimentado, inventadas em Buffalo, no extremo norte do estado de Nova York, perto da fronteira com o Canadá.

Como quem vai a Roma tem que experimentar o Papa, ou algo assim, estando em Buffalo eu não tinha como não ir ao Anchor Bar, o lugar que impôs este picante tira-gosto ao país.

Anchor Bar, Buffalo

Era pertinho do meu hotel: só precisamos enfrentar o frio de quatro quadras e pronto: chegamos ao lugar que já vendeu quase 246 milhões e oitocentas mil asinhas de búfalos voadores.

Anchor Bar, Buffalo

O lugar é grande, mas normalmente tem fila: você chega e dá o seu nome à hostess.

Anchor Bar, Buffalo

O cardápio conta a lenda de como o petisco foi inventado. A dona do bar, Teresa Bellissimo, teria achado as asas que ia usar para fazer um caldo bonitas demais para serem desperdiçadas dessa maneira, e preparou para seu filho servir a uns amigos esfomeados à meia-noite de uma sexta-feira. Ao aparecer o prato, os amigos perguntaram o que era aquilo — ninguém nunca tinha visto uma asa de frango antes. Mas isso foi 246.799.999 asas atrás.

Anchor Bar, Buffalo

Não espere nada muito saudável. Apesar de anunciadas como “BBQ”, as asas são fritas em óleo de milho e então recobertas pelo molho apimentado. São servidas com bastões de salsão e um molho à base de queijo.

Anchor Bar, Buffalo

A porção menor tem 10 pedaços. Comi sozinho, porque o Nick não come asa, seja de búfalo, de frango ou de mariposa. Estavam uma delícia. Mas por falta de experiência no assunto (nunca na minha vida tinha pedido isso antes), não tenho como dizer se é melhor do que a asinha média americana.

Anchor Bar, Buffalo

O que me deixou intrigado foi a composição da porção. Das 10 peças, só três eram as asinhas de fato; os outros sete pedaços eram o que lá em casa a gente chamava de “coxinha da asa”. (Ou seja: as asas de verdade continuam indo pra fazer caldo por aí…)

Anchor Bar, Buffalo

No dia seguinte, ao embarcar, quem eu encontro no aeroporto? Ora! Uma filial do Anchor Bar!

Anchor Bar, aeroporto

Leia também:

Pit stop em Niagara Falls (entre Toronto e Buffalo)

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

17 comentários

Minhas paixão por essa asinhas é tamanha que pesquisei a receita original e tento acompanha-la. Como “ainda” não fui à cidade de Búfalo, acho que as Bufalo Wings que provei em Santa Mônica e San Francisco são as melhores que conheço.

Olá Bóia

Obrigado pela pronta resposta acima. Estou mudando um pouco a logística da minha volta e gostaria de sua opinião. Minha idéia agora é voltar direto, de carro,de NY para Toronto, sei q pagarei uma tx por devolver o carro em outro País de $175(Hertz), mas, tudo bem. O q gostaria de saber é sobre a estrada, se é boa, se dá para fazer o percurso no mesmo dia(vou revesar a direção com meu filho) e quanto tempo devo levar aproximadamente. Sobre a passagem pela imigração, é muito demorado?
Muito obrigado mais uma vez.
Antonio

Olá,

Voltarei de New York para Buffalo de carro, qual o melhor meio de transporte para ir de Buffalo a Toronto, que é onde pego meu voo de volta para o Rio de Janeiro?
Obrigado

    Olá, Antonio! Você pode ir de ônibus. A viagem leva em média 3h. Se quiser ir de trem, ele pode levar de 1h10 até 3h, dependendo do horário. Vale lembrar que o trem tem restrição de bagagens. Só são permitidas 2 malas de 21 quilos.

De tanto ver um dos capitulos da serie edicao de amanha onde teve como ator principal o tal petisco asas de bufalo, acabei fazendo o petisco em minha casa. Achei otimo, e ainda inovei um pouco usando pimenta calabreza seca.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.