“Caminho das Índias” — na Malásia

cavernas-de-batu-malasia

Durante o império colonial britânico, indianos foram usados como mão-de-obra em todos os quadrantes do planeta.

É por isso que hoje existem expressivas colônias indianas na África do Sul, no Quênia, até em Trinidad e Tobago.

Muitos indianos do sul — os tâmeis, ou tâmiles — foram levados à península malaia, para onde carregaram sua coloridíssima tradição religiosa.

Eu sabia que a cultura tâmil era forte em Cingapura, mas não tinha idéia de que fosse tão presente também na Malásia. Até que vi esse post do Arnaldo sobre seu passeio às cavernas de Bantu, perto de Kuala Lumpur.

Arê baba! Passa lá pra ver! Tchaló!

8 comentários

Oi! Sou do Kuala Lumpur (KL), moro no Brasil atualmente mas gostaria de contribuir um post sobre minha cidade se puder.

Para os turistas, é importante saber que tem tido um salto de crime nesses últimos anos, e devem ficar atentos para não andar com passaporte na rua e ficar atento às bolsas/malas.

Aiiiiiiii Tô tão feliz que este blog voltou…Riq…eu juro que não conseguia “conversar” naquele portal.
Parabéns pela empreitada e sucesso sempre.

Sua fã

Anelise

RIQ, obrigadíssimo pela menção com tanto destaque.

Eu achei o “Little India” de Kuala Lumpur com muito mais cara de Índia no do que em Cingapura.

A Little India de Cingapura é a “Índia” da Cidade Cenográfica da Gobo (excepcional por sinal, onde até os Tuk-Tuks foram reproduzir ao custo de 13 mil Reais cada um!) e a de Kuala Lumpur muito mais para Delhi!

    visitei o link!!! o lugar é incrível… estarei lá no final de ano e irei com certeza… abç