Casando em Vegas, e com Elvis de padre (por Maestro Billy)

Casando em Las Vegas

No fim de junho, o Maestro Billy — um dos caras mais bacanas da blogosfera brazuca — foi finalista numa promoção do perfume CK Free, que daria ao vencedor uma viagem de uma semana por um trecho da Route 66 americana. Para ganhar era preciso que a promoção fosse retuitada o máximo possível, e para isso o Billy pediu ajuda ao povo do Twitter. Eu entrei na campanha e agora o Maestro retribui com um texto exclusivo sobre o re-casamento dele com a Mafê, depois de 10 anos juntos, em Las Vegas, no fim da viagem. Curtam que está uma delícia — e o que é melhor: com todos os detalhes práticos para quem quiser repetir a experiência. Obrigado, Maestro!

Cena 1 – Você e sua namorada num cassino. Luzes, sons, bebidas, diversão. De repente você baixa a alavanca da máquina e uma sirene toca. Dinheiro ! Muito dinheiro! Pronto, vida resolvida, agora é só passar na Capela e casar em 10 minutos…

Cena 2 – Você e seus amigos num cassino. Luzes, bebidas, sons, bebidas, diversão, bebidas, alavanca, bebidas, algo como uma sirene de fundo, bebidas, algumas pessoas te jogam pro alto sem parar e você não entende porquê, bebidas, luzes, apagão, dia seguinte, ressaca, cama do hotel, uma mulher que você nunca viu na vida dormindo ao seu lado e você com um lindo anel na mão esquerda…

Pode ter certeza que essas duas cenas só acontecem em filme.

Não é tão simples assim casar em Las Vegas.

Em julho deste ano fomos eu e @mellancia (Mafê para os íntimos, minha esposa, já somos casados há 9 anos) para Las Vegas, numa promoção do perfume CK Free, com várias idéias na cabeça.  Entre apresentações do Cirque du Soleil, shows e outras coisas, a idéia básica era casar por lá com direito a ter o Elvis Presley como padre.

Teoricamente a coisa é muito simples.

Existem diversas capelas que funcionam 24 horas para isso. Gente fantasiada de Elvis você vê em cada esquina, e o clima de “vale-tudo”na cidade te leva a pensar que realmente é só estacionar o carro na frente da capela, pagar, e sair de aliança na mão.

Primeiro que para um casamento legalizado em Las Vegas você precisa de uma autorização do governo de Nevada.
E isso você só consegue no Marriage License Bureau.

Tudo bem que o bureau abre todos os dias das 8 da manhã até a meia-noite, só leva ½ hora, custa só US$55 (em cash), se você é maior de 18 anos não precisa do consentimento de ninguém, não precisa de teste sangüíneo, não tem tempo de espera (duas coisas comuns em outros Estados americanos), e só precisa levar uma testemunha e mais a pessoa com quem você vai casar.

Mas isso já é um empecilho pra quem estacionou o carro na porta da capela esperando sair de lá casado em 10 minutos. Então, antes de parar na capela, faça isso. E tem que ser pessoalmente.

Aí toca prá capela.

Qual delas ? Se você der um search no Google vai encontrar pelo menos umas 10 muito bem equipadas, com tudo funcionando, legalizadas e tudo mais. Melhor ainda, se você der um search no seu GPS (caso você tenha alugado um carro), aparecem as mesmas opções do Google. Com mapa. Ou se quiser, ainda, é só chegar na recepção do seu hotel, escolher uma qualquer que uma limusine vem te buscar com direito a champagne e tudo mais.

Escolhemos A Hollywood Wedding Chapel, que já foi um nightclub frequentado por Sinatra e sua turma, na South Las Vegas Boulevard (a rua principal da cidade).

Chegamos lá e descobrimos esse lance todo da licença. Como nosso caso era só uma renovação de votos, não houve a necessidade da papelada toda, era só a cerimônia mesmo feita pelo Elvis, sem mais nenhum adendo.

Falando em adendo, você tem várias opções a mais além do casamento.

Quer casar fantasiado você de Elvis e sua esposa de Marilyn ? Fantasias disponíveis no local.

Quer um anel novo ? Diversos tamanhos e modelos disponíveis na recepção.

Vídeo e fotos ? Lógico! E tudo, obviamente, tem seu preço.

Escolhemos casar com o Elvis de padre, um par novo de alianças, fotos e vídeo. Pronto? Não! Eram 11h30 da manhã, e o Elvis só estaria disponível as 13h30.

Tudo bem. Pagamos tudo (cerca de US$ 250, metade em cash, pro Elvis sair de lá já com tudo acertado) e fomos passear. Almoçamos, passamos numa loja e voltamos as 13h15 pra capela.

Elvis já nos esperava.

Disse a moça da recepção que ele era um dos melhores Elvises que existe no mercado (existe desde Elvis anão até Elvis obeso disponíveis para casamentos, passando por todos estilos e épocas da vida do Rei). E ele é o show.  Com sua roupa “Viva Las Vegas style”, com seu cabelo todo arrumadinho, é uma mistura de Elvis com Wolverine, como vocês podem ver na foto.

A cerimônia dura exatos 10 minutos, entre o Elvis entrar com sua futura esposa na capela, até todos saírem abraçados cantando “Viva Las Vegas”.

E o Elvis é o show. Seu casamento fica em segundo plano.

Ele canta, dança, faz pose prá câmera, faz piada, canta de novo, faz paródia de Love me Tender com o nome dos noivos, e tudo mais. É muito divertido. Achei que seria extremamente ridículo, mas me diverti muito e até me emocionei.
Não pelo Elvis, mas por relembrar o dia do meu casamento com a Mafê. Foi bem legal.

Após a confusão toda, o próprio Elvis fica batendo papo com você (ele é mega divertido e simpático), assina um documento dizendo que nós renovamos nossos votos (além de Elvis impersonator, ele é padre de uma religião X e pode assinar legalmente para isso), a recepcionista (que também foi a fotógrafa do evento) te entrega dois CDRs, um com as fotos outro com as filmagens, e pronto.

Nós vivemos felizes para sempre. Hehehehe.

Tudo de bom,

Billy.

Veja também:

Na estrada, o blog de viagem do Billy e da Mafê

41 comentários

Ah, mas pra casar de mentira, só pela diversão? É de fato só entrar na capela e pronto? Ou pra ter a cerimonia vc tem que ter a tal licença anyway???

Genial, hahaha! Adorei! E claro, parabéns pelos votos 🙂

Sabe que eu nunca havia pensado nisso e de repente achei uma ótima idéia 🙂

Parabens pelo casorio e pelo texto!!

Parece mesmo que foi divertido e emocionante 🙂

O texto ta uma delicia mesmo. Fiquei com vontade de casar também.

Parabéns a um dos casais mais incríveis que conheco.

Bj

Muito legal, Billy. Recordação que não tem preço. Felicidaaaades!

Riq,
Valeu !
Muito obrigado pelo espaço cedido!
Se quiser fazer lá sua lista de músicas legais prá viajar, meu blog está aberto !
Abraços

Billy.