Abraçando uma baleia beluga no Sea World

Charada de 21 de maio de 2010

A CHARADA:

Pensa que é fácil? Fazer campo, responder perguntas, editar fotos, escrever coluna, gravar e enviar programa de rádio, tudo ao mesmo tempo agora, dá nisso: a blogagem ao vivo acaba prejudicada.

Felizmente no meio dessa rotina corrida a gente tem momentos de ternura e carinho. Vejam só quem eu encontrei por aqui. Praticamente uma alma gêmea. Pena que seja tão branquela. Tô tentando cantar a moça pra vir passar uma temporada na Bahia e pegar uma corzinha.

Alguma idéia de quem seja a figura?

(Desculpe a falta de qualidade da foto. Tive que comprar o trabalho de um paparazzo amador.)

Charada de 21 de maio de 2010

RESPOSTA:

MARI CAMPOS

O suspense não durou nem trinta segundos: a Mari Campos já clicou no link do Twitter (pessoal, eu anuncio sempre a charada no Twitter — o que você está fazendo que ainda não entrou lá?) e tascou, certeira: beluga.

Só para confirmar a minha total ignorância de assuntos animalplanéticos, até esse momento para mim beluga era apenas um tipo de caviar. Jamais pensei que fosse também uma baleia fofinha (os treinadores descrevem sua textura — corretamente — como “de marshmallow”). A moça dá beijinho e põe a cabeça no nosso colo. Quase dá pra esquecer os 11 graus da água… Parabéns, Mari!

42 comentários

Olha que sensacional: graças à Charada, descobri que “beluga” vem do russo “belyi”, que significa “branco”. Faz sentido, já que os bielo-russos são os “russos brancos”. Obrigado, Dona Beluga e Seu Ricardo.

Beluga fofíssima!!! esse meu problema de esquecer q hj é sexta dá nisso, sempre perco as boas chances, as poucas q sei, de chutar cedo por aqui 🙂

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.