Assento vago no meio

Como viajar de avião com o assento ao lado vazio (não custa tentar!)

Assento vago no meio

Eu sou do tempo em que os aviões só lotavam nos horários de rush dos executivos e nos dias cruciais da ida e da volta de feriados e férias. Hoje em dia, assento desocupado é a exceção da exceção. Só os muito sortudos viajam sem um vizinho para disputar o espaço aéreo do seu joelho.

Eu tenho uma técnica que me faz conseguir ser esse felizardo com alguma freqüência. Não fiz a estatística formal, mas acredito que funcione em 30 a 40% das tentativas. Quando não funciona, é porque o avião está abarrotado. Se sobrar algum assento vago, tem grandes chances de ser ao meu lado.

O que que eu faço?

Ao comprar a passagem, reservo um lugar no corredor. Básico. Garanto pelo menos uma perna livre. Se estamos viajando em dupla, reservamos dois corredores lado a lado.

Escolho sempre as três últimas fileiras. Por balançar mais e tornar a saída mais lenta, a rabeira do avião é evitada pela maioria dos passageiros. É ali que tendem a sobrar os lugares vagos.

27C

Faço web check-in 12 horas antes do vôo. É o momento de rever o mapa de assentos e trocar de lugar.

Confirmo um assento de corredor numa fileira em que a janela já esteja ocupada. Escolher um corredor numa fileira totalmente desocupada tem o efeito contrário ao que você deseja: atrai dois passageiros viajando juntos. Ao marcar um xis numa poltrona de corredor na rabeira do avião com a janela ocupada, você garante que aquela poltrona vaga do meio só será ocupada em caso de lotação total do vôo.

Uma última chance dentro do avião. Depois que você faz o check-in, porém, entrega o mapa de assentos ao algoritmo de Deus. Caso apareça alguém, ou passageiros troquem de lugar, ali atrás você estará na melhor posição para localizar outra poltrona de corredor livre (já aconteceu comigo algumas vezes).

O último teste da minha técnica foi ontem, numa viagem de São Paulo a Porto Seguro com conexão em Belo Horizonte.

No primeiro vôo, deu certo. O assento ao meu lado foi um dos únicos três vagos no avião inteiro.

Assento do meio vazio

Vôo 2: tudo certo até os 47 do 2º tempo

No segundo vôo, deu… quase certo. O assento esteve livre até os 47 do segundo tempo, quando apareceu o derradeiro passageiro do avião lotado.

(Esse é a principal contra-indicação desse método: já cansei de contar quantas vezes o último passageiro do avião veio sentar exatamente do meu lado.)

E você? Tem alguma técnica para reservar assento em avião? Conte aí!

49 comentários

Olá! Estarei em Brasilia no final de semana 07/08 de fevereiro, e gostaria de conhecer a Chapada dos Veadeiros, com hospedagem em São Jorge (que me disseram ser mais barato). Pergunto: existe algum onibus de Brasília para São Jorge? Ou há algum outro esquema. Como viajo sozinha, o custo de aluguel de carro inviabiliza o passeio. Se eu ficar em Alto Paraiso, consigo ir para São Jorge? Por favor me dê dicas de Pousadas ou Hostel baratos nas duas localidades.

Olá Bóia (ou quem puder me ajudar), minha questão é sobre assentos na janela, mas não achei tópico específico. Desculpe se for o lugar errado.
Preciso marcar meu assento em um voo TAP A330, mas sei que existem janelas “cegas”, fechadas, que não existem. Já tive esse azar antes, mas não recordo qual a fileira. Alguém sabe? Lembro de ser no começo da econômica, mas não sei qual. Já procurei em vários lugares e nada. Se alguém puder ajudar agradeço imensamente.

    Luciana procure seu voo no SeatGuru, tem muitas dicas de escolha de assento lá.

    Olá, Luciana! Siga a dica da Val. Mas de todo modo, vamos compartilhar sua pergunta no Perguntódromo. Havendo resposta, aparecerá aqui.

    Meio tarde para responder, mas a fileira com a janela cega no A330 da TAP é a fila 15 da classe econômica. Para falar a verdade, não chega a ser uma “missing window total, mas sim uma janela totalmente desalinhada!

    Eu já escolhi de livre e espontânea vontade a 15J, e me arrependi por todo o voo de 11 horas!! Marquei tanto a tal da fileira que eu não me esqueço: fileira 15 nem pensar!!

    Muito obrigada pela resposta, Cris! Vou já confirmar quais sãos os assentos de ida e volta.

Também busco corredor com janela ocupada. Mas para vôo internacional prefiro as cadeiras mais à frente, se houver opção. Saio sempre disparada, pra chegar antes na fila da imigração, que costuma ficar gigante depois que o resto do avião desembarca 😉

Se viajo sozinho, minha dica é marcar na fila 24 (avião) ou poltrona 23 (ônibus).
Esta técnica, se não garante que o assento vizinho fique vazio, pelo menos diminui a chance de que ele seja ocupado por um barba chato-mala.

hahahaha….adorei o post…
As poltronas super confortáveis da classe econômica nos fazem pensar em absolutamente tudo para viajar sem ninguém do lado….(uma perna e um braço livre….tem coisa melhor?).

Essas técnicas infelizmente não funcionam muito comigo, por razões bem simples: eu não gosto de ficar na “rabeira” do avião e nem no corredor: eu sou uma “pessoa da janela”, mesmo em voos noturnos. E muitas vezes viajo sozinha.

E em voos curtos, entre 1 e 3 horas, eu não tenho nada contra ter outros passageiros ao meu lado. O problema mesmo são os voos longos, de mais de 10 horas.

Em uma única oportunidade, eu fiz um voo Guarulhos – Lisboa sem ninguém ao meu lado. Era um voo da TAP, naquele esquema de assentos 2 – 4 – 2. Fiz o check-in online 12 horas antes e marquei aleatoriamente um lugar na janela, em uma fileira no meio do avião (perto da asa). Na hora do embarque, a fila enorme fazia parecer que o voo ia lotar. Mas sentei no meu lugar marcado, e quando fecharam a porta do avião, eu tive um surto de felicidade: não havia ninguém ao meu lado! Levantei o braço entre os dois assentos e fiquei com uma mini-caminha para mim durante todo o voo.

Pena que isso nunca mais se repetiu. Pelo menos uma vez por ano, eu faço o voo Porto Alegre – Lisboa, e como não é um voo diário, acho que sempre vai e volta lotado! Em uma dessas oportunidades, a pessoa ao meu lado era MUITO chata, mas muito chata mesmo!! Não por querer conversar comigo; muito pelo contrário! Ela ficou pelo menos umas 3 horas falando em altos brados com a pessoa que estava do outro lado do corredor, reclamou das pessoas de trás (minha mãe e meu irmão), porque estavam tentando resolver com a comissária um problema na tela touchscreen (sem nenhum stress, apenas eles estava pedindo para a comissária ajudar a fazer a reinicialização do sistema) e pior, após ter sido servida a janta, essa senhora me “intimou” a ir ao banheiro naquele momento, porque depois ela iria dormir e não queria ser incomodada até o café da manhã!!

Eu entendo que quem escolhe janela nesses voos longos não pode se queixar muito e deve tentar ser o menos intrusiva possível (e eu tento fazer exatamente isso), mas a mesma atitude para quem escolhe o corredor também deve ser seguida. Caso a pessoa queira dormir profundamente e não ser incomodada, eu sugiro fortemente que faça o check-in online bem cedo e escolha também um lugar na janela! Ou faça como eu, marque o lugar na hora da compra da passagem, no caso desse serviço não ser cobrado (sei que a maior parte das companhias aéreas já estão cobrando pela marcação de assentos na hora da reserva e que isso vai ser regra geral em pouco tempo, mas vou fazendo assim nas cias. aéreas que ainda permitem isso na hora da reserva sem cobrança por enquanto).

Mas pessoas mal educadas sempre existem! Em outro voo, dessa vez curto, Lisboa – Paris, atrás de mim havia duas crianças birrentas, que gritavam e chutavam a minha poltrona o tempo inteiro e os pais não faziam nada. Observação, eram crianças francesas, e bem grandinhas, o que fez cair por terra aquela teoria de que criança francesa não faz birra!

Abs,

Cris

Olá, Ricardo, Boia e trips. Em viagens internacionais, viajo, sempre, com a minha esposa. E para encontrar dois lugares, de acordo com a configuração do avião, uso o http://www.seatguru.com/. As ótimas informações incluem até fotos dos passageiros.

Sempre , digo sempre mesmo, faço a cara mais alegre, risonha e simpatica do mundo , na hora do check-in, AO VIVO.
Nesse momento, pergunto à atendente se há lugar vago nas cadeiras da frente.
Quase sempre dá certo.
E olhe que sempre estou com meu marido, sendo entao 2 lugares.

Já tivemos alguns milagres!! Ao fazer o check-in no CDG (Air France) pedi ao atendente um bom lugar, pois minha esposa por ter problemas de circulação tem que se levantar muitas vezes,Aí então ele nos deu os dois assentos do meio na fileira de quatro, ao que eu disse, mas aí é um péssimo lugar!! e ele sorrindo nos respondeu, vou bloquear os outros dois assentos uma vez que o avião não está lotado. Assim sendo viemos com os dois assentos vagos!!! Até hoje não esqueço a gentileza do nosso amigo!!!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.