ConVnVenção de BH: combinando os finalmentes

ConVnVenção de BHA ConVnVenção de Belo Horizonte está com cara de ser um sucesso. A Helô fez um recenseamentozinho básico nos comentários do post anterior e contou mais de 30 interessados por noite. Além dos belo-horizontinos, há algumas viagens interestaduais marcadas para a ocasião!

Então o que parece resolvido é que nos encontraremos nas noites de sexta 17 e sábado 18. E que os trips forasteiros estão pensando em formar uma turma para ir a Inhotim no domingo.

Parece consenso que os encontros devem se realizar em bares — tanto por serem ambientes mais propícios à interação, como também por traduzirem a essência de Belo Horizonte para este blogueiro visitante.

Vamos tentar definir quais, então?

Meus pitacos:

1) Seria bacana escolher botecos onde seja fácil ficar de pé (com algum apoio para os comes e bebes, claro). Sentar 30 pessoas significa deixar todo mundo longe do outro 😀

2) Lanço um desafio: o que vocês acham de a gente marcar o encontro de sexta num bar, e o de sábado numa… região de bares? No sábado a gente marcaria um ponto inicial e faria uma peregrinaçãozinha de dois ou três ou quatro, informando o paradeiro por Twitter… que vocês acham?

Sugestões na caixa!


74 comentários

Ola, passei na Mercearia, conversei com o Dias, proprietário da casa há mais de 20 anos e confirmei a reserva! O espaço vip é no fundo da casa com uma vista linda da cidade! E o dia do encontro está se aproximando. Oba!!!

Aos 45 do segundo tempo consegui o final de semana livre para aproveitar a ConVnVenção com vocês 🙂 Então na sexta-feira nos encontramos na Mercearia da Lili a partir de que horas?

    Acredito que seja tipo 20h. Até amanhã vou reformular o post e daí o povo me corrige se eu estiver errado.

Gente, muito legal a escolha de vocês para iniciar o encontro! Se der eu passo na Mercearia, vai ser super legal! Abraços a todos!

Helo, parabéns pelo trabalho de cerimonial! Você já está eleita como nova colega da Majô, versão BH!!!
Sobre o Mercado Central, liguei no Casa Cheia, e eles não reservam mesa porque fica muito cheio, principalmente no horário de almoço. Pra sentar, tem que esperar na fila. Mas também tem o balcão, pra ficar em pé, assim como os outros botecos locais.

    Cláudia, acabei de ler o comentário da Helô…você tirou as teclas dos meus dedos! A Helô é a Majô mineira. Posso falar por experiência própria: todas duas são uns amores, espertíssimas, antenadas, despachadas (o maior dos elogios) MUITO VIAJADAS! Cer-te-za que essa ConVnVenção vai ser um sucesso!

    Meninas, muito obrigada pelos elogios. Voces são muito gentis. Ser comparada a Majô é uma honra pelo que já li sobre ela (não a conheço). Como todos, estou vibrando com a nossa Convnvenção e querendo ajudar no que for possivel, mas não me considero à altura da Majô.

    Helo, ser comparada com a Majô é ficar com troféu bóia por um ano, sem precisar acertar a charada. Vale muito. Abraços.

Olá pessoal, também sou assídua no Blog e já utilizei várias dicas do Riq em minhas viagens, muito embora não participe muito.

Para domingo, tenho algumas dicas pra vocês. Se optarem por ir ao Inhotim, não deixem de passar pelo Bar e Restaurante Topo do Mundo (www.topodomundo.com). É no caminho (20 minutos de BH) e o lugar já vale por si só… É maravilhoso e dá para se ter uma pequena idéia da grandiosidade e beleza das “montanhas de minas”.
Outra dica, é que neste final de semana tá rolando um festival de jazz em Ouro Preto. A programação está ótima e a cidade fica com um clima muuuito legal! É música boa em cada esquina e acho que seria um domingo muuuito interessante.
Vou tentar passar no Lili na sexta. Achei a escolha ótima!
Gde abraço para todos.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.