Sobre os preços abusivos para a Copa: meus 20 centavos :-) 1

Sobre os preços abusivos para a Copa: meus 20 centavos :-)

Fonte Nova

| Arena Fonte Nova, Salvador |

Ontem a edição impressa da Folha de S. Paulo saiu com a manchete “Bilhete aéreo para a Copa já custa 10 vezes mais”. Referia-se à tarifa escandalosa da ponte aérea (ida e volta) para o dia do jogo de abertura da Copa — R$ 2.400 pela TAM, R$ 1.900 na Avianca, R$ 1.700 na Gol (não deve ter aparecido Azul porque a cia. não tem ponte aérea).

A tarifa é escandalosa, sim — mas não é exclusiva da época da Copa. Trata-se da tarifa mais alta das cias. aéreas para o trecho. Se você quiser comprar, hoje, uma ponte aérea Congonhas-Santos Dumont para a próxima sexta-feira à noite, encontrará essa tarifa de R$ 1.200 ida na TAM. Sem direito a jogo inaugural de Copa do Mundo nem Bruce Springsteen no Rock in Rio nem show de fogos em Copacabana.

O mancheteiro da Folha chegou à conclusão de que as passagens tinham “aumentado 10 vezes” porque o repórter que fez a pesquisa encontrou o mesmo trecho, ida e volta, por incríveis R$ 250, para viagens em março, abril ou maio.

Hahaha, isso sim deveria ser a manchete: CORRA, TEM PONTE AÉREA A 250 REAIS IDA E VOLTA!!! É o tipo de tarifa que a gente nunca acha quando precisa viajar. Eu nem me lembrava mais que essa tarifa existia! Programe suas viagens entre São Paulo e Rio de Janeiro com meses de antecedência, fora de feriado, e a ponte aérea volta a ser baratinha!

(E a propósito: se você vier do Rio para São Paulo para qualquer jogo da Copa, NÃO venha de ponte aérea. Guarulhos é muitíssimo mais perto do Itaquerão do que Congonhas. Anote para as próximas pesquisas, dona Folha…)

:mrgreen:

Uma manchete não-sensacionalista diria “Cias. aéreas suspendem tarifas descontadas em dias de jogos da Copa”. Está muito simpática às cias. aéreas? Melhor pôr mais pimenta? Eu ponho: “Cias. aéreas cobram tarifas de Réveillon em dias de jogo da Copa”.

As tarifas continuariam escandalosas (como de fato são), mas a informação estaria correta.

O mérito da matéria foi ter provocado uma discussão que deveria ter acontecido no dia seguinte à escolha do Brasil como sede da Copa. Por que diabos ainda não temos um plano logístico para os deslocamentos aéreos durante a Copa? Por que a ANAC, o Ministério do Turismo e a Embratur ainda não sentaram com as aéreas para falar sobre o assunto? Como serão reforçadas as rotas dos jogos mais importantes? O que fazer com a torcida da Itália, que só saberá no último dia da fase de grupos se o próximo jogo vai ser em Manaus ou em Porto Alegre? (Eu faço essa pergunta há ANOS.) Vamos ter vôos fretados? (Temos tempo hábil para atrair charteiras até a Copa?)

Deixo aqui meus 20 centavos:

–> Vai ser caro mesmo

As passagens talvez não custem um Réveillon todo dia de jogo da Copa, mas não espere promoções para dias de jogos importantes. Seria assim em qualquer lugar do mundo.

–> Está muito cedo para comprar

Se as passagens já aparecem no sistema apenas pelo preço top, significa que mais caras não ficarão… então não há por que comprar agora. Ainda não houve o sorteio das chaves, a definição da tabela nem sequer o sorteio dos ingressos requisitados no site da Fifa. Só os mais paranóicos comprarão passagens internas nessas condições, com essa antecedência.

Depois de divulgada a tabela e feito o primeiro sorteio dos ingressos, aí sim as cias. aéreas começarão a sentir a real demanda — e em muitos trechos e dias serão oferecidas passagens mais baratas que as top. (Se essas tarifas não aparecerem, é porque os preços estão certos…)

–> Surgirão alternativas

Anote aí: o preço alto e a inflexibilidade das tarifas aéreas farão surgir um transporte rodoviário alternativo a serviço dos torcedores. Alô carioca: se o aéreo estiver esses 2.400 pilas da matéria da Folha, você não toparia um ônibus ida e volta ao Itaquerão por quinhentinho? (Só o táxi de Cumbica ou Congonhas para o Itaquerão deve estar uns R$ 200 ida e volta.) Prevejo uma legião de turistas gringos aproveitando o intervalo entre os jogos da sua seleção para cruzar o Brasil de ônibus fretado…

A mesma coisa deve acontecer com a hospedagem. A oferta de apartamentos (e quartos) em sites como AirBnB, Alugue Temporada e Zap Temporada deve crescer bastante e quebrar o galho de quem não quiser pagar tarifa de Réveillon durante a Copa.

–> Muita coisa vai micar

Lembra do Réveillon do Milênio? O mico vai se repetir em muitos lugares. A dificuldade de acesso (distância + pouca disponibilidade de vôos) pode fazer os gringos (e brasileiros de outras cidades) desistirem de cidades-sede remotas; os ingressos podem acabar majoritariamente na mão dos moradores, frustrando cias. aéreas e hotéis. Jogos de pouca expressão (alô Burkina Faso x Costa Rica!) também devem micar entre visitantes, se o preço do deslocamento e da hospedagem for o mesmo de Espanha x Argentina. E mais: hotéis, resorts e pousadas fora de cidades-sede precisam se preparar para DIMINUIR preços, e não aumentar, se quiserem ter hóspedes durante a Copa.

–> Perder esse freje? Nem pensar!

Fico com pena de amigos queridos que querem fugir do Brasil durante a Copa. [email protected], não façam isso! Vocês estão agindo como um(a) [email protected] [email protected] de cidadezinha do fim do mundo, que não quer estar no seu cafundó justo no dia em que o circo fiiiinaaaalmente vai passar!!!

Dando tudo certo (uma micareta de 30 dias, um mês repleto de meios-expedientes no trabalho, festerê total) ou dando tudo errado (um mês inteiro de estado de emergência anti-manifestantes), será inesquecível! Como você vai contar pros seus netos que perdeu essa?

Leia mais:

Adri Lima na Copa das Confederações

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


112 comentários

Viajar dentro do Brasil é muito mais caro do que para fora e isso a gente já sabe faz um tempo, com certeza não será diferente na época da Copa, então, quem quiser assistir aos jogos vai ter que ficar de olho em promoções e possíveis saídas criativas para torcer pela seleção e não se endividar até o final dos dias!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.