Escondidinhos de Natal

Da minha página Turista Profissional, publicada toda terça-feira no caderno Viagem & Aventura do Estadão.

Prainha de Pirangi

Nenhuma capital do Nordeste cresceu tanto com o turismo quanto Natal. Os visitantes, contudo, parecem movimentar-se sempre pelos mesmos lugares e nos mesmos horários. Pois bem: longe da Via Costeira, ou na contramão dos turistas, ainda se encontram lugares onde dá para curtir uma Natal diferente.Venha comigo descobrir essas delícias escondidas.

MANARY

Escondidinho do Manary

É tão discreto que você pode passar por ele, no calçadão de Ponta Negra, sem se dar conta de que aquele muro guarda o melhor hotel de Natal. Mesmo que você não esteja hospedado, marque um almoço ou jantar à beira da piscina – e comece provando justamente o escondidinho (pode ser o tradicional ou o de bacalhau). Aproveite os tratamentos do recém-inaugurado spa Amana – experimente o tatame de microsseixos (manary.com.br; desde R$ 447).

 

PRAINHAS

Camurupim

O litoral imediatamente ao sul de Natal —  já no município de Parnamirim — reserva praias que não estão escancaradas para a estrada e, por isso, passam despercebidas pelos visitantes. A mais bonita delas é a Prainha de Pirangi, na ponta norte do bairro. Ignore os prédios residenciais às suas costas e deslumbre-se com a vista para as dunas e a Barreira do Inferno. (Para chegar, faça o retorno para pegar a pista em direção a Natal, passe o restaurante Paçoca de Pilão e entre à direita na rua do boteco Comeu Morreu; depois, pegue a segunda ruazinha à esquerda). Outra praia escondidinha do sul é Camurupim. Fica logo depois da Barra de Tabatinga, protegida da estrada por casas de veraneio. Estacione perto da pousada Porto Parus e mergulhe na gostosíssima piscina natural represada na maré baixa.

DUNAS NO CONTRAFLUXO

Ginga com tapioca

É praxe: em Natal todo mundo acorda cedo, pega um bugueiro e vai para as dunas de Genipabu. Quer fazer um passeio muito melhor? Espere até a tarde. Saia de Natal às 14h30, direto para as dunas fixas; curta o visual da Lagoa de Genipabu lá de cima. Programe com o bugueiro a chegada às dunas móveis lá pelas 16h. A luz vai incidir no ângulo mais bonito – e você vai se sentir o dono das dunas. Antes de voltar, passe no Mercado da Redinha, debaixo da ponte nova: procure a barraca de Dona Lurdes e experimente a tapioca recheada com ginga – um delicioso peixinho frito. Você não queria emoção?

LAGOAS DO SUL

Lagoa do Carcará

Enquanto todo mundo vai apinhar as lagoas do norte – entenda-se: aerobunda e esquibunda -, a Lagoa do Carcará, no sul, rodeada por mata, fica sossegada (mas só de segunda a sexta; no fim de semana, os natalenses invadem). Outro programa sem multidões é o passeio de lancha pela Lagoa Guaraíras, terminando na praia de Tibau do Sul.

 

 

MARACAJAÚ NA CERTA

Parrachos

Os parrachos (corais) de Maracajaú são os mais ricos da costa nordestina. Para pegar a água cristalina, vá em época de lua cheia ou nova, num dia em que a maré baixa ocorra perto do meio-dia. Cacife o passeio de lancha; é bem mais civilizado do que o de catamarã (em vez de ir e voltar com a tropa toda, você vai num pequeno grupo e pode escolher entre vários horários para voltar).

 

 

PRAÇA DAS FLORES

Da Camilla

A vida noturna dos visitantes é na Ponta Negra, mas os natalenses continuam gravitando pelos bairros centrais de Petrópolis e Tirol.

Nesta simpática pracinha de Petrópolis você pode curtir a noite sem turistas — nem as moças que andam atrás deles.

Beba no bar Jobim (número 756) e jante no bistrô Da Camilla (número 736).

225 comentários

Ricardo, o Hotel Ponta Negra Beach confirmou minhas reservas e já imprimi os vouchers. O Araçá(único da lista pertencente ao meu clube) já está lotado para data.
Agora, é pagar para ver.

Um abraço

Seguindo sua orientação, estou tentando reserva no Hotel Ponta Negra Beach. Não sei se é um bom Hotel, mas pelas fotos…
Grande abraço

    Não conheço esse hotel, Jorge. Por ali eu recomendo o Manary, os flats Araçá, Coral Plaza Apart e Marítima, a pousada Das flores Inn.

Estou reservando hotel para minha viagem a Natal e fiquei preocupado com o que li aqui sobre Ponta Negra. Pergunto ao Nobre Ricardo Freire e Colegas que tanto me ajudaram em outras oportunidades se existem algumas ruas recomendadas para hospedagem, sem o ataque da prostituição, etc,etc.
Meu Clube oferece diversas opções na área, além da praia dos Artistas e a Costeira.
Um forte abraço a todos.

    Acho Ponta Negra mais interessante do que a Costeira e a praia dos Artistas. (A Costeira só é mais interessante se você gostar de hotelzão tipo resort.) O melhor ponto da praia de Ponta Negra para freqüentar de dia é trecho do calçadão sem rua, mais ou menos à altura do Manary.

    O problema da prostituição aparece nos Altos de Ponta Negra, em alguns bares, depois das 22h. Você saberá identificar quais têm e quais não têm. Não há assédio.

Oi Riq e tripulação,
Queria dicas de acomodação pra minha irmã que está indo dia 05/12 pra Natal com crianças. Se Ponta Negra não é uma boa, quais as outras indicações? Ela gostaria de pousadas em conta.
Valeu!

    Obrigado por pôr a pergunta no post certo!

    Eu acho Ponta Negra recomendável, sim. A praia é melhor e o mar mais calmo do que na Via Costeira, onde estão os resorts.

    Difícil é encontrar pousada barata em Natal.

    Repito para você a resposta que dei a uma moça que, ao contrário de você, pôs a pergunta no post errado :mrgreen:

    A minha indicação-default de hotel barato em Natal é a Pousada La Luna, que fica na parte boa do calçadão de Ponta Negra. Mas olha só: é muuuito simples, camas e ar condicionado à moda antiga. http://www.pousadalaluna.com.br/

    Veja o que você consegue em flats como o Vip http://www.vippraiahotel.com.br/ , o Araçá http://www.aracaflat.com.br/, Coral Plaza http://www.coralplaza.com.br/ e Marítima http://www.maritimaflats.com/ e a pousada Das Flores Inn http://www.dasfloresinn.com.br/.

    Estou em Natal, no Sehrs. Acho que é um ótimo hotel para quem quer vir com crianças. Sobre Natal, justiça seja feita, ela tem alguma coisa a mais que as outras capitais do nordeste. Estou com uma sensação que no geral é superior a Maceió, que também gostei muito, mais que as outras, e até a Recife, que é maior e tem mais pontos culturais. A cidade parece aberta, sei lá, com ruas bem amplas… muiiiitas lojas e shoppings (grandes), além de restaurantes, com uma sofisticação bem interessante. Parece uma cidade rica, sem muitas favelas, sem carros velhos. Já está decorada para o natal (muito decorada por sinal, por toda parte). Não achei a cidade tão pequena como me falaram. Ao menos é confortável e tem muitos hotéis. Não imaginei que tivessem tantos canteiros bonitos com jardins bem verdes. Achei que João Pessoa tem muito verde, mas é diferente, parece mais mato mesmo, além de estar com a água do mar bem barrenta (durante toda a semana que passei por lá, mesmo com sol). Está fazendo bastante sol aqui, e o mar dia está azul, dia está verde, é incrível. Pipa é tudo o que me falaram, só que mais bonita que pelas fotos. Agora, é uma praia cara. Achei a orla de Natal bem diferente, em termos de natureza é bem superior as outras…. as praias parecem um pouco mais abaixo que as ruas. Tem sempre um lugar que a gente vê o mar do alto…. é lindo… Fui a Ponta de Mel (jamais vou esquecer aquelas dunas que são quase tão bonitas quanto os lençois maranhenses, só falatava algumas lagoas), Galinhos (mar muito bonito). Sobre São Gostoso, achei mais ou menos. Comum. Mas no geral o Rgde do Norte tem praias bem diferentes ao longo da costa. é um litoral realmente ímpar. Falta mergulhar em Macajaú. O pessoal daqui está de parabéns, e recomendo o Sehrs na costeira, pois é belíssimo e atende muito bem o turista. Aliás, a maior parte dos lugares aqui atende bem as pessoas. Estou encantada com a cidade.

Oi Ricardo, adoro suas dicas, fotos e comentarios sou fã e seguidora rsrsrrs nunca deixo de dar uma olhada no freires ou aqui pra tirar duvidas sobre meus destinos e as dicas sempre superam as expectativas !!! segui dicas de arraial e foi fantastico! perfeito !! estou indo a pipa agora dia 12 de nov. vi as dicas porem no quesito acomodação fiquei confusa pois as duas recomendações que mais gostei uma não aceita criança (toca da coruja) e o hotel da pipa esta fechado para reparos… as outras achei com menos “infra” para crianças… escolhi a pousada dos girassois… vc conhece? acha que fiz a escolha certa? ainda não paguei rsrrs estou indo com meu marido e 2 filhos de 2 e 4 anos… ja estou preparada para a pirambeira ate´a praia rsrsrsr mas queria ficar bem localizada. tem mais algumas dicas para uma viajante a pipa com crianças?? acha que devo escolher outro hotel? um forte abraço e parabens pelo blog e´otimo !

Bjos
Carime

É bem difícil falar de casa. A visão de local pode embaçar a visão de viajante. Aquela frase “moro onde você passa férias” passa a ter alguma importância. Sem querer ser insider, apenas digo que as dicas do post estão acertadíssimas e recomendadíssimas. Faço, contudo, uma única ressalva, em relação ao Restaurante Da Camilla. Na verdade, um casal (Camilla e Roberto) tinham dois restaurantes, o Da Camilla (em Petrópolis, anteriormente na própria Praça das Flores mas hoje não mais, embora esteja a três minutos a pé dela) e o Da Roberto (em Ponta Negra, afastado da área das prostitutas). O Da Camilla tem uma cozinha internacional. O Da Roberto é especializado em comida italiana. Cada um deles (Camilla e Roberto) administrava um dos restaurantes e os dois eram simplesmente excelentes. Com a morte de Roberto (afogado, depois de salvar outra pessoa que também estava se afogando), os dois restaurantes tiveram uma queda significativa em seus cardápios e em sua qualidade. No começo eu achava que era temporário, em razão do baque. Mas até hoje não houve propriamente um retorno aos patamares anteriores de qualidade em nenhum dos dois, o que é uma pena e uma grande perda para Natal.

Acresço às sugestões do Ricardo um passeio pelo estuário do Rio Potengi feito pela http://www.toatoapasseios.com Custa R$ 25 por adulto, aí incluído uma bebida (caipirinha, lata de refrigerante, água etc.). Sai do Iate Clube de Natal, passa por baixo da Ponte Newton Navarro, aproxima-se do Forte dos Reis Magos, volta, passa pela Ponte Newton Navarro de novo, ingressa nos mangues, sai, vai até o fim do Rio Potengi e depois volta. Mais ou menos 1h45 minutos. Nem mais, nem menos do que o necessário. Enquanto isso acontece, o sol vai se pondo. O pôr-do-sol no Rio Potengi é lindo, lindo, podem acreditar. Há saídas certas todos os sábados e eu sugiro que se faça reserva. Quem conseguir reunir oito pessoas consegue sair qualquer dia da semana. Vale ligar e dizer que tem interesse. Se oito pessoas, não necessariamente conhecidas entre si, mostrarem interesse em um determinado dia, o organizador do passeio liga de volta dizendo que se conseguiu o número mínimo de pessoas necessário e que o passeio vai ocorrer. Chega-se no Iate Clube de Natal por volta das 15h30, 16h e por volta das 18h, 18h30 já se está liberado, ou seja, dá para fazer muita coisa antes e depois desse passeio.

Outra dica: ligar (84) 3201-0477 e agendar uma visita no Farol de Mãe Luiza (administrado pela Marinha do Brasil). As visitações ocorrem apenas aos domingos, das 14 às 17h e somente as pessoas previamente agendadas podem subir no Farol e ver a vista lá de cima. É inteiramente gratuito. Não é o melhor dos programas mas, no mínimo, vale a visita para um domingo quando estiver voltando do almoço (a propósito, a boa churrascaria Tábua de Carne fica quase na frente). Em no máximo meia hora você sobe, tira fotos lá de cima, dá tudo por visto, desce, tira fotos do próprio Farol e já está liberado.

    Puxa, não sabia essa do marido da Camilla, que triste.

    Mas o que me interessa mais no caso é contar que existe uma vida noturna natalense fora de Ponta Negra que merece ser vista (princnipalmente para quem se incomoda com as garotas do alto de Ponta Negra).

    Ótimas as outras sugestões — assim como os outros restaurantes sugeridos por outros natalenses e ex-moradores. Vão ser devidamente incorporados na futura página de Natal do site, obrigado!

    Estou arrasada!!! Vou à Natal em novembro e fiquei super empolgada com esse passeio pelo estuário do Rio Potengi! Entretanto, ao entrar no site, vi que eles não fazem mais esse passeio! 🙁
    Será a minha primeira vez na cidade! Alguém tem mais algo imperdível para acrescentar??
    Abraços!

Camurupim é dez, mesmo. Outro lugar que adorei foi Barra de Punaú, foz do rio do mesmo nome e com uma duna de uns 10 metros de altura de onde se tem uma bela visão panorâmica do lugar. A água do rio é muito gostosa de ficar.

Esqueci de falar que se vcs forem a Barra do Cunhaú, depois de Pipa um pouquinho, não deixem e ir numa barraca que se chama “Solimar” . Lá tem o melhor peixe que já comi na vida (em beira de praia ou em restaurantes). Esqueci qual é o peixe agora mas o prato se chama “Picanha do mar”. Se vcs estiverem fazendo passeio de buggy, os bugueiros vão querer levar vocês para um outro restaurante chamado “Náuticos” eu acho… mas não vale a pena. O melhor é o Solimar. Recomendações fortíssimas!

Riq e trips,

Apesar de ser em Ponta Negra e alvo e turistas, o restaurante Camarões é delicioso e muito frequentado por Natalenses. Na verdade são dois restaurantes em ponta negra popularmente conhecidos como “Camarões Velho” e “Camarões Novo”, este último mais gostoso e mais bonito, mais focado na culinária regional. Sou de Natal e, quando vou visitar a família, faço váris paradas por lá. Recomendadíssimo! O Mangai, qua alguém já falou aqui tb é delicioso. UM outro lugar maavilhoso para passar o dia em Tibau do Sul é o day use “Ponta do Pirambu”, delicioso, piscina de borda infinita, cozinha de respeito, um pouco caro mas… vale o passeio. Recomendo muitíssimo também!
Abraços

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.