Habilitação internacional: precisar, não precisa — mas é bom ter

Permissão Internacional de Dirigir

Em que países é preciso carteira internacional de motorista?

  • Estados Unidos, América do Sul e Caribe: não é preciso. Locadoras de carros não exigem o documento, se contentam com a nossa CNH
  • Europa: pode precisar. Normalmente as locadoras não pedem a PID (permissão internacional de dirigir). Eventualmente, porém, a carteira internacional pode ser exigida por específicas. Já tivemos relatos de leitores que não conseguiram retirar carro na França e na Itália por causa disso. É uma ocorrência rara, mas não impossível
  • África, Oriente Médio, Austrália, Nova Zelândia: sim, precisa ter. Não dá para alugar carro sem PID nesses países

Quer viajar em paz? Faça a sua habilitação internacional, não importa o destino

Em qualquer lugar do mundo (mesmo naqueles em que as locadoras não exigem o documento), a PID garante encontros livres de stress com a polícia rodoviária. Um guardinha pode encasquetar que você está dirigindo sem habilitação internacional. E terá dificuldade de localizar os números que procura na nossa carteira.

Como tirar sua carteira internacional:

Atualmente a PID é feita exclusivamente pelos Detrans estaduais. Cada Detran tem um processo diferente. (Em São Paulo, por exemplo, dá para fazer pela internet.) Você só consegue emitir a carteira internacional junto ao Detran do estado que emitiu a sua CNH.

Quando fazer a PID?

A melhor época é no início da validade da sua carteira brasileira, já que a validade da habilitação internacional coincide com a da CNH.

Atenção: mesmo com a PID, leve a CNH junto, ela é indispensável!

A habilitação internacional (PID) não vale sozinha. Ela precisa SEMPRE estar acompanhada de uma CNH válida.

Passagens mais baratas com nosso parceiro Kayak

Encontre seu hotel no Booking

Faça seu Seguro Viagem na Allianz Travel

Aluguel de carro na Rentcars em até 12 vezes e sem IOF

Passeios e excursões com a Viator

427 comentários

Fiz a PID no estado onde moro – Goiás – em um local que congrega vários serviços públicos para facilitar a vida do indivíduo. É feita via DETRAN e é, na verdade, uma espécie de “tradução” da sua habilitação, explicando em vários idiomas, russo, árabe, chinês, etc. etc. o que significa uma carteria categoria B ou C. Custou uns 120R$ cada. Basta apresentar a própria carteira de habilitação e é expedida a PID, com a mesma validade da sua carteira.

No Paraná custa 44 reais a taxa, acho que vale muito a pena é rápido e fácil, o Detran só exige a CNH original e o pagamento da taxa.

Ah, só mais uma coisa. A lista de países onde é aceita a PID, que o Oscar postou acima, do site do Detran, indica onde a PID é aceita, né? Mas não quer dizer que seja exigida. Depende mesmo da locadora, mas como você diz, comercialmente, dificilmente perderiam um cliente pela falta dela. Beijos!

    Sim, é isso mesmo! E olha, não foi bobeada sua não, esse assunto não é fácil de achar aqui não 🙂

    Lena,

    Verifique a legislação de seguros do país onde você vai dirigir. Tudo o que vc NÃO quer, na remota possiilidade das coisas darem errado com o carro (uma colisão traseira leve, por exemplo), é ter a seguradora se arrastando para cobrir o dano porque você teoricamente não possuia os documentos requeridos para guiar naquele país.

Riq querido,
obrigada por ter me respondido no outro post e desculpe pela mancada 😳 Fico com vergonha de bagunçar esta casinha tão querida, salvadora e protetora de todas as almas viajantes!

Tenho tido dificuldade para fazer buscas aqui. Sei que é meu erro e que seria reprovada no exame de Massinha I! Preciso urgente de um treinamento geek! Eu havia buscado “carteira internacional”, “motorista internacional” e “carta internacional”, acho, e lógico, não veio para este post. Pior: para achar o post onde havia colocado o comentário também levei um baile! Usei a dica da Lu Malheiros (edit+find on this page+ Lena) em vááááários posts. Deve ser stress isso ou então o tal amante alemão: Dr. Alzheimer!

Cheguei a pensar em solicitar o link pelo tweet, mas achei que era muita folga minha 😳
E o Feeds do Explorer e o Google reader também não ajudaram. No feeds não apareceu nenhum comment com meu nome e no Google Reader fiz uma busca de “Lena” e apareceram todos os posts antigos, menos o que estava procurando. Quem sabe com duas semanas longe desta tela eu me recupero…

Com relação a PID, como fiz uma busca em vários sites para o aluguel na França, vi que em uma das locadoras era mencionada a exigência da PID nas Condições Gerais. Ou seja, bastava não usar esta locadora 😉 No fim, quem providenciou o aluguel foi minha amiga Norueguesa e parace que ela fe pela Hertz. Então vou ver no site da Hertz se exigem ou não. De qualquer forma, dessa vez irei sem ela. Se não puder dirigir, fico de carona. AdoUro 😀

Sobre o excesso de informações na nossa CNH: quando fui alugar um carro em Orlando, mês passado, a moça da locadora se surpreendeu com os nomes dos meus pais na carteira e perguntou espantada “esse é o nome da sua mãe?”. Ao que eu confirmei ela exclamou: “so much information”! 🙂

Aqui na Alemanha quando se vai alugar um carro vc só apresenta a carteira de motorista brasileiro. Mas, se vc for pego na estrada, tem que apresentar a internacional!!A validade para quem vai residir na Alemanha é de 6 meses. Depois, tem que fazer a carteira alema, passar por provas práticas e teóricas ( nao precisa participar das aulas), exame oftalmológico e curso de primeiros socorros.Vc tem até 3 anos para fazer isso. Se nao fizer em três anos o processo é ainda pior, alé de tudo que mencionei, tem que participar de 14 aulas teóricas,12 aulas práticas, muito ruim!!!

Eu só aluguei carro na França e realmente a atendente confundiu o nome da minha mãe com o meu e minha mãe que nem dirige ficou como dona do contrato, com minha assinatura. Ela apenas fez uma correção a mão e me entregou.

Com isso, aprendi que tenho que exigir da próxima a correção e jamais pegar um carro após rodar debaixo do sol durante horas procurando uma locadora no meio do nada. Eu só pensava em ir embora daquele lugar.

Quanto a PID, não fiz por falta de tempo e trauma com o Detran. Pelo tempo que gasto dirigindo por ano na Europa rsrs, vou continuar confiando na minha capacidade de negociação em outras línguas e que tudo vai dar certo. Mas valeu o post Riq, como recomendação e evitar o tipo de “transtorno” que tive.

Como turista, ja aluguei carro em Portugal, Espanha, Africa do Sul, Nanimbia, Argentina, Trindad Tobbago, Canada, Chile, e nunca me pediram a Internacional.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.