Stella Australis: duas saídas simplificadas, com desconto, em abril

Cruceros AustralisEu gosto de cruzeiro que te leva aonde só dá pra chegar de navio. E nesse departamento, poucos devem ser mais bonitos do que os roteiros feitos pelos cruzeiros Australis, pelos canais da Terra do Fogo entre Argentina e Chile. Fiz esta viagem no comecinho de 2010, lembra?

Normalmente as viagens duram 3 dias (saindo de Ushuaia e chegando em Punta Arenas) ou 4 dias (no sentido inverso). Os itinerários de ida e volta são diferentes, passando por canais distintos e fazendo paradas próprias (a única coincidência é passagem/parada no Cabo Horn). Ou seja: para voltar ao mesmo porto de onde você partiu é preciso comprar as duas pernas do cruzeiro.

Pois acabo de receber o release, e repasso pra vocês, que a temporada 2011-2012 dos cruzeiros patagônicos vai terminar com duas viagens extras, em abril, com itinerários simplificados, indo até o meio do caminho e voltando ao porto de onde partiram. Os preços dessas suas saídas estão descontados.

Entre 7 e 10 de abril, o Stella Australis (o mais novo e luxuoso navio da companhia) sai de Punta Arenas, no Chile, passa pela Baía Answorth e pelos glaciares Brookes, Águila e Condor e faz uma parada na Ilha Marta (onde há uma colônia de lobos marinhos) antes de retornar ao mesmo porto de onde partiu.

E entre 12 e 15 de abril, o mesmo navio sai de Ushuaia, na Argentina, visitando os glaciares Garibaldi e Pia, contornando o Cabo Horn e parando na Baía Wulaia (onde Darwin fez importantes descobertas), voltando então ao porto de partida.

Para essas duas viagens a emissão de passagem aérea fica mais simples (ida e volta pelo mesmo país), e o preço da saída está em conta: US$ 759 por pessoa em cabine dupla categoria A, em sistema all inclusive (todas as refeições, bebidas — incluindo alcoólicas — e expedições). O preço normal do cruzeiro de três dias é US$ 899 por pessoa em cabine dupla; o de 4 dias, US$ 1.198. A saída de Punta Arenas, no dia 10, é uma pechincha, porque você vê a paisagem chilena (para mim, a parte mais bonita da travessia) sem precisar cacifar o cruzeiro mais longo de quatro noites.

Maiores informações lá no site dos Cruceros Australis.

Leia mais:

Entre Ushuaia e Punta Arenas, pelos fiordes da Terra do Fogo

Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem

Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email


7 comentários

Tenho uma curiosidade sobre esses cruzeiros: é muito frio dentro do navio?
Digo isso porque não gosto de ficar muito tempo no frio. Minha ideia era sair para as expedições e voltar rapidinho para algum lugar quente…
Alem disso, alguem sabe se na região o mar é muito agitado?

Abraço

    Olá, Renato! Todo navio a partir de um certo porte tem calefação e ar refrigerado.

    O mar é agitado fora dos canais. O contorno do Cabo Horn costuma ser intenso.

    Olá Renato.
    Eu fiz essa viagem de Ushuaia a Punta Arenas em dezembro de 2010 e é muito legal. O tempo não ajuda muito, pois é uma região difícil de dias ensolaradso, mas as expedições são bem bacanas, mesmo com o tempo não ajudando. Algumas expedições foram feitas debaixo de chuva intensa, mas vale a pena mesmo assim.
    O mar em alguns pontos é bem agitado. Nossa ida ao Cabo Horn não pôde ser completada pois de madrugada, a caminho de lá, nossa embarcação parecia um pêndulo, quase caimos da cama, sem exagero! Não conseguimos mais dormir. Mas a equipe é muito bem treinada e achamos uma decisão bem tomada do capitão em retornar e fazer outro programa no dia seguinte, já que as condições realmente estavam péssimas. Pelo que apuramos, não é mesmo sempre que dá para descer no Cabo Horn devido ao mar revolto da região.
    Outro problema similar foi a travessia do Estreito de Magalhães, devido ao mar agitado não pudemos descer na Ilha Madalena que tem a colônia de pinguins. Foi uma pena. Mas de qualquer forma, mesmo com esses reveses eu recomendo fortemente o cruzeiro, é muito bacana e os passeios são bem diferentes de qualquer coisa que possamos fazer no Brasil.
    Mas se você não gosta de frio, talvez não se sinta muito confortável nas expedições.

Eu lembro sim da sua viagem, Riq. E adorei saber desta pechincha! Será que eles têm cabine com duas camas de solteiro? (perguntinha básica de quem nunca fez cruzeiro; só esse seu artigo mesmo pra me motivar!).

    Olá, Sheila! Há cabines “twin” (duas camas), sim. Certifique-se de reservar uma delas.

Espero que todos os anos tenham estas promoções, pois planejo ir no fim de 2012 ou começo de 2013 e seria bem acessível !

Eu fiz o roteiro Ushuaia-PArenas no inicio de novembro de 2011, e foi incrível, recomendo muito. Essa promoção da última viagem da temporada está realmente em conta, pois pagamos ( se estou bem lembrado cerca de US$ 1500,00 por pessoa em cabine dupla tipo B – que são apenas tres no Stella Australis). A verdade é que as diferenças são mínimas entre as cabines B e A, e , segundo minha amiga que foi conhecer – bisbilhotar – uma cabine de uma moça que conhecemos a bordo, as diferenças entre as cabines AA tbem são pequenas, provavelmente diz respeito à altura (pavimento) e o tamanho da janela. Mas, cabe dizer, a janela da cabine B , para mim, já estava ótima, deve ter pelo menos 1,50 x 1,50m.

O pessoal de bordo em geral é muito atencioso, e os instrutores que acompanham as expedições, são muito bem treinados e muito simpáticos. Foi uma bela experiência. Sds, Breno

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.