Marrocos pra Sabrina

Marrakech. Foto: Arnaldo Interata, Fatos & Fotos de Viagem -- http://interata.squarespace.com

A Sabrina está pensando em ir ao Marrocos. Bora ajudar?

Eu de cara recomendei não perder tempo com Casablanca, que é uma cidade grande e chata. Mas minha experiência no Marrocos não é muito grande. Fui em 98, como parte de um périplo pelo Oriente Próximo (em francês é mais bonito, Proche-Orient). Permaneci algumas horas em Casablanca, daí peguei um vôo a Ouarzazate, já próximo ao deserto (peguei um passeio até Zagora), depois aluguei um carro com motorista para atravessar as montanhas Atlas até Marrakech. Adorei, e estou pra voltar desde então.

Uma coisa que muita gente desconhece é que há muitos vôos diretos a Marrakech, que não precisam passar por Casablanca.

Preparei uma seleção de fontes quentes sobre o Marrocos:

Marrakech no Fatos & Fotos de Viagem, por Arnaldo Interata (de onde eu gentilmente surrupiei a foto do post)

Marrakech no Achados, por Dri Setti

Marrocos no Saia pelo mundo, por Mari Campos

Marrocos no O que eu fiz nas férias, por Gabe Britto

Marrakech com crianças no Viajando com pimpolhos, por Sut-Mie

Marrakech no Crônicas de viagens, do Claudio

Marrakech no Viagem & Aventura do Estadão, por Camila Anauate (continua aqui)

Fez no Viagem & Aventura do Estadão, por Camila Anauate

Merzouga no Viagem & Aventura do Estadão, por Camila Anauate

Morocco Travel, ótima agência — aproveite para se inspirar nos roteiros

Riads Morocco, riads para alugar

Trem no Marrocos — só para consulta; não dá para comprar do exterior

Marrocos no New York Times

E você, já foi ao Marrocos? Compartilhe as suas dicas na caixa de comentários. Shukran!

134 comentários

Oi Ricardo, oi pessoal, é minha primeira vez dando dicas por aqui. Quando li a manchete não pude me conter em dividir minha terrível experiência no Marrocos. Fui sozinha com uma amiga (o que de cara não recomendo nem aos inimigos), era verão por isso não conseguíamos andar cobertas e nos sentíamos violadas nos olhares que recebíamos nas ruas. Ademais fomos seguidas, passamos mal com a comida (a água não era tratada) e no Mercado de Marrakesh chamávamos mais atenção do que as pobres cobras saindo das cumbucas… Deus me livre, pro Marrocos nem de graça! Para quem quer muuuuuito ir pegue uma excursão e não vá no verão, e boa sorte!

Em Marrakech, se é fã de hotéis classicos, já deve saber que o La mamounia foi recentemente reinaugurado e deve estar fantástico pelas fotos do blog Fatos & Fotos já mencionado. Caso não for esta opção, deve ficar num Riad a lista é enorme, e acaba sendo uma loucura escolher (eu passei por isso). Já fiquei no dar Attajmil (www.darattajmil.com) e o tradicional Riad Kaiss(www.riadkaiss.com)
ambos já apareceram na Blue Travel e eu voltaria para qualquer um.
Quanto a restaurantes considero dois imperdíveis:
-ambiente e comida excelente do Narwama, perto da praça Djema el Fnaa (http://www.frommers.com/destinations/marrakech/D65710.html)
– o bom e barato Italiano Le Chat Qui Rit (http://www.viamichelin.co.uk/web/Restaurant/Ceret-66400-Le_Chat_qui_Rit-1840-41102).
Aproveite a viagem para fotos, é um dos lugares mais fotogênicos do mundo!

Marrakesh e sua alucinante Praça DJemaa El Fna.

** Se for comprar especiarias, atenção. Trouxe açafrão, chá de menta, canela… tudo falsificado.

Fala Riq,

Estive em Marrakech semana passada.
Tenho duas dicas quintes.
Uma é ficar no Riad Madani, chiquérrimo, o dono é um brasileiro que viveu 30 anos ña frança. Um palacete no meio da loucura da Medina com muito bom preço. Google it e vc vai ver.
A outra é dar uma escapada a praia de Essauira. Fica a 170 km de Marrakech mas tambem a anos luz do caos do Souk o que tambem é bacana. É como vc diz no seu livro: tirar férias das fériAs.
E só mais uma: tomar um drink no la Mamounia, claro.

Aquele abrazo desde Madrid, onde vivo agora 🙂

M

Fui em 2008 e adorei!
Conto o comecinho da saga aqui: http://forlin.wordpress.com/2008/04/09/o-dia-em-que-eu-pisei-na-africa/ e aqui:
http://forlin.wordpress.com/2008/04/11/o-dia-em-que-eu-pisei-na-africa-2/

Passei uma semana, indo inclusive ao Deserto do Saara, na fronteira com a Argélia. Algumas fotos estão disponíveis aqui: http://www.flickr.com/photos/gaforlin/sets/72157604843255908/

Espero que ajude. Qualque coisa, basta entrar em contato 🙂
Já adianto que minhas cidades favoritas são Chefchouen, Fez, Volubilis, Mekness e Ifrane.

Fiz o roteiro classico, casablanca, rabat, meknes, fez e marrakesh. Se voltasse faria somente marrakesh, que é imperdivel e iria a Ouarzazate. Pesquisei na epoca e vi que algumas cias aereas chegavam direto a marrakesh ( conforme o Ricardo comentou ) e portanto ir a casablanca poderia passar batido, mas acabei, por medo ( viajei com minha irmã ), comprando um pacote com air france que chegava por casablanca, aliás , bem sem graça mesmo.. A travessia das montanhas Atlas e chegada a marrakesh foi o ponto alto da viagem, passando pelos povoados berberes . As demais cidades também tem seu encanto , principalmente Fez e Rabat .Usei por um bom tempo, até acabar o vidro , um remedio a base de flor de laranjeira , comprado numa farmacia de medicina berbere em marrakesh, para insonia …muito bom…vale a pena conhecer por curiosidade essas farmacias ao redor da praça .

Bem deixo meu link aqui tambem, de quando passei 10 dias mochilando por Marrocos em 2005:
http://drieverywhere.net/index.php/category/viagens/marrocos/
Nao sei o quao util minhas dicas serao, ja que foi um tipo de viagem que pouco encaram: 3 meninas, praticamente dinheiro nenhum, 10 dias e um livro de viagem. Pegamos trem noturno, dormimos em albergue de 3 Euros a noite e tivemos dor de barriga depois de comer nas barraquinhas da praca de Marrakesh (entre varias outras cosias), mas foi uma das viagens mais inesqueciveis que ja fiz!
Do meu roteiro recomendo Fez e Marrakesh, ja Tangier achei bem sem gracinha!

Ja fui duas vezes, uma em 1998 e outra no ano passado , 2009. Todas as duas vezes, sem guia, só com uma amiga e depois com o meu marido . Alugamos um carro e fomos ate Merzouga que é imperdível . Acho que voce deve ficar pelo menos de 1 semana a 10 dias no país (pelo menos uns 3 em Marrak) e tambem nao deixe de conhecer Fèz. Se quer uma dica de um hotel maravilhoso em Marrakesh : Les Jardins de la Koutoubia , do lado da praça Djma El Fna . Mas nao aconselho voce a alugar carro para ficar em Marrakesh nao, ate porque os taxis sao baratos e o trânsito é bem caótico. Pegue o carro apenas no dia que estiver saindo para o deserto, e de lá siga para Fèz. É um país cheio de contrastes e acho que é mais ou menos assim : “ou voce ama, ou voce odeia… ” Eu me apaixonei pelo Marrocos .

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.