Não perca: a Flavia na Lucia

leoflavia

A incrível (já usei “querida” duas vezes no post anterior…) Lucia Malla está comemorando 5 anos do seu igualmente incrível blog Uma Malla Pelo Mundo. E quem ganha o presente somos nós :mrgreen: com a publicação de posts de blogueiros convidados.

Eu estou na lista (atrasado, como sempre) e estava um pouco preocupado quanto ao que ia (vou) escrever.

Agora não estou mais: depois de ler o post da não menos incrível (a padronização de adjetivos é necessária para não hierarquizar, vocês entendem, certo?) Flavia Penido sobre suas viagens com o Leozinho, já sei que será im-pos-síííííí-vel escrever um melhor. Pronto, relaxei.

Pessoas, passem lá e se emocionem. Não esqueçam os Kleenex, se vocês têm amor ao teclado do computador 😳

10 comentários

Arhur, a carta é engraçada mesmo – vou acabar publicando ela inteira, porque sou a mãe mais coruja do planeta…

Ernesto, amor com disciplina, gostei disso. Sábado, conversando com o Nick, ele me fez ver uma outra coisa: que além de ser bem meio termo, eu explico porque estou decidindo desta ou daquela forma. Ainda que em alguns casos eu não admita questionamentos, ele ao menos tem uma sentença fundamentada, 😆

Sao mesmo duas queridissimas, nao? Eu ja deixei o recado ontem la na Lucia e deixo aqui de novo: estao de parabens as duas – Lucinha pelo blog delicioso e Flavitcha pelo texto emocionante de verdade. Alias, Ernesto, eu tambem ja falei pra Flavia que ela deveria, DE VERDADE, escrever um livro.

Nossa gente, eu é que tô chorando aqui!! Ricardo, vc sempre arruma um jeito de escrever melhor, não se preocupe. Mas um elogio desses, de quem a gente admira e respeita é realmente pra me deixar a Tássia do Dia!!!

Obrigada de coração pra vcs, folks!!!

Ernesto, calma que eu chego lá!!

Se vcs choraram, imagina eu qdo li o texto pela primeira vez no meu email… me debulhei horrores na frente da tela; depois chorei mais escrevendo a introdução… Afe! Muita emoção, mesmo! E saudade, o q é mais forte ainda.

Não me canso de agradecer: obrigada, Flávia! 🙂

Muito tocante. Deu até vontade de uma mãe menos… como direi… mineira. Rsss Daquelas que te cercam tanto de cuidados que fica mais difícil, mesmo balzaquiana, ter a desenvoltura deste menino fofo de só 11 anos.
Lindo mesmo. Pelo blog da Ladyrasta já tinha percebido o quanto ela é especial.

E bota kleenex nisso. Eu já tinha ido ao blog da Lucia (de novo, parabéns pelos 5 anos de mega-sucesso, querida!) e me emocionado com o relato da querida Flavia. Vocês são poderosíssimas. 😆

Eu já falei para a Flavia,e agora tenho um fã mais qualificado! Asssino embaixo do Riq!

Os posts da Flavia merecem ser compilados e virarem um livro. Eles respondem a questões antigas, mas de maneira muito atual sobre a eterna preocupação que todos os pais tem em passar os seus valores,transmitirem suas experiencias, e darem o melhor de si para que os filhos sejam criados com felicidade, mas com responsabildade.

O filho da Flávia, pelo que eu conheci é realmente uma criança simpática e diferenciada, neste mundo onde, infelizmente, cada vez vemos crianças falando “eu quero, eu posso!”, e muitas vezes batendo nas suas mães em publico, como já presenciei várias vezes em Shoppings.

Eu sou um pato muito antigo, mas cada vez que eu vejo uma cena destas,penso que o mundo precisa de amor com disciplina, como a Flávia faz com o filho dela.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.