Noite de Natal fora de casa: o que fazer?

Rockettes no Radio City Music Hall

De vez em quando essa pergunta aparece em alguma caixa de comentário; só muda o endereço. Trata-se de um campo delicado, porque envolve duas coisas bastante pessoais: família e, eventualmente, religião.

Mesmo que a gente viaje com a nossa família mais imediata, a gente sempre vai sentir falta da família estendida. E sair para jantar num restaurante na noite de Natal simplesmente não faz parte da nossa cultura (além de custar caro pra chuchu).

O que fazer?

Bom. A minha melhor dica para a noite de Natal é: voar. As passagens na noite de 24 para 25 são as menos caras, e às vezes são as únicas que restam. A confraternização a bordo costuma ser engraçada; todo mundo vira uma grande família de sem-Natal, então fica (quase) divertido.

Fora de casa, a coisa depende de onde você se hospedar. Resorts (no Brasil ou em qualquer lugar do mundo) e pousadas (aqui no Brasil), por exemplo, sempre têm jantares especiais. Acaba baixando um espírito natalino espontâneo.

Difícil é quando você está hospedado num hotel convencional, numa cidade estranha.

Acho que eu nunca vivi esse problema (sou adepto mesmo de voar nesta noite), mas deixo aqui três pitacos, para abrir a caixa de sugestões.

1) A ceia bacana no quarto do hotel, que eu recomendo para o Réveillon, também funciona no Natal. Passe a tarde em mercados e delicatessens, faça uma decoraçãozinha, fotografe tudo.

2) Se a decisão for jantar fora, eu escolheria o restaurante pelo cenário. Quanto mais bonito/extravagante, melhor.

3) Mesmo que você não seja religioso, pegue carona nas celebrações. A Missa do Galo é uma linda hora para visitar uma igreja. A noite de Natal também costuma ser pródiga em concertos. Compre os jornais do lugar, procure no google, e você vai achar alguma coisa para ter lembranças especiais desta noite.

E você? Já passou um Natal fora de casa? O que fez?

E se você mora no Exterior, o que você recomenda para um brasileiro fazer na sua cidade nesta noite?

92 comentários

Passei um natal em Buenos Aires e a ceia foi numa casa de tango no Puerto Madero (acho q o nome era Madero Tango, ou algo assim). Foi incrível- além de um show de tango super moderno, teve confetes, mascaras de papai noel e até contagem regressiva, parecia o reveillon. Acabamos ficando amigos do pessoal que ficou na nossa mesa e foi super animado. Esse ano chegamos- eu e meu marido, em Paris dia 24/12 a tarde e estou bem preocupada pq tudo q estou tentando reservar está super caro e nosso reveillon já vai gastar nossa “cota” de caro dessa viagem. Já não sei o q fazer, se espero para ver por lá – tipo chego no hotel, pego indicações e já vou para a rua, ou se reservo no caro mesmo e estouro meu orçamento… Caso alguém tenha passado um natal em Paris e puder ajudar, ficarei muito grata…
abçs

Nos ultimos anos, eu e minha esposa temos passado as festas de fim de ano fora, ja foram Paris, Lisboa, Porto e Missouri (este na casa de amigos). Geralmente o jantar de natal realizamos no restaurante do hotel em que nos hospedamos para não ter problemas com deslocamentos e, como nunca haviamos tido problema o excesso de confiança nos fez passar um aperto na cidade do Porto onde o hotel não estaria aberto para o jantar na noite do dia 24/12 por ser feriado e todos os restaurantes que tentamos também não ofereceriam a ceia! Mas, para nos salvar, a recepcionista foi muito solícita e terminou descobrindo que o único lugar que estaria aberto seria o restaurante do hotel Sheraton, fizemos as reservas e fomos passar por lá.

Neste ano iremos passar em Munique e, como seguro morreu de velho, já efetuamos a reserva no restaurante do próprio hotel.

Já fui à ceia do Four Seasons em Buenos Aires, excelente. Duro mesmo foi encontrar táxi na volta para a Recoleta.

Mas inesquecível mesmo foi passar o natal ceiando no antigo Windows of the World, no topo do falecido Wolrd Trade Center, em Nova York. O restaurante era meio modernoso-cafonão, mas a comida era boa e o cenário “externo”, impressionante. E é algo histórico, por motivos óbvios. Entrou para minha história, dos meus pais e irmãos, porque a gente nunca mais vai poder repetir a experiência, pelo menos não naquele local…

Há! As feiras de Natal são muito interessantes e vendem muitos mariscos, embutidos, queijos a depender da região.

Eu e o JC passamos no interior da França, mas tínhamos para onde voltar na hora da ceia, que é muito diferente da nossa (não o perú e o presunto, mas mariscos como a vieira, escargot, pães, chocolates e muito vinho). O almoço de Natal foi a reunião mais importante. O legal é que todas aquelas cidadezinhas ficam no espírito de Natal, o povo sorria e nos cumprimentava, perguntavam-me de onde vinhamos e desejavam, assim que entravamos nos lugares: Joyeux Noël. Até o caixa do posto de gasolina ficou de papo, fiquei impressionada com toda aquela gentileza, diferente do estressado parisiense.

Já passei muitissimos Natais fora de casa, longe da família; mas gosto especialmente de passá-los em Alemania, especialmente em Berlin. O mercado natalino em gendarmenplatz é lindo, a cidade tem milhões de diferentes atividades para todos os gostos e bolsos!!!
A única coisa que pega é o -8 graus na rua….

Nos últimos 4 anos sempre passo Natal fora com meu marido e 2 filhos.
O ano passado foi na Pousada do Toque, em 2008 em Curaçao, em 2007 no Club Med Trancosao, em 2006(as crianças eram menores), no Beach Park em Fortaleza…
É ótimo: descomplicam ceia e presentes.
Este ano vamos com a família de minha irma, que mora parte nos EUA, parte na Itália, pra Riviera Maya!
Acho que estando com as pessoas que se ama de verdade nao há problema em passar o Natal fora.
Em todos os lugares que fomos havia ceias especiais.

Ano passado fomos para NY dia (voo lotado, Guarulhos bombando, uma surpresa!), e este ano vamos para Montevideo no dia 24. Gosto da opção de comprar quitutes na rua e fazer a ceia no quarto!! E realmente as passagens ficam beeeeeeeeeeeem mais baratas, é uma boa.

Passamos um natal em Maceió em 2008. Percorremos, durante o dia, toda a orla buscando hotéis ou restaurantes, mas não encotramos lugar nenhum que tivesse ceia natalina.

E o pessoal ainda respondia nesses locais que lá se comemora mesmo é são joão(!?!?!?!?!?!!?!?!?!?!?!?!?!!).

Este ano estaremos em Istambul. Li que eles até têm colocado papai noel em shopings, mas não encontrei nada sobre o funcionamento da cidade. Acredito, e espero, que seja um dia como qualquer outro por lá. Assim não perdemos um dia de viagem.

Natal 2008 em Punta del Este, sem ter um lugarzinho legal sequer para jantar. Deixei para ver na hora e poucos restaurantes abriram e, os que abriram e valiam a pena estavam todos reservados. Acabei comendo um chivito com minha esposa num lugar bem furreco. Reservar é obrigatório. Ah, e é essencial combinar um táxi com antecedência, pois eles simplesmente somem na noite do dia 24/12 em Punta (só ficam táxis no Conrad, mas é bacana ir até lá e sair rodando numa Mercedes…não tem preço). Mas, de todo modo, uma caminhada à noite pela Mansa é muito bonita, pois os prédios estão super iluminados e há uma queima de fogos bem feitinha.

Este ano a noite do 24/12 será em Barcelona. Acho que vou ter que reservar um restaurante com alguma antecedência, não é? Já recebi aqui algumas sugestões, mas estou aberto a mais, por favor.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.