Noronha: as praias

Baía do Sancho, Fernando de Noronha

Desde 2000, já fui sete vezes a Fernando de Noronha. Sabe quantas vezes eu mergulhei? NENHUMA. Sim, sei que isso é quase um crime de lesa-viagem, mas o fato é que eu me contento completamente com o que vejo na superfície. Noronha tem uma coleção de praias que faria bonito em qualquer lugar do mundo.

Para aproveitar. Vá com tempo. Numa primeira ida a Noronha, qualquer estada menor que cinco dias inteiros é curta demais. Os pacotes de três dias não dão pra nada: normalmente o primeiro dia é perdido entre chegada e dispersão entre pousadas. Ficar só no ilhatour é bobagem: se você só quer apreciar a praia, não precisa ir até lá; basta ver as fotos. As praias em Noronha são deliciosas e devem ser curtidas com o pé na areia.

O dia em Noronha é muito melhor aproveitável do que na costa leste do Nordeste. O fuso horário é correto (no leste do Nordeste, é adiantado), então o sol nasce na hora certa, por volta das 6h, e se põe também lá pelas 18h. As melhores praias estão voltadas para o noroeste, então os morros não fazem sombra antes da hora. Dá perfeitamente para pegar praia de manhã, almoçar e pegar outra praia à tarde.

Quando ir. A época em que o mar está mais calmo, gostoso e fotogênico vai de meados de abril a meados de outubro. A estação seca vai de agosto a janeiro. Então os meses mais desejáveis para se estar em Noronha são agosto e setembro.

Quem surfa vai entre dezembro e março, quando a Cacimba do Padre e a Conceição oferecem as ondas mais desejadas do Brasil. Nesta época a Baía dos Porcos costuma estar com o mar mexido. O Sancho não fica tão transparente quanto no meio do ano, mas ainda assim está bonito.

Maio, junho e julho, apesar de estarem na época da chuva, não são inteiramente desaconselháveis, não. O mar está lindo e  calmo e, se você for com tempo sobrando, certamente vai conseguir pegar dias de sol. Em alguns anos o inverno em Noronha pode ser bastante chuvoso, mas o mais comum é ter pouca chuva.


AS PRAIAS

Estão aqui em ordem geográfica, começando no Porto e contornando a ilha. Cada uma é identificável no mapa pelo marcadorzinho ao lado do nome.


Visualizar Praias de Noronha em um mapa maior

PRAIA DO PORTO Marcador: alfinete amarelo

Praia do Porto, Fernando de Noronha

Não é especialmente bonita, e está sempre cheia de embarcações. Mas é bastante usada para fazer snorkel. Acesso: por asfalto, direto; a BR começa bem ali. Nas redondezas: há um bar de açaí e uma loja de aluguel de máscaras e snorkel no píer. O Mergulhão, o bar/restaurante mais badalado do momento, fica debruçado na praia. O bolinho de tubalhau do Museu do Tubarão também está por aquelas bandas.

PRAIA DO CACHORRO Marcador: alfinete verde

Fernando de Noronha: Praia do Cachorro

É a prainha da Vila dos Remédios, com barracas de bebidas. Mas só pode ser usada na época de calmaria do Mar de Dentro (abril-setembro); quando o swell entra traz pedras que tomam o lugar da areia. Acesso: entre na Vila dos Remédios e vá pra baixo toda vida. Quando acabarem os paralelepípedos, procure a escada. Nas redondezas: a Vila dos Remédios tem pousadas, bares e restaurantes.

PRAIA DO MEIO Marcador: alfinete vermelho

Fernando de Noronha: Praia do Meio

Como o próprio nome indica, fica no meio do caminho entre a Praia do Cachorro e a Praia da Conceição. É bem vazia. Acesso: a pé, pelo Cachorro ou pela Conceição. Nas redondezas: no canto da praia há um bar, estratégico para ver o pôr do sol.

PRAIA DA CONCEIÇÃO Marcador: alfinete azul-escuro

Fernando de Noronha: Praia da Conceição

Fernando de Noronha: Praia da Conceição

É o Posto 9, o Porto da Barra, a Maresias de Noronha: a praia que concentra a vida social. É a melhor praia para pegar de tarde, depois de ter passeado de manhã. Na temporada de swell (novembro/fevereiro) dá surf.

Fernando de Noronha: Bar Duda Rei, Praia da Conceição

Fernando de Noronha: Praia da Conceição

O Bar Duda Rei é o único bar bacaninha que permitem funcionar pé na areia em Noronha; tem cerveja gelada e faz boas caipiroskas. Peça um queijo de coalho grelhado, aproveite o chuveiro de água doce instalado na banheira e aprecie o pôr do sol. Acesso: uma estradinha de paralelepípedos liga a Vila dos Remédios à praia; dá 5 minutos de bugue ou 15 minutos a pé. Outra estrada, a da Alamoa (de terra), vem pela BR, passando em frente à pousada Teju Açu. Nas redondezas: o Bar do Meio, no canto direito da praia, é uma alternativa para ver o pôr do sol.

PRAIA DO BOLDRÓ Marcador: alfinete azul-claro

Fernando de Noronha: Praia do Boldró

É a Praia da Conceição espelhada; só não tem uma ilha em frente. Em compensação, oferece uma piscina natural rente à areia, que aparece na maré baixa. Acesso: entre na Vila do Boldró, vá até o fim da rua; quando o asfalto acabar, continue morro abaixo pela estradinha de chão. Nas redondezas: o bar que existia pé-na-areia foi fechado. Há um bar no alto do morro, com vista. Na Vila do Boldró você encontra o Tartarugão e o café do projeto Tamar.

PRAIA DO AMERICANO Marcador: alfinete roxo

Fernando de Noronha: Praia do Americano

Das praias do Mar de Dentro, é a menos freqüentada. Antigamente dizia-se que era uma praia de nudismo, mas com a instalação do bar do forte de São Pedro e São Paulo, no alto do morro, duvido que alguém arrisque… Acesso: saia da BR para pegar a estrada (de terra, em sua maior parte) para a Cacimba do Padre. Pare no estacionamento da Praia do Bode e pegue a trilha da direita. Nas redondezas: almoce na Cacimba do Padre, na barraca das Gêmeas.

PRAIA DA CACIMBA DO PADRE Marcador: pontinho verde

Fernando de Noronha: Praia da Cacimba do Padre

É a mais extensa das praias do Mar de Dentro — se você contar o canto direito, conhecido como Praia do Bode. Primeira praia de onde você avista os Dois Irmãos por inteiro ao rés do chão. Na temporada do surf (dezembro/fevereiro) é sede de campeonatos e uma das mais concorridas pelo pessoal da prancha. Acesso: saia da BR e pegue a estradinha, que é asfaltada só no comecinho e já vira de terra. Coma bastante poeira e estacione no final. Nas redondezas: há duas barracas-restaurantes próximas à entrada da praia. A mais recomendada é a das Gêmeas. Caminhando para a esquerda você pega a trilha que sobe o morro e leva à Baía dos Porcos.

BAÍA DOS PORCOS Marcador: pontinho amarelo

Fernando de Noronha: Baía dos Porcos

Única que consegue rivalizar com o Sancho nos concursos de praia mais bonita da ilha. Não é uma praia de tomar sol, mas de fazer snorkel. Na época do swell (novembro/fevereiro) fica com o mar mexido. Acesso: a pé, por uma trilha contornando o morro, a partir da Cacimba do Padre. A trilha do Sancho está fechada. Nas redondezas: há serviço de bordo na Cacimba do Padre. O melhor mirante, porém, fica no caminho da Baía do Sancho.

BAÍA DO SANCHO Marcador: pontinho roxo

Fernando de Noronha: Baía do Sancho

Fernando de Noronha: Baía do Sancho

Pro meu gosto — e de 98% das pessoas que se atrevem a fazer listas de praias bonitas no Brasil — não existe outra mais linda em território nacional. Se bem que sua beleza é amplificada por uma primeira visão do alto, que revela toda a cristalinidade de sua água verde-azulada. Só fica crowdeada quando chegam os barcos de passeio, no meio da manhã e no meio da tarde (a permanência média é de 40 minutos).  Cedo no dia ou na hora do almoço está deserta, graças ao acesso difícil por terra.

Fernando de Noronha: acesso à Baía do SanchoFernando de Noronha: acesso à Baía do SanchoFernando de Noronha: acesso à Baía do Sancho

Acesso: saia da BR um pouco antes do aeroporto, seguindo as placas para Sancho e Baía dos Golfinhos. Depois do estacionamento há uma trilhazinha de 5 minutos. Para descer à praia é preciso enfrentar uma escadinha instalada numa fenda da rocha. Depois ainda há muitos degraus até a areia (na volta a gente sofre, mas vale a pena). Lá embaixo não se vende nada; leve água. A maioria dos visitantes chega pelos passeios de barco.

Fernando de Noronha: Baía do Sancho

Nas redondezas: há um quiosque que vende coco, refrigerante e cerveja junto ao estacionamento, lá em cima. Antes de descer à praia, pegue a trilha curtinha à direita, que leva ao mirante da Baía do Sancho.

PRAIA DO LEÃO Marcador: pontinho vermelho

Fernando de Noronha: Praia do Leão

Primeira praia do Mar de Fora, fica mais calma e bonita quando o Mar de Dentro está agitado, entre novembro e fevereiro. É santuário de desova de tartarugas marinhas. Acesso: vá até o final da BR e pegue a estrada de terra à direita. Do asfalto, dá pouco mais de 5 minutos de bugue. Lá é preciso descer o morro a pé. Nas redondezas: há um quiosque no alto do morro.

BAÍA DO SUESTE Marcador: pontinho rosa

Fernando de Noronha: Baía do Sueste

Sua maior qualidade é permitir o mergulho com tartarugas marinhas (procure o guia no quiosque). Na temporada de cruzeiros, fica lotada, porque é onde os ilha-tours concentram os cruzeiristas, que são proibidos de descer na praia do Leão. Acesso: fica ao final da BR; o asfalto vai até lá. Nas redondezas: há um quiosque na praia. Hóspedes das pousadas Maravilha, Solar dos Ventos e do Sueste podem ir à praia a pé.

PRAIA DA ATALAIA Marcador: pontinho azul-claro

Fernando de Noronha: Praia da Atalaia

É o endereço do maior aquário natural da ilha, represado na maré baixa. O acesso é totalmente controlado pelas autoridades do parque. Pede-se não usar filtro solar quando mergulhar na piscina natural. Acesso: a pé, pelo costão, em grupos guiados. Não existe mais acesso de bugue pela praia do Sueste. Nas redondezas: não há nada na região. Leve água e barras de cereal para a caminhada.

Leia também:

Todas de Fernando de Noronha no Viaje na Viagem

Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire


79 comentários

As praias top de arraial do Cabo bate com facilidade essa praia do Sancho e todas as outras de Fernando de Noronha

Ótimas as suas dicas. Eu gostaria de saber se para chegar na praia do Sancho através das escadas é muito difícil?
Tem ideia de quantos degraus incluindo das escadas?

Só poderei ir para Noronha meados de janeiro. Não sou surfista. Será que não vou encontrar nenhuma praia mais calminha??

    Olá, Silvana! O Sancho continuará calmo, mas terá uma larga borda turva.

    Noronha não vai sair do lugar. Espere uma chance de ir no meio do ano.

Na verdade o mar quando esta mexido não trás pedras, o que ele faz é levar a areia que revela as pedras que estão por baixo.

Olá. Queria parabenizar pelo site e pelas ótimas dicas. Sempre quis ir a Fernando de Noronha, mas achava que só dava pra ir via mar – e tenho complexo de Titanic…rsrsrs – mas agora estou alimentando o plano de conhecer esse lugar incrível em 2014, provavelmente em julho. Lerei as várias dicas aqui pra me situar melhor. Valeu!

Olá, Estou indo no próximo domingo, 10/11, para Noronha e fiquei um pouco triste em saber que se trata de uma época ruim para vê as praias e desfrutar de um mar calmo. EStou indo com minha filha de 1 ano (rs) e queria uma sugestão de melhores programar e praias para fazer com ela.
Obrigada.

Bóia, muito obrigada pela atenção de sempre. Seu blog é imperdível para qualquer viajante que se preze :))

É preciso reservar com antecedência o aluguel de bugre em Noronha ? Ou chegando lá (mesmo sendo feriado) tem disponibilidade ? Onde se aluga ? Obrigada a todos !

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.