Balai de Gato

As novidades do verão 2015 em São Miguel dos Milagres e Rota Ecológica

Patacho

Depois de quatro anos de réveillons bombadíssimos e reportagens de Luciano Huck, Fátima Bernardes e Ana Maria Braga, a Rota Ecológica alagoana não é propriamente mais um segredo: já foi posta no mapa de destinos desejados de gente que nunca poderia imaginar praias tão bonitas escondidinhas no norte de Alagoas.

Mas calma: a região é extensa e tem lugar pra quem está chegando. À beira da praia, há poucas diferenças visíveis entre a Rota que eu conheci em 2000 e a de hoje. A transformação mais notável é a da praia do Patacho, que tem uma área loteada que começa a adquirir feições de praia de veraneio. Mas as casas são relativamente bonitas e continuam contidas sob o coqueiral.

A principal mudança, na minha opinião, é bastante positiva: começam a surgir negócios fora das pousadas. As melhores pousadas continuam funcionando como um destino em si — dá para passar dias saindo só para caminhar na praia ou ir de jangada às piscinas naturais –, mas já aparecem restaurantes e bares para quem não pode/não quer cacifar uma pousada auto-suficiente.

Na esteira do décifit de quartos da virada do ano (quando a região é invadida por dez dias por uma garotada endinheirada e baladeira), mais pousadas vêm abrindo. O maior hotel da região acaba de ser parcialmente reaberto, e até o fim do ano vai aumentar em 60 unidades a oferta de quartos da região. Acredito que isso reverta em preços mais simpáticos na baixa temporada.

Conheça algumas das novidades deste verão na Rota Ecológica. Todas elas já estão incluídas no nosso novíssimo e atualizadíssimo Guia de São Miguel dos Milagres e Rota Ecológica (clique aqui).

Praia do Marceneiro

Bar da Praia

Bar da Praia

Uma das praias mais bonitas da Rota (e com o acesso público mais fácil), desde o ano passado a Praia do Marceneiro, em Barra de Camaragibe, recebe o Bar da Praia, uma estrutura temporária montada pelos organizadores do Réveillon dos Milagres. Este ano o lugar está turbinado por uma praça de alimentação onde a estrela é uma banca de ceviches do Wanchako, o peruano de Maceió que na minha opinião segue como o melhor do Brasil. Tem também o cardápio italiano do Sabatelli, sushis, açaí e sanduíches naturais. A entrada na área da praça de alimentação é gratuita, mas se você quiser entrar no lounge (onde há serviço de garçom, palco, DJ e pista de dança) é preciso comprar uma pulseirinha por R$ 50. A frente da praia, porém, é pública, e permite a mesma azaração. O bar abre ao meio-dia e vai até a noite. Funciona até domingo, 4 de janeiro.

Villas do Paru

O Bar da Praia ocupa o cantinho do terreno de uma bonita pousada pé na areia, a Villas do Paru, que tem apartamentos de 1 e 2 quartos com cozinha equipada e serviço de café da manhã e restaurante.

Barra de Camaragibe ganhou outra pousada à beira-mar, a Pousada Marceneiro, que apesar no nome não fica nesta praia; é vizinha da Infinito Mar. E no povoado do Marceneiro a novidade é o Santo Burger, uma hamburgueria que é a cara da rapaziada que vem para o Réveillon.

Praia do Toque

Villas Taturé

As novidades do Toque são no departamento pousadas. Num trecho hiper-sossegado da praia, o médico-empresário-radialista-forrozeiro Gilson Neto transformou a área próxima ao mar de sua fazenda de cocos na Villas Taturé, com chalés confortáveis, alguns com cozinhas completas. Todas têm cabanas próprias na areia. No verão, o aluguel é semanal.

Abaetetuba

Abaetetuba

A cinco minutos a pé do povoado de Porto da Rua, a Pousada Abaetetuba tem apenas três chalés de ótima arquitetura, dispostos num terreno espaçoso sob o coqueiral. Os donos são o Vittorio e a Luisa, italianos que veraneiam na região há 15 anos e resolveram lançar âncora. O café é de cafeteira moka, o iogurte é orgânico e as massas são veramente italiane.

Ah, sim: é bom registrar que a Pousada do Caju agora se chama Casa Acayu.

Porto da Rua

A beira-mar de Porto da Rua ganhou dois novos restaurantes.

Porto dos Milagres

Bem na pracinha, a creperia Porto dos Milagres serve pratos do dia no almoço (arroz de polvo, frango ao curry) e crepes salgadas e doces no almoço e à noite. Eu gostei muito da crepe de creme de pastel de Belém.

Eco Restô & Pizzaria

À direita (de quem olha para o mar) da vila, um pouco antes do restaurante da Simone, abriu uma pizzaria de forno a lenha, a Eco Restô & Pizzaria. A pizza é daquelas superfininhas, praticamente biscoito, com pouco queijo. O cardápio de pratos tem ênfase em frutos do mar; a especialidade da casa é um aperitivo, a porção de pastéis super-recheados de queijo (tel.: 82/9802-6830).

Luna Bar

Uma simpática reforma tornou o Luna Bar, que já era a melhor opção noturna na região de São Miguel dos Milagres, num ponto gostoso para passar o dia na praia.

Angá Beach Hotel

Angá Beach Hotel

Mas a maior novidade de Porto da Rua é a reabertura do antigo resort Costa dos Corais (ex-Tropical, ex-Tarumã), agora como Angá Beach Hotel. Os apartamentos térreos (chamados “superiores”) ganharam portas-sanfona, que aumentaram bastante a iluminação, e banheiros charmosos. Os apartamentos do segundo andar (“standard”) ainda não passaram por reforma, mas ganharam móveis e equipamentos novinhos. A área de chalés à beira-mar ainda está fechada; vai ser renovada depois do verão. A reforma é de muito bom-gosto; as áreas renovadas não guardam nenhuma semelhança com as encarnações anteriores do lugar.

Praia da Laje

Pertinho da praia do Patacho, o povoado da Laje (dependendo com quem você fala, do Laje, dos Lages, das Lajes) quer virar o centrinho gastronômico junto à estrada. Na vila abriu um restaurante que ainda não consegui visitar, o Beija-Flor (tel. 82/8833-4062).

Logo na entradinha do acesso à praia, a Adriana e o Joaquim da Aldeia Beijupirá montaram dois lugares muito bacanas.

Uí Bistrô

Uí Bistrô

Um é sério: o Uí Bistrô, montado em sociedade com a jovem chef Maria Schaefer, que aplica o que aprendeu no Cordon Bleu em criações originais como a guacamole de aratu com nachos de tapioca e o carré de porco com mel e alecrim, arroz de carreteiro e chutney de jaca. Abre para almoço de quinta a sábado e para jantar de quinta a terça (tel.: 82/3298-6523).

Balai de Gato

Balai de Gato

O outro é uma brincadeira superdivertida: o Balai de Gato, um bar de caldinhos (“escaldados”) e espetinhos, com direito a cadeiras de praia e um Fusca vintage (com placa de Porto de Pedras). Abre a partir das 18h30 (tel. 82/3298-6500).

Beija-Flor

Na estradinha principal, quase na saída para Porto de Pedras, abriu o Beija-Flor, que prepara potentes caipiroskas de pote para acompanhar sandubas (como o de salmão com cream cheese e cebola caramelizada) e saladas (como a de folhas com polvo). Abre de 3a. a domingo das 15h às 21h.

Praia do Patacho

Praia do Patacho

Reserva do Patacho e Cokoloco

Se você estava pensando em pegar praia no Patacho mas não sabia onde passar o dia, seus problemas acabaram: a praia ganhou um “receptivo” de bom gosto, o Cokoloco, com restaurante e piscina. Para usar a área da piscina é preciso pagar o day-use de R$ 50.

Do outro lado da mureta funciona a pousada Reserva do Patacho, dos mesmos donos, com quatro bangalôs branquinhos em meio ao gramado, de frente ao mar. A piscina é a do day-use.

Pontal do Boqueirão, Japaratinga

Les Terrasses

Les Terrasses

Na ponta sul de Japaratinga, na esquina do mar com o rio Manguaba, acaba de abrir a Les Terrasses, pousada que marca a volta de Jérôme Pérez, um dos donos originais da Pousada do Caju, à Rota. São apenas cinco quartos, três deles em bangalôs com portas envidraçadas, móveis leves e amplos banheiros. A praia só não é totalmente deserta aos domingos. Ainda não tem site. Tel.: 82/9184-7904.

26 comentários

Sao miguel dos milagres eh mesmo lindo, mas é fato que faltava vida fora da pousada. Um restaurante que indico muito, perto de Porto da Rua é o No Quintal. Um casal do sul do Brasil que resolveu deixar tudo para tras e montar um restaurante incrivel de comida brasileira caprichadissima, no meio do litoral alagoano. #ficadica para quem quiser aproveitar

    Olá, Débora! O No Quintal não está no texto porque não é uma novidade de 2015. Está no nosso guia, que vem linkado ao final do texto e sugerimos consultar para um apanhado completo da região.

Estou aqui para parabenizar a matéria realizada por vocês, estão realmente de parabéns, pois mostra detalhes que nem todas as matérias apontam,
e gostaria de deixar a sugestão aos leitores, que para lua de mel é uma boa opção de beleza baixo custo e conforto, para quem opta em economizar.

As novas dicas vieram em boa hora, já que embarco para a rota em 15 dias! Obrigada a todos do site pela essencial ajuda!

Olá Boia e Ricardo,
Vou com minha namorada descansar do carnaval nessa região por 4 dias. Duas dúvidas:
1. Vale a pena alugar um carro pra conhecer diversas praias ou o transfer é mais economico?
2. Queremos gastar pouco, estilo mochilão. Recomenda algo tipo pousadas mais baratinhas só pra dormir mesmo?

Obrigado e parabéns pelo texto.

Olá Ricardo!
Adorei a dica do Les Terrasses! Estive lá no final de semana do dia 17 e foi massa! A pousada é ótima, o lugar é deslumbrante e o Jerome é um grande anfitrião! Ah, e a praia estava deserta até mesmo no domingo! ;o) Bjs!

Olá,
Fiquei interessada em ficar hospedada na pousada Vila Cobé, em Japaratinga. Queria saber se é viável ficar nessas pousada para conhecer Magarogi e a Rota Ecológica.

    Olá, Betania! De carro você vai fácil a Maragogi. Na Rota, não recomendamos passeios de carro. O carro não leva a bons trechos de praia, com exceção do Patacho.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.