O que você faria com mais horas de sol?

Ponta do Seixas, João Pessoa (PB)

Essa é a pergunta que Sundown está fazendo.

A minha resposta é fácil. Eu ficaria mais tempo na praia. Mais: eu daria um jeito de aumentar ainda mais o expediente solar. Iria atrás de mais horas de sol pra para pôr em cima dessas horas extras de sol que eu ganhei.

No Brasil, eu amanheceria onde o sol nasce mais cedo: em João Pessoa (para ser mais exato, na Ponta do Seixas, na foto lá do alto). Lá pelas 4 e meia da manhã o sol já está alto. Às 5 da matina eles fecham a beira-mar de Cabo Branco pro pessoal fazer jogging, pedalar e andar de bicicleta. 5 da manhã, Brasil!

Cabo Branco, João Pessoa (PB)
Depois, daria um jeito de me transportar para passar a manhã caminhando entre Arraial d’Ajuda e Trancoso, um dos trajetos mais lindos que alguém pode fazer a pé na costa brasileira. De manhã o sol incide direto nas falésias da Pitinga e do Taípe, iluminando o caminho. Sombra é para os fracos!

Taípe, Arraial d'Ajuda (BA)

Meio-dia, sol a pino, me teletransporte pro Recife, pufavô! Quero minha cadeirinha (de alumínio e nylon; nada dessa bagaceirice de plástico!) no meu trecho favorito de Boa Viagem, a praia do Acaiaca. Perto da hora do almoço começam a aparecer os vendedores de caldinho – um mais gostoso que o outro. Começo com um de feijão, rebato com um de siri.

Boa Viagem, Recife (PE)

No começo da tarde, no Nordeste, o sol tem hábito de começar a querer se esconder aqui e ali – atrás do coqueiro, do prédio, da duna, da falésia. Isso precisa mudar! Urgente! Enquanto as autoridades não tomam as devidas providências para o sol se manter alto, a solução é uma só: o teletransporte pro Sudeste.

Azeda, Búzios (RJ)
Eu passaria a tarde andando de aquatáxi entre algumas das praias mais lindinhas de Búzios: Ossos, Azeda e Azedinha, João Fernandes e João Fernandinho. Ou explorando as praias sem muvuca ao norte de Ubatuba – você já foi à Puruba? Não? Então vá.

Puruba, Ubatuba (SP)
Lá pelas 5 começaria o circuito do pôr do sol. Me teletransportaria pro mais famoso de todos, em Jericoacoara.

Jericoacoara (CE)
De lá ainda daria tempo para assistir a um de que pouca gente ouviu falar, mas que é tão bonito quanto: em Galinhos, no Rio Grande do Norte, onde o sol tinge o céu de amarelo.

Galinhos (RN)
Se a teletransportagem for eficiente ainda dá pra pegar o finzinho do espetáculo no Porto da Barra, em Salvador, onde é aplaudido o ano inteiro.

Porto da Barra, Salvador (BA)
De lá eu poderia emendar no pôr do sol de Ipanema, que no verão acontece no mar. Mas acho que eu iria direto pra Santa Catarina, onde o horário de verão dá naturalmente mais horas de sol para todos. Dá para ficar na praia até as 8!

Itaúnas (ES)
E então, quando não desse mais jeito, acho que eu me teletransportaria para Itaúnas, no Espírito Santo. Lá em janeiro o forró come solto a noite inteira, até… o sol raiar.

E você? Faria o quê? Passe na página “O que eu faria com mais horas de sol” no Facebook, assista ao meu vídeo (gravado em Dubai!) e entre nessa campanha por mais horas de sol!

51 comentários

Ah! O que eu faria? Iria passear muito, de preferência pelas ruas de BsAs…Fui em maio de 2010 e o tempo estava assim. Até passei filtro solar!

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.