O que você já esqueceu em viagem?

O fio do meu barbeador -- que bom que o antigo funciona no novo

Depois de muito tempo voltando para casa com todas as coisas que tinha posto na mala ao partir, eis que eu voltei a perder coisinhas durante a viagem.

Em Orlando, num dia em que a mala tinha ficado no carro, e o carro tinha ficado o dia inteiro debaixo de um sol inclemente, tive a infeliz idéia de pôr um HD de 400 giga, com todas as minhas fotos dentro, para resfriar junto ao ar condicionado. Claro que esqueci o bichinho ali. (Calma. Este era apenas um dos meus três back-ups idênticos.)

No meio da viagem ao Caribe, esqueci o livro que estava lendo num dos carros alugados. Não, não me pergunte o que o livro estava fazendo fora de alguma bolsa. Eu mesmo estou tentando encontrar uma resposta para esta pergunta, e até agora nenhuma que eu dei me satisfez.

E finalmente, faltando uma semana para voltar, esqueci o fio recarregador do meu barbeador novinho. Só notei quando a bateria do barbeador acabou (algo bem freqüente, quando você usa o barbeador para fazer a careca falsa também). Tive que comprar um barbeador vagabundo pelo caminho.

No meu caso específico, fios são os campeões de esquecimento. Já perdi a conta de quantas vezes fui pegar fonte de computador ou cabos em geral no aeroporto, enviados depois de eu ter saído de casa sem eles.

E você? O que andou esquecendo por aí recentemente? E como fez para contornar a situação?

90 comentários

Eu queria muito a sorte de achar uma boa alma que tivesse achado minha máquina com todas as minhas fotos ou pelo menos o cartão com as fotos.
Acabei de voltar do leste europeu e antes tinha passado por várias cidades da Alemanha.
Em Bratislava perdi minha câmera com todas as fotos. Todos os registros da viagem. É triste viu.
Perdi um dia inteiro repassando por cada canto que tinha passado em Bratislava e nada de achar.

Eu esqueci meu celular no México na verdade ele caiu da minha bolsa e não vi. A sorte que minha amiga encontrou, porém ficou lá e estou vendo uma maneira de trazer para o Brasil.

Viajei com minha filha de 13 anos à Paris no ano passado e ela esqueceu no hotel a carteira com 60 euros e um Itouch.
Nós achamos que tinham sido esquecidos no aeroporto e, para nossa surpresa, 10 dias depois chegaram ambos pelo Correio, enviados pelo gerente do HOTEL MODERNE SAINT-GERMAIN.

Só podemos elogiar e MUITO a recepetividade e educação do povo francês.

Sou do time das que perdem pouco mas perdem bem!
Há mtos anos qdo estive em Portugal esqueci no hotel de Guimarães um casaco q tinha acabado de comprar, só percebi qdo cheguei no hotel da Cidade do Porto. O santo maridão concordou em pegar o carro e voltar lá p/ buscar o bendito!
Na mesma viagem, por alguma razão misteriosa, os tíquetes aéreos q nos levariam em seguida p/ Paris ficaram dentro do guia q usava p/ passear pela cidade e eu não percebi. Num dos passeios o guia caiu no chão e mtos papeis voaram. Recolhi o q pude e não me importei com o resto. Ao chegar no hotel vi q a passagem do meu marido estava junto com os papeis recolhidos, mas a minha saiu voando pelo Douro!
Naquela era pré-internet e pre-celular (quase pre-historica), não consegui embarcar sem ter q pagar o trecho perdido!
Acabei de voltar de Ushuaia e ao sacar $ no caixa eletronico deixei meu cartão de credito dentro da máquina, só fui perceber a noite. Tive q cancelar o cartão e estou usando o do santo maridão até agora pq o novo ainda não chegou….

O meu caso talvez seja o mais cômico de todos.
Fui pra Buenos Aires com meu namorado e após ter saido de SSA, feito conexão em SP, etc chegamos exaustos no hotel. Depois decidimos jantar no La Caballeriza. O jantar estava perfeito, fomos um dos últimos a sair do restaurante. Pegamos um taxi e voltamos para o hotel. Eu estava morta, tinha até cochilado na mesa do restaurante. No dia seguinte, acordei, tomei banho, me arrumei e na hora de sair, quando procuro minha bolsa. Cadê? Nada de bolsa!!! E era uma bolsa grande que estavam meus documentos, passaportes, maquina fotografica, dinheiro entre outras coisinhas mais. Liguei desesperada no restaurante e nao atendia, afinal o restaurante nao estava aberto aquela hora do dia. Esperei até 11 h da manha e retornei a ligação, falei para o gerente que tinha perdido uma bolsa e o mesmo me falou que teria encontrado uma “carteira”. Pensei, ai que bom! Pelo menos deixaram a carteira! Fomos até ao restaurante, na chegada me perguntaram o que havia no interior da bolsa e só depois de fazer uma descrição completa eles me apareceram com a bolsa INTACTA! Vale ressaltar que bolsa em espanhol é “carteira”. Bom, fui salva pela honestidade de nossos hermanos.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.