Onde você guarda o notebook no hotel?

Meu note no Costa Brasilis, em Santo André da Bahia

O Alexandre Giesbrecht me mandou um email porque sentia falta de um post aqui no site sobre procedimentos de segurança para guardar o notebook em quarto de hotel.

Até há pouco, viajar com notebook era coisa de viajante a trabalho, ou de workaholic em estágio grave. Mas hoje é cada vez mais comum. Até porque para muita gente (presente!) a internet já substitui a TV como fonte de informação e diversão. A invenção dos netbooks também está contribuindo para o boom.

Sou um veterano nisso: viajo com laptop desde o final de 1998. Como sou mantido vivo por instrumentos, não há uma viagem em que não leve o lepizinho. Já tive dois laptops que faleceram em viagem — um em caráter definitivo, outro foi ressuscitado em São Paulo.

Quais as precauções que eu tomo? Ahn… nenhumas. Nunca me aconteceu nada. Mas também nunca entraram em quarto nenhum de hotel meu para roubar nada.

Alguns — raros — cofres de hotel acomodam laptops. Uma providência óbvia é trancar o laptop na mala, com cadeado fixo.

E você? O que faz quando leva o notebook para viajar? É desencanado que nem eu? Ou toma as precauções possíveis — nesse caso, quais?

A caixa de comentários é toda ouvidos!


109 comentários

Em Nápoles roubaram o módulo wi-fi que estava conectado na porta USB.
Lógico em Nápoles! Onde mais

Deixo na mala, no meio de roupas. Menos por preocupação de segurança, mais por receio com manuseio acidental inadequado.

Estou com dúvida vou ficar 2 semanas na itália e não sei se levo o notebook ou não.

Em londres deixava trancado dentro da mala.

Mas, na itália já vi que é perigoso pelo que li no tripadvisor e booking não faltam mãos leves.

E só o tablet não é suficiente já que ele é bem simplificado.

Estou bem pensativo com isso, pois só quero viajar com uma mala de bordo e o notebook são 2,5 kilos.

Abcs.

    Olá, Sandro! Você certamente leva o troféu Boladão do Ano. Rapaz, não seja tão paranóico. Isso atrai o azar, toc toc toc…

    Sandro Dellai, quando não havia smartphone eu levava o netbook e o deixava no cofre. Depois do smartphone eu viajo ainda mais leve. Só ele basta.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.