RailEurope.com.br entra em contato e explica prazos e reembolso

Raileurope.com.br

Demorou um bocadinho, mas enfim a RailEurope.com.br respondeu às perguntas que enviei por email, depois de não conseguir ser atendido por telefone.

Na primeira mensagem, o porta-voz (que não revelou o nome) deu uma informação que não vejo no site, pelo menos com o destaque que deveria ter: a Rail Europe recomenda que a compra das passagens seja feita no site com pelo menos duas semanas de antecedência da partida.

Continuei o contato, perguntando como devem proceder as pessoas que, por atraso dos Correios, não receberem as passagens a tempo.

Explica a RailEurope:

Caso o consumidor não consiga receber o bilhete a tempo, não é possível reemiti-lo na Europa. Ele terá que comprar novos bilhetes, e quando chegar ao Brasil solicitar o reembolso das passagens. Os bilhetes originais deverão ser encaminhados novamente para a Rail Europe do Brasil.  Porém, antes do envio, verifique se o bilhete é reembolsável e quais são suas políticas de reembolso. Essas informações se encontram no rodapé do e-mail “Confirmação de Pedido” enviado no ato da reserva, ou na página anexo de seu bilhete (se houver). O reembolso é somente aplicável em casos permitidos pela tarifa. Os bilhetes serão recebidos e encaminhados à Rail Europe na França que seria responsável por reembolsos. Atenção: As taxas não são reembolsáveis pela ferrovia!

Minha opinião: acho as regras draconianas. Desse jeito, se não for possível comprar diretamente nos sites das cias. ferroviárias na Europa, vale mais a pena pagar as tarifas mais altas dos revendedores no Brasil, que pelo menos te atendem ao telefone quando você precisar…


144 comentários

Olá! Quero parabeniza-lo seu blog e excelente, estou indo pra inglaterra essa semana e usei varias dicas suas e da galera que escreve aqui.
Eu comprei bilhetes de trem por esse site da raileurope, antes de ver o post acima…rsrsrsr
Paguei o sedex 10 e fiquei beeeeeeeem tensa. Demorou uns 10 dias pra chegar e realmente o telefone deles é surreal, ou ta ocupado ou nao existe. Eu consegui falar la so uma vez, e peguei com a menina o numero do localizador do sedex, ai fiquei mais tranquila…Acho que com esse serviço/site de compra meia boca, eles estao se queimando muito aqui no brasil. Se eu nao tivesse com tempo extra, seria um stress muito pior…

    Oi Ana!
    Liguei uma mil vezes até conseguir, nao sei se tem a ver, mas consegui quando liguei do celular e nao do fixo.

    Telefone: 0(xx)11 3871-1206 (São Paulo). Horário de atendimento telefônico: 14h às 18h, de segunda-feira a sexta-feira

    Oi Cida, muito obrigada pelo tel. Hoje eu achei esse mesmo de tel e sabe que consegui falar na primeira tentativa? Quem me atendeu foi a Flávia e foi bem simpatica no tel. Estou viajando no dia 12/10 e depois que vi esses comentários fiquei tensa…rsrsrs. Enfim…ela me disse que uma dos meus bilhetes seguem amanhã para o correio, então só me resta esperar. E os outros 3 que não recebi o número do pedido, tenho que espera até 05/10…só que ver o que vai acontecer.
    Obrigada e boa viagem!!!
    Ana Cristina

    Ontem eles finalmente responderam meu email. Dizem que, apesar do Sedex, recomendam uma antecedência de duas semanas antes da viagem para compras. Estou esperando uma posição sobre o que devem fazer as pessoas que viajam antes das passagens serem entregues.

Oi gente. Estou com uma duvida cruel. Embarco dia 12 de outubro para paris e, pesquisando, cheguei a conclusao de que o melhor e’ comprar bilhetes avulsos (sai mais em conta). Pesquisei no site da DB Bahn e, para os trechos que preciso, eles so entregam via correio. Dizem quem enviam em 3 dias. Sera que em 10 dias esses bilhetes chegam aqui no Brasil?

Ricardo, caso os bilhetes nao cheguem a impressao dos comprovantes garantem mesmo o reembolso como voce falou acima?

    A Bahn entrega em 3 dias na Europa. Fora da Europa são 3 semanas. E o correio brasileiro está cada vez pior.

    Os casos em que sei que a Bahn reembolsou foram de passagens que atrasaram. Pedidas assim em cima da hora não sei se eles vão ter a mesma compreensão. Se o trecho sai da França tente em http://www.voyages-sncf.com . Dá para retirar as passagens na estação usando o cartão de crédito com o qual você fez a compra.

    Pessoal, eu recebi os meus bilhetes comprados na Rail Europe em 3 dias e fui muito bem atendida pela Flávia.

Olá Riq Freire
Tenho visto uma grande controvérsia com relação à compra de bilhetes de trem para viagens na Europa, muitas opiniões divergentes e relatos diversos. Mas tem um assunto que sempre me deixou um pouco reticente que eu gostaria que você e a turma do VNV me ajudassem, embora não sei se o canal certo para isso seja aqui neste comentódromo específico (até procurei um tópico sobre o assunto no site, mas não achei nenhum post sobre o assunto). Peço alguma paciência para ler meu comentário até o final ?
É sobre serviço postal do exterior para o Brasil. Meu “causo” é: eu sou arquiteta e sempre que viajo p/ fora do país, gosto de trazer muitos livros de arquitetura, urbanismo, artes e cultura local, pois os preços são muito atrativos e qualidade excelente (confesso que lojinha de museu é minha perdição). Mas trazer de volta na mala é sempre muito penoso por causa do peso da mesma, e claro, custo por excesso de bagagem no avião. Então, resolvi que, para evitar isso, iria enviar os livros como encomenda para meu endereço no Brasil, pelo “correio” da cidade em que passava.
A cidade em questão era Paris, e para me certificar de como era o serviço postal da França, entrei em contato c/ a Lina do Conexão Paris, que me informou ser muito seguro e confiável o serviço da “La Poste”. E foi o que fiz; enviei uma encomenda para mim mesma da França p/ o Brasil e aproveitei o resto da viagem sem preocupações.
Quando cheguei de volta ao Brasil é que comecei a me preocupar. A encomenda nunca que chegava! La Poste me deu um prazo de 20 dias, mas já aviam passados quase 40 desde o dia que enviei a encomenda da França. Comecei a achar que tinha extraviado e que tinha perdido de vez meus livros, garimpados com muita dedicação nas livrarias especializadas e galerias de arte. Entrei em contato por e-mail com La Poste, que me deu um outro prazo de uma semana p/ rastrear a encomenda. Enfim, depois de 47 dias, chegaram os livros! Até que não havia muitas avarias significantes no pacote, os livros estavam intactos dentro da caixa, mas ficou a insegurança e a pergunta: Será que o serviço postal em outros países do exterior, ditos desenvolvidos, são seguros, confiáveis e cumprem com o prazo dado? Ou será que essa dificuldade é geral? Se você Riq, ou algum trip do VNV tiver algum relato sobre o assunto, me de um feedback por favor. Tenho uma viajem marcada p/ o fim do ano p/ NY e não sei se posso continuar com essa prática das encomendas.
Um grande abraço
Rita Meireles

    Nossos Correios estão cada vez pior, Rita. Este é o problema.

    Da Europa acho que vale a pena enviar e esquecer. Um dia chega. Em 2008 eu mandei da Espanha, por navio, e da França, por avião (na França saía praticamente a mesma coisa ir de avião ou de navio). As duas chegaram.

    Dos Estados Unidos acredito que vale a pena trazer na mala, porque a franquia de bagagem costuma ser elevada.

    Por Fedex chega rapidinho; leve a uma agência para ver se o preço é abordável.

Eu tbm indicava o site brasileiro. Ainda bem que avisaram. Não falo mais para ninguém. Melhor mesmo que com a sobretaxa maior é sair daqui com tudo certinho. Quando menos dor de cabeça melhor.

Abs!

Marcio

    Ei pessoal.

    Também tive problemas com a Rail Europe e desisti da compra.

    Mas um detalhe importante:
    as minhas passagens saíram mais baratas comprando em agência aqui em Belo Horizonte do que pelo site! (exatamente os mesmos trechos, datas e horários). Não sei se existem mesmo sobretaxas, o site deve cobrar como uma agência de turismo física.

    Então não tem dúvida, né?!
    Abs

Vou viajar para Paris depois pego o Eurostar para Londres e depois volto para Paris também pelo Eurostar. Resumo da ópera vocês acham que devo comprar os tickets direto na Gare du Nord ou vou pagar muito caro por isso? Porque estou vendo que para comprar online é preciso contar com muita sorte.

    Compre em http://www.voyages-sncf.com . Não há risco. O que está dando problema é a Raileurope.com.br . Se você deixar para comprar na hora vai pagar uma fortuna. Se não quiser comprar pela internet use agência de viagem e revendedores no Brasil, que mesmo com sobretaxa têm acesso a algumas tarifas descontadas.

    Eu comprei meus tickets diretamente no site da Eurostar e na Thalys e deu super certo. Consegui tarifas bem baixas e retirei meus tickets no guichê.

    Oi Edivaldo, agora em junho minha mãe foi com meus sobrinhos para Paris e Londres, ela comprou os passes do Eurostar pela internet, eu os imprimi e ela usou sem problemas. Como o Riq disse é seguro e foi bem mais barato.

Estou desesperada!! Comprei minhas passagens já fazem 8 dias.Viajo depois de amanhã,e não tenho mais esperanças de receber as passagens a tempo. Não sei mesmo o que faço??
Tenho um mísero e-mail dessa charlatã Raileurope, com o número da reserva. Não sei o que faço?? Sérá que devo levar e tentar trocar lá?
Liguei ontem o dia inteiro e ninguém atende!
Terrível!

    Leve tudo impresso com você e no primeiro dia vá a uma estação central para transformar seu documento em passagens.

Oi, eu comprei da SNCF on-line e o meu cartão foi debitado 2 veces! Ninguem atende na SNCF para solucionar os problemas, e ninguem fala inglês! Comprei novamente da Rail Europe e recebi tudo em casa sim problema, alem disso sempre atenderam o telefone com otimo serviço, eles sabem explicar todas as opções porque são muitas: rail passes o trecho a trecho, e tem passes que não se vendem na Europa, trens que não precisam reserva….

    Quando que eles atenderam ao telefone, Silvio? Essa informação é importante.

    É bom lembrar que existem vários revendedores brasileiros de passes, como TT Operadora, Wagons-Lits, que cobram uma sobretaxa maior mas atendem muito bem, tanto por internet quanto por telefone.

Olá a todos
Realmente, a máquina parece ser mais inteligente que o homem, concordo com o Marcio; ao menos as máquinas não bufam ou ficam impacientes quando não nos entendem… Minha experiência com bilhetes de trem tb sempre foi muito boa; comprei com cartão de crédito, mas não pedi entrega pelo correio, imprimi o e-ticket e usei o mesmo p/ embarcar nos trens da D-Bahn (quando vem a fiscalização dentro do trem é obrigatório apresentar o mesmo cartão de crédito usado na compra, junto c/ o e-ticket).
Já na França, usei as máquinas de auto-atendimento na Gare du Nord para imprimir os bilhetes usando o mesmo cartão tb. Aliás, no site da SNCF está bem especificado que esse serviço só funciona nas estações da França, e mesmo assim, não são em todas elas.

Marcos Koga, o unico problema que ja’ ouvi falar da SNCF é quando vc compra pelo site francês, mas embarca de fora da França. O meu tio estava em Geneve e comprou os bilhetes pela internet, mas ele tinha escolhido a opção de retirar os bilhetes na maquininha e em Geneve não tinha! Dai um cara do hotel atravessou a fronteira de carro, foi até a 1° cidadezinha francesa para retirar os bilhetes e assim ele pode viajar.

Ah, é bom saber que quando a gente escolhe a opção de retirar na maquininha ou no guichet, tem que ser com o proprio cartao de credito que vc comprou a passagem, senao eles nao aceitam. Ja’ tive que comprar outra passagem por conta disso… comprei no cartao do meu marido, mas ele viajou e eu estava indo me encontrar com ele. Me dei mal!

Mas fora essas pequenas burocracias, a SNCF funciona bem aqui na França.