Seu rico dinheirinho: quanto o real desvalorizou frente cada moeda

Seu rico dinheirinho

Eu já devia ter me ocupado desse assunto há mais tempo; o problema é que a débâcle cambial começou junto com a minha viagem, e até hoje não tinha dado tempo de parar para ver o tamanho do estrago.

E com efeito o nosso realzinho levou um tombo feio. Certamente por ser uma das moedas mais sobrevalorizadas do mundo (todos os levantamentos sobre o assunto diziam isso), o real está sofrendo mais do que as outras moedas nesta recente valorização do dólar.

Não me pergunte o que vai acontecer — essa é a função dos economistas e dos videntes. Este post é apenas para avaliar quanto vamos gastar mais para manter o mesmo padrão de viagem em diferentes lugares do planeta.

Fui ao meu site de cotações cambiais favoritos, o Oanda, e fiz uma planilhinha (no Notepad, que eu não sei usar Excel até hoje) com a cotação de várias moedas contra o real hoje (dia 4 de outubro), há dois meses (dia 4 de agosto) e há um ano (4 de outubro de 2010). Depois fiz uma regrinha de três básica para calcular a desvalorização. Me corrijam se calculei errado. Mas os números brutos já servem como excelente indicador para ver onde perdemos mais e onde perdemos menos.

Do maior para o menor estrago, de dois meses para cá:

Dólar americano: 19% (US$ 1= R$ 1,86 hoje, 1,56 há dois meses. Há um ano: 1,56)

Yuan chinês: 17% (R$ 1 = 3,40 yuans hoje; 4,09 há dois meses. Há um ano: 3,85)

Sol peruano: 15% (R$ 1 = 1,47 soles hoje; 1,70 há dois meses. Há um ano: 1,56)

Ien japonês: 14,5% (R$ 1= 41,05 iens hoje; 47,98 há dois meses. Há um ano: 49,15)

Peso argentino: 13,5% (R$ 1 = 2,27 pesos hoje; 2,62 há dois meses. Há um ano:  2,27)

Libra inglesa: 13,3% (£ 1 = R$ 2,89 hoje; 2,55 há dois meses. Há um ano: 2,58)

Baht tailandês: 12% (R$ 1 = 16,63 hoje; 18,94 há dois mess. Há um ano: 17,12)

Dólar canadense: 10% (CAD 1 = R$ 1,78 hoje;  1,62 há dois meses. Há um ano:  1,60)

Euro: 9% (€ 1 = R$ 2,48 hoje;  2,27 há dois meses. Há um ano: 2,25)

Peso uruguaio: 9% (R$ 1 = 10,36 pesos uruguaios hoje; 11,39 há dois meses. Há um ano: 11,36)

Coroa tcheca: 8,5% (R$ 1 = 9,92 coroas hoje; 10,86 há dois meses. Há um ano: 10,24)

Dólar australiano: 7% (AUD 1 = R$ 1,79 hoje; 1,67 há dois meses. Há um ano: 1,58)

peso chileno: 280 / 291 / 272 — 3,8%
peso argentino: 2,27 / 2,62 / 2,27 — 13,5%
peso uruguaio: 10,36 / 11,39 / 11,36 — 9%
dólar: 1,86 / 1,56 / 1,56 — 19%
peso mexicano: 7,42 / 7,53 / 7,53 – 1,5%
franco suíço: 2,04 / 2,03 / 1,67 — 22%
euro: 2,48 / 2,27 / 2,25 – 9%
libra: 2,89 / 2,55 / 2,58 – 13,3%
coroa tcheca: 9,92 / 10,86 / 10,24 – 8,65%
yen: 41,05 / 47,98 / 49,15 – 14,45%
yuan: 3,40 / 4,09 / 3,85 – 16,8%
dólar australiano: 1,79 / 1,67 / 1,58 – 7,1%
dólar canadense: 1,78 / 1,62 / 1,60 – 10%
baht: 16,63 / 18,94 / 17,12 – 12%
sol: 1,47 / 1,70 / 1,56 – 15%

Peso chileno: 4% (R$ 1 = 280 pesos chilenos; 291 há dois meses. Há um ano: 272)

Peso mexicano: 1,5% (R$ 1 = 7,42 pesos mexicanos hoje; 7,53 há dois meses. Há um ano: 7,53)

Franco suíço: estável (CHF 1 = R$ 2,04 hoje;  2,03  há dois meses. Há um ano: 1,67)

Ou seja: os Estados Unidos ficaram 20% menos baratos, enquanto a Europa ficou apenas 9% mais cara. Dos países vizinhos, o Chile é o que continua com câmbio mais próximo do que era. E o México, ao acompanhar o nosso tombo, se mostra o único lugar em que o nosso real continua tão fortão quanto há dois meses.

Note como o dólar canadense voltou a ficar mais barato que o americano (coisa à toa, mas ficou). E não se iluda tanto com a estabilidade do franco suíço — antes desta valorização do dólar, era o franco que tinha sofrido a maior alta; contra o real, está 22% mais caro que há um ano.

Minha dica em tempo de dólar caro? Menos turismo de compras e mais turismo de viajar de verdade, meu povo 😀

Assine o Viaje na Viagem por emailVnV por email
Visite o VnV no FacebookViaje na Viagem
Siga o Ricardo Freire no Twitter@riqfreire
Siga o Viaje na Viagem no Twitter@viajenaviagem


57 comentários

Vou levar em Euros então, trocando pela moeda de cada país… Afinal viajar também é assumir riscos e gastos não previstos não é mesmo? Valeu mesmo pela dica !
Muito obrigada e boa noite Bóia !

Boa noite Ricardo!

Vou para Budapeste Praga e Vienna e gostaria de saber se seria possivel trocar reais ao inves de euros por coroa checa e florim húngaro. Será que as casas de cambio de la trocariam ? Talvez seria uma alternativa de perder menos nas conversões.

Muito obrigada! Blog mais do que excelente, montei minha viagem toda tendo em base suas dicas!

    Olá, Ana Gabriela! Quem responde é A Bóia.Só saia do Brasil com reais para ir à Argentina, ao Uruguai e ao Chile. Para outros países, leve dólares ou euros.

Oi,boia, estou indo em novembro com um grupo da terceira idade pelo pagote fechado, mas tem uma duvida sobre o hotel Torremayor, pois minha mãe tem problema nas pernas ,e não pode entrar numa banheira.Gostaria de saber se este hotel tem banheiro para deficiente fisico? e a respeito do cambio estou com duvida pois li e reli varias vezes pois cada um tem seu problema financeiro, estou indo com pouco dinheiro e gostaria de saber de coração qual a melhor maneira de eu fazer ,se é pegar o cartão de debito no banco ou cartão de credito,pois não sou aposentada pelo contrario trabalho braçal com meu marido agradeço de coração a atenção e espero que me de dicas de não turistas,pois quem convive mais no lugar conhece lugares mais barato, deu para vc entender obrigada aguardo seu email, atenciosamente pela paciencia .

    Olá, Deborah! Por favor não duplique perguntas em posts diferentes. Sua resposta está no post em que você pesquisou originalmente, o dos 20 hotéis em Santiago!

Neste ponto, todo mundo sabia (ou deveria saber) que dólar de 1,55 era ilusão. Assim como euro de 2,20. Também deveríamos saber que esse pico de 1,95 das últimas semanas era ilusão igualmente.

No início do ano, fiz o planejamento de uma viagem para a Europa, cotando dólar a 1,80 e euro a 2,50.

#ficadica: SEMPRE ao planejarem uma viagem pro exterior, façam as estimativas de custo com uma cotação numa margem de 20%. Se em cima da hora a moeda estrangeira aumentar, vc já incluiu nos custos. Se a cotação permanecer baixa, aproveite pra gastar a diferença em um restaurante bacana… 🙂

Acho engraçado comentários tipo comi num restaurante italiano na italia e foi barato……
coma num brasileiro, comida trivial, q vc vai se surpreender…
é a mesma coisa q um amigo meu comentou qdo foi pra França e disse q lá o vinho importado ( frances,italiano, espanhol, portugues ) era muito mais barato q no Brasil…
faça um turismo de mochila, ou mais budget oriented, como muitos fazem qdo vão lá na Europa e nos Estados Unidos q vão se surpreender.
A regra é clara: só se compara banana com banana ( e ainda deve ser do mesmo tipo )…

Convido todos a irem para a Bolivia, onde tudo continua muito barato, mesmo em tempo de dolar mais caro.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.