Taí, gostei: pacotinho vip pra Amazônia

clipper

Encontrei na minha caixa de correspondência e gostei: um pacote diferente e bem boladíssimo da Freeway pra Amazônia: o Amazônia Gold. O bacana do pacote é que combina Manaus, hotel de selva e um minicruzeiro pelo Solimões.

Começa em Manaus, com uma noite no Tropical. Depois, dois dias no Amazon Ecopark, à beira do Tarumã, um afluente do rio Negro. E para terminar, dois dias a bordo do barco mais confortável da frota do Amazon Clipper.

Em quarto duplo, com avião desde São Paulo e todas as refeições (exceto no primeiro dia, em Manaus), a brincadeira sai 3.900 por pessoa. Caso você use milhas ou descole uma passagem mais barata do que 1.000 reais, pode optar só pela parte terrestre, a 2.900 por pessoa em quarto duplo.

Como tudo o que se refere ao turismo amazônico, é caro. Mas esse pelo menos me pareceu completo, civilizado e pitoresco ao mesmo tempo.

33 comentários

Poxa, Thiago, valeu mesmo pelas dicas, viu? Eu estou tentando convencer meu marido a encarar o programa. Não está lá muito fácil, mas eu continuo tentando, rs. As referências do Anavilhanas são as melhores. Obrigada mais uma vez!

Erica,

Estivemos, eu e minha esposa, no Anavilhanas Jungle Lodge em outubro de 2009. O hotel é fantástico, não foi à toa que a National Geographic o elegeu o melhor ecoresort do Brasil. O hotel é charmoso, os guias atenciosos e bem informados. E você não vai se cansar de barco caso conjugue com o cruzeiro, já que o transfer até lá é feito de van (que atravessa o rio Negro de balsa em Manaus e segue por cerca de três horas até o hotel).

Avalie suas preferências para escolher a quantidade de dias. Quando fui as atividades do hotel se vinculavam ao número de dias do pacote. Passei apenas duas noites, no menor pacote disponível, mas as atividades eram as mais interessantes (pescaria de piranhas, caminhada na selva – com um guia muito bem informado sobre a fauna e a flora da região – focagem noturna de jacarés, mergulho com botos em Novo Airão – sensacional, e já incluído na diária, ao contrário de outros hotéis –, vista do amanhecer no arquipélago – que me deu preguiça de levantar antes das 5 da manhã, mas se mostrou um passeio super bacana. Outras pessoas que estavam em pacotes maiores estavam inclusive pensando em desistir das outras atividades – arco-e-flecha, visita à casa de um caboclo – para aproveitarem a piscina do hotel.

Passamos uma noite em Manaus na chegada, e nos hospedamos no Saint Paul, um bom hotel bem próximo ao Teatro Amazonas. A cidade não tem muitos atrativos, e tivemos a sorte de, durante a visita diurna no Teatro, ficarmos sabendo que haveria um concerto gratuito à noite. Foi muito bacana ir ao Teatro à noite depois de conhecer sobre sua história.

Na volta passamos mais uma noite em Manaus, e no dia seguinte fizemos o passeio do encontro das águas. A maioria das agências o oferece em uma embarcação grande, saindo do porto do Hotel Tropical. Não gostamos. Leva muito tempo o deslocamento até o encontro – coisa de duas horas – e passa pouco tempo lá. Depois teve almoço num restaurante flutuante bem modesto, e um passeio por uma área que alaga na cheia, para ver vitórias-régias (que na seca, quando fomos, não estão lá).

Bom passeio pra você! Qualquer outra coisa em que eu possa ajudar, é só escrever!

    Ah, esqueci de falar! Há passeios de lancha até o Encontro das Águas. Mais caro, mas bem mais rápido – já que de barco grande leva o dia todo.

Eu pensei em fazer um minicruzeiro de 3 dias, via Amazon Clipper, em seguida dar um rolé por Manaus para, por fim, me mandar pro Anavilhanas, no pacote de 6 dias. Vocês acham que é uma boa ou que é demais da conta?

    Olá, Erica! Subimos a sua pergunta para o Perguntódromo.

    Em princípio, confira todas as atividades que você pode fazer nesses nove dias para ver se não vai ficar repetitivo.

    Poxa, obrigada pela atenção. Montei um esqueminha, comparando os programas oferecidos, e, de fato, algumas atividades se repetiam, pois o Anavilhanas também oferece muitos passeios. Penso que o ideal seria passar dois dias em Manaus e depois seguir para esse lodge, que parece ser incrível. O trabalho agora é convencer meu acompanhante a encarar o destino hehehee

    Erica,

    Hotel de Selva e Barco são experiências bem diferentes, cada uma delas com o seu encanto, e sua forma peculiar de proporcionar interação com a natureza. Mas, apesar disso, acredito que vc precisa ser forte e escolher uma delas, pois as duas, na mesma viagem, fica um pouco repetitivo tirando o brilho uma da outra.

    Mas, apenas para aumentar ainda mais sua dúvida, dê uma olhada no IberoStar Grand Amazon, já fiz e considero um dos melhores passeios que existem por aqui.

    Por fim, sem dúvidas deixe alguns dias para conhecer a capital, vale a pena. Nem que seja só o Teatro Amazonas.

    Obrigada, Aline, pela orientação. Você foi ótima. AJudou bastante. Acho que, no fundo, já me decidi pelo lodge. Já de cara, achei o serviço extremamente gentil, quando entrei em contato para pedir informações.

    Cara, estive em Manaus na Páscoa. Acho que é muito tempo! Fiquei quatro dias e achei mais do que suficiente.

Atenção: Os comentários são moderados. Relatos e opiniões serão publicados se aprovados. Perguntas serão selecionadas para publicação e resposta. Entenda os critérios clicando aqui.